Um olhar sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros
(38) 3229-9800
 
Conheça-nos
Principal
Mural
Eu te procuro
Clamor & Broncas
Músicas de M. Claros
Hoje na história
 de M. Claros
Montes Claros
 era assim...
História
Chuvas em M. Claros,
  mês a mês,
 de 1905 a 2012
Memorial de
 João Chaves
Memorial de
 Fialho Pacheco
Reportagens
Concursos
Colunistas Convidados
Notícias por e-mail
Notícias no seu site
Fale conosco
 
Anuncie na 98 FM
Ouça e veja a 98 FM
Conheça a 98 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 98
Previsão do tempo
 
Anuncie na 93 FM
Ouça a 93 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 93
Publicidade
 
Avay Miranda
Iara Tribuzi
Manoel Hygino
Alberto Sena
Augusto Vieira
Avay Miranda
Carmen Netto
Dário Cotrim
Dário Teixeira Cotrim
Davidson Caldeira
Edes Barbosa
Efemérides - Nelson Vianna
Enoque Alves
Flavio Pinto
Genival Tourinho
Gustavo Mameluque
Haroldo Lívio
Haroldo Santos
Haroldo Tourinho Filho
Hoje em Dia
Iara Tribuzzi
Isaías
Isaias Caldeira
Ivana Rebello
João Carlos Sobreira
Jorge Silveira
José Ponciano Neto
José Prates
Luiz Cunha Ortiga
Luiz de Paula
Manoel Hygino
Manoel Hygino
Marcelo Eduardo Freitas
Marden Carvalho
Maria Luiza Silveira Teles
Maria Ribeiro Pires
Mário Genival Tourinho
Oswaldo Antunes
Paulo Braga
Paulo Narciso
Petronio Braz
Raphael Reys
Raquel Chaves
Roberto Elísio
Ruth Tupinambá
Saulo
Ucho Ribeiro
Virginia de Paula
Waldyr Senna
Walter Abreu
Wanderlino Arruda
Web - Chorografia
Web Outros
Yvonne Silveira
 
Atuais
Panorâmicas
Antigas
Pinturas
Catopês
Obtidas por satélite
No Tempo de Lazinho
Estrada Real Sertão
Mapa de M. Claros
 

10/9/2014 -"...teve até o desfile de um mendigo novo, supostamente drogado, que andou pelo centro, o quarteirão fechado da rua Simeão Ribeiro, completamente nu, exibindo-se". A crescente degradação da Praça da Matriz e vizinhança pede:

»1 - Policiamento mais rigoroso
»2 - Redefinição do uso da praça que é o marco zero da cidade
»3 - Outra reforma física
»4 - Maior empenho das autoridades no cumprimento das leis
»5 - Uma recuperação em todos os sentidos

» Ver resultados «




Buscar no Site


Previsão do tempo

Digite uma cidade:

Busca no



 
 


Qua 29/11/17 - 8h - Pentágono admite que míssil norte-coreano, disparado ontem, atingiu a maior altura (4.500 KM) e é ameaça global

A Coreia do Norte disparou ontem um míssil balístico intercontinental. O Pentágono afirmou que o míssil foi disparado de um local próximo à capital norte-coreana, Pyongyang, e percorreu uma distância de 960 km e atingiu uma altura de 4.500 km, caindo no mar do Japão.
AMEAÇA
Segundo o secretário de Defesa americano, James Mattis, o míssil atingiu a maior altura entre os testes norte-coreanos até o momento, e representa uma ameaça global. "Ele voou mais alto do que qualquer outro que eles tenham lançado. É um esforço de pesquisa e desenvolvimento da parte deles para continuar a construir mísseis balísticos que atinjam qualquer lugar do mundo."
TERCEIRA
É também a 3ª vez que Pyongyang testa um míssil intercontinental - os dois primeiros foram em julho - e o primeiro lançamento de míssil desde setembro, quando um foguete de médio alcance sobrevoou o Japão.
PODE
Análise feita pela Union of Concerned Scientist, ONG sediada nos EUA, considera que o míssil poderia ter viajado mais de 13 mil quilômetros se seguisse uma trajetória normal, chegando assim a "qualquer parte dos EUA continentais".
Acrescentou ser provável que tenha carregado uma imitação de ogiva muito leve - o que significa que poderia não ter força o suficiente para transportar uma carga nuclear, muito mais pesada, a essa mesma distância. (Na foto acima, o míssil disparado pela Coreia do Norte)

Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-a   Link:




Voltar à Página Inicial

 






Um olhar de Montes Claros sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros


OUÇA E VEJA A 98 FM
Todos direitos pertecentes a Rádio Montes Claros 98,9 FM. O material desta página
não pode ser publicado, transmitido por broadcasting, reescrito ou distribuído
sem prévia autorização