Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - domingo, 26 de maio de 2024

Mundo dividido: China foi ontem à Rússia apoiar Putin e, hoje, o Japão, de surpresa, chega a Kiev para apoiar a Ucrânia

Terça 21/03/23 - 7h09

O primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, fará uma viagem surpresa à Ucrânia nesta terça-feira (21) para se encontrar com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

A viagem ocorre um dia depois que o líder chinês, Xi Jinping, se reuniu com o presidente russo, Vladimir Putin, em Moscou.

Kishida acabou de deixar a Índia, onde se encontrou com o primeiro-ministro Narendra Modi, e agora está a caminho da Ucrânia, conforme relatado pela emissora pública japonesa NHK.

Essa será a primeira vez que um primeiro-ministro japonês visita um país ou região em conflito desde a Segunda Guerra Mundial.

A visita marca a primeira vez que um membro asiático do G7 visita a Ucrânia e a primeira visita de um aliado dos Estados Unidos à região.

As duas visitas de Kishida e Xi destacam as profundas divisões no nordeste da Ásia em relação à guerra na Ucrânia.

O Japão prometeu ajuda substancial para Kiev, enquanto a China permanece uma voz solitária apoiando Putin.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais