Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - sexta-feira, 1 de março de 2024

Metralhadoras desviadas para o crime: Justiça Militar decreta quebra do sigilo de 7 militares do Exército

Terça 24/10/23 - 6h56

A Justiça Militar autorizou a quebra de sigilo telefônico, telemático e bancário de sete militares sob investigação do Exército por suspeita de furtar 21 metralhadoras de um quartel em Barueri, na Grande São Paulo.

O pedido foi feito pelo encarregado do inquérito conduzido pelo Comando Militar do Sudeste (CMSE).

O Ministério Público Militar (MPM) também está acompanhando as investigações.

Os sete militares envolvidos diretamente no furto das armas estão impedidos de deixar o Arsenal de Guerra de Barueri.

Além deles, outros 13 militares são investigados por participação indireta no crime, mas podem deixar o local após o término do expediente.

O Exército investiga um total de 20 militares suspeitos de estarem envolvidos no maior desvio de armas da história, desde soldados até oficiais.

Parte das armas furtadas foi recuperada pelas polícias do Rio de Janeiro e São Paulo, mas quatro ainda estão desaparecidas.

O chefe do Comando Militar do Sudeste enfatizou que cerca de 20 militares enfrentam processos disciplinares por falhas na conferência, fiscalização e controle das armas, indicando negligência na gestão desse armamento.

A colaboração das polícias estaduais foi fundamental para recuperar as armas que haviam sido negociadas por militares com organizações criminosas.

***


A partir de agora, as notícias enviadas através do WhatsApp serão atualizadas apenas pelo canal abaixo 👇🏻.

Inscreva-se tocando abaixo

Acesse aqui Acesse o link do

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais