Um olhar sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros
(38) 3229-9800
 
Conheça-nos
Principal
Mural
Classificados
Eu te procuro
Clamor & Broncas
Agenda
Músicas de M. Claros
Hoje na história
 de M. Claros
Montes Claros
 era assim...
História
Central de Caronas
Memorial de
 João Chaves
Memorial de
 Fialho Pacheco
Reportagens
Concursos
Colunistas Convidados
Notícias por e-mail
Notícias no seu site
Adicione nos favoritos
Fale conosco
 
Anuncie na 98 FM
Ouça e veja a 98 FM
Conheça a 98 FM
Chat(Bate-Papo)
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 98
Anúncios no ar
Previsão do tempo
 
Anuncie na 93 FM
Ouça a 93 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 93
Publicidade
 
Alberto Sena
Augusto Vieira
Avay Miranda
Carmen Netto
Dário Cotrim
Davidson Caldeira
Efemérides - Nelson Vianna
Enoque Alves
Flavio Pinto
Genival Tourinho
Gustavo Mameluque
Haroldo Lívio
Haroldo Santos
Haroldo Tourinho Filho
Hoje em Dia
Iara Tribuzzi
Isaias Caldeira
João Carlos Sobreira
Jorge Silveira
José Ponciano Neto
José Prates
Luiz de Paula
Luiz Ortiga
Manoel Hygino
Marcelo Eduardo Freitas
Marden Carvalho
Maria Ribeiro Pires
Mário Genival Tourinho
Oswaldo Antunes
Paulo Braga
Paulo Narciso
Petronio Braz
Raphael Reys
Raquel Chaves
Roberto Elísio
Ruth Tupinambá
Ruth Tupinambá Graça
Saulo
Ucho Ribeiro
Virginia de Paula
Waldyr Senna
Wanderlino Arruda
Web - Chorografia
Web Outros
Yvonne Silveira
 
Atuais
Panorâmicas
Antigas
Pinturas
Catopês
Obtidas por satélite
No Tempo de Lazinho
Estrada Real Sertão
Mapa de M. Claros
 
Detran
Lista telefônica
Guia de Mapa
 

7/4/2014 - Os 2 tremores de terra em M. Claros, no domingo 6 de abril, de 3,9 e 3,8 graus, sinalizam que a atividade sísmica no município está:

»Aumentando
»Diminuindo
»Estável
»Tende a regredir
»Tende a progredir

» Ver resultados «




Buscar no Site


Busca no



 
 



Jornalismo exercido pela própria população



Deixe sua notícia neste Mural, clique aqui para enviar.
(Seja objetivo e escreva no menor espaço possível. Se preferir, coloque seu e-mail; se desejar, coloque também endereço e telefone. As mensagens - preferencialmente de inspiração noticiosa - serão publicadas a critério da redação. Textos que ferem as leis serão sumariamente descartados, assim como mensagens agressivas ou que pretendam apenas criar polêmica e discussão estéril.Pede-se, com empenho, que as mensagens não sejam redigidas em letra de caixa-alta (letras maiúsculas), que em linguagem de internet equivalem a falar gritando. As mensagens aqui postadas não representam a opinião do montesclaros.com; a responsabilidade pertence ao autor da mensagem).



Ir para mensagem N°:
Por data:

Mensagem N° 77834
De: moradora Data: Qui 24/4/2014 13:12:47
Cidade: montes claros mg
Vândalos colocaram fogo nesta noite em ambulância da Santa Casa, e quebraram o vidro da porta, entrada do Pavilhão Dom Geraldo, perto da funerária. Aquela região a noite é frequentada por usuários de crack. Agora eles tomam providencias de iluminar o local.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77833
De: Mercês Data: Qui 24/4/2014 09:12:31
Cidade: M. Claros
Muitos dos assaltos verificados diariamente em Montes Claros sequer chegam ao conhecimento da população, pois são preservados, para não alarmar mais, penso. Soube de um, sábado à noite. Assaltante armado atacou padaria naquele posto de gasolina que fica na frente da Escola Normal, na Avenida Mestra Fininha. Seria apenas mais um assalto se não fosse o detalhe: bem em frente fica um posto da PM, instalado no espaço da própria Escola Normal, mutilando o projeto.A ousadia dos ladrões, sua desenvoltura por toda a cidade, vão muito além. Além do posto policial, dois quarteirões à frente ficam as residências do comando e dos oficiais do Exército, onde frequentemente estão circulando soldados da corporação. Nada que iniba a folga dos ladrões. O que fazer? Estamos trancados e acuados dentro de nossas casas.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77832
De: Wanderlino Arruda Data: Qua 23/4/2014 09:43:16
Cidade: Montes Claros/MG
(...) Antes de mais nada, confesso que nasci muito longe do mar, algumas centenas de bons quilômetros de distância, separado por céus e terras, pela Serra Geral, pelo Rio Pardo e por muitos outros acidentes geográficos. Quem conhece sabe que a mineiríssima cidade de São João do Paraíso está cravada num recolhido sertão entre a Bahia de Condeúba e este Setentrião, longe, muito longe do mar, sem nenhuma condição de ter filho com vocação para marinheiro. A única coisa parecida com mar que nós tínhamos por lá, e nos bons tempos de fartura, era o manso e tranquilo verde canavial, lindo e extenso, adorável vale de maravilhas, parecia feito para as peraltices do menino ou para as saudades do futuro adolescente sentimental. O mar só me veio aos dezenove anos. Ou melhor, só fui a ele depois de muitos anos de vida bem vivida em Salinas, Mato Verde, Taiobeiras e, principalmente, em Montes Claros. (...) (Clique aqui para ler toda a mensagem na seção Colunistas)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77830
De: Mário Alaor Data: Ter 22/4/2014 21:08:54
Cidade: Montes Claros - MG
E-mail: marioalaor@yahoo.com.br
Esclarecendo:
- Mensagem 77811- Alberto Sena- apesar de abrigar a es-
tátua de Francisco Sá, o nome da Praça é Raul Soares;

- Mensagem 77818 - Paulo Roberto Paraíso - o homem do
Mustang era Felisberto Caldeira.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77829
De: Júlio Data: Ter 22/4/2014 20:25:35
Cidade: Moquense
Apresso-me, corro para pedir perdão a todos. Na minha fúria bairrista, quis, e quero, ter Francisco Sá, não o ministro, mas o homem em humanidades, como nosso conterrâneo. Fiz as contas de chegar de que sou capaz, mas...esbarrei no próprio ministro: "Tu és a irmã da cidade alpestre que é a sede do meu município natal". Estou errado, embora por razoável motivação. Quando em 1862 nasceu Francisco Sá, a hoje arruinada Fazenda Brejo de Santo André era tributária de Grão Mogol. Portanto, grão-mogolense é ele, pois que o povoado de São Gonçalo do Brejo das Almas tomou este nome em 1867, quando, aí sim, subordinou-se administrativamente a Montes Claros. Tarde. O menino já tinha 5 anos. Mas, Grão Mogol e o Serro Frio, da Vila do Príncipe, são nossas matrizes civilizatórias. Nada a reclamar. "Errei, sim, (mas não) manchei o seu nome" - veio a letra famosa, da disputa de amor e..., de Dalva e Herivelton, mas aí a história é outra.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77828
De: Lúcio Data: Ter 22/4/2014 19:02:06
Cidade: M. Claros
Boa Noite venho através deste principal meio de comunicação de Montes Claros colocar a minha indignação em relação a Empresa (...) que foi comprada pela (...) eles colocaram um ônibus que parecer lotação com destino a capitão Enéas cadeiras duras, desconfortável, sem espaço entre as cadeiras nós principalmente moradores e trabalhadores que vem para montes claros ou vai para capitão Enéas levando nossas compras não chegar ao destino pois neste ônibus não existe bagageiro e acabam indo dentro do ônibus sem falar o valor das passagens continua o mesmo até quando sua transnorte vai pensar em nós quando os taxista fazem a linhas vocês acham ruim aguardo uma reposta
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77827
De: Luiz Ortiga Data: Ter 22/4/2014 19:09:25
Cidade: BRASILIA/DF
E-mail: ortigaluiz@ig.com.br
Ando prestando atenção às mensagens do Montesclaros.com e feito intervenções. Na mensagem sobre o grande orador que foi o Eng. Francisco Sá, gostaria de incluir como grande orador que Montes Claros já acolheu , o Bispo D. Antonio de Almeida Moraes Júnior. que deixou Montes Claros para ser bispo de Niterói e posteriormente arcebispo de Olinda/Recife. Isso na década de 50 em diante. Num sermão na catedral, durante a semana Santa, d.Antonio fez a seguinte comparação: - Diógenes, o filósofo grego que durante o dia, com uma lamparina, procurava um homem. Tempos depois, Pilatos, no julgamento de Cristo perante a turba, lavando as mãos exclamou: "ecce homo" (eis o homem). Belo jogo de palavras no tempo e que jamais me esqueci. Grandes oradores em Montes Claros.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77826
De: Júlio Data: Ter 22/4/2014 18:54:32
Cidade: M. Claros
"Guarda tua terra as cinzas do inesquecível antepassado que deu nome à minha família e de cujo espírito, impregnado de misticismo liberal, recebi a sugestão do amor à liberdade, que foi o sonho radioso da minha geração"

Deus do céu! Qual dos políticos desta geração atual é capaz de entender o raciocínio, literário e político, cívico até, expresso no memorável discurso do montesclarense Francisco Sá? Digo montescarense, e repito: o hoje município de Francisco Sá pertencia a Montes Claros quando na sua zona rural, também desmembrada de Grão Mogol, nasceu o depois ministro da Viação, na fazenda Santo André. Creio que ele próprio, humanista, jamais aprovaria que o bucólico nome de Brejo das Almas tivesse sido removido em sua homenagem. E acrescento: o segundo livro do poeta Carlos Drumond de Andrade buscou o seu titulo exatamente na evocação Brejo das Almas.
Brejo, que antes, pela ordem, chamou-se: Cruz das Almas das Caatingas do Rio Verde, pois descoberto num Dia de Finados, e posteriormente São Gonçalo do Brejo das Almas e, por fim, Brejo das Almas, hoje Francisco Sá.

Agora, pode a prefeitura pelo menos limpar, assear, a Praça que é uma impagável dívida de gratidão a este enorme montesclarense, a quem chamamos de nosso melhor amigo? Praça que ultimamente converteu-se em abrigo de mendigos, usuários de drogas. Nós e a nossa história agradeceremos.
(Para os estudiosos: a filha do ministro Francisco Sá foi amiga e testemunha privilegiada das horas derradeiras e santas da Madre Honorina de Abreu, filha de Capistrano - historiador cujo modelo de Constituição, com um único artigo, nos mandava ter vergonha na cara . Madre Honorina de Abreu, nome mais alto do Carmelo no Brasil, filhas espirituais de Santa Teresa de Ávila e, portanto, na linhagem mística de São João da Cruz, patrono dos poetas da Espanha, terra de Cervantes. Amém, nós tudo!)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77825
De: eduardo novais Data: Ter 22/4/2014 17:20:28
Cidade: Juramento  País: Brasil
E-mail: eduardonovaistidu@gmail.com
(...) Na tarde de hoje um caminhão carregado (...) tombou na MG 308 km 40 em Juramento/Pau D`Oleo, deixando uma vitima fatal e outra com fraturas de ms (membro superior) e trauma de face. Este aconteceu na decida conhecida como "serra do calçamento",onde existe muitas curvas e um declive longo. Não é o primeiro acidente que acontece neste local, desde que foi feito o asfalto de Juramento a Itacambira vários acidentes aconteceram nesta MG, o trânsito nela já não é tão pequeno, carretas e caminhões carregados de carvão estão a todo momento, pois ela serve de escoamento do produto citado. (...)
***
PM - Mensagem: Um homem de 47 anos morreu na tarde de ontem após acidente na MG 308, zona rural de Juramento. O passageiro do veículo teve ferimentos graves.O acidente foi por volta das 14h40. Segundo o passageiro, O caminhão VW/15.180 EURO3 WORKER de cor amarela, placa HBG-0303, transitava pela rodovia, sentido Itacambira para Juramento, em um trecho onde há um declive acentuado e a pista é sinuosa, ao efetuar uma curva à esquerda, apresentou defeito nos freios, tendo o condutor perdido o controle da direção, vindo a tombar e cair em uma barroca a margem direita da pista de rolamento.Em consequência do acidente, o condutor, teve morte instantânea no local e ficou preso às ferragens. O passageiro sofreu ferimentos graves e foi socorrido por uma unidade móvel do SAMU para o HPS da Santa Casa, em Montes Claros. O resgate do Corpo de Bombeiros compareceu ao local, fazendo o desencarceramento da vítima fatal.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77824
De: Montesclarense Data: Ter 22/4/2014 16:41:51
Cidade: Montes Claros/MG
Reparem bem a beleza da oratória. Ele foi considerado um dos maiores oradores do Brasil, do nível do grande jurista e político Ruy Barbosa. E também, o que me impressionou muito, parece uma verdadeira profecia do crescimento de Montes Claros, que hoje tem cerca de 400.000 habitantes, mas, na época em que ele discursou, tinha cerca de 5.000 habitantes apenas.
É uma verdadeira obra de arte com as palavras, com figuras de linguagem e expressões sublimes, que já não ouvimos nos dias de hoje, mas que, quis Deus, ficassem guardadas para nós, para que possamos admirar o amor de um grande brasileiro pela sua região e pelos seus antepassados, e para que possamos mostrar para nossos descendentes, pois daqui a 90 anos, ou 180 anos, a beleza dessas palavras será atual.


"Montes Claros, coração robusto do sertão mineiro, eu nunca te vira e já te amava, em teu nome, em tua tradição, em teus homens, em teu destino!
Eu não havia recebido ainda, como ontem e hoje recebi, a impressão de tua beleza, esplendor destes dias de ouro, com que me acolhem o encanto de tua hospitalidade, e já minh`alma estava presa à tua fortuna.
Por que não hei eu de dizer as razões do coração que para ti conduziram o meu afeto e a minha ação?
Por que dissimular o manancial de amor de onde esta corrente deriva?
Por que desconhecer que eu vi em ti o centro e o guia da região na qual se esconde, obscuro e ignoto, o pequeno pedaço de terra em que deslizaram os meus primeiros dias, e onde alveja à margem do Gorutuba sussurrante, a minha humilde capela batismal?
Tu és a irmã da cidade alpestre que é a sede do meu município natal.
Deste mesmo céu, que é a glória de teus dias e a doçura melancólica de tuas noites, desceram as primeiras bênçãos, que me iluminaram o caminho da vida, e que, espero em Deus, hão de ser, através das sombras da reminiscência final, a derradeira claridade de meus olhos.
Guarda tua terra as cinzas do inesquecível antepassado que deu nome à minha família e de cujo espírito, impregnado de misticismo liberal, recebi a sugestão do amor à liberdade, que foi o sonho radioso da minha geração."


Discurso pronunciado pelo Dr. Francisco Sá, Ministro da Viação, em Montes Claros, em 8 de junho de 1924.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77823
De: Alberto Sena Data: Ter 22/4/2014 15:42:26
Cidade: Grão Mogol/MG
E-mail: albertobatista@superig.com.br
Mensagem: Fazendo umas pequenas correções na mensagem 77811 do SR.ALBERTO SENA que teve a feliz lembrança do nosso trem de ferro: o trem realmente vinha da Bahia. Aqui era acoplado mais um carro de 1ª classe. O trem saía as 11.00h e chegava em BH pelas 6 horas da manhã do dia seguinte, portanto, 19.00h de viagem. lá pelas 17.00h (...)
Luiz, desde criança, antes dos cinco anos de idade, fazia viagens a BH. Nas primeira, a máquina era Maria Fumaça e se gastava 24 horas de viagem. Depois é que veio a máquina a óleo e o tempo de viagem foi reduzido
para 15 horas.
***
Iara, as suas viagens duravam menos tempo porque a máquina era a óleo. Mas no princípio era Maria Fumaça e o tempo de viagem era um dia.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77822
De: Samu Data: Ter 22/4/2014 14:34:49
Cidade: Montes Claros
Uma pessoa morreu em um acidente ocorrido às 10h desta terça-feira, 22/04, na Avenida Dulce Sarmento, na altura da Avenida Flamarion Wanderley, bairro São José, em Montes Claros. O pedestre, José de Melo Pereira, 72 anos, foi atingido pela moto e, ao chegar ao local, a unidade do SAMU constatou que a vítima já estava em óbito, provavelmente por ter batido com a cabeça.

PM - A Polícia Militar prendeu na manhã de ontem um homem suspeito de ter causado a morte de uma pessoa em acidente de trânsito em Montes Claros. O acidente ocorreu na Av. Dulce Sarmento, bairro Alto São João.
De acordo com o condutor E. R. S. de 22 anos, conduzia a motocicleta Honda CG 125, placa HGQ-1756, sentido Centro/Bairro, quando veio a atropelar um senhor de 72 anos. O SAMU foi acionado e constatou o óbito da vítima. O condutor da motocicleta foi conduzido à Delegacia de Polícia para maiores esclarecimentos.
Segundo testemunhas a vitima atravessava a via sobre a faixa de pedestre.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77821
De: Paula Data: Ter 22/4/2014 11:46:33
Cidade: MONTES CLAROS  País: Minas Gerais
acaba de acontecer um acidente com vitima fatal na avenida dulce sarmento, atropelamento de um senhor de idade, causa sua morte.. idoso ainda não identificado.,
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77820
De: Luiz Ortiga Data: Ter 22/4/2014 10:22:28
Cidade: BRASILIA/DF
E-mail: ortigaluiz@ig.com.br
Fazendo umas pequenas correções na mensagem 77811 do SR.ALBERTO SENA que teve a feliz lembrança do nosso trem de ferro: o trem realmente vinha da Bahia. Aqui era acoplado mais um carro de 1ª classe. O trem saía as 11.00h e chegava em BH pelas 6 horas da manhã do dia seguinte, portanto, 19.00h de viagem. lá pelas 17.00h, tinha a parada do jantar em Cordisburgo. Em Corinto, ao escurecer, era acoplado outro carro, o carro leito. O cidadão comprava o direito de usá-lo. Chegava-se em BH bem descansado, pois o balanço do trem servia como embalo. Para não esquecer que havia o carro restaurante, bem confortável, com uma comida não muito boa, mas muito cara pela qualidade. O trem nos deixou saudades.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77819
De: Evilázio Data: Ter 22/4/2014 10:17:59
Cidade: Montes Claros
Depois de 4 dias de completa hibernação, a cidade de M. Claros tenta preguiçosamente voltar ao seu ritmo. O calor dos últimos dias cedeu, depois do ensaio de chuva que veio ontem por volta das 16h. A noite foi de menos calor e venta, nesta manhã. Na quinta-feira da semana que vem, um novo feriado - desta vez pelo 1º de Maio - vai interromper a semana. Em seguida, virá a Copa do Mundo, depois as eleições... e o Natal.... (Um detalhe: a meteorologia, que segue errando muito, vê chuva em M. Claros no 1º de Maio. A conferir)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77818
De: Paulo Roberto Paraíso Data: Ter 22/4/2014 08:44:33
Cidade: Maringá/PR
E-mail: paulo@deq.uem.br
Lendo o texto do José Ponciano (mens. 77814) me faz lembrar os anos 70-80, quando ainda garoto, estudava em MOC na Escola Normal. De fato, já naquela época, era tudo diferente do que se apresenta hoje. Os aspectos culturais, a arquitetura com seus casarões, os cinemas, etc. Era muito legal e referência para o N. de Minas. Moc era mais bucólica. Quem não se lembra de Gilberto Caldeira curtindo todas as tardes no seu Mustang vermelho, as hora dançantes nas casas de família, as paqueras na rua Dr. Santos e nos cinemas sábado a tarde. Isto era muito bom e saudável. Hoje está tudo mudado. A MOC de hoje não é mais aquela tranquilidade. É uma cidade média e, como tal, sofre muito com o processo de urbanização desenfreado que ocorre no Brasil desde a década de 70. A falta de um plano diretor firme favorece a especulação imobiliária e, em consequência, um pedaço da história de MOC vai embora. Casarões dão lugar a lanchonetes,as praças viram prédios residenciais etc.. Mas não é só MOC que passa com este fenômeno, são todas as cidades médias desse nosso Brasil que toma a maior parte de suas decisões sem o mínimo de planejamento.
Um abraço a todos
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77817
De: Iara Tribuzzi Data: Ter 22/4/2014 09:01:09
Cidade: Belo Horizonte/ MG
E-mail: iaratribuzzi@hotmail.com
(...) Montes Claros, cidade que incha em alta velocidade, não fica de fora. Um exemplo? Quem é aquele homem retratado numa estátua de bronze elevada em plena Praça da Estação Ferroviária? Quem souber o nome dele levante a mão.
Sr. Alberto, também tenho saudades do nosso "trem de luxo". Nele eu vinha p/ BH no maior conforto com meus filhos pequenos. A viagem não durava 24 horas -saíamos daí às cinco da tarde e chegávamos aqui entre 9 e 10 hs. da manha . Em fevereiro de 1965,vim c/ toda a "troupe"e prosseguimos, de carro p/ o Rio de Janeiro, onde chegamos à tardinha
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77816
De: Helio Pereira de Almeida Data: Seg 21/4/2014 19:23:20
Cidade: M. Claros
Mensagem: O homem da estátua Alberto Sena A alienação em relação aos acontecimentos cotidianos - e principalmente os acontecimentos históricos de passado remoto ou mesmo recente - é tão evidente, salta aos olhos. Isso se dá em toda parte. Montes Claros, cidade que incha em alta velocidade, não fica de fora. Um exemplo? Quem é aquele homem retratado numa estátua (...).

Gostei da mensagem,eu sou testemunha do trem,fui maquinista de1970 a 1995. Infelismente o nosso paiz está andando para traz. Helio
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77815
De: Cidadão Data: Seg 21/4/2014 13:35:15
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
Ladrões não perdoam nem mesmo nossas escola. Ontem a noite (20/04/2014), ladrões entraram na Escola Estadual Francisco Sá e levaram alguns computadores. Além do prejuízo físico,também o prejuízo das informações.Caso alguém tiver alguma informação entre em contato com a Polícia Civil, para que possamos recuperar esse bem que também é seu. Obrigado!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77814
De: José Ponciano Neto Data: Seg 21/4/2014 13:37:04
Cidade: Montes Claros-MG  País: Brasil
Memória e Água. Ser montes-clarense é acima de tudo um cabra do sertão, ‘’é ser “baianeiro”. Não estamos tão perto da Bahia, como muitos pensam. No mínimo há 333 quilômetros. Não é perto! Mas, as influências são muitas. O sotaque, as crenças, a hospitalidade e mais algumas coisas. Só não somos muito de gostar do Axé. Nada contra! Quando observo a preocupação dos nativos paulistanos com a Cantareira, chego a imaginar que somos um pouco Calango. Não assustamos muito com a falta de chuva. Somos como o “paulistano/nordestino”, aquele que mora em Sampa, mas é do nordeste, estamos sempre acreditando em São Miguel e São José. Realmente nossas penitências e a fé têm corroborado. Lá das praias de São Sebastião do Rio de Janeiro, José Prates, mesmo próximo à imensidão do mar, não esquece do antigo Arraial das Formigas. Prates cita com veemência como era Montes Claros da sua época e com certo ressentimento da destruição da memória e, nós que estamos aqui, que só pensamos em sair se as coisas piorarem; estamos assistindo piedosamente esta demolição do memórial e nos lugares, surgindo mais garagens. E o pior. Garagens que mais parecem uma favela; em vez das telhas, estão usando um sombrite que parece tendas de lonas pretas. “Enfavelaram” as garagens. Não sabemos se atende o código de postura e ocupação do solo da terra montesclarina. Mas estão proliferando. Falando de memória e água, vamos a um lugar onde não falta nada disso. Dias desses fui à diamantífera Grão Mogol. Cidade que exibe com imponência seus casarões, igrejas, ruelas e muita água pelas pedras e rios. Como nossa reunião terminou cedo, fui fazer uma visita ao jornalista Alberto Sena e ao Sociólogo Lúcio Bemquerer. Minha intenção era parabenizar o Alberto Sena pela magnífica escolha de morar em Grão Mogol. Saiu das luzes da tumultuada Belo Horizonte e foi para o vale do Itacambiruçu, no sopé das alterosas do Barão, e ainda, ser gestor do maior presépio a céu aberto do mundo, feito pelas “Mãos de Deus”. Ao chegar, fui recebido pelo Dr. Lúcio que, educadamente conduziu-me à cozinha daquela casa espaçosa, salas assoalhadas com fachadas enfeitadas (José Prates iria gostar do estilo da casa). A cozinha panorâmica, visão para o vale e para o presépio, fogão de lenha, adega com as garrafas de vinhos cravadas numa pedra imensa. O jornalista Sena falou da carta da Sua Santidade o Papa Francisco reconhecendo o presépio “Mãos de Deus” um local evangelizador. Dr. Lúcio me presenteou com uma replica da carta e me convidou para o almoço, não pude aceitar, mais rápido possível teria de retornar a Montes Claros. Mas ficou o calor humano do Dr. Lúcio Bemquerer. Uma das personagens mais importante que o Norte de Minas tem. Bemquerer foi responsável pelo desenvolvimento do parque industrial de Montes Claros, Presidente da Associação Industrial de Minas e grande propulsor da Sudene. Dr. Lúcio sempre foi e continua sendo uma pessoa do “bem querer”. Não têm inimigos, sempre foi provido de elogios. Terminando minha conversa com os dois, reafirmei. – “Se Montes Claros não melhorar, a minha atitude será a mesma do Alberto Sena”. Irei para noutra cidade; Joaquim Felício ou Buenópolis, situadas no sopé da Serra do Cabral, onde sou mais familiarizado. Finalizando: Mesmo com a falta de chuva - as demolições assassinas da memória - tremores “naturartificiais” – garagens em forma de favelas – saudades dos tempos dourados e o medo da insegurança. Sou daqui! Sou montes-clarense e digo: – “Amo-te muito”. Sou como o sabiá – “ama a sanguínea / e deslumbrante aurora”. (*) membro do Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77813
De: Jacinto Data: Seg 21/4/2014 13:22:45
Cidade: M. Claros
O forte calor nesses dias e noites, já depois da Semana Santa, quando o Outono normalmente puxa temperaturas amenas, o forte calor induz os "antigos" a prever: vem ainda uma temporada de chuvas pela frente, uma rodada final. Há nuvens agora em M. Claros - mas, consultada, a meteorologia repete como num mantra - "Sol com algumas nuvens. Não chove". Assim, pelo menos até quinta-feira.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77812
De: Isaias Pereira dos Santos Data: Seg 21/4/2014 12:52:35
Cidade: Januária MG
O 777 que soverteu Manoel Hygino - Hoje em Dia O que se conhece é pouco, mas é tudo. Um enorme avião no Oriente distante levantou vôo de Kuala Lumpur, capital da Malásia, e simplesmente sumiu. Soverteu, como diziam os meus amigos da roça. Por mais diligências que se tomassem, usando as técnicas mais avançadas para localização da aeronave, em terra e mar, nenhuma pista concreta. (...)
Imaginei essa possibilidade no dia seguinte ao desaparecimento da moderna aeronave. Os recursos tecnológicos atuais permitem rastrear e localizar o trajeto de alguém com um simples aparelho celular, de um velho computador e nossas conversas via e-mail, GPS de veículos em trânsito, chips em animais, etc. O GoogleHeart mapeia nossas cidades e localiza veículos em movimento.Penso que as buscas são apenas para despistar as causas reais.Uma cortina de fumaça. Já se vão alguns séculos que o genial Sheakespeare disse: "Há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe nossa vã filosofia". Os alienígenas existem, estão por ai, por aqui, pertinho de mim e de você, que possui sensibilidade para me acompanhar
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77811
De: Alberto Sena Data: Seg 21/4/2014 11:43:42
Cidade: Grão Mogol
O homem da estátua

Alberto Sena

A alienação em relação aos acontecimentos cotidianos – e principalmente os acontecimentos históricos de passado remoto ou mesmo recente – é tão evidente, salta aos olhos. Isso se dá em toda parte. Montes Claros, cidade que incha em alta velocidade, não fica de fora.
Um exemplo? Quem é aquele homem retratado numa estátua de bronze elevada em plena Praça da Estação Ferroviária? Quem souber o nome dele levante a mão. Como ninguém levantou a mão, convém explicar às gerações de hoje e as futuras: aquela estátua soberba é de Francisco Sá, e certamente, ele ali está dizendo na sua mudez a seguinte frase muitas vezes usada em discursos de políticos: “Montes Claros, coração robusto do sertão”.
Francisco Sá foi o homem que trouxe a estrada de ferro pra Montes Claros. Pra quem chegou agora, é bom saber e informar depois aos seus: houve um tempo em que a cidade tinha trem de passageiros. O trem vinha de Salvador (BA), entrava por Monte Azul e vinha pra Montes Claros e rumava puxado por máquina Maria Fumaça pra Belo Horizonte.
Houve um tempo, conterrâneos, em que o transporte ferroviário privilegiava os passageiros e quem viveu essa época sabe por experiência própria o quanto era gostoso viajar de trem. O “Trem do Sertão”, um dos seus apelidos, seguia de Belo Horizonte ao Rio de Janeiro, transmudado em trem Vera Cruz. Era elétrico, chique pra dedéo.
Era no mínimo romântico viajar de trem naquela época, décadas de 50/60. Uma viagem de Montes Claros a capital demandava 24h. O trem saía da estação às 5h e seguia estrada de ferro afora sacolejando e repetindo o ruído das rodas, ferro sobre ferro, a cada mudança da marcha. Mas geralmente, desenvolvia determinada velocidade e a cantilena era a mesma por horas, levando muitos a se espicharem como podiam para tirar uma soneca. Uma soneca após a outra.
O trem chegava a Belo Horizonte às 5h do dia seguinte. Para as crianças, uma viagem dessa era pura diversão. O gosto pela contemplação da beleza da Mãe Natureza deve ter surgido pra muitos a partir dessas viagens inesquecíveis, tantas vezes despertadas pelo apito da memória daqueles tempos melhores, sem os perigos atuais.
O responsável por proporcionar essas viagens foi aquele homem retratado na estátua erigida na Praça da Estação Ferroviária, oficialmente chamada Praça Francisco Sá.
Francisco Sá nasceu no ano de 1862, na fazenda do Brejo, de Santo André, município de Grão Mogol. A fazenda, hoje, é o município de Francisco Sá, nome dado para homenageá-lo. Por aqui, informam os alfarrábios, ele foi mais importante do que o Barão de Grão Mogol, o coronel Gualtér Martins Pereira, que dominou a região no período colonial explorando as lavras diamantíferas.
Se se interessam em saber, Francisco Sá era filho do coronel Francisco José de Sá e neto de Francisco José de Sá, conhecido pelo epíteto de Sá Velho.
Esse homem que é visto no pedestal, no meio da praça, chamando a atenção dos que vêm pela avenida, a partir do olhar atento, foi deputado provincial (1888 a 1889); deputado geral em 1889, deputado federal de 1897 a 1905. A partir de 1906 a 1930, ele foi senador. Morreu em 1936, no Rio de Janeiro.
Francisco Sá foi secretário de Estado da Província do Ceará; secretário de Agricultura de Minas Gerais; diretor do Serviço de Terras e Colonização no governo Afonso Pena; ministro da Viação e Obras Públicas em dois governos, Nilo Peçanha e Artur Bernardes. Em sua gestão se construíram mais de dois mil quilômetros de ferrovias no Brasil, inclusive a ligação ferroviária entre Minas Gerais e a Bahia.
Quem viveu os tempos das viagens de trem, como o amigo Flávio Pinto e a prima Geralda Magela Sena, saberão dizer e escrever melhor a respeito de tema tão atraente. O que fizeram com a ferrovia brasileira foi no mínimo uma estupidez e descaso com as verbas públicas, que por serem públicas, são para uso em infraestrutura e para a construção de cidadãos e cidades para o bem-estar e felicidade geral, não de “cada uns”.
O mais racional seria investir em ferrovia e rodovia concomitantemente. Juscelino Kubistchek, responsável por trazer para o Brasil a indústria automobilística, não teve a visão demonstrada por Francisco Sá. A ferrovia continua como solução de transporte de massa. Utilizam-se dela os governos que querem e são previdentes. As rodovias e os carros de modo geral cada dia mais se tornam ameaça à vida no planeta.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77810
De: Manoel Hygino Data: Seg 21/4/2014 08:23:16
Cidade: BH
O 777 que soverteu

Manoel Hygino - Hoje em Dia

O que se conhece é pouco, mas é tudo. Um enorme avião no Oriente distante levantou vôo de Kuala Lumpur, capital da Malásia, e simplesmente sumiu. Soverteu, como diziam os meus amigos da roça.
Por mais diligências que se tomassem, usando as técnicas mais avançadas para localização da aeronave, em terra e mar, nenhuma pista concreta.
O engenheiro Fernando Guedes, estudioso de problemas assim intricados, e o médico Marco Aurélio Baggio, psiquiatra, costumam ver mais longe do que os demais seres pensantes. O segundo advinha: “O Boeing, de 63 metros de envergadura e de comprimento, 297 toneladas, é um objeto grande, mas não tão enorme que não pudesse, como foi de fato, tragado por um objeto extraterrestre e capturado”.
Foi, além do mais, um prejuízo imenso. Duzentos e cinquenta milhões de dólares, embora o mais grave deva ser o medo que as pessoas possam ter, a partir de agora, de voar naquela região tão cheia de mistério.
Marco Aurélio tem, também, outra ideia mágica: juntar centenas de maus brasileiros, despiciendos e descartáveis, abrigá-los numa dessas naus voadoras e encaminhá-los à abdução.
A abdução é uma pista, que inúmeras pessoas podem não querer aceitar, mas que não se desprezará. Todas as formas de busca estão sendo utilizadas, sem nenhum rumo alentador.
Nada no céu, nada no mar, nada em terra. Mas o 777 da Malaysia Airlines existiu, fazia um vôo para a China, a partir de Kuala Lumpur, e desapareceu misteriosamente.
Baggio vai além: “Como cosmólogo amador, sei que os alienígenas são extraterrestres, pairando em ainda incognoscível dimensão cósmica. Suspeito, contudo, que não são extragalácticas, por serem as distâncias muito longas”.
O médico não tem esperança: Ave elegante, ultratecnologia aviônica da Boeing, o 777 merece tratamento especial neste momento, todo rigor nas investigações, mas não se tem encontrado senão um ou outro lixo oceânico. A explicação é clara: “Nossos parceiros alienígenas, sabe-se lá porque, aparecem súbito, fazem das suas e somem. Levam consigo aquilo que lhes interessa e, uma prestidigitação espacial, torna transparentes as coisas abduzidas. Isso é lá uma propriedade especial, típica deles. São mágicos em graus superlativos”. O avião sumiu, não deve reaparecer jamais.
As autoridades militares e pesquisadores dos céus nos Estados Unidos não acreditam, ou fazem de conta que não acreditam, na existência e em aventuras fantásticas dos alienígenas. Há arquivos inteiros sobre o assunto, mas Tio Sam não se abre, até porque pode não ser conveniente.
Desta vez, foram 239 os desaparecidos, os abduzidos no Oriente, em 12 de março. A mídia internacional, no dia seguinte, emitiu a hipótese de o vôo MH-370 ter sido alvo de sequestro por forças cósmicas desconhecidas. É a hipótese que prevalece.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77809
De: Estado de Minas Data: Seg 21/4/2014 08:05:04
Cidade: BH
MP pede prisão de ex-prefeito de Francisco Sá por fraude em licitação - Segundo a denúncia, José Mário Pena e outras cinco pessoas forjaram a compra de 2,87 mil litros de gasolina e óleo diesel -,Maria Clara Prates - Depois de apreender provas do pagamento de propina, registrada em agendas de empresa de fornecimento de combustível contratada pela administração municipal, o Ministério Público Estadual (MPE) pediu a decretação da prisão preventiva do ex-prefeito de Francisco Sá José Mário Pena e de seus ex-colaboradores José Geraldo dos Santos Neto, ex-secretário de Compras e Licitação, e José Dias de freitas, além dos empresários Edson Carlos Mendes e Maria das Graças de Jesus, e de Shirley Barbosa, funcionária deles. O grupo foi denunciado pelos crimes de fraude em licitação e formação de quadrilha por forjar a compra de 2,87 mil litros de gasolina e óleo diesel, que significou um desvio de recursos dos cofres da prefeitura da ordem de R$ 300 mil, entre 2009 e 2011, somente nesse tipo de transação.
Para obter sucesso, o prefeito e o seu secretário à época fraudaram o processo de concorrência pública para fornecer combustível, no qual apenas o Posto União de Francisco Sá, de propriedade de Edson Carlos e Maria das Graças – que seria apenas laranja para composição da empresa – apresentou proposta. Declarados vencedores, os donos do posto passaram a inserir ilicitamente cupons fiscais na conta de gastos da prefeitura. Levantamento do Ministério Público e da Receita estadual verificou que 177 notas fiscais inidôneas, que já tinham sido pagas por outros consumidores por meio de cartão de crédito ou débito, foram contabilizadas como despesas da prefeitura e do Hospital Municipal de Francisco Sá.
Triplo Com as transações ilícitas em plena execução, os valores do consumo de gasolina pela prefeitura triplicaram em apenas 12 meses, e os de óleo diesel dobraram. Em 2010, o contrato previa o fornecimento de 27 mil litros de gasolina, além de outros 140 mil de óleo diesel. No ano seguinte, a quantidade saltou para 75,4 mil litros de gasolina e mais 265 mil de diesel, sem qualquer justificativa plausível, segundo o Ministério Público. “Os fatos tratados na investigação criminal que ora se finaliza revelam-se extremamente graves e atentam severamente contra o patrimônio público, contra a ordem pública, contra a ordem econômica, contra a credibilidade da Justiça e também colocam em risco a higidez da instrução probatória”, afirmou o MP, por meio da Coordenadoria Regional de Defesa do Patrimônio Público.
A comprovação do pagamento de propina ao ex-prefeito Pena e seus colaboradores veio com a apreensão de documentos no posto do empresário Edson Carlos como agendas, cupons e notas fiscais fraudadas, determinada pela Justiça. Em uma das agendas com a movimentação do posto supostamente relativa ao consumo da prefeitura, aparecem valores que eram gastos também pelo ex-prefeito e seu colaboradores. Em uma das páginas, no dia 15 de setembro de 2009, os gastos da prefeitura somavam R$ 31,6 mil, mas foram acrescentados aleatoriamente mais R$ 22 mil. O mesmo ocorreu em maio de 2011, no dia 27, quando o consumo da administração, incluindo valores relativos ao prefeito e seu secretário, somou pouco mais de R$ 33 mil, ao quais foram adicionados outros R$ 17 mil, sem qualquer justificativa.
De acordo com o Ministério Público, são “incontáveis as ações penais e cíveis propostas em desfavor dos ex-gestores também dos municípios de Mirabela, Olhos D’Água, Ninheiras, Manga, Jaíba, Coração de Jesus, Santa Cruz de Salinas, São Francisco, Januária e Bonito de Minas, Pirapora, Ubaí; a alegada venda de combustível para a Administração Pública tornou-se inesgotável fonte de enriquecimento ilícito de gestores e donos de postos revendedores”.
Alvo de várias investigações, o ex-prefeito Pena não se arriscou a tentar a reeleição e se recusou a apoiar qualquer candidato. No entanto, Neto alegou, à época da última eleição, que a desistência foi em razão da falta de apoio dos governos federal e estadual aos municípios. “Eu preferi não disputar porque as coisas estão muito difíceis para as prefeituras. As obrigações dos municípios são muitas, mas quase sem nenhuma contrapartida dos governos do estado e federal. A gente não consegue viabilizar os anseios da população”, argumenta Pena, que já exerceu o cargo também entre 1983 e 1988.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77808
De: Alceu Data: Dom 20/4/2014 17:38:10
Cidade: Moc
Semana Santa sem um pingo de chuva em M. Claros, com temperaturas de alto Verão, e não de Outono. Pela meteorologia, a canícula vai prosseguir, imperturbável, pelos seguintes dias.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77807
De: Paulo Data: Dom 20/4/2014 11:29:08
Cidade: M. Claros
Novo luto na imprensa mineira. Aos 71 anos, partiu Gabi Santos, experiente repórter dos jornais de Minas, a partir dos míticos anos 60 - e a despeito de ser o Peter Pan das redações, por sua imutável jovialidade. Infatigável. Dedicado apurador de notícias. Seu feitio puro, o ardor de eterno menino, a plena e modesta devoção ao jornal, tudo contribuiu para situá-lo sempre entre os melhores. Jamais se identificou na sua conduta qualquer desvio de intenções que não fosse corretamente o dever de bem informar. São muitos os amigos e admiradores que o reverenciam, com o aceno do reconhecimento, e do merecido apreço. Foi colega, discípulo do majestoso e integral repórter Fialho Pacheco, cisne do jornalismo em Minas, cujas relíquias confiadas ao cemitério de M. Claros em 1989 valorizam especialmente o nosso Campo Santo.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77806
De: Jr Data: Dom 20/4/2014 10:58:11
Cidade: M. Claros
PM retoma operação "triângulo de segurança": "....(com utilização de etilômetros e decibelímetros), (...) prevenindo a ocorrência de crimes, principalmente os relacionados à poluição sonora, posse, uso e tráfico de drogas, infrações e crimes de trânsito e ações ilegais de flanelinhas"
Taí a explicação para o sossego ter voltado, na última noite, no lamentável velho triângulo da impunidade, que sempre ameaça renascer. Ali, nas últimas semanas, a arruaça procurava retornar, especialmente naquele (...) de (...), no fundo da Santa Casa, justo ao lado dos velórios. Os causadores das arruaças mais recentes passaram a vir depois da meia-noite, abastecem de bebidas no (...) e ficam também no calçadão, aos gritos e com carros de som ligados. (...) É preciso que toda a polícia, e não só a honrada PM, investigue o que atrai tanto nesta região, espraiando insegurança pela vizinhança e servindo de exemplo para a disseminação de zonas especiais de exclusão das leis pela cidade. (...) Se a causa não for vencida, os efeitos tendem a se prolongar indefinidamente, fazendo com que mais pessoas se convençam que vivemos numa cidade "sem lei"
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77805
De: Débora Data: Dom 20/4/2014 10:28:29
Cidade: Montes Claros
Pessoal, p vcs terem ideia do q um drone é capaz, veja o programa Mais Você do dia 01/04: http://globotv.globo.com/rede-globo/mais-voce/v/ana-maria-recebe-bolo-de-aniversario-voador/3252331/. Muito interessante.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77804
De: PM Data: Dom 20/4/2014 09:58:36
Cidade: M. Claros
(...) A Polícia Militar, através da 11ª RPM, realizou ontem, 19Abr14, a “OPERAÇÃO TRIÂNGULO DE SEGURANÇA”, em vários locais da cidade. Referida operação objetivou a fiscalização de veículos, seus condutores e passageiros (com utilização de etilômetros e decibelímetros), bem como a transeuntes e frequentadores de estabelecimentos comerciais, prevenindo a ocorrência de crimes, principalmente, aos relacionados à poluição sonora, posse, uso e tráfico de drogas, infrações e crimes de trânsito e ações ilegais de flanelinhas.
A operação contou com o efetivo de 33 (trinta e três) policiais militares e 07 (sete) viaturas. Durante a operação 554 (quinhentos e cinquenta e quatro) veículos foram fiscalizados, dos quais 6 (seis) foram apreendidos; 1 (uma) CNH foi apreendida; houve a prisão de 1 (uma) pessoa e a apreensão de 1 (um) menor; foram apreendidas ainda 2 (duas) buchas de substância semelhante a maconha. Foram lavrados 24 (vinte e quatro) Autos de Infração de Trânsito e registrados 9 (nove) REDS.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77803
De: José Prates Data: Sáb 19/4/2014 11:10:38
Cidade: Rio de Janeiro - RJ
A VOCAÇÃO DE MONTES CLAROS
José Prates

Todos os dias, como se fosse uma obrigação, posso dizer assim, abrimos na internet, este epaço que nos traz as noticias de Montes Claros e, também, as reclamações do seu povo. Prestando bem atenção, lendo com interesse, nos é dado observar que Montes Claros não é mais aquela cidade do nosso tempo. Não, não é. Modernizou-se e tudo mudou em sua vida, sem deixar, porem, o jeito sertanejo, inocente, gostoso e romântico. Uma coisa que nos chama a atenção é a população que de tempos para cá, aumenta a passos largos com a chegada de mais e mais gente a cada dia, que vem não sabemos de onde, atraída pelo progresso, exigindo mais e mais moradias que a cidade não tem como atender de imediato, porque falta espaço disponível para mais construções. Pelo menos, isto é o que nos parece. Não deve haver disponibilidade de terreno para um crescimento horizontal que é bem aceito nessas bandas. O crescimento vertical que, agora, está começando, para atender ao aumento populacional, não é bem aceito porque não há o costume com altos edifícios que mudam a fisionomia da cidade e muita gente não aceita isso. . Hoje, as suntuosas torres da Catedral, antigo cartão de visitas da cidade, que eram vistas de longe ao chegarmos à cidade, agora, coitadas, desapareceram engolidas pelos arranha-céus que mesmo contra a vontade de um bom pedaço da população, já começa a ocupar espaço. .Dizem que é o progresso, um inimigo da poesia expressa nas casas baixas, caiadas de branco, com janelas abertas onde as mulheres se punham para apreciar o movimento e prosear com a vizinha. Hoje, isso não existe mais, eu acho. O progresso não permitiu que continuasse. . .
Antes desse rebuliço de crescimento populacional, a cidade já era grande, mas, com casas baixas e espaçosas, salas assoalhadas e fachadas enfeitadas. Bonitas, segundo o gosto da época. Uma casa dessas ocupava quase meio quarteirão. Ninguém falava em arranha-céus que era coisa de Capital, lugar sem terrenos pra construção. Aqui, não. No máximo quatro andares que já era muita altura. Isto tomou muito espaço que hoje faz falta e começa a desagradável necessidade da demolição desses palacetes, para conseguir terreno para a construção de edifícios que a cidade atual está pedindo, mas, muita gente saudosista ou conservadora não concorda como vemos no que é publicado aqui. Quando uma velha casa, na arquitetura antiga, é demolida para ceder espaço a uma nova construção, todo mundo lamenta. “É mais uma casa significativa para a história de Montes Claros que deixa de existir”, dizem os conservadores. Eu me lembro, faz pouco tempo, o rebuliço quando foi demolida, reduzida a escombros, a bela e original moradia da família Pimenta, sobrinhos do primeiro bispo de Montes Claros, dom João Antônio Pimenta. Família originária de Capelinha, cidade além da histórica Diamantina. Lá na casa hoje finada, morou, entre outros, o padre Paulo Emílio Pimenta, capelão do Colégio Imaculada. Ficava na rua Dom Pedro II, entre Dr. Veloso e Camilo Prates” Não era um prédio histórico nem, por qualquer motivo, tombado pelo patrimônio, mas, houve reação popular quando foi demolido porque fazia parte do embelezamento da rua.
Eu já disse muitas vezes que Montes Claros nasceu com vocação progressista e de liderança. Ainda arraial das Formigas no distante ano de 1768 já liderava a região, talvez, pelas bom desempenho da Expedição Espinosa - Navarro, composta por 12 homens determinados, espanhóis e portugueses, que foi a primeira a pisar as vastas terras da Região do Norte de Minas com intenções de progresso e essa intenção contaminou a região que aceitou sua condução ao desenvolvimento progressista, cujo resultado vemos hoje na Montes Claros atual. O longo caminho do progresso começou mesmo na “picada” aberta no mato inculto que nunca tinha sido pisado por gente civilizada. A “picada” virou caminho, o caminho virou estrada e a estrada foi longe buscar o progresso. Não passou muito tempo, não. Em 1831, sessenta anos depois, o longo caminho para o progresso foi percorrido e o arraial cresceu e se transformou na Vila de Montes Claros, sem querer parar porque a ânsia do desenvolvimento estava presente fazendo o progresso andar pra frente. O montesclarense já era homem feito e trazia a herança de progressista. A vontade de crescer, de progredir que até hoje existe, é de nascença. E, por isso, foi de Vila a Cidade em 26 anos e não parou por ai, porque a vocação continua. Por isso, a bela cidade com jeito de metrópole que hoje abriga uma população de quase um milhão de pessoas, cresceu pelo trabalho abnegado de seus filhos com a ajuda desse povo que veio de fora e se tornou montesclarino pelo amor à terra que lhe recebeu e abrigou. Hoje, se alguém lhes pergunta de onde são, respondem com alegria: somos de monsclaros!.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77802
De: Manoel Hygino Data: Sáb 19/4/2014 10:42:32
Cidade: BH
31 de março, 1964

Manoel Hygino - Hoje em Dia

O ambiente era de tensa expectativa em março de 1964. Esquerda e direita trocavam acusações e levantavam suspeições. O presidente João Goulart, acolitado por comunistas, tentaria impor um novo regime político ao país. O governo vivia um momento de radicalização, com apoio do Comando Geral dos Trabalhadores e da UNE. Desejava que de imediato se fizessem reformas de base – agrária, urbana, bancária, fiscal e eleitoral. Os Estados Unidos eram denunciados por pregar um golpe contra as instituições.
Em 13 de março, na estratégica Central do Brasil, no Rio de Janeiro ainda capital da República, uma imensa massa de pessoas, com bandeiras desfraldadas e faixas apelativas, inundava a área em meio a gritos de convocação. A 300 mil participantes, Jango anunciou as reformas e a proibição da remessa de lucros para o exterior e estatização das refinarias de petróleo. Decretava-se a desapropriação de terras e exige nova Constituição.
De noite, pensei: vem coisa pesada aí. No dia 19, promoveu-se a Marcha da Família com Deus pela Liberdade, em São Paulo, reunindo 500 mil pessoas no trajeto da Praça da República à Praça da Sé. A situação deteriorava, sentia-se inquietação no semblante das pessoas. Tinha-se medo.
No dia 31, em Ouro Preto, iniciava-se o julgamento do chamado “Crime das Irmãs Poni”, senhoras da alta sociedade, experts em armas de fogo e com as quais praticavam tiro ao alvo. Eram Etel e Edina, esta esposa do alto dirigente da Companhia Morro Velho, da não menos ilustre família Melo Viana, de que fora vice-presidente da República na gestão Washington Luís.
O empresário tinha ou tivera um caso com Maria de Lourdes Calmon, jovem e bela pernambucana. O desfecho foi num confortável restaurante na antiga capital dos mineiros. Acompanhadas do jornalista Odin Andrade, elas foram ao estabelecimento e executaram a mulher, que lá já se encontrava. Acontecimento social e policial importante. No início do julgamento no fórum local, a elite, inclusive alguns testemunhas, lá se encontrava. A imprensa do país se reunia para o epílogo. Pela revista “Manchete”, estava eu; pela “Cruzeiro”, José Franco. Um acontecimento, enquanto se recebiam informações desencontradas sobre a movimentação das tropas do general Olympio Mourão Filho em direção ao Rio de Janeiro. As comunicações eram precárias. Tinha-se de fazer fila na telefônica local, bem distante do Fórum, para mandar notícias paras redações em Belo Horizonte, Rio de Janeiro ou São Paulo. Fábio Martins, hoje professor da UFMG, se esforçava para manter bem informados os ouvintes da Itatiaia.
Não esperamos a noite toda. Pegamos os carros e voltamos à capital mineira para estarmos mais perto dos fatos de 31 de março, quando 1º de abril se anunciava. A serra estava invadida por uma névoa densa e perigosa. Os faróis na rodovia demonstravam que havia mais do que um júri na velha Vila Rica.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77800
De: LUIZ FERNANDO Data: Sex 18/4/2014 14:24:30
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
E-mail: fernandoluizb@yahoo.com.br
Respondendo ao Ivan. Alguns drones podem ser programados quanto à sua autonomia de deslocamento. Eles são guiados por radiofrequência, deslocando de um ponto, percorrendo a distância programada e retornando na mesma via (radiofrequência). Não é preciso, necessariamente, estar sendo monitorado somente quando está ao alcance da vista como ocorre com os aeromodelos.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77799
De: Mario Lucio Caldeira de Faria Data: Sex 18/4/2014 11:31:41
Cidade: Montes Claros/MG
E-mail: mlcfaria@uai.com.br
Há dias aqui no bairro São José está um mau cheiro insuportável todas as noites, alguém sabe explicar?_
Infelizmente, esse mau cheiro insuportável vem da ETE - Estação de Tratamento de Esgoto - da COPASA. Apesar de está no final da Av. Sidiney Chaves, perto da Nestlé, contamina toda região, principalmente, os bairro do Alto São João e São José. Reclamações feita a COPASA são em vão, uma vez que esta não resolve esse problema melancólico que vem adoecendo muita gente nesses dois bairros.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77797
De: Murilo Data: Qua 16/4/2014 15:17:50
Cidade: Moc mg  País: MG
E-mail: mr8costa@bol.com.br
Referente mensagem 77787 de Jaqueline. O mal cheio que está em quase metade da cidade vem da estação de tratamento de esgoto da Copasa no Bairro Universitário. O Cheio é bem forte e se intensifica a noite. As vezes o cheio vem junto com um cheio de Limália de ferro, similar ao de ambiente de tornearia/serralheria. Nos dias que o cheio está mais forte, meu filho de três anos, acomete de umas crises de tosses alérgicas agudas que chega a vomitar. Ainda não sei se está relacionado ao cheiro. Bem que essa estação poderia ter sido contruída bem mais distante da cidade. Fora da zona urbana. Ninguém manifesta sobre isso.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77796
De: eres carlos soares ruas Data: Qua 16/4/2014 14:09:42
Cidade: montes claros/MG
E-mail: erescarlos@ig.com.br
Mensagem: Há dias aqui no bairro São José está um mau cheiro insuportável todas as noites, alguém sabe explicar?_ Comentário: Nós moradores do grande renascença há tempos estamos sofrendo com esse mesmo problema.Esperamos atitudes e resposta dos senhores vereadores e do sr prefeito.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77795
De: PM Data: Sex 18/4/2014 09:56:03
Cidade: M. Claros
Na rua Daniel Costa, no Jardim São Luiz, na manhã de ontem, 17Abr, por volta das 07h17min, a polícia registrou um roubo à mão armada consumado à residência urbana. Segundo relatos da vítima, um homem de 60 anos, ao abrir a porta da sua residência deparou-se com 03 (três) infratores encapuzados, armados com arma de fogo, que anunciaram o roubo. A vítima, então, gritou para sua esposa a alertando que se tratava de um roubo, momento em que esta se trancou em um dos cômodos da casa e gritou que já havia chamado a polícia, afugentando os infratores que subtraíram apenas a carteira de bolso do seu marido e um aparelho de telefone celular. Um dos infratores, aparentando ser menor de idade, desferiu uma coronhada na cabeça da vítima, momento em que o carregador da arma caiu ao solo, tendo aquela reconhecido que a arma se tratava de uma réplica de pistola. De posse das informações, foi iniciado o rastreamento que continua na busca pela prisão dos responsáveis pelo crime.
***
PM - A Polícia Militar recuperou, em 17Abr, um veículo que foi abandonado na rua Jonas Alves de Almeida, no bairro Major Prates, após ter sido roubado na manhã do mesmo dia, na rua Cristóvão Colombo, no bairro Jardim São Luiz.A ocorrência teve início quando a vítima, um homem de 60 anos, saía de sua residência em seu veículo e foi abordado por 03 (três) infratores encapuzados, sendo que um deles, armado com uma arma de fogo, anunciou o roubo e subtraiu o seu veículo, evadindo em seguida em direção ao bairro Morada do Sol. Iniciou-se, então, intenso rastreamento na busca pela prisão dos infratores, sendo localizado o veículo abandonado no endereço acima mencionado.O veículo foi apreendido e removido para o pátio conveniado. O rastreamento continua na busca pela prisão dos autores deste crime.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77794
De: Luiz Ortiga Data: Qui 17/4/2014 20:56:46
Cidade: BRASILIA/DF
E-mail: ortigaluiz@ig.com.br
No 18 de abril, nesta data, nos velhos tempos da nossa juventude, era certo um baile na rua Visconde de Ouro Preto, . Nesta data, comemorava-se o aniversário do José Gilberto Veloso dos Anjos. Era ele um da nossa turma de amigos daquela Montes Claros que era tão gostosa que a gente nem acreditava que era verdade. Razão pela qual, hoje, lembramos com um saudosismo e nostalgia imensos. O Gilberto era um amigão de sempre. O mais velho do Sr. Benjamin dos Anjos e d.Palmira e irmão do Marco Antonio e do Pedro Augusto, também bons amigos.. Concluiu o ginasial no ano de 1951 no Colégio Diocesano. Era aluno brilhante pela sua inteligência.
Na praça de esportes era páreo duro no nado de peito em disputas inesquecíveis, comandadas pelo sargento Marino. Com Reinine Canela, Antonio Augusto dos Anjos, Leônidas Lafetá e outros "cobras" na natação da época. Bom no basquete e no voleibol, esportes que praticávamos diariamente. Gilberto concluiu o curso científico em BH (não havia o curso na cidade), onde prestou vestibular para medicina. Tendo passado em 1º lugar no vestibular de medicina, optou pela especialidade em cardiologia. Formado, iniciou a sua vida profissional em Montes Claros, onde começou a despontar pelas suas boas qualidades profissionais. Teve morte prematura, deixando os amigos e parentes desolados. Nos deixou quando tinha por volta de 50 anos e tinha muito a oferecer à sua terra e a população de Montes Claros.
Fica aqui a nossa homenagem àquele cidadão montesclarense que falecendo, deixou com imensas saudades os amigos e familiares. Esta é a minha homenagem ao maior amigo na minha juventude.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77793
De: A. Clube Data: Qui 17/4/2014 19:50:42
Cidade: M. Claros
Lan house na Praça do Automóvel Clube de Montes Claros acaba de ser assaltada no centro da cidade. Assaltante usava camisa laranja da Prefeitura Municipal de Montes Claros, da Esurb. Entrou de capacete e armado.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77792
De: Jeferson Data: Qui 17/4/2014 11:51:01
Cidade: Montes Claros
A informaçao passada por Fernando (Mural, mensagem 77790) parece que foi extraída do site da BBC londrina, ediçao em português, do dia 20 de maio de 2013, que envio completa. É bom que todos tomem conhecimento. A diferença é que lá há exploração regular de gás. Aqui, na região de Montes Claros, houve, ou ainda há, prospecção de possíveis, e até prováveis campos de gás, isto até recentemente, e em áreas muito próximas de Montes Claros. A partir dessas buscas, houve claramente um aumento dos tremores, na frequência e no volume. Cabe aos especialistas dizer se uma coisa tem ligação com a outra.
Vamos à informação da BBC, um dos serviços noticiosos mais respeitados do mundo:


Causa de tremores, extração de gás provoca dilema na Holanda - Anna Holligan - Da BBC News na Holanda - Atualizado em 20 de maio, 2013 - 11:33 (Brasília) 14:33 GM - O governo da Holanda está sendo pressionado a reduzir a extração de gás no norte da Holanda por causa dos terremotos na região, cada vez mais fortes e frequentes.
O fenômeno é uma maldição para os milhares de habitantes que vivem perto dos campos de gás de Groningen – o maior complexo do tipo na Europa.
Existe um consenso entre todas as partes envolvidas no problema – incluindo as empresas de gás – de que o processo de extração do gás está por trás dos terremotos, mas o país está enriquecendo com a exploração.
Em 2012 o governo holandês faturou cerca de 14 bilhões de euros (R$ 37 bilhões) com os campos de gás de Groningen. Sem essa receita, o deficit da Holanda seria semelhante ao do Chipre (6,3% do PIB), país fortemente atingido pela crise econômica.
"É um estrondo vindo em sua direção, cada vez mais alto", diz Daniella Blanken, que coordena o Groningen Ground Moviment.
"Tudo começa a tremer. E termina com um estrondo, como se um peso enorme tivesse caído sobre a casa. É assustador, realmente assustador."
Daniella nos levou para visitar um bairro novo nos arredores da cidade. É um subúrbio típico holandês, com um canal correndo pelo lado esquerdo da rua. Mas Middelstum é uma das áreas mais atingidas pelos terremotos.
Quantas dessas casas foram afetadas? "Pelo menos 60%, mas as mais antigas sofreram mais", conta Daniella.
Rachaduras
Existem aproximadamente 60 mil casas dentro da zona de terremotos. As empresas de gás estão lidando com cerca de 6.000 reclamações relacionadas a danos.
Mais cedo, na cozinha aconchegante da casa de Daniella, a voz tremeu de emoção para explicar seu desespero: "Queremos que eles coloquem a nossa segurança acima de tudo, mas eles não colocam".
"O governo tem que proteger seus cidadãos", disse ela, fazendo uma pausa antes de acrescentar: "Nós não nos sentimos protegidos".
Estacionamos do lado de fora de uma casa de fazenda enfeitada com flores. Número 13, lar de Klaas Koster e Jannette Schoorl.
Eles chamam a atenção para uma rachadura irregular de cerca de 7cm de largura que atravessa um degrau de concreto e sobe pela parede externa da casa, como se um raio tivesse atingido o imóvel e deixado ali uma marca feia e permanente.
"Os especialistas dizem que esta parte da casa está dizendo adeus," diz Klaas.
Seu tom de voz é jovial, um esforço deliberado para lidar com um problema que os moradores não podem evitar. O piso da sala está claramente afundando. É uma grande preocupação numa região que se encontra quase totalmente abaixo do nível do mar. Esta não é uma região que pode se dar ao luxo de afundar ainda mais.
Também não pode se dar ao luxo de abrir mão do uso de gás. No Parlamento holandês, em Haia, a 200 km de distância, o ministro da Economia, Henk Kamp, explica o porquê: "Quase todas as pessoas aquecem suas casas com o gás de Groningen e cozinham suas refeições com o gás de Groningen".
"É muito importante também para o orçamento do nosso governo."
O governo holandês possui grande participação nos campos de gás. Enquanto há simpatia pelo situação dos moradores, poucos estão dispostos a sacrificar a prosperidade econômica gerada pelo gás de Groningen.
É como colocou o atendente de um estacionamento: "Se os moradores de Groningen não gostam, eles devem se mudar para outro lugar."
Há uma outra razão pela qual o Ministério da Economia rejeitou algumas recomendações científicas para reduzir imediatamente a escala de explorações: contratos.
"Temos contratos de longo prazo com outros países", o ministro admite. "E isso é também um ponto importante para nós."
O governo não conseguiu dar valor exato aos montantes que estão em jogo. O Ministro da Economia disse que estava fazendo um levantamento sobre as possíveis multas para o caso de redução no fornecimento de gás para clientes estrangeiros.
Nada pode ser excluído
O gás em Groningen foi descoberto na década de 1960. Desde então, o governo holandês arrecadou cerca de 250 bilhões de euros na venda deste recurso natural.
Em agosto passado, houve um tremor de magnitude 3,4, maior do que qualquer especialista já havia previsto. Ele minou a confiança dos moradores e obrigou o governo a abrir um inquérito.
"Nós sempre soubemos que terremotos poderiam ocorrer, mas agora não sabemos mais a que magnitude estes podem chegar", diz Chiel Seinen, que representa a empresa petrolífera NAM, que incorpora as empresas Royal Dutch Shell Plc e Exxon Mobil Corp.
Seinen disse que sua empresa mantém um regime de indenizações, e que não há limites para estas. "As pessoas podem contar que nós da NAM iremos compensá-los pelos danos causados pelos tremores de terra", diz ele.
Quando pergunto se Chiel Seinen acredita que vidas possam estar em perigo, ele levanta as sobrancelhas: "Você não pode excluir nada. Se as pessoas estão no lugar errado, na hora errada..."
E esse é o medo das famílias que vivem na região há várias gerações, muito antes das empresas de gás começarem a sacudi-la.
O Groningen Ground Movement considera levar seu caso ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, usando como base a violação do seu direito básico de viver sem medo.
De volta à fazenda, Klaas Koster serve um chá de erva doce e pega uma pilha de recortes de jornais – contrastando a escala de cobertura nos jornais com o nível de respostas do governo.
Ele e Jannette Schoorl são duas das muitas pessoas que ainda aguardam por algum tipo de compensação. Eles estão cansados de lutar para convencer os especialistas, financiados pela NAM, de que as últimas rachaduras foram causadas pelas extrações.
E Jannette está tendo problemas para dormir: "Nós dormimos debaixo de uma viga. À noite eu penso: e se houver um terremoto e essa viga cair em cima da gente? Espero viver para contar sobre isso".
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77791
De: Ivan Data: Qui 17/4/2014 10:34:23
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
Com relação as mensagens informando sobre drones, gostaria de saber qual alcance de comunicação dos rádios transmissores destes, pois a luz que eu avistei ela veio no sentido centro e cortou o Bairro todos os Santos. Sendo assim, penso eu que é difícil controlar um brinquedo a longa distâncias sem ter vista dos mesmo.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77790
De: Fernando Data: Qui 17/4/2014 06:38:00
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
E-mail: fernandospimenta@yahoo.com.br
"Terremotos provocados por exploração de campos de gás são `pesadelo` para moradores, mas atividade é mina de dinheiro para governo Holandês. O governo da Holanda está sendo pressionado a reduzir a extração de gás no norte da Holanda por causa dos terremotos na região, cada vez mais fortes e frequentes. O fenômeno é uma maldição para os milhares de habitantes que vivem perto dos campos de gás de Groningen - o maior complexo do tipo na Europa. Existe um consenso entre todas as partes envolvidas no problema - incluindo as empresas de gás - de que o processo de extração do gás está por trás dos terremotos, mas o país está enriquecendo com a exploração.Em 2012 o governo holandês faturou cerca de 14 bilhões de euros (R$ 32 milhões) com os campos de gás de Groningen. Sem essa receita, o déficit da Holanda seria semelhante ao do Chipre (6,3%), país fortemente atingido pela crise econômica."

Esse caso não é semelhante ao de Montes Claros??? Depois da vinda de mineradoras para nossa cidade começaram esses tremores, e ninguém sabe afirmar com certeza se é por causa das falhas geológicas. A forma como é feita a exploração de Gás em outros paises reativa essas falhas antigas adormecidas!!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77789
De: Estado de Minas Data: Qua 16/4/2014 14:07:14
Cidade: Belo Horizonte
Juiz de Montes Claros volta a se posicionar contra transferência de Bruno Francisco Lacerda Figueiredo é contrário à transferência do ex-atleta para o município. Magistrado que seu objetivo é colocar fim à superlotação da unidade prisional - Landercy Hemerson - O juiz da Vara de Execuções Penais de Montes Claros, Francisco Lacerda de Figueiredo, se manifestou contrário a nova tratativa dos advogados do goleiro Bruno Fernandes de Souza, de 29 anos, para transferência do detento para o presídio de Montes Claros, no Norte de Minas. Os defensores pediram uma permuta, quando o preso da cidade seria transferido para a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, para que o atleta seja levado para lá. O magistrado afirmou, na noite de terça-feira, que seu objetivo é colocar fim à superlotação da unidade prisional, que tem capacidade para 592 internos e abriga atualmente 1.036.
Os advogados do ex-goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza, de 29 anos, entregaram na terça-feira ofício na Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) pedindo sua transferência para a penitenciária regional de Montes Claros, no Norte de Minas. O documento destaca que o juiz Wagner Cavallieri, da Vara de Execuções Penais de Contagem, na Grande BH, não se opõe à transferência do atleta. Bruno foi condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo assassinato da ex-amante Eliza Samudio, em 2010, com quem teve um filho.
De acordo com o advogado Tiago Lenoir, além do ofício, foi encaminhado ao subsecretário Murilo Andrade cópia de comprovante de endereço de Ingrid Calheiros, atual mulher do ex-jogador, em Montes Claros, e documento que atesta que a penitenciária da cidade matriculou internos em 25 de março, mesmo sob alegação de superlotação. Em 28 de fevereiro, Bruno assinou contrato de cinco anos com o Montes Claros Futebol Clube, equipe que disputa o Módulo II do Campeonato Mineiro.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77788
De: Olímpio Data: Qua 16/4/2014 10:55:55
Cidade: BH
"Ter 15/04/14 - 13h - Tremor de terra, de 1,8 graus, em Martinho Campos - a 151 km de BH e a 323 de M. Claros"
Com os seguidos tremores sentidos recentemente em M. Claros, e que assustaram novamente a população, é prudente que todos se mantenham informados.
Antigamente, era raro, raríssimo, acontecer alguma tremura em solo brasileiro, mesmo porque é uma vastidão desabitada.
De uns anos a esta parte, mais e mais se ouve falar de tremores. Anteontem, foi um a 150 km de Belo Horizonte. Outro, bem mais perto da capital, aconteceu em fevereiro. Veja o registro, pois parece que os pequenos tremores estão andando:

"Tremores de terra atingem cidades na Grande BH Moradores das cidades de São José da Lapa e Vespasiano sentiram sismos na madrugada e a manhã desta terça-feira 11/02/2014. O tremor mais significativo desta madrugada teve magnitude de 3.2 na escala Richter e aconteceu à 1h57 - Tremores de terra assustaram moradores das cidades de São José da Lapa e Vespasiano, na Grande BH, durante a madrugada e a manhã desta terça-feira. Mesmo não deixando grandes estragos, os sismos mobilizaram equipes das defesas civis e bombeiros. Moradores sentiram paredes e o chão mexendo, sendo o registro mais forte por volta de 2h. Não é a primeira vez que tremores de terra atingem a região. Em 2009 e 2010, também aconteceram abalos, o mais forte deles com magnitude 2.2 na escala Richter".
Portanto, nem só os especialistas, mas todos nós, homens e mulheres de boa vontade, devemos nos interessar pelo que ocorre.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77787
De: Jackeline Data: Ter 15/4/2014 23:56:32
Cidade: Montes Claros/MG
E-mail: jackmoc@hotmail.com
Há dias aqui no bairro São José está um mau cheiro insuportável todas as noites, alguém sabe explicar?_
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77786
De: Helder Veloso Data: Ter 15/4/2014 23:44:57
Cidade: M. Clarps
"No fim da tarde, jornais de BH noticiam que goleiro Bruno, já com parecer favorável à sua transferência para M. Claros, identificou presidiário com quem vai permutar a vaga"

Mais uma vez o MM. Juiz Dr. Francisco Lacerda, da comarca de Montes Claros-MG negou o pedido dos advogados do Bruno, portanto ele não virá.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77785
De: Manoel Hygino Data: Ter 15/4/2014 10:04:12
Cidade: Belo Horizonte
A língua espanhola entre nós

Manoel Hygino - Hoje em Dia

Como numerosas pessoas neste país, comecei cedo na língua espanhola, antes da II Guerra, quando o Inglês se assenhoreou do mundo. Foi um dos efeitos do grande conflito, em que os americanos do Norte se juntaram aos ingleses (e outras nações) para combater Hitler e Mussolini, depois Hiroito.
Cercados por usuários do Espanhol praticamente por todos os lados, o Brasil permaneceu com a língua de Camões, mas assediado de perto por Cervantes. Incursionava-se no espanhol, que tem evidentemente semelhanças com o Português, mais fácil de assimilação do que a língua de Shakespeare.
Editoras argentinas, em determinado período, ofereciam livros a preços mais compatíveis com o bolso brasileiro. Ler ou tentar ler na segunda língua ibérica falada se tornou um hábito. Nesse ínterim, quis o governo facilitar o acesso mediante a introdução do Espanhol no currículo do curso médio.
Foi útil a iniciativa, como se constata pela leitura de “La poesia está en el viento”, publicação bilíngue da Embaixada da Espanha no Brasil, no Projecto Cometa Literária, editada pela Thesaurus, de Brasília. Nasceu uma bela coletânea de poemas em língua espanhola e com rica ornamentação de pintores, de cá e de lá.
As traduções são de Kori Yaane Bolivia Carrasco Dorado e há, ainda, um poema inédito de Luis Garcia Montero.
Comparecem com excelentes textos Begoña Sáez Martinez, Mário F. de Carvalho, Ana Paula Barbosa de Miranda e Antonia Regina Neri de Souza, Alicia Silvestre Miralles, Antônio Miranda, Nicolas Behr, Anderson Braga Horta, João Carlos Taveira, Angélica Torres Lima, José Jeronymo Rivera e Oleg Almeida, autores respeitáveis e a que tanto devem as letras da capital federal.
Eu teria de preencher mais laudas para dizer quais outras pessoas e organizações contribuíram para confeccionar esta joia. Entre aquelas Álvaro Trejo Gabriel Y Gaalán e Álvaro Martínez- Cachero Leseca, conselheiros respectivamente de Cultura e Educação da Embaixada da Espanha.
Ánderson Braga Horta confessa que seu contato primeiro com o idioma irmão vem dos dez anos, aproximadamente, quando também me aventurei no Espanhol, ao descobrir um bem ilustrado volume de “Dom Quixote”, numa estante de livros em minha terra natal. O que, aliás, também dá ideia de como Cervantes chegava ao interior do país.
Depois, fui agregando conhecimento por leituras diversas, em livros de baixo custo, que me acompanharam pelo curso ginasial e colegial, em educandário agostiniano, de padres espanhóis.
Daí para frente, jamais parei, até porque tive de revalidar estudos em Montevidéu, em provas orais e escritas em Espanhol. Aproximei-me de grandes autores, graças ao convívio com o poeta Enrique Romero Arenillas, com quem discutia sobre Pablo Neruda, Lorca e Gabriela Mistral. São tantos! Se, lamentavelmente, nenhum dos mencionados está mais entre nós, a obra permanece.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77784
De: O Tempo Data: Ter 15/4/2014 08:42:46
Cidade: Belo Horizonte
Justiça de Contagem dá parecer favorável à transferência de Bruno - Apesar da decisão positiva, transferência está condicionada a transferência entre presos que será avaliada pela justiça de Montes Claros - NATÁLIA OLIVEIRA - A Justiça de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, não se opôs a transferência do goleiro Bruno para Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, segundo divulgação da assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) nesta terça-feira (15). No entanto a liberação da transferência está condicionada a decisão da Justiça de Montes Claros que vai avaliar um pedido de permuta dos advogados de defesa de Bruno que chegou ao magistrado nesta terça.
A princípio, o juiz de Montes Claros Francisco Lacerda Figueiredo, afirmou que o Presídio Regional de Montes Claros está superlotado e não tem condições de receber o preso. Os advogados de defesa do goleiro pediram então uma permuta, sendo que Bruno iria para Montes Claros e um detento dessa unidade viria para o Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem, onde Bruno atualmente cumpre sua pena.
O preso já teria sido identificado pelos advogados de defesa do ex-jogador do Flamengo e teria mostrado interesse na troca. O juiz de Montes Claros disse que vai avaliar o pedido de troca e deve dar um parecer na próxima semana.
Nesta terça os advogados de defesa do goleiro entregaram à Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) um documento em que o juiz da Vara de Execuções Penais de Contagem, Wagner Cavallieri, diz que não se opõe a transferência do jogador. Por meio de nota, a Seds informou que anexou o documento ao processo de pedida de transferência do preso. Ainda segundo a nota da Seds, a transferência depende da liberação da Justiça de Montes Claros.
A transferência visa a volta do jogador para os gramados, já que no último dia 28 de fevereiro, o ex-goleiro do flamengo assinou contrato de cinco anos para ser jogador do Montes Claros Futebol Clube, que disputa do Módulo II do Campeonato Mineiro.
O goleiro foi condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo assassinato triplamente qualificado da ex-amante Eliza Samudio, com quem teve um filho. O corpo da mulher permanece desaparecido.

Estado de Minas - Transferência de Bruno pode acontecer com vinda de preso de Montes Claros para Contagem - Os advogados do goleiro Bruno Fernandes de Souza fizeram um pedido de permuta à Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) e à Justiça. Documento ainda não tem data para ser analisado - João Henrique do Vale - Bruno assinou um contrato de cinco anos com o Montes Claros Futebol Clube, equipe que disputa o Módulo II do Campeonato Mineiro
Os advogados do goleiro Bruno Fernandes de Souza, de 29 anos, condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo assassinato da ex-amante Eliza Samudio, tentam uma nova manobra para transferir o atleta para Montes Claros, no Norte de Minas. Os defensores entraram com um pedido para que seja feita uma permuta, já que o presídio da cidade está superlotado. Com isso, um preso do município viria para a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Grande BH, enquanto o jogador seria transferido para a cadeia do interior
A possibilidade da transferência começou depois que Bruno assinou um contrato de cinco anos com o Montes Claros Futebol Clube, equipe que disputa o Módulo II do Campeonato Mineiro, em 28 de fevereiro. Um pedido foi feito, mas o juiz da Vara de Execuções Penais de Montes Claros, Francisco Lacerda de Figueiredo, se manifestou contrário à transferência do goleiro, alegando que o presídio regional não teria como receber o detento, devido à superlotação.
A Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) informou em nota, nesta terça-feira, que os advogados de Bruno anexaram ao processo de transferência um pedido de permuta de presos, que está sob a avaliação da subsecretaria. O preso que seria transferido de Montes Claros já teria sido identificado pelos defensores e mostrado interesse de ir para a Nelson Hungria.
Conforme a Suapi, o processo está sendo analisado e o Judiciário de Montes Claros consultado sobre o caso. Não há previsão para definição sobre a transferência. O documento a Subsecretaria afirma que o juiz da Vara de Execuções Penais de Contagem, Wagner Cavalieri, não se opõe à transferência do atleta.
De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o pedido de permuta foi entregue ao juiz de Montes Claros, que ainda não analisou o documento.
Logo depois que o goleiro assinou contrato com o Montes Claros, várias protestos de moradores da cidade surgiram na internet e ganharam as ruas. Algumas imagens do jogador foram impressas e coladas em paredes de lojas, tapumes e postes, com frases como “As mulheres dizem não a Bruno no Mocão!” Os cartazes são assinados pelo movimento Mulheres do Projeto Popular, que faz parte da organização nacional Levante Popular da Juventude.

Hoje em Dia - Transferência do goleiro Bruno para Montes Claros depende de posição da Seds - Thaís Mota Bruno está preso na penitenciária Nelson Hungria, em Contagem - O pedido de transferência do goleiro Bruno Fernandes para o Presídio Regional de Montes Claros, no Norte de Minas, está nas mãos da Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi). Nesta terça-feira (15), os advogados Francisco Simim e Thiago Lenoir estiveram junto aos assessores da Superintendência de Articulação Institucional e Gestão de Vagas da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) e entregaram um ofício indicando que o juiz da Vara de Execuções Penais de Contagem, Wagner Cavallieri, não se opõe à transferência do preso para Montes Claros. A informação foi confirmada pela Seds e pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).
O pedido de transferência do goleiro já havia sido negado porque o juiz de Montes Claros teria alegado superlotação no presídio do município. Entretanto, a defesa ingressou com um novo pedido, solicitando então a permuta do goleiro Bruno por outro preso que tenha o mesmo perfil do atleta, cumpra regime de pena compatível e aceite a transferência para a Penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria, em Contagem.
Em resposta, o juiz de Contagem afirmou, em despacho publicado no dia 21 de março, que não se opunha à transferência, mas que caberia à Seds analisar se há vagas levando-se em conta a oportunidade e conveniência da permuta. Além da posição do magistrado, os advogados do goleiro Bruno levaram à Secretaria de Defesa Social o contrato de aluguel em nome da esposa do atleta, Ingrid Calheiros, e uma cópia do Diário Oficial de Minas Gerais de 25 de março que noticia a matrícula de dois presos no Presídio de Montes Claros. Além disso, a defesa informou sobre o contrato assinado pelo detento em 27 de fevereiro com o Montes Claros Futebol Clube.
"Não há motivos para que o Bruno não seja transferido para Montes Claros. A alegação de que o presídio está superlotado não procede, já que diariamente verificamos a matrícula e transferência de novos presos para a unidade. Todas essas informações são públicas e estão no Diário Oficial. Além disso, com a permuta não estaremos aumentando o número de presos e a transferência dele para Montes Claros vai de encontro a questão da ressocialização, uma vez que estará perto da família, como garante a lei, tem emprego garantido lá", afirmou o advogado Thiago Lenoir.
Ainda segundo a defesa do jogador, o caso está sendo dificultado pelo fato de tratar do goleiro Bruno e pelo destaque que o assassinato de sua ex-amante Eliza Samudio teve na imprensa. "Não estamos pedindo nada que a lei já não garanta a ele e, talvez se o pedido fosse de qualquer outro detento, a transferência já tivesse sido autorizada. Mas por se tratar do goleiro Bruno tem até movimento feminista e vereadores saindo em campanha contra a transferência como se ele estivesse indo pra lá para ser solto e sair na rua matando as pessoas na rua. O Bruno não oferece qualquer risco à população da cidade e aos detentos do presídio de Montes Claros", completou Lenoir.
Bruno Fernandes foi condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo assassinato e sumiço do corpo de sua ex-amante Eliza Samudio, com quem teve um filho. Atualmente, o atleta cumpre pena na Penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria, mas foi contratado por cinco anos para atuar no Montes Claros Futebol Clube e aguarda autorização da Justiça para voltar a jogar. Em nota, a Suapi informou "que todo o processo está sendo analisado, inclusive, com consultas ao Judiciário de Montes Claros. Não há previsão para definição sobre a transferência".

O Tempo - Resposta sobre transferência de goleiro Bruno deve sair nesta terça - Goleiro assinou contrato com o Montes Claros Futebol Clube em fevereiro e advogados tentam transferência dele para cidade; manifestantes se mobilizam em Montes Claros para impedir a chegada do detento - Juliana Baeta - A transferência do goleiro Bruno Fernandes de Souza, 29, para a unidade prisional de Montes Claros, no Norte de Minas, pode ser aprovada nesta terça-feira (15). Sob a justificativa de uma super lotação na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, os advogados do goleiro se reúnem durante a tarde com representantes da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) para confirmar ou não a transferência.
No fim de fevereiro deste ano, o goleiro assinou um contrato de cinco anos com o Montes Claros Futebol Clube. O time disputa o o Módulo II, a segunda divisão do Campeonato Mineiro. A possibilidade da ida de Bruno à cidade já causa uma mobilização entre feministas e simpatizantes. O movimento Mulheres do Projeto Popular, da organização nacional Levante Popular da Juventude já se manifestou a respeito.
No início deste mês, o movimento publicou em seu blog uma manifestação de repúdio ao fato de o goleiro jogar no time da cidade. “Não podemos permitir que a opressão de gênero se naturalize e, principalmente, que os agressores desfrutem da impunidade. Com Bruno, assim como com todos os que cometem atos de violência contra mulheres, a lei tem que ser rigorosamente cumprida. A não punição dos agressores contribui para perpetuar a opressão e, logo, impede o avanço da luta pela igualdade de gênero. As mulheres vítimas de violência são reais - suas histórias não podem ser invisibilizadas e seus agressores não podem ficar impunes”, esclarece o movimento.
Sob o lema “Se bate, mata e oprime, não joga no nosso time”, mulheres e simpatizantes do movimento saíram às ruas pregando espalhando cartazes contra a possível chegada do goleiro em Montes Claros. Para o advogado de defesa Francisco Simin, a mobilização não existe. “É só uma meia dúzia de mulheres que está fazendo isso com base em interesses políticos, mas essa vontade não pode ultrapassar os limites da lei”, disse.
Ainda segundo ele, somente após a reunião com a Seds é que haverá uma resposta sobre a ida de Bruno a Montes Claros.
O goleiro foi condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo assassinato triplamente qualificado da ex-amante Eliza Samudio, com quem teve um filho. O corpo da mulher permanece desaparecido.

Estado de Minas - Movimento feminista repudia possível chegada do goleiro Bruno a Montes Claros - Advogados do ex-atleta vão recorrer à Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) para tentar transferência - Landercy Hemerson - Advogados do goleiro Bruno Fernandes de Souza, de 29 anos, vão recorrer hoje à Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) em mais uma tentativa de transferi-lo para Montes Claros, no Norte de Minas. A possibilidade de o ex-atleta ser transferido para a cidade tem sido alvo de manifestações de grupos feministas. Cartazes de protesto foram espalhados em ruas e avenidas da área central. “Se mata, bate e oprime, não joga no nosso time!”, diz um dos impressos, colado na parede de uma loja na Avenida Doutor Veloso, no Centro.
Em 28 de fevereiro, Bruno assinou contrato de cinco anos com o Montes Claros Futebol Clube, equipe que disputa o Módulo II do Campeonato Mineiro. O ex-jogador foi condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo assassinato da ex-amante Eliza Samudio, em 2010. O contrato foi levado pelo advogado do goleiro à Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde ele cumpre a pena.
“Estamos fazendo tudo dentro da legalidade. Primeiro queremos a transferência de Bruno para a unidade prisional de Montes Claros. Em seguida, vamos discutir na Justiça como se darão as circunstâncias para que ele exerça sua profissão, o que inclui participação nos treinos”, afirmou o advogado Francisco Simin. O defensor disse ainda que não se sente intimidado pela resistência de grupos feministas. “Se são 10 mulheres que não querem, há muitas outras que querem vê-lo jogando. É um direito dele à ressocialização.”
Dias depois que o ex-goleiro assinou o contrato com o Montes Claros, time chamado na região de “o Bicho”, surgiram protestos na internet, que ganharam as ruas da cidades com os impressos colados em paredes de lojas, tapumes e postes, com frases como “As mulheres dizem não a Bruno no Mocão!” Os cartazes são assinados pelo movimento Mulheres do Projeto Popular, que faz parte da organização nacional Levante Popular da Juventude.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77783
De: JAIME PINTO Data: Seg 14/4/2014 23:25:00
Cidade: MONTES CLAROS
Complementando as informações do Geraldo J. Malveira e do Luiz, as luzes aqui relatadas que tem sido vistas nos céus de Montes Claros são realmente Drones controlados por controle remoto. Tenho diversos amigos que possuem este brinquedo. Eles existem em diversos formatos e tamanhos (redondos. ovais, estrela, etc) e com luzes nas mais diversas cores e com brilho muito forte. Voar a noite é mais interessante pois o efeito luminoso é espetacular. É possível comprar sob encomenda até mesmo no Shopping Popular com preços que vão a partir de 500,00 até 4.000,00 com câmera e filmadora.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 77782
De: Polícia Militar Data: Seg 14/4/2014 09:07:14
Cidade: Montes Claros
Em Montes Claros, no início da noite de ontem, por volta das 18h20min, na Avenida Perimetral II, no bairro Vilage do Lago II, segundo a vítima, um homem de 45 anos, havia saído de casa juntamente com seu filho de 14 anos quando percebeu que havia uma motocicleta que os estava seguindo. Ao notar que um dos ocupantes estava armado, seu filho encolheu-se, no intuito de se proteger, quando um dos infratores efetuou um disparo que atingiu a vítima nas costas, lado esquerdo, momento em que ela e o filho caíram ao solo e, neste instante os infratores efetuaram outro disparo, porém sem atingi-los. O SAMU compareceu ao local e prestou os primeiros atendimentos, conduzindo a vítima ao HPS. O rastreamento teve início e continua na busca ela prisão dos infratores.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Página Anterior >>>

Abra aqui as mensagens anteriores:


Voltar à Página Inicial

 






Um olhar de Montes Claros sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros


Últimas Notícias

24/04/14 - 18h
Sozinho, Neymar vale mais do que 9 seleções que estarão na Copa do Mundo

24/04/14 - 17h
Traficantes do Rio usam foto de cantor do Skank em embalagem de maconha

24/04/14 - 16h
Meio sem querer, Felipão "convoca" jogadores e elege capitães da seleção na Copa do Mundo

24/04/14 - 15h
Manchetes dos jornais: “Supremo manda instalar a CPI exclusiva da Petrobras” - “Montadoras pisam no freio” – “Tiro matou dançarino da Globo”

24/04/14 - 14h53
Caiu o técnico do Atlético. Decisão foi comunicada a Autuori no começo desta tarde. Levi culpi é o substituto

24/04/14 - 14h
Prorrogadas até 12 de maio as inscrições a 30 cursos e 745 vagas da Unimontes

24/04/14 - 13h
MGS recebe de hoje até o dia 20 de maio inscrições para concurso com 209 vagas

24/04/14 - 12h
Agente penitenciário confessa que colocou sonífero no suco dos colegas para roubar armas e pagar agiota

24/04/14 - 11h
14h30, Avenida Cula Mangabeira, uma das mais movimentadas de M. Claros: no sinal, assaltantes apontam arma, atiram e roubam malote com 42 mil reais

24/04/14 - 9h39
Com o céu azul, meteorologia admite: pode chover em M. Claros (mesmo que pouco) de hoje à tarde até domingo

24/04/14 - 9h
Entre 148 países, Brasil perde 9 posições e fica no 69º lugar no acesso à tecnologia. Chile, em 35º, é o melhor da América Latina

24/04/14 - 8h
Secretário Beltrame confirma que dançarino foi atingido por tiro fatal - e não descarta ter sido da polícia

24/04/14 - 7h
Atlético perde nos acréscimos e precisa vencer por 2 ou mais gols no 1º de Maio


23/04/14 - 18h
Diária em hotéis durante jogos da Copa cai até 52% desde o início do ano

23/04/14 - 17h
Desenvolvido pela USP aparelho que detecta vírus da dengue em 20 minutos

23/04/14 - 16h
Atlético estréia hoje, nas oitavas de final da Libertadores, contra xará colombiano

23/04/14 - 15h
Cônjuge infiel prefere sexo com amante, mas para dormir não abre mão do parceiro fixo – aponta pesquisa

23/04/14 - 14h
DG levou tiro pelas costas, que saiu pelo ombro, quando tentava pular entre lajes - admite polícia

23/04/14 - 13h
Oposição no Vaticano refere-se ao papa Francisco como “pequeno argentino” e indaga - o que ele quer?

23/04/14 - 12h
Meteorologia reforça a chance de chover sexta, sábado e domingo em M.Claros

23/04/14 - 11h
Comissão da Verdade conclui que o presidente JK, do N. de Minas, não foi assassinado - morreu em acidente

23/04/14 - 10h
Manchetes dos jornais: “Estradas mineiras 70% mais fatais” - O Globo (Rio): “Pânico em Copacabana” - “Aumento nos serviços agrava a falta de controle da inflação”

23/04/14 - 9h
Goleiro Fábio, do Cruzeiro, acompanhado de pastor, vai ao goleiro Bruno, “falar de Deus”

23/04/14 - 8h57
"Sua memória é justamente venerada pelos montesclarenses. Pelos dons extraordinários de tribuno, aliados à vasta cultura, foi considerado o primeiro parlamentar brasileiro em sua época"

23/04/14 - 8h
Dançarino do “Esquenta” é encontrado morto em morro do Rio. Moradores trocam tiros com a PM

23/04/14 - 7h
Marco Civil da Internet passa sem mudanças no Senado e vai à sanção da presidente Dilma


22/04/14 - 19h47
"...a filha do ministro Francisco Sá foi amiga e testemunha privilegiada das horas derradeiras e santas da Madre Honorina de Abreu, filha de Capistrano - historiador cujo modelo de Constituição, com um único artigo, nos mandava ter vergonha na cara. Madre Honorina de Abreu, nome mais alto do Carmelo no Brasil, filhas espirituais de Santa Teresa de Ávila e, portanto, de..."

22/04/14 - 18h38
"Guarda tua terra as cinzas do inesquecível antepassado que deu nome à minha família e de cujo espírito, impregnado de misticismo liberal, recebi a sugestão do amor à liberdade, que foi o sonho radioso da minha geração"

22/04/14 - 18h
Projeto de lei libera máscara em manifestação, mas uso em crime será punido com pena maior

22/04/14 - 17h
A partir de hoje, taça da Copa do Mundo viajará por 27 capitais do País

22/04/14 - 16h
Período chuvoso chega ao fim, com represas baixas. Especialistas alertam para a necessidade de racionamento de energia

22/04/14 - 15h
Manchetes dos jornais: “Polícia recupera arsenal roubado da Central de Escolta” - “Pão francês está mais caro na capital” - “3.000 foram enterrados como indigentes tendo RG”

22/04/14 - 14h
Meteorologia passa a ver chances de chuva em M. Claros nesta sexta e sábado

22/04/14 - 13h
Pela 1ª vez, mercado projeta inflação acima do teto de 6,50% neste ano

22/04/14 - 12h
136 mortes e 1.600 feridos nas estradas federais durante o feriadão da Semana Santa. (Na Av. Dulce Sarmento, acidente fatal)

22/04/14 - 11h
Como aconteceu em M. Claros, polícia suspeita de ação criminosa no fogo que destruiu 23 ônibus, nesta madrugada, em São Paulo

22/04/14 - 10h
Crise no setor de automóveis já levanta hipótese de afastamento remunerado

22/04/14 - 9h
Ainda em coma, Michael Schumacher é processado por atropelamento na Espanha

22/04/14 - 8h
Quatro presos e 39 armas (do estado) recuperadas. Entre os presos, o agente penitenciário

22/04/14 - 7h
Começou nos postos de saúde a vacinação contra a gripe - e até o dia 9 de maio, para crianças, gestantes e quem tem mais de 60 anos


21/04/14 - 12h00
"O trem vinha de Salvador (BA), entrava por Monte Azul e vinha pra Montes Claros e rumava puxado por máquina Maria Fumaça pra Belo Horizonte"

21/04/14 - 8h25
"Desta vez, foram 239 os desaparecidos, os abduzidos no Oriente, em 12 de março. A mídia internacional, no dia seguinte, emitiu a hipótese de o vôo MH-370 ter sido alvo de sequestro por forças cósmicas desconhecidas. É a hipótese que prevalece"

21/04/14 - 8h05
Ministério Público: “incontáveis as ações penais e cíveis propostas em desfavor dos ex-gestores também dos municípios de Mirabela, Olhos D’Água, Ninheiras, Manga, Jaíba, Coração de Jesus, Santa Cruz de Salinas, São Francisco, Januária e Bonito de Minas, Pirapora, Ubaí; a alegada venda de combustível para a Administração Pública tornou-se inesgotável fonte de enriquecimento ilícito de gestores e donos de postos revendedores”


20/04/14 - 12h09
"São muitos os amigos e admiradores que o reverenciam, com o aceno do reconhecimento, e do merecido apreço. Foi colega, discípulo do majestoso e integral repórter Fialho Pacheco, cisne do jornalismo em Minas, cujas relíquias confiadas ao cemitério de M. Claros em 1989 valorizam especialmente o nosso Campo Santo"

20/04/14 - 10h01
PM retoma operação "triângulo de segurança": "....(com utilização de etilômetros e decibelímetros), (...) prevenindo a ocorrência de crimes, principalmente os relacionados à poluição sonora, posse, uso e tráfico de drogas, infrações e crimes de trânsito e ações ilegais de flanelinhas"


19/04/14 - 17h42
TV Bandeirantes confirma a morte do locutor Luciano do Valle, de 66 anos. Ele passou mal em vôo para Uberlândia. Esta seria sua 11ª Copa

19/04/14 - 11h02
"Não esperamos a noite toda. Pegamos os carros e voltamos à capital mineira para estarmos mais perto dos fatos de 31 de março, quando 1º de abril se anunciava. (...) Os faróis na rodovia demonstravam que havia mais do que um júri na velha Vila Rica"

19/04/14 - 10h52
Três homens, encapuzados e armados, em dois assaltos (bem matutinos) no Bairro Jardim São Luiz. A narrativa é da PM, que os perseguiu

19/04/14 - 10h47
Os drones, que fascinam e amedrontam na noite montesclarina: "Eles são guiados por radiofrequência, deslocando de um ponto, percorrendo a distância programada e retornando na mesma via (radiofrequência)"


17/04/14 - 18h
Casal de lésbicas consegue registrar no hospital, em Goiânia, filho em nome das duas

17/04/14 - 17h24
Anunciada no México, onde vivia, a morte do Prêmio Nobel de Literatura, Gabriel Garcia Márquez, de 87 anos

17/04/14 - 17h
CBF derruba liminar que colocava o Icasa na Série A do Brasileirão

17/04/14 - 16h
Manchetes dos jornais: “Aumentos na conta de luz já variam de 11% a 29%” - “Bahia recorre ao Exército após greve de PMs e saques” - “Pivô da crise, ex-diretor rebate crítica de Dilma”

17/04/14 - 15h
(Esperança de chuva, domingo, em M. Claros recua de 7mm para 2)

17/04/14 - 14h
IBGE divulga que desemprego de março foi de 5%

17/04/14 - 13h
A ação dos ladrões - nos bairros Edgar Pereira, Delfino e Vila Telma

17/04/14 - 11h59
Tremores de terra: "A diferença é que lá há exploração regular de gás. Aqui, na região de Montes Claros, houve, ou ainda há, prospecção de possíveis, e até prováveis campos de gás, isto até recentemente, e em áreas muito próximas de Montes Claros. (...) Cabe aos especialistas dizer se uma coisa tem ligação com a outra"

17/04/14 - 12h
Lojistas de Shopping dizem que, com a Copa, perderão quase meio mês de vendas

17/04/14 - 11h
Aposta na Mega-Sena subirá de R$ 2 para R$ 2,50, em maio. Quina e Lotofácil também ficarão mais caras

17/04/14 - 10h
Brasil tem a 10ª energia industrial mais cara entre 28 países pesquisados

17/04/14 - 9h
Pai e madrasta foram a festa, um dia após a morte do filho, que teria sido dopado antes da injeção final

17/04/14 - 8h
Com gol no último minuto, Cruzeiro comemora empate “com gostinho de vitória”

17/04/14 - 7h
A 60 dias da Copa, Salvador tem saques, mortes e suspensão de aulas com a greve da PM. (No meio da tarde da Quinta-feira Santa, a greve foi encerrada)


16/04/14 - 18h
Prévia do PIB tem alta de 0,24% em fevereiro, divulga Banco Central

16/04/14 - 17h
Cruzeiro perde Dagoberto e Goulart para jogo de hoje da Libertadores contra Cerro Porteño

16/04/14 - 16h
Mega-Sena vai sortear às 20h25m de hoje 38 milhões de reais

16/04/14 - 15h
Manchetes dos jornais: “Petrobras, enfim, admite que não fez bom negócio” - “Reajuste da conta de luz em Minas vira disputa política” - “Salário mínimo de R$ 779 em 2015”

16/04/14 - 14h51
Juiz novamente nega a vinda do goleiro Bruno: "O magistrado afirmou, na noite de terça-feira, que seu objetivo é colocar fim à superlotação da unidade prisional, que tem capacidade para 592 internos e abriga atualmente 1.036"

16/04/14 - 14h46
"De uns anos a esta parte, mais e mais se ouve falar de tremores. Anteontem, foi um a 150 km de Belo Horizonte. Outro, bem mais perto da capital, aconteceu em fevereiro. Veja o..."

16/04/14 - 14h30
Prefeitura e Estado decidem e BH não terá feriado nos dias de jogos do Brasil; Governo Federal pode tomar outro rumo

16/04/14 - 14h
Paixão em M. Claros terá temperaturas acima de 30 graus e chance de chuva (7mm), no Domingo da Ressurreição

16/04/14 - 13h
PMs entram em greve na Bahia e governo já chama a Força Nacional e o Exército

16/04/14 - 12h
Presos o pai médico e a madrasta enfermeira do menino de 11 anos, possivelmente morto com injeção

16/04/14 - 11h
Assaltantes - com arma de 2 canos - tentam fechar comércio, atiram para cima e fogem no Gol

16/04/14 - 10h
Tremores de terra (de 5,3 e 4,7 graus) voltam a atingir o Chile. Réplicas passam de 700

16/04/14 - 9h
Atlético desiste do francês Anelka - e agora promete denunciá-lo à Fifa

16/04/14 - 8h
Aprovado, projeto que aumenta pena de "racha" a até 10 anos de cadeia vai à assinatura presidencial

16/04/14 - 7h
Tribunal de Contas aponta superfaturamento de 67 milhões de reais no Maracanã de 1,2 bilhão


15/04/14 - 18h
Borra de café, normalmente jogada fora, é ótimo isolante do calor. Cientistas aprovam seu uso na construção civil e desenvolvem tijolo

15/04/14 - 17h
Site manda repórter ao Brasil e ele confirma: os preços dos produtos da Apple são “inacreditáveis”, os mais caros do mundo



OUÇA E VEJA A 98 FM
Todos direitos pertecentes a Rádio Montes Claros 98,9 FM. O material desta página
não pode ser publicado, transmitido por broadcasting, reescrito ou distribuído
sem prévia autorização