Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - terça-feira, 9 de agosto de 2022

45% das 660 mil empresas estão paradas por falta de matéria prima ou por dificuldade no envio de produtos - diz CNI. Prejuízo vai a R$ 50 bilhões

Quarta 30/05/18 - 13h

A greve dos caminhoneiros continua provocando prejuízos na indústria, comércio e agricultura do País. Dados divulgados por 13 segmentos da economia indicam perdas de mais de R$50 bilhões com fábricas paradas, exportações suspensas, vendas adiadas e animais mortos, entre outros problemas.
QUÍMICO
No grupo de setores com maiores perdas estão o de distribuição de combustível, que deixou de vender o equivalente a R$ 11 bilhões, e o químico, com perda de faturamento de US$ 2,5 bilhões (cerca de R$ 9,5 bilhões). As informações são do jornal “O Estado de São Paulo”.
PECUÁRIA
A cadeia produtiva da pecuária de corte deixou de movimentar entre R$ 8 bilhões e R$ 10 bilhões. Produtores de aves e suínos contabilizam R$ 3 bilhões em prejuízos.
INDÚSTRIA
A Confederação Nacional da Indústria calcula perdas de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 3,8 bilhões) só com exportações que não foram concretizadas. De acordo com a entidade, 45% das 660 mil empresas do País estão paradas por falta de matéria prima ou pela dificuldade de enviar os produtos.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais