Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - quarta-feira, 24 de julho de 2024

Juiz declara a perda de mandato do senador Marinho e suspende seus direitos políticos por 8 anos. Ele disputou a presidência do Senado, contra Pacheco, e diz que vai recorrer, no cargo

Sexta 02/06/23 - 7h00

Juiz do Rio Grande do Norte condenou o senador Rogério Marinho (PL-RN) à perda do mandato em uma ação relacionada a supostos cargos fantasmas na Câmara Municipal de Natal.

O juiz responsável pela decisão considerou que Marinho cometeu "exorbitante gravidade" ao inserir servidores fictícios na folha de pagamentos da câmara, violando a legalidade.

Além da perda do mandato, o senador teve seus direitos políticos suspensos por oito anos, foi proibido de contratar com o poder público ou receber benefícios fiscais pelo mesmo período e terá que pagar uma multa.

Marinho ainda pode recorrer da decisão.

Em resposta, a assessoria do senador afirmou que ele respeita, mas não concorda com as conclusões da Justiça, alegando que a contratação de uma médica para atender a população carente gratuitamente não configura improbidade administrativa.

O senador pretende recorrer da decisão no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte.

Líder da oposição, Marinho concorreu à Presidência do Senado no início deste ano, recebendo 32 votos, contra 49 de Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais