Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - sexta-feira, 1 de março de 2024

Senado vota e autoriza o governo a não cumprir o piso da saúde. Procure entender

Quinta 05/10/23 - 6h49

O Senado Federal aprovou projeto de lei que concede ao governo não cumprir o requisito de financiamento mínimo da saúde para o ano de 2023.

A votação registrou 63 votos a favor e dois contrários, e agora o projeto segue para a sanção presidencial.

Foi adicionado a um projeto de lei que abordava a compensação de receita para estados e municípios devido à redução do ICMS sobre os combustíveis em 2022.

Embora não estivesse inicialmente na agenda do Senado para votação, a proposta foi aprovada como uma pauta extra.

Com a autorização para não cumprir o financiamento mínimo da saúde, o projeto elimina a obrigação de destinar 15% da receita corrente líquida (RCL) para a área da saúde, o que representaria um gasto adicional de mais de R$ 20 bilhões.

Recentemente, o Ministério da Fazenda enviou consulta ao Tribunal de Contas da União (TCU) questionando se o valor mínimo constitucional de investimento em saúde e educação deveria ser aplicado já em 2023, buscando adiar a obrigação para 2024.

A ministra do Planejamento, Simone Tebet, destacou que o governo considera mais viável aumentar a arrecadação por meio de novas medidas do que cortar gastos.

***

A partir de agora, as notícias enviadas através do WhatsApp serão atualizadas apenas pelo canal abaixo 👇🏻.

Inscreva-se tocando abaixo

Acesse o link do canal

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais