Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - sexta-feira, 1 de março de 2024

Exército prende 17 militares por omissão e negligência no desaparecimento das metralhadoras de alto impacto

Quinta 26/10/23 - 12h52

O Exército decidiu punir administrativamente 17 militares por omissão e negligência no caso do desaparecimento das 21 metralhadoras do Arsenal de Guerra do Exército em Barueri, na Grande São Paulo.

Os 17 militares cumprirão até 20 dias de prisão disciplinar, e outros cinco ainda estão sendo avaliados.

Os punidos incluem oficiais superiores, capitães, tenentes e subtenentes que tinham responsabilidade na gerência, fiscalização e controle do armamento.

Todos já estão cumprindo prisão disciplinar desde quarta-feira (25).

Investigação administrativa concluiu que os militares foram omissos ao permitir o desaparecimento das armas e negligentes por não perceberem a falta do arsenal a tempo.

Inquérito Policial Militar está em andamento, no qual sete militares são suspeitos de envolvimento direto no furto das armas e tiveram seus sigilos quebrados.

Há suspeitas de que alguns tenham sido cooptados por facções criminosas externas ao quartel.

O Inquérito Policial Militar pode investigar civis devido ao caráter militar do crime, e as polícias Civil e Federal estão colaborando com as investigações.

Até o momento, 17 das 21 metralhadoras furtadas foram localizadas no Rio de Janeiro e em São Paulo.


***

A partir de agora, as notícias enviadas através do WhatsApp serão atualizadas apenas pelo canal abaixo 👇🏻.

Inscreva-se tocando abaixo

Acesse aqui Acesse o link do

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais