Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - sábado, 2 de março de 2024

Operação da Polícia Civil interceptou "caminhão carregado de banana furtadas" no Jaíba. Homens de 45 e 54 anos foram presos. Leia o relato

Quarta 11/10/23 - 8h22

Divulgado pela Polícia Civil:


A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deflagrou, na última segunda-feira (9/10), em Jaíba, na região Norte do estado, a operação Donkey Kong, de repressão aos crimes contra o patrimônio. Durante a ação, dois homens, de 45 e 54 anos, foram presos por furto e receptação qualificada, respectivamente. Além disso, foram apreendidos um caminhão e um veículo.
A investigação teve início após a vítima comparecer à unidade policial para relatar que há algum tempo suspeitava que parte de sua plantação de bananas estava sendo furtada. A vítima contou que ao passar pelo bananal identificou uma movimentação estranha, pois não havia cargas programadas para aquele dia. Ela então solicitou a um amigo que fizesse registros do local usando um drone, ocasião em que observou um caminhão sendo carregado com bananas de sua propriedade.

O delegado Maxwell Gomes de Freitas, que coordenou a operação, contou que imediatamente após tomar conhecimento dos fatos, determinou que a equipe de policiais civis de Jaíba realizassem levantamentos com as possíveis rotas efetivadas pelos investigados e, com o apoio de uma equipe da Regional em Janaúba, montaram a operação que resultou na interceptação do caminhão carregado de bananas furtadas. "Eles foram interceptados na altura do trevo do cemitério em Jaíba, sentido Verdelândia. Com o proprietário não havia comprovantes de pagamentos, nem notas fiscais da mercadoria", explicou.

O delegado pontuou que, simultâneo à abordagem ao caminhão, uma equipe descaracterizada deslocou até a fazenda onde realizou a prisão do gerente. “Ele foi autuado em flagrante por furto qualificado pelo abuso de confiança, já que auxiliava o furto”, explicou Maxwell.

Além disso, após as entrevistas com os trabalhadores do estabelecimento rural em questão, foi constatado um mandado de prisão em aberto em desfavor de um dos funcionários, razão pela qual também foi conduzido à Delegacia de Jaíba para cumprimento. O outro suspeito foi autuado por receptação qualificada em razão da finalidade comercial, que era vender o material subtraído. Ele foi preso na cidade de Verdelândia. O caminhão e um outro carro que fazia a escolta do primeiro foram apreendidos. Conforme consulta, ambos pertencem ao receptador.

Inicialmente, a investigação apontou que os delitos em questão, em tese, eram praticados há cerca de oito a nove meses, acumulando um prejuízo ao empresário de R$ 30 mil reais. As investigações continuam com objetivo de identificar possíveis partícipes e coautores.

Os dois suspeitos presos encontram-se no sistema prisional à disposição da Justiça.

***


A partir de agora, as notícias enviadas através do WhatsApp serão atualizadas apenas pelo canal abaixo 👇🏻.

Inscreva-se tocando abaixo

Acesse o link do canal

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais