Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - quarta-feira, 24 de julho de 2024

Sem contaminação de humanos, laboratório em Campinas identifica 13 focos de gripe aviária - apenas em animais silvestres - no Espírito Santo, Rio e Rio Grande do Sul

Sábado 03/06/23 - 6h52

O Ministério da Agricultura e Pecuária confirmou que foram registrados 13 focos de gripe aviária em animais silvestres no Brasil, distribuídos em três estados: Espírito Santo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Os focos foram identificados pelo Laboratório de Defesa Agropecuária em Campinas, que é a unidade de referência da Organização Mundial de Saúde Animal na América Latina.

Os casos ocorreram em diferentes municípios, sendo 9 focos no Espírito Santo, 3 no Rio de Janeiro e 1 no Rio Grande do Sul.

As espécies afetadas são migratórias e incluem aves como trinta-réis de bando, atobá-pardo, trinta-réis real, trinta-réis-boreal, corujinha-do-mato e cisne-de-pescoço-preto.

Até o momento, não houve registro de contaminação em humanos no Brasil.

A gripe aviária H5N1, detectada nos animais, é considerada de alta patogenicidade e possui alta taxa de mortalidade em humanos, em torno de 52%.

Em outras partes das Américas, foram registrados casos em três pessoas nos Estados Unidos, Equador e Chile.

O Ministério da Agricultura intensificou as ações de vigilância e investigação da doença, mas até agora não foram encontrados registros na avicultura comercial.

Casos suspeitos continuam sendo notificados e a pasta se comprometeu a emitir comunicados caso ocorram mudanças.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais