Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - quarta-feira, 25 de maio de 2022

1) Assaltante, em M. Claros: "... foi encontrada uma faca em sua cintura, a qual ele confirmou ser para a prática de roubo e se defender caso as vítimas reajam". 2) Em Varzelândia, "...amarrou o corpo da vítima em um galho de árvore para simular o auto-extermínio"

Quarta 22/12/21 - 8h39


Divulgação da PM:



Na noite dessa terça-feira (21), a Polícia Militar, durante patrulhamento, foi acionada a comparecer à Rua São Sebastião, Bairro Santo Expedito, em Montes Claros, onde uma mulher, de 69 anos, foi vítima de roubo.

Segundo a vítima, um rapaz passou ao seu lado em uma bicicleta e, após a empurrá-la, roubou o seu telefone celular.

A guarnição de imediato anunciou, na rede rádio, que teria abordado um indivíduo, com as mesmas características do autor do roubo.

Durante a busca pessoal, foi encontrada uma faca em sua cintura, a qual ele confirmou ser para a prática de roubo e se defender caso as vítimas reajam.

Com ele, também foram encontrados dois telefones celulares, um deles era o da vítima, que reconheceu o autor e teve o aparelho recuperado.

O jovem foi preso e conduzido à Delegacia.


***

Na tarde dessa terça-feira (21), a Polícia Militar foi acionada a comparecer ao Povoado Cidreira, zona rural de Varzelândia, onde um homem, de 64 anos, teria, segundo solicitante, cometido suicídio.

Porém, no local, alguns familiares dele informaram aos policiais militares que a vítima não tinha histórico depressivo ou motivação pra tal ato.

A esposa dele relatou que havia a suspeita de que um homem, de 43 anos, poderia ter cometido o homicídio, uma vez que a vítima tinha confidenciado para ela que o mesmo teria feito uma emboscada para ela.

Na ocasião, ainda segundo o relato da mulher, o idoso foi abordado pelo suspeito, que estava armada com uma foice, com luvas e touca.

A vítima teria implorado para que não fosse assassinada, o que segundo a esposa, teria desestimulado a intenção do autor.

Após os relatos, os policiais militares iniciaram, imediatamente, diligências e localizaram o suspeito nas imediações da casa da vítima.

Ao ser indagado, ele confessou que matou o idoso por causa de desavenças entre eles.

O homem contou ainda que encaminhou a vítima a ir ao local do fato e lá a obrigou a se ajoelhar.

Em seguida, pegou a corda que estava na motocicleta do idoso e a amarrou no pescoço dele, sufocando-o até a morte.

O autor disse também que amarrou o corpo da vítima em um galho de árvore para simular o auto-extermínio.

O homem foi preso e conduzido à Delegacia.


***

Jornal O Tempo, de BH:


Homem enforca idoso com corda e põe corpo em árvore para simular suicídio em MG

Militares conversaram com a família, e esta negou que poderia se tratar de suicídio, uma vez que a vítima não tinha histórico depressivo
LAURA MARIA
Um homem, de 43 anos, foi preso após matar um idoso, de 64 anos, enforcado com uma corda e colocar o corpo dele no galho de uma árvore para simular suicídio. O caso ocorreu na tarde dessa terça-feira (21), em Varzelândia, no Norte de Minas Gerais.

De acordo com boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para o povoado Cidreira, na zona rural da cidade, onde, a princípio, atenderia a um chamado para suicídio de um idoso, encontrado amarrado por uma corda em uma árvore.

Os militares conversaram com a família, e esta negou que poderia se tratar de suicídio, uma vez que o idoso não tinha histórico depressivo nem possível motivação. A mulher do idoso disse que ele poderia ter sido vítima de homicídio, uma vez que a vítima e o suspeito tiveram um desentendimento anterior.

Na época, o suspeito chegou armado com uma foice para matar a vítima. Esta, por sua vez, implorou para que não fosse morta, e o suspeito desistiu.

Homem confessou crime

A Polícia Militar, então, foi até a casa do suspeito. Ele confessou que matou a vítima por desavenças entre eles. Para cometer o crime, ele obrigou a vítima a ir até o local do crime e se ajoelhar.

Com isso, o autor pegou uma corda que estava na moto do idoso e o sufocou até a morte. Em seguida, confirmou que pendurou o corpo dele na árvore para simular auto-extermínio.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais