Receba as notcias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - quarta-feira, 24 de abril de 2024

Marinha põe a pique o único porta-aviões do hemisfério sul, e que na esquadra francesa (desde 1960) chegou a ser o maior do mundo. Depois, o S. Paulo liderou a armada brasileira. (Local do naufrágio tem 5 quilômetros de profundidade, em águas nacionais. Leia a nota oficial, na íntegra)

Sbado 04/02/23 - 6h20



Na mesma tarde em que o judicirio negou recurso para impedir o afundamento, a Marinha brasileira afundou o Porta-avies So Paulo.

A grande embarcao, que foi nau capitnia da esquadra brasileira, estava navegando h meses no mar depois de proibida de entrar no Brasil e nos portos do exterior.

"O procedimento foi conduzido com as necessrias competncia tcnica e segurana pela Marinha do Brasil, a fim de evitar prejuzos de ordem logstica, operacional, ambiental e econmica ao Estado brasileiro", afirma a Marinha, por nota.

Ainda ontem, o Tribunal Regional Federal da 5 Regio (TRF-5) liberou a Marinha para afundar o porta-avies, rejeitando pedido do Ministrio Pblico Federal, que viu grave risco ambiental no afundamento.

A NOTA


a seguinte, na ntegra, a nota oficial da Marinha Brasileira:

"Em 03 de fevereiro de 2023.

Em relao ao casco do ex-Navio Aerdromo So Paulo, diante dos fatos apresentados na Nota Oficial Conjunta do Ministrio da Defesa, Advocacia-Geral da Unio e Marinha do Brasil, cabe informar que a operao de alijamento, por meio do afundamento planejado e controlado, ocorreu no final da tarde de hoje (03), estritamente conforme concebido.


O procedimento foi conduzido com as necessrias competncias tcnica e segurana pela Marinha do Brasil, a fim de evitar prejuzos de ordem logstica, operacional, ambiental e econmica ao Estado brasileiro.

A rea para a destinao final do casco, situada em guas Jurisdicionais Brasileiras (AJB), a 350 Km da costa e com profundidade aproximada de 5 mil metros, foi selecionada com base em estudos conduzidos pelo Centro de Hidrografia da Marinha e Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira. As anlises consideraram aspectos relativos segurana da navegao e ao meio ambiente, com especial ateno para a mitigao de impactos sade pblica, atividades de pesca e ecossistemas.

Por fim, a Marinha do Brasil presta legtima reverncia ao ex-Navio Aerdromo So Paulo. Barco que abriga alma beligerante perpetuada na mente de homens e mulheres que guarneceram seus conveses, dignos servidores da Marinha Nacional Francesa e da Marinha do Brasil, sob a gide das tradies navais e de elevado esprito marinheiro.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais