Um olhar sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros
(38) 3229-9800
 
Conheça-nos
Principal
Mural
Eu te procuro
Clamor & Broncas
Músicas de M. Claros
Hoje na história
 de M. Claros
Montes Claros
 era assim...
História
Chuvas em M. Claros,
  mês a mês,
 de 1905 a 2012
Memorial de
 João Chaves
Memorial de
 Fialho Pacheco
Reportagens
Concursos
Colunistas Convidados
Notícias por e-mail
Notícias no seu site
Fale conosco
 
Anuncie na 98 FM
Ouça e veja a 98 FM
Conheça a 98 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 98
Previsão do tempo
 
Anuncie na 93 FM
Ouça a 93 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 93
Publicidade
 
Avay Miranda
Iara Tribuzi
Manoel Hygino
Alberto Sena
Augusto Vieira
Avay Miranda
Carmen Netto
Dário Cotrim
Dário Teixeira Cotrim
Davidson Caldeira
Edes Barbosa
Efemérides - Nelson Vianna
Enoque Alves
Flavio Pinto
Genival Tourinho
Gustavo Mameluque
Haroldo Lívio
Haroldo Santos
Haroldo Tourinho Filho
Hoje em Dia
Iara Tribuzzi
Isaías
Isaias Caldeira
Ivana Rebello
João Carlos Sobreira
Jorge Silveira
José Ponciano Neto
José Prates
Luiz Cunha Ortiga
Luiz de Paula
Manoel Hygino
Marcelo Eduardo Freitas
Marden Carvalho
Maria Luiza Silveira Teles
Maria Ribeiro Pires
Mário Genival Tourinho
Oswaldo Antunes
Paulo Braga
Paulo Narciso
Petronio Braz
Raphael Reys
Raquel Chaves
Roberto Elísio
Ruth Tupinambá
Saulo
Ucho Ribeiro
Virginia de Paula
Waldyr Senna
Walter Abreu
Wanderlino Arruda
Web - Chorografia
Web Outros
Yvonne Silveira
 
Atuais
Panorâmicas
Antigas
Pinturas
Catopês
Obtidas por satélite
No Tempo de Lazinho
Estrada Real Sertão
Mapa de M. Claros
 

10/9/2014 -"...teve até o desfile de um mendigo novo, supostamente drogado, que andou pelo centro, o quarteirão fechado da rua Simeão Ribeiro, completamente nu, exibindo-se". A crescente degradação da Praça da Matriz e vizinhança pede:

»1 - Policiamento mais rigoroso
»2 - Redefinição do uso da praça que é o marco zero da cidade
»3 - Outra reforma física
»4 - Maior empenho das autoridades no cumprimento das leis
»5 - Uma recuperação em todos os sentidos

» Ver resultados «




Buscar no Site


Previsão do tempo

Digite uma cidade:

Busca no



 
 



Jornalismo exercido pela própria população



Deixe sua notícia neste Mural, clique aqui para enviar.
(Seja objetivo e escreva no menor espaço possível. Se preferir, coloque seu e-mail; se desejar, coloque também endereço e telefone. As mensagens - preferencialmente de inspiração noticiosa - serão publicadas a critério da redação. Textos que ferem as leis serão sumariamente descartados, assim como mensagens agressivas ou que pretendam apenas criar polêmica e discussão estéril.Pede-se, com empenho, que as mensagens não sejam redigidas em letra de caixa-alta (letras maiúsculas), que em linguagem de internet equivalem a falar gritando. As mensagens aqui postadas não representam a opinião do montesclaros.com; a responsabilidade pertence ao autor da mensagem).



Ir para mensagem N°:
Por data:

Mensagem N° 83323
De: César Data: Sáb 19/5/2018 09:25:46
Cidade: M. Claros
19 de maio de 2018. Há exatos 7 meses partiu o Padre Henrique Munaiz, o sacerdote exemplar. Partiu fisicamente. Sua lembrança entre nós está mais vívida a cada dia, a cada mês, pelos tempos. Não há hora em que os muitos exemplos de Padre Henrique não assomam as consciências - para impor paradigmas e mostrar o caminho. Padre Henrique vive, e nos segue, e nós a ele. Não estamos sós.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83322
De: Manoel Hygino Data: Sáb 19/5/2018 07:13:56
Cidade: Belo Horizonte
O que há pela frente

Manoel Hygino

Conhecendo as vicissitudes do sertão mineiro, já se preparam os moradores da região para possível novo período de escassez de água, embora a estação das chuvas tenha terminado faz tão pouco tempo. É uma fatalidade que vai se repetindo há muitas décadas, séculos, sem se chegar a uma solução possível por novos meios e métodos. A ciência evoluiu muito, mas os organismos oficiais brasileiros não chegaram ainda a uma proposta imprescindível e factível.
Há bem pouco, isto é, em meados de abril, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) sugeriu a continuação do Estado de Emergência em Montes Claros, a maior e mais forte economicamente cidade da região. Um relatório agroclimatológico do município, relativo aos impactos da estiagem prolongada na zona rural, alerta para as consequências inevitáveis. Dá o que pensar.
Mais do que pensar, contudo, é preciso fazer-se algo. A empresa, que enviou o documento à Defesa Civil do município, o fez acompanhar de planilhas e sugestões para elaboração de um plano de ações para combate aos efeitos da prevista seca. Aliam-se, também, as causas do fenômeno: baixa pluviosidade e má distribuição das chuvas, além de altas temperaturas e déficit do balanço hídrico. Os dados advertem que, no ano agrícola que termina em junho, foram registrados apenas 803,2 milímetros de chuva por metro quadrado, bem abaixo da média hídrica de 1.077 milímetros.
Depreende-se que há algo de ameaçador no calendário. Observa-se que o Comitê da Bacia Hídrica dos Afluentes Mineiros do Alto Jequitinhonha, vem lutando para discutir as explorações hídricas, mediante formas técnicas e com sustentabilidade. Para José Ponciano Neto, técnico no assunto, a guerra não está perdida. No caso específico da bacia do Congonhas, por exemplo, o rio pode ser recuperado, tudo depende do homem.
O homem ajuda a destruir, todavia. Na bacia do Congonhas, destaca-se a silvicultura do eucalipto e do pinus, após a devastação – no passado – das matas nativas visando à produção de carvão. Nascentes já secaram e outras agonizam.
Ponciano lembra que Carta Encíclica do papa Francisco alerta que a degradação aumenta por culpa dos poderosos, “mas também pelo desinteresse dos outros”. Acrescenta: “Não são somente as ações que resolverão os problemas globais, mas elas confirmam que o ser humano ainda é capaz de intervir de forma positiva. Como ele foi criado para amar, no meio dos seus limites germinam inevitavelmente gestos de generosidade, solidariedade e inteligência”.
O número dos que se encontram sem trabalho no Brasil presentemente é alarmante. As estatísticas não deixam mentir. No entanto, os milhões de ociosos involuntários não desejarão transferir-se para as áreas rurais. Preferem permanecer em edifícios sem segurança, passando necessidades e correndo risco de vida, como aconteceu recentemente na Praça Paissandu, em São Paulo. Resta esperança, como diz Isaías Caldeira: “No país das palavras de ordens gritadas por uma minoria que nada produz, ainda há uma maioria que acredita no trabalho e no esforço pessoal como forma de ascensão social pra brancos, negros índios e mestiços”.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83321
De: Observador Data: Sáb 19/5/2018 07:00:17
Cidade: Montes Claros/MG
O tremor de terra de maior intensidade já registrado em Montes Claros foi em 19/5/2012, às 10h42m, no valor de 4,2 graus Richter, conforme o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília. Há exatamente 6 anos. Como mencionado na nossa mensagem 82073, de 8/01//2017, "é bastante clara a tendência de redução das intensidades dos tremores, principalmente de 2015 em diante", o que vem persistindo, graças a Deus. Que continuem assim ou até mais suaves, já que alguns tremores assustam bastante.
A seguir as quantidades e intensidades dos tremores ocorridos em Montes Claros, em graus Richter, por ano, de 2012 a 2018, extraídas do site daquele Observatório:
2012: 12 - 1,7 a 4,2; 2013: 1 - 3,7; 2014: 9 - 2,1 a 3,9; 2015: 10 - 1,2 a 2,1; 2016 - 0; 2017: 8 - 1,5 a 2,3; 2018 - 0.
- As medidas preventivas recomendadas pelas Universidades (Unimontes, de Brasília e USP), CREA, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, por ocasião dos tremores que mais preocuparam e angustiaram a população de Montes Claros e região, serão sempre nossa orientação segura, quando necessário.
- O primeiro tremor registrado em Montes Claros foi em 27/8/1995, de 3,7 graus Richter. Há notícias de outros tremores bem mais antigos, há mais de 70 anos, porém sem registros de medições.
- O tremor mais intenso registrado no Norte de Minas foi em Caraíbas, distrito de Itacarambi, em 9/12/2007, com intensidade de 4,9 graus Richter, no qual faleceu uma criança de 5 anos, pela primeira e única vez no Brasil, e mais de 60 casas foram destruídas.
- O tremor mais intenso registrado no Brasil foi em 1955, no Estado de Mato Grosso, em região não habitada, felizmente, com intensidade de 6,2 graus Richter.


Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83320
De: José Ponciano Neto Data: Sex 18/5/2018 08:38:36
Cidade: Montes Claros
Segurança.

Seguindo o raciocínio do escritor Manoel Hygino sem sair do contexto; temos estas recomendações de um especialista em segurança.

Estamos atravessando tempos ruins, esteja ciente disso e se cuide!
Alerta de um Comandante da Policia Militar.
Eu acredito que, no atual momento serve para todos, de qualquer localidade.
“Estamos em tempos de guerras e aí vão algumas
*Medidas cautelares:*
1- Evite bares noturnos ou lanchonetes em locais abertos.
2- Evite sair de casa após dez da noite.
3- Transite somente por vias movimentadas. *Evite atalhos* no período noturno principalmente no bairro do comércio.
4- Não demorem no embarque e no desembarque do veiculo! Combine com familiares.
5- No desembarque cada um bate sua porta e o motorista tranca as portas no controle remoto ao mesmo tempo em que se afasta rapidamente do veículo!
6- *Se despeça dentro de casa,* embarque rápido e saia com o veículo. Evite ficar parado dando bobeira, ao embarcar devagar ou se despedindo na rua.
7- Passeios de preferência em Shoppings.
8- Ao parar em um sinal, mantenha distância do veículo da frente, para que você possa ver os pneus traseiros. Assim dá para sair rapidamente sem manobrar, se for preciso.
9- Evite parar na faixa da esquerda do semáforo. De preferência a faixa do meio.
10- Mantenha distância de duplas, em motocicletas.
11- Nunca parem para falar no *WhatsApp* dentro dos veículos.
12- Se for aguardar alguém em algum lugar, observe antes ao redor, estacione o veículo com segurança, apague todas as lâmpadas, puxe o freio de mão e retire o pé do freio (para apagar a luz de freio! (veículo sempre com todos vidros fechados e filmados com película.
13- Se perceber suspeitos, *dê várias voltas* antes de entrar com o carro na garagem. Ao sair de casa, olhe atentamente se não tem ninguém na rua. De preferência, pelas câmeras de TV ou no celular.
14- Quem mora em casa, instale cerca elétrica, portão automático, sensores, câmeras com monitoramento real. Tenha cães de guarda. O melhor ainda é optar por condomínio fechado ou apartamento.
15- Quem tiver condições de comprar um carro blindado, compre!
16- Sempre suspeitar de tudo e de todos. *Ter uma postura defensiva é estar sempre atento.*
17- A pé ao ouvir disparos, diminua a silhueta, deite-se ou abaixe-se imediatamente, de preferência ao lado de algo rígido que sirva de proteção. Ex.: meio fio, mureta, roda dianteira (ao lado do motor) de carros estacionados.
18- Ao se dirigir ao veículo estacionado, nunca vá diretamente à ele. *Observar todo ambiente em volta* e se estiver tudo tranquilo, *embarcar e sair rapidamente.*
19- Quando for a algum ambiente público como padarias, restaurantes ou bares, dê preferência aos que têm câmeras e segurança armada.
20- Nunca ir a *caixas eletrônicos à noite, nem no fim de semana* e nem em lugares desertos. Dê preferência aos shoppings.
21- Antes de entrar em algum estabelecimento sempre observe se as pessoas estão agindo com naturalidade, pessoas muito paradas sem se mexer podem estar sendo assaltadas.
22 - Nada de conversas, no portão e em frente de casa na calçada.
*Esse tempo já passou!*
23 - O mais Importante: *Se for surpreendido não faça movimentos bruscos e NUNCA REAJA!!”
- Oriente sua família!


Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83319
De: Manoel Hygino Data: Sex 18/5/2018 07:23:22
Cidade: BH
Os loucos varridos

Manoel Hygino

Recorremos aos meios de comunicação. No dia 14, delegado da Polícia Federal em São Paulo faleceu, em decorrência de tiro na barriga, durante assalto a sua casa no elegante bairro do Morumbi. No mesmo dia, Auman al Zawhiri, chefe da rede terrorista Al-Qaeda, convocou sua gente para lutar contra Estados Unidos e Israel, em represália pela inauguração da embaixada de Tio Sam em Jerusalém. No dia da solenidade, 52 palestinos perderam a vida nos conflitos na Faixa de Gaza, entre tropas de Israel e manifestantes contrários. A televisão mostrou tudo.

Em Montes Claros, minha cidade natal, em plena luz do dia, numa de suas mais movimentadas ruas, dois assaltantes invadiram uma clínica médica usando armas de fogo e capacetes. A clientela correu em todas as direções. Uma senhora com a filha se ajoelhou, de cabeça baixa, debruçando sobre a filha para protegê-la com o próprio corpo. Um dos meliantes, com mochila nas costas e arma na mão, aproximou-se da mãe para tentar apoderar-se de algo antes de fugir.

O mundo está louco, ou é louco, a julgar pelo que diz Rubem Alves, num artigo que o pensador Francisco Guedes de Melo me enviou, há mais de quatro anos. O palestrista e escritor, para responder a uma pergunta, declarou:

“Os que me convidaram supuseram que eu, na qualidade de psicanalista, deveria ser um especialista no assunto. Eu também pensei. Tanto que aceitei. Mas foi só parar para pensar para me arrepender. Percebi que nada sabia. Eu me explico.

Comecei o pensamento fazendo uma lista das pessoas que, do meu ponto de vista, tiveram uma vida rica e excitante, pessoas cujos livros e obras são alimentos para a minha alma. Nietzsche, Fernando Pessoa, Van Gogh, Wittgenstein, Cecília Meireles, Maiakóvski. E logo me assustei. Nietzsche ficou louco. Fernando pessoa era dado à bebida. Van Gogh matou-se. Wittgenstein alegrou-se ao saber que iria morrer em breve: não suportava mais viver com tanta angústia. Cecília Meireles sofria de uma suave depressão crônica. Maiakóvski suicidou-se. Todas elas pessoas lúcidas e profundas que continuarão a ser pão para os vivos muito tempo depois de nós termos sido completamente esquecidos.

Mas será que tinham saúde mental? Saúde mental, essa condição em que as ideias comportam-se bem, sempre iguais, previsíveis, sem surpresas, obedientes ao comando do dever, todas as coisas nos seus lugares, como soldados em ordem-unida, jamais permitindo que o corpo falte ao trabalho, ou ter um amor proibido ou, mais perigoso que tudo isso, a coragem de pensar o que nunca pensou. Pensar é uma coisa muito perigosa...

Não, saúde mental elas não tinham. Eram lúcidas demais para isso. Elas sabiam que o mundo é controlado pelos loucos e idosos de gravata. Sendo donos do poder, os loucos passam a ser os protótipos da saúde mental. Claro que nenhum dos nomes que citei sobreviveria aos testes psicológicos a que teria de se submeter se fosse pedir emprego numa empresa. Por outro lado, nunca ouvi falar de político que tivesse estresse ou depressão. Andam sempre fortes em passarelas pelas ruas da cidade, distribuindo sorrisos e certezas”.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83318
De: Polícia Militar Data: Qui 17/5/2018 12:23:25
Cidade: Montes Claros
A Polícia Militar prendeu, às 23h54 de ontem, 16Mai, 02 homens suspeitos de envolvimento em um roubo consumado a transeunte ocorrido à rua Santa Maria, no bairro Todos os Santos. Policiais militares foram informados que 02 indivíduos que estavam em um Fiat Uno, cor verde, placa GTK (...), que estava à frente da viatura policial, teriam realizado um roubo naquele momento. De imediato, foi iniciado o acompanhamento do veículo, que foi alcançado. O condutor, (...)., de 30 anos, parou o carro, momento em que o passageiro, (....), de 27 anos, saiu correndo do local, adentrando num matagal. Foi feito o cerco tendo, o infrator em fuga, sido alcançado. A vítima relatou que os infratores o agrediram e subtraíram seu aparelho de telefone celular valendo-se, inclusive, de um martelo para a prática do crime. Diante dos fatos, os homens foram presos e encaminhados à delegacia, junto ao aparelho de telefone celular recuperado e o martelo utilizado na prática da ação delituosa. O carro foi apreendido e removido ao pátio conveniado.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83317
De: Petrônio Braz Data: Qui 17/5/2018 07:56:11
Cidade: Montes Claros/MG
E-mail: petroniobraz25@gmail.com
Literatura e Matemática

Se considerarmos que a literatura é a transcrição da realidade da vida, chegamos à conclusão de que ela está vinculada a todas as áreas do saber humano. Em verdade, todas as ciências se interligam. Para se escrever é necessário ter ideias, desenvolver raciocínios criativos e a matemática é a ciência por excelência que nos ensina a raciocinar.
O escritor mineiro Jacques Fux, o argentino Jorge Luis Borges e o francês Georges Perec, entre outros, inspiraram seus escritos na relação aparentemente distinta entre a matemática e suas narrativas ficcionais.
Jacques Fux foi estudante de engenharia, mas transformou-se em literato. Sua tese de doutorado na UFMG foi premiada: “Literatura e Matemática: Jorge Luis Borges, Georges Perec e o Oulipo”. Ele faz uma viagem, navegando entre os mundos das letras e dos números. Analisa objetivamente os romances de Jorge Luis Borges, Georges Perec: matemáticos-literatos.
O escritor Jacques Fux estreou na ficção com o romance “Antiterapias”, vencendo em 2013 o “Prêmio São Paulo de Literatura”, na categoria de autor estreante.
La Fontaine na fábula “A menina do leite”, sem buscar objetivamente uma solução matemática, faz contas: soma, subtrai, divide e multiplica.
Quando eu era estudante secundarista fui bom em exatas. Sempre auxiliava meus colegas nas provas de matemática, entre eles os doutores Francisco Lopes (Chico Lopes, médico e pintor montes-clarense) e Murilo Badoró (ex-presidente da Academia Mineira de Letras). Não fiz engenharia. Estudei agronomia (curso médio) em Viçosa, antes de cursar a Faculdade de Direito.
Fui professor de Matemática e História no Ginásio Joseph Hein, em Várzea da Palma. A matemática ensinou-me a raciocinar, mas sempre gostei de ler, e a leitura levou-me ao “O Homem que Calculava”, de Malba Tahan, onde o autor sabiamente interliga História e Matemática, fazendo Literatura. O livro é uma História da Matemática. Entre outros e belos capítulos do livro, a “Divisão dos 35 Camelos” é uma equação, resolvida pelo hábil Beremiz.
Quando das solenidades de instalação da Academia de Letras, Ciências e Artes de Várzea da Palma, um ex-aluno lembrou-me: “Professor (é como me tratam em Várzea da Palma), sua última aula no Ginásio foi sobre a equação do segundo grau.”
A equação matemática do segundo grau constitui-se, como a problemática elaboração literária, em ficção e realidade: ax²+bx+c=0, onde x é a incógnita; a, b, c são números reais. Resolver a equação é encontrar os valores possíveis para a incógnita. Escrever, como expôs Aristóteles, é dar uma igualdade a conclusões contraditórias.
Todo escritor cria raciocinando e, quem raciocina, resolve intricados problemas subjetivos da razão, dentro da realidade objetiva da matemática.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83316
De: Manoel Hygino Data: Qui 17/5/2018 07:35:31
Cidade: Belo Horizonte
O Paraguai pede passagem

Manoel Hygino

Nutro grande simpatia pelo povo do Paraguai, uma nação que aparece na América do Sul como uma espécie de coitadinha, sobretudo depois do caos em que afundou o país com a Guerra do Paraguai, no final do século XIX. Em verdade, o presidente Bartolomeu Mitre, da Argentina, sempre tivera intenção de anexar a República do Paraguai à Confederação da Argentina.
Para atrair o Brasil à aventura bélica, houve proibição do ditador guarani Solano López de nossas embarcações usarem o rio Paraguai para acesso à província de Mato Grosso, impedindo a movimentação de valiosas cargas de erva mate, madeiras e tabaco e causando vultosos prejuízos.
Assim, Buenos Aires, Rio de Janeiro e Montevidéu decidiram enfrentar Assunção, numa guerra que se desenvolveu de 1865 a 1870, com reflexos altamente perniciosos às três nações.
Houve transformações profundas nas relações entre Brasil e Paraguai no decorrer do tempo, mas o vizinho continuou o primo pobre. O Império virou República e esta, entre outros fatos memoráveis, construiu a Hidrelétrica de Itaipu, o que assegura o fornecimento de energia aos dois lados da fronteira, de modo a prover a demanda industrial, inclusive futura. Ótimo.
Afora, leio nos jornais a informação sobre um belo empreendimento no limite entre nossos países, o que, em princípio, é motivo de gáudio.
O Paraguai vai propor ao Brasil financiar todo o orçamento de mais de U$ 6 milhões para a construção de uma ponte sobre o rio Aspa, que unirá San Lázaro, no departamento de Concepcion, ao Estado do Mato Grosso do Sul.
O titular paraguaio de Obras Públicas e Comunicação, Ramón Jiménez Gaona, anuncia que o ministro Valter Casimiro Silveira, de Relações Exteriores, iria discutir o projeto durante encontro em Brasília. A ponte terá extensão de 200 metros e o investimento do governo paraguaio está estimado entre US$ 6 milhões e US$ 8 milhões. O Paraguai tem interesse de que essa infraestrutura seja construída o mais rápido possível para garantir sua ligação com o Brasil. O empreendimento é considerado estratégico pelos paraguaios. A minuta de acordo envolvendo a proposta já foi entregue ao governo brasileiro.
Não ficou claro que tipo de produção será escoado pela nova ligação. Não consta do noticiário. Por outro lado, teme-se que se torne uma nova e rendosa rota de drogas, de que o nosso Hermano é pródigo.
Evidentemente, as autoridades “brasilenãs” estão suficientemente atentas. O tráfico já nos inquieta demais, exigindo até a participação das Forças Armadas no próprio perímetro territorial.
Os inimigos do Brasil não são mais os da II Grande Guerra. Naquela ocasião, terminado o conflito, o Paraguai se tornou um paraíso para militares e civis nazistas, que fugiam aos julgamentos na Europa. Sem esquecer Menghele, o Anjo da Morte, médico responsável por experiências genéticas, que conseguiu transferir-se para o Brasil e aqui morreu.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83315
De: Unimontes Data: Qua 16/5/2018 21:09:08
Cidade: M. Claros
Em reunião extraordinária encerrada no início da noite desta quarta-feira (16/5), foi aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPEx), da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), o calendário de reposição das aulas após o movimento de paralisação de professores – para as turmas e disciplinas que não concluíram o segundo semestre letivo/2017.
Os efeitos da Resolução Nº 046 CEPEx/2018 aplicam-se, também, às disciplinas em aberto das turmas que iniciaram o calendário do 1º semestre letivo/2018 (Resolução 206 – CEPEx/2017).
De acordo com o calendário, as aulas referentes ao segundo semestre/2017 serão retomadas na próxima segunda-feira (21 de maio), com encerramento em 30 de junho.
O período de renovação de matrículas para o 1º semestre/2018 para os alunos afetados pela greve será entre 9 a 20 de julho, com início das aulas em 23 de julho e término em 14 de dezembro.
A aprovação do calendário de reposição observa a necessidade de manutenção da qualidade da oferta dos cursos e cumpre pauta do acordo de greve firmado entre o Governo do Estado, Unimontes e representação sindical dos docentes.
A gestão da Universidade Estadual de Montes Claros destaca que, em todos os momentos da negociação, observou as questões de ordem legal, com possibilidade de implementação dentro das diretrizes da Lei de Responsabilidade Fiscal, mas sem desvalorizar o mérito da luta dos servidores da Unimontes por novas conquistas.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83314
De: Prefeitura Data: Qua 16/5/2018 12:12:45
Cidade: Montes Claros
Emater sugere continuidade do Estado de Emergência em Montes Claros - A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) divulgou, este mês, relatório agroclimatológico do município de Montes Claros relativo aos impactos da estiagem prolongada na zona rural e suas consequências econômicas e ambientais. O objetivo da Emater é repassar informações decisivas para a decretação ou continuidade de Estado de Emergência em Montes Claros. Ao documento, encaminhado à Defesa Civil da Prefeitura, foram incluídas planilhas e sugestões para elaboração de plano de ações de combate aos efeitos da seca. As causas apontadas pela Emater são baixa pluviosidade e má distribuição das chuvas, além de fatores como altas temperaturas e déficit no balanço hídrico. Os dados do relatório foram coletados no veranico de dezembro de 2017 a janeiro de 2018. Vale registrar que outro agravante é o fato de que, no ano agrícola, de 1 de julho de 2017 a 30 de junho de 2018, foram registrados 803,2 milímetros por metro quadrados, bem abaixo da média histórica, 1.077 milímetros.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83313
De: Manoel Hygino Data: Qua 16/5/2018 07:05:29
Cidade: Belo Horizonte
Diante de memorando da CIA

Manoel Hygino

Um documento da CIA, datado de 11 de abril de 1974, encaminhado pelo diretor Willian Colby ao secretário de Estado norte-americano Henry Kissinger, somente há poucos dias tornado público, agitou os meios políticos, jurídicos e militares brasileiros, por óbvias razões. O memorando foi elaborado dez anos após a Revolução de 1964 (ou golpe, como preferem outros) e divulgado agora, quando todos os presidentes do período ditatorial estão mortos e sepultados.
O mesmo se refere ao período de transferência do poder ao general Geisel, informado de que mais de cem pessoas tinham sido executadas na gestão do seu antecessor, Garrastazu Médici. O sucessor teria orientado que o método de tortura e eliminação dos “inimigos” fosse mantido, mas apenas nos casos que envolvessem os considerados “perigosos”.
Empossado em 15 de março de 1974, o general fez questão de esclarecer que queria fazer a reabertura política, mas sabia que a época lhe exigia muito cuidado para levar à frente seu projeto. Os setores de repressão não concordavam e abriram uma campanha contra os grupos contrários e as prisões ficaram lotadas, sucedendo-se as torturas pelo simples fato de não estar alguém ao lado do governo.
Publica-se, neste 2018, muito a propósito, portanto, no Brasil e Portugal, pela Juruá Editorial, o novo livro de Paulo Fernando Silveira, “O voo do Carcará”, que descreve a suspeita sobre assassinato de um cidadão por agentes do Serviço de Inteligência Brasileiro.
O autor, com dezenas de livros bem sucedidos, conta como numa pequena comunidade no sopé da Serra da Saudade, perto de São Gotardo, a 250 quilômetros de Belo Horizonte, ocorrera a morte de um brasileiro que nada tinha a ver com a situação geral do país. Travava-se de uma guerra entre os militares no comando da nação e os grupos subversivos, lembrando-se a morte de Marighella e Carlos Lamarca.
Nas células se reuniam guerrilheiros, e não apenas homens. Existia, por exemplo, Fernanda – uma bela jovem guerrilheira carinhosamente chamada de Nanda pelos companheiros, de olhos esverdeados, voz aveludada e sorriso enigmático. As discussões ali eram amplas e a troca de informações compreendia até a Operação Condor, chamada de Carcará no Brasil. A missão contava com apoio, não escrito, da própria CIA americana e tinha como objetivo a coordenação da repressão aos opositores de suas respectivas ditaduras.
A execução, em circunstâncias muito raras, de um anônimo homem do interior, numa região em que a agricultura era exercida por gente simples que e sem suspeitas, conduz a uma investigação extensa, que envolve interesses e ações internacionais. “O Voo do Carcará” chega, neste ano, às livrarias do Brasil e da pátria-mãe.
Paulo Fernando Silveira, mineiro de Conceição das Alagoas, membro da Academia de Letras do Triângulo Mineiro, advogado por 18 anos, professor universitário, depois de iniciar a carreira como magistrado federal em São Paulo, voltou para o Estado natal, servindo também em BH, Uberlândia e Uberaba no cargo. Sua produção revela um autor consciente, até porque vivenciou, aqui ou em suas viagens internacionais, a aventura à época em que os fatos ocorreram.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83312
De: Consumidor/Engenheiro Data: Ter 15/5/2018 17:36:24
Cidade: Montes Claros/MG
Mensagens 83307 e 83311 - Para dirimir dúvidas sobre as usinas fotovoltaicas de Uberlândia e Pirapora, verifiquei que vários sites divulgaram em 10/11/2017 que a maior usina de energia solar da América Latina fica em Pirapora. Um deles, o G1-Economia destacou: "Conheça a maior usina de energia solar da América Latina, em Pirapora - Quando todo o conjunto estiver em operação, o complexo terá uma capacidade de 400 MW, que poderia fornecer energia para 420.000 casas durante um ano."
https://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/usina-de-energia-solar-de-pirapora-inicia-producao-conheca.ghtml
A diferença da usina de Uberlândia, que está sendo inaugurada hoje, é que se trata da primeira usina fotovoltaica do Brasil com sistema de armazenamento de 1 MW. O Uai/EM diz em título: "Minas ganha usina que armazena energia solar - Pioneiro, empreendimento será acionado em Uberlândia, com proposta inovadora capaz de abastecer a rede de distribuição durante o dia e à noite. Investimento foi de R$ 22 milhões"
- "Até então, todas as usinas que já operam em Minas fornecem energia para a rede durante o período em que a luz solar está presente, mas no momento em que o sistema é mais demandado essa contribuição não pode mais ser dada. Isso, porque a tecnologia opera por disponibilidade, não de acordo com a demanda. Com a nova usina, essa lógica é invertida, já que ela mescla o envio da energia para rede e o armazenamento ao longo do dia com a presença do sol. A partir das 18h a tecnologia permite que seja injetado na rede seu potencial de 1MW por até três horas, justamente o período de maior demanda. Ao todo, a planta fotovoltaica de 300kWp (quilowatt-pico)."
- "A energia gerada é suficiente para atender pelo menos 250 residências com consumo médio de 150 kWh/mês."
https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2018/05/15/internas_economia,958732/minas-ganha-usina-que-armazena-energia-solar.shtml
Para nós, consumidores, o mais importante é que a energia elétrica gerada, transmitida e distribuida seja de alta Qualidade, com baixos índices de interrupções (DEC e FEC), baixo DGC (Desempenho Global de Continuidade) e com tarifas reduzidas.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83311
De: jorge Data: Ter 15/5/2018 08:43:36
Cidade: Montes Claros
E-mail: bananaverde@zipmail.com.br
para Mensagem N° 83307 - O governo de Minas divulgou nesta segunda-feira: "O governador Fernando Pimentel inaugura nesta terça-feira (15/5), em Uberlândia, Território Triângulo Norte, a primeira usina fotovoltaica do Brasil com sistema de armazenamento de 1 Megawatt (MW). O investimento é de R$ 22,7 milhões, sendo R$ 17,5 milhões pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e o restante da Alsol Energias Renováveis, empresa parceira do projeto".

Talvez haja aqui um pequeno equívoco, pois, já está em funcionamento a maior usina de energia solar da América Latina, em Pirapora-MG.
Quando todo o conjunto estiver em operação, o complexo terá uma capacidade de 400 mV, que poderia fornecer energia para 420.000 casas durante um ano. (...)

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83310
De: José Ponciano Neto Data: Ter 15/5/2018 09:13:18
Cidade: Montes Claros-MG
MG-308 13/05/2018 – 19:30: Mais uma morte nesta via que liga Montes Claros a Juramento.

Uma cavalaria que transitava pela estrada pode ter sido a causa do acidente, os motoristas envolvidos afirmaram a mesma versão das testemunhas à policia que acompanhou o caso; duas cavaleiras e um cavaleiro ocupavam uma pista no momento e, um dos motoristas invadiu a contra mão.
O motorista infrator estava aparentemente com sintomas de embriaguez, inclusive o próprio admitiu ter ingerido bebida alcoólica e alegava que invadiu a pista para não atropelar a cavalaria.
No acidente ficaram feridas 05 pessoas, inclusive uma criança de 05 anos. Uma mulher de aproximada 50 anos foi conduzida ao hospital de Montes Claros com ferimentos leves mas, veio a óbito, segundo as informações provavelmente por uma complicação cardiorrespiratória.
O curioso é que a Policia Rodoviária esteve neste mesmo local durante todo o dia fazendo uma Blitz; equipada com bafômetro e vistoriava todos os veículos, assim que encerraram os trabalhos retornaram e logo veio o acidente.

PS: - Cavaleiros em rodovias, principalmente à noite, sempre vêm causando acidentes.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83309
De: Aneilson de sousa Data: Seg 14/5/2018 21:21:24
Cidade: Barro alto_GO
E-mail: APS.futura@gmail.com
Sobre a mensagem de Ildebrando: sou de goiás e conheço muito o norte de MG, especialmente mocity., admiro bastaste!!...sobre os governantes não darem a mínima pra essa região,é muita falta de consideração..fazem promessas de grandes obras que muitas das vezes não saem do papel. O norte mineiro já era pra ser competitivo em igualdade com o triangulo,centro e sul do estado!!!..mas so lembram do norte em ano eleitoral..,pois eleitoralmente é muito grande!..,aí é o momento principalmente do eleitor daí barrarem os "paraquedistas",os que iram fazer "promessas"mirabolantes. O norte mineiro podera e pode ser uma potência: agrícola,tecnológica, indústrial. Basta escolherem melhor seus governantes e reinvidicando maior presença na região....
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83308
De: Analista Data: Seg 14/5/2018 17:14:28
Cidade: Montes Claros/MG
"Seg 14/05/18 - 8h - Ao receber flores da PM de S. Paulo, mãe PM justifica sua decisão de atirar contra o assaltante na porta da escola";"Seg 14/05/18 - 12h - Preso que recebeu indulto pelo Dia das Mães e outro assaltante invadem casa e trocam tiros com o dono, delegado da Polícia Federal, que morreu" - Duas situações diferentes tiveram desfechos diferentes, em que participaram dois policiais treinados, sendo que ambos reagiram aos assaltantes. No caso da mãe PM, o assaltante agiu sozinho e ela não correu risco de morte, ao contrário do Delegado da PF, que foi vítima de pelo menos 2 assaltantes, tendo sido baleado e morto. Aqui vale ressaltar a orientação da Polícia Militar de Minas Gerais, para nós, cidadãos comuns, do bem, que buscamos nos proteger como podemos, com cercas elétricas, concertinas, alarmes e câmeras, portas, portões e janelas sempre bem trancados: se for assaltado, não reagir, até que os legisladores tornem mais severo e eficaz o Código Penal. Enquanto isto, vamos rezando sempre, pedindo ao Senhor que nos proteja.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83307
De: Hildebrando Data: Seg 14/5/2018 10:44:30
Cidade: Montes Claros
O governo de Minas divulgou nesta segunda-feira:

"O governador Fernando Pimentel inaugura nesta terça-feira (15/5), em Uberlândia, Território Triângulo Norte, a primeira usina fotovoltaica do Brasil com sistema de armazenamento de 1 Megawatt (MW). O investimento é de R$ 22,7 milhões, sendo R$ 17,5 milhões pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e o restante da Alsol Energias Renováveis, empresa parceira do projeto".

Acontece que não é a rica Uberlândia que tem uma das maiores cotas de sol do planeta.

Pedras de Maria da Cruz é uma das regiões mais citadas.

É o Norte de Minas que detém, muito acima, esta riqueza incalculável - sol abundante. Mas, não recebe nada, é ignorado. Segue ignorado. Em apenas alguns momentos o Norte foi reconhecido como parte de Minas.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83306
De: Manoel Hygino Data: Seg 14/5/2018 07:03:24
Cidade: Montes Claros
O fenômeno Joaquim Barbosa

Manoel Hygino

Vai-se afunilando o fluxo de candidaturas à presidência da República, o mais conturbado processo de escolha de pretendentes à chefia do Executivo nacional até hoje. Um dos mais fortes quase concorrentes, um ex-presidente, se encontra preso em Curitiba e é tido como fora do páreo, se chegar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
O segundo concorrente seria o atual ocupante do Palácio do Planalto, sucessor da impedida ex-presidente, inclinada a uma vaga no Senado. Suspeitas e investigações sobre atos e episódios ilícitos na gestão Michel Temer inibem definições do eleitor a seu favor. Mal acompanhado, pesam contra seu nome as sucessivas denúncias de acusações a assessores mais próximos, inclusive ex-ministros.
Joaquim Barbosa, aposentado no Supremo Tribunal Federal, decidiu não disputar, após filiar-se ao PSB. Foi peremptório: “está decidido. Após várias semanas de muita reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Não pretendo ser candidato a presidente da República. Decisão estritamente pessoal”.
O ex-presidente do STF, mineiro de Paracatu, terra ancestral do estadista Afonso Arinos, autor do projeto de lei que fulminou com o racismo no Brasil, como disse o confrade na AML Pedro Rogério Moreira, seria agora a esperança para muitos brasileiros, principalmente depois de sua séria condução do processo do mensalão.
A política, como lamentava Magalhães Pinto, é como nuvem, e assim flui. As opiniões sobre Joaquim Barbosa são múltiplas, algumas sublinhando sua dignidade, sua isenção, outros dando realce à sua maneira estouvada de manifestar-se. Não há novidade. Nasceu no sertão, filho de operário, assinala o desassombrada – expressão do interior mineiro, numa cidade em que se fabricava pinga Paracatulina, que não sei se ainda existe.
Pedro Rogério, acima mencionado, fez suas observações: “sábios da velha ordem que está sendo desmantelada pela força da opinião pública que sustenta a ‘Lava Jato’ decifram o enigma Joaquim Barbosa, assemelhando-o à figura de Jânio Quadros aprimorado à era digital. Jânio inventou a vassoura para ‘limpar a bandalheira’, dizia o jingle de sua vitoriosa campanha.
Barbosa, contemporâneo de nossa época, brandirá o sucessor da vassoura, o aspirador de pó ético, agora conhecido pelo nome de Ministério Público, instituição que moldou o viés jurídico do provável candidato. O paralelismo com o intransigente Jânio é aceitável, mas acaba aí. São homens diferentes na sua composição moral e ética. Torço para a decifração da velha ordem estar errada, pois o Brasil não merece mais sobressaltos, não pode ter mais sobressaltos, como os que atropelaram o Brasil na Era Jânio”. Diria eu: muita gente boa agora votará em branco.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83305
De: MARCELO EDUARDO FREITAS Data: Sáb 12/5/2018 13:53:43
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
E-mail: delegadomarcelofreitas@gmail.com
A DEMOCRACIA AINDA É A MELHOR OPÇÃO!

* Marcelo Eduardo Freitas

O filósofo americano Reinhold Niebuhr nos ensina que a capacidade do homem para a justiça faz a democracia possível, mas a inclinação do homem para a injustiça faz a democracia necessária.

É nesse contexto que acabo de ler, minutos antes de escrever estas provocações, uma reportagem retratando que, entre os anos de 1974 e 1979, o então presidente do Brasil, General Ernesto Geisel, sabia e autorizou a execução de opositores durante a ditadura militar. Tal constatação, ao que se denota, foi verificada em memorando escrito pelo diretor da CIA, em 11 de abril de 1974, dirigido ao então secretário de Estado dos Estados Unidos à época, e somente agora revelado por aquele país.

Os fatos são muito graves e escancaram que, nas ditaduras, as liberdades individuais são estranguladas e tudo é possível para a construção de um determinado objetivo, ainda que vidas de inocentes sejam solenemente retiradas.

"Acorda, amor/Eu tive um pesadelo agora/Sonhei que tinha gente lá fora/Batendo no portão, que aflição!" Estes versos são da canção "Acorda, Amor", também conhecida como "Chame o Ladrão", de autoria de Chico Buarque de Holanda. No entanto, quando gravados pela primeira vez, no LP "Sinal Fechado", de 1974, foram atribuídos a um desconhecido, chamado Julinho da Adelaide.

Em verdade, mais que um pseudônimo, Julinho da Adelaide foi um artifício de que Chico Buarque se utilizou para burlar a implacável censura que lhe impunha o governo militar do Brasil da época, evidenciando, mais uma vez, a tristeza de uma ditadura e o valor de uma democracia, cujos direitos são ressalvados e a liberdade de expressão é proporcionada aos seus cidadãos.

A definição etimológica de democracia é governo do povo, sendo este a base para a organização dessa forma administração. Contudo, para o poder emanar do povo, há que se ponderar que todos os indivíduos que o compõem sejam iguais e livres para agir e se manifestar, havendo um “nivelamento dos cidadãos”, tornando-os semelhantes no contexto do debate público.

O escritor Robert A. Dahl, em seu livro “Sobre a Democracia”, publicado originalmente em 1998, traduzido em 2001 pela Editora UnB faz um ensaio sobre o que vem a ser democracia, “encarado como um sistema político que tem, em suas características, a qualidade de ser inteiramente ou quase inteiramente ‘responsivo’ a todos seus cidadãos, sendo o tipo ideal de forma de governo e entendida em duas dimensões: contestação pública e inclusividade.”

Assim, a democracia vem sendo o maior avanço que um país pode ter em sua forma de governo desde que as liberdades e garantias individuais e sociais começaram a ter maior espaço com o fim das ditaduras militares nas décadas de 80 e 90 e o fim do bloco comunista soviético.

Nesse sentido, atrelada aos direitos e garantias individuais e sociais, a democracia proporciona um ambiente para o cidadão desenvolver suas potencialidades, garantindo e resguardando seu direito à vida, liberdade, igualdade, propriedade, entre outros mais.

A constitucionalidade dos atos do governo, as eleições justas, livres e diretas, a liberdade de expressão, a ampliação e diversificação das fontes de informação, a autonomia das instituições, associações e sindicatos, a cidadania inclusiva, tudo isso é uma conquista evidente da democracia, que possibilitou a ascensão do indivíduo, frente aos arbítrios de determinado governante.

Segundo a Comissão Nacional da Verdade, durante o regime militar houve cerca de 434 mortes e desaparecimentos, pessoas que, considerando-se oprimidas, reagiram à forma de governo. Muitos deles jovens universitários que levantaram a bandeira da igualdade e liberdade.

Democracia é oportunizar a todos o mesmo ponto de partida. Quanto ao ponto de chegada, depende de cada um.

A maior desgraça da democracia é que ela traz à tona a força numérica dos idiotas, que são a maioria da humanidade. Nesse sentido, permite, nessa forma de governo, que esses idiotas exerçam os direitos democráticos; sendo um deles, o direito de ser votado.

Contudo, por mais que proporcionou essa “voz” aos idiotas, a democracia possibilitou visibilidade aos excluídos e humilhados, gerando pleno exercício do poder pelo povo, garantindo a possibilidade de não ser submetido a determinado arbítrio de certos governantes e a capacidade e obrigação desse povo em tomar decisões e não ser visto apenas como mero “espectador”.

Para finalizar essa peroração, não poderia deixar de citar a célebre frase de Winston Churchill, primeiro ministro do Reino Unido, durante a Segunda Guerra Mundial: “A democracia é a pior forma de governo, exceto todas as outras que têm sido tentadas de tempos em tempos.” Sendo assim, A DEMOCRACIA AINDA É A MELHOR OPÇÃO!

(*) Delegado de Polícia Federal e Professor da Academia Nacional de Polícia
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83304
De: Manoel Hygino Data: Sáb 12/5/2018 07:09:26
Cidade: Belo Horizonte
Tudo segue como dantes

Manoel Hygino

Aconteceu em abril. O presidente da República sancionou, sem vetos, projeto que endurece penas para roubos e furtos, como os de caixas eletrônicos com uso de explosivos. Os delitos passam a qualificados, com prisão de 4 a 10 anos. O furto e roubo dos respectivos equipamentos também aumentam o tempo de prisão. O roubo com emprego de armas de fogo cresce dois terços da pena e, se houver lesão corporal grave, a punição será de 7 a 18 anos.
Não me parece que a simples divulgação da notícia intimide os bandidos, a julgar pelo que se vê e se ouve pela mídia. No mês passado, um mineiro condenado a 236 anos de prisão, foi recapturado em São Paulo.
Iria submeter-se a uma plástica no rosto, sendo detido ao entrar num hospital. O dito cujo escapara da penitenciária de Juiz de Fora, em janeiro, e pretendia não mais ser reconhecido. Condenado 36 vezes, envolvera-se no tráfico de drogas em Contagem e ameaçara policiais, o que constitui imprudência, no mínimo. Agora é prisioneiro em Pouso Alegre. Alegre?
Criminoso não tem medo. O que se verifica no Rio de Janeiro, com a intervenção federal na Segurança, demonstra-o de maneira tácita. Prova está, por exemplo, no que aconteceu, há dias, com a torcida organizada do Vasco, em que se incluem marginais. Estes entraram em confronto com a Polícia Militar, obrigando a paralisação do jogo com o Cruzeiro. Os PMs tiveram de usar gás de pimenta e os pais, que ousaram ir à partida levando crianças de colo, tiveram de refugiar-se nas cabines de imprensa. No segundo tempo, formaram-se novos focos de confusão na arquibancada e a polícia foi novamente acionada. Afinal, essa gente o que quer? Futebol ou tumulto? Violência?
Em todos os estados e no Distrito Federal, em áreas urbanas ou rurais, corre-se risco de ser atacado por delinquentes armados. O número deles, muitas vezes, é superior ao dos contingentes dos postos ou delegacias policiais. Como bandido nada tem a perder, tudo é válido. Crueldades são praticadas, e o abominável se vai tornando corriqueiro.
Há casos quase inacreditáveis. Foi preso no Norte de Minas um cidadão suspeito de participação em sequestro, roubo a banco e assassinato de um delegado no interior da Bahia. Detalhe: era cadastrado com dois números de telefones celulares e com o CPF do próprio presidente da República.
No dia 8, anunciou-se que os Correios fecharão 513 agências no país, com demissão de 5.300 servidores. A explicação é de que se pretende diminuir o número de postos de atendimento. Aliás, eles têm sido um dos alvos preferenciais dos bandidos no interior. Em Montes Claros houve cinco assaltos em um mês.
O brasileiro, a se levar em conta os fatos mais recentes, deve assumir a posição do médium e escritor, também apresentador de televisão, Luiz Gasparetto, falecido em São Paulo. Ele confessava: “não tenho medo de morrer porque convivo com fantasmas o dia inteiro”. É o que ocorre diariamente nas cidades ou nos campos.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83303
De: Polícia Militar Data: Sex 11/5/2018 15:28:57
Cidade: Montes Claros
(...) A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) lança nesta sexta-feira (11), às 16 horas, em todas as regiões do Estado, a Operação Tiradentes II, uma estratégia do Conselho Nacional de Comandantes Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares do Brasil (CNCG) para promover a segurança para todos os cidadãos e garantir a manutenção da ordem pública. Além de Minas, a ação acontecerá, durante 24 horas, em todo país e será realizada simultaneamente pelas Polícias e Corpos de Bombeiros Militares.
A Operação “Tiradentes II” será desenvolvida de acordo com as peculiaridades de cada Estado. Em Minas Gerais, as ações da Polícia Militar acontecem em todas as regiões, nos locais previamente identificados pela corporação. Serão empregados vários esforços de efetivo, viaturas, aeronaves, drones, canil e cavalaria, realizadas ações pontuais de repressão qualificada à criminalidade por meio do policiamento ostensivo geral e especializado, ocupações de centros comerciais, policiamento nos principais corredores e reforço de operações preventivas. A operação será também mais um reforço do policiamento diário lançado pela corporação.
O lançamento da Operação Tiradentes II em Montes Claros será na Praça dos Jatobás, no bairro Morada do Sol. Parte do efetivo e viaturas que serão empregadas na referida operação estarão no local.
Os resultados parciais da Operação Tiradentes em Minas Gerais serão divulgados pela PMMG nos canais de relacionamento com a imprensa. Já o balanço final tanto de Minas Gerais quanto dos outros Estados será divulgado pelo CNCG, em Brasília.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83302
De: Alice, uma mãe Data: Sex 11/5/2018 14:59:14
Cidade: M. Claros

O desarmamento absoluto da população, privada de se defender da ousadia cada vez maior dos bandidos, continua fazendo vítimas por toda a parte, em acontecimentos muito iguais.

Os bandidos chegam armados, audaciosos, sabem que não vão encontrar resistência, fazem o que querem, roubam, matam e ficam impunes.

É este o caso que envio, de um promissor rapaz em cidade do centro de Minas, rapaz que hoje está sendo velado numa comunidade toda ela vestida de preto, em veemente e pungente protesto.

Peço que publiquem, para que mais e mais pessoas se previnam para o que acontece atualmente, e que pode chegar à casa de qualquer um.

Por favor, publiquem também o vídeo e a foto do jovem, morto pelos assaltantes:

O Tempo - "TERROR NO INTERIOR - Trio assalta cinco lojas de cidade mineira em uma mesma noite e mata empresário - Dono de uma farmácia em Maravilhas, na região Central do Estado, foi assassinado com um tiro na barriga depois de reagir a um assalto - AILTON DO VALE - Vestidos de preto e com as portas de aço das lojas abertas apenas pela metade em sinal de luto. Essa foi a forma encontrada pelos comerciantes da pequena cidade de Maravilhas, na região Central de Minas, para lamentar nesta sexta-feira (11) a perda do jovem empresário Kleyson Vera, dono de uma farmácia no município.
O empresário foi assassinado com um tiro na barriga ao reagir a um assalto na noite dessa quinta-feira (10). Os suspeitos são três adolescentes que teriam sido localizados e apreendidos pela Polícia Militar (PM) na manhã desta sexta em Pitangui, na região Centro-Oeste do Estado. Até o momento, no entanto, a corporação não confirmou a informação e não deu detalhes do caso.
Segundo os moradores de Maravilhas, antes de matar o empresário, o trio de adolescentes “tocou o terror” na cidade de aproximadamente 7 mil habitantes. Ao todo, eles roubaram cinco lojas em uma mesma noite: uma papelaria, uma livraria, uma sorveteria, um supermercado e a farmácia de Kleyson Vera.
“Maravilhas é uma cidade pequena então todo mundo se conhece. Estamos todos indignados com a série de assaltos, mas principalmente com a morte dele. Trabalhamos todos de preto em solidariedade à família e também para cobrar justiça”, ressalta Jane Guimarães, de 42 anos, que trabalha no supermercado que foi assaltado pelo trio.
“O que mais nos deixa indignados é que logo, logo os assassinos estarão soltos. Para tirar a vida de alguém, eles são homens, mas para ficar presos são tratados pela Justiça como menores. Isso é o que mais causa revolta na gente”, completa.
Outra comerciante do município Marluce Paula Guimarães, de 35 anos, conta que Kleyson Vera era um homem dedicado ao trabalho que deixou a cidade de Pitangui há cerca de dois anos para “ganhar a vida” em Maravilhas. Ainda segundo ela, o empresário deixou dois filhos gêmeos de quatro anos.
“Ele era um jovem trabalhador muito educado e gentil. Uma pessoa muito querida por todos da cidade e certamente pela família. Tinha duas criancinhas. Tudo isso é muito triste para nós. Essa manifestação de luto dos comerciantes é o mínimo que podemos fazer por ele”, disse Marluce.
O assalto
Um vídeo gravado por uma câmera de segurança da farmácia, que circula nas redes sociais, mostra que os três criminosos entraram na loja armados com pistolas por volta de 18h30. Dois deles apontaram as armas para a cabeça de Kleyson Vera enquanto o outro pegava o dinheiro no caixa.
O empresário agarrou um dos adolescentes pelo pescoço, mas levou um chute do menor que estava ao lado do comparsa. Sem êxito, ele recuou e deu as costas para a dupla. Nesse momento, o bandido que foi agarrado tentou disparar várias vezes contra o homem, mas a arma falhou. Kleyson Vera partiu para cima dele novamente e teve início uma luta corporal.
Ao verem a briga, dois criminosos correram para fora da farmácia deixando o outro para trás, que apertou o gatilho de novo. Dessa vez, no entanto, a arma funcionou atingindo o abdômen de Kleyson Vera. O empresário foi socorrido ainda com vida para um hospital de Sete Lagoas, também na região Central de Minas, mas morreu no caminho.
O velório de Kleyson Vera aconteceu nesta sexta, em Maravilhas, entre 12h30 e 13h30. O corpo será enterrado em Pitangui às 17h."
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83301
De: claudio Data: Sex 11/5/2018 10:46:45
Cidade: Montes Claros
A (...), chegou em Montes Claros, com a promessa de um preço mais atrativo para o consumidor. O que muitos não sabem é que a empresa recebeu uma série de benefícios fiscais, diferentemente das outras empresas do comércio local. Sendo assim, teremos uma situação inédita, uma grande empresa de outra cidade praticando preços atrativos para o consumidor final e um número enorme de pequenos e médios comércios locais, que penam em cumprir suas obrigações tributárias e fiscais, simplesmente fechando as portas e gerando um grande número de desemprego. O consumidor final precisa saber disso e decidir se vale a pena a economia pessoal em detrimento da manutenção de milhares de empregos locais.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83300
De: Paolo Data: Sex 11/5/2018 09:58:42
Cidade: M. Claros
A abertura (segunda-feira) em M. Claros da segunda grande loja da Tambasa - a primeira funciona em BH - atualiza a cidade, e toda a região que ela lidera, com o que há de ponta no alto comércio.
Os 25 mil itens espalhados por corredores de prateleiras, além de induzir o preço para baixo em centenas de produtos, faz com que a população não precise mais se deslocar aos grandes centros para comprar produtos atualizados, e com preços competitivos.
A loja funciona onde antes era a fábrica de óculos da Sion, no chamado trevo da Sion, na parte alta de M. Claros.
Assim, vai ficando mais nítido o que é a parte baixa, a área original, histórica de M. Claros, e a cidade alta, novíssima, que se encaminha para o platô do aeroporto.
M. Claros, mais uma vez, assume a liderança da extensa região que vai de Belo Horizonte a Salvador, na Bahia. Uma vastidão de mil quilômetros.
Ainda recentemente, o grupo Villefort inaugurou mais uma de suas grandes lojas em M. Claros, também na cidade alta. Funciona onde o Makro esteve por quase 10 anos, na Avenida Magalhães Pinto, quase chegando ao aeroporto.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83299
De: Petrônio Braz Data: Sex 11/5/2018 07:36:03
Cidade: Montes Claros/MG
E-mail: petroniobraz25@gmail.com
Depois de ler um artigo de Manoel Hygino dos Santos sobre notícias veiculadas pelos meios de comunicação focas em sua quase totalidade em corrupção, desvio de dinheiro público, perturbação da ordem pública, e no fato que também já informei de que estou, na atualidade, preferindo nas horas de folga jogar xadrez contra o computador em lugar de ligar a televisão para ouvir notícias, ocorreu-me uma ideia, que vou levar à diretoria da ACLECIA – Academia de Letras, Ciências e Artes do São Francisco: Prestar uma homenagem póstuma, no aniversário da Academia em Outubro próximo, em nome da cultura regional à honestidade pública de um homem, que foi Prefeito por dois mandatos, em São Francisco: Pedro Mameluque Mota. Sou talvez uma das últimas testemunhas oculares de sua vida pública. Não iremos misturar política com cultura, mas cultura com honestidade administrativa e assim prestaremos um serviço à formação cultural de futuros políticos regionais.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83298
De: Manoel Hygino Data: Qui 10/5/2018 19:36:10
Cidade: BH
Finalmente, a Faculdade

Manoel Hygino

Abrir ou não abrir novos cursos de medicina? Eis a questão que se pôs à discussão nacional, o que, no fundo, é bom, porque os grandes problemas têm de ser examinados e debatidos em nível amplo, não se restringindo ao interesse de pessoas ou grupos. Medicina é saúde e vida, envolve o país como um todo e todos devemos perceber sua importância para o homem que aqui nasce ou decidiu aqui habitar.

A moratória de cinco anos que se quer estabelecer para instalação de novos cursos, como pretendida pelo governo, há de ser avaliada sob muitos ângulos e aspectos. A criação de novas escolas de formação profissional universitária não diz respeito só à necessidade de preparar jovens para o exercício da atividade de sua inclinação e vocação. O futuro de gerações está em jogo, assim como a de um país com as nossas dimensões e a grandeza de sua responsabilidade no contexto internacional.

Uma comissão ministerial virá conhecer mais de perto a Santa Casa de Belo Horizonte, primeira instituição da área de saúde da capital mineira, inaugurada em 1897, e que aguarda aprovação do MEC para seu curso de medicina. Hoje, a instituição mantém, dentre outros misteres, o maior estabelecimento prestador de serviços do SUS no Brasil, com um hospital central habilitado à internação e assistência de mais de mil pessoas. Muitos de seus médicos já são professores de faculdades, e agora poderão também exercer o magistério em sua própria casa.

Em 1911, quando se lançou a pedra fundamental, na avenida Alfredo Balena, da primeira faculdade de medicina de Minas Gerais, hoje da UFMG, o presidente do Estado era Bueno Brandão, que compareceu à solenidade. Cícero Ferreira, primeiro médico de BH, dos quadros da Santa Casa, lembrou que em nosso Estado a ideia da fundação de uma Escola de Medicina vinha do tempo em que “os destinos do Brasil se achavam manietados aos da velha metrópole”.

Declarou: “só nos resta darmos parabéns a nossa estrela por ter sido a nossa geração a executora destas ideias. No corpo clínico, que constitui consagração da futura faculdade, não falta fé, que é a propulsora dos grandes cometimentos”. “Temos reunidos, no momento atual, os elementos de êxito e a pátria mineira pode agora repousar tranquila e assegurada. A última de suas independências, que era a independência intelectual, há de ser conquistada...”

O grande Miguel Couto, paraninfo da solenidade, fez aplaudido discurso, sentenciando que “um instituto desta ordem é uma casa de ensino e de trabalho, segundo a fórmula – ensinar trabalhando, no laboratório e no hospital, ou melhor no laboratório dentro dos hospitais, para que o estudante, desde o momento em que lhe acudiu a ideia de exercer a medicina, se compenetre de que a nossa arte está toda na observação, aliando a ciência à caridade, se já é uma forma de caridade aprender em uns para acudir os outros”. É chegada, mais uma vez, a hora longamente esperada.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83297
De: José Ponciano Neto Data: Qui 10/5/2018 16:08:11
Cidade: Montes Claros - MG
ÁGUA

Por mais 30 anos a Copasa vai explorar os serviços de Água e Esgoto em Montes Claros e municípios.
A Câmara Municipal de Montes Claros autorizou a Prefeitura de Montes Claros (poder concedente) firmar Convênio com a Copasa (concessionária) para três décadas.

Entre as CONDICIONANTES está o cumprimento da Lei Estadual 12.503, de 1997, conhecida como “Lei Piau”, que obriga as concessionárias de energia e exploração de água a repassarem 0,5% da sua receita corrente a contrapartidas ambientais.

A Copasa já vem demonstrando a preocupação com a questão, uma vez que, a água é um bem comum e de suma importância para o desenvolvimento industrial e comercial para esta metrópole nortemineira e outras cidades operada pela concessionária.

As contrapartidas ambientais pela exploração do recurso se fazem por meio de programas próprios com ações preservacionistas tais como: “Cultivando Água Boa”, o “Pró-Mananciais” e o “Projeto Chuá nas Escolas”.

O Pró-Manancial tem na sua concepção a cultura de sustentabilidade; as ações de sensibilização, a mobilização e educação ambiental; a valorização dos saberes e crenças das comunidades; estimulo às mudanças de hábitos e costumes; a ética do cuidado; a construção coletiva do sentimento de pertencimento à micro-bacia e a macro-bacia hidrográfica e a responsabilidade compartilhada.

Através de um Comitê denominado de Colméia – Coletivo Local de Meio Ambiente vem implantando ações de proteção e preservação ambiental para recuperar os recursos naturais das bacias hidrográficas sujeitas à exploração para o abastecimento público. As diretrizes da Copasa são fundamentadas em programas anteriores e na legislação estadual.
Este programa de Proteção de Mananciais já contempla 205 cidades no estado desde 2011; na nossa região já contempla as bacias hidrográficas de Coração de Jesus – Juramento – Lagoa dos Patos e Montes Claros, inclusive com varias ações no Parque estadual da Lapa Grande.

A assinatura do Convênio foi uma decisão acertada pelos poderes; logicamente, com as águas dos Rios Pacui e São Francisco irão resolver a demanda de consumo em Montes Claros por muitos anos.

José Ponciano Neto.’. é Tec. em Meio Ambiente e Recursos Hídricos
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83296
De: Câmara Municipal Data: Qui 10/5/2018 13:31:30
Cidade: Montes Claros
Contrato entre Município e Copasa é aprovado, por unanimidade, pela Câmara - Os quatro projetos (...) foram aprovados na reunião ordinária desta quinta-feira (10). Entre as propostas está a P.L. nº 31/2018, que autoriza o Poder Executivo a celebrar Convênio de Cooperação com o Estado de Minas, prorrogando por mais 30 anos a concessão de água e esgoto à Copasa. O projeto foi votado em regime de urgência (...)
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83295
De: Alberto Sena Data: Qui 10/5/2018 06:42:13
Cidade: Montes Claros
Carta às suas excelências bandidas

Alberto Sena

Não há por que chamar de Suas Excelências bandidos. De nada adianta eles meterem-se dentro de um terno e se engravatarem para não parecerem bandidos, porque o são, de espírito, mente e corpo. E em primazia.
As Suas Excelências de terno e gravata são as mais bandidas dentre todos os bandidos aprisionados ou em liberdade. É de encabular o quanto são. Quem tem consciência tranquila não entende como é que Suas Excelências bandidas conseguem pôr a cabeça no travesseiro e dormir sono honesto. Duvidamos que estejam conseguindo dormir naturalmente, sem o auxílio de soníferos. Em sã consciência achamos Suas Excelências bandidas serão vítimas de si mesmas. Será que não têm noção alguma do mal que fazem ao roubarem o dinheiro público e com a cara de pau maior do mundo se apresentarem à sociedade como se fossem gente ética ocupada com o bem-estar do povo? Querem enganar a quem? A justiça? Só porque ela tem os olhos vendados? Mas todo o povo brasileiro está vendo.
As Suas Excelências bandidas não têm “desconfiômetro” para perceberem que não dá para engolir gente desse tipo. As Suas Excelências bandidas só olham para o próprio umbigo e também dos apaniguados. Não podem sequer pôr o pé na rua sem correr o risco de serem apedrejadas ou “ovacionadas”. Desde que não seja com ovo caipira, tudo bem. Suas Excelências não terão saúde para usufruir de tanto dinheiro roubado da mão de quem padece toda sorte de dificuldade. Tiraram da boca de milhões de brasileiros o rango de todo dia – será que Suas Excelências não enxergam isso, ou fazem de conta que não, para não terem pesadelos mais frequentes?
Se não fosse Suas Excelências bandidas, o Brasil seria considerado hoje País de Primeiro Mundo. A montanha de dinheiro saída pelo ladrão daria para transformar a Nação de modo a não haver necessitados.
Enquanto Suas Excelências estão se banqueteando, será que não sentem nenhum remorso, quer dizer, incômodo no estômago quando veem imagens de crianças padecendo fome? Pais de famílias desempregados; jovens, adultos e anciões morrendo à míngua porque Suas Excelências e suas mãos cheias de dedos bandidos se metem nos cofres públicos com voracidade, sem que pensem no dia de amanhã.
Ninguém vive para semente. Suas Excelências haverão de passar – ainda bem – e se creem ou não, um dia terão de dar conta de toda a bandalheira praticada em vida. Se a justiça dos homens falha em quantidade, a Justiça divina não. E na hora do pegar para capar, Suas Excelências não terão outras Suas Excelências para livrá-las de punição.
Em verdade, em verdade, Suas Excelências não dignificam nem a roupa que vestem nem a comida que comem. Consideram-se poderosos, mas não honram nem as calças que vestem. Historicamente arderão na fogueira da opinião pública juntamente as suas gerações, porque nos anais da República estarão registrados os malfeitos urdidos na calada das noites. Suas Excelências que enviaram fortunas em dinheiro alheio para os paraísos fiscais haverão de arder no fogo dos infernos porque fizeram o Brasil dar passos para trás ao manterem os brasileiros na ignorância para mais facilmente manipularem-nos.
Apesar de tudo que fizeram de mal ao Brasil e aos brasileiros, é chegado o momento do despertar. Suas Excelências tão dependentes de votos para sobreviverem, não serão reeleitos e não sendo de fato irão amargar o ostracismo político, mas não se safarão da justiça dos homens porque não terão mais salvaguardas.
As Suas Excelências bandidas são como os porcos em chiqueiros de antigamente. Estão chafurdando na lama, ricos do dinheiro público, mas nada ficará encoberto e haverão de lamentar pela eternidade adentro por terem praticado tanta crueldade, quando tudo tinham para serem colocados em pedestais.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83294
De: Soares Data: Qua 9/5/2018 14:27:45
Cidade: M. Claros
O lendário TG 87 de Montes Claros, turma de 1969, tem formação, daqui a pouco, para honras fúnebres. Morreu o atirador Abreu, Paulinho Abreu, e o sepultamento está marcado para as 15h30m, chegando ao novo cemitério da cidade por volta das 16h. O fazendeiro e empresário Paulinho Abreu, que gozava de excelente saúde, ficou sem voz há poucos dias e morreu num quadro de pneumonia. Em continência, a turma de 1969 dele se despede - do atirador 176, do pelotão Osório, do sargento Marcos. Um bom amigo, sempre.
Quanto ao mítico Tiro de Guerra 87: desapareceu no início dos anos 70, com a chegada do 55º Batalhão do Exercito. Alguns milhares de jovens, sempre aos 18 anos, passaram por suas fileiras, numa camaradagem que o tempo não dispersou. O quartel, que foi na Praça da Estação, transferiu-se para a antiga Vila Ipê em meio aos anos 60. Está lá, transformado em escola. Em madrugadas frias, muito ao longe, era possível ouvir: “Avante camaradas, ao tremular do nosso pendão. Avante, sem receio, que em todos nós a Pátria confia...”
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83293
De: Márcio Data: Qua 9/5/2018 10:43:28
Cidade: Montes Claros
No cruzamento de duas das mais movimentadas avenidas de Montes Claros - confluência das avenidas Mestra Fininha e Sanitária - uma frondosa árvore simplesmente desapareceu. Existia na noite de segunda-feira. Desapareceu no curso da noite escura. Quando a terça-feira surgiu, havia apenas o toco, serrado, quase rente ao asfalto. Era árvore sadia, soberba, generosa na sua sombra. O que aconteceu com a árvore que existia na confluência das avenidas Mestra Fininha e Sanitária? Mistério. O toco está lá.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83292
De: Manoel Hygino Data: Qua 9/5/2018 07:39:21
Cidade: Belo Horizonte
A chave de tudo

Manoel Hygino

Otacílio Negrão de Lima é o nome da via pública que contorna a Lagoa da Pampulha. Prefeito de Belo Horizonte no tempo em que Benedito Valadares governava Minas Gerais, deixou marcas de sua gestão na municipalidade belo-horizontina, com obras importantes. Entre elas, a construção da represa da Pampulha, que visava aproveitar a água para abastecer a população.
Bom lembrar. Otacílio chefiou o Executivo duas vezes, a seguinte por eleição popular, depois de conseguir simpatia e apoio exatamente pelas anteriores realizações. No segundo mandato, construiu o Teatro Provisório, no Parque Municipal, que passaria a chamar-se Francisco Nunes. A capital estava sem uma casa de espetáculos à altura da expectativa e dos foros de cultura conquistado, já que o prédio do Teatro Municipal, na rua da Bahia com Goiás, fora vendido. O sonho era um novo Municipal, em outra área, bela ideia de Juscelino, empreendedor nato e corajoso.
Quando JK assumiu a prefeitura, por insistência de Benedito, tinha o propósito de um projeto de um teatro moderno. A situação havia mudado muito, e a obra no Parque Municipal, de alto custo, foi interrompida e aguardou até que Israel Pinheiro, o construtor de Brasília, chegasse ao Palácio da Liberdade. Novas ideias tinham surgido e, assim, nasceu o Palácio das Artes, de que tanto a capital imaginada por Aarão Reis se orgulha.
Mas JK já implantara uma obra portentosa, que tanto destacou Belo Horizonte no cenário internacional. Tratava-se do conjunto arquitetônico da Pampulha, aproveitando o que legara Otacílio. O empreendimento ganhou reconhecimento mundial pela Unesco, ao consagrá-lo como patrimônio cultural. Quando o jogo era permitido no Brasil, gente de todo o planeta se deslocava para o Cassino, não apenas uma casa de diversão, mas também de expressão artística. Os cantores mais populares e conceituados do Brasil, das Américas – de Hollywood inclusive – e da Europa por aqui passaram.
A Pampulha se transformou em cartão-postal de Belo Horizonte, mas sofre os ininterruptos impactos do crescimento da população, mal preparada, ou sem preparo, para sensibilizar-se com a herança recebida e a preservação de um patrimônio, que temos de transferir aprimorado às futuras gerações.
A região é pródiga em atrações outras, como a Cidade Universitária, os estádios esportivos, o Jardim Zoobotânico. Contudo, a degradação é notória e não se pode culpar apenas a administração da cidade pela situação a que chegou aquele pedaço de Belo Horizonte.
A Pampulha cresceu e, com ela, o lixo nas ruas, os despejos na lagoa, cujo destino é muito nobre para merecer tanto desprezo. Recordo e transcrevo o escrito por Le Corbusier, há muito tempo: “a arquitetura preside os destinos da cidade. Ela ordena a estrutura da habitação, esta célula básica do tecido urbano, cuja salubridade, alegria e harmonia são submetidas às suas decisões (...) Ela dispõe os prolongamentos das casas, os lugares de trabalho, os espaços destinados a descanso. Ela estabelece a rede de circulação que põe em contato as diversas zonas. A arquitetura é chave de tudo”.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83291
De: José Ponciano Neto Data: Ter 8/5/2018 12:13:44
Cidade: Montes Claros-MG
CONCESSÃO DA COPASA

Depois de rápida reunião ordinária nesta terça-feira (08/05) na Câmara Municipal de Montes Claros; ficou para Quinta-Feira (10/05) a decisão para a aprovação do contrato de prorrogação por 30 anos da concessão de água e esgoto de Montes Claros.

Todo processo já esta concluído entre as partes – concedente e concessionária – com algumas mudanças recomendadas pelo Ministério Público, mas, ainda depende da concordância da Câmara conforma os trâmites legais.

Após o pedido de vista de cinco vereadores, por unanimidade houve um consenso entre os eles para que todos possam analisar o substitutivo apresentado pelo executivo que não estavam no escopo do contrato.

Todos os parlamentares deixaram claro que não estão sendo influenciados por nenhum colega da casa para votar contra ou a favor do contrato. Alguns externaram as suas expectativas com relação o atendimento da Copasa nas Comunidades rurais e distritos.

(*) José Ponciano Neto é Cidadão montesclarense e Técnico em Recursos Hídricos
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83290
De: Câmara Municipal Data: Seg 7/5/2018 20:23:57
Cidade: M. Claros
A Câmara Municipal de Montes Claros promoveu, nesta segunda-feira (07), reunião para discutir sobre a regulamentação sonora ambiental na cidade.
Estiveram presentes o vereador proponente do debate, Wilton Dias (PSH); O presidente da Casa Legislativa, Cláudio Prates (PTB) e o vice, Idelfonso da Saúde e o vereador Júnior Martins (PPS); o Procurador do Município, Otávio Rocha; técnicos da Secretaria de Meio Ambiente (SEMMA) e o chefe da Pasta, Paulo Ribeiro; a Polícia Militar do Meio Ambiente e do Corpo de Bombeiros e pastores das igrejas evangélicas.
Na oportunidade, foram pontuadas as propostas da SEMMA, bem como as considerações dos líderes religiosos.
De acordo com o secretário do Meio Ambiente, Paulo Ribeiro, são contabilizadas mais de 400 igrejas evangélicas na cidade. A maioria não está regularizada.
“A poluição sonora é um problema na cidade, sendo registradas inúmeras denúncias referentes a essas igrejas. O que estamos propondo é a assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que em 90 dias elas se adaptem à lei. Estabelecemos um prazo antes de efetuarmos uma nova fiscalização. A secretaria está a disposição para o que for necessário. A intenção não é punir, mas fazer com que a lei seja cumprida”, diz.
A ideia é compartilhada pelo presidente da Câmara Cláudio Prates (PTB). Ele afirma que o objetivo é resolver a demanda da população de forma igualitária. Para isso, a lei deve ser seguida.
“Ao caminhar de forma correta, elas vão cumprir o papel de evangelizar, sem incomodar”, pontua.
Entre as reivindicações está no direcionamento da medida para todos, além do aumento do limite de som.
“O pedido é que os decibéis passem de 60 para 80 e que a fiscalização seja destinada a toda a população, sem distinção de grupos. É certo que algumas igrejas exagerem, mas é importante ter coerência na hora de aplicar as multas”, como disse o pastor João, que afirmou que as igrejas são as mais afetadas.
Ao fim do debate, o vereador Wilton Dias (PHS) destacou que as considerações serão levadas ao conhecimento do prefeito Humberto Souto, de modo que sejam avaliadas e acrescentar ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83289
De: Angela Data: Dom 6/5/2018 21:04:41
Cidade: M. Claros
Pela segunda noite, vem um barulho de show, forte, do lado da Unimontes, e que pela segunda noite seguida incomoda grande parte da cidade, desobedecendo as leis. Alguém precisa lembrar aos educadores, mestres em alguma coisa, que eles também estão debaixo das leis, sujeito às leis. Preferencialmente devem dar o exemplo. E as leis não permitem que se perturbe impunimente o restante da comunidade. (...)Caso o barulho não venha da Unimontes, o argumento serve da mesma forma para os seus responsáveis. Pedimos o cumprimento das leis que protegem a saúde de todos.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83288
De: Ângela Data: Dom 6/5/2018 11:47:17
Cidade: M. Claros
02/05/18 - 21h42 - Barulho sem fim: "A população pode fazer denúncias na Secretaria do Meio Ambiente, pessoalmente, na avenida José Corrêa Machado, 900, Bairro Ibituruna, ou através do telefone (38) 2211-3338. A Polícia Militar também pode ser acionada, através do telefone 190"

Infelizmente, registro: A cidade barulhenta teve uma noite de gala desde a noite de ontem e durante toda a madrugada deste domingo. Um show, ou coisa parecida, lá pelos lados da Unimontes, sacudiu a parte oeste da cidade. Depois, tivemos mais demorado barulho (carros de som, gritos, uivos, guinchos) no infatigável "triângulo da impunidade", ao redor daquele (...) e do barzinho ao lado que funciona no passeio, na rua. Torcemos piamente para que as leis sejam aplicadas e triunfem na defesa da população, e na preservação da saúde da população. Aplaudimos o esforço das autoridades.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83287
De: Petrônio Braz Data: Dom 6/5/2018 03:46:02
Cidade: Montes Claros/MG
E-mail: petroniobraz25@gmail.com
Teoria da Recepção

Petrônio Braz

Sempre costumo dizer que são as ideias que conduzem o mundo, mas não é esse o pensamento de Fernando Pessoa. Ele afirmou que “as sociedades são conduzidas por agitadores de sentimentos, não por agitadores de ideias. Nenhum filósofo fez caminho senão porque serviu, em todo ou em parte, uma religião, uma política ou outro qualquer modo social do sentimento”.
Todavia, no aristotelismo, o princípio que faz com que alguma coisa se torne aquilo que é, determinando sua constituição e suas características essenciais é a ideia. É a ideia que provoca o sentimento. O sentimento é sensibilidade, disposição para se comover.
Pelo correio recebi o livro “Cidade do Bonfim” de autoria do desembargador Lúcio Urbano Silva Martins, consócio do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, em edição de luxo, em papel “couchet” brilhante, que retrata as famílias e as pessoas ilustres da Cidade do Bonfim. Um livro para guardar e pesquisar, quando necessário.
Com o livro, veio uma carta que me sensibilizou, que feriu o sistema límbico de meu cérebro, onde os sentimentos são processados: “Prezado Dr. Petrônio Braz. Com prazer, li “Serrano de Pilão Arcado”, que muito me agradou. Já o conhecia pelo seu “Direito Municipal na Constituição”. Mando-lhe “Cidade do Bonfim”, de minha autoria, que conta a história da cidade, “célula mater” do “Mérito Paraopeba”, fundada pelo Bandeirante Manoel Teixeira Sobreira, em 1675. Note que se cuida de lugar que conta com filhos ilustríssimos. É incrível que cidade do porte de Bonfim tenha tantos filhos notáveis, biografias no livro. Cordialmente Lúcio Urbano Silva Martins”.
A sensibilidade não adveio, necessariamente, dos termos da carta, mas da certeza de que o livro “Serrano de Pilão Arcado” está circulando pelos pináculos mais elevados da cultura brasileira.
Reginauro Silva dá testemunho de que “sem dúvidas, um dos maiores prazeres da escrita é o retorno, a correspondência, a interação com os leitores”. Para que uma obra literária tenha receptividade é necessário que haja uma ação recíproca entre o autor e o receptor da mesma obra (leitor). Quando nos interagimos com um leitor, completamos a relação autor-obra-leitor. O leitor é o mais importante elo da conexão dos três elementos dessa relação.
Observa Marly Gondim Cavalcanti Souza, em tese de doutorado, que “a obra de arte possui múltiplas faces, resultantes da complexidade de campos que se interligam, tanto no momento de sua criação como naquele em que dela se desfruta”.
Objetivando analisar o comportamento do leitor diante de uma obra de arte literária, criou-se a Teoria da Recepção, tendo por objetivo a defesa da soberania do leitor na análise crítica da obra literária. A Teoria da Recepção é um conjunto de regras de análise do fato artístico ou cultural em face do receptor. Nasceu com o trabalho de Hans Robert Jauss, na Alemanha, nos anos sessenta do Século passado, e se desenvolveu nas décadas seguintes.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83286
De: Maria Luiza Silveira Teles Data: Dom 6/5/2018 01:28:11
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
E-mail: mluizateles@gmail.com
NADAMOS NO MESMO RIO

A verdade é que, nos silêncios de nós mesmos, nos bastidores de nossas almas, vamos urdindo as tranças de nossas sagas com os sonhos roçando as estrelas e os pés, tantas vezes, pisando em cardos e solos bastante incertos.
Não há nada de previsível em nossas vidas. Elas simplesmente vão fluindo como os rios em remansos, rochas, abismos e ventanias. Hoje tudo está colorido. O sol brilha radiante. Amanhã, nas trilhas tortas de nossas andanças, as tempestades e as noites negras nos pegam pelo caminho.
Não há como mudar isso. Podemos mudar a nós mesmos, as nossas atitudes, os nossos pensamentos diante dos acontecimentos que, tantas vezes, nos atropelam. Não há, porém, como mudar o curso da vida. Ela é como é: efêmera e em eterna mutação.
Todo ser humano que pensa com profundidade, se dedica à reflexão, é tomado pela angústia. Aliás, a angústia é característica das grandes inteligências, dos gênios, dos artistas. É a angústia que nos leva a criar. A vida aqui é pouco para quem pensa. Por isso existe a Arte e a necessidade da transcendência. Necessitamos explodir de alguma forma e o fazemos num poema, numa pintura, numa escultura, numa música, seja lá como for. A angústia persegue o filósofo e o poeta principalmente.
Somente os bobos são alegres sempre porque vivem na superficialidade. Mas, mesmo esses têm os seus dramas, vivem suas noites de agonia porque a dor não poupa ninguém. A dor nos iguala a todos.
A resplandecência do mundo que nos encanta, ao mesmo tempo, leva aqueles que têm a cognição intrépida a se depararem com as perguntas sem respostas, as dúvidas, as incongruências.
O desconhecido nos fascina e nos atemoriza. É difícil para o ser humano abandonar a sua zona de conforto e segurança. Durante toda a minha vida tenho percebido traços de melancolia e de angústia em todos os grandes homens que conheci no meu dia-a-dia, assim como na História da Humanidade e nos grandes pensadores. Freud e Jung, dois grandes gênios, costumavam desmaiar ao comprar uma passagem de viagem. Nietzsche e Schopenhauer sofriam muito com suas crises de angústia. O grande problema é que nós, pobres mortais, não somos mais que uma mísera partícula no Universo e, no entanto, imaginamos dominar o campo do Conhecimento quando o que sabemos de tudo é apenas uma ligeira fresta da Verdade. Conhecemos a ponta do iceberg.
Acredito sim que a Fé nos sustenta, não a fé cega e pueril de ídolos e rituais, mas a Fé que se alicerça na Lógica e na Espiritualidade verdadeira e profunda. Entretanto, quando se pensa demais, todos nós temos momentos em que titubeamos na própria fé. Por isso a grande maioria prefere fugir de pensamentos profundos e abrangentes. Têm muito medo de perder os alicerces que os mantém e os ajudam a sofrer menos.
A única verdade é que, pensadores ou não, nadamos no mesmo rio. Somos levados pela mesma correnteza. De nada vale pensar que alguns são diferentes de outros. Estamos no mesmo barco. Misturamo-nos ao próprio rio e nos assustamos com a possibilidade de nos perdermos no Oceano. Esse é o grande preço que temos a pagar por sermos animais racionais e os únicos que têm consciência de sua própria morte.
E pior do que isso é ter que viver no meio de criaturas que nem pensam, mas simplesmente se deixam levar pelo pensamento de outros.

Maria Luiza Silveira Teles (membro da Academia Montes-clarense de Letras)
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83285
De: José Ponciano Neto Data: Sáb 5/5/2018 21:06:59
Cidade: Montes Claros - MG  País: Brasil
ACIDENTE FATALNA ESTRADA DE JURAMENTO-MG Motorista morre e caminhonete (Pampa) fica totalmente destruída depois de batida frontal com outra camionete modelo Hilux. Acidente aconteceu perto da comunidade de Ponta do Morro no Km 09 da MG 308 (estrada Montes Claros/ Juramento). O motorista Sr. Otacílio mais conhecido por “Domingão preto”, morreu na tarde deste sábado na MG 308 após a caminhonete dele ser atingida de frente com outra. Segundo informações das testemunhas, a suspeita é de que, o acidente aconteceu devido a alta velocidade da Hilux dirigida pelo o Sr. Geraldo Siqueira, que desgovernou invadindo a contra mão atingindo a Pampa. A caminhonete (Pampa) estava carregada de ração e comida para porcos que ficarão espalhados pela pista. A vítima, que estava sozinha na caminhonete, morreu no local e ficou presa às ferragens. O corpo foi retirado e levado para o IML de Montes Claros. O Sr. “Domingão preto” era mecânico e trabalhou muitos anos no Socorro Abreu na Praça do Santuário e atualmente era comerciante na Comunidade de Ponta do Morro a 800 metros do acidente. O Sr. Geraldo Siqueira é comerciante em Glaucilândia - MG conhecido por todos por “Gegê do açougue”. - Lamento muito o ocorrido devido ambos serem meus amigos e muito conhecidos na região.

(*) José Ponciano Neto .’.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83284
De: Polícia Militar Data: Sáb 5/5/2018 07:07:12
Cidade: Montes Claros
A Polícia Militar, nesta data, 04, por volta das 13h02min, compareceu na Av. Dulce Sarmento, bairro Alto São João, onde, segundo informações, os envolvidos se encontravam em um Cartório, na rua Dr. Veloso, bairro Centro, nesta cidade, momento que a vítima, homem de 22 anos, se sentou e colocou o seu aparelho celular embaixo da coxa. Ao ser chamada para atendimento se levantou e esqueceu o aparelho celular sobre a cadeira; após receber atendimento saiu do local e, ao chegar na esquina, percebeu que havia esquecido o seu aparelho, retornou e perguntou sobre o aparelho, tendo os funcionários do estabelecimento informado que estavam no local 02 (dois) indivíduos, 01 (um) deles conhecido por Ray, garagista, e que, provavelmente, 01 (um) deles teria pegado o aparelho celular. Ainda segundo a vítima tentou ligar para seu aparelho, por várias vezes, contudo este não chamava. A vítima e uma testemunha, ao observarem as câmaras de vigilância do local, observaram quando o indivíduo, posteriormente identificado como L..F. S., 43 anos, pegou o aparelho celular, e saíram a procura da garagem, na Av. Dulce Sarmento. Ao chegarem ao local, a testemunha visualizou L..F. S., momento em que a vítima lhe pediu o seu aparelho celular de volta. Ao receber o aparelho percebeu que ele estava sem a capa de proteção e sem o chip, ocorrendo um atrito verbal entre os envolvidos, tendo a testemunha acionado a Polícia Militar. No local, segundo L. F. S., ele realmente pegou o aparelho celular e como não localizou o proprietário, no momento que o encontrou, retirou e quebrou o chip e jogou a capa protetora fora. Diante do exposto o indivíduo, L..F. S., que possui várias passagens pelos meios policiais, foi preso e conduzido a DP, de Plantão.

***

Estado de Minas - Ambulante famoso por vídeo é detido suspeito de furtar celular -Luiz Ribeiro - O vendedor ambulante Leonardo Ferreira Soares, de 43 anos, virou uma espécie de “celebridade” repentina e foi destaque em programas de emissoras de TV nacionais depois que, em 21 de março, um fiscal tentou apreender os salgados e sucos que ele vendia em uma praça no Centro de Montes Claros, no Norte de Minas, por estar em situação irregular. Pessoas que estavam no local se solidarizaram e compraram tudo que estava a venda, para impedir o prejuízo ao ambulante, que começou a chorar. O fato foi registrado em um vídeo, que viralizou na internet com mais de sete milhões de acessos e causou comoção. Nesta sexta-feira, Leonardo foi protagonista de outro vídeo, mas em uma condição bem diferente: a suspeita de furtar um telefone celular, que o levou à delegacia. O ambulante “famoso” foi conduzido pela Polícia Militar (PM) para a delegacia de plantão, onde o fato foi registrado em um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Por ser um caso de menor potencial ofensivo, ele foi liberado, mas deverá responder por um processo na Justiça, segundo a PM. De acordo com o registro policial, a vítima, um homem, de 22, relata que foi a um cartório na Região Central da cidade e colocou o aparelho celular junto a uma cadeira, debaixo de uma das coxas. Ao ser chamado para o atendimento, esqueceu o aparelho na cadeira. Somente depois de ser atendido e deixar o lugar, sentiu a falta do celular. Ligou para o número do aparelho e as ligações não foram atendidas. Ao retornar ao cartório, o rapaz observou as filmagens do serviço de vigilância, na qual aparece um homem pegando o celular em cima da cadeira, que foi reconhecido como sendo Leonardo Soares. A vítima foi até uma garagem na Avenida Dulce Sarmento, no Bairro São José, onde localizou o ambulante em uma garagem de revenda de veículos. Ele pediu o celular para Leonardo, mas percebeu que o aparelho estava sem chip e sem a capa de proteção. Houve um atrito verbal entre os dois e a Polícia Militar foi acionada. Conforme a PM, ao ser abordado pelos policiais, o vendedor negou que ter cometeu furto e que “ele realmente pegou o aparelho celular e como não localizou o proprietário, no momento que o encontrou, retirou e quebrou o chip e jogou a capa protetora fora”. Com isso, ele foi detido e levado para a delegacia. O relatório da PM informa que Leonardo Soares “possui várias passagens pelos meios policiais". Conforme mostrou reportagem do Estado de Minas, antes de ficar "famoso", o ambulante teve uma vida sofrida. Ele nasceu na zona rural de Coração de Jesus, no Norte de Minas. Foi para São Paulo, onde morou na rua e entrou para o mundo das drogas. De volta a região de origem, conseguiu se libertar do vício, montou seu próprio negócio, mas se afundou em dívidas e perdeu tudo. Após o vídeo do episódio com o fiscal da prefeitura viralizar na internet, Leonardo Soares foi focalizado em reportagens até em veículos estrangeiros. Ele também mereceu destaque em vários programas dominicais de redes de TV nacionais.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83283
De: Petrônio Braz Data: Sáb 5/5/2018 08:35:21
Cidade: Montes Claros/MG
E-mail: petroniobraz25@gmail.com
Mário Genival Tourinho

Petrônio Braz

Observa Huberto Rohden que “o Universo seria incompleto sem o homem. Faltaria o fator autodeterminante, para completar os fatos alo-determinados, extra-hominais. No homem converge a pirâmide cósmica num ápice culminante”.
O primeiro homem veio de uma evolução imperfeita para o perfeito. Sendo o homem a essência do Universo, essa busca da perfectibilidade nele está presente desde toda a eternidade. Está presente na potencialidade evolutiva e se apresenta mais evidente em pessoas privilegiadas.
Os filósofos gregos, especialmente Sócrates, inquiriram sobre o homem, na busca da compreensão do móvel de suas ações. A filosofia colocou o homem no centro de suas discussões, tornando-se uma forma de entendimento da própria vida.
Não precisamos, todavia, do socorro da filosofia para definir Mário Genival Tourinho, sua função social, sua natureza e até mesmo o seu destino. Genival Tourinho é um homem, como são todos os homens. Um homo sapiens, no sentido mais elevado da classificação antropológica. Homem econômico, se ficarmos com Marx, homem instintivo se preferirmos Freud, homem problemático se adotarmos Marcel. Um ser racional e um ser político.
Todo ser humano tem uma trajetória, que se define desde o nascimento. Conheci Genival Tourinho no internato do Instituto Padre Machado, em Belo Horizonte, há algumas dezenas de anos, melhor não dizer quantas, mas foi nos embates da vida pública que nos conhecemos melhor, por comungarmos os mesmos ideais.
Para falar dele ou sobre ele bastaria o uso da memória, que é vida real. Mas foi necessário escrever para lembrar, pois o esquecimento, como afirmou Drummond, ainda é memória. Todavia, não foi necessário o apelo a Marcel Proust para a busca do tempo perdido.
Mesmo a distância, sempre estivemos unidos pela força de um ideal maior: A liberdade e a busca da Justiça. Nosso apego, o apego de Minas à liberdade nos foi legado pelos conjurados do São Francisco, pelos inconfidentes de Vila Rica, pelos indígenas que habitavam nossas montanhas, nossos cerrados e as margens de nossos rios, e lutaram contra o forasteiro invasor ou, quem sabe, pela revolta da própria terra, que se extrai da poesia de Pablo Neruda.
Genival Tourinho é um mineiro que se destacou na tribuna pública do Congresso Nacional, onde revelou a sua personalidade pelas vertentes maiores da coragem e da independência. A coragem, como entendida por Napoleão Bonaparte, não se pode simular; é uma virtude que escapa à hipocrisia. Como mineiro, teve ele, na sua mais autêntica expressão, uma dimensão eminentemente ética e desassombrada. Ele redimensionou os conceitos partidários definindo o seu comportamento por valores pessoais, sempre agindo “sans peur et sans reproche”.
Embora tenha sido autêntico representante da política mineira, Genival Tourinho não se limitou a agir no silêncio dos gabinetes. Revelou-se na tribuna, impulsionado pela pujança de seu temperamento e pelo seu espírito audacioso, em um dos momentos mais difíceis da vida brasileira, anos intranquilos e turbulentos do chamado Período Revolucionário.
Em uma análise mais genérica temos que ver o advogado, o político, o deputado, o administrador do IPSEMG, o Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. A sua trajetória começa com o advogado e está com o advogado, depois de passar por tantos outros Genivais.
Pelo desempenho de suas atividades, pela força de sua mineiridade, está relacionado entre os nomes de maior expressão deste País. Não do Brasil de tanta corrupção, mas do Brasil de Afonso Augusto Moreira Pena, Crispim Jacques Bias Fortes, David Campista, Afrânio de Melo Franco, Pandiá Calógeras, Olegário Maciel, Bernardo Monteiro, Artur da Silva Bernardes, Camilo Pinheiro Prates, Juscelino Kubitschek, José Maria Alkmim, Magalhães Pinto, Tancredo Neves e outros tantos de igual valor, que fizeram o Estado de Minas Gerais respeitado no cenário nacional.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83282
De: Manoel Hygino Data: Sáb 5/5/2018 07:20:58
Cidade: Belo Horizonte
Com a boca na botija

Manoel Hygino

Abre-se o jornal, liga-se o rádio ou a televisão, pode-se mudar o matutino ou o canal, mas não mudam as notícias, principalmente as más, que dominam os espaços nos veículos de comunicação. Suspeições, denúncias, acusações, investigações, apurações – no fundo, mais escândalos nos arraiais da administração pública envolvendo inapelavelmente organizações empresariais.
Já se perguntou: que país é este? Não surpreende mais o crime cometido, qual a gravidade, pois na terra inventada por Cabral (o lusitano) e redescoberta por Cabral (o ex-governador do Rio de Janeiro) o que assusta é o volume dos recursos desviados ou furtados dos cofres públicos ou surrupiados do patrimônio da sociedade, isto é, de todos os que contribuímos para manter o Estado. Agora, os segmentos mafiosos se apropriam do que pertence à sociedade, como se fosse seu.
Quase no final de semana, a Operação “Câmbio, desligo” cumpriu 33 de um total de 46 mandados de prisão preventiva e 53 de busca e apreensão em quatro estados e no Distrito Federal. Objetivava desmontar uma rede de doleiros, especializada em lavagem de dinheiro e evasão de divisas. O esquema permitiu um giro de US$ 100 milhões em um esquema ilícito paralelo aos sistemas bancários oficiais. Afinal, crime pequeno é bobagem.
Pensando em hoje e ontem, recordo Israel Pinheiro, a quem visitei no dia do seu aniversário, em janeiro, em sua modesta casa em caeté, dias antes da posse. Chovera muito e a estrada em construção, que liga a BR-381 à cidade, estava uma lástima. Chegamos à residência em um estado de dar dó, sujos de lama, inclusive o sobrinho do eleito, Raul Bernardo, futuro secretário de governo, que conosco se encontrava. Almoço: feijão, arroz, angu e couve.
Pois bem, fui o último assessor de imprensa de Israel. Constava que, após ser o grande esteio da construção de Brasília, estava rico e se falava abertamente da fortuna que acumulara. Quando saiu do Palácio da Liberdade, tivemos de fazer uma vaquinha para comprar-lhe um automóvel, porque não tinha dinheiro disponível para adquirir um para uso pessoal.
Pois bem. César Prates, companheiro de todas as horas de Juscelino, conta (e Ronaldo Costa Couto, confrade na Academia Mineira de Letras, escreve) que Israel era ótimo. “Qualquer coisa que a gente perguntasse para ele, ouvia primeiro um não... Muito simples e honesto. Certa vez, vi dona Coracy (a esposa) costurando uma calça que ele usava muito. Fiquei pensando: o homem tem tudo na mão e a mulher costurando a calça dele?”.
Antes, surgira na imprensa a notícia de suspeita de uma importação ilegal na pasta da Agricultura, de que era titular seu amigo Evaristo. O governador me chamou e ao secretário de Educação José Maria Alkmim. No terceiro andar do Palácio dos Despachos, deu a ordem: “Você e o Alkmim preparem um pedido de demissão para o Evaristo assinar. Façam um ‘enterro de primeira classe’!”. Assim se fez.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83281
De: Paulo Narciso Data: Sex 4/5/2018 19:49:48
Cidade: Montes Claros

Morreu Décio Gonçalves Queiroz, aos 87 anos.

Foi um dos pais da moderna imprensa de M. Claros.

Imprensa que nasceu em fins do século 19.

Resistiu nas páginas da Gazeta do Norte por toda a primeira metade do século 20. E deu floradas na metade seguinte.

O jornal de Oswaldo Antunes veio imediatamente nos anos 50, e chamava-se "O Jornal de Montes Claros".

"O Diário de Montes Claros", de Décio, desembarcou nos anos 60.

Foram editados corretamente numa cidade que ainda não tinha 100 mil habitantes, mas que consumia quase 7 mil exemplares diários, vespertinos, em 3 edições semanais.

Era tiragem memorável, para tempos heróicos, não inferiores aos de hoje, e talvez muito mais brilhantes.

Tempos inolvidáveis.

Além de ótima circulação para aldeia provinciana e doce, apesar da fama de brava, os 2 jornais ainda produziram uma dezenas de excelentes repórteres e tipógrafos, qualificados.

E quase que morreram juntos, fisicamente, materialmente, depois de décadas de bons e continuados serviços.

Isto é, não morreram - deixaram de circular.

A história de cada um perdurará por muito tempo, porque as produções do espírito não se inclinam à lei da morte, e persistem, e prosseguem, e duram, porque destinados a uma instância superior da vida evanescente.

Mas, esta é outra história, para outra hora.

Hoje, basta dizer que a cidade selou à terra um seu benfeitor, novamente ao entardecer. Décio Gonçalves.

Sempre teve boa saúde, até que o coração precisou ser reparado, há alguns anos. Depois, vieram as dificuldades da idade.

Ontem à noite, noite da quinta-feira 3 de maio, deixou-nos.

Ainda há pouco, voltamos da cerimônia em que o devolvemos ao princípio, e recomeço.

Neste breve, atrasado, tosco, canhestro registro de um personagem que merece mais, é preciso acrescentar:

Décio Gonçalves Queiroz será lembrado.


(PS - Para lembrar. Décio partiu no mesmo dia em que uma mãe, durante assalto diurno a clínica médica, ajoelhou-se para proteger com o corpo a filha de colo.

Significa que a luta de tantos anos foi insuficiente para fazer recuar a barbárie. Aí também é preciso recomeçar, e lutar outro tanto, e isto o faremos, debaixo do seu exemplo).
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83280
De: Estado de Minas Data: Sex 4/5/2018 08:12:20
Cidade: Belo Horizonte
Suspeito de matar delegado usava celular com nome e CPF de Temer - Luiz Ribeiro - 03/05/2018 – - Foi preso em Montes Claros (Norte de Minas), um homem, suspeito de ter participação em sequestro, roubo a banco e do assassinato de um delegado no interior da Bahia e que cadastrou dois números de telefone celular com o nome e o CPF do presidente Michel Temer. Guilherme Silva Fraga, de 27 anos, usava os aparelhos para manter contatos com os comparsas. Ele foi detido em operação desencadeada pela Polícia Civil da Bahia e de Minas Gerais nesta semana. O suspeito tem uma ficha policial na qual consta também o envolvimento assaltos a bancos, explosões de caixas eletrônicos e seqüestros. O presidente da República não teria sofrido nenhum prejuízo direto pelo uso indevido do nome dele e do CPF.O delegado de Investigações Especiais, Herivelton Ruas Santana, da da Polícia Civil de Montes Claros, informou que Guilherme Fraga foi levado para Vitória da Conquista (BA), onde está recolhido. Dois integrantes do mesmo bando foram localizados em São Paulo, onde trocaram tiros com a policia. Um deles, Thales Deivison Souza, foi morto. O outro, Julio Carlos Pereira Rocha, foi preso. Guilherme Fraga é o suspeito do assassinato do delegado de Barra da Estiva (BA), Marco Antônio Torres. Conforme o delegado Herilvelton Ruas Santana, no dia 9 de abril passado, houve uma tentativa de assalto agência do Banco do Brasil em Barra da Estiva, com o sequestro do gerente da unidade bancária e dos familiares dele. Dois dias depois do ataque ao banco, o delegado Marco Antonio Torres, que investigava o crime, foi morto. O corpo foi encontrado carbonizado dentro de uma caminhonete Hilux, que foi incendiada em uma estrada vicinal, em um matagal. A partir daí, foi montada uma força-tarefa pela Secretaria da Segurança da Bahia para investigar e prender os integrantes da quadrilha de assaltantes de banco, também suspeitos da morte do delegado Marco Antonio. As investigações apontaram Guilherme como líder do grupo criminoso e que ele tinha fugido para Montes Claros. A policia baiana entrou em contato com a Polícia Civil de Minas, sendo montada uma operação conjunta das forças policiais dos dois estados. Guilherme Fraga acabou sendo preso em uma casa alugada no Bairro Sagrada Família, na região Sul de Montes Claros, onde morava sozinho, sem levantar suspeitas de envolvimento com o crime. De acordo com o delegado Herivelton Ruas Santana, o serviço de inteligência constatou que Guilherme Fraga teve dois telefones celulares com o CPF do nome do presidente da República, cujo nome completo é Michel Miguel Elias Temer Lulia. O primeiro deles foi cadastrado em uma operadora na Bahia, em área de DDD “77” e foi encontrado durante as investigações em anotações que pertenciam ao suspeito da morte do delegado e de assaltos a bancos. “Em Montes Claros, encontramos uma agenda com o nome completo e com o CPF do presidente Michel Temer. Também foi localizado um outro telefone celular cadastrado em nome do presidente da República”, informa Herivelton Ruas. O delegado acredita que o marginal pode ter usado o nome e o CPF de Michel Temer para cadastrar os telefones celulares a fim de dificultar as investigações, buscando “blindar” os aparelhos de medidas judiciais para escutas ou interceptações. “Acho que a intenção é que, se fosse pedida uma interceptação do telefone na Justiça, quando percebesse que o aparelho estava registrado em nome do presidente da República, o juiz ficasse impedido de tomar a decisão (pela interceptação), pois o presidente tem foro privilegiado e, neste caso, a medida somente poderia ser adotada com autorização do Supremo Tribunal Federal (STF)”, afirmou Herivelton Ruas. O policial disse ainda que não se sabe até o momento como o suspeito Guilherme Fraga conseguiu o número do CPF de Michel Temer e cadastrou telefones celulares em nome do presidente da República. “Isso mostra uma certa fragilidade das operadoras e do próprio sistema de controle”, avalia Herivelton Ruas. “Devemos lembrar que o presidente, como consumidor, pode ter feito compra em qualquer loja e fornecido o CPF”, acrescenta delegado.Conforme o delegado, Guilherme Silva Fraga é natural de Montalvânia (extremo Norte de Minas). Uma curiosidade é que o pai dele é vigilante de uma agência do Banco do Nordeste em Montalvânia. Já o delegado Marco Antonio Torres, que teve o corpo queimado dentro de uma Hilux, durante cerca de 20 anos, foi investigador da Polícia Civil em Governador Valadares (Leste de Minas). Ele trabalhava como delegado no interior da Bahia havia 10 anos. O em.com.br entrou em contato com a Presidência da República, que ainda não se manifestou sobre o caso.

***

Hoje em Dia - Suspeito de matar delegado usava telefone em nome de Temer - 03/05/2018 - 19h03 - O homem suspeito de matar o delegado Marco Antônio Torres, que atuava na Bahia, foi preso em Montes Claros, no Norte de Minas Gerais. Ele foi localizado com um celular cadastrado em nome do presidente Michel Temer. O crime aconteceu no mês passado, em Barra da Estiva (BA), onde uma quadrilha especializada em roubo a bancos matou e queimou o corpo do delegado, que investigava os assaltos. Na ocasião, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, as polícias Civil de Minas Gerais e São Paulo descobriram que os suspeitos eram os mesmos do sequestro de familiares de um gerente do Banco do Brasil, também em Barra da Estiva. " O suspeito (preso em Montes Claros) conseguiu cadastrar um número de linha telefônica em nome do presidente da República, Michel Temer. No sequestro, ele também teria cadastrado números de telefones do prefeito de Feira de Santana (BA), José Ronaldo de Carvalho”, disse o delegado, Herivelton Ruas. Em São Paulo, mais dois homens foram presos; um deles reagiu à prisão, trocou tiros com a polícia e foi morto. A Polícia Civil acredita que outros envolvidos serão localizados nos próximos dias. Os policiais apreenderam ainda um veículo Hyundai I30, que teria sido usado nas ações criminosas.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83279
De: Polícia Militar Data: Sex 4/5/2018 10:05:50
Cidade: Montes Claros
A Polícia Militar ontem, 03, por volta das 13h07min, compareceu na BR 365, Km 14, em Monte Sião, na zona rual desta cidade, onde, segundo a vítima (homem de 84 anos), por volta das 11:00 horas, chegaram em sua residência 02 (dois) indivíduos, em uma motocicleta, ambos de capacetes e questionaram-na sobre o que fazer para chegarem em Canto do Engenho; após explicar-lhes saíram e, em seguida, retornaram, com os rostos cobertos, estando um deles armado com 01 (um) revólver e o outro com 01 (um) facão, anunciaram o assalto, renderam-na e à sua esposa, exigiram armas e armas e dinheiro e subtraíram, aproximadamente, R$300,00 (trezentos reais), em dinheiro; e 02 (duas) espingardas, sendo 01 (uma) tipo polveira, de fabricação artesanal; e 01 (uma) cartucheira calibre .32. Após revirarem toda a residências, deixaram-nas trancadas em um dos quartos da residência, evadiram e ainda não foram localizados.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83278
De: Polícia Militar Data: Sex 4/5/2018 09:29:53
Cidade: Montes Claros
A Polícia Militar ontem, 03, por volta das 09h21min, compareceu na Av. Cula Mangabeira, bairro Cidade Santa Maria, nesta cidade, em uma clínica, onde, segundo as vítimas se encontravam no local, quando adentraram 02 (dois) indivíduos, estando 01 (um) deles armado com 01 (uma) arma de fogo, anunciaram o assalto e subtraíram 01 (um) cartão de lotação do idoso, cartões do SUS, cartão da Igreja Assembleia de Deus, 05 (cinco) aparelhos celulares, R$800,00 (oitocentos reais),em dinheiro e, documentos pessoais. Após o roubo evadiram em uma motocicleta Yamaha YBR, cor azul, que se encontrava estacionada nas proximidades e ainda não foram localizados. No local foi apreendido 01 (um) capacete, deixado por um dos autores. Foi apreendido ainda 01 (um) boné, que, segundo informações os autores teriam perdido, no itinerário da fuga, quando evadiam em alta velocidade na motocicleta.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83277
De: Manoel Hygino Data: Sex 4/5/2018 07:37:51
Cidade: Belo Horizonte
Segurança e estabilidade

Manoel Hygino

Jornal de Porto Alegre, em edição de 29 de março, trazia na manchete da primeira página: “A seis meses da eleição, país vive tensão com violência política”. Era Quinta-feira Santa, e a Folha de São Paulo advertia: “Lula encerra sua caravana pelo Sul sob novo protesto”.
Efetivamente, a nação se inquieta continuamente com acontecimentos e fatos políticos, com decisões da Justiça, logo revogadas por recursos, que não permitem sequer o cidadão assimilar seu efetivo conteúdo e suas repercussões. A mais alta corte de Justiça do país, a sua vez, se tornou alvo de restrições, como jamais houvera neste país.
Dizer-se que tudo se processa em obediência ao Estado democrático de Direito constitui uma verdade precária, pois contenta somente alguns que ocupam altos cargos e defendem certas causas e interesses. Não resultam em contentamento da população, perdida como cego em tiroteio.
O clima é denso e algo tenso, quando se constata a cada dia e hora a violação de direitos consagrados, dentre os quais o de ir e vir e o de propriedade. Aliás, o desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, doutor pela UFMG, professor universitário, Rogério Medeiros Garcia de Lima, recorda em artigo, publicado em jornal paulista, na semana passada: “o sólido e milenar sistema jurídico da Inglaterra”, de que ”se orgulham os cidadãos ingleses porque garante segurança jurídica e confere estabilidade econômica no país”. Este resulta daquele.
A propósito, evoca Lord Tom Bingjam, falecido em 2010, autor do já clássico “The Rule of Law”, que reúne a concepção jurídica do Estado de Direito, de que tanto se ouve falar por aqui, sem que muitos saibam exatamente do que se trata. Em síntese:
Ninguém será punido, castigado corporalmente ou privado de seus bens, a não ser em caso de violação do Direito vigente; a violação será apurada pelos tribunais ordinários, jamais por um tribunal composto de juízes escolhidos para julgar segundo o interesse do governo; os juízes devem ser independentes e imparciais. O jurista inglês completa, citado Thomas Ruller, que é do século 17–18: “você nunca será tão alto, a lei está acima de você”.
Eis a questão essencial. Para grande parte de nosso povo, há magistrados falando demais, inclusive ilustres membros do Supremo. Esse falatório gera dúvidas e apreensão, quando ao tribunal cabe contribuir para a paz social. O ex-ministro do próprio STF Eros Grau, aliás, alerta: “submetemo-nos ao poder exercido pelo Estado moderno em troca de garantias mínimas de segurança, por ele bem ou mal asseguradas. Sem a culpabilidade e a previsibilidade de comportamentos instalados pelo Direito Moderno, o mercado não poderia existir”. Para ele, não mais vivemos um “Estado de Direito”, pois submissos a um “Estado de Juízes”.
Destaca ainda: “Os juízes não fazem justiça! Vamos à Faculdade de Direito aprender direito, não justiça. Justiça é como a religião, a filosofia, a história. (...) Assim é o juiz: interpreta o direito cumprindo o papel que a Constituição lhe atribui”.
Tudo o que ficou dito acima alerta para a hora que atravessamos, cuja harmonia tanto depende de nossos magistrados e respectivos Conselhos – nos dois sentidos.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83276
De: Polícia Militar Data: Qui 3/5/2018 10:57:05
Cidade: Montes Claros
A polícia procura 04 homens suspeitos de envolvimento em um roubo à mão armada consumado a estabelecimento comercial ocorrido à av. Governador Magalhães Pinto, no bairro Jaraguá, às 17h42 de ontem, 02Mai. Segundo relatos das vítimas, 6 homens, com idades entre 21 e 52 anos e uma mulher de 52 anos, encontravam-se no local quando foram surpreendidos por 04 indivíduos que adentraram ao comércio e, de arma em punho, anunciaram o roubo, subtraindo dinheiro, aparelhos de telefone celular e joias das vítimas e da empresa. Equipe policial chegou ao local e realizou o cerco e bloqueio até a chegada do reforço porém, antes disso, os infratores perceberam a aproximação da viatura e saíram do local, pulando muros. Na fuga, eles dispararam contra os militares que, para repelir injusta agressão e danos à incolumidade física das demais pessoas, efetuaram disparos. Ninguém ficou ferido. Os infratores se homiziaram em um matagal e não mais foram vistos. Durante o rastreamento foi localizado um revólver calibre .32, marca Taurus, 01 relógio, um aparelho de telefone celular, certa quantia em dinheiro e outros objetos produtos do crime. Os infratores responsáveis por este crime são procurados.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83275
De: Prefeitura Data: Qua 2/5/2018 20:00:33
Cidade: Montes Claros
Prefeitura de Montes Claros fecha o cerco contra o barulho - Som volante é responsável pela maioria das reclamações na Secretaria do Meio Ambiente - A Prefeitura de Montes Claros, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, coibirá o barulho excessivo provocado principalmente por carros de som que fazem propaganda pelas ruas da cidade. Agentes municipais foram treinados para operar o decibelímetro, aparelho medidor do nível de pressão do som. Inicialmente, serão feitas orientações e, em caso de reincidência, os infratores serão multados, conforme determina a lei.
O secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Paulo Ribeiro, atribuiu as reclamações por parte da população à poluição sonora, que é a “inimiga”, muitas vezes invisível, mas que pode causar estresse, insônia e outros problemas de saúde. Segundo ele, as reclamações referentes ao barulho, feitas junto ao setor de fiscalização, representam a maioria das queixas que chegam à Prefeitura.
A restrição abrange ruas, veículos, espaços privados de livre acesso ao público, inclusive locais onde ocorrem festas e eventos com música eletrônica, como chácaras, sítios ou galpões. Quem descumprir a regra fica sujeito a uma multa, além de haver risco de apreensão do aparelho de som ou veículo.
Para o proprietário da empresa Bike Som, Sueldo Gonçalves Figueira, a atitude da Secretaria municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, de primeiro conversar com os proprietários dos veículos, antes de autuar, depois fazer o cadastramento de todos os proprietários de carros de som, foi a melhor alternativa. “Fomos convocados para participar de uma reunião, muito proveitosa, e que serviu para nos esclarecer sobre a importância do cumprimento da Lei, sem prejuízos aos profissionais que prestam este serviço. Além do mais, o cadastro servirá para identificar quem infringir a lei”, disse Figueira.
A população pode fazer denúncias na Secretaria do Meio Ambiente, pessoalmente, na avenida José Corrêa Machado, 900, Bairro Ibituruna, ou através do telefone (38) 2211-3338. A Polícia Militar também pode ser acionada, através do telefone 190.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 83274
De: Manoel Hygino Data: Qua 2/5/2018 07:19:20
Cidade: Belo Horizonte
Sem ordem, nada feito

Manoel Hygino

O Brasil tem mais de 8 milhões de quilômetros quadrados de extensão, informação que restou grudada à memória desde os tempos de ensino elementar. São hoje mais de 200 milhões de habitantes, que enfrentam inúmeros problemas e fazem reivindicações, o que é direito de todos.
No entanto, por múltiplas razões que não cabe detalhar, as demandas não podem ser resolvidas de uma hora para outra, mas há pessoas e grupos que se aproveitam da situação para, sob o vulnerável manto de agilização de soluções, incitarem à violência ou à prática de atos ilícitos, sob desígnios incompatíveis com nossos foros de civilização. Só se alcançará progresso efetivo e duradouro, ou perene talvez, dentro da lei e da ordem.
Teço estas considerações em face dos recentes episódios registrados no Norte de Minas, onde um grupo, que se diz liderado pelo Movimento Nacional dos Trabalhadores Sem-Terra, tentou invadir a Fazenda Bom Jesus, de 200 hectares, na região de Toledo, a cinco quilômetros do perímetro urbano. Acontece que a área era, e é, de propriedade da Codemig, Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais e destinada à implantação de um projeto industrial.
A população local segue o exemplo do passado, desde que ali se estabeleceu Simão Toledo Pizza, descobridor da região. Instalou-se e as gerações seguintes se mantiveram operosas, mas altivas. Foi o que demonstrou agora.
Pormenoriza-se: 80 pessoas tentaram invadir a fazenda, mas foram impedidas por cerca de 120 produtores, designados “Segurança no Campo”. Os sem-terra chegaram de manhãzinha, iniciaram a limpeza do terreno para montagem de barracas. Os produtores se mobilizaram e se deslocaram para lá, levando tratores e veículos para impedir a entrada dos bens dos quase invasores.
O clima, como se havia de esperar, ficou tenso, mas a PM chegou. Um dos proprietários da terra retirou a bandeira do MST do mastro e colocou a do Brasil. Ofensas várias, desavenças, mas diante dos policiais militares voltou a calma. Somaram-se esforços, com participação do Sindicato Rural e da Pastoral da Terra. Os chegantes aceitaram deixar o local pacificamente, dirigindo-se para um acampamento já existente, na Fazenda Sanharó. Um dos fazendeiros declarou: “se os sem-terra tentarem invadir nossas propriedades com violência, teremos que reagir à altura. Não é isso que queremos”.
Outro produtor rural afirmou: “os fazendeiros do Norte de Minas resolveram se unir para defender o direito à propriedade. Não vamos permitir que marginais– os fora da lei – estejam acima dos cidadãos de bem, que trabalham e produzem”.
O produtor Wilker Lima informou que os integrantes do movimento estão sempre atentos à movimentação do MST na região para uma reação rápida. “Nossa arma é a presença nas propriedades”, afirmou Wilker, lembrando que os produtores querem evitar os conflitos com os sem-terra. “Só queremos respeito à propriedade privada no campo, da mesma forma como existem propriedades privadas como casas, apartamentos e terrenos na área urbana”. Ninguém deseja ser surrupiado do que lhe pertence e custou muito esforço e sacrifício.
Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Página Anterior >>>

Abra aqui as mensagens anteriores:


Voltar à Página Inicial

 






Um olhar de Montes Claros sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros


Clique e acesse nosso Twitter
Siga o montesclaros.com


Últimas Notícias

19/05/18 - 18h01
Este noticiário será retomado na segunda-feira, às 7 horas, a não ser que aconteça fato extraordinário

19/05/18 - 18h
Seleção começa a treinar, segunda, na Granja Comary. Viagem para Inglaterra será dia 27

19/05/18 - 17h
Inscritos no Enem têm até quarta-feira para pagar taxa de inscrição

19/05/18 - 16h
Aeronáutica recebe até 12 de junho inscrição de concurso para médicos com 104 vagas

19/05/18 - 15h
Clássico de hoje, entre Atlético e Cruzeiro, tem importância maior para o Galo

19/05/18 - 14h
Manchetes dos jornais: “Planalto admite cortar imposto com gasolina a R$ 4,55” - “Gasolina passa de R$ 5 em BH” - “Banco Central reage à escalada do dólar”

19/05/18 - 13h
Técnico do Atlético revela substituto de Blanco e indica volta de Luan como titular, hoje, contra o Cruzeiro

19/05/18 - 12h30
Estudo francês na Rússia, que guarda dentadura de Hitler, confirma que o ditador morreu mesmo em 1945. “Ele não foi para a Argentina em um submarino, não está escondido em uma base na Antártica, nem no lado oculto da Lua”

19/05/18 - 12h15
Entre domingo e terça feira, temperatura deverá cair 7 graus em M. Claros, com chance de 5mm de chuva

19/05/18 - 11h
IBGE revela que 1 milhão de jovens mineiros, de 15 a 29 anos, não trabalhavam nem estudavam em 2017

19/05/18 - 10h
Mano confirma que Cruzeiro terá jogadores poupados em clássico de hoje contra o Atlético

19/05/18 - 9h27
"Não há hora em que os muitos exemplos de Padre Henrique não assomam as consciências - para impor paradigmas e mostrar o caminho. Padre Henrique vive, e nos segue, e nós a ele. Não estamos sós"

19/05/18 - 9h18
Há exatos 6 anos, às 10h42m: "O tremor de terra de maior intensidade já registrado em Montes Claros foi em 19/5/2012, às 10h42m, no valor de 4,2 graus Richter, conforme..."

19/05/18 - 9h17
"Resta esperança, como diz Isaías Caldeira: “No país das palavras de ordens gritadas por uma minoria que nada produz, ainda há uma maioria que acredita no trabalho e no esforço pessoal como forma de ascensão social pra brancos, negros índios e mestiços”

19/05/18 - 8h05
Economia gerou 115.898 empregos com carteira assinada em abril, melhor resultado para o mês em 5 anos

19/05/18 - 8h
5 crianças e 5 estrangeiros entre os mais de 100 mortos no acidente aéreo perto do aeroporto de Havana, Cuba

19/05/18 - 7h
Casamento do 6º na linha de sucessão da coroa britânica atrai atenção mundial. Noiva, de 36 anos, entrará sozinha para encontrar o príncipe, de 33


18/05/18 - 18h
Amistoso do Brasil contra a Áustria faz CBF alterar data de jogo do Cruzeiro no Brasileirão

18/05/18 - 17h00
Clássicos movimentarão a 6ª rodada do Brasileirão com destaque para Atlético e Cruzeiro

18/05/18 - 16h
Aprovado nos EUA novo remédio que promete prevenir a enxaqueca sem efeitos colaterais

18/05/18 - 15h
Galo aposta na sequência em casa para subir na tabela do Brasileirão

18/05/18 - 14h53
José Dirceu se entrega em Brasília para cumprir pena de 30 anos e 9 meses

18/05/18 - 14h48
Boeing 737, com 107 passageiros, cai depois de levantar vôo em Havana, Cuba

18/05/18 - 14h
Escândalo sexual faz todos os 34 bispos do Chile apresentarem renúncia ao papa. "Colocamos nossos postos nas mãos do Santo Padre"

18/05/18 - 12h53
Tiroteio em escola no Texas, EUA, provocou de 8 a 10 mortes. Dois alunos suspeitos foram detidos. Trump vai ao twitter: "Deus abençoe a todos"

18/05/18 - 12h
Manchetes dos jornais: “Em todo o país, 4,6 milhões desistem de buscar emprego” - “Incerteza cresce e dólar sobe, mesmo após Banco Central segurar juro” - “Desalento recorde diminui o índice de desemprego no país”

18/05/18 - 11h
Vaticano aconselha freiras a usarem redes sociais "com descrição e sobriedade", após protesto na Espanha

18/05/18 - 10h
Meteorologia viu, negou, e hoje voltou a ver chance de chuva em M. Claros, na próxima semana, em pleno maio. Mínima de amanhã pode ser de 15 graus

18/05/18 - 9h
Definidas as regras para portabilidade de conta-salário que entrarão em vigor em julho

18/05/18 - 8h
Cantora Vanusa é internada pela 3ª vez para tratar dependência química e depressão. Emagreceu mais de 30 quilos

18/05/18 - 7h25
"Em Montes Claros, minha cidade natal, em plena luz do dia, numa de suas mais movimentadas ruas, dois assaltantes invadiram uma clínica médica usando armas de fogo e capacete"

18/05/18 - 7h
Prazo para inscrição no Enem termina hoje à noite. Pelo menos 5 milhões já se inscreveram


17/05/18 - 18h
Em 9 dias, Galo acumula 2 eliminações e vê 4 milhões de reais “sumirem”

17/05/18 - 17h
Atrás da Alemanha, Brasil mantém vice-liderança no ranking da Fifa. Argentina é 5ª

17/05/18 - 16h
Técnico do Cruzeiro indica que poupará jogadores no clássico de sábado contra o Atlético

17/05/18 - 15h
Bancos já definiram horário de funcionamento nos dias de jogos do Brasil. Setor público ainda deve decidir

17/05/18 - 14h59
"...prendeu, às 23h54 de ontem, 16Mai, 02 homens suspeitos de envolvimento em um roubo consumado a transeunte ocorrido à rua Santa Maria, no bairro Todos os Santos"

17/05/18 - 14h
Manchetes dos jornais: “Banco Central surpreende e mantém os juros em 6,5%” - “Cenário externo leva Banco Central a manter juro em 6,5%” - “Ministério Público Federal acusa brasileiros de promover Estado Islâmico e planejar ataque”

17/05/18 - 13h
Temperatura foi de 16 graus, hoje, em M. Claros, e pode atingir os 15, nos dias 29, 30 e 31 de maio

17/05/18 - 12h
Falta trabalho no Brasil para 27,7 milhões de pessoas, aponta o IBGE

17/05/18 - 11h
Desclassificação na Copa do Brasil limita chances de Libertadores e deixa o Galo sem 67 milhões de reais

17/05/18 - 10h
Conta de luz da Cemig pode ficar 25% mais cara, a partir do dia 28

17/05/18 - 9h10
"...cria raciocinando e, quem raciocina, resolve intricados problemas subjetivos da razão, dentro da realidade objetiva da matemática"

17/05/18 - 9h
Morre, aos 93 anos, em Petrópolis, a atriz Eloísa Mafalda, a Dona Nenê de "A Grande Família"

17/05/18 - 8h
Com vitória sobre Atlético Paranaense, Cruzeiro fica a um empate de avançar na Copa do Brasil

17/05/18 - 7h41
"O Paraguai tem interesse de que essa infraestrutura seja construída o mais rápido possível para garantir sua ligação com o Brasil"

17/05/18 - 7h
Eliminação do Atlético na Copa do Brasil irrita torcida, que critica diretoria do clube


16/05/18 - 21h07
Greve na Unimontes: "...as aulas referentes ao segundo semestre/2017 serão retomadas na próxima segunda-feira (21 de maio), com encerramento em 30 de junho"

16/05/18 - 18h
Galo desafia a Chapecoense, na casa do adversário, para avançar na Copa do Brasil

16/05/18 - 17h
Quase 60 milhões de reais vão para quem acertar, sozinho, a Mega-Sena de hoje à noite. (Sozinha, aposta de Brasília acertou as dezenas 10, 12, 22, 25, 42 e 54 e levará o prêmio)

16/05/18 - 16h
Cruzeiro enfrenta o Atlético Paranaense hoje e inicia sonho do hexa na Copa do Brasil

16/05/18 - 15h29
Com dados da Emater, Prefeitura de M. Claros divulga: "... no ano agrícola, de 1 de julho de 2017 a 30 de junho de 2018, foram registrados 803,2 milímetros por metro quadrados, bem abaixo da média histórica, 1.077 milímetros"

16/05/18 - 15h
Precisando vencer, Atlético decide hoje, contra a Chapecoense, vaga nas quartas da Copa do Brasil

16/05/18 - 14h
Meteorologia vê até 13 graus nas noites da próxima semana em Montes Claros

16/05/18 - 13h
Notícia de jornal derruba presidente do INSS. Contrato de R$ 8 milhões seria a causa

16/05/18 - 12h
Aposentadoria por idade, sem ir ao INSS, deve começar na segunda-feira e será aprovada por internet e telefone

16/05/18 - 11h
Manchetes dos jornais:“Aposentadoria por idade sem sair de casa começa no dia 21” - “Dólar forte derruba moedas de emergentes” - “Sem dinheiro, governo veta renegociação de dividas rurais”

16/05/18 - 10h
Economia do Brasil encolhe 0,74% em março e fecha 1º trimestre com contração de 0,13%

16/05/18 - 9h
Federação argentina provoca polêmica com manual para conquistar mulheres russas na Copa do Mundo

16/05/18 - 8h
"Juízes suspendem CNH e passaporte de devedores para acelerar pagamento"- revela manchete paulista

16/05/18 - 7h
Coreia do Norte interrompe conversas de paz e coloca em dúvida encontro com os EUA, após exercícios militares


15/05/18 - 18h58
Começa o pagamento do funcionalismo mineiro, mas parte receberá com atraso de mais 2 dias

15/05/18 - 18h
Classificação às quartas da Copa do Brasil valerá mais 3 milhões de reais para o Atlético

15/05/18 - 17h
Enem 2018 passa de 4 milhões de inscritos. Prazo para inscrição terminará sexta-feira

15/05/18 - 16h
Apesar da maratona de jogos, técnico garante que Cruzeiro não vai priorizar nenhuma competição

15/05/18 - 15h
Minas registra, neste ano, 57 mortes por Síndrome Respiratória Aguda Grave. Vacinação segue até 1º de junho

15/05/18 - 14h23
Advocacia Geral da União diz que reforma trabalhista é aplicável a todos os contratos. Parecer será seguido pelo Ministério do Trabalho

15/05/18 - 14h
Atlético mantém no Independência clássico de sábado contra o Cruzeiro pelo Brasileirão

15/05/18 - 13h
Manchetes dos jornais: “Governo proíbe perdão de débito rural que pode chegar a R$ 17 bi” - “Moro condena ex-tesoureiro do PT e mais 12 na Lava Jato” - “Corrupção na Petrobras tem mais 13 condenados”

15/05/18 - 12h
Bancos redefinem seus horários durante os jogos do Brasil, que vão acontecer às 9h, às 11h e às 15h. Veja

15/05/18 - 11h
Frente fria deverá dar sinais em M. Claros de sábado para domingo, mas atenuada: máxima cairá dos 30 para 26 graus

15/05/18 - 10h
Tite afirma que Gabriel Jesus será o próximo capitão da seleção

15/05/18 - 9h
Coreias terão amanhã reunião de alto nível, na fronteira, para avançar no cumprimento de acordos

15/05/18 - 8h
Mano Menezes não confirma Thiago Neves, no Cruzeiro, para jogo da Copa do Brasil

15/05/18 - 7h
Morre, aos 69 anos, Margot Kidder, a Lois Lane de “Superman”


14/05/18 - 18h
Preparação da seleção para a Copa começa, na próxima segunda, na Granja Comary

14/05/18 - 17h
Atlético dá descanso aos atletas antes de jogo decisivo contra a Chapecoense

14/05/18 - 16h
Cruzeiro enfrentará o Atlético Paranaense, pela Copa do Brasil, sem direito à torcida

14/05/18 - 15h
Médico chefe da Al-Qaeda fala em "Cruzada moderna", e convoca guerra contra Israel e EUA. Mortos, hoje, na Faixa de Gaza chegam a 52

14/05/18 - 14h10
Veja quem são os 23 jogadores do Brasil que disputarão a Copa da Rússia. Preparação final começará na próxima segunda



OUÇA E VEJA A 98 FM
Todos direitos pertecentes a Rádio Montes Claros 98,9 FM. O material desta página
não pode ser publicado, transmitido por broadcasting, reescrito ou distribuído
sem prévia autorização