Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - sexta-feira, 14 de junho de 2024

Em cidade do Norte de Minas: "A investigação revelou também que outras três vítimas, uma de 14 anos e outras duas, que hoje estão com 27 e 29 anos, também foram abusadas (...) quando eram crianças, mas..."

Sexta 24/05/24 - 18h24

Divulgado pela Polícia Civil às 17h13m


Menina de 9 anos denuncia tio por abusos após palestra em escola


A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu, na última quarta-feira (22/5), mandado de prisão preventiva expedido contra um idoso, de 65 anos, investigado por estupro de vulnerável, em São João das Missões, região Norte do estado.

A vítima, uma menina de 9 anos, denunciou o suspeito, seu tio, após participar de uma palestra sobre violência sexual em sua escola, no município. Durante a investigação, outras três vítimas da mesma família o denunciaram.

Segundo o delegado Thiago Pinheiro, as investigações iniciaram após uma palestra que aconteceu na escola em que a vítima está matriculada, no município de São João das Missões.

Durante as explicações sobre as formas de violação, que incluem esclarecimento do que fazer nessas situações, a vítima se apresentou à equipe de professores e narrou que teria sofrido os abusos.

Inicialmente, os professores entraram em contato com a família da menina e, posteriormente, com a Delegacia de Polícia Civil em Manga, que iniciou a apuração dos fatos. No decorrer dos levantamentos, a vítima apontou seu tio como sendo responsável pelos crimes.

A investigação revelou também que outras três vítimas, uma de 14 anos e outras duas, que hoje estão com 27 e 29 anos, também foram abusadas pelo investigado quando eram crianças, mas não chegaram a compartilhar os fatos com outras pessoas à época.

Sobre os abusos, a investigação demonstrou que o suspeito violentava as vítimas em sua própria casa, durante o dia, por meio de diversos atos libidinosos, que ocorreram por vários anos. Para garantir que os crimes não fossem investigados, ameaçava agressivamente as crianças.

O delegado Thiago Pinheiro ressalta que todas as vítimas foram ouvidas na delegacia, bem como as testemunhas, e, com as provas coletadas, representou pela prisão preventiva do suspeito. “O conjunto probatório colhido é robusto, por isso, o suspeito foi indiciado nove vezes por estupro de vulnerável e duas vezes por ameaça. Foram dois indiciamentos em relação às duas vítimas adultas, outros dois referentes à adolescente e três relativos à criança que denunciou os fatos, totalizando nove”, explicou o delegado.

O inquérito policial foi concluído, e o suspeito permanece no sistema prisional à disposição da Justiça.


***


Jornal Estado de Minas, de BH:

Após palestra sobre violência sexual, criança denuncia tio por estupro

Crimes sexuais foram praticados em São João das Missões, no Norte de Minas Gerais, informou Polícia Civil. Suspeito de 65 anos é preso
Bruno Luis Barros


Depois de assistir uma palestra sobre violência sexual na escola, uma menina de 9 anos denunciou o tio, de 65, em São João das Missões, no Norte de Minas Gerais, informou a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) nesta sexta-feira (24/5). Durante a investigação, outras duas vítimas da mesma família também relataram abusos sexuais cometidos pelo idoso. Ele foi preso na última quarta-feira (22/5).

O delegado Thiago Pinheiro informa que a criança contou sobre os abusos sexuais aos professores do colégio, que, posteriormente, entraram em contato com a família da menina e acionaram a Polícia Civil. Além dela, uma adolescente de 14 anos havia sido abusada.

Outras duas mulheres, hoje com 27 e 29 anos, também relataram a violência sexual quando eram crianças. A polícia não especificou as idades delas à época.

A investigação demonstrou que o suspeito violentava as vítimas em sua própria casa, durante o dia, por meio de atos libidinosos. Para garantir que os crimes não fossem investigados, o homem ameaçava as vítimas. O grau de parentesco entre o idoso e elas não foi informado.



O inquérito policial foi concluído, e o suspeito permanece no sistema prisional à disposição da Justiça.


***

Jornal O Tempo, de BH:

Idoso é preso em MG após sobrinha de 9 anos participar de palestra e descobrir que era estuprada

Garota procurou as professoras e denunciou o crime sofrido; outras três vítimas prestaram queixas
Por Vitor Fórneas

Uma palestra sobre violência sexual na escola fez com que uma menina de 9 anos denunciasse o tio, de 65, pela prática de estupro. O investigado foi preso preventivamente pela Polícia Civil, nessa quinta-feira (22 de maio), em São João das Missões, no Norte de Minas. Outras três vítimas prestaram queixas contra o idoso.

O delegado Thiago Pinheiro, responsável pela condução dos trabalhos, informou que durante as explicações sobre as formas de violação, que incluem esclarecimento do que fazer nessas situações, a criança se apresentou aos professores e relatou que teria sofrido os abusos.

Os professores entraram em contato com a família da aluna e acionaram a Delegacia de Polícia Civil em Manga. No decorrer das investigações, a menina apontou o tio como sendo responsável pelos crimes.

Os levantamentos revelaram que outras três vítimas, uma de 14 anos e outras duas, que atualmente estão com 27 e 29 anos, também foram abusadas pelo investigado quando eram crianças, porém não chegaram a compartilhar os fatos com outras pessoas à época.

Sobre os abusos, a investigação demonstrou que o suspeito violentava as vítimas em sua própria casa, durante o dia, por meio de diversos atos libidinosos, que ocorreram por vários anos. Para garantir que os crimes não fossem investigados, ameaçava agressivamente as crianças.

Prisão preventiva
O delegado Pinheiro ressaltou que todas as vítimas foram ouvidas na delegacia, bem como as testemunhas, e, com as provas coletadas, representou pela prisão preventiva do suspeito.

“O conjunto probatório colhido é robusto, por isso, o suspeito foi indiciado nove vezes por estupro de vulnerável e duas vezes por ameaça. Foram dois indiciamentos em relação às duas vítimas adultas, outros dois referentes à adolescente e três relativos à criança que denunciou os fatos, totalizando nove”, explicou.

O inquérito policial foi concluído, e o suspeito permanece no sistema prisional à disposição da Justiça.

***


✅ Clique para seguir o canal da 98FM/montesclaros.com no WhatsApp👇🏻
Acesse aqui

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais