Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Médico sobrevivente da chacina no Rio recebeu 14 tiros e tem 24 perfurações pelo corpo. Arma do atirador teria travado, impedindo que recebeu ainda mais tiros

Sexta 06/10/23 - 10h28

O médico ortopedista Daniel Sonnewend Proença, de 32 anos, foi o único sobrevivente da chacina contra médicos, na Barra da Tijuca, no Rio.

Ele recebeu 14 tiros e passou por cirurgia que durou quase 10 horas no Hospital Municipal Lourenço Jorge.

Proença ficou com 24 perfurações no corpo, incluindo tórax, intestino, pélvis, mão, pernas e pé, sendo a lesão mais grave no intestino devido a uma bala que atingiu artéria.

Apesar disso, encontra-se estável e foi transferido para hospital particular.

A cirurgia envolveu 18 profissionais de saúde, incluindo ortopedistas, anestesistas, cirurgiões gerais, um cirurgião vascular, enfermeiros e técnicos de enfermagem, sendo realizada 14 minutos após sua chegada ao hospital.

A principal causa de morte em casos de tiros é a hemorragia, e o único médico sobrevivente precisou receber transfusão de sangue durante a cirurgia.

O protocolo de socorro utilizado para casos de trauma, conhecido como ABCDE do trauma, foi aplicado no atendimento ao médico.

O médico sobrevivente só não morreu porque a arma do atirador travou, impedindo que levasse ainda mais tiros, revelou fonte da polícia.




***


A partir de agora, as notícias enviadas através do WhatsApp serão atualizadas apenas pelo canal abaixo 👇🏻.

Inscreva-se tocando abaixo

Acesse o link do canal

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais