Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - sábado, 26 de novembro de 2022

Novo luto na música brasileira: morre no Rio, aos 81 anos, o cantor e compositor Erasmo Carlos, que esteve em M. Claros há pouco tempo. A 98FM já reapresenta os seus maiores sucessos

Terça 22/11/22 - 13h11

Erasmo Carlos morreu aos 81 anos, ainda há pouco, no Rio.


Foi internado há quase um mês, teve alta e voltou ao hospital na noite de ontem, segunda-feira, 22.

A informação foi confirmada por fonte da família.

Foi um dos pioneiros do rock brasileiro e, mais ainda por sua parceria com Roberto Carlos, e sucessos, como “Além do Horizonte”, “É Preciso Saber Viver” e “O Bom”.


Érasmo nasceu e foi criado na Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro.

O cantor aprendeu a tocar violão com Tim Maia.

Depois, fez parte de grupo que tinha Tim e Roberto Carlos.

Erasmo e Roberto nutriam muitas coisas em comum como a paixão por Elvis Presley.

Com Wanderléa e Roberto, foi um dos principais da Jovem Guarda, movimento musical e cultural dos anos 60 e 70.

CLÁSSICOS

Erasmo esteve internado em hospital da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, e deixou 3 filhos e esposa.

No 2 de novembro, comemorou alta após duas semanas de internação para tratar de síndrome edemigênica, doença causada pelo desequilíbrio das forças bioquímicas que mantêm os líquidos dentro dos vasos sanguíneos e geralmente é causada por patologia cardíacas, renais e dos próprios vasos.

Ele mesmo resumiu:

“Ressuscitei no Dia de Finados e tive alta do hospital!
Obrigado a Deus, a todos que cuidaram de mim, rezaram por mim e torceram pela minha recuperação… Essa foto com a Fernanda traduz como estamos felizes”, disse.

Entre mais de 600 músicas estão clássicos como “Sentado à Beira do Caminho”, “Minha Fama de Mau”, “Mulher”, “Quero que tudo vá para o inferno”, “Mesmo que seja eu” e “É proibido fumar”.

***

Aos 81 anos, morre Erasmo Carlos, símbolo da Jovem Guarda

Ele estava internado no Hospital Barra D´Or, na zona oeste do Rio

O cantor e compositor Erasmo Carlos, 81 anos, morreu hoje (22) em decorrência de problemas causados por uma síndrome edemigênica (quando há excesso de líquido nos tecidos do corpo), informou o filho do cantor Gil Eduardo Esteves. Ele estava internado no Hospital Barra D´Or, na zona oeste do Rio.

Um dos principais nomes do movimento da Jovem Guarda, junto com Roberto Carlos e Wanderléa, nos anos 60, Erasmo Carlos nasceu no Rio de Janeiro, em 1941. No final da década de 1950, passou a integrar o grupo The Boys of Rock, que depois passou a se chamar The Snakes.

Em 1962, Erasmo tem sua primeira composição, Eu Quero Twist, uma parceria com Carlos Imperial, gravada por Agnaldo Rayol. Ainda no início dos anos 1960, tem uma breve passagem pelo grupo Renato e seus Blue Caps, com quem gravou o segundo LP da banda.

Em 1964, começa a carreira solo, gravando o compacto Terror dos Namorado e a música Festa de Arromba, um de seus primeiros grandes sucessos, ambos feitos em parceria com Roberto Carlos. Ainda com Roberto, gravou Quero que Tudo Vá pro Inferno.

Em 1965, passa a comandar, com Roberto Carlos e Wanderléa, o programa musical Jovem Guarda, na TV Record. No mesmo ano, lança seu primeiro LP, A Pescaria.

Também atua em filmes como Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-Rosa (1969), A 300 Quilômetros por Hora (1970), ambos do diretor Roberto Farias, e Os Machões (1971), dirigido por Reginaldo Faria.

Em sua longa carreira, gravou músicas próprias, muitas em parceria com Roberto Carlos, e composições de músicos como Caetano Veloso, Ary Barroso, Taiguara, Belchior e Gilberto Gil.

Lançou também diversos álbuns como Erasmo Carlos e os Tremendões (1970), Carlos, Erasmo (1971), Erasmo Carlos Convida (1980), Mulher (1981), Amar pra Viver ou Morrer de Amor (1982), Apesar do Tempo Claro (1988), Para Falar de Amor (2001), Santa Música (2004) e Rock and Roll (2009).

Repercussão
A última publicação no Instagram de Erasmo Carlos até o começo desta tarde havia sido há quatro dias. O cantor comemorava o Grammy Latino que recebeu pelo álbum O futuro pertence à... Jovem Guarda na categoria Álbum de rock ou música alternativa em língua portuguesa.

"É tão importante entender o conceito, quando ouvir a música... Existem várias formas de amor, e eu preciso de todas. Obrigado a todos que contribuíram para mais essa vitória, esse Grammy é o reconhecimento do nosso trabalho. O futuro pertence à Jovem Guarda!", comentou. No post, músicos, artistas e amigos prestaram homenagens e lamentaram a morte do cantos.

Pelo Twitter, o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva lamentou a morte. “Tremendão, amigo de fé, irmão camarada, cantou amores, a força da mulher e a preocupação com o meio ambiente”, disse e acrescentou: “Deixa saudades e dezenas de músicas que sempre estarão em nossas lembranças e na trilha sonora de nossas vidas. Meus sentimentos aos familiares, amigos e fãs de Erasmo Carlos”.

“Esse 2022 não está fácil… agora o eterno Tremendão, outro grande carioca e vascaíno, que marcou toda uma geração e foi um dos líderes da Jovem Guarda nos deixa. Seu talento e sua arte ficam marcados eternamente… muito além do horizonte! Valeu, Erasmo Carlos!”, disse o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

O músico, apresentador e ex-VJ da MTV Brasil Luiz Thunderbird também se manifestou: “Erasmo Carlos, gente! Que tristeza! Tive lindos momentos ao lado dele. Sempre foi um cara bacana comigo. E com a música! Ele era muito amor”.

O também músico, ator e jornalista Leo Jaime publicou a foto de um anel que ganhou de Erasmo: "Este anel é meu talismã. Ele me foi dado por meu mestre que o usava na Jovem Guarda. Ao me dar ele disse o maior elogio que ouvi na vida: você é o Erasmo Carlos da sua geração. ❤️"

Clubes de futebol, como o Flamengo, o Botafogo, o Cruzeiro e o Palmeiras também prestaram homenagem, além do Vasco da Gama, que era o time de Erasmo: “É com profundo pesar que recebemos a notícia do falecimento do ilustre Vascaíno e símbolo da música brasileira, Erasmo Carlos. ‘Sai da frente, que o nosso Vasco vai passar...’ Sabemos que sempre estará conosco. Descanse em paz, Tremendão. 🖤🌹”, publicou no Twitter.

*Com informações da Reuters. Colaborou o repórter Vitor Abdala.

(Mariana Tokarnia – Agência Brasil)

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais