Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - sábado, 24 de fevereiro de 2024

Criminosos invadiram casa dos pais de Bruna Biancardi, que tem filha com Neymar, provavelmente num plano de sequestrar a filha do jogador e a mãe. Pais foram amarrados e polícia já prendeu um suspeito

Terça 07/11/23 - 12h47

Criminosos invadiram a residência dos pais da influenciadora Bruna Biancardi em Cotia, na Grande São Paulo, durante a madrugada de terça-feira (7).

Um dos ladrões, de 20 anos, foi preso e morava no mesmo condomínio que as vítimas.

Bruna tem uma filha com o jogador Neymar, mas ambas não estavam presentes na casa durante o assalto.

Os criminosos aproveitaram a falta de energia elétrica para entrar na propriedade.

Os pais de Bruna foram rendidos, amarrados e tiveram a boca amordaçada.

Os assaltantes roubaram diversos objetos, incluindo bolsas, relógios e joias.

Um dos suspeitos confessou o crime e foi autuado por roubo.

As autoridades continuam em busca dos outros dois envolvidos no incidente.

Bruna Biancardi se pronunciou após as notícias de que a casa de seus pais, em Cotia, #SãoPaulo, foi assaltada.

Tranquilizou os fãs e disse que não mora mais no local.

“Essa madrugada assaltaram a minha casa e fizeram os meus pais de refém. Eu, Mavie e minha irmã não estamos mais morando lá, e não estávamos no momento”, escreveu.

Mencionou que os pais estão bem: “Coisas materiais a gente reconquista, o importante é que todos estão bem e que os envolvidos estão sendo encontrados.”

SEQUESTRO

Conversas descobertas no celular de homem chamado Eduardo, de 19 anos, revelam que ele estava em contato com criminosos discutindo o sequestro da filha do jogador Neymar e da mãe da criança, a influenciadora Bruna Biancardi.

Até o momento, Eduardo é o único detido pela polícia como suspeito de ter participado no assalto à casa dos pais de Bruna, ocorrido na madrugada desta terça-feira (7/11), em um condomínio de luxo na Granja Viana, Cotia, na região metropolitana de São Paulo.

Outros dois indivíduos envolvidos no crime já foram identificados.

Acredita-se que Eduardo tenha colaborado com a entrada dos criminosos e foi capturado pela Guarda Civil Metropolitana quando tentava fugir a pé do local.

Durante a invasão, a região estava sem energia elétrica, devido às chuvas que afetaram a Grande São Paulo na última sexta-feira.

Os três criminosos estavam armados com pelo menos duas armas de fogo, e os pais de Bruna, Telma e Edson Ribeiro, foram rendidos, amordaçados e mantidos trancados em um quarto durante o assalto.









***

A partir de agora, as notícias enviadas através do WhatsApp serão atualizadas apenas pelo canal abaixo 👇🏻.

Inscreva-se tocando abaixo

Acesse aqui

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais