Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - sábado, 2 de março de 2024

Polícia Militar: "O jovem foi abordado na Rua Belo Horizonte, Bairro São José, e alegou que trabalha em autoescola e teria alugado a roupa para gravação de vídeos". Jornal de BH o descreve como influenciador digital BH diz

Quarta 13/09/23 - 12h08

Divulgação da PM:

A Polícia Militar de Minas Gerais, por meio de sua 11ª RPM, foi acionada, na tarde dessa terça-feira (12), após um homem, de 29 anos, ser flagrado usando uniforme semelhante ao da PMMG, em Montes Claros.

Conforme testemunhas e imagens captadas, ele trajava gandola de mangas curtas de cor caqui, contendo a bandeira do Estado de Minas Gerais, a insígnia de Tiradentes e duas divisas de graduação de Soldado PM e calça de farda de cor caqui (conforme uniforme da PMMG).

O autor também estava com uma algema pendurada na frente da calça, usava uma bota de cor preta, e uma perneira para proteção de canela, e se encontrava com uma réplica de revólver de calibre .38.

O jovem foi abordado na Rua Belo Horizonte, Bairro São José, e alegou que trabalha em autoescola e teria alugado a roupa para gravação de vídeos.

O autor foi preso e conduzido à Delegacia com os materiais apreendidos.


***

Jornal O Tempo, de BH:

Influencer é preso ao usar uniforme semelhante ao da PM para gravar vídeos em MG

Vizinhos denunciaram o homem à polícia
Lucas Gomes

Um homem de 29 anos foi preso em Montes Claros, no Norte de Minas, acusado de usar indevidamente uniforme semelhante ao da Polícia Militar de Minas Gerais. A corporação foi acionada por testemunhas que presenciaram a cena.

Pelo relato de pessoas e por imagens captadas no bairro São José, o homem vestia camisa semelhante a farda de mangas curtas de cor caqui, contendo a bandeira do Estado de Minas Gerais, a insígnia de Tiradentes e duas divisas de graduação de soldado PM, além da calça de farda da mesma cor.

O suspeito também tinha uma algema pendurada na frente da calça, usava bota de cor preta e uma perneira para proteção de canela. Com ele também foi encontrada uma réplica de revólver de calibre 38.

Aos militares, o homem alegou que trabalha em uma autoescola e que alugou a roupa para gravar vídeos para as redes sociais. Ele foi preso e conduzido à delegacia com os materiais apreendidos. No Instagram, o homem tem cerca de 10 mil seguidores e, após ser liberado da delegacia, disse que acabou "preso na brincadeira" por não saber que não poderia usar a farda. "Deixa vir, os conteúdos não param", disse.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais