Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 22 - quinta-feira, 22 de abril de 2021

Pessoas de 20 a 30 anos estão se contaminando mais com o coronavírus, e até crianças - advertem especialistas. Estado de S. Paulo se fecha, desde hoje e até o dia 19

Sábado 06/03/21 - 6h10

Especialistas e médicos estão notando que crianças e pessoas nas faixa dos 20 a 30 estão se contaminando mais com o coronavírus.
FAIXA
Nos primeiros meses de 2021, houve aumento de casos do novo coronavírus na faixa etária entre 45 e 64 anos e uma diminuição entre as pessoas com mais de 65 anos.
COISA
Um médico da linha de frente disse:
- Hoje estamos vendo muito mais pacientes jovens, na faixa de 20 a 30 anos, coisa que não se observava tanto em 2020.
- Também notamos que, entre os pacientes internados, aumentou a incidência de casos entre os homens, completou.
PACIENTES
O rejuvenescimento dos pacientes de Covid-19 foi destacado pelo secretário da Saúde do Estado de São Paulo:
- Antes eram idosos e portadores de doenças crônicas, o que chamamos de comorbidade. Hoje é de 60% mais jovens, na faixa de 30 a 50 anos, sem doença prévia
MAIOR
O tempo que estão ficando na UTI é maior. "Tínhamos antes média de 7 a 10 dias de internação, agora está em 14 a 17 dias de internação no mínimo em UTI”.

MAIS GRAVES

Roberto Kalil Filho, presidente do Conselho Diretor do InCor, em São Paulo, afirmou que tem observado, empiricamente, cada vez mais pessoas jovens contaminadas pela Covid-19 – muitas evoluindo para quadros graves.

“Em agosto de 2020, por exemplo, a média de idade dos internados no InCor com Covid-19 era de 78 anos. Em fevereiro deste ano, essa idade caiu para 74 anos. Porém, agora vemos muito mais casos entre jovens”, afirmou.

Kalil disse que essa tendência também já foi observada em outros países, como o Reino Unido, onde estudos comparando a primeira e a segunda onda de casos de Covid-19 também observaram maior infecção em pacientes mais jovens no recrudescimento da doença.
SAO PAULO
Todo o estado de São Paulo entra na fase vermelha - a mais restritiva do plano. Somente serviços essenciais poderão abrir até o dia 19 em todas as cidades paulistas.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais