Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 22 - domingo, 9 de maio de 2021

Este cachorro "Fofinho": ele defendeu a família contra pai bêbado, tornou-se herói em Coração de Jesus, veio se tratar em M. Claros, e subiu para as manchetes, em BH

Quinta 22/04/21 - 6h07

Do Jornal O Tempo, de BH:



Cachorro fica ferido em Minas após impedir que dona e netos fossem esfaqueados
Agressão partiu de marido da vítima que também ameaçou os netos. Cão pulou na frente para defendê-los e acabou sendo atingido no tórax e abdômen. Autor foi preso
Por BRUNO MENEZES E ALINE PERES

Um cachorro ficou gravemente ferido após tentar impedir que um homem de 62 anos esfaqueasse a esposa dele, de 58 anos, e os dois netos de 16 e 17 anos, no município de Coração de Jesus, a 72 quilômetros de Montes Claros, na região Norte de Minas Gerais. “Fofinho”, como o cão é chamado, se tornou herói na cidade que tem cerca de 26.592 habitantes.

De acordo com o boletim de ocorrência, registrado na segunda-feira (19) o suspeito teria chegado em casa bêbado e começado a discutir com a esposa, que segundo a família, tem transtornos mentais e cegueira parcial.

A filha do casal contou que o pai costuma ser agressivo com todos da família quando bebe. Durante a discussão, segundo ela, o pai foi até a cozinha e pegou uma faca com uma lâmina de aproximadamente 10 centímetros e começou a ameaçar a esposa e os dois netos, que teriam a defendido no desentendimento.

Em certo momento, o autor tentou um dos netos com uma facada, que pegou de raspão na mão do adolescente. Logo após esse momento, o cachorro Fofinho avanço sobre o homem para tentar proteger a família e acabou sendo atingido quatro vezes pela faca nas regiões do tórax e abdômen.

Logo após o ocorrido, o homem fugiu da casa e a Polícia Militar foi chamada. O boletim de ocorrência dá conta de que o homem fugiu com um corte na mão e levando a faca. Na cidade, como há apenas um veterinário, que segundo as testemunhas costuma viajar muito, a família fez um apelo nas redes sociais para que Fofinho fosse salvo. A família não tinha condições de pagar pelo atendimento.

Rapidamente, um veterinário de Montes Claros ficou sabendo da história, por meio de uma vizinha que viu o caso nas redes sociais. Ele então se prontificou a ajudar o cachorro que foi levado para a cidade por um dos policiais que atenderam a ocorrência. De acordo com testemunhas, o cachorro apresentava derramamento de fezes pelo abdômen, e a demora no atendimento poderia leva-lo a morte.

Na clínica, já em Montes Claros, ele passou pelo procedimento de limpeza e fechamento dos ferimentos. O cão herói da família permanece internado sob o uso de antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos.

Prisão

O suspeito de desferir facadas contra Fofinho e o próprio neto foi preso pela Polícia Militar 18 horas após o crime, na terça-feira (20). Os policiais que atenderam a ocorrência contam que uma denúncia anônima deu conta de que o suspeito estaria em uma casa, de propriedade dele, na zona rural de Coração de Jesus.

De acordo com o boletim de ocorrência, ao perceber a chegada dos militares, o homem se escondeu embaixo de uma das camas da residência, onde foi encontrado.

A ocorrência foi encerrada na Delegacia de Plantão de Montes Claros. O homem foi preso em flagrante e conduzido para o sistema prisional de Montes Claros, onde está preso desde a noite da terça-feira (20).

Cão é amado

Um dos policiais que atendeu a ocorrência, cabo Valmintas Souza, do Pelotão PM de Coração de Jesus,210ª BPM, destacou que a reação heróica de ´Fofinho´ demonstra que o cão é bem cuidado pela famíla. "O que foi percebido é que ele (Fofinho) é bem cuidado por parte da dona e dos netos. Tanto é que ele ( o cão) se colocou em sacrifício pela idosa e pelos adolescentes. Isso só acontece quando o animal reconhece esse afeto".

Outro fato que o policial ressaltou, foi a quantidade de pessoas que se prontificaram a ajudar o animal ferido. "Recebemos mensagem de várias pessoas querendo ajudar o cachorro", disse.

Crimes

O suspeito poderá responder pelos crimes de lesão corporal, contra o neto, com subclassificação de violência doméstica, já que a mulher do próprio suspeito foi vítima de ameaça. Quanto à agressão contra ´fofinho´, o homem também pode responder pelo crime de maus-tratos a animais.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais