Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - terça-feira, 24 de maio de 2022

Ir para data:


Efemérides - Nelson Vianna   
67681
Por Efemérides - Nelson Vianna - 24/5/2011 07:38:03
(Durante anos, o escritor e agrimensor Nelson Vianna, nascido em Curvelo e apaixonado por M. Claros, desde que aqui chegou, pesquisou a história da cidade. Foi a arquivos, jornais, revistas e livros, entrevistou pessoas, vasculhou correspondências – enfim, buscou em toda parte fontes que permitissem levantar a história do município de M. Claros. Conseguiu. Processou sua longa procura e publicou "Efemérides Montesclarenses", que cobrem o período de 1707 a 1962, revelando o que - neste período - aconteceu de mais importantes no cotidiano de nossas vidas. Nelson Vianna, apaixonado por M. Claros, reconhecido ao historiador Hermes de Paula, mais novo do que ele, mas seu auxiliar no trabalho, prestou - prestaram os dois, é preciso gritar isto - uma das mais notáveis contribuições à civilização dita montesclarina. Morreu sem ostentar riqueza material, mas o seu legado espiritual cresce a cada dia, embora ainda não seja suficientemente reverenciado. O tempo, sempre ele, também fará esta reparação. Republicar a resenha histórica pacientemente ajuntada pode ser um começo. Pelo calendário do dia, sairá publicado aqui, desde este 12 de janeiro de 2011, o que ele conseguiu desvendar no vasto tempo de 255 anos - entre 1707 e 1962, de uma Montes Claros nascente, criança e juvenil. Ajudará a cidade a se localizar. Talvez, a se achar. E haverá sempre um preito de gratidão a estes dois - Nelson Vianna e Hermes de Paula, e a muitos outros que, no silêncio, onde Deus fala aos Homens, recolhem o aplauso geral):

24 de maio

1839 – Custódio Francisco Paraíso presta juramento e toma posse do cargo de Procurador da Câmara Municipal de Montes Claros de Formigas.
1864 — Apresentando Pedro José Marques como seu fiador, presta juramento e toma posse perante e o Presidente da Câmara, do cargo de Coletor das Rendas Provinciais e Municipais de Montes Claros, o cidadão Vicente dos Santos Pereira, tendo como Escrivão João Camilo Borges.
1907 — Falece o tte. cel. Christino Cardoso de Faria, aos 40 anos de idade. Nasceu em Rio Pardo, Minas, filho de Antônio Cardoso de Faria e dona Antônia Antunes de Faria. Era comerciante em Montes Claros e
casado com dona Elvina Perpétua de Faria.
1917 — E’ fundada a Linha de Tiro “Montes Claros”, nesta cidade, tendo como seu primeiro Presidente o dr. José Tomás de Oliveira.
1928 — Falece em sua fazenda Santa Fé, no município de Montes Claros, o cap. Hiilário Rodrigues da Fonseca. Era casado com dona Tertuliana Fonseca.
1957 — Pela lei municipal n.° 365, fica autorizada a construção de uma Capela, no Cemitério Municipal de Montes Claros.
— Pela lei municipal n.° 366, é criado o Museu Histórico de Montes Claros, ficando aberta no orçamento vigente uma verba especial, inicial, de 200.000 cruzeiros a referida finalidade.
— Iniciam-se os trabalhos da extinção dos focos produtores de culex, larva geradora dos pernilongos. O trabalho é executado por funcionários do Serviço de Endemias Rurais, sob a direção de Jacintho
Ramon, Guarda-Chefe geral.
1960 — Falece, no Rio de Janeiro, Armênio Velloso, aos 67 anos de idade. Nasceu em Montes Claros, filha de Manoel José Velloso e dona Gertrudes Velloso. Foi Escrivão de Paz no distrito de Miralta e depois viajante comercial no Norte de Minas. Abandonando esta última profissão, tornou-se fazendeiro. Em 1934 fundou a primeira emprêsa rodoviária de transportes de passageiros e cargas, em Montes Claros, tendo a entidade a sigla AV. Criou correio particular para Taiobeiras, Pedra Azul, Jequitinhonha e Almenara. Recebia correspondência de todo o País através de sua emprêsa e a entregava aos destinatários, até que o D.C.T. passou a atuar na região. Em 1932 já era comerciante, dono do Armazém 13, em Montes Claros. mantendo a venda de automóveis e de caminhões.
Foi vereador à Câmara Municipal de Montes Claros e auxiliou diversas obras, como a Praça de Esporte, Instituto Norte Mineiro de Educação, etc. Pertencendo, em certa época, ao Partido Integralista, chefiou-o no municipio de Montes Claros, fundando o órgão de sua propaganda, “O Brasil”, periódico que deu o seu primeiro número a 30 de janeiro de 1937, circulou por algum tempo. Casou-se com dona
Isméria Velloso Brant, a 5 de maio de 1917.
1961 — Falece Augusto de Andrade. Nasceu em Montes Claros a 14 de fevereiro de 1898, filho de João Augusto de Andrade e dona Maria Senhorinha de Andrade. Casou-se, em 1919, com dona Leodina Fagundes de Andrade e foi fazendeiro no município de Montes Claros.
1962 — Chega a Montes Claros o Governador Magalhães Pinto, a fim de presidir o ato de encerramento da 4ª Exposição Agro-Pecuária e Industrial de Montes Claros. Instalando provisoriamente nesta cidade o Govêrno do Estado de Minas, assinou os seguintes decretos criação de Delegacia de Trânsito; instalação de um Destacamento de Corpo de Bombeiros; asfaltamento da avenida que dá acesso ao Aeroporto; remessa de móveis para o Fórum local; elaboração de planos para a instalação de fábrica de rações balanceadas; início da construção da sede do 10º B. I.; ordem aos Bancos do Estado e Caixa Econômica para maior financiamento ao pequeno produtor; sanção da lei que cria a Universidade Norte Mineira; reparos na Cadeia local; aprovação das concorrências para conclusão da rodovia B. R. 3; criação do Grupo Escolar prof. João de Freitas Neto; reforma e ampliação nos atuais prédios escolares da cidade; autorização do início da construção do nôvo prédio da Escola Normal; entrega de dois motores de energia elétrica para serem instalados em distritos da cidade; autorização para entendimentos entre a Secretaria da Agricultura e a CAMIG para a compra de reprodutores; criação da Comissão Executiva para elaborar plano para instalação da Cidade Industrial; assinatura de convénio entre a SUDENE e o Govêrno para os serviços de calçamento, água e esgôto da cidade; elaboração de planos para a instalação de um Frigorífico e nomeação de 59 novas professôras primárias.




Selecione o Cronista abaixo:
Avay Miranda
Iara Tribuzi
Iara Tribuzzi
Manoel Hygino
Afonso Cláudio
Alberto Sena
Augusto Vieira
Avay Miranda
Carmen Netto
Dário Cotrim
Dário Teixeira Cotrim
Davidson Caldeira
Edes Barbosa
Efemérides - Nelson Vianna
Enoque Alves
Flavio Pinto
Genival Tourinho
Gustavo Mameluque
Haroldo Lívio
Haroldo Santos
Haroldo Tourinho Filho
Hoje em Dia
Iara Tribuzzi
Isaías
Isaias Caldeira
Isaías Caldeira Veloso
Ivana Rebello
João Carlos Sobreira
Jorge Silveira
José Ponciano Neto
José Prates
Luiz Cunha Ortiga
Luiz de Paula
Manoel Hygino
Marcelo Eduardo Freitas
Marden Carvalho
Maria Luiza Silveira Teles
Maria Ribeiro Pires
Mário Genival Tourinho
Oswaldo Antunes
Paulo Braga
Paulo Narciso
Petronio Braz
Raphael Reys
Raquel Chaves
Roberto Elísio
Ruth Tupinambá
Saulo
Ucho Ribeiro
Virginia de Paula
Waldyr Senna
Walter Abreu
Wanderlino Arruda
Web - Chorografia
Web Outros
Yvonne Silveira