Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - sábado, 26 de novembro de 2022

Lula passou por cirurgia em S. Paulo, para retirada de lesões na garganta, e já recebeu alta. Leia o boletim médico

Segunda 21/11/22 - 9h59


Divulgado em S. Paulo:


- Lula passou por cirurgia de retirada de leucoplasia e recebeu alta nesta segunda-feira (21).

- Retirou lesão na laringe, identificada em exames de rotina antes da viagem à COP 27, no Egito.

- "O resultado de um dos exames, a nasofibroscopia, identificou "alterações inflamatórias decorrentes do esforço vocal e pequena área de leocoplasia na laringe".

- "A leucoplasia é o desenvolvimento de manchas ou placas brancas nas pregas vocais e na região da laringe.

- "Essas lesões são consideradas pré-malignas".

- "A lesão ocorre pelo depósito de queratina na região, resposta das células por agressões provocadas por álcool, tabaco, ou refluxo gastroesofágico.

- "Lula também fez ecocardiograma, angiotomografia e PET scan, que estão normais e mostram remissão completa do tumor diagnosticado em 2011"- divulgou há pouco o jornalismo da Rede Bandeirantes

BOLETIM


Leia o boletim médico, na íntegra

"O Presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva deu entrada ontem, no Hospital Sírio-Libanês, para a realização de uma laringoscopia para retirada de leucoplasia da prega vocal esquerda. O procedimento mostrou ausência de neoplasia.

Ele teve alta hoje, às 7h45, e foi acompanhado pelas equipes médicas coordenadas pelo Prof. Dr. Roberto Kalil Filho, Dr. Artur Katz, Dr. Rubens Brito, Dr. Rui Imamura e Dr. Luiz Paulo Kowalski."

***


Lula fez cirurgia para retirada de lesão na laringe

Procedimento mostrou ausência de neoplasia

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva deu entrada ontem (20) no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para a realização de uma laringoscopia para retirada de leucoplasia da prega vocal esquerda, uma lesão na laringe. O procedimento mostrou ausência de neoplasia (câncer).

Lula teve alta nesta segunda-feira (21), às 7h45, e foi acompanhado pelas equipes médicas coordenadas pelos especialistas Roberto Kalil Filho, Artur Katz, Rubens Brito, Rui Imamura e Luiz Paulo Kowalski.

(Ludmilla Souza - Agência Brasil)

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais