Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - segunda-feira, 5 de dezembro de 2022

Depois do Acre e do Rio Grande do Sul, Carteira de Identidade Nacional começa a ser emitida em Goiás

Terça 27/09/22 - 6h50


Carteira de Identidade Nacional começa a ser emitida em Goiás

Modelo já foi adotado no Acre e no Rio Grande do Sul




A população de Goiás passou a ter acesso à Carteira de Identidade Nacional (CIN). O documento, que tem como único número de identificação do cidadão o CPF, já vem sendo emitido, desde julho, no Rio Grande do Sul. E, desde agosto, no Acre.

O primeiro município goiano a entregar a nova carteira foi Cavalcante, localizado na Chapada dos Veadeiros. Segundo o Ministério da Economia, “outros três pontos do estado já podem ser procurados para a emissão: unidades Vapt-Vupt da Praça Cívica, em Goiânia (na Praça Dr. Pedro Ludovico Teixeira), e do Anashopping de Anápolis (na Avenida Universitária, 2045), além do posto da prefeitura de Alexânia (Rua 15 de Novembro, nº 6)”.

O novo documento tem, além dos modelos em papel e plástico, uma versão no formato digital, que pode ser obtida gratuitamente por meio do aplicativo Gov.br. A versão digital pode ser usada nos casos em que a pessoa tenha perdido ou esquecido o documento físico.

“Após a emissão do documento nos órgãos de identificação, o cidadão deve baixar em seu celular o app Gov.br e fazer login no aplicativo inserindo usuário e senha. Na tela inicial, aparece o ícone ‘Carteira de documentos’, bastando clicar no botão ´+´, escolher ´Carteira de Identidade´ e ir em ”Adicionar Documento´ para ter acesso à CIN”, informou o Ministério da Economia.

Por meio de um QR Code disponibilizado no novo modelo, é possível verificar a autenticidade do documento, além de saber se foi furtado ou extraviado. Para fazer a checagem, basta ter em mãos um aparelho celular. Ele serve também como documento de viagem, já que possui um código de padrão internacional chamado MRZ.

“Até o momento, o Brasil dispõe de acordos para uso do documento de identidade apenas nos postos imigratórios de países do Mercosul. Portanto, para os demais países, o passaporte continua sendo obrigatório”, alerta o Ministério da Economia.

Matéria alterada às 14h20 para esclarecer que as informações foram repassadas pelo Ministério da Economia, não pelo Governo de Goiás, como publicado anteriormente. (Pedro Peduzzi Agência Brasil)

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais