Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - sexta-feira, 24 de maio de 2024

Atiradora morta nos Estados Unidos, após ataque de ontem, "era uma mulher transgênero, e usava pronomes masculinos em um perfil de mídia social", revela a polícia

Terça 28/03/23 - 9h10

A polícia de Nashville investiga os antecedentes e as motivações da atiradora que entrou armada com armas de estilo AR em uma escola primária cristã e abriu fogo, matando três crianças e três adultos.

A pessoa responsável pelo ataque foi identificada, tem mesmo 28 anos, e foi baleada e morta pela polícia durante o ataque.

De acordo com o chefe da polícia, Hale deixou para trás mapas detalhados da Escola Covenant, descrevendo como o ataque seria realizado.

A polícia entrevistou o pai de Hale e determinou onde a atiradora morava na área de Nashville.

A polícia também revelou que Hale era uma mulher transgênero, e usava pronomes masculinos em um perfil de mídia social.

Enquanto a polícia trabalha para descobrir o que levou à violência, os escritos deixados por Hale revelaram que o ataque na Escola Covenant foi calculado e planejado.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais