Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Pais de menina de 13 anos dão alarme e Polícia Civil prende 4 homens por exploração sexual de adolescentes em Pirapora

Terça 07/11/23 - 12h27

Divulgado pela Polícia Civil de Minas:


Quatro homens foram presos preventivamente pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), na manhã desta terça-feira (7/11), suspeitos de integrar um esquema de exploração sexual de adolescentes em Pirapora, no Norte de Minas.

Durante a operação Egeia foram cumpridos, ainda, sete mandados de busca e apreensão.

As investigações tiveram início com a denúncia dos pais de uma das vítimas, uma jovem de 13 anos, que teria sido aliciada para realizar programas de prostituição, em julho deste ano.

Três clientes do esquema também foram presos pela PCMG no decorrer dos trabalhos policiais.

Além disso, a Polícia Civil apreendeu o celular de uma adolescente que aliciava outras menores, permitindo a identificação, por meio do aparelho, de outros clientes do esquema criminoso e de seus responsáveis.

Quatro destes tiveram mandados de prisão preventiva solicitados à Justiça e cumpridos na manhã de hoje.

Nas residências alvo das ordens judiciais foram apreendidos preservativos, drogas, celulares, computadores e cadernos de anotações.

As investigações prosseguem para a conclusão do inquérito policial. Participaram da operação Egeia 30 policiais civis.

***

Jornal O Tempo, de BH:

Grupo é preso suspeito de aliciar adolescentes para prostituição no Norte de MG

Eles foram alvos de uma operação realizada durante a manhã desta terça-feira (7 de novembro); investigações seguem em andamento
Rayllan Oliveira

Quatro homens foram presos suspeitos de participarem de um esquema de exploração sexual de adolescentes durante operação da Polícia Civil na manhã desta terça-feira (7 de novembro), em Pirapora, no Norte de Minas. Eles foram alvos da operação Egeia que, além das prisões, cumpriu sete mandados de busca e apreensão. A investigação continua, a fim de identificar outros envolvidos.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações começaram após a denúncia dos pais de uma adolescente de 13 anos. A filha deles teria sido aliciada para realizar programas de prostituição em julho deste ano. Três pessoas já haviam sido presas, suspeitas de fazerem parte do esquema, antes da operação desta terça-feira.

Os investigadores apontaram que o grupo contava com uma adolescente, que era responsável por aliciar outras menores. O celular da garota chegou a ser apreendido em data anterior a da operação. Por meio da perícia do aparelho, a polícia identificou a participação dos alvos dos mandados de prisão.

Durante os trabalhos, na manhã desta terça-feira, os policiais apreenderam preservativos, drogas, celulares, computadores e cadernos de anotações nas casas dos quatro envolvidos. Cerca de 30 policiais civis participaram da operação. As investigações seguem em andamento.


***

A partir de agora, as notícias enviadas através do WhatsApp serão atualizadas apenas pelo canal abaixo 👇🏻.

Inscreva-se tocando abaixo

Acesse aqui

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais