Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 21 - sábado, 28 de novembro de 2020

"Quero transmitir aos jovens que ter sucesso na vida não é vencer, mas levantar-se sempre que cair” - disse Mujica ao renunciar, hoje, no Paraguai. Outro ex-presidente também renunciou ao Senado

Terça 20/10/20 - 11h31

Um mito recente da política latino-americana, o ex-presidente uruguaio José Mujica (foto), de 85 anos, renunciou nesta manhã ao seu mandato de senador.
LIDA
A carta de renúncia foi lida em sessão extra do Senado. "A pandemia me derrubou", justificou.
PROFUNDA
- Esta situação me obriga, com muito pesar, por minha profunda vocação política, a solicitar que se tramite minha renúncia à cadeira que os cidadãos me concederam.
AUTOMINUNE
A pandemia de coronavírus sua decisão, embora não se saiba se contraiu a doença ou a teme, pois sofre de doença autoimune.
FALAR
"Sinceramente, estou saindo porque a pandemia está me afetando. Ser senador é falar com as pessoas e andar por toda parte”, disse Mujica.
POR DUAS
- Estou ameaçado de todos os lados, por duas circunstâncias: pela velhice e pela minha doença imunológica crônica – se amanhã aparecer uma vacina, não posso ser imunizado".
LEVANTAR-SE
- Passei por tudo na vida, mas não tenho ódio de ninguém. Quero transmitir aos jovens que ter sucesso na vida não é vencer, mas levantar-se sempre que cair”.
SANGUINETTI
Mujica deixou o plenário ao lado de Sanguinetti, de 84 anos, também ex-presidente, de 84 anos, líder do Partido Colorado, que também renunciou.