Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - terça-feira, 16 de agosto de 2022

Petrobras divulga redução de R$ 0,15, por litro de gasolina, nas refinarias, a partir desta sexta-feira

Quinta 28/07/22 - 12h30

A Petrobras acaba de anunciar:

O preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,86 para R$ 3,71, uma redução de R$ 0,15 por litro a partir desta sexta-feira (29).

É a segunda vez seguida que a Petrobras reduz o preço da gasolina vendida às refinarias.

O anúncio saiu um dia após a mudança da política de formação de preços dos combustíveis.

O corte é de 3,88%.

Na última semana, a empresa havia reduzido em R$ 0,20 o preço médio da gasolina.

Com o novo corte, o preço ficará abaixo do valor comercializado em 10 de maio deste ano (R$ 3,86).

***





Petrobras reduz preço de venda da gasolina para distribuidoras

Medida entra em vigor nesta sexta-feira




A Petrobras reduz, a partir de amanhã (29), o preço médio de venda de gasolina para as distribuidoras de R$ 3,86 para R$ 3,71 por litro. A queda é de R$ 0,15 por litro. A medida foi anunciada hoje (28) a empresa.

Com isso, considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição do combustível comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor cairá de R$ 2,81, em média, para R$ 2,70 a cada litro vendido na bomba.

Segundo a companhia, a redução acompanha a evolução dos preços de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para a gasolina. Além disso, acrescenta a empresa, a medida “é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio de seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio”.

Informações referentes à formação e composição dos preços de combustíveis ao consumidor obtidas no site da Petrobras. De acordo com a companhia, o objetivo é “contribuir para a transparência de preços e melhor compreensão da sociedade”. (Alana Gandra – Repórter da Agência Brasil)

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais