Um olhar sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros
(38) 3229-9800
 
Conheça-nos
Principal
Mural
Eu te procuro
Clamor & Broncas
Músicas de M. Claros
Hoje na história
 de M. Claros
Montes Claros
 era assim...
História
Memorial de
 João Chaves
Memorial de
 Fialho Pacheco
Reportagens
Concursos
Colunistas Convidados
Notícias por e-mail
Notícias no seu site
Fale conosco
 
Anuncie na 98 FM
Ouça e veja a 98 FM
Conheça a 98 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 98
Previsão do tempo
 
Anuncie na 93 FM
Ouça a 93 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 93
Publicidade
 
Wanderlino Arruda
Alberto Sena
Augusto Vieira
Avay Miranda
Carmen Netto
Dário Cotrim
Davidson Caldeira
Efemérides - Nelson Vianna
Enoque Alves
Flavio Pinto
Genival Tourinho
Gustavo Mameluque
Haroldo Lívio
Haroldo Santos
Haroldo Tourinho Filho
Hoje em Dia
Iara Tribuzzi
Isaías
Isaias Caldeira
João Carlos Sobreira
Jorge Silveira
José Ponciano Neto
José Prates
Luiz de Paula
Luiz Ortiga
Manoel Hygino
Marcelo Eduardo Freitas
Marden Carvalho
Maria Ribeiro Pires
Mário Genival Tourinho
Oswaldo Antunes
Paulo Braga
Paulo Narciso
Petronio Braz
Raphael Reys
Raquel Chaves
Roberto Elísio
Ruth Tupinambá
Ruth Tupinambá Graça
Saulo
Ucho Ribeiro
Virginia de Paula
Waldyr Senna
Walter Abreu
Wanderlino Arruda
Web - Chorografia
Web Outros
Yvonne Silveira
 
Atuais
Panorâmicas
Antigas
Pinturas
Catopês
Obtidas por satélite
No Tempo de Lazinho
Estrada Real Sertão
Mapa de M. Claros
 

10/9/2014 -"...teve até o desfile de um mendigo novo, supostamente drogado, que andou pelo centro, o quarteirão fechado da rua Simeão Ribeiro, completamente nu, exibindo-se". A crescente degradação da Praça da Matriz e vizinhança pede:

»1 - Policiamento mais rigoroso
»2 - Redefinição do uso da praça que é o marco zero da cidade
»3 - Outra reforma física
»4 - Maior empenho das autoridades no cumprimento das leis
»5 - Uma recuperação em todos os sentidos

» Ver resultados «




Buscar no Site


Previsão do tempo

Digite uma cidade:

Busca no



 
 



Jornalismo exercido pela própria população



Deixe sua notícia neste Mural, clique aqui para enviar.
(Seja objetivo e escreva no menor espaço possível. Se preferir, coloque seu e-mail; se desejar, coloque também endereço e telefone. As mensagens - preferencialmente de inspiração noticiosa - serão publicadas a critério da redação. Textos que ferem as leis serão sumariamente descartados, assim como mensagens agressivas ou que pretendam apenas criar polêmica e discussão estéril.Pede-se, com empenho, que as mensagens não sejam redigidas em letra de caixa-alta (letras maiúsculas), que em linguagem de internet equivalem a falar gritando. As mensagens aqui postadas não representam a opinião do montesclaros.com; a responsabilidade pertence ao autor da mensagem).



Ir para mensagem N°:
Por data:

Mensagem N° 78941
De: O Tempo Data: Qui 30/10/2014 09:08:03
Cidade: Belo Horizonte
Homem saca R$ 15 mil, reage a assalto e leva tiro na testa em Minas - Vítima está internada em estado grave na Santa Casa; quantia seria para pagamento de funcionários de uma empresa - Carolina Caetano - Um homem de 41 anos está internado em estado grave em um hospital de Montes Claros, no Norte de Minas, após levar um tiro na testa durante um assalto nessa quarta-feira (29). A vítima sacou R$ 15 mil para o pagamento de funcionários da empresa onde trabalha.
De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, uma testemunha contou à corporação que foi até uma agência do Banco do Brasil, no bairro Alto São João, com um outro colega de trabalho. Após sacar a quantia, os homens foram surpreendidos por dois criminosos, que exigiram o malote com o dinheiro.
Nesse momento, a vítima reagiu e entrou em luta corporal com um dos bandidos, que atirou. Depois do crime, os ladrões fugiram e ainda não foram localizados.
O homem foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado à Santa Casa da cidade. Até a manhã desta quinta-feira (30), ele estava no bloco cirúrgico.
A Polícia Civil vai investigar o caso.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78940
De: O Tempo Data: Qui 30/10/2014 08:13:12
Cidade: Belo Horizonte
Caminhão bate em ônibus e deixa quatro mortos e 17 feridos na BR-365 - Segundo polícia, veículo de carga invadiu contramão e atingiu outro veículo; entre os mortos está pelo menos uma criança - Camila Kifer/ Carolina Caetano - Um grave acidente envolvendo uma carreta e um ônibus na noite dessa quarta-feira (29) na BR-365, na altura do KM 27, em Montes Claros, município do Norte de Minas, deixou quatro pessoas e outras 17 feridas. Entre os mortos está pelo menos uma criança.
A colisão frontal entre os veículos aconteceu por volta de 21h. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o caminhão invadiu a contramão e bateu no coletivo, que fazia a linha Pirapora / Montes Claros.
Dez viaturas do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) prestaram socorro às vítimas. Dez feridos foram encaminhados para a Santa Casa de Montes Claros. Conforme assessoria de imprensa da instituição, Gilson Nunes da Silva morreu na madrugada desta quinta-feira (30). Uma mulher e um menino de 6 anos estão em estado grave.
Um bebê e mais dois adultos estão em observação, e as outras três vítimas foram liberadas nesta quinta.
As outras vítimas foram levados para o Hospital Universitário. O estado de saúde delas, assim como a identificação dos mortos não foram divulgados.
O ônibus pertence à empresa União. A reportagem de O TEMPO tentou contato várias vezes com algum responsável do local, mas ninguém foi localizado para comentar o caso.
Por causa do acidente e para a remoção dos corpos, as pistas do trecho foram interditadas. A rodovia só foi liberada por volta das 2h15 desta quinta.
***
Estado de Minas - Acidente deixa pelo menos 3 mortos e 15 feridos na BR-365, em Montes Claros - Pelo menos três pessoas morreram e 15 ficaram feridas na noite desta quarta-feira, vítimas de um grave acidente envolvendo um ônibus e uma carreta. A batida ocorreu na BR-365, altura de Montes Claros, no Norte de Minas Gerais.
Segundo informou a Polícia Militar, o acidente ocorreu por volta das 21h. O Corpo de Bombeiros e o Samu foram acionados e trabalham no socorro aos feridos. A via foi interditada nos dois sentidos e não há previsão de liberação.
O ônibus, que seria da empresa União, seguia de Montes Claros para a cidade de Pirapora. Ainda não se sabe o que teria provocado o acidente.
Ainda não há informações sobre o estado de saúde das vítimas, que foram encaminhadas para hospitais em Montes Claros e Pirapora. Duas crianças e o condutor do ônibus não resistiram aos ferimentos e morreram.
***
Sobe para quatro o número de mortos em acidente na BR-365 - A pista estava escorregadia, sendo que o caminhão invadiu a contramão batendo de frente no ônibus a cerca de 27 quilômetros de Montes Claros, perto do distrito de Canto do Engenho - Subiu para quatro o número de mortos no acidente entre ônibus e carreta na BR-365, em Montes Claros, no Norte de Minas Gerais. Na hora, morreram o motorista do coletivo, Paulo Sérgio Santos Queiroz, 51, um menino de 3 anos e outro homem não identificado. Na madrugada desta quinta-feira, morreu o condutor do veículo de carga, Gilson Nunes da Silva.
O acidente aconteceu por volta de 21h de quarta-feira. Ainda estão internadas 16 vítimas, sendo nove na Santa Casa de Montes Claros e sete no hospital universitário da Unimontes. A batida foi a cerca de 27 quilômetros da cidade, perto do distrito de Canto do Engenho.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a pista estava escorregadia. O caminhão invadiu a contramão batendo de frente no ônibus empresa União que fazia o itinerário Pirapora/Montes Claros.
***
Samu - Unidades do Samu foram acionadas às 21h10 desta quarta-feira, 29/10, para atendimento a vítimas de um acidente envolvendo uma carreta e um ônibus na BR-365, a 27 quilômetros de Montes Claros. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a carreta, com placas de Lagoa Formosa (MG), invadiu a contramão de direção e bateu de frente com o ônibus, que fazia a linha Pirapora/Montes Claros. A pista estava molhada no momento do acidente.
Três pessoas morreram no local, sendo o motorista do ônibus, um homem e uma criança que ainda estão sendo identificadas pela Polícia. A informação inicial é que os dois não eram passageiros do ônibus, mas ainda não é possível precisar se estavam na carreta ou se sofreram atropelamento. O motorista da carreta, Gilson Nunes da Silva, de cerca de 39 anos, foi encaminhado em estado grave ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu durante a madrugada.
No total, 17 pessoas ficaram feridas, muitas delas presas às ferragens e, após serem retiradas pelos bombeiros, receberam os primeiros atendimentos no local pela equipe médica do Samu e foram encaminhadas a hospitais de Montes Claros.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78939
De: Siméia Oliva Data: Qua 29/10/2014 23:57:58
Cidade: Montes Claros/MG  País: Brasil
E-mail: olivasimeia@gmail.com
Acidente grave envolvendo Ônibus e carreta acabou de ocorrer na Br 365. a 27 km de Montes Claros, no trevo da comunidade Canto do Engenho. Sabe-se que tem muitas vítimas fatais e grave.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78938
De: weber Data: Qua 29/10/2014 23:43:28
Cidade: minas  País: u
E-mail: weber@hotmail.com
Onibus da união acaba de bater de frente com caminha no trevo de claros dos poçoes
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78937
De: Alexsandro Data: Qua 29/10/2014 23:17:48
Cidade: Goiânia GO  País: Brasil
E-mail: alexsantos12102@gmail.com
Grave acidente agora a pouco com ônibus da União que seguia de Montes Claros para Pirapora, no momento três vítimas fatais.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78936
De: Caio Data: Qua 29/10/2014 23:10:59
Cidade: Moc/MG
Onibus da uniao com carreta. Antes da entrada de coracao de jesus. Colisao frontal agora. Acabou de ocorrer um grave acidente na BR-365, a 27 km de Montes Claros, no trevo da comunidade Canto do Engenho. Colisão entre carreta e ônibus com múltiplas vítimas. Unidades do Samu estão a caminho e ainda não temos mais informações, mas, a princípio, trats-se de um acidente de grande proporção. Urgente: Motorista do ônibus faleceu. Crianças também. Sem números de óbitos do acidente.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78935
De: Neia santos Data: Qua 29/10/2014 22:43:37
Cidade: montes claros  País: Brasil
E-mail: neiavendasmoc@yahoo.com.br
Acidente grave a pouco na br 365 com um ônibus, várias pessoas mortas e feridas.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:





Mensagem N° 78933
De: Gissele Niza - Coletiva Polícia Federal - Operação de Combate a Pedofilia Data: Qua 29/10/2014 14:11:15
Cidade: Montes Claros
A Polícia Federal de Montes Claros realiza hoje mais uma operação contra pedofilia na região.
O delegado da PF, Pedro Dias, concederá entrevista coletiva às 15hrs, na sede da DPF (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78932
De: Polícia Militar - 11ª RPM Data: Qua 29/10/2014 14:08:46
Cidade: Montes Claros
Roubo agora no bairro São João, na Av,.Geraldo Athayde, altura do número 745. Um homem foi alvejado com um tiro na testa ao resistir a um roubo e se negar a entregar um malote aos infratores. SAMU e Polícia Militar encontram-se no local, estando a vítima em estado grave. Só há estas informações até o momento.


Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78931
De: Isaias Caldeira Data: Qua 29/10/2014 11:28:08
Cidade: Montes Claros-MG.
E-mail: isaias.caldeira@yahoo.com.br
Engenheiros políticos e a falta deles

Isaias Caldeira

Neste momento político , com o Brasil dividido não só eleitoralmente, mas passionalmente, com um ódio entre classes sociais que beira àquelas situações extremas, onde a chama do dissenso apresenta-se como o estopim ao enfrentamento fratricida entre os nacionais, é preciso buscar os exemplos de homens que, a despeito dos métodos e das diferenças ideológicas, buscaram o caminho do consenso, num diálogo político que preservasse os interesses do País. Sei que minha abordagem pode ser polêmica, mas nunca me ative ao aplauso fácil ou tergiversei em minhas convicções, hauridas estas na permanente observação dos acontecimentos e no sentimento de justiça para com os homens em geral e dos que foram personagens da nossa história política, com destacada atuação no nosso destino. O General Golbery do Couto Silva, apodado de “ O Bruxo” por seus desafetos e “ O Mago” por seus admiradores, ideólogo da doutrina de segurança nacional, teve relevante papel no regime militar instalado no País a partir de 1964 e foi fundamental para a restauração da democracia do Brasil, com a abertura política iniciada por Ernesto Geisel e consolidada no governo do Gel. Figueiredo. Coube a Golbery o afastamento do centro de poder e isolamento dos radicais de direita, refratários às medidas liberalizantes no campo político, inclusive da anistia, construindo pontes com a oposição, num diálogo que na maioria das vezes dava-se em movimentos sibilinos, incompreendidos por muitos, longe dos holofotes e da mídia, para não despertar reações dos adversários das negociações, no caso os radicais de ambos os campos políticos, da situação e oposição. Homem de destacada cultura e imenso patriotismo, além de sua exemplar atuação política, que o fez merecer de um dos ícones da esquerda beletrista, o cineasta Glauber Rocha, o epíteto de gênio da raça, deixou-nos uma monumental obra geopolítica , onde traçava os caminhos a serem percorridos pelo País em suas relações com o mundo, especialmente a America Latina. Parcela da oposição radical tudo fez para desmerecê-lo , face ao ódio cego ao homem que era o estrategista do regime militar, não reconhecendo sua atuação serena e equilibrada, na permanente restauração dos postulados democráticos, mas de forma lenta e gradual, para não melindrar companheiros de farda “ equivocados mas patrióticos”, no dizer do então Presidente Geisel. Aos poucos, já no governo Figueiredo, implementou a anistia política e a volta de lideranças expatriadas pelo regime, possibilitando com sua atuação que a sucessão presidencial se desse dentro de um clima político tranqüilo, com a ascensão de Tancredo Neves ao cargo de Presidente da República,escolhido pelo Congresso Nacional. Nunca lhe prestaram os tributos devidos. Naquele tempo, por conta da antipatia devotada pela oposição, que via nele o maior obstáculo à conquista do poder, como ideólogo do regime, e hoje em face da prevalência do ideário esquerdista, com um nítido viés revanchista, reescrevendo a história ao seu modo, na visão dos derrotados de então e que estão ao leme da política nacional , guindados ao poder por força do voto, coroando aquelas iniciativas do velho General. Assim como Golbery, que nunca foi devidamente reconhecido por sua a atuação no campo político, guardadas as diferenças ideológicas e de estilo, também o petista José Dirceu sempre teve a repulsa de setores da oposição , por ter sido, no mandato do Presidente Lula, o mais influente político em atuação, quem de fato traçava as linhas mestras do governo, com viés de esquerda, mas sem radicalismos, bem próximo da social democracia. Ignoram que foi ele , antes mesmo de Lula ganhar as eleições em 2002, o mentor de canais de diálogos com o mercado e sistema financeiro, chegando a ir até os Estados Unidos para conversas com o governo do Presidente Bush, no que foi bem sucedido, de modo que, eleito, pode Lula encontrar-se com o americano, numa aproximação que gerou até mesmo afinidades pessoais entre ambos os presidentes. Naquela eleição, coube a José Dirceu também buscar aproximação com setores moderados do país, dentre eles Itamar Franco, ainda governador de Minas Gerais, com parcela do PMDB e outros partidos de centro-direita, através de suas principais lideranças. Instalado o governo Lula, isolou setores mais à esquerda do PT, resultando no afastamento de parlamentares e ideólogos ditos históricos, mas de viés socialista, aos moldes Cubanos. Em 2004 parte desses políticos formaram o PSTU. Em 2005, formou-se o PSOL , ambas as agremiações descontentes com o que chamavam de “ viés conservador” do governo Lula. Enquanto isso, consolidava-se uma política financeira com forte influência do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, oriundo do mercado financeiro. Com o advento do mensalão encurralando o Presidente Lula politicamente, sua atuação foi fundamental para o afastamento do seu “ impeachment”, sendo bom lembrar que Aécio Neves era citado como um dos seus interlocutores junto aos partidos de oposição, visando impedir a medida drástica, que colocaria o país, pela segunda vez, sob risco da instabilidade política, como ocorrera na época do presidente Collor de Melo. José Dirceu comandava a blindagem ao Presidente Lula, resultando no término do seu mandato e em sua reeleição à presidência. Com o julgamento do mensalão, veio sua derrocada, condenado pelo STF com base em teoria que nunca fora adotada nos meios jurídicos nacionais, a até hoje contestada “ teoria do domínio do fato”, mesmo sem provas concretas de que comandasse o esquema de compra de parlamentares. Afastou-se a necessidade de prova absoluta de culpa para a condenação criminal, contrariando entendimento até então dominante que a tinha como imprescindível. Preso, viu-se afastado do poder político, e ainda cumpre sua condenação. Lembro esses fatos para dizer que, se estivesse presente no comando do PT, certamente as últimas eleições não teriam chegado a esse estágio de guerra, de divisão do País entre “ nós e eles”, de radicalismo sem precedentes. Ele sabe que em caso de enfrentamento, a tradição conservadora do País inviabilizará o governo da Presidente Dilma, com o perigo de uma crise jamais vista, em prejuízo da Democracia. Impossibilitado de atuar politicamente, com seus direitos cassados, não se vislumbra de parte do atual governo alguém capaz de construir pontes, de um diálogo confiável com a oposição, hoje bem mais forte e articulada que antigamente. Como disse, ambos os articuladores,Golbery e José Dirceu, foram e são vítimas da disputa política, que cega os homens e só permite que acreditem naquilo que amam.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78930
De: Luiz Ortiga Data: Ter 28/10/2014 19:34:04
Cidade: BRASILIA/DF
E-mail: ortigaluiz@ig.com.br
Outubro chegando ao fim, a gente já começa a sentir um cheiro de fim de ano no ar. Estava mesmo sem fazer a minha programação para esta época, aí, recebo um belo convite da Marlene Caldeira, colega de turma do Diocesano e que irá aniversariar em dezembro. Em vista disto, a Marlene com o intuito de não atrapalhar o Natal do pessoal, resolveu comemorar o seu anicersário que é dia 25/12, em grande estilo. Antecipará a festança para o dia 7 de dezembro e mandará celebrar missa na Capela do Colégio Imaculada às 12 horas e logo após, recepção no buffet Duca Nazareth, da também colega Terezinha Prates. A Marlene fará a comemoração juntamente com o neto Alex. Uma faz 80 e o neto 8. A isso se chana ou 8 ou oitenta. Estaremos nos Montes Claeros, nesta época, se Deus quiser.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78929
De: Juliana Data: Ter 28/10/2014 16:25:20
Cidade: M/MG
E-mail: julimy@hotmail.com
Garoto de 14 anos é morto em centro de internação de Montes Claros (...)

(...) sou vizinha dessa casa e os menores não tem acompanhamento e nem estudam ,os poucos funcionarios que ainda ficam na casa tem medo dos menores que são violentos, eles entram e saem quando querem , levam garotas para dentro da casa , ouvem musica de baixo nivel até altas horas da madrugada são grandes e levam para o Bairro estritamente residencial pessoas de outros bairros promovendo festas regadas a sabe lá o que.... A Associação de Bairro ja esteve em contato (...) pedindo a mudança da casa para outro lugar. Essa é a verdade !!!!!!!!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78928
De: ines neres de oliveira Data: Ter 28/10/2014 14:21:38
Cidade: montes claros/MG
E-mail: agata_araujo@yahoo.com.br
"Menor de 14 anos é morto por outro, de 18, em centro de acolhimento instalado em área residencial"

isso o que você fica sabendo, a realidade lá dentro e pior.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78927
De: Luciene costa Data: Ter 28/10/2014 14:17:05
Cidade: Montes Claros/MG
E-mail: lucienefcosta05@hotmail.com
"Chuva de encher rio já há 25 minutos em Montes Claros. Chuva uniforme, vigorosa, comportada, sem raios e trovões. Chuva de lavar os ares, de acender a iluminação das ruas. Chuva de Deus, chuva da infância, quando a cidade toda rumava para a beira do rio Vieira, para ver a enchente chegar e passar, ir, levando grandes toras e tudo que achava pelo caminho. Chuva de transformar ruas em rios, de se juntar às outras na memória da gente. Chuva de tapar os horizontes, mas de dar a certeza de que eles lá ficarão, e voltarão, incólumes. Chuva de fazer a terra se aquietar, serenar, docemente lhe dizendo nas profundezas que aqui estamos nós, os filhos de Eva e da Terra. Chuva, enfim. "

Chuva para encher nossos corações de alegria e esperança.Tudo muda com a chuva...tudo se transforma.Bênção de Deus.E ver se agora a imprensa passe a tratar a chuva , esse líquido milagroso, de "mau tempo".Agora é tempo bom!!!!!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78926
De: JOAO JENEZERLAU SANTOS Data: Ter 28/10/2014 14:09:09
Cidade: CUIABÁ/MT
E-mail: jjenezerlau@hotmail.com
" Dia desses, bestando calado em uma demorada espera de consulta médica, fiquei abismado com o caos que se transformou o entorno da Santa Casa. Trança-trança de barulhentas ambulâncias à procura de um estacionamento e de indóceis pacientes em busca de atendimento. Aquele furdunço todo a acontecer no meu naco mais íntimo, onde vivi a minha divertida infância e adolescência... Antes, era um arrabalde de casas ocupadas por famílias empencadas de crianças. (...)"

Valeu Ucho. Gosteu muito desta sua lembraça. Eu trabalhei no Café Primor. Tinha apnas 13 (anos)Hoje estou com 63 anos. E me lembro de tudo que voce descreve, e, fico muita saudade. As 03 batalhadoras que voce refere, a DUI é minha cunhada esposa do meu irmão Dermeval do Automovél Clube, a Dona Joana era a mãe dela. Sou formado pela gloriosa FADIR, moro em Cuiabá - Mato Grosso há quase 30 anos, onde contiunuo exercendo a minha profissão de advogado. Sempre ao final do ano vou em Montes Claros, e visito o buteco do meu amigo particular o Pedro Cantinflas, no Alto São joão.Um abraço bem forte para voce. Parabens por recordar esses tempos que já se foram e nos deixam saudades. João J. Santos ADV/MT.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:





Mensagem N° 78925
De: O Tempo Data: Ter 28/10/2014 13:16:00
Cidade: Belo Horizonte
Garoto de 14 anos é morto em centro de internação de Montes Claros - Carolina Caetano - Um menino de 14 anos foi assassinado durante uma briga em um centro de internação de Montes Claros, no Norte de Minas, na madrugada desta terça-feira (28). O suspeito, um jovem de 18 anos que ainda estava internado no local, e mais dois adolescentes conseguiram fugir após o crime.
De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a corporação foi acionada por funcionários do imóvel, que fica localizado na Alameda das Paineiras, no bairro Jaraguá. Eles afirmaram que a confusão aconteceu em um dos quartos. Ao chegar no cômodo, a equipe do centro encontrou Mateus Lucas de Oliveira caído e muito sangue ao seu redor. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas o menor já estava sem vida. Segundo a perícia, o adolescente apresentava cortes no supercílio, perna, braço e um ferimento no tórax. As lesões teria sido provocadas por um pedaço de espelho. Ainda segundo funcionários disseram à polícia, constantemente, os seis jovens que dividiam o quarto se desentendiam. Militares fizeram rastreamento na região, mas os suspeitos ainda não foram localizados. O homem que teria matado Mateus é conhecido no meio policial por furtos e roubos em Janaúba e Montes Claros.
***
Prefeitura - Dois adolescentes atendidos por uma Unidade de Acolhimento para crianças e adolescentes em situação de risco entraram em conflito na madrugada desta terça-feira, 28,em Montes Claros. Um deles acabou falecendo, vítima dos ferimentos. O autor da agressão fugiu do local e ainda não foi localizado. Os servidores que trabalhavam na Unidade, no momento do ocorrido, prestaram os primeiros socorros e acionaram o SAMU e a Polícia Militar, que quando chegaram ao local já encontraram a vítima falecida. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social encaminhará relatório informando o ocorrido para a Vara da Infância e Adolescência de Montes Claros, que tomará as medidas cabíveis. O serviço de acolhimento é ofertado pelo SUAS (Serviço Único de Assistência Social), programa do Governo Federal, gerido pelo município, que atende crianças e adolescentes com idade entre 0 e 18 anos, vítimas de violência no meio social em que vivem. O acolhimento e a permanência na Unidade de Acolhimento é determinada pelo poder judiciário (Vara da Infância e da Adolescência), através de medida protetiva. Em Montes Claros existem , atualmente, 5 (cinco) Unidades de Acolhimento. Destas 2 acolhem crianças e adolescentes do sexo masculino, outras 2 acolhem crianças e adolescentes do sexo feminino e 1 acolhe apenas crianças, de ambos os sexos.Nas Unidades de Acolhimento as crianças e adolescentes têm uma rotina acompanhada por educadores/cuidadores sociais e equipe multiprofissional. Nesta rotina, além de frequentarem as aulas, eles frequentam oficinas de hip hop e futebol. Além disso, eles têm a oportunidade de se inscreverem no programa Vira Vida e Pronatec.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78924
De: Manoel Hygino Data: Ter 28/10/2014 10:34:53
Cidade: Belo Horizonte
A defesa da soberania

Manoel Hygino - Hoje em Dia

Fizeram-se as eleições de 2014, os resultados são sabidos e comentados. Mas o grande desafio, o maior deles, permanece. Há necessidade de se apurar fatos e identificar pessoas responsáveis por desvios e escândalos, fatos graves registrados nos últimos anos, além do mensalão.

Há, incontestavelmente, mais do que interesses eleitorais ou eleitoreiros. O Brasil se infestou de gentes que rezam pela cartilha da incompreensão, de objetivos inconfessáveis ou de desígnios que depõem contra nossos foros de civilização, nossas tradições, contra as próprias instituições. Vivemos sob risco permanente, não apenas pelos que nos impedem de circular tranquilamente pelas ruas, de ir e vir ao trabalho, do exercício do ofício que nos dá sustento e à família.

Percebe-se que há vontades, que – mesmo ocultas – a ninguém serão imperceptíveis, porque o pior cego é o que não quer ver. Há mais do que sequestradores, assaltantes de bancos, paranoicos soltos, ousados bandidos, pedófilos, usuários de drogas em surtos letais, bêbados ao volante, estupradores, comerciantes de drogas, corruptos e corruptores, contrabandistas, aliciadores de mulheres para fins sexuais, homicidas em potencial prontos a agir contra a vida humana.

Tudo isso existe, sim, é gravíssimo, mas muito mais há. Sem entrar especificamente nos escândalos que estigmatizaram a administração pública e envolvendo poderosas empresas, conhece-se a ação de grupos que professam princípios que ferem não só a Constituição, mas os ideais mais sagrados da nação.

As pessoas que formam esses ajuntamentos precisam ser identificadas, saber-se que fundos os mantêm e patrocinam suas ações; cumpre esmiuçar, por exemplo, até onde vão os propósitos do chamado Foro de São Paulo, não um simples movimento, mas uma entidade fundada por partido político e que pretende sobrepor-se ao Brasil, Estado independente, ligando-se a governos estrangeiros e organizações terroristas.

Não interessa ao Brasil viver com aqueles que não o respeitam, com os maus patriotas, os que não o amam, os que contribuem para, mais uma vez, vilipendiar sobre a livre manifestação do pensamento, como aconteceu, há pouco, com um periódico da capital de São Paulo, cujas instalações foram atacadas pela malta. Não foi meia dúzia de indivíduos, mas cerca de 200, segundo autoridades policiais. Quem eram? Quem está por detrás de sua atividade criminosa?

O Brasil quer saber mais e mais sobre o que acontece dentro de seu território, mas isso não convém a certos espécimes que só aparecem nos momentos propícios à vandalização. Não será com a censura à imprensa ou ameaças ou destruição de seu patrimônio material que ela se calará ou se avaliará seus possíveis excessos.

A história o prova. “A coação à imprensa, ferindo o indivíduo, ofende, ao mesmo tempo, a ordem pública, a nação, o regime de governo”, já admoestava Rui Barbosa: “Todo o poder que se oculta perverte-se”.

É imperativo abrir o jogo, antes que tornem impraticável a democracia.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78923
De: Osmar Data: Ter 28/10/2014 08:31:35
Cidade: Moc
A meteorologia nada entende de nós. Anunciou boas chuvas para ontem, 39 milímetros, e pouco caiu, apenas 16. Para hoje, e desde ontem, marcou...apenas 12 milímetros, entre sol e muitas nuvens. Desobedeceram os dois - o sol sumiu, e as juvens se juntaram, no ceu fortemente cinzento, que antes diziam...plúmbeo. Pois eis que vem o milagre torrencial, já de quase uma hora. Acredito mais nos "rabos de galo", que passearam pelos céus, sábado e domingo, ligeiros nos seus sinais, colorindo o azul de riscos rápidos, decididos, escritos e escrevendo nas nuvens para quem sabe ler. Nuvens rabos de galo, nosso melhor serviço meteorológico. Depois vêm os outros, também antigos - correição de formigas, vôo dos pássaris, canto dos sabiás...muitos outros. Hira de andar para os serros nossos.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78922
De: Santos Data: Ter 28/10/2014 08:04:20
Cidade: M. Claros
Chuva de encher rio já há 25 minutos em Montes Claros. Chuva uniforme, vigorosa, comportada, sem raios e trovões. Chuva de lavar os ares, de acender a iluminação das ruas. Chuva de Deus, chuva da infância, quando a cidade toda rumava para a beira do rio Vieira, para ver a enchente chegar e passar, ir, levando grandes toras e tudo que achava pelo caminho. Chuva de transformar ruas em rios, de se juntar às outras na memória da gente. Chuva de tapar os horizontes, mas de dar a certeza de que eles lá ficarão, e voltarão, incólumes. Chuva de fazer a terra se aquietar, serenar, docemente lhe dizendo nas profundezas que aqui estamos nós, os filhos de Eva e da Terra. Chuva, enfim.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78921
De: Wemerson Mendes Data: Ter 28/10/2014 07:53:27
Cidade: Montes Claros/MG
Assim como um véu de noiva...a tão esperada chuva cobre a nossa querida Montes Claros. Espero que continue assim, pois somos eternamente dependentes deste precioso líquido.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78920
De: Resultados Eleições 2014 por Município - TRE Data: Seg 27/10/2014 16:44:51
Cidade: Montes Claros
Nome Município: MONTES CLAROS

Eleitorado Apurado: 254.845

Comparecimento: 210.925 ( 82,77 %)


DILMA VANA ROUSSEFF PT (PT/ PMDB/ PSD/ PP/ PR/ PROS/ PDT/ PC do B/ PRB) 124.127 62,05

AÉCIO NEVES DA CUNHA PSDB (PSDB/ PMN/ SD/ DEM/ PEN/ PTN/ PTB/ PTC/ PT do B) 75.916 37,95

Brancos (Presidente) 2.854 1,35
Nulos (Presidente) 8.028 3,81
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78919
De: Cemig Data: Seg 27/10/2014 16:33:34
Cidade: Montes Claros
(...) A Companhia Energética de Minas Gerais - Cemig alerta seus consumidores para o golpe que vem sendo aplicado por uma pessoa que tem agido de má fé, principalmente na área rural e municípios vizinhos de Montes Claros. O indivíduo tem abordado clientes na agência de atendimento e em residências, informando ser ora trabalhador da Empreiteira Ecel, que presta serviço para a Cemig, ora prestador de serviços particulares. Com a promessa de “agilizar” obras previstas para serem realizadas e serviços de aquisição, instalação de padrão e ligação da energia, cobra e recebe do cliente uma quantia em dinheiro. Em um dos casos, o cliente chegou a pagar R$2.700,00 para o suposto eletricista, que prometeu ligar a energia, sendo que se tratava de extensão de rede programada para o próximo ano.(...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78918
De: Gilcely Data: Seg 27/10/2014 12:15:49
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
E-mail: gilcelyfernandes@yahoo.com.br
Hoje de manhã, saindo de Montes Claros pela BR 135, sentido Januária, deparei-me com o trânsito em meia pista logo na primeira curva da estrada, onde uma ambulância do SAMU acabava de recolher alguém ferido num acidente envolvendo um veículo de passeio que estava de rodas para cima, aparentemente após ter aquaplanado numa grande poça d’água que sempre se forma naquela curva em tempo de chuva e coloca em risco os veículos que ali trafegam rumo a Montes Claros. Faz-se necessária uma urgente correção na pista antes que novos e graves acidentes aconteçam naquele local.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:





Mensagem N° 78917
De: João Afonso Data: Seg 27/10/2014 12:03:13
Cidade: Montes Claros
E-mail: joaoafonso007@hotmail.com
Hoje pela manhã aconteceu um grave acidente automobilistico na BR 135 saída de Montes Claros para Mirabela, próximo a JLX Mineração, ex-Pavisan, graças a Deus sem vítimas fatais. Um HB-20 que vinha de Varzelândia para Montes Claros, após aquaplanar em uma poça d`água que geralmente se forma naquele local quando chove, o motorista perdeu o controle direcional do veículo vindo a colidir com uma rocha do outro lado da pista e depois capotando à márgem da pista em que circulava. O veículo ficou totalmente danificado e o seu condutor e passageiros foram encaminhados a hospitais da cidade por equipes do SAMU. Gostaria de alertar as autoridades locais, especialmente os representantes do DER/MG que cuida da conservação daquela rodovia, para corrir o problema naquele trecho, pois toda vez que chove forma-se um lago que avança por quase toda a pista de rolamento da estrada, colocando em perígo as vidas de quem por alí passa.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78916
De: Osmar Data: Seg 27/10/2014 11:55:37
Cidade: São Paulo/SP
O TSE ainda não liberou os resultados oficiais do segundo turno, município por município. Porém, o jornal Estado de S. Paulo publicou o seguinte resultado de Montes Claros, nas eleições de ontem:

Dilma, 124 127 votos, 62,05%

Aécio, 75 916 votos, 37,95%

Que venham, agora, as explicaçoes e análises.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78915
De: Ucho Ribeiro Data: Seg 27/10/2014 10:34:02
Cidade: Montes Claros
BAIXADA DA SANTA CASA
1ª PARTE

Dia desses, bestando calado em uma demorada espera de consulta médica, fiquei abismado com o caos que se transformou o entorno da Santa Casa. Trança-trança de barulhentas ambulâncias à procura de um estacionamento e de indóceis pacientes em busca de atendimento. Aquele furdunço todo a acontecer no meu naco mais íntimo, onde vivi a minha divertida infância e adolescência...

Antes, era um arrabalde de casas ocupadas por famílias empencadas de crianças. Não existia comércio, nem consultórios, nem clínicas, nenhuma prestação de serviços. Não havia mão nem contramão, pois automóveis não transitavam por ali, salvo os de uns poucos moradores. Precárias ruas sem pavimentação, cobertas de cascalho miúdo socado, terminavam naquela baixada, que tinha ao fundo o rio Vieira. A Coronel Luiz Pires, que começa na avenida Cel. Prates, só rompia três quarteirões abaixo, até pouco depois da fábrica do Café Diplomata e reduzia-se a uma ruela ramificada em trilhas que nos levavam as margens do nadável rio. A Rua Irmã Beata morria na funerária da Santa Casa, em frente à residência de Píndaro. Sua paralela, a Cel. Spyer, era um beco sem saída, nem começava direito e já esbarrava no muro lateral do Colégio Imaculada. Estes poucos logradouros e mais o mato ao redor eram o nosso gueto, o nosso umbigo, sempre envolto num perene aroma de café torrado.

Raramente deparávamos com crianças que não fossem da nossa tribo. A baixada não era passagem para lugar algum, a não ser para uma pinguela que nos levava ao Curtume, onde um prático dentista, sempre chapado, ameaçava cair todo entardecer ao retornar do seu arranca-dentes. Durante as chuvas, a trilha ficava escorregadia e a meninada, empoleirada na escadinha do café, torcia pelo tombo. Queda ocorrida, com aplausos e risos, corríamos para socorrê-lo.

A primeira casa da Cel. Luiz Pires era do seu Ernesto da Barroso(1), que não gastava tempo com a nossa rua. Toda manhã o seu sentido estava no quarteirão do povo, na sua papelaria, no escarafuncho dos assuntos políticos e nos fumegantes fuxicos do Zim Bolão.

Abaixo, onde hoje é a Santa Casa Olhos, morávamos nós(2) - papai, mamãe, oito filhos e, durante um tempo, os nossos avós maternos. As casas da baixada não eram protegidas por muros. Tinham apenas muretas ou grades pequenas, que não tapavam as fachadas das residências. As portas viviam abertas, a meninada entrava sem bater, convocando para as brincadeiras. Andávamos em bando, conluiados, brinquedos e segredos compartilhados.

Em frente da nossa casa residia Dona Gladys(3), generosa mestra do Grupo Francisco Sá, que pacientemente alfabetizou metade dos meus irmãos com suas aulas particulares. Vivia com seus filhos, três sobrinhos e sua calada mãe, Sá Luíza, sempre munida de cachimbo e muleta. À tardinha, Sá Luíza nos dava um troco para comprarmos o seu traçado na venda de “Genaro Meu Irmão”(4).

Os seus filhos Tinim e Waltinha eram meus irmãos de unha e carne na infância. Eu passava o dia na casa deles. Lá criávamos preás, coelhos, tartarugas, cágados, passarinhos, fazíamos manivelas, montávamos pipas, araras e guardávamos todos os nossos tesouros em seus quartos: bolas, canivetes, bilboquês, gibis, piãos, bolinhas de gude e álbuns de figurinhas. Mônica, minha irmã, também adorava estar ali, mas seu interesse era outro – ler e reler as melosas fotonovelas das revistas Capricho e Contigo, que nossos pais proibiam terminantemente.

Ao fundo da casa de Dona Gladys havia outro café, o Primor, do popular Tuca Amorim. Ao final do dia, escalávamos um robusto pé de goiaba encostado no muro divisório para nos deliciarmos vendo, pelas frestas do telhado, as funcionárias da fábrica tomarem banho para retirar o suor e a fuligem do café.

A meninada, empoleirada, toda de pintinho duro, nem piava. De olhos arregalados, maravilhava-se com aquele mulherio pelado, risonho, ensaboando-se. Puro cinema. Marquim, meu irmão, que só conhecia xibiu de criança, ficou decepcionado ao subir na goiabeira pela primeira vez: - Ô Ucho, eu só vi os peitos delas, não deu pra ver o resto, não. Todas puseram umas buchas entre as pernas.

Na esquina do Café Primor, em frente, estava a casa de seu Edson, que era dono de uma Rural saia e blusa, branca alaranjada, e da lanchonete localizada no passeio da Praça Dr. Carlos. Ele e Dona Teresa tinham uma ninhada endiabrada de filhos: Panga, Baixote, Edí, Ninha e Lê. Patota malinamente entrosada com todos os meninos da rua.

No outro passeio da esquina da Irmã Beata, residia o famoso Cel. Georgino(5). Era dos poucos adultos, ou o único, que sentava com a meninada para prosear. Criança era apartada de gente grande. Mundos diferentes, mas como vivíamos sentados no murinho da sua casa, maquinando para aprontar alguma, de quando em vez o Coronel aparecia e dava uma canja com seus causos.

Certa vez, ele chegou a esta mureta, onde amontoava-se a meninada miúda e alguns graúdos e começou a contar uns causos de onça. Cada um mais arrepiante do que o outro. Numa das estórias, depois de narrar com detalhes a enorme e raivosa onça pintada e relatar minuciosamente como a bichona faminta se encorpava pra cima dele, Ruy do Bongô, troviscado, com os olhos arregalados, o interrompeu abruptamente: – Coronel, Coronel, mas esta onça devia tá muito doida pra querer enfrentar o senhor, não?

Georgino não conteve o siso, nem o riso, gargalhou.

Era neste baixo muro que a molecada se juntava, desde as primeiras horas da manhã até a noite, para bolar as brincadeiras: brasil e espanha, mãe da rua, queimada, paredão, acadabaspará. Criávamos e praticávamos jogos com simples paus e pedras.

O nosso “cabas pará”, chamado em Belo Horizonte de “bentealtas”, era jogado no passeio dos Melo Francos. Lá tinha uma tampa de ferro da Caemc que servia de um dos apoios para o jogo. As duplas se formavam e aguardavam a vez definida no par ou impar. Horas se passavam naquele divertido vai-e-vem, na tentativa de derrubar a casinha piramidal feita de três pauzinhos de madeira pregados num quadradinho de couro. Nada como aparar no ar uma bola defendida ou arremessada e gritar: Vitória!

Quando surgia um álbum novo de figurinhas, o bafo tomava conta dos passeios. Chamava-se bafo porque era o vento provocado pelas mãos durante a batida no monte de figurinhas que as fazia virar. A garotada formava roda para a disputa. Cada menino colocava uma quantidade combinada de figurinhas no bolo e, pela ordem, depois de arrumá-las, batia com a mão em concha ou aberta no monte. As que viravam ao avesso eram recolhidas pelo garoto que tinha acabado de bater. Uns mais traquinos curvavam um pouco as figurinhas ou passavam um leve cuspe na mão para virá-las. Volta e meia uma trapaça era descoberta e os sopapos comiam soltos. Raiva e choros amansados, a molecagem voltava ao jogo. Ninguém chamava papai ou mamãe. A parada era resolvida ali mesmo, naquele foro infantil.

Certas brincadeiras eram definidas pelas estações. Em agosto, com os fortes ventos, no azul céu surgiam as coloridas pipas e araras. A meninada, com os sentidos nos ares, dedicava o dia à manufatura de seus artefatos voadores. Cola, papel e os carretéis de linha 40 eram comprados na loja de Tamiro, no beco Cônego Marcos, e as taliscas eram retiradas dos raros pés de bambus existentes na baixada.

O sonho da criançada era montar uma arara biteluda, multicolorida, rabuda ou sureca, e ter uma manivela de 16 cruzetas nas mãos para recolher ligeiro e esticadinha a linha.

Final de setembro, com a chegada das chuvas e a maciez dos terrenos, iniciava-se a temporada dos jogos de finca e bolinha de gude. O chão das ruas ficava todo riscado pelas fincas e biloiado pela variedade de bolinhas existentes à época: gataiadas, leitosas, sorteiras, bolofofos. Só se ouvia a criançada gritar: “Gute, please, todos!”, “Bololô na minha!”, “Mão quieta!”, “Rondas!”, “Quero tudo e não dou nada”.

A despedida das águas era o tempo de sairmos à cata de tanajuras. A meninada toda, com uma garrafa litro debaixo do braço, se espalhava pelas ruas colhendo as formigonas bundudas para trocar com Toni Pinguim por um picolé. O nordestino adorava comê-las fritas como pipoca, mas tínhamos a leve desconfiança de que ele usava o creme das bundas delas para fazer os tão procurados picolés cremosos.

Continua...


NOTAS:

(1) Ernesto e D. Dilma, pais de Ana Amélia, Ernesto, Paulão, Dilsinho, Denise.
(2) Mário e D. Jacy, pais de Pat, Fred, Ucho, Marquim, Mônica, Paulinho, Márcia e Bertha; vovô Pacífico, vovó Eny; três auxiliares que seguravam o tranco das tarefas caseiras: Joana, Dui e Sá Rita; e Benjamim, o motorista.
(3) D. Gladys, mãe de Beatriz, Fidelina, Tião, Tinim, Waltinha. Viviam ainda lá, os sobrinhos Neguinha, Luizinha, Eustáquio e a avó Sá Luiza. E era diariamente frequentada pelos primos Carlúcio (Tuca) e Lóis.
(4) Genaro, pai de Glicério, o rei das embaixadinhas, mascote do Cassimiro de Abreu, e de Glicéria e Glicídia.
(5) Cel. Georgino e D. Dinorah, pais de Lúcia, Lídia, Leda, Jorge, Georgino Junior (Gininho), Jefferson (Jessinho) e Guilherme.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78914
De: Manoel Hygino Data: Seg 27/10/2014 10:16:40
Cidade: Belo Horizonte
O espólio perverso

Manoel Hygino - Hoje em Dia

O Brasil amanhece com um presidente a tomar posse. Assume em hora delicada, depois de uma campanha política marcada pela excessiva agressividade e ao chegar o partido no poder há 12 anos sendo alvo de acerbas críticas na condução dos problemas que avultam e pela onda de escândalos.
A hora convida a evocar Durkhein, que classifica tais períodos de “anomia”. É o “estado de uma sociedade caracterizada pela desintegração das normas que regem a conduta dos homens e asseguram a ordem social”.
Os fatos fazem retroceder cem anos, quando Rui Barbosa, em manifesto de 28 de dezembro de 1912, dizia da “crise de desfacelo dos elementos de nossa vida nacional”. Havia, então, razões sobejas para ele não se candidatar à sucessão. Se o fizesse, não disputaria um governo, mas “o espólio de uma casa roubada”, pois “o que há é uma falência, econômica e financeira, política e institucional, por liquidar”.
O “Correio da Manhã”, em 15 de novembro de 1914, fez análise minuciosa do governo que expirava, criticando o presidente, por “sempre que chamado, pela sua função, a deliberar um caso político afeto ao governo, esquecer o dever que lhe criavam as leis, de agir respeitando os direitos de cada um, para só procurar atender às conveniências dos amigos e associados políticos”.
O velho jornal acusava: “O partido do presidente, vivendo do bafejo do governo, do qual tirava as vantagens mais necessárias à sua existência e ao exercício de sua força como agremiação poderosa, não hesita em querer os maiores absurdos, nem o chefe do Estado em concedê-los”.
Mais veemente, afirmava que os destinos do país se tornaram “joguete de meia dúzia”, não possuindo a nação “verdadeiramente um governo, mas um diretório de facção política, que a explora em benefício dos seus, sem olhar aos grandes interesses gerais”.
Segundo o matutino, “o partido (do presidente) não serviu unicamente para enfraquecê-lo dentro do Congresso; serviu ainda para desmoralizá-lo perante a Nação, porque não houve crime que a quadrilha cometesse que logo não fosse apadrinhado” pelo chefe da nação e seus ministros.
Adiante: “Não haverá, por certo, em toda a história política do Brasil, lembrança de um governo que deixe o poder tão amaldiçoado, nem dum chefe de governo que saia da sua posição tão coberta pelo descrédito, pela cólera do povo e, até, ultimamente pelo ridículo.
Por isso, a manhã do dia desta segunda é como aurora de esperanças e a atmosfera que respiramos nos dá a ideia de ser mais oxigenada. Dir-se-ia que éramos cativos e reconquistamos a liberdade. O lixo da situação miserável que nos aniquilou vai, portanto, ser varrido”.
É com esses sentimentos e pensamentos que o Brasil desperta hoje. Há necessidade de uma tomada nacional de consciência para que os destinos do país não sejam desviados infortunadamente. Compreendemos a dor do próprio Rui, ao envergonhar-se por fazer parte “de um povo que não reconheço, enveredando por caminhos que não quero percorrer”. “Ao lado da vergonha de mim, tenho também pena de ti, povo brasileiro!”
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78913
De: Luiz Ortiga Data: Seg 27/10/2014 09:59:11
Cidade: BRASILIA/DF
E-mail: ortigaluiz@ig.com.br
Hoje, 27/nov, o dia começou com boas notícias: Uma- Chove copiosamente em Montes Claros e região e a segunda boa notícia me foi dada pela amiga Terezinha Marlene Caldeira que definiu como o dia 7 de dezembro próximo vindouro o encontro anual da turma de estudantes de 1952 do Colégio Diocesano Nossa Senhora Aparecida. Serão passados 62 anos. Bom de ver aqueles, agora velhos, voltando à juventude, inclusive com brincadeiras e piadas. É imperdível. Estarei em Montes Claros, se Deus quiser. A Marlene aniversaria no dia de Natal e não quer deixar passar a oportunidade da turma se rever.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78912
De: Wanderlino Arruda Data: Seg 27/10/2014 09:41:21
Cidade: Montes Claros/MG
(...) Momento inconfundível de respeito ao raciocínio livre, da valorização ao direito de pensar e de sentir... Não seria bom que voltássemos de novo, à leitura de todos os escritores de ficção, à busca de compreensão de todos os inventores do futuro? Só a realidade presente não satisfaz! Vale, vale muito a beleza e a riqueza dos sonhos! Institutos Históricos e Geográficos de Minas Gerais e de Montes Claros (...) (Clique aqui para ler toda a mensagem na seção Colunistas)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78909
De: O Tempo Data: Dom 26/10/2014 14:28:23
Cidade: BH
Urna eletrônica é incendiada por eleitor em Porteirinha - A urna foi substituída e nenhum voto foi perdido; o eleitor que portava gasolina foi preso após o crime - JANINE HORTA/ JULIANA BAETA - Um eleitor foi preso na manhã deste domingo (26), dia de votação, após ter colocado fogo em uma urna eletrônica em Porteirinha, no Norte de Minas. O equipamento já foi substituído e os votos que já haviam sido computados antes do crime não foram perdidos. De acordo com informações do Tribunal Regional Eleitoral (TRE),o homem chegou a seu local de votação na cidade, e ao entrar em sua seção, ao invés de votar, ele ateou fogo a urna usando gasolina. Ele havia levado o material inflamável para a zona eleitoral. O suspeito foi preso pela Polícia Militar e retirado do local, e a urna foi substituída. Conforme os registros, na zona onde aconteceu o crime são 345 os eleitores aptos a votar, e 67 já haviam votado quando o homem pôs fogo no equipamento. No entanto, a mídia da urna queimada foi transferida para a nova urna que a substituiu, e a votação segue o seu curso normal no local.
***
Estado de Minas - Pedreiro coloca fogo em urna e é preso no Norte de Minas Gerais - João Milton Pereira, de 42 anos, justificou o atentado como revolta pelo atraso em seu processo de aposentadoria - Luiz Ribeiro - O pedreiro João Milton Pereira, de 42 anos, compareceu a uma sessão eleitoral em Porteirinha – de 37,6 mil habitantes, a 580 quilômetros de Belo Horizonte, na manhã deste domingo. Mas, ao invés de votar, ele jogou gasolina na urna eletrônica e ateou fogo. João Milton foi preso em flagrante pela Polícia Militar. Ele justificou o atentado como revolta pelo atraso em seu processo de aposentadoria.
O fato ocorreu na seção eleitoral da Escola Estadual Miguel José da Cunha, no Centro de Porteirinha, por volta das 9h30min. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) a urna eletrônica foi substituída e a votação no local continuou normalmente. Segundo o TRE-MG, a mídia (arquivo) do equipamento incendiado foi preservado, mantendo a validade dos votos de 67 eleitores que já tinham comparecido à seção eleitoral. O arquivo foi “transferido” para a outra urna instalada no local. Ao todo, 345 eleitores votam na seção eleitoral que foi alvo do ataque em Porteirinha.
Conforme testemunhas, o pedreiro chegou à seção eleitoral e realizou normalmente o procedimento de conferência do título de eleitor e do documento de identidade, sem despertar nenhuma suspeita. Quando estava dentro da cabine de votação, ele derramou gasolina na urna eletrônica e ateou fogo. João Milton carregou o combustível em um frasco de desodorante de 90 ml e numa embalagem de refrigerante de 200 ml, escondidos no bolso. O fogo foi apagado pelos próprios mesários.
A Polícia Militar foi acionada imediatamente e prendeu o pedreiro em flagrante ainda dentro da seção eleitoral. A legislação determina que no dia da eleição, o eleitor só pode ser preso em flagrante. Por isso, o autor do atentado à urna eletrônica foi preso mediante às presenças do juiz eleitoral da cidade, Antônio Rosa; e do representante do Ministério Público, Ali Mahmoud Fayez Ayoub.
João Milton alegou que pôs fogo na urna eletrônica por estar revoltado com a demora de seu processo de aposentadoria junto ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Pelo mesmo motivo, em 2013, ele tentou atear fogo na agência do INSS em Janaúba (distante 30 quilômetros de Porteirinha).
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78908
De: José Ponciano Neto Data: Sáb 25/10/2014 14:46:38
Cidade: Montes Claros-MG  País: Brasil
Eleições 2014: Chegamos ao final das eleições para Presidente da República do Brasil. Foram dias de ataques e elogios. É isto mesmo. “Assim que o eleitor consegue discernir o certo do errado, as denúncias aumentam”. Enfim. Chegou a hora do voto consciente. Lembro-me quando criança (aos seis anos de vida) do comportamento ético dos meus avós e do meu primeiro ídolo da política. Meu avô não admitia que nenhum dos funcionários da oficina e da serralheria revelasse o seu voto. O voto era sagrado, não obstante o cabresto existir; mas esta política não fazia parte dos hábitos do “Seu” Ponciano. Meu primeiro ídolo foi o Jânio Quadros. Talvez estimulado pelo seu jingle, a famosa musiquinha “Varre varre vassourinha”, foram distribuídos broches da vassourinha que eram alfinetados na camisa. Certo dia, fui até a Escola Normal, ainda atrás da Matriz e nas escadas achei um desses broches, todo orgulhoso, mostrei a jóia para minha avó Alzira, imediatamente ela mandou-me a deixar no mesmo lugar que o encontrei, pois, não pertencia a mim, meio constrangido, desobedeci minha avó - arremessei esta jóia nos jardins do Hospital Santa Terezinha – que era mais perto de casa. Foi uma frustração desfazer do símbolo do ídolo político. Hoje não temmos mais ídolos políticos, votamos por conveniência ou por simpatia ou antipatia deste ou daquele partido. Infelizmente. Isto é ruim, pois, à medida que notamos que não temos um representante à altura do que desejamos, colocamos em risco a democracia. Mas, em quem votar? Tenho saudades daquelas épocas, mesmo sem ter tido o direito de votar, a idade para se tornar eleitor era de 18 anos – tive outros ídolos como Jânio Quadros, um deles foi o Dr. Pedro Santos, médico simples, que não usava luvas para medicinar , atitude que lhe deu vitória sobre o Dr. João Vale Mauricio em 1962. Agora é esperar quem irá governar nosso país de 2015 a 2018. Montes Claros 25/10/2014 (*) José Ponciano neto e membro do Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros -IHGMC
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78907
De: Manoel Hygino Data: Sáb 25/10/2014 09:21:18
Cidade: Belo Horizonte
Entrevista presidencial em Paris

Manoel Hygino - Hoje em Dia

Fim de governo, proximidade de outro quatriênio presidencial. Bom tempo para recordar o passado. Rivadávia de Souza, gaúcho trabalhando na Imprensa de Getúlio desde que este assumiu a chefia do governo, lembra ser-lhe atribuído recepcionar na capital francesa, Juscelino, recém-eleito para o Catete. JK hospedou-se com sua comitiva em uma suíte do Hotel Crillon, na Place de La Concorde. Era praticamente uma casa, com sala, vários quartos e um corredor para a porta de entrada, para propiciar total privacidade.
Rivadávia sabia alguma coisa sobre Juscelino e procurou bem haver-se naquela ocasião única, quando a França queria conhecer o mineiro pobre, nascido numa cidade do interior brasileiro, rica em diamantes. Rivadávia, jornalista de Uruguaiana, não poderia falhar na missão, até porque poderia ser-lhe um contato importante na carreira.
Convocou-se uma coletiva, no amplo salão de conferências do Crillon, onde se afeririam as qualidades e virtudes do eleito para o governo brasileiro. De antemão se sabia que o presidente fora telegrafista, de horário noturno, no serviço público e colara grau em Medicina pela escola de medicina de Belo Horizonte, em 1927. Em seguida, médico da Polícia Militar de Minas Gerais, participara da Revolução de 1932, chegando a governador do Estado.
Uma carreira de incontestável sucesso, marcada pela construção de uma bela cultura. Alguém no círculo dos entrevistadores formulou uma pergunta. JK discorreu longamente, em francês brilhante, eloquente, escorreito, sem tropeçar numa sílaba sequer, como se discursasse de improviso, na própria língua, e não na de Montaigne e Voltaire.
Vários presentes já tinham participado de entrevistas ali. Mas, todos ficaram encantados com a facilidade verbal de Kubitschek, superando os depoimentos precedentes. No final, os jornalistas prorromperam numa entusiástica e calorosa salva de palmas, não somente pelo conteúdo das respostas, mas ainda pela forma primorosa com que as emolduraram.
Máximo Scioletti, conselheiro da Embaixada Brasileira em Paris, não escondeu sua surpresa: “Poucos franceses serão capazes de falar com tamanha eloquência”. Não conhecia, porém, a seleta plateia que Juscelino era um velho habitante da Cidade Luz. Lá cumprira bolsa de estudos no Hôtel Dieu, pronto-socorro de Paris, e fizera especialização com um dos mais celebrados cirurgiões e urologistas do mundo: o professor Chevassu.
Assim, no remoto 1930, o médico de Diamantina aprimorara o francês, instalando-se no pequeno hotel de La Paix, no número 225, do Boulevard Raspail. A jornada diária era de 8 horas da manhã às 6 da tarde, nas três primeiras semanas. Depois, vinha o treinamento no Hospital Cochin, onde se organizara o primeiro serviço do mundo especializado em vias urinárias. Não tinha como não aprender a língua que servira a Victor Hugo e Dumas.
Então, visitou o Louvre pela primeira vez e frequentou o Café Du Brèsil, onde conheceu Portinari e o fez seu amigo por toda a vida. Seguiu para a Alemanha para estágio no Hospital Charité, em Berlim, mas teve de voltar ao Brasil pela eclosão da revolução de 1930. De volta, escreveu, a bordo do navio Almirante Alexandrino: “Toda a minha timidez havia desaparecido, passei a amar a vida, certo de que ela nada mais me negará”.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78906
De: Luiz Ortiga Data: Sex 24/10/2014 17:57:28
Cidade: BRASÍLIA/DF
E-mail: ortigaluiz1@gmail.com
Aprendi, desde cedo que a natureza sempre cobra, jamais esquece. Pode tardar, mas a cobrança é irremediável. Sempre com juros e correções. Refiro-me às notícias e mesmo fotos da grave situação em que se encontra o rio São Francisco. O desmatamento ocorrido às suas margens durante anos e anos, não poderia trazer desfecho diferente. Na mesma proporção ocorre nas regiões outrora servidas pela "maria fumaça" que como nos vapores, suas caldeiras a vapor, consumiam metros e metros cúbicos de lenha. Jamais se pensou em reflorestamento das áreas afetadas pela degradação. Conjunto de fatores, sem fim, que leva a região norte-mineira a desertificação de maneira inexorável. Acrescente-se a esse consumo, outro desmatamento oriundo do fabrico do carvão vegetal para abastecer caldeiras de fundições obsoletas. Exporta-se ferro-gusa a preço vil. È de se ficar horrorizado ao saber que os fabricantes de carvão preferem os pés de pequi, pois, estes produzem um carvão de melhor teor.Só faltava esta. Mais algum tempo e nem mais um pequi para fazer valer o cognome de "Republica do Pequi" para a região. O homem branco só aprendeu com o índio o que realmente nada acrescenta para seu crescimento e cultura. O fato de fazer queimadas, método indígerna para "limpar" a terra para o próximo plantio é uma herança terrível. Produto da preguiça e comodidade que tira a qualidade da terra. A foto da nascente do rio São Francisco completamente seca, é simplesmente um fato desolador e preocupante para todos nós que precisamos da água para sobreviver.

78681
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78905
De: Petrônio Braz Data: Sex 24/10/2014 07:13:53
Cidade: Montes Claros
E-mail: petroniobraz25@gmail.com
A história do rio São Francisco começa há mais de oitocentos milhões de anos. Durante todo esse tempo suas águas correram majestosas criando vida. Foi o Opará ou Pirapitinga, como conhecido pelos primitivos humanos, que se criaram às suas margens. Rio mar, por milhões de anos, foi destruído pelo ‘homo sapiens’ em menos de uma geração.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78904
De: Junior Santana Data: Qui 23/10/2014 16:05:22
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
E-mail: junior.tatu@bol.com.br
gostaria de parabenizar a ação de um sargento da pmmg na madrugada desta quinta feira que reagiu a um assalto e colocou fim na "caminhada errada" de um ex (...).apos abordar os clientes do (...) bar, tres meliantes começaram a subtrair os pertences das vitimas em seguida o sargento sacou sua arma e desferiu três tiros em um dos meliantes que veio a obito no local,os outros dois tomaram rumo ignorado.esse sargento merece ser condecorado.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78903
De: Sandra Nunes Data: Qui 23/10/2014 12:41:36
Cidade: Montes Claros
durante tentativa de assalto ao (...) bar, na avenida sidney chaves, promovido por três bandidos, a polícia alvejou o bandido (...), 19 anos,que faleceu ali mesmo. os dois comparsas correram, deixando para trás o colega baleado.até quando vamos suportar tanta violência? - não podemos ir sequer ao barzinho que somos assaltados, agredidos e violentados em nossa liberdade. "de tanto ver a impunidade,.......sinto vergonha de ser honesto"....
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78902
De: ALMEIDA Data: Qui 23/10/2014 12:23:41
Cidade: Montes Claros/MG
E-mail: henriquealmeida2014@bol.com.br
Muita tensão nessa madrugada as 1:50Hs na Avenida Sidney Chaves, no referido "(...)da viola" , tiroteio, muita policia, e Equipes do SAMU no local, alguém ai sabe de mais informações?
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78901
De: Mariano Data: Qui 23/10/2014 19:58:51
Cidade: BH
Acabo de ler no respeitado site da BBC, de Londres, Inglaterra, na sua versão em português, a interessante reportagem com o título "Em município mineiro, PT e PSDB fracassam contra a miséria". O site público inglês, talvez o mais respeitado do mundo em sua categoria, pois pertence e é gerido segundo os interesses da população (e não dos governos que se alternam), o respeitado site enviou um repórter à cidade. Seria bom que todos lessem. Peço que publiquem, pelo bem geral, público. É o seguinte:


"Em município mineiro, PT e PSDB fracassam contra a miséria
Ricardo Senra - Enviado especial da BBC Brasil a São João das Missões (MG) - Há 5 horas - Dona Joana vive em casa de pau a pique em São João das Missões: cidade é considerada de `desenvolvimento humano baixo`
Dona Joana não sabe quantos anos tem. "Acho que uns sessenta. Talvez. Idade certa eu só lembro a dos filhos."
Mas ela sabe bem o que é a fome. "Quando menina, eu passava `era` dias sem comer nada. Dias sem comida em casa."
Morena, bem magra, com os olhos opacos pela catarata mirando a parede de pau a pique, dona Joana conta que a fome ficou no passado. A mudança é recente: “Foi quando comecei a receber a aposentadoria”.
Ela recebeu a reportagem da BBC Brasil na casa de madeira e barro que construiu sozinha para cuidar de quatro crianças - foi abandonada pelo marido quando a filha mais velha tinha um mês — em São João das Missões, na caatinga do norte de Minas Gerais, quase fronteira com Bahia.
De acordo com a ONU, sua cidade natal ocupa o 5402º lugar no ranking de desenvolvimento humano (IDH) brasileiro - o pior resultado em um município fora dos Estados do Norte e Nordeste do país (a lista inclui 5.565 cidades).
Entre 2000 e 2010 - período que coincide com os governos do PSDB na esfera estadual e do PT em nível federal -, o IDH de Missões foi qualificado como “ruim” e caiu da penúltima para a última posição no ranking mineiro de municípios. O índice avalia educação, renda e expectativa de vida.
O aumento da violência, a carência de equipamentos socioculturais e a falta de perspectivas da população na última década revelam que ambos os partidos, agora disputando a Presidência com os candidatos Aécio Neves e Dilma Rousseff, não foram capazes de transformar a vida de Joana e de seus 12 mil conterrâneos.
No primeiro turno, Dilma teve 80,28% dos votos dos eleitos de São João das Missões, contra 14,05% de Aécio Neves e 5,3% de Marina Silva.
Cotidiano missionense
Na praça principal de Missões, um homem foi assassinado a tiros por "acerto de contas do tráfico de drogas
A miséria em São João das Missões não é flagrante. Na praça da igreja da matriz e pelas nas ruas principais há iluminação, calçamento e casas humildes, tudo em boas condições.
Bares e pequenas mercearias que vendem de chinelos até cachaça e rapadura estão por todos os lados. A população se desloca principalmente a pé, de moto ou de bicicleta — transporte público, além dos raros ônibus intermunicipais, não existe por aqui.
São necessários 10 minutos de carro para entender de verdade a pobreza local. Ela se esconde atrás da mata ressecada da zona rural e da reserva indígena do povo Xakriabá, onde vivem isolados mais de 70% dos 12 mil habitantes de Missões.
De costas para o quintal onde planta remédios ("chá de sete dores e romã"), Joana inicialmente recua quando perguntada sobre as eleições presidenciais.
"Não voto mais", conta, com sorriso ambíguo. "Eu votava para engrandecer os outros, uai. Que nada. Ninguém ganhava (benefícios dos eleitos)".
Pouco depois, ela olha para o teto e relativiza. "Tem políticos que `faz` bem pro povo. Tem outros que não `faz`."
Na área urbana, as duas únicas escolas funcionam no mesmo prédio — uma mantida pelo Estado e outra pelo município. Há um só posto de saúde aberto a toda a população, onde trabalham duas médicas cubanas, contratadas pelo governo federal como parte do programa Mais Médicos, por falta de disponibilidade de profissionais brasileiros.
Não existem universidades, cinemas, teatros, museus ou qualquer opção cultural diferente de festivais ocasionas de música regional e da romaria anual, que enche a cidade nos meses de junho.
À reportagem da BBC Brasil, Fábio Pereira de Souza, assessor de políticas públicas da prefeitura (e irmão do prefeito), disse "não conseguir entender" o porquê da má avaliação no ranking do IDH.
"O nosso município parece mais elevado do que as cidades vizinhas. Nós recebemos mais recursos. A presença da reserva indígena traz vantagens nesse sentido. A gente ainda não conseguiu descobrir o critério, mas acho que eles não entenderam que a culturalidade dos índios é diferente."
Embora tenha havido progressos entre 2000 e 2010, o município está situado na faixa classificada pela ONU como de "desenvolvimento humano baixo" e a intensidade dos avanços na cidade foi menor que as médias do Estado de Minas Gerais e do país no período, segundo as Nações Unidas.
A taxa de mortalidade infantil em Missões é de 21,2 mortos a cada mil nascidos, contra uma média de 16,7 mortos por mil nascidos no restante do país. Em 2010, apenas 26,96% da população de mais de 18 anos tinha completado o ensino fundamental, contra uma média de 51,43% em Minas.
Além disso, em 2010, 53,37% da população do município era considerada pobre de acordo com os parâmetros da ONU , e outros 33,88% eram extremamente pobres, ou seja, tinham uma renda per capita mensal inferior a R$ 70.
O município ainda sofre com denúncias de corrupção e desvios.
Um ex-prefeito, que governou entre 1997 e 2004 pelo PSDB, foi condenado por desvio de recursos para atenção básica dos povos indígenas e entrou para a lista dos políticos "ficha suja".
Segundo o jornal Estado de Minas, a atual prefeitura, comandada pelo PT, também é investigada por supostas fraudes em licitações de obras e também na compra de material hospitalar. O prefeito, que não estava na sede da administração municipal durante a visita da reportagem, nega as acusações.
Nas mesinhas de plástico dos botequins, o aumento da violência nos últimos 10 anos é assunto comum.
À reportagem, a dona de um estabelecimento comercial na região central conta ter visto o primeiro cadáver assassinado de sua vida a poucos passos de casa. "Morreu ali, passou um carro e atirou. Falaram que foi acerto de contas por papelote", diz, apontando para a esquina.
Os missionenses contam que, além da chegada recente da cocaína, as armas são problema antigo. Durante décadas, fazendeiros da região locais viveram em conflito com os índios xakriabá.
O objeto da disputa era área de milhares hectares da terra onde vive a população indígena e cabocla. O território só foi demarcado em 1987, logo após uma emboscada que matou o cacique, sua esposa, outro índio e um homem branco.
Dentro da reserva há 32 aldeias, formadas por casas pobres de alvenaria ou pau a pique. Numa das vilas, Embaúba, o índice de suicídios preocupa o cacique Domingos Xakriabá.
"Foram mais de 10", conta. "Durante muito tempo o nosso povo precisou abandonar a tradição para não parecer índio. Nossos parentes saíam disfarçados porque eram perseguidos. A gente está fazendo um trabalho para entender as causas dos suicídios, mas ainda não se sabe."
É nesta aldeia que mora dona Joana, cuja história dá início a esta reportagem.
Ao contrário de alguns dos vizinhos, diz ser grata por sua vida e de não ter do que reclamar, por saber que tem "gente em situação pior que a minha".
"Por isso que um presidente bom precisa ajudar. Ajudar o povo, mais ainda esses fracos que não podem (sobreviver sem renda). Eu não quero a coisa só para mim. O tanto que eu desejo para mim eu desejo para qualquer pessoa", diz, com a voz forte, completando que considera sua vida "boa".
"Se Deus ajudar para entrar um (presidente) para melhorar mais... É bom, né?"
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78900
De: Haikton -Posto PRF de M. Claros Data: Qua 22/10/2014 08:55:38
Cidade: Montes Claros
-- acidente na br 251 km 473 serra fco sá dois caminhoes colidiram frontalmente e ambos pegaram fogo,condutor do cavalo trato e reboque caçamba carregado de areia que descia ficou preso nas ferragens e foi tootalmenete carbonizado,nao sendo possivel identifica-lo.o conjunto é mb/1634 placa de santa cruz de salinas/mg e moc/mg.o ocndutor do caminhao mb/1620 que subia carregado de salgadinhos em pacote conseguiu sair do caminhao e foi socorrido pelo samu pra hps em francisco sá.caminhao placa de moc
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78899
De: Moradora Data: Ter 21/10/2014 21:01:36
Cidade: Montes claros/MG  País: Brasil/MG
Veiculos com som estão passando descendo,com sons ligados,na Rua Julio Canela,depois de 02;00 horas da manhã.Sendo que nesta rua,reside diversas pessoas,idosas,doentes,e invalidos,outras com problemas de preção cardiaca.E esta ou estas pesssoas não respeitam.l )-A lé do silencio,segundo não respéitão estas pesssoas idosas e doentes.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78898
De: Prefeitura Data: Ter 21/10/2014 21:17:00
Cidade: M. Claros
(...) O prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz, concedeu entrevista coletiva à imprensa, na tarde desta terça-feira (21). O assunto em pauta foi o rompimento do contrato de concessão dos serviços de água e esgoto do município de Montes Claros com a Companhia de Abastecimento e Saneamento de Minas Gerais (Copasa).
Durante a coletiva, o prefeito explicou todo o processo que culminou no rompimento do contrato e ainda afirmou que a população poderá ficar tranquila, porque os serviços continuarão sendo prestados normalmente. Para garantir que a população não seja prejudicada, o município nomeou uma Comissão Tripartite, integrada por representantes da Prefeitura Municipal de Montes Claros, Copasa e Agência Municipal de Água, Saneamento Básico e Energia de Montes Claros (AMASBE), que vai gerir os serviços.
A Copasa, que contestou a decisão da Prefeitura em assumir o serviço a partir do rompimento do contrato, também não aceitou fazer parte da Comissão Tripartite e através do seu representante em Montes Claros, Daniel Antunes, disse que não vai permitir o trabalho da Comissão e que, apesar de ter sido assegurado o contraditório, a Copasa deve acionar a Justiça.
A comissão, nomeada através do decreto 043, publicado também na terça-feira, tem a seguinte composição: Geraldo David Alcântara, Diretor Presidente da AMASBE; Jason Souza Lima Pereira Neto, Diretor técnico da AMASBE; Sebastião Caetano Prates, Diretor Administrativo Financeiro Interino da AMASBE; José Márcio Vieira Dias, Diretor de Qualidade e Fiscalização Interino da AMASBE; e Augusto José Vieira Neto, Assessor Jurídico Interino da AMASBE, se apresentaram na sede da Copasa para início dos trabalhos. No entanto, não foi permitida a entrada da Comissão, que visando fazer cumprir o que determina a decisão da Procuradoria do Município, lavrou Boletim de Ocorrência junto à Polícia Militar, registrado sob o nº 60.102. No documento é relatada a resistência ao cumprir o determinado no processo administrativo que cassou a concessão.
Ainda de acordo com o determinado no processo administrativo, a população deve continuar pagando as contas de água, cujos valores serão depositados em conta do Banco do Brasil, que somente poderá ser movimentada de forma conjunta. O documento também prevê que dentro de seis meses será realizada nova licitação, com as empresas vencedoras sendo obrigadas a fornecer água de qualidade e tratamento ideal de esgoto, tanto na área urbana quanto na zona rural. “É preciso deixar claro que desde 1974 a Copasa vem dominando o setor e que os contratos foram renovados sem cumprimento das obrigações e com perdão de multas, de forma totalmente ilegal”, finalizou o prefeito, que já enviou à Câmara projeto para recriar a Companhia de Água e Esgoto de Montes Claros (CAEMC (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78897
De: bruno rabelo Data: Ter 21/10/2014 14:31:06
Cidade: Montes Claros
Graças a Deus a tão esperada chuva cai no sertão, até as 12:00 de hoje caiu no distrito de Cabeceiras próximo a Nova Esperança aproximadamente 110mm de chuva, o Ribeirão Cabeceiras correu com a força de outrora enchendo barragens ao longo do seu percurso. Agora é esperar a estiar um pouco para o preparo da terra começar.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78896
De: Antonino Data: Ter 21/10/2014 08:45:52
Cidade: Moc
Temeu-se muito que estas primeiras chuvas - excetuada a de São Miguel - viessem carregadas, tempestuosas, em função do forte calor. Chuvas inaugurais no sertão, e mesmo as saideiras, as que abrem e fecham as águas, costumam ser iradas. Mas não . A chuva de hoje se instalou de mansinho, o seu manto cobre a serraria com doçura, e o forte calor dos últimos dias fugiu. Fujam as trevas..., ouço cantar a célebre melodia. Reina a natureza. Algumas luzes da cidade estão acesas. Há festa nos ninhos. A sábia natureza se recompõe, a ensinar aos homens que eles pertencem a natureza, e não o contrário, como julgam na sua soberba. Olho pela janela - os montes claros encobertos pela chuva mansa. E a sinfonia de sempre nos pingos de chuva. O Natal parece que chegou. Glória a Deus nas alturas.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78894
De: Marcos Data: Ter 21/10/2014 06:43:52
Cidade: Moc
E-mail: marcosedjalma@yahoo.com.br
Acordei 4:20 da manhã com chuva graças a Deus refrescou muito o calor tava de morrer.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78893
De: O Tempo Data: Dom 19/10/2014 15:34:48
Cidade: BH
Homem reage a assalto de moto e é executado a tiros em Montes Claros - Vítima morreu na porta de casa e na frente da mulher; suspeito fugiu e, até o momento, não foi localizAdo. FERNANDA VIEGAS - Um homem de 46 anos foi executado ao reagir a um assalto de uma moto, no fim da noite desse sábado (18), em Montes Claros, no Norte de Minas Gerais. Até o momento, o suspeito não foi preso. A mulher da vítima, contou à Polícia Militar (PM) que ela e o marido voltavam para casa quando foram abordados por um homem, usando capacete e chinelos, que, armado, anunciou o assalto. O suspeito ordenou que o casal entregasse a chave da moto deles, chegando a apontar a arma para a cabeça de C.M.P.B., 43. A vítima Adair Pereira de Brito, 46, falou ao bandido que teria pegar a chave na casa, na rua Brasil, no bairro Doutor João Alves, e aproveitando de uma distração do criminosos, reagiu ao assalto e os dois começaram a brigar. Nesse momento, o suspeito atirou. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local e constatou o óbito. Segundo a perícia, Brito foi atingido por quatro tiros, sendo um no pescoço, um na testa, um na nuca e um nas costas. O homem fugiu sem levar nada e, até o momento, não foi localizado.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78891
De: Manoel Hygino Data: Sáb 18/10/2014 10:36:10
Cidade: Belo Horizonte
Por onde penetram os ladrões

Manoel Hygino - Hoje em Dia

Tomé, também chamado Dídimo, era judeu e apóstolo de Jesus, nascido na Galileia, figurando em três episódios no Evangelho de São João. Na última ceia, quando o Mestre anunciou aos discípulos que teria de deixá-los, mas que eles conheciam o caminho para se encontrarem, Tomé ergueu a voz: “Senhor, nós não sabemos para onde ides; como podemos conhecer o caminho?”
As atitudes de Tomé são curiosas. “Depois da ressurreição, e sem estar presente ao primeiro aparecimento de Jesus, declarou não acreditar sem ver e tocar as chagas no corpo do Mestre”. Em nova aparição, Jesus o censurou pela incredulidade, prostrou-se diante dele e exclamou: “Meu Senhor e Meu Deus!”.
Estas observações servem para justificar a crença de que Tomé queria sentir de perto os fatos. A tradição conta que evangelizou medos e persas e chegou à Índia, onde padeceu o martírio. Seu corpo teria sido trasladado a Edessa, antiga cidade da Mesopotâmia, hoje denominada Orfa, onde São João Crisóstomo indicou seu túmulo, assim como quatro outras sepulturas apostólicas. Sua pregação em Malabar é tradição conservada pelos chamados “Cristãos de São Tomé”.
O escrito mais antigo em que ele aparece são os “Atos de São Tomé”, redigidos em língua siríaca, obra anônima, apócrifa e recheada de elementos literários. Bem recentemente, novo achado redescobriu o apóstolo. Em 1945, num antigo cemitério de Nag Hammadi, no alto Egito, encontraram-se potes de barro, contendo 12 manuscritos em caracteres coptas, que trouxeram novamente Tomé ao núcleo do cristianismo.
O jornalista Paulo Narciso me advertiu para a descoberta, que deixou o mundo, sobretudo cristão, perplexo. É que o texto seria, de fato, o “Quinto Evangelho”, referido pela tradição oral. Aliás, além de Marcos, Mateus, João e Lucas, outros documentos preciosos foram localizados no Egito e nas proximidades do Mar Morto, que demonstram a força religiosa naqueles anos lindeiros ao nascimento de Jesus.
A localização dos escritos de Tomé por lavradores foi saudada, embora parte dos papiros encadernados em couro tenha sido usada para acender fogo. Uma outra parte foi vendida e encaminhada ao museu Copta do Cairo, e mantida, durante 11 anos, entre bugigangas.
Até que, pesquisadores estudaram cientificamente os documentos e constataram que ali estava o Evangelho do apóstolo Tomé, ou seja, cópias do original do século II da era cristã. Não se trata de descrições da vida de Jesus, como nos demais apóstolos, mas além de 100 sentenças ou aforismos de “Jesus, o Vivo”.
Chamam a atenção as observações iniciais: “Estas são as palavras secretas de Jesus o Vivo, escritas por Didymos Thomas. A palavra aramaica “Thomas”significa “gêmeo”, em grego “Didymos”. Ali estão ensinamentos esotéricos de Jesus, não para as multidões, mas especialmente escolhidas para os discípulos, capazes de compreender o sentido místico de certas verdades profundas, como comentou Huberto Rohden.
Eis o 103º ensinamento: “Disse Jesus: feliz do homem que sabe por onde penetram os ladrões! Assim pode erguer-se, reunir forças e estar alerta e pronto antes que eles venham”.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78890
De: weberth Data: Sex 17/10/2014 08:10:52
Cidade: Montes Claros/MG
E-mail: weberthsantos05@yahoo.com
Mensagem: sou irmão de uma das vitimas pela criminalidade e mc gostaria d sabe s vcs pd anunciar isto pramim... eu weberth irmão do gabriel venho em no d toda a familia convidar a todos os amigos e d mais conhecidos a participar da missa do setimo dia do gabriel qu sera realizada no bairro jardim alvorada, na AV;odet prats igreja santa terezinha ,249 montes claros sabado as 19:00 horas obrigado pela comprienção de tds..
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78889
De: Silqueira Data: Qui 16/10/2014 15:57:33
Cidade: Montes Claros/MG
E-mail: zaplibertas13@hotmail.com
Mensagem: O Barão de Grão Mogol, o Sr. Guálter Martins Pereira também foi o fundador da Loja Maçônica "Aurora do Progresso" na então Vila de Grão Mogol, no dia 12 de dezembro do ano de 1874. Um dos lemas da maçonaria é a Liberdade, assim sendo, e por ter sido maçom, o Barão Guálter Martins Pereira, alforriou seus escravos ant es mesmo da Lei Áurea.Como Grão Mogol é uma cidade turística, vale a pena visitar o Templo Maçônico "Aurora do Progresso", construído pelas mãos benfazeja do Barão de Grão Mogol.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78887
De: Iara Tribuzi Data: Qui 16/10/2014 10:32:37
Cidade: Belo Horizonte/MG
E-mail: iaratribuzzi@hotmail.com
Um barão de verdade Manoel Hygino - Hoje em Dia O jornalista Alberto Sena, de volta às raízes em Grão Mogol, como fez o sociólogo e empresário Lúcio Bemquerer, reacende luzes sobre o passado, contando com a rara memória de Geraldo Ramos Fróis, aos 77 anos. Lembrou-se uma personagem pouco reverenciada em nossa história: Gualtér, filho de Caetano Martins Pereira, proprietário da fazenda Santo Antônio, onde viveu 50 anos e cujo nome foi mudado para Cafezal. Gualtér Martins Pereira era um homem bom, possuía mais de cem escravos e, abolicionista, libertou todos eles três meses antes da Lei Áurea. Juiz de direito de Rio Pardo de Minas, no Jequitinhonha, anulou a sentença de um homem condenado à morte e mandou-o a novo julgamento. (...)

Oi, Manoel Hygino Tenho muita vontade de conhecer Grão Mogol. De lá saiu o meu bisavô Ramiro Ramirez e foi estudar Medicina na Bahia, mas teve de abandonar o curso porque o pai não teve meios de mantê-lo em Salvador. Assim ele foi dar aulas em Salinas, onde fundou um Liceu, extinto com a proclamação da República. A cidade deve ser linda, com muitas pedras e morros, e o presepio do Lúcio.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 78886
De: Walter Abreu Data: Qui 16/10/2014 09:32:15
Cidade: Montes Claros
(...) No próximo dia 27 de outubro, estaremos reunindo os apaixonados por Montes Claros, às 19:00 horas, na sede da OAB, para instituição das diversas Câmaras. Construir um planejamento e definir os rumos a seguir não pode e não deve ser responsabilidade só do poder público. Vamos participar. Não é necessário ser convidado oficialmente. Basta ser apaixonado por nossa Terra. (...) (Clique aqui para ler toda a mensagem na seção Colunistas)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Página Anterior >>>

Abra aqui as mensagens anteriores:


Voltar à Página Inicial

 






Um olhar de Montes Claros sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros


Últimas Notícias

30/10/14 - 16h
Pesquisadores brasileiros descobrem Viagra de pimenta 50% mais potente

30/10/14 - 15h
Brasil já tem 828 casos da febre chikungunya, doença prima da dengue

30/10/14 - 14h
Manchetes dos jornais: “Banco Central eleva juros para 11,25% ao ano, 3 dias após eleições” - “Caixa vai ampliar crédito para a compra de veículo”

30/10/14 - 13h
Militar que matou Osama Bin Laden revelará sua identidade na TV

30/10/14 - 12h
Mulher de 29 anos, com câncer sem cura, marca o dia da morte - sábado que vem, e vira assunto nos EUA

30/10/14 - 11h
Com a alta da Selic, Brasil tem, de novo, o juro mais caro do mundo

30/10/14 - 10h
Derrota obriga Atlético a buscar nova recuperação em casa na Copa do Brasil

30/10/14 - 9h
Motoboy que levou tiro na testa em assalto no Alto de São João passa por cirurgia. Seu estado é grave

30/10/14 - 8h
Diminui a chance de chuva em M. Claros - 10 milímetros, hoje, e 2 amanhã; a de ontem, de 18mm, ficou em chuviscos

30/10/14 - 7h
Acidente entre ônibus (que chegava a M. Claros) e carreta mata 4 e deixa 16 feridos perto do Canto do Engenho


29/10/14 - 18h
Em boa fase, Atlético e Flamengo iniciam hoje fase semifinal da Copa do Brasil

29/10/14 - 17h
Cruzeiro recebe o Santos pela semifinal da Copa do Brasil e precisa “fazer a lição de casa”

29/10/14 - 16h
Tribunal de Justiça do Rio condena Record a pagar 100 mil reais a Xuxa por ter mostrado foto dela nua

29/10/14 - 15h
Pela 3ª vez, ator Hugh Jackman, o Wolverine, volta a tratar câncer de pele no nariz

29/10/14 - 14h
Recusa da extradição de Pizzolato pode abrir precedente “muito perigoso” para o Brasil, afirma procurador-geral da República

29/10/14 - 13h
Manchetes dos jornais: “Câmara impõe 1ª derrota a Dilma após a reeleição” - “Câmara derrota Dilma e veta conselhos populares” - “Rebelião na base aliada provoca 1ª derrota de Dilma após a reeleição“

29/10/14 - 12h
Minas tem 45 mortes e quase 45 mil casos de dengue em 2014 – revela Secretaria de Saúde

29/10/14 - 11h
Chuva em M. Claros desde ontem foi de 40mm; pela meteorologia, pode chover 18mm hoje e 15 amanhã

29/10/14 - 10h
Depois de se casar com mulher sequestradora na prisão, Richthofen quer ser mãe

29/10/14 - 9h
Brasil sobe 3 posições, mas fica atrás do Equador, Chile e México, em ambiente de negócios – mostra ranking

29/10/14 - 8h
Bolonha nega extradição e ex-diretor do Banco do Brasil é solto. Governo vai recorrer

29/10/14 - 7h
Câmara derruba decreto de conselhos populares, 2 dias após a reeleição


28/10/14 - 18h
Supremo promete julgar, amanhã, troca de aposentadoria

28/10/14 - 17h
Técnico do Atlético elogia Carlos, mas diz que atacante ainda precisa evoluir

28/10/14 - 16h05
19% dos estudantes dos EUA trocam imagens sexuais pelo celular, aponta estudo

28/10/14 - 15h
Cruzeiro "esquece" Brasileirão e se concentra na Copa do Brasil. Santos diz não temer a Raposa

28/10/14 - 14h08
"O suspeito, um jovem de 18 anos que ainda estava internado no local, e mais dois adolescentes conseguiram fugir após o crime.(...) O homem que teria matado (...) é conhecido no meio policial por furtos e roubos em Janaúba e Montes Claros"

28/10/14 - 14h
Para o papa, Big Bang e Teoria da Evolução não contradizem a lei cristã

28/10/14 - 13h
Manchetes dos jornais: “Dilma busca para a Fazenda nome do mercado financeiro” - “Dólar dispara e ações da Petrobras desabam” - “Congresso já reage a proposta de plebiscito”

28/10/14 - 12h
Seis alemães, Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar estão entre os indicados à Bola de Ouro de melhor jogador

28/10/14 - 11h
Condenada pela morte dos pais, Suzane Richthofen deixa ala evangélica, abre mão da liberdade e se casa com mulher seqüestradora

28/10/14 - 10h38
"Vivemos sob risco permanente, não apenas pelos que nos impedem de circular tranquilamente pelas ruas, de ir e vir ao trabalho, do exercício do ofício que nos dá sustento e à família"

28/10/14 - 10h
Menor de 14 anos é morto por outro, de 18, em centro de acolhimento instalado em área residencial

28/10/14 - 9h
Choveu 30 milímetros em M. Claros, logo cedo - quase o triplo da previsão. O tempo segue "carregado", e há mais chuvas até quinta

28/10/14 - 8h08
"Chuva de encher rio já há 25 minutos em Montes Claros. Chuva uniforme, vigorosa, comportada, sem raios e trovões. Chuva de lavar os ares, de acender a iluminação das ruas. Chuva de Deus, chuva da infância, quando a cidade toda rumava para a beira do rio Vieira, para ver a enchente chegar e passar, ir, levando grandes toras, e..."

28/10/14 - 8h
11 estudantes, de até 16 anos, e professora morrem em acidente com ônibus escolar no interior de S. Paulo

28/10/14 - 7h
Presidente Dilma afirma que quer dialogar, e que não vai fazer choque na economia


27/10/14 - 18h
Galo e Raposa "secam"o São Paulo, que hoje enfrentará o Goiás pelo Brasileirão

27/10/14 - 17h03
Atlético chega ao centésimo gol na temporada e é o líder do returno do Brasileirão

27/10/14 - 16h50
Votos brancos e nulos em M. Claros somam 11.062 no segundo turno. 210.925 votaram (82,7%)

27/10/14 - 16h43
Falso funcionário exige 2.700 reais para "agilizar" serviço da Cemig em M. Claros programado para o ano que vem

27/10/14 - 16h03
Eleitor tem 60 dias para justificar ausência na votação de ontem

27/10/14 - 15h
Manchetes dos jornais: “Dilma é reeleita na disputa mais apertada da história” - “Reeleita, Dilma prega união e reforma política” - “Uma presidente, dois Brasis”

27/10/14 - 14h
Cruzeiro terá sequência de jogos em casa para espantar má impressão

27/10/14 - 13h
Brasil assina contrato de 13,4 bilhões de reais para compra de 36 caças suecos, que virão entre 2019 e 2024

27/10/14 - 12h02
Resultados ainda extraoficiais de Montes Claros: Dilma, 124.127 votos, 62,05% - Aécio, 75.916 votos, 37,95%

27/10/14 - 12h
Três ficam feridos, na Ponte Branca, em capotamento de ônibus que vinha de Brasília para M. Claros

27/10/14 - 11h45
"...escalávamos um robusto pé de goiaba encostado no muro divisório para nos deliciarmos vendo, pelas frestas do telhado, as funcionárias da fábrica tomarem banho para retirar o suor e a fuligem do café"

27/10/14 - 11h
Jornais estrangeiros destacam desafio "ao final de uma campanha duríssima, cheia de denúncias e acusações mútuas"

27/10/14 - 10h
Anvisa descarta que passageiro isolado em aeroporto do Rio esteja com ebola

27/10/14 - 9h
PMDB elege o maior número de governadores (7) e a 2ª maior bancada na Câmara (66 deputados)

27/10/14 - 8h
M. Claros amanhece e segue com chuva. Pode chover 39 milímetros hoje, 12 amanhã, 16 quarta e 26mm quinta

27/10/14 - 7h
Reeleição de Dilma foi a eleição mais apertada desde 1989 - 51,64% contra 48,36%


26/10/14 - 14h30
67 votos de urna eletrônica deliberadamente queimada por eleitor, com gasolina, em Porteirinha, estão preservados. Segue a votação


25/10/14 - 18h
Câncer de mama atinge 156 mulheres por dia no Brasil

25/10/14 - 17h
Pesquisa mostra que brasileiro troca futebol por musculação

25/10/14 - 16h
Mais seguro país da América Latina, Uruguai vai decidir amanhã se reduz maioridade penal de 18 para 16 anos

25/10/14 - 15h
Em véspera de eleição, 31ª rodada do Brasileirão tem 10 jogos

25/10/14 - 14h
Manchetes dos jornais: “Enem – Ministério Público quer fraudadores presos” - “Supremo decide na quarta ação da troca de aposentadoria”

25/10/14 - 13h
Cruzeiro aposta em bom retrospecto, hoje, contra o Figueirense

25/10/14 - 12h
Previsão é de 2mm de chuva hoje, 2 amanhã, 12 segunda e 21, terça, em M. Claros. (Às 16h, a meteorologia alargou a chuva que vê)

25/10/14 - 11h
Por causa do fuso horário, Brasil só vai saber quem é o presidente às 20 horas de domingo, 17h no Acre

25/10/14 - 10h
Mega-Sena sorteia hoje prêmio de 60 milhões de reais, um dos maiores do ano. (Apostador de Sergipe ganhou com os n°s 12-17-23-38-53-54)

25/10/14 - 9h
Líder do returno, Atlético defende hoje às 18h30, vaga no G-4 contra o Sport. A 98 FM vai transmitir

25/10/14 - 8h
Nível dos reservatórios do sudeste é inferior ao registrado em outubro de 2001, ano do racionamento

25/10/14 - 7h
Minas novamente impõe a lei seca a partir do amanhecer do domingo de eleição


24/10/14 - 18h03
Zagueiro Tiago pode estrear, amanhã, no jogo do Atlético contra o Sport

24/10/14 - 17h01
Chuva de meteoros (20 por hora, ao amanhecer ) pode ser vista até 7 de novembro. Olhe para o céu, a nordeste

24/10/14 - 16h
Cálculos mostram que perda no rendimento do FGTS pode chegar a 35 bilhões de reais em 2014

24/10/14 - 15h
Dunga diz que atletas aprovam cartilha que veta até celular e chinelo

24/10/14 - 14h
Manchetes dos jornais: “Polícia Federal indicia 17 por fraude no Enem” - “Supremo reduz o desconto do Imposto de Renda no pagamento dos atrasados”

24/10/14 - 13h
Roberto Carlos veta legendas em livro e chora com foto da ex-mulher Maria Rita

24/10/14 - 12h
Com céu azul e “rabos de galo” em M. Claros, meteorologia anuncia soma de 31 milímetros de chuva - segunda e terça-feira

24/10/14 - 11h02
Sargento PM frustra arrastão contra churrascaria e tem arma apreendida. Um dos 3 assaltantes morreu no tiroteio

24/10/14 - 10h
Recuperação de Michael Schumacher pode levar até 3 anos

24/10/14 - 9h
Mesmo reticente, comércio deve contratar temporários no fim de ano - mostra levantamento

24/10/14 - 8h
Atacante Jô é punido, mas volta aos treinos na Cidade do Galo

24/10/14 - 7h
Confirmado 1º caso de ebola em Nova Iorque. Médico que deixou a Guiné dia 14 está internado


23/10/14 - 20h03
"Em município mineiro, PT e PSDB fracassam contra a miséria"- diz a manchete da BBC, de Londres, Inglaterra. O município, no caso, é São João das Missões, no Norte de Minas

23/10/14 - 18h
Ebola causa quase 5 mil mortes e 10 mil infectados, diz OMS



OUÇA E VEJA A 98 FM
Todos direitos pertecentes a Rádio Montes Claros 98,9 FM. O material desta página
não pode ser publicado, transmitido por broadcasting, reescrito ou distribuído
sem prévia autorização