Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - sexta-feira, 20 de maio de 2022

Já em M. Claros, há 71 anos, descia de avião - um meio ainda raro - a comitiva que veio inaugurar a linha de trem até Monte Azul, obra que mobilizou 14 mil operários, com 500 doentes mensais por malária

Domingo 14/11/21 - 9h02

Registro do livro "Efemérides Montesclarenses", do engenheiro Nelson Viana:


1950, 14 de novembro - Para realizar a inaguração oficial da ligação ferroviária Sul-Norte, chegam de avião, a Montes Claros, o dr. Antônio Pereira de Castilho, Diretor da Estrada de Ferro Central do Brasil; dr. Antônio G. de Andrade Pinto, Chefe da Divisão do Estado de Minas; dr. José Augusto Pena, Engenheiro da 14ª Residência; dr. Madeira de Lei, Engenheiro-Ajudante da 15. I. V. e vários outros funcionários de categoria, representantes de diversas repartições federais.
Depois de pequena permanência em Montes Claros, partiu uma composição da Central do Brasil com os itinerantes para Monte Azul, a fim de procederem à importante inauguração.
A linha estudada e construída sob a direção do dr. Demósthenes Rockert, mede 296 quilômetros, a partir de Montes Claros. A construção contou com tremendos empecilhos, sofrendo sêcas e enchentes de dez rios: Verde Grande, Caititu, São Domingos, Quemquem, Gorutuba, Mosquito, Serra Branca, Jacupé, Salitre e Tremedal. A linha tem 15 Estações. Havia cêrca de 14.000 trabalhadores e mais suas familias a que o impaludismo e suas recidivas faziam uma media de 500 doentes mensais, fora outras moléstias. Foram construídas treze pontes, com o vão minimo de 11 metros e o máximo de 55 metros, bem como quatro triângulos de reversão e 363 boeiros, com um comprimento total de 5.402 metros, e 25 passagens inferiores, com um comprimento de 450 metros. Com o objetivo de assegurar o fornecimento dágua às locomotivas, construíram-se cinco barragens com reserva aproximada de 600.000 ms3.; mais onze poços tubulares com a soma total de 700 metros de profundidade, sendo de 65 metros a média de profundidade de cada um. Iniciou-se a construção do Depósito de Locomotivas na cidade de Montes Claros, para reparação e conservação de locomotivas. Construiram-se 376 quilômetros de cêrcas e 800 metros de muros de alvenaria de tijolos para fechamentos das linhas e pátios das Estações. Foram igualmente construídos 48.600 metros de linha telegráfica dupla; Estações om 2.040 metros quadrados de área construída; onze asas de agente, três de mestre de linha, seis de bombeiros, com trinta grupos de turma e trinta abrigos para trole; total, 13.856 metros quadrados de área construída. Construiram-se ainda onze caixas de abastecimento de água, com elevação mecânica; três estaões de rádio de comunicação com Montes Claros, Janaúba e Monte Azul. Foi criada uma Assistência Social completa em todo o longo da linha, com muitos médicos, hospitais e escolas. Tôdas as casas de trabalhadores foram detetizadas.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais