Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 22 - quinta-feira, 22 de abril de 2021

Greve acabou: filas nos postos de gasolina chegam ao interior de Minas (inclusive, a M. Claros), mesmo com o anúncio de que a greve dos tanqueiros acabou. Hospitais fazem apelo. Sindicato garante reabastecimento

Sábado 27/02/21 - 8h

As filas nos postos de gasolina se alastram também pelas cidades de Minas, inclusive em M. Claros.
PROCURA
Desde ontem, aumentou o movimento nos postos, o que prossegue hoje, mesmo com as notícias de que a greve dos transportadores de combustíveis foi encerrada.
MESMO
Alguns postos de BH chegaram a ficar sem estoques nesta noite, apesar do aviso de que a greve parou.
APELO
Ainda em Minas: os hospitais das cidades do interior apelaram para que os caminhoneiros não voltem a fazer greve, pois isto pode afetar o suprimento de medicamentos, e até o estoque de oxigênio em meio ao momento grave da pandemia.
PRESIDENTE
- Acabamos de sair de uma reunião com o governo a qual fomos recebidos pelos secretários de Governo e de Planejamento.
- Mediante o compromisso do governo, a categoria resolveu suspender a greve e voltar às suas atividades.
POR
A declaração foi dada por Irani Gomes, presidente do SindTaque, que participou de reunião com representantes do governo de Minas.
PRÓXIMA
Na próxima semana, haverá outra reunião. O governador Zema anunciou que o governo vai instalar, já na próxima semana, um grupo de trabalho, em conjunto com representantes das entidades DA cadeia do combustível, para buscar uma solução.
SUBIRAM
Postos - poucos no estado - que subiram os preços nas últimas horas, valendo-se da situação, vão ser processados pelo abuso e já foram abordados inclusive pela polícia.
AO LONGO
O Sindtanque-MG, que liderou e interrompeu a greve, disse que os postos que ficaram sem combustíveis serão reabastecidos ao longo deste sábado. A correria dos postos, segundo várias fontes, deve cessar.
QUEREM
Os tanqueiros querem que o governo mineiro reduza, de 15% para 12%, a alíquota da tarifa. O percentual reivindicado é o mesmo já cobrado em São Paulo e Espírito Santo. O governador Zema disse que o propósito do governo é mesmo reduzir os impostos.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais