Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - sábado, 2 de março de 2024
 

Este espaço é para você aprimorar a notícia, completando-a.

Clique aqui para exibir os comentários


 

Os dados aqui preenchidos serão exibidos.
Todos os campos são obrigatórios

Mensagem: Um bom que parte Manoel Hygino Quando em Belo Horizonte se fala sobre Pediatria, logo surge o nome da Santa Casa. Explica-se e justifica-se: desde sua fundação em 1899, a instituição se tem dedicado à causa das crianças com algum problema de saúde. Ademais, há uma série de casos raros que foram tratados com sucesso por seus médicos, de alto e comprovado conhecimento. Não se esquece, por exemplo, os casos de gêmeas conjugadas, isto é, de bebês nascidos unidos em um só corpo, e com êxito submetidas ali, as cirurgias de separação por suas equipes. Não sem razão, o maior número desse tipo de operação no hemisfério, mesmo no mundo, pode estar aqui. Por isso mesmo, é que se sentiu profundamente o falecimento, no último dia 3, do prof. Moacir Astolfo Tibúrcio, aos 81 anos. Era profissional dedicado a oferecer a melhor saúde a quem mais precisava. Sua biografia se confunde com a da Santa Casa BH onde, sem sombra de dúvidas, o seu trabalho foi fundamental como instituição de referência em cirurgia pediátrica no Brasil. Durante muitos anos foi chefe do Serviço de Cirurgia Pediátrica. Ao lado do dr. Manoel Firmato e do dr. Júlio César Amorim Sena, foi um dos fundadores do CTI Pediátrico da Santa Casa, o primeiro de Minas Gerais, motivo de orgulho no tratamento de crianças e adolescentes, no atual Instituto Materno-Infantil Santa Casa-BH. Sua paixão e dedicação à cirurgia o levaram e se tronar pioneiro em Urologia Pediátrica. Um legado que perdurará e serviu como fonte de inspiração para muitos outros. Em 2013, ao lado de vários autores, lançou pela Editora Sparta, o livro “Tratado de Urologia Pediátrica”, em que compartilha toda sua experiência com as próximas gerações. Em época em que a saúde pública, como conhecida hoje, ainda dava os seus primeiros passos, o dr. Tibúrcio foi pioneiro na criação dos mutirões de cirurgia pediátrica na Santa Casa BH, sensibilizando outros profissionais a aderirem à causa e, assim, transformaram vidas e diminuíram as filas de espera por tratamento de qualidade. Maurício Tibúrcio vivia a Santa Casa e seus pacientes. Quem o via pelos corredores do Hospital ou participando de delicadíssimas cirurgias não imaginava que ele mesmo sofria de diabetes e com uma úlcera oncológica no cólon. Em silêncio, em paz consigo mesmo, com Hipócrates, da Iha de Cós, na velha Grécia, com Deus. Agora pode descansar, como muitos ex-clientes que nele encontraram lenitivo para suas dores.

Preencha os campos abaixo
Seu nome:
E-mail:
Cidade/UF: /
Comentário:

Trocar letras
Digite as letras que aparecem na imagem acima