Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - sexta-feira, 14 de junho de 2024

Aos 92 anos, morre em BH o advogado visionário - genro do governador Israel Pinheiro - que tentou transformar M. Claros em polo eletrônico, ainda nas décadas de 70 e 80

Quarta 29/05/24 - 7h46

Hindemburgo Diniz, ex-presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais e primeiro presidente da Fundação João Pinheiro, faleceu aos 92 anos nesta terça-feira, em BH.

O velório será realizado na Academia Mineira de Letras.

Nascido em Campina Grande, Paraíba, formou-se em Direito pela Universidade do Brasil, hoje Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 1954.

Atuou no Ministério da Viação e Obras Públicas durante os governos de Getúlio Vargas e Café Filho.

Casado com Glória Pereira Diniz, filha do ex-governador de Minas, Israel Pinheiro, Diniz foi diretor-secretário do Correio Braziliense na década de 1960.

Foi presidente do BDMG em duas ocasiões, de 1967 a 1970 e de 1991 a 1995.

Participou da elaboração do Primeiro Diagnóstico da Economia Mineira e o projeto de construção da atual sede do BDMG.

Nos anos 1980, Diniz liderou o projeto da Transit, em M. Claros.

A fábrica de semi-condutores, na área eletrônica, acendeu grande esperanças e certamente seria decisiva no Brasil, como hoje são as eletrônicas do setor em Taiwan e na Holanda.

A fábrica abriu falência na década seguinte, depois de movimentar cientistas que vieram de diversas parte dos mundo, inclusive físicos da Índia.




***

✅ Clique para seguir o canal da 98FM/montesclaros.com no WhatsApp👇🏻
Acesse aqui

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais