Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - quarta-feira, 29 de maio de 2024

Polícia já acredita que a morte do ator Jeff Machado foi planejada, numa sequência para "o crime perfeito" - apurado quando os seus 8 cães começaram a aparecer, perambulando

Sábado 03/06/23 - 7h14

As investigações da Polícia Civil do Rio levaram ao pedido de prisão de Bruno de Souza Rodrigues e Jeander Vinícius da Silva Braga, por possível envolvimento na morte do ator Jeff Machado.

De acordo com a polícia, o crime foi cuidadosamente planejado com o objetivo de obter vantagens financeiras.

As investigações mostraram que Jeff Machado e Bruno mantiveram um relacionamento que se transformou em amizade.

Bruno teria usado a ambição de Jeff de ter sucesso na carreira artística para tirar dinheiro dele.

Ele teria enganado Jeff com um pedido de pagamento para garantir um papel em uma novela, aproveitando o fato de ter trabalhado em emissoras de TV para dar credibilidade ao pedido.

Jeff Machado foi considerado a "vítima perfeita" para o golpe, pois não tinha parentes próximos no Rio, morava sozinho em um local afastado e tinha poucos contatos na cidade.

O corpo foi encontrado enterrado em um baú, a dois metros de profundidade e coberto de concreto, em uma casa na Zona Oeste do Rio.

Bruno segue foragido, enquanto Jeander foi preso e confessou envolvimento no crime, colocando a culpa da dopagem e morte de Jeff em Bruno.

Os policiais basearam suas investigações em depoimentos de testemunhas, cruzamento de informações de celulares e redes sociais, além de dados anônimos enviados ao Disque Denúncia.

A descoberta dos caes de Jeff foi vital na apuração do crime.

A polícia destacou o fato de Jeff ter sido morto em janeiro, mas o desaparecimento só ter sido registrado em fevereiro.

Bruno acompanhou o irmão de Jeff até a delegacia, inventando que Jeff havia se mudado para São Paulo por causa de uma oferta de trabalho.

Além do homicídio, a polícia descobriu que Bruno planejava obter vantagens financeiras com a venda da casa e do carro do ator.

O carro foi levado para avaliação, e Bruno tentou vender a propriedade de Jeff pela internet.

As evidências, juntamente com depoimentos e cruzamento de dados, embasaram o pedido de prisão dos suspeitos.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais