Um olhar sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros
(38) 3229-9800
 
Conheça-nos
Principal
Mural
Eu te procuro
Clamor & Broncas
Músicas de M. Claros
Hoje na história
 de M. Claros
Montes Claros
 era assim...
História
Memorial de
 João Chaves
Memorial de
 Fialho Pacheco
Reportagens
Concursos
Colunistas Convidados
Notícias por e-mail
Notícias no seu site
Fale conosco
 
Anuncie na 98 FM
Ouça e veja a 98 FM
Conheça a 98 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 98
Previsão do tempo
 
Anuncie na 93 FM
Ouça a 93 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 93
Publicidade
 
Alberto Sena
Augusto Vieira
Avay Miranda
Carmen Netto
Dário Cotrim
Davidson Caldeira
Efemérides - Nelson Vianna
Enoque Alves
Flavio Pinto
Genival Tourinho
Gustavo Mameluque
Haroldo Lívio
Haroldo Santos
Haroldo Tourinho Filho
Hoje em Dia
Iara Tribuzzi
Isaías
Isaias Caldeira
João Carlos Sobreira
Jorge Silveira
José Ponciano Neto
José Prates
Luiz de Paula
Luiz Ortiga
Manoel Hygino
Marcelo Eduardo Freitas
Marden Carvalho
Maria Luiza Silveira Teles
Maria Ribeiro Pires
Mário Genival Tourinho
Oswaldo Antunes
Paulo Braga
Paulo Narciso
Petronio Braz
Raphael Reys
Raquel Chaves
Roberto Elísio
Ruth Tupinambá
Ruth Tupinambá Graça
Saulo
Ucho Ribeiro
Virginia de Paula
Waldyr Senna
Walter Abreu
Wanderlino Arruda
Web - Chorografia
Web Outros
Yvonne Silveira
 
Atuais
Panorâmicas
Antigas
Pinturas
Catopês
Obtidas por satélite
No Tempo de Lazinho
Estrada Real Sertão
Mapa de M. Claros
 

10/9/2014 -"...teve até o desfile de um mendigo novo, supostamente drogado, que andou pelo centro, o quarteirão fechado da rua Simeão Ribeiro, completamente nu, exibindo-se". A crescente degradação da Praça da Matriz e vizinhança pede:

»1 - Policiamento mais rigoroso
»2 - Redefinição do uso da praça que é o marco zero da cidade
»3 - Outra reforma física
»4 - Maior empenho das autoridades no cumprimento das leis
»5 - Uma recuperação em todos os sentidos

» Ver resultados «




Buscar no Site


Previsão do tempo

Digite uma cidade:

Busca no



 
 


           Avay Miranda   

79287
Por Avay Miranda - 10/1/2015 16:14:05
O PERDÃO

*) Avay Miranda

A palavra PERDÃO é mágica. Podemos classificar o ato de perdoar, como sublime. No linguajar popular diz-se que depois que inventou o

PERDÃO não houve mais atritos, desavenças, inimizades e guerras porque, com o pedido de perdão tudo desaparece, esquece-se a ofensa, ficando esclarecido e voltando-se ao estado anterior.
O Dicionário conceitua o perdão como: remissão de pena, desculpa e indulto. Vê-se, assim, que um simples pedido de perdão pode evitar um atrito,
uma discussão, uma inimizade, uma morte e até mesmo uma guerra.
Perdoar é deixar de considerar o outro com desprezo ou ressentimento. É deixar de lado toda a ideia de vingança daquele ato praticado, é esquecer a ofensa, ou as consequências que ela causou. O perdão não é um sentimento, nem depende de nossa vontade ou emoção. Quando perdoamos, devemos passar uma borracha em todos os sentimentos de mágoa que ainda temos, esquecer definitivamente a ofensa.
Com a concessão do perdão, libertamo-nos do ódio, expulsamos a mágoa, isentamos os nossos ofensores e a nós mesmos, pois todos nós
Para se pedir o perdão, a pessoa que praticou a ofensa a outrem tem que se humilhar, reconhecer o seu erro e se aproximar do seu desafeto e, com
palavras mansas e conciliadoras, pedir o perdão pela ofensa que praticou.
Podemos observar que a falta do perdão pode causar muitos estragos na nossa sociedade. Quantos casamentos foram desfeitos, quantas inimizades
nasceram entre pais e filhos, entre irmãos, entre amigos, entre companheiros, que fazem parte da mesma organização, até mesmo de componentes de um
clube de serviço, de um sindicato, ou de uma associação, que poderiam ser evitados se houvesse o pedido sincero de perdão?
O perdão pode ser a ferramenta mais sublime para o bom convívio entre o ser humano e para a evolução do nosso Espírito. É, portanto, por meio do perdão que evitamos os conflitos, os atritos, a inimizade e a desavença. Quando perdoamos a alguém que nos ofendeu, estamos fazendo um bem a nós mesmos, mais do que o perdoado.
Para perdoar não é falar apenas uma expressão “eu te perdoo”. O perdão, com efeito, é o esquecimento das ofensas, é não deixar as energias negativas que nos motivavam a vingança tomarem a nossa consciência induzindo-nos a praticar algo contra o ofensor. O perdão é, de consciência tranquila, ignorar as falhas do nosso irmão, pois, assim como nós, ele está nesta terra passando as mesmas aflições, as mesmas tormentas e tentações pelo mesmo objetivo, aprender, expiar faltas e evoluir rumo ao Criador.
Não levando este artigo para o lado da religião, mas, apenas como uma referência ao fato histórico, informamos que na lei de Talião, havia a máxima de “olho por olho e dente por dente”. Isto quer dizer que naquela época havia reciprocidade na ofensa e nas penas, pois, o ofensor deveria receber o mesmo castigo que infringiu ao ofendido.
Entretanto, Jesus Cristo veio com novo ensinamento, aconselhando aos seus seguidores, que são os cristãos, a perdoar uns aos outros na comunidade e inclusive, perdoar e amar os próprios inimigos.
Santo Estevão ao ser apedrejado, no mesmo momento, ele perdoava os seus ofensores, como está registrado em Atos dos Apóstolos 7,60.
O Pedrão não tem limites e este ensinamento foi-nos deixado pelo próprio Jesus Cristo. Conta o Evangelho de São Mateus, 18,21-22, que o
Apóstolo Pedro se aproximou de Cristo e perguntou: “Senhor, quantas vezes devo perdoar o meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?” Jesus respondeu: “Não te digo até sete vezes, mas, até setenta vezes sete”, que é infinito.

*) Avay Miranda, Magistrado aposentado, Advogado, integrante do Orbis Clube de Brasília, membro da
Academia Montesclarense de Letras e do IHGMC.


79121
Por Avay Miranda - 7/12/2014 15:03:52
Olá, meu caro Alberto Sena Batista, Resido em Brasília-DF, há mais de 30 anos. Tenho acompanhado seus escritos pelo mural "montesclaros.com", do nosso comum amigo Paulo César Narciso.
Refiro-me, agora, ao trabalho que você fez com relação à instalação da empresa mineradora Sul Americana Metais - SAM, no Município de Grão Mogol, especificamente na localidade de Vale das Cancelas.
Como você sabe, sou de Taiobeiras, aonde vou várias vezes ao ano, porque meus pais chegaram a completar 102 anos de vida e 82 anos de casados e eu dou muita assistência a eles.
Minha mãe faleceu no dia 31 de maio deste ano e no último dia 2 de dezembro, meu pai completou 103 anos de idade.
Portanto, conheço bem a localidade de Vale das Cancelas, desde a construção da primeira casa, porque fica na estrada BR-251, que utilizo para ir de Montes Claros a Taiobeiras.
A exploração do minério nos Municípios de Grão Mogol, Rio Pardo de Minas e de Fruta de Leite, certamente vai levar grande desenvolvimento para toda a região, especialmente para minha terra, Taiobeiras, que dispõe de uma infraestrutura urbana melhor na região, como escola, hospital, comércio, hotelaria e outros e para Salinas, que também tem boa infraestrutura urbana.
Desde a construção da primeira casa no Vale das Cancelas que eu venho prevendo que ali será futuramente uma cidade.
Creio que sua matéria veio reforçar esta previsão, pois a grande parte dos funcionários da SAM, certamente se instalará naquela localidade.
Mas, não é só a SAM que está prevista para se instalar na região. Fala-se em outras Mineradoras.
Olhe, Alberto, tem uma coisa que eu reivindico. Vale das Cancelas para ser nome de cidade, é muito feio e bastam os outros nomes feios de cidades existentes em Minas Gerais.
A minha sugestão é que se dê o nome daquela localidade de MINERÓPOLIS, em homenagem ao Minério.
Assim, envio os meus cumprimentos pela ótima matéria sobre o assunto, especialmente pelas suas alertas para a população de Grão Mogol e da região ficar atenta ao que vai acontecer para não permitir a degradação do ambiente.
Meus parabéns.

Avay Miranda


73303
Por Avay Miranda - 22/10/2012 08:24:46
O Livro que trata da morte de Lampião no Norte de Minas está na segunda edição

Brasília (de Avay Miranda), A Thesaurus Editora de Brasília está ultimando os detalhes para colocar no mercado a 2ª Edição do livro “LAMPIÃO, o Invencível: duas vidas, duas mortes”, de autoria de José Geraldo Aguiar.
A 2ª Edição vem revisada e ampliada pelo Autor, para melhor compreensão dos leitores que procuram informações sobre o verdadeiro herói do sertão.
José Geraldo Aguiar nasceu em 1949, em São Francisco-MG. Fez seus primeiros estudos em São Francisco e em Montes Claros, Minas Gerais. Mudou-se para São Paulo, onde fez o curso técnico em Contabilidade, no Colégio Santos Dumont, no Bairro do Braz e frequentou outros cursos, entre eles o básico e o superior de fotografia.
Casou-se, com Edny Prestes Aguiar e voltou para sua terra natal para exercer a profissão de fotógrafo.
Nos seus diversos contatos com pessoas do Município de São Francisco, tomou conhecimento de rumores de que Lampião estava vivo e residia naquele Município. Então, começou a investigar até encontrar um homem de costumes esquisitos, sem amigos, sem família e que não gostava de conversa com pessoas estranhas.
Geraldo Aguiar, como era conhecido, utilizando-se de sua profissão de fotógrafo, se aproximou daquele homem, tendo o primeiro encontro se dado em 1987. Ele dizia se chamar João Teixeira Lima.
Geraldo Aguiar não desistiu, procurou várias vezes dialogar com aquele homem e foi adquirindo a sua confiança. Algum tempo depois tirou sua fotografia para a carteira do FUNRURAL. Com estes contatos, o conhecimento foi se aprofundando e, diante de muita insistência, resultou que num dia do encontro, quando aquele homem estava mais descontraído, recebeu a confissão de que ele era o Virgulino Ferreira da Silva, vulgo Lampião.
Geraldo Aguiar pediu para ele narrar os fatos relacionados com sua vida e depois de vários encontros, sabendo da dimensão daquela história, pediu autorização para publicá-la, mas, João Teixeira Lima, o Lampião, disse que somente depois de sua morte, que a história poderia ser publicada, autorizando, em seguida, à sua companheira, na época, Severina Alves de Morais, a fornecer todos os dados que o Autor necessitasse.
José Geraldo pesquisou durante 17 anos, entrevistou mais de 60 pessoas que tiveram contato, ou colaboraram com Lampião, escreveu a história, recheada de detalhes e em setembro de 2009, a mesma Thesaurus Editora materializou o livro, que foi lançado no Crato, Ceará, num Congresso sobre Lampião, depois foi lançado em Brasília e em outras cidades de Minas Gerais.
O livro foi sucesso de venda, tanto que Geraldo Aguiar começou a fazer a sua revisão para a 2ª Edição, tão logo viu que a obra caiu no gosto dos leitores.
Ele havia combinado com a Editora para lançar a 2ª Edição, mas, infelizmente, no dia 19 de maio de 2011 teve um infarto fulminante e veio a falecer, prematuramente, entre São Francisco de Brasília de Minas, quando tinha 61 anos de idade.
A viúva, Senhora Edny Prestes Aguiar, confirmou o acordo com a Editora e o livro, que veio revolucionar a história de Lampião, dando uma Nova versão sobre a morte oficial de Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, bem diferente da morte histórica, será lançado no mercado nos próximos dias.
Fontes da Editora informam que, com o lançamento da 1ª Edição, houve algumas pessoas fieis à história oficial, lançaram críticas à versão apresentada no livro, entretanto, afirma que a critica é construtiva.
Para escrever o livro, o autor procurou se cercar de provas documentais e testemunhais e por isto pede-se que as pessoas devem conhecer primeiro o livro para depois criticar e apontar os erros.


69966
Por Avay Miranda - 29/12/2011 11:16:46

BODAS DE CARVALHO

Um casal residente em Taiobeiras – MG, está alcançando uma etapa da vida inédita na região. Trata-se de Isalino Miranda Costa e Elvira Mendes. Entre os meses de dezembro de 2011 e abril de 2012, eles completarão 100 anos de idade, cada um e em 31 de janeiro irão completar 80 anos de casados, comemorando as Bodas de Carvalho.
Isalino Miranda completou 100 anos de idade no dia 2 de dezembro. Elvira Mendes completará a mesma idade no dia 17 de abril de 2012.
Elvira Mendes aprecia as coisas mais simples. É até tímida, sem vaidades, não se sobressaiu socialmente, mas, passou a vida dedicada à sua família, cuidando do marido e criando os 13 filhos do casal, 11 estão vivos.
É uma pessoa muito inteligente, sagas, determinada, ativa e possuidora de espírito de liderança. É muito forte aplicou toda a sua força, energia e talento, na dedicação à família.
Aprecia a natureza, visto que nasceu e passou a maior parte de sua vida na fazenda, intercalando com alguns períodos que passou na cidade, por causa da escola para os filhos. Seu maior prazer é cuidar de hortas, plantio de milho, feijão, outras pequenas culturas e criação de animais domésticos de pequeno porte. Para isto, utiliza até mesmo o quintal de sua residência.
Por sua vez, Isalino Miranda Costa sempre foi dinâmico e empreendedor. No dia 19 de abril de 1919, ele tinha 8 anos de idade e estava com uma gripe muito forte. Durante o sono, à noite, sonhava que alguém atirava com uma arma de fogo e ele via as balas saindo. Despertou com o seu avô Honorato José da Costa chamando-o para sair do Povoado, com destino à Fazenda Coqueiro. Quando acordou, realmente ouviu os tiros, do episódio histórico do Povoado, quando os homens de bem tiveram que se reunir para defender o lugarejo do malfeitor Leonídio, que queria saquear as casas.
Na adolescência, em companhia dos pais, em 1926 foi obrigado a se esconder no mato, da Coluna Prestes que se aproximava do então Distrito de Taiobeiras. Ainda jovem, perdeu o seu pai, João Miranda Costa, que faleceu na estrada de Montes Claros, para onde ia a cavalo a procura de tratamento de sua saúde, então ele foi ajudar a sua mãe, Luíza Rosa de Miranda, a administrar a fazenda e criar os irmãos.
Devido às suas atividades empreendedoras, em 1947 foi convidado por Ageu e Sidney Almeida para administrar o trabalho de construção do campo de aviação. O projeto inicial era construir uma pista de 400 metros de comprimento por 100 de largura, para descer teco-teco, mas, devido a quantidade de trabalhadores que ele contratou, construiu uma pista com o dobro, 800 por 100 metros, em 60 dias.
Em 1951 e 1952, ele administrou o serviço de ampliação da pista para 1.200 e cercou o campo de aviação. Quando foi prestar contas, tendo sobrado um pouco de dinheiro da verba, o Dr. Gilberto de Almeida disse: “É a primeira vez que vejo sobrar dinheiro de serviço público”. Este campo serviu a Taiobeiras por longos anos.
Demonstrando este dinamismo, o chefe político do Distrito, Arquimedes Moreira de Almeida o convidou para entrar na política. Ele fez algumas exigências e tendo sido atendido, foi candidato a Suplente de Juiz de Paz, sendo eleito, exerceu o cargo como titular, devido a licença do titular.
Continuou na política e serviu aos Três Poderes no Município: Judiciário, Legislativo e Executivo. Ele foi eleito três vezes como Juiz de Paz, duas vezes como vereador, uma vez como Vice-Prefeito e uma vez como Prefeito, encerrando a sua carreira política, ao finalizar o mandato de Prefeito em 1972.
Na década de setenta, o Governo resolveu instituir um mandato tampão de dois anos para coincidir as eleições municipais com as gerais de Governadores, Deputados e Senadores. Por isto ele foi candidato único em 1970 e exerceu o cargo de Prefeito no período de 1971 e 1972.
Isalino Miranda Costa ocupou vários cargos públicos e de entidade de classe, como: Presidente do Diretório Municipal da ARENA, transformado em PDS. Presidente da Cooperativa dos Produtores Rurais de Taiobeiras, do Sindicato dos Produtores Rurais de Taiobeiras, Presidente do Mobral Municipal, da Comissão de Educação Municipal e do Conselho Particular São Sebastião da Sociedade de São Vicente de Paulo.
É católico praticante, foi auxiliar direto do Frei Jucundiano Kok. Ajudou a fundar a Liga Católica Jesus Maria José e a primeira Conferência Vicentina, ambas em 1938.
Além destes cargos, ele foi o Tesoureiro e praticamente o dirigente da Liga Católica Jesus, Maria e José, desde a sua fundação, em 1938, durante 52 anos. Foi Presidente do Apostolado da Oração, por alguns anos. Foi Ministro Extraordinário da Eucaristia, no tempo do Frei Jucundiano. Foi auxiliar direto do Frei Constâncio Malles, durante o tempo em que ele atendeu a Paróquia de Taiobeiras e ficava hospedado em sua casa. Continuou Ministro Extraordinário da Eucaristia durante alguns anos com o Frei Salésio Heskes.
Como teve uma vida pública muito rica em realizações, foi homenageado por vários órgãos e entidades. Em 24.12.1971 recebeu o Diploma de Honra ao Mérito, pelo Ministério da Educação e Cultura, por ter, como Prefeito, participado do processo de erradicação do analfabetismo, pelo Movimento Brasileiro de Alfabetização – Fundação MOBRAL.
O Grupo de Jovens Beija Flor, de Taiobeiras, outorgou-lhe um Diploma de Honra ao Mérito, em 01.05.1979, em decorrência de sua colaboração na construção da sede própria, situada na Rua Bom Jardim.
Recebeu homenagem da 50ª Festa de Maio, em 11.05.2006, prestada pela Prefeitura Municipal de Taiobeiras, na gestão de Denerval Germano da Cruz. Em 27.05.2006, recebeu homenagem da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil de Taiobeiras, pelos serviços prestados ao Município, em especial para a criação e instalação da Comarca em Taiobeiras.
Foi homenageado pelo Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais, em 01.12.2007, com a Medalha Desembargador Hélio Costa, pelos serviços prestados à Justiça de Minas Gerais para a aprovação e instalação da Comarca de Taiobeiras. Em 29.06.2008 recebeu homenagem da Federação das Ligas Católicas Jesus, Maria e José, pelos 70 anos de fundação daquela Liga em Taiobeiras e no dia 3 de dezembro de 2011, recebeu a Comenda “Martinho Rêgo”, outorgada pela Câmara de Vereadores de Taiobeiras, na qualidade de ex-vereador.
Martinho Antônio Rêgo foi o primeiro Vereador, em Rio Pardo de Minas, representando o Distrito de Bom Jardim das Taiobeiras e Isalino Miranda Costa foi eleito Vereador na primeira eleição realizada em Taiobeiras como cidade, em 1954.


67829
Por Avay Miranda - 5/6/2011 18:17:26
ORBIS CLUBE

* Avay Miranda

Fiz parte da turma que fundou o Orbis Clube de Montes Claros, no dia 1º de maio de 1960. Naquela época o Orbis era integrado só por jovens, do sexo masculino de 18 a 26 anos de idade.
Então o Rotariano Hidelbrando Mendes conseguiu reunir uma plêiade de jovens montesclarenses, fez várias reuniões preparatórias com eles e apenas dois anos e seis meses depois de fundado o primeiro Orbis Clube, em Fortaleza, nós fundamos o Orbis Clube de Montes Claros, Norte de Minas Gerais.
Os jovens abraçaram a causa com todo o entusiasmo e interesse em prestar serviço à comunidade. Várias campanhas foram lançadas, simultânea ou sucessivamente. Uma que se tornou de conhecimento nacional, foi a companha de combate ao “barbeiro”, inseto transmissor do protozoário “Trypanosoma Cruzzi”, causador da doença de chagas.
Montes Claros na década de sessenta possuía 105 mil habitantes, sendo que a população urbana era de 43 mil e a rural, de 62 mil habitantes. Portanto, era um Município com a predominância de população rural.
Apesar de ter mais de 100 mil habitantes, o número de eleitores era muito pequeno e por isto aquela cidade não era levada em consideração pelos políticos e governantes da época. Além disto, o Município vinha de uma série de prefeitos ruins, que não promoviam o desenvolvimento que a cidade e o Município mereciam.
Então o Orbis Clube resolveu lançar uma campanha de esclarecimento público para incentivar às pessoas a se inscreverem como eleitores. Ao mesmo tempo decidiu manter a campanha para conscientizar o povo da necessidade de eleger pessoas progressistas para ocupar o cargo de Prefeito e formar uma boa câmara de vereadores.
Tão logo foi anunciada a campanha, o Orbis Clube recebeu o apoio da imprensa. O Diretor de “O JORNAL DE MONTES CLAROS” ofereceu um espaço para uma crônica semanal, tendo o Presidente do Orbis Clube me incumbido de ocupar o espaço, porque eu já militava em jornais e na ZYD-7, Rádio Sociedade Norte de Minas.
O nome do espaço foi escolhido como “COLUNA DE DEBATES”, porque, ora o Companheiro Otoni Caribé Cunha e ora eu escrevíamos os artigos e recebíamos críticas ou elogios dos leitores. Mantivemos aquela coluna por vários meses e houve sensível aumento do número de eleitores.
Assim, nós, em nome do Orbis Clube abordamos os assuntos diretamente relacionados com as más administrações dos últimos anos, apontando as falhas e dando as soluções, no nosso entender.
Pode ser coincidência, mas, a campanha obteve total sucesso, visto que os dois partidos, então existentes: ARENA e MDB resolveram se unir e lançar como candidato único, o Rotariano Antônio Lafetá Rebelo, nas eleições de 1966. Como o cargo de vereador não era remunerado somente pessoas de espírito público concorriam às eleições. Os 15 vereadores eleitos eram, na maioria, formada por médicos, advogados, engenheiros, comerciantes, fazendeiros e bancários. O Prefeito adotou todas as ideias dos orbianos, acrescidas das dele próprias e fez uma administração progressista, o que possibilitou que Montes Claros obtivesse um grande desenvolvimento daquela época para frente. Pelo senso de 2010, Montes Claros tem uma população de 361.971 habitantes, sendo que a população rural ficou diminuta, não chegando a 30.000 habitantes.
Montes Claros tornou-se num polo importante, na política, na educação, com diversas Faculdades e Universidades, na indústria, no comércio, na prestação de serviço, na assistência à saúde e o Orbis Clube teve participação neste impulso.
Atendendo ao chamamento e ao incentivo dos companheiros e amigos, fui candidato a vereador pela ARENA-2. Fiquei na primeira suplência e exerci o cargo por 4 meses no final de 1968. Naquela época vereador não tinha vencimento e nem qualquer outro benefício. Houve uma proposição de um vereador para que a Câmara de Vereadores de Montes Claros enviasse uma moção ao Presidente da República e ao Ministro da Justiça, pedindo que se instituísse uma remuneração para os Vereadores.
Na hora da decisão, cada Vereador votava de acordo com seu pensamento e alguns justificaram sua posição. No encaminhamento do meu voto, aleguei que eu achava que o Vereador não devia ganhar nada para exercer esta função pública e que eu já vinha trabalhando pela comunidade como voluntário sem remuneração. Além disto, aleguei que em 1966 nós, candidatos a vereador, informamos aos eleitores que queríamos ser vereadores para trabalhar em benefício da comunidade sem nenhuma pretensão pessoal, portanto, o meu voto foi contra aquela proposição.
Foi o único voto contrário à proposição. Portanto, eu fui minoria absoluta e foi o voto que mais me honrou. Tive orgulho daquele único voto, porque até hoje penso que a vereança deve ser exercida gratuitamente, por pessoas de espírito público, sem interesse pessoal, como eram todos os candidatos de 1966.

*Avay Miranda é fundador do Orbis Clube de Montes Claros, Magistrado aposentado, Advogado, integrante do Orbis Clube de Brasília.




Selecione o Cronista abaixo:
Alberto Sena
Augusto Vieira
Avay Miranda
Carmen Netto
Dário Cotrim
Davidson Caldeira
Efemérides - Nelson Vianna
Enoque Alves
Flavio Pinto
Genival Tourinho
Gustavo Mameluque
Haroldo Lívio
Haroldo Santos
Haroldo Tourinho Filho
Hoje em Dia
Iara Tribuzzi
Isaías
Isaias Caldeira
João Carlos Sobreira
Jorge Silveira
José Ponciano Neto
José Prates
Luiz de Paula
Luiz Ortiga
Manoel Hygino
Marcelo Eduardo Freitas
Marden Carvalho
Maria Luiza Silveira Teles
Maria Ribeiro Pires
Mário Genival Tourinho
Oswaldo Antunes
Paulo Braga
Paulo Narciso
Petronio Braz
Raphael Reys
Raquel Chaves
Roberto Elísio
Ruth Tupinambá
Ruth Tupinambá Graça
Saulo
Ucho Ribeiro
Virginia de Paula
Waldyr Senna
Walter Abreu
Wanderlino Arruda
Web - Chorografia
Web Outros
Yvonne Silveira
 



Voltar à Página Inicial

 






Um olhar de Montes Claros sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros


Clique e acesse nosso Twitter
Siga o montesclaros.com


Últimas Notícias

30/01/15 - 18h
Contenção de despesas poderá afetar atendimento nas agências do INSS

30/01/15 - 17h
Teste reprova 55% dos formados em medicina de São Paulo

30/01/15 - 16h
Cobrança de IPI para atacado aumentará preço de cosméticos em 12% - constata associação

30/01/15 - 15h
Manchetes dos jornais: “Três Marias seca, mas Cemig descarta apagão” - “Petrobras para obras e ameaça reter dividendos”- “Exploração de petróleo cairá ao ´mínimo´, afirma Graça”

30/01/15 - 14h
Bilhete premiado com 27,8 milhões de reais perde prêmio por 7 segundos, depois de 7 anos

30/01/15 - 13h
Se meteorologia acertar, e vem errando, M. Claros pode ter 10, 15 e 13 milímetros de chuva dias 6, 7 e 8 de fevereiro; chuva de fevereiro será metade da média histórica, alerta ONS

30/01/15 - 12h
Indústria brasileira cortou 140 mil vagas na passagem de novembro para dezembro, pelas contas do IBGE

30/01/15 - 11h
Indústria reage à mudança no auxílio doença, que dobra de 15 para 30 dias a responsabilidade das empresas

30/01/15 - 10h
“Chaves” foi a festas do traficante Pablo Escobar, diz ator que fez o papel de Quico

30/01/15 - 9h04
Petrobras vai decidir sobre o repasse ao consumidor do aumento de 22 centavos sobre o litro da gasolina, a partir de domingo

30/01/15 - 8h
Unimontes divulga às 10h a lista dos aprovados no seu vestibular

30/01/15 - 7h
Indonésia anuncia para fevereiro a execução de segundo brasileiro, e mais 10, por tráfico de drogas


29/01/15 - 18h
Prazo de inscrição para concorrer às bolsas do Prouni termina hoje às 23h59

29/01/15 - 17h
População recorre ao WhatsApp, para enfrentar surto de ladrões por toda parte

29/01/15 - 16h
Etanol e gasolina já estão mais caros em São Paulo

29/01/15 - 15h
Manchetes dos jornais: “Ameaça de colapso leva a sobretaxa na conta de água” - “Ação da Petrobrás cai após balanço omitir corrupção” - “Perdas da Petrobras ficam fora de balanço e ações despencam”

29/01/15 - 14h
Brasil segue como o 4º maior mercado de carros, mesmo com queda de 6,9% nas vendas em 2014. China e EUA lideram

29/01/15 - 13h
“Prefeitura vai pagar bolsas de 840 reais para travestis e transexuais” - é a manchete em S. Paulo

29/01/15 - 12h18
Jornal de BH divulga que PM usou arma de ondas elétricas para conter lutador em motel de Montes Claros

29/01/15 - 12h
Medo diminui e Aids aumenta entre os jovens de 15 e 24 anos, no Brasil

29/01/15 - 11h15
Rompimento de adutora deixa sem água Maracanã e bairros próximos

29/01/15 - 11h
Chile aprova casamento homossexual após controvérsia de 4 anos

29/01/15 - 10h
Banco Central prevê alta de 27,6% na conta de luz, 8% na de gasolina e 3% na conta do gás, em 2015

29/01/15 - 9h
Bloqueio prejudica chegada de chuvas ao N. de Minas. Chances de chuva sábado, domingo e 2ª, aumentando dia 6

29/01/15 - 8h
Cissa Guimarães sobre a soltura de filho e pai condenados pela morte do filho: “Já esperava, mas não deixo de confiar na Justiça”

29/01/15 - 7h
Dois morrem e 7 ficam feridos em dois acidentes perto de M. Claros. Chuva teria sido a causa de um


28/01/15 - 18h
Em 27 dias, Minas registra 73 mortes por afogamento e supera número registrado em janeiro de 2014

28/01/15 - 17h
Em dois dias, Prouni recebe quase um milhão de inscrições. De Minas são mais de 126 mil

28/01/15 - 16h
Custo de cada deputado federal subirá para 146 mil reais, por mês, a partir de 1º de fevereiro

28/01/15 - 15h
Manchetes dos jornais: “Cheque especial tem taxa de juro superior a 200% ao ano” - “Corrida por água e energia já começou”

28/01/15 - 14h
535 mil se inscreveram para o concurso do Banco do Brasil, em março, com salário de 2,2 mil

28/01/15 - 13h
Hoje, que a esperança de chuva pela meteorologia é de 2mm, tempo passa a nublado em M. Claros; nova chance de chuva, pela previsão, só sábado e domingo, e pouca

28/01/15 - 12h
Aneel quer dividir - com todos os consumidores - os gastos extras com usinas termelétricas localizadas

28/01/15 - 11h
Comerciante é sequestrado no centro de M. Claros, às 18h, e levado por ladrões para sua casa; vendedora é forçada a entregar mostruário com joias

28/01/15 - 10h
Asteroide como o da última terça-feira só é esperado em 2027, tranquiliza a Nasa

28/01/15 - 9h
Brasil devolve 200 megawatts de energia que importou da Argentina na semana passada

28/01/15 - 8h
"Foi-se o amor de minha vida", diz Adriana Calcanhoto, depois de 26 anos com a filha do poeta Vinicius de Moraes, casadas há 5

28/01/15 - 7h
Petrobras divulga balanço, de madrugada, mas sem incluir valores desviados


27/01/15 - 18h
Corintiano que disparou sinalizador que matou torcedor boliviano ganha cargo na Gaviões da Fiel

27/01/15 - 17h
Fabricantes de autopeças cortam 19 mil empregos em 2014 e vagas continuam diminuindo

27/01/15 - 16h
Manchetes dos jornais: “Rio tem um caso de bala perdida por dia” - “Centrais vão se unir em protesto contra governo” - “Pressão sindical faz Dilma rever novo seguro-desemprego”

27/01/15 - 15h
Calor e falta de chuva fazem produção de alimentos cair até 60%, e preços disparam em Minas

27/01/15 - 14h
Brasileiro nega ligação com o Estado Islâmico, e alega que ia comprar roupas na Turquia

27/01/15 - 13h
Taxa do cheque especial chega a 200% ao ano e é a maior desde 1999

27/01/15 - 12h
(Pode chover 17mm hoje, e há uma frente fria em formação que traz esperanças de chuva na 1ª semana de fevereiro)

27/01/15 - 11h
Além de paranaense no corredor da morte, há mais um brasileiro preso na Indonésia – revela site

27/01/15 - 10h54
Estado de Minas: "Um avião da Azul Linhas Aéreas (...) com destino a Montes Claros foi atingido por um raio na noite de segunda-feira. Apesar do susto, os passageiros desembarcaram normalmente na cidade do Norte de Minas"

27/01/15 - 10h36
Isaías Caldeira: " ...há o medo que o clima tenha mesmo mudado, para sempre, e que um tempo de destruição apocalíptica imposto pela natureza se faça permanente, indiferente a dor dos homens, mas não às suas ações contra o meio ambiente, cobrando o preço pelo mau uso dos recursos naturais ao longo da civilização"

27/01/15 - 10h35
"99% de chances de chover 2mm, ontem, segunda-feira. 92% de chances de chover 17 milímetros, hoje, terça-feira. Mas, as nuvens que o céu azul de M. Claros exibe agora não reforçam o prognóstico atual da meteorologia"

27/01/15 - 10h
Bancos cortaram 5 mil empregos em 2014. Em Minas, foram 587

27/01/15 - 9h
Fidel diz que não confia nos EUA, mas não é contra a reaproximação em curso

27/01/15 - 8h
Brasileiro é preso com 45 quilos de cocaína no aeroporto de Lisboa. Carga, em sacos de café, saiu de BH

27/01/15 - 7h
Jornal paulista noticia que mudança do ministro Levy não tem apoio do Planalto nem de sindicatos


26/01/15 - 18h
Jornal diz que o papa recebeu transexual e sua namorada, em audiência privada

26/01/15 - 17h
Mercado já prevê inflação de quase 7% em 2015, o maior valor em 11 anos

26/01/15 - 16h15
"...a crise provocada pela atual estiagem é a mais grave desde 1936, quando o Norte de Minas viveu uma situação dramática até para os nossos padrões, naturalmente difíceis"

26/01/15 - 16h
Tribunal de Justiça de S. Paulo abre 345 vagas de escrevente com salário de 3.878 reais

26/01/15 - 15h
Meteorologia altera previsão para M. Claros: agora pode chover 17mm amanhã e, 10mm, quarta-feira. Chove no oeste da Bahia

26/01/15 - 14h
Manchetes dos jornais: “Tráfico está por trás de sete a cada dez mortes” - “Estado vai cortar mais R$ 2,7 bi do Orçamento”

26/01/15 - 13h
Asteroide de 500 metros vai passar perto da Terra, entre 23h e 4h da próxima madrugada, mas não causará danos - garante a Nasa

26/01/15 - 12h
Os ladrões. Tomam moto, atacam sorveteria e até pilham transeuntes, em rua na entrada da cidade

26/01/15 - 11h
Tráfico de drogas está ligado a quase 70% das mortes em Minas – analisa a Polícia Civil

26/01/15 - 10h49
"E o cidadão pratica a lição do “cada um por si e Deus por todos”, por não confiar na autoridade, mesmo aquela que ajudou a eleger"

26/01/15 - 10h
45,8 milhões de brasileiros já sofrem com os efeitos da seca em plena estação das águas

26/01/15 - 9h
Ministério da Educação divulga hoje a 1ª chamada de aprovados no Sisu 2015

26/01/15 - 8h
Prima do 2º brasileiro condenado à morte por tráfico de drogas diz que ele está enlouquecendo

26/01/15 - 7h
Especialista reconhece "situação dramática" no sistema elétrico e teme apagões também em fevereiro


25/01/15 - 13h09
Seis homens, "todos de capacetes fechados", às 7 e meia da noite, contra supermercado na área central de Montes Claros. Fugiram em 3 motos


24/01/15 - 17h02
Jornais de BH repercutem a interdição do presidio de M. Claros, por superlotação. Com 592 vagas, mantém 1.035 presos - 3 centenas deles vindos de outras regiões

24/01/15 - 18h
Abono do PIS já exige 6 meses seguidos de trabalho neste ano

24/01/15 - 17h
Asteróide passará "raspando" na Terra segunda-feira e poderá ser visto até por binóculo

24/01/15 - 16h
Sem correção da tabela de Imposto de Renda, brasileiro pagará mais de tributo neste mês do que deveria

24/01/15 - 15h
Brasil tem um terço das 50 cidades mais violentas do mundo. João Pessoa é a 4ª e, BH, a de nº 42 - consulte a lista

24/01/15 - 14h37
"...quando a exploração do minério terminar as adjacências do distrito Vale das Cancelas ficará com um buraco - se é que se poderá chamar apenas de buraco - de cerca de 400 metros de profundidade"

24/01/15 - 14h35
"A lua também tem o prumo dela, o seu nascer e o seu minguar costumeiro, só muda o horário. Mas cada um bebe e fuma o que quer e vê o que credita. Tomou papudo!"

24/01/15 - 14h33
"Apesar dos pesares, o fuzilamento de um brasileiro vale como advertência: não podemos conviver ou contemporizar com o crime e os criminosos"

24/01/15 - 14h
Manchetes dos jornais: “Planalto vê cenário ´crítico´ da água e pede ajuda à população” - “Copasa decide racionar água e multar desperdício no Estado”

24/01/15 - 13h
Sem os 10 milímetros de sexta, meteorologia prevê 10mm de chuva neste sábado, 2 domingo e 10 segunda-feira - em M. Claros

24/01/15 - 12h
Só vai chover metade do previsto no Sudeste e Centro-Oeste do Brasil – projeta Operador Nacional do Sistema

24/01/15 - 11h
Indústria têxtil diz que 20 mil postos de trabalho foram fechados no Brasil em 2014



OUÇA E VEJA A 98 FM
Todos direitos pertecentes a Rádio Montes Claros 98,9 FM. O material desta página
não pode ser publicado, transmitido por broadcasting, reescrito ou distribuído
sem prévia autorização