Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - terça-feira, 16 de julho de 2024

Duas mulheres foram presas por aplicarem golpes do Pix contra supermercado usando comprovante falso divulgado em site

Quarta 31/05/23 - 10h55

Divulgação da Polícia Civil:

Duas mulheres são presas pela PCMG em Januária por estelionato

Duas mulheres, de 24 e 31 anos, foram presas na tarde dessa terça-feira (30/5), depois de aplicarem o golpe do Pix em um supermercado, localizado em Januária, na região Norte do estado. Uma delas foi autuada em flagrante por estelionato e a outra envolvida é investigada por participação no crime.

A prisão da dupla ocorreu depois que a gerente do estabelecimento procurou a Polícia Civil para denunciar o crime. Ela contou que, dias antes, as suspeitas haviam realizado duas compras, nos valores de R$413,47 e R$250,05, comprovando o pagamento com o envio de uma nota falsa de transferência. Na terça, conforme relato da vítima, as investigadas realizaram nova compra, enviando outro comprovante falsificado.

O responsável pela investigação, delegado William Araújo, informou que no momento em que a suspeita de 24 anos recebia as compras em sua residência, os investigadores abordaram a mulher e efetuaram a prisão em flagrante.

Sobre o crime cometido, ela contou que realizava o agendamento do Pix em seu aplicativo do banco e depois gerava um comprovante falso usando um artifício encontrado em uma plataforma virtual para alterar os dados, produzindo a aparência de um comprovante legítimo. Depois, ela contava com a ajuda de uma amiga para realizar a fraude, a qual, segundo a suspeita, também teria se beneficiado com alguns produtos adquiridos durante a compra no supermercado.

Após ser localizada, inicialmente, a suspeita de ser cúmplice nos crimes negou participação no esquema, contudo, após ser confrontada pela outra suspeita, assumiu ter ajudado na execução da fraude, bem como ter recebido alguns itens da compra.

A mulher de 24 anos foi autuada em flagrante por estelionato, enquanto a outra segue sendo investigada no procedimento pela mesma prática criminosa. A mulher autuada está no sistema prisional, à disposição da Justiça.

***

Jornal Estado de Minas, de BH:

Mulheres são presas em flagrante ao aplicar golpe do Pix em supermercado

Crime ocorreu em Januária e foi denunciado pela gerente do estabelecimento. Suspeitas haviam realizado duas compras, nos valores de R$ 413,47 e R$ 250,05
Ivan Drummond

A Polícia Civil de Januária, no Norte do estado, prendeu duas mulheres, de 24 e 31 anos, no fim da tarde de terça-feira (30/5), por aplicarem o golpe do Pix em um supermercado.

As investigações foram feitas a partir da denúncia feita pela gerente do supermercado, que contou que, dias antes, as suspeitas haviam realizado duas compras, nos valores de R$ 413,47 e R$ 250,05, comprovando o pagamento com o envio de uma nota falsa de transferência.


Segundo o delegado William Araújo, no momento em que a suspeita de 24 anos recebia as compras em sua residência, os investigadores abordaram a mulher e efetuaram a prisão em flagrante.

A mulher confessou o crime, no ato da prisão, segundo ele. “Ela contou que realizava o agendamento do Pix em seu aplicativo do banco e depois gerava um comprovante falso usando um artifício encontrado em uma plataforma virtual para alterar os dados, produzindo a aparência de um comprovante legítimo. Contava ainda com a ajuda de uma amiga para realizar a fraude, a qual, segundo a suspeita, também teria se beneficiado com alguns produtos adquiridos durante a compra no supermercado”.

Após ser localizada, a suspeita de ser cúmplice negou participação no esquema, contudo, após ser confrontada pela outra suspeita, assumiu ter ajudado na execução da fraude, e que recebeu, por isso, itens das compras.


A mulher de 24 anos foi autuada por estelionato, enquanto a outra segue sendo investigada no procedimento pela mesma prática criminosa. A mulher autuada já está no sistema prisional.



Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais