Receba as notcias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - tera-feira, 30 de maio de 2023

Coronel do Exército (e filho de general da reserva) foi hoje à Polícia Federal, em Brasília, mas preferiu ficar em silêncio. Bolsonaro, no Senado, disse sobre ele: "primeiro lugar de quase todo curso que fez, tem dado o melhor de si"

Quinta 18/05/23 - 16h32

O tenente-coronel do Exrcito, da ativa, Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, deixou h pouco a sede da Polcia Federal aps permanecer em silncio durante seu depoimento.

Ele est preso desde o dia 3 de maio.

O depoimento estava marcado para as 14h30, porm Cid chegou alguns minutos atrasado.

O inqurito investiga a incluso de informaes falsas nos cartes de vacina de integrantes das famlias de Cid e do ex-presidente.

Os investigadores buscavam esclarecimentos sobre o acesso de um computador usado por Cid aos dados de vacinao do ex-presidente, alm da suposta adulterao nos cartes de vacinas de seus familiares.

A esposa do coronel tambm foi intimada a prestar depoimento.

No dia 10 de maio, Mauro Cid trocou de advogados.


BOLSONARO

O ex-presidente Bolsonaro foi ao Senado, hoje, visitar o gabinete do senador Flvio Bolsonaro, seu filho.

Em entrevista, disse sobre o coronel Cid:

"Ele [Cid] um excelente oficial do Exrcito Brasileiro, jovem ainda, foras especiais, comandos, paraquedistas, primeiro lugar de quase todo curso que fez, tem dado o melhor de si.

Peo a Deus que no tenha errado. E cada um siga a sua vida".

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais