Receba as notcias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - sexta-feira, 9 de junho de 2023

Ministério assegura que Brasil tem estoque de óleo diesel garantido por 38 dias

Sbado 28/05/22 - 6h13


Ministrio de Minas e Energia diz que monitora situao do diesel

Nota foi emitida em resposta carta enviada pela Petrobras


O Ministrio de Minas e Energia (MME) se manifestou por meio de nota nesta sexta-feira (27) e esclareceu que est atento ao abastecimento nacional de combustveis desde o incio da guerra entre Ucrnia e Rssia e que os estoques de leo diesel S10 somados com a produo nacional garantem o suprimento do mercado nacional por 38 dias.

Em outras palavras, se as importaes desse combustvel fossem cessadas hoje, os estoques, em conjunto com a produo nacional, seriam suficientes para suprir o pas por 38 dias. Alm disso, desde o incio da intensificao do monitoramento do abastecimento pelo Governo Federal, a autonomia de leo diesel aumentou de 30 para 38 dias em termos de dias de importao (aumento de 26,7%), diz os textos.

A nota foi emitida em resposta carta enviada pela Petrobras na ltima quarta-feira que trata sobre uma possvel dificuldade de abastecimento de diesel no pas.

Segundo o ministrio, foram adotadas medidas imediatas para intensificar o monitoramento da logstica e oferta de petrleo, gs natural e seus derivados, nos mercados domstico e internacional.

Ainda segundo a nota, o ministrio, em conjunto com a Agncia Nacional do Petrleo, Gs Natural e Biocombustveis (ANP) e a Empresa de Pesquisa Energtica (EPE) criou, em maro deste ano, um Comit Setorial de Monitoramento do Suprimento Nacional de Combustveis e Biocombustveis para acompanhamento da situao do suprimento do diesel.

O Ministrio de Minas e Energia segue atento aos movimentos do mercado domstico e internacional, mantendo o monitoramento de forma intensa e constante para adotar medidas tempestivas em conjunto com os demais rgos governamentais nas esferas das suas respectivas competncias, conforme a evoluo do cenrio, finaliza a nota.(Agncia Brasil)

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais