Um olhar sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros
(38) 3229-9800
 
Conheça-nos
Principal
Mural
Eu te procuro
Clamor & Broncas
Músicas de M. Claros
Hoje na história
 de M. Claros
Montes Claros
 era assim...
História
Chuvas em M. Claros,
  mês a mês,
 de 1905 a 2012
Memorial de
 João Chaves
Memorial de
 Fialho Pacheco
Reportagens
Concursos
Colunistas Convidados
Notícias por e-mail
Notícias no seu site
Fale conosco
 
Anuncie na 98 FM
Ouça e veja a 98 FM
Conheça a 98 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 98
Previsão do tempo
 
Anuncie na 93 FM
Ouça a 93 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 93
Publicidade
 
Alberto de Sena Batista
Alberto Sena
Augusto Vieira
Avay Miranda
Carmen Netto
Dário Cotrim
Dário Teixeira Cotrim
Davidson Caldeira
Edes Barbosa
Efemérides - Nelson Vianna
Enoque Alves
Flavio Pinto
Genival Tourinho
Gustavo Mameluque
Haroldo Lívio
Haroldo Santos
Haroldo Tourinho Filho
Hoje em Dia
Iara Tribuzzi
Isaías
Isaias Caldeira
Ivana Rebello
João Carlos Sobreira
Jorge Silveira
José Ponciano Neto
José Prates
Luiz de Paula
Manoel Hygino
Marcelo Eduardo Freitas
Marden Carvalho
Maria Luiza Silveira Teles
Maria Ribeiro Pires
Mário Genival Tourinho
Oswaldo Antunes
Paulo Braga
Paulo Narciso
Petronio Braz
Raphael Reys
Raquel Chaves
Roberto Elísio
Ruth Tupinambá
Saulo
Ucho Ribeiro
Virginia de Paula
Waldyr Senna
Walter Abreu
Wanderlino Arruda
Web - Chorografia
Web Outros
Yvonne Silveira
 
Atuais
Panorâmicas
Antigas
Pinturas
Catopês
Obtidas por satélite
No Tempo de Lazinho
Estrada Real Sertão
Mapa de M. Claros
 

10/9/2014 -"...teve até o desfile de um mendigo novo, supostamente drogado, que andou pelo centro, o quarteirão fechado da rua Simeão Ribeiro, completamente nu, exibindo-se". A crescente degradação da Praça da Matriz e vizinhança pede:

»1 - Policiamento mais rigoroso
»2 - Redefinição do uso da praça que é o marco zero da cidade
»3 - Outra reforma física
»4 - Maior empenho das autoridades no cumprimento das leis
»5 - Uma recuperação em todos os sentidos

» Ver resultados «




Buscar no Site


Previsão do tempo

Digite uma cidade:

Busca no



 
 



Jornalismo exercido pela própria população



Deixe sua notícia neste Mural, clique aqui para enviar.
(Seja objetivo e escreva no menor espaço possível. Se preferir, coloque seu e-mail; se desejar, coloque também endereço e telefone. As mensagens - preferencialmente de inspiração noticiosa - serão publicadas a critério da redação. Textos que ferem as leis serão sumariamente descartados, assim como mensagens agressivas ou que pretendam apenas criar polêmica e discussão estéril.Pede-se, com empenho, que as mensagens não sejam redigidas em letra de caixa-alta (letras maiúsculas), que em linguagem de internet equivalem a falar gritando. As mensagens aqui postadas não representam a opinião do montesclaros.com; a responsabilidade pertence ao autor da mensagem).



Ir para mensagem N°:
Por data:

Mensagem N° 82120
De: Natan Lopes Data: Seg 23/1/2017 11:34:43
Cidade: Montes Claros MG  País: Brasil
E-mail: natanlopes55@yahoo.com
Montesclarense no The Voice Kids da Globo - Hadassa Priscila canta desde muito pequena. Ela descobriu o dom para música depois de participar de concurso infantil em sua igreja. Com 11 anos e natural de Montes Claros, Minas Gerais, Hadassa conquistou uma vaga no Time de Ivete Sangalo ao cantar “Era Uma Vez” de Sandy & Junior. http://globoplay.globo.com/v/5594306/ http://globoplay.globo.com/v/5594307/
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82119
De: Manoel Hygino Data: Seg 23/1/2017 10:05:15
Cidade: Belo Horizonte
Como era o presídio de Neves

Manoel Hygino


É história com muitas histórias. Sendo presidente da República Washington Luís e presidente de Minas Antônio Carlos, em 1927 se começou a construção de uma penitenciária em área do município de Contagem, na antiga fazenda das Neves. A obra demorou para ser inaugurada, o que só aconteceu em 18 de julho de 1938, quando o chefe da nação era Vargas e o governador de Estado, Benedito Valadares.
José Maria Alkmim, até então secretário do Interior e Justiça de Minas, nomeado primeiro diretor, disse na cerimônia de inauguração: “o mundo penitenciário há de construir uma miniatura do ordinário, de forma que os egressos dele encontrem um universo habitável, onde não se sintam estranhos ou não sejam repelidos. Habituar os detentos ao exercício regular de trabalho agrícola ou industrial, treiná-los para uma carreira ou função na sociedade, eis uma das tarefas primordiais das instituições reformatórias. Num país como o nosso, elas podem chegar a definirem-se como elementos ponderáveis na organização e distribuição das atividades, transformando energias inaproveitadas, ou porque ignorassem ou porque se tivessem encaminhado a rumos perigosos, em efetivos valores de trabalho”.
Wanda Figueiredo, num volume rico em informações preciosas, evoca o jornalista espanhol José Casal, em 1940, após visitar Neves. Ele confessa que guardou de sua viagem à penitenciária a mais inesquecível lembrança. Na própria instituição, entre os recolhidos nenhum sentimento de tristeza e desconsolo como experimentara em outros presídios. Dentro do estabelecimento, nem uniforme, nem armas, nem guardas. Quinhentos homens, trabalhando em ordem absoluta, como nas organizações industriais mais perfeitas. “Não existe no mundo (não esqueço estabelecimentos da Suíça e América do Norte) nada superior, tanto na construção como no aparelhamento”.
A jornalista Glória Tupinambás, há dois anos, quando a penitenciária completou os 75 anos inaugurais, registrou que a vocação agrícola e industrial fez da Penitenciária José Maria Alkmim, pioneira no Brasil no que concerne a incentivo do trabalho e recuperação de detentos. Havia grande produtividade e o presídio chegou a manter uma loja em Belo Horizonte para comercializar frutos do trabalho dos presos. Fazia ainda questão de manter traços da época: cerca de 80% dos 1.250 presos suavam a camisa diariamente.
O então diretor-geral Igor Tavares declarou: “mantemos a vocação para o trabalho e incentivamos a profissionalização dos presos. Os que cumprem pena em regime mais flexível vão para a rua diariamente, sem vigilância direta, atuar na construção civil e em obras importantes, como a reforma do Mineirão. Dentro da unidade, outra turma cultiva horta, tira leite, faz a limpeza e manutenção dos pavilhões e trabalha em fábricas instaladas dentro do presídio. Temos empresas de beneficiamento de alho, de fabricação de tijolos e blocos de cimento e todo o pão consumido na Secretaria de Estado da Defesa Social é feito pelos detentos. Além disso, 315 deles estudam, sendo que quatro fazem faculdade à distância”.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82118
De: Polícia Militar Data: Seg 23/1/2017 08:01:09
Cidade: Montes Claros
A Polícia procura por dois homens suspeitos de uma tentativa de homicídio ocorrida por volta das 23h23 de ontem, 22 de janeiro, na Rua B, bairro Santos Dumont em Montes Claros. A PM foi acionada e no local deparou com um homem de 30 anos caído ao solo e uma motocicleta Honda Bros, placa PYU-7339, de cor vermelha. Os militares perceberam um grande sangramento no corpo da vítima, e, de imediato, acionaram o socorro. Compareceu a equipe do SAMU que realizou os primeiros atendimentos verificando algumas perfurações na vítima, provenientes de disparos de arma de fogo. Próximo à vítima, a polícia encontrou várias cápsulas de arma de fogo. Foi realizado todo trabalho pericial, recolhendo dali quatro projéteis de pistola modelo 380. A vítima foi encaminhada para o HPS da Santa Casa e se encontra no bloco cirúrgico, com cinco perfurações pelo corpo, sendo no maxilar, braço direito, abdômen e ambas as pernas. Em conversa com testemunhas, relataram que os suspeitos do crime, estavam em um carro de cor branca, marca BMW. Foi realizado rastreamento em busca dos criminosos, porém, até o momento não foram localizados.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82117
De: José Ponciano Neto Data: Sáb 21/1/2017 12:22:07
Cidade: Montes Claros - MG  País: Brasil
É preciso no mínimo 120 dias de tolerância.

“A Política é a arte de governar um povo”. Depois de uma eleição vem a alegria do lado vitorioso e a tristeza do lado vencido. Porém, todos por todos.
Muitos dos vencidos – nem todos - tomam atitudes desastrosas que comprometem os projetos em andamento daquele Município; Estado ou País. Por exemplo: apagam programas e informações dos computadores, fazem fogueirinha de papel, somem com equipamentos e outras coisas mais...
Em outros casos – os mais civilizados – formam equipes de transição de forma o futuro governante comece sua administração com um pouco de conhecimento da situação financeira e administrativa do paço. - Mesmo assim muitas coisas não são repassadas.
Começa o novo mandato, vêm os decretos, as medidas provisórias e as tais medidas impopulares: cortes; redução de pastas e demissões. Enfim começa também os ataques; intolerância, e protestos.
Todo inicio de mandato é assim. Nem os “United States of América” escapam. Isto é mundial.
Declaro que depois de atingi o 6.0 de idade e de tanto assistir pessoas hipócritas ganhando eleição na base da mentira; e de tanto ser precipitado nas cobranças, estou mais tolerante e dou um tempo para receber as respostas.
Acho que, a população tem que dar um tempo para seus governantes de modo tenham conhecimento da situação e montar suas estratégicas para governar. Mesmo que seja em uma pequena prefeitura.
Vamos falar das prefeituras - estão dentro do nosso domicilio. Antes de tudo somos munícipes.
É preciso no mínimo 120 dias para um governante tome coragem para fazer as reformas de que o município precisa; montar auditorias; criar um plano de combate a fraudes e irregularidades; moralizar as nomeações – não ficar nas mãos de vereadores que gostam de fantasmas - quitar os débitos da administração passada e outras obrigações.
Se não tiver esta paciência as coisas começa dando errado.
Por outro lado, os governantes têm que suportar as calúnias, as insinuações malignas vindas dos abomináveis da mídia, suportar as manifestações – mas, procurando conversar com os lideres. Não pode dar com as costas!

Passados 120 dias de administração, nossas ruas não podem ter mais buracos; a questão da violência já ter um Plano junto as policias; os lixos em vias públicas e lotes vagos resolvidos; já iniciadas as obras de reformas das escolas; estradas vicinais em condições de tráfego seguro; implantar consultas médicas nas comunidades rurais e outras ações que devem ser tomadas.
No caso das indústrias: as que querem investir na cidade, o município pode oferecer áreas e subsídios – desde que não prejudique a saúde financeira da administração. Rever e atualizar o Plano Diretor e melhorar a mobilidade Urbana e Rural.
Tudo dentro da lei, e de maneira transparente, como é prometido nos palanques. Se não... o libelo será inevitável.
“Com a lei, pela lei e dentro da lei; porque fora da lei não há salvação”.
A honestidade com o povo é obrigação do governante.

(*) José Ponciano Neto: Na Ordem Maçônica é Deputado Federal da Soberana Assembléia Federal Legislativa do Grande Oriente do Brasil – GOB- Brasília- DF.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82116
De: Marcelo Eduardo Freitas Data: Sáb 21/1/2017 09:36:00
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
E-mail: marcelo.mef@dpf.gov.br
A MORTE DE TEORI E OS RUMOS DA LAVA JATO

* Marcelo Eduardo Freitas

A inusitada morte do Ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, ocorrida após a queda de um avião bimotor na última quinta-feira (19/01), em Paraty (RJ), lança sobre a Operação Lava Jato uma nuvem plúmbea, ocasionando, não sem razão, incertezas sobre o seu futuro.

Como se sabe, Teori era o relator do processo na Suprema Corte e estava na iminência de homologar os acordos de delação premiada de 77 executivos da construtora Odebrecht, sem prejuízo de outros julgamentos extremamente relevantes, envolvendo “barões” de nossa república.

Em tempos de imediata difusão de notícias, os fatos viraram manchete de jornais de todo o planeta. O argentino “El Clarín” afirmou que "foi um trágico acidente", destacando que Teori “investigava o caso Odebrecht, um escândalo de corrupção na política brasileira”. O espanhol “El País” lembrou a importância do Ministro nas investigações e afirmou que “todos os olhos políticos do país estavam nos próximos passos deste magistrado”. Também observou que o caso poderá ter sua análise postergada em meses. Assim como o “El País”, o jornal francês “Le Figaro” afirmou que o magistrado era um “juiz-chave” nas investigações dos casos de corrupção da Petrobras.

Em terras tupiniquins, entre outras tantas manifestações de pesar, o juiz Sergio Moro, titular da Operação Lava-Jato em primeira instância na Justiça Federal do Paraná, divulgou nota em que se diz “perplexo” com a morte de Teori. Para ele, o ministro “foi um herói brasileiro”.

Por fim, as redes sociais foram inundadas por teorias da conspiração em relação ao falecimento do citado Magistrado.

Caro leitor, não obstante a desconfiança geral, não ostentamos dúvidas no sentido de que a Lava Jato vai continuar, mas deve ter um atraso significativo, porque é necessário aguardar a nomeação de um outro Ministro, a fim de substituir Teori.

Isso ocorre por que, de acordo com o artigo 38 do regimento interno do STF, o relator deve ser substituído "em caso de aposentadoria, renúncia ou morte". Um novo Ministro, desta maneira, deverá ser indicado pelo presidente da República, Michael Temer, que é citado dezenas de vezes na delação da Odebrecht, e aprovado pelo Senado Federal, atualmente presidido por Renan Calheiros, também investigado na operação Lava jato.

De fato, naquilo que se refere especificamente à transparência e lisura na condução de mencionada operação policial, não obstante a sagrada presunção de inocência, a menção aos nomes de autoridades da república, como aquelas acima declinadas, podem ocasionar um certo constrangimento nacional, particularmente por que o novo Ministro, a ser designado, poderá ser o responsável pela direção dos trabalhos, gerando dúvidas sobre a parcialidade em sua condução.

Entretanto, outro dispositivo do próprio regimento interno, menos comum, dá margem a uma solução mais rápida e, a nosso sentir, menos traumática para nosso país. Cuida-se do artigo 68 do referido regimento interno. Citado dispositivo prevê a possibilidade de redistribuição de processos para outros ministros, em casos excepcionais, como parece ser o caso da Lava Jato, mormente pelas particularidades que o envolvem.

Deste modo, com base no mencionado artigo 68, já utilizado anteriormente pelo Ministro Gilmar Mendes, a Presidente do STF, a norte mineira Carmen Lúcia, poderá decidir sobre a redistribuição dos processos que estavam sob responsabilidade de Zavascki para outros ministros. O pedido de redistribuição também pode ser feito pelo Ministério Público ou pelos advogados das partes interessadas. Os advogados da Odebrecht já deram sinais de que vão pedir a redistribuição.

Ainda restariam, no entanto, algumas dúvidas sobre que critérios seriam adotados para tal redistribuição. À guisa de consideração, ela pode ser feita tanto entre todos os ministros da corte, como apenas entre aqueles que compõem a Segunda Turma, à qual pertencia Teori, formada, atualmente, pelos ministros Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello e Dias Toffoli. O mais sensato, a nosso sentir, é no sentido de que a redistribuição atinja, indistintamente, a todos os Ministros do STF, à exceção de sua presidente, por força regimental.

Portanto, não obstante a lamentável passagem do Ministro Teori, acreditamos que a operação Lava jato, seja pelo olhar atento da sociedade, seja pela cobertura da imprensa mundial, seja pela grandeza das instituições envolvidas, deverá prosseguir. Os próximos passos serão definidos pela montesclarense Carmen Lúcia, atual presidente da Corte. Que Deus lhe conceda a sabedoria necessária para decidir. Que tenha, assim, a mesma firmeza que nutre a esperança dos norte mineiros nestes sertões das gerais. Eu acredito!

(*) Delegado de Polícia Federal e Professor da Academia Nacional de Polícia

Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82115
De: Manoel Hygino Data: Sáb 21/1/2017 08:58:29
Cidade: Belo Horizonte
Antes e depois de Zavascki

Manoel Hygino

A trágica morte do ministro Teori Zavascki na última quinta-feira, 19 de janeiro, causou mais do que perplexidade a todos os que acompanham o cotidiano brasileiro. Os estrangeiros perguntarão o que acontece neste país, em que episódios lamentáveis, até escabrosos, se registram reiteradamente, causando medo entre os autóctones e suspeitas entre os parceiros de âmbito internacional.
O caso do ministro é muito especial, exatamente porque lhe incumbiam as providências finais para homologar a delação da Odebrecht na investigação da “Lava Jato”, o maior escândalo na administração pública do Brasil em todos os tempos. Fortunas fabulosas foram construídas à custa de barganha, da propina, da corrupção enfim, em prejuízo do interesse nacional. Discretamente, como de seu feitio, Zavascki conduziu o rumoroso caso, analisando rigorosamente a documentação enviada pelo juiz Sérgio Moro, de Curitiba, um dos muitos a elogiarem a conduta do distinto magistrado.
Antecipa-se um fevereiro extremamente difícil, até porque caberá proceder às investigações sobre o acidente em Paraty, como exigem as circunstâncias e autoridades judiciárias. Bem verdade que eu gostaria de escrever sobre as belas coisas com que a vida nos pode brindar. No entanto, o dever obriga a meditação em torno dos riscos presentes e ameaças futuras no campo social, político e humano. Os problemas econômicos e financeiros serão equacionados e resolvidos, mais dia menos dia. Mas o que pensar e dizer sobre as outras questões, quiçá mais delicadas e atrozes?
Transformamo-nos em itinerário e corredor de drogas, fabricadas pelas nações vizinhas e a serem consumidas no maior país da América Latina (que é o Brasil) ou exportadas para a Europa e Ásia. Silenciosamente, os criminosos encaminham os produtos do mal e da morte, enriquecendo milhares e viciando jovens desde a adolescência, obrigados depois, se possível, ao tratamento clínico, aos centros de recuperação ou às necrópoles. Milhares não escapam à degradação e a esses tristes fins passam ao próprio tráfico ou ao contingente de delinquentes recolhidos aos cárceres, em condições deprimentes como as telas de TV revelam e as fotos de jornais ilustram.
A imagem do Brasil está péssima, como se vaticinava. O britânico “The Gardian”, que não tira os olhos de nós, acha que os casos de Manaus e Natal não passam de mais um episódio na escalada de violência na guerra das gangues brasileiras pelo controle do tráfico de drogas. O “The New York Times”, em sucessivas edições, destaca a violência dos presidiários (eles autores de seus próprios destinos) e mutilados e decapitados. Mas as gangues criminosas querem manter o comando em suas celas e pavilhões.
Deu nisso, como se preconizava.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82114
De: O Tempo Data: Sáb 21/1/2017 08:49:01
Cidade: Belo Horizonte
Januária monta força-tarefa para combater febre amarela – Natália Oliveira - A Secretária de Estado de Saúde (SES) reforçou, nesta sexta-feira (20), as ações contra a febre amarela em Januária, no Norte de Minas. Uma força-tarefa foi montada depois que na última quarta-feira (18), um morador de São Joaquim, distrito de Januária morreu em Brasília com a doença. Ele tinha vindo para Minas Gerais para visitar parentes. De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura de Januária, está sendo montada uma estrutura para vacinação tanto na cidade quanto em São Joaquim. Ainda segundo a assessoria, SES prometeu enviar 50 mil doses da vacinas para o município e com isso não deve faltar vacina para os moradores. Além da vacinação a força-tarefa também irá agir em outras frentes. Nesta sexta começou a ser investigada a morte de macacos em Tamboril, distrito próximo a São Joaquim. órgãos públicos como o Instituto Estadual de Florestas (IEF), Instituto do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Instituto Chico Mendes vão ajudar nas ações. Além disso, está sendo feita uma investigação da vida do homem que morreu em Brasília com a doença, mas tinha visitado São Joaquim.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:





Mensagem N° 82113
De: Petrônio Braz Data: Sex 20/1/2017 20:01:38
Cidade: Montes Claros/MG
E-mail: petroniobraz25@gmail.com
Tempo de cultura

Bem aqui, no Centro Cultural,
na terra capital dos Gerais,
aconteceu erudito encontro
dos que são ditos imortais.
Apresentou-se Itamaury
com a vaidade aclarada,
para substituir a presidente,
que se encontrava acamada.
Compareceu Amelina Chaves,
simples, sem ostentação,
sem vangloriar o encanto
de sua dilatada produção.
Dóris Araújo, poetisa de valor,
com o marido a seu lado,
declamou um belo poema,
e deixou o grupo encantado.
Apareceu o Dário Cotrim
com sua enésima edição,
dizendo que só é escritor
quem escreve um montão.
Karla Celene abriu seu livro
indicado para o vestibular
afirmando que um só livro
pode o escritor eternizar.
Maria de Lourdes Chaves,
com seu pedigree cultural,
não estava ali prazerosa,
por não mostra o seu coral.
A luminar Ivana Rebello,
como musa do parnaso,
chegou com Lúcia Becattini
com um pouco de atraso.
O Jorge Nunes Silveira,
também era esperado,
para dar um toque mágico
àquele culto aglomerado.
Da Bahia aqui chegou,
para ser de mais-valia
a Zoraide Guerra Davi
que tem ampla regalia.
Veio José Jarbas Oliveira,
trazendo consistente
parcela de sua cultural,
para reforçar o ambiente.
Clarice Dulce Sarmento,
uma musicista inteligente,
ocorreu naquele momento
para alegrar o ambiente.
Edson Ferreira Andrade,
esperava a reunião começar
para expor, argumentar
e sua erudição propalar.
Porque simples e discreta,
a Raquel Mendonça ouvia,
nas cadeiras mais do fundo,
o que Juvenal Caldeira dizia.
Aristônio Canela estava presente,
como sempre imprevisível,
cabeça reclinada, indiferente,
tudo esperando impassível.
Mesmo não muito frequente,
naquele dia ali chegou
a instruída Miriam Carvalho,
que a todos cumprimentou.
A Glorinha Mameluque,
aportou alegre, sorridente,
sem trazer, no momento,
um letrado ingrediente.
Com o livro de contas na mão
Mary Tupinambá, sem tardança,
não esperou todos chegarem
para iniciar a cobrança.
O Afonso Prates Borba,
integrante da confraria,
sabe que ser imortal
é uma marcante honraria.
Estava eu ali presente e
de uma cadeira observava
cada um dos integrantes,
que aos poucos ali chegava.
Apareceu o Wanderlino
um nome de muito louvor,
mas para os bons literatos
não tem obra de valor.
Waldir de Pinho Veloso
neste dia estava ausente;
também o Délio Pinheiro,
que não é muito frequente.
Há os que não comparecem,
mas se dizem imortais,
estão sempre ausentes,
ligados a bens materiais.
São muitos para relatar,
os nomes estão no papel,
mas nunca são vistos
naquela notável Babel.
Logo a reunião começou
com o vice-presidente.
Maria Luiza Silveira Teles,
estava no dia ausente.
Conversas, discussões,
sem um tema definido.
Todos falam, ninguém ouve
e nada restou resolvido.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82112
De: Engenheiro Eletricista Data: Sex 20/1/2017 14:24:45
Cidade: Montes Claros/MG
20/01/1917 - 20/01/2017: há um século a então pequena Montes Claros, com 5.000 habitantes, recebia a energia elétrica gerada na Cachoeira do Cedro. Deve ter sido um dia de muitas comemorações e felicidade, prenúncio do desenvolvimento ainda maior que a cidade teria quando, no início dos anos 40, entrou em operação a Usina de Santa Marta e nos anos 50 chegou a energia elétrica gerada na Usina de Três Marias, propulsoras da industrialização, do crescimento econômico e cultural, que tornaram esta cidade uma das mais populosas e importantes de Minas Gerais. É um século a comemorar e recordar a história da eletricidade e sua importância na nossa terra, homenageando os profissionais que contribuíram e contribuem para esta realização.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82111
De: Estado de Minas Data: Sex 20/1/2017 11:07:07
Cidade: Belo Horizonte
Morte de mineiro por febre amarela no Distrito Federal assusta Januária – Estado de Minas - A confirmação de que um mineiro do distrito de São Joaquim, em Januária, morreu de febre amarela em Brasília (DF) e a investigação de óbitos de macacos na localidade vizinha de Tamburil levou apreensão ao Norte de Minas. Em São Joaquim, que começou vacinação em maior escala na quarta-feira, houve corrida de parte dos 3,5 mil habitantes por imunização. O homem que morreu tinha 40 anos, era pedreiro, viajou de ônibus e chegou na segunda-feira a Brasília onde sentiu-se mal e morreu na quarta-feira. O óbito por febre foi confirmado pelo Laboratório Central (Lacen). O caso será investigado pela Secretaria de Estado de Saúde e por autoridades de saúde de Januária, sobretudo pelo fato de um morador de localidade distante da área de surto ter contraído febre amarela. As informações iniciais são de que o homem não havia viajado recentemente para nenhuma região com registro da doença. Segundo o coordenador de endemias e vigilância Ambiental de Saúde de Januária, Adailton Viana Bitencourt, uma equipe da vigilância epidemiológica fará busca para recolher restos mortais de macacos em Tamburil para exames. Também será feita investigação em Raizama e Pandeiros, onde também houve relatos de mortes de animais.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82110
De: Píndaro Data: Sex 20/1/2017 11:19:30
Cidade: Montes Claros
Os "rabos de galo"avistados hoje na manhã de Montes Claros, intensos pelo lado sul, são os mais distintos que já vi: formavam uma orquestra, simulavam um céu das pinturas de Michelângelo, dia de Juízo Final. Mas, são só rabos de galo - que no sertão predicam chuva. Que Deus se apiede de nós!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82109
De: José Ponciano Neto Data: Sex 20/1/2017 10:56:11
Cidade: Montes Claros-MG
Nesta manhã 20/01, o céu sertanejo de Montes Claros está saindo do azul de brigadeiro para dar lugar alguns “rabos de galo”.
Por volta da 09:40 eram muitos. Baseados nas avaliações Sinóticas dos campesinos e, nós técnicos acostumados a conviver com as estiagens; podemos dizer que pode chover em alguns pontos da cidade ainda hoje.
A convivência com o semiárido é fantástica.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82108
De: Luiz Cunha Ortiga Data: Qui 19/1/2017 13:53:42
Cidade: Brasília  País: Brasil
E-mail: ortigaluiz@ig.com.br
Após os comentários da tremenda seca que assolava Brasília/DF, a chuva voltou e maneira copiosa nestes últimos dias. As cidades satélites já estavam sob o regime de racionamento d`água. O Plano Piloto foi excluído, nesta primeira hora, do dito racionamento.Neste momento, 14horas do dia 19/01, chova forte assola a Asa Sul do Plano Piloto.Mais água para os reservatórios, tão carentes.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82107
De: Tone Data: Qua 18/1/2017 11:33:46
Cidade: M. Claros
Além da Tambasa, outra rede de supermercados se prepara para disputar o mercado em Montes Claros. A Rede Cordeiro Supermercados está construindo sua unidade na entrada do Bairro Edgar Pereira. Esta rede é regional, mas não é pequena: veio de Leme do Prado, no Vale do Jequitinhonha, pelas mãos dos fundadores - senhor Joao, sua esposa Nenem e filhos - , que instalaram em Diamantina a primeira loja, em área de 170 m2. Hoje, a rede está em Curvelo e Pirapora, com mais de uma loja, e agora desembarca em M. Claros, com projeto muito ambicioso. As obras já começaram.

Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82106
De: Marisa Data: Qua 18/1/2017 11:23:42
Cidade: Montes Claros
Qui 12/01/17 - 10h - Prefeitura divulga que tem vacina contra febre amarela nos postos de Montes Claros; já são 8 os mortos em Minas, confirmados por exame

Fui ontem a mais um posto de saúde à procura da vacina. Notei que , se estão aplicando, é de maneira muito seletiva. Mais de um pretexto é usado. Será uma estratégia para poupar o pequeno estoque existente nas áreas não afetadas? (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:





Mensagem N° 82105
De: Manoel Hygino Data: Qua 18/1/2017 10:14:53
Cidade: Montes Claros
E-mail: manoelhygino@santacasabh.org.br
Harmonia entre os poderes

Manoel Hygino

É fabulosa a safra de recursos e outros meios jurídicos e expedientes postos em prática no Brasil para evitar que as decisões judiciais sejam cumpridas. Judiciário, Legislativo e Executivo se desdobram para manter as suas argumentações com relação a problemas que, deste modo, nunca têm fim.
No entanto, é significativamente claro o que diz a Constituição. Em seu artigo 2º, proclama-se a independência e harmonia entre os poderes, para que cada um se limite às funções que lhe cabem. Procurando sobrepor-se um ao outro, os três terminam por perder força e a confiança da sociedade.
Não se trata de definir quem é mais poderoso no sistema. Cada um agirá nos termos estabelecidos pela lei. De fato, o Judiciário não pode legislar, embora possa ser levado a isso por circunstâncias, o que não faz bem a ninguém. O Judiciário não pode comprometer-se, sem expor-se a risco de dúvidas sobre o comportamento de seus integrantes, como já acontece com inúmeros agentes do Executivo e do Legislativo. Imitar o imprestável não é bom conselho.
Quem percorre as páginas dos jornais e os canais de televisão e rádio se surpreende com os avanços e recuos nos processos de interesse público. A invasão da competência do Legislativo pelo Judiciário presentemente é flagrante e deve causar inquietude à presidente Carmen Lúcia, em que tanto confia o povo deste país, já decepcionado por suspeitas atitudes anteriores de outros.
Amigo advogado me dizia, há pouco, que passamos a viver não mais sob um Estado de Direito, pois submissos a um Estado de Juízes, o que não convém. Na realidade, os juízes devem ser independentes, mas – em uma democracia- submissos às leis e assegurando sua aplicação.
Interessante valer-se da experiência de outras nações, mais antigas, entre os quais o Reino Unido. Depois de participar do II Congresso Internacional da Associação dos Magistrados Brasileiros, em meados do ano passado, na Inglaterra, o desembargador mineiro Rogério Medeiros Garcia de Lima, do Tribunal de Justiça de nosso Estado, expressou entusiasmo pelo que viu e assistiu.
Os britânicos se orgulham da monarquia constitucional e da Supremacia do Parlamento. Vangloria-se do seu sistema jurídico, considerando-se um dos pilares da expansão política econômica do império britânico, ao propiciar segurança jurídica e previsibilidade (não é o que ora nos falta?).
Um dos baluartes do sistema é o princípio the rule of law, a regra do Direito e o Império da Lei, a que todos se submetem, inclusive, o monarca. Ninguém é ou pode ser exceção. Para que o sistema prevaleça e seja forte, todos têm direito de acesso à Justiça e ao devido processo legal, o due process of law.
O que mais causa inveja: Os britânicos não adotam Constituição escrita, seguindo princípios fundamentais milenares, reforçados desde 1950 pela Convenção Europeia de Direitos Humanos. Finalmente: Os magistrados de lá, recrutados entre advogados mais experientes, são imparciais e incorruptíveis. Valorizam os precedentes dos tribunais. Não inovam aleatoriamente, visando respeitar a jurisprudência e preservar a segurança jurídica.
Em resumo, é como sintetizou Lord Faulks, ministro da Justiça: Os países têm de zelar pelo cumprimento das leis e pela e atuação independente do Poder Judiciário.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82104
De: Alberto de Sena Batista Data: Qua 18/1/2017 09:46:00
Cidade: Montes Claros
E-mail: albertobatista@superig.com.br

BEMQUERER REAPRENDENDO A VOAR

Alberto Sena

Emocionante. Esta palavra resume a garra, a força de vontade e a convicção do empresário Lúcio Bemquerer. Ele fez uma cirurgia na medula, na Santa Casa de Montes Claros e se recupera fazendo fisioterapia. Quem o viu logo após a cirurgia, muito bem sucedida, tinha a impressão de que o Bemquerer iria começar a mexer com os pés meses depois.
A evolução de Lúcio surpreendeu o próprio médico (...) que o operou. Surpreendeu o filho dele, Marcos Bemquerer e surpreendeu a mim também, porque três dias depois de operado, ele já mexia com os pés. Agora, vendo-o fazendo fisioterapia, é motivo de admiração ao fazer a comparação do antes com o agora. Quem o conhece se emociona.
Ele senta na cama, fica em pé na janela, movimenta-se com o andador e, no ritmo em que vai logo estará andando dentro de um quadro de normalidade. Ele já pretende passar fins de semana em Grão Mogol, a fim de respirar os ares do lugar onde nasceu e construiu o maior presépio natural do mundo, o Presépio Mãos de Deus.
O fisioterapeuta Guilherme Ruas está tão otimista em relação à recuperação do paciente tanto quanto o próprio Lúcio. É importante lembrar, ele fez uma cirurgia na medula e todos sabem o quanto ela é fundamental. Significa dizer, a recuperação não acontece como num passe de mágica. É necessário querer se recuperar – e ele quer – porque o corpo no momento está assim, mas a cabeça funciona a mil quilômetros por hora.
Lúcio sempre foi homem ativo. Em Belo Horizonte, onde dirigiu a Associação Comercial de Minas (ACMinas), como consultor principal da Prosper e diretor executivo do Fórum de Líderes da Gazeta Mercantil, o empresário sempre se destacou pela agilidade na tomada de iniciativas para solucionar questões empresariais.
Quando na ativa, acometido do problema na medula, só diagnosticado há cerca de oito meses, o que ocasionou a cirurgia na Santa Casa, o empresário foi convidado a ser ministro de Estado, a ser candidato a governador e também prefeito. Ele não aceitou nenhum dos convites por se achar empresário por vocação sem a necessidade de se envolver com a política.
De tudo que fez por Grão Mogol, Montes Claros e Belo Horizonte, o Presépio Natural Mãos de Deus, construído por ele já aposentado e de volta a terra natal, talvez seja a sua maior obra, porque foi como tivesse atendido a um sinal vindo do céu como um bólido.
Lúcio vive cada dia como se fora o primeiro ou o último. Hoje ele está melhor do que ontem. E assim vai. Essa certeza o empresário tem, como também possui todo o tempo do mundo para fazer reflexões pessoais enquanto sente o corpo responder aos comandos dos exercícios dirigidos pelo fisioterapeuta, um trabalho de dedicação e amor, torcendo o corpo dele de todo jeito.
Dentro de mais um pouco, certamente, um novo homem ressurgirá vestido na pele dele. E quando isto acontecer, Bemquerer será a prova inconteste de que quando se quer alguma coisa, principalmente relacionada com a recuperação da saúde, o denodo e a vontade suprema agindo dentro dele geram o milagre. Eis o homem em sua saga. Como a mitológica ave chamada Fênix, ele está reaprendendo a voar.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82103
De: José Ponciano Neto Data: Ter 17/1/2017 23:16:41
Cidade: Montes Claros - MG

Colisão com mortes: Uma grave colisão entre um ônibus e carro de passeio ocorreu por volta das 18:00 desta Terça- feira 17/01 no Km 59 da MG 308 entre Pau D’óleo/ Juramento- MG e Itacambira-MG.
O ônibus com 40 passageiros fazia o transporte dos funcionários de uma empresa de silvicultura; segundo um dos passageiros, eles ouviram um estrondo, e em seguida o ônibus ficou totalmente desgovernado por mais de 50 metros, quando ouviram outro grande barulho, este, decorrente da colisão frontal com um Cross-Fox (transporte alternativo).
Somente depois que desembarcaram e muito assombrosos, perceberam que um pneu dianteiro tinha estourado.
No acidente vieram a óbito três pessoas, sendo: o motorista do “Taxi” conhecido por Zezinho Preto, uma passageira conhecida por Marli de Rosa e um homem não identificado.
Ainda no veiculo pequeno, ficaram feridas, uma criança de 02 anos - muito combalida foi socorrida a tempo pelo o SAMU e Corpo de Bombeiros, sobrevivendo – a outra sobrevivente, uma jovem, sofreu uma dupla fratura em uma das pernas e está fora do perigo de morte.
Não foi confirmado se os passageiros do “Taxi” usavam Cinto de Segurança no momento do acidente.
O tráfego ficou parado por muito tempo nos dois sentidos.

***

Corpo de Bombeiros - Uma guarnição de bombeiros, chefiada pelo Sgt Nascimento , deslocou até MG 308 próximo ao município de Itacambira. No local deparamos com uma colisão frontal entre um veiculo WV/Fox e um ônibus de transporte de funcionários da empresa plantar. No interior do veiculo fox encontravam-se 03 vitimas fatais, o motorista e dois passageiros , uma senhora e um homem não identificado. Fora do veiculo automotor encontravam-se 03 vitimas feridas, 2 mulheres e uma criança do sexo feminino de aproximadamente 03 anos. Segundo relato dos passageiros do coletivo “ônibus” vinha de Itacambira quando estourou um pneu dianteiro vindo a colidir com o veiculo automotor que vinha no sentido contrario. As vitimas feridas foram atendidas pela equipe do Samu e os bombeiros efetuaram a retirada das vitimas fatais com o uso do aparelho desencarcerado após o trabalhos da perícia.

***

Polícia Militar - A Polícia Militar registrou, às 18h10 de ontem, 17 Jan, um acidente de trânsito, na Rodovia MG 308, no Km 57, em Juramento, que vitimou fatalmente 03 pessoas e deixou outras 03 gravemente feridas. Segundo relatos do condutor de um dos veículos envolvidos no acidente, um homem de 40 anos, que transportava funcionários de uma empresa em um ônibus, em dado momento do trajeto, o veículo que dirigia teve um pneu estourado, fazendo com que o motorista perdesse o controle direcional e invadisse a contramão de direção, colidindo com um VW Fox, também envolvido no acidente, que trafegava em sentido contrário ao seu. Da colisão, restaram feridos gravemente 03 passageiros do carro, sendo 01 criança de 01 ano de idade e duas adolescentes de 16 anos e vieram a óbito o condutor do referido carro, um homem de 53 anos e dois passageiros, 01 mulher de 70 anos e um homem de 65 anos. Quatro dos passageiros do ônibus tiveram ferimentos leves. Os corpos foram liberados para a funerária e os demais feridos encaminhados para hospital em Montes Claros, onde permanecem sob cuidados médicos.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82102
De: Marcos Data: Ter 17/1/2017 16:40:01
Cidade: Montes Claros
Cena de hoje no Posto de Saúde do Cintra:
Diversas mães, com crianças no colo, aguardavam no corredor da sala de vacina. A funcionária abre a porta e sem mostrar o rosto anuncia - hoje acabou, voltem amanhã.
Eram 16 horas e dezoito minutos - 40 minutos antes do fim do expediente.
Havia tempo para atender todas as mães com crianças no colo.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82101
De: Roberto Data: Ter 17/1/2017 11:25:34
Cidade: BH
Do sempre excelente Eduardo Almeida Reis, um dos melhores cronistas do Brasil nos últimos 40 anos:


Hidroquerídeos

Do tupi kapii`gwara, de ka`pii `capim` + gwara `comedor`, a capivara tem montanhas de fãs na capital de todos os mineiros, gente que defende sua permanência às margens do lago da Pampulha. Maior roedor do mundo, a capivara hospeda o carrapato-estrela que pode transmitir a febre maculosa pela bactéria Rickettsia rickettsii, doença infecciosa grave e potencialmente fatal.
Apesar de existir tratamento eficaz e dos avanços nos cuidados médicos, a febre maculosa pode apresentar taxas elevadas de letalidade. Vale notar que a desesperadora situação econômica de Minas Gerais dificulta os “avanços nos cuidados médicos”.
Defensores de certos animais têm síndrome que nem Freud explica, mas, no caso das capivaras, um trocadilho infame pode justificar: leram família dos hidroquerídeos e entenderam hidroqueridos.
Pampulha, para os que não conhecem a capital mineira, é uma espécie de pré-Brasília sem os parlamentares e os ministros que infelicitam este pobre país. Prefeito de Belo Horizonte, Juscelino Kubitschek finalizou a construção de um lago com 18 km de perímetro, entupiu o entorno com projetos do então jovem Oscar Niemeyer, tudo pertinho do Aeroporto da Pampulha, pois JK adorava embarcar num avião. O próprio lago artificial pode ter sido uma forma de compensar seu nascimento na Diamantina cortada pelo Rio Grande, que tem metro e meio de largura.
Há solução brilhante para o problema da Pampulha: basta copiar o que fez em Montes Claros um juiz, hoje o ilustre desembargador Rogério Medeiros Garcia de Lima do TJ-MG.
Quando era juiz da infância e juventude em Montes Claros, norte de Minas Gerais, em 1993, não havia instituição adequada para acolher menores infratores. Uma quadrilha de três adolescentes praticava reiterados assaltos. A polícia prendia, o juiz tinha de soltá-los. Depois da enésima reincidência, valendo-se de um precedente do Superior Tribunal de Justiça, o juiz determinou o recolhimento dos “pequenos” assaltantes à cadeia pública, em cela separada dos presos maiores.
Recebeu a visita de uma comitiva de defensores dos direitos humanos (por coincidência, três militantes). Os três exigiam que liberasse os menores. Negou. Ameaçaram denunciá-lo à imprensa nacional, à corregedoria de Justiça e até à ONU. O juiz retrucou que não fossem tão longe, porque tinha solução. Chamou o escrivão e ordenou a lavratura de três termos de guarda: cada qual levaria um dos menores preso para casa, com toda a responsabilidade delegada pelo juiz. Pernas para que te quero! Mal se despediram e saíram correndo do fórum. Não denunciaram o Dr. Rogério a entidade alguma, não ficaram com os menores, deixaram de “honrá-lo” com suas visitas e os bandidos-mirins ficaram presos.
Basta fazer coisa parecida com os amantes das capivaras da Pampulha: entregar um casal de roedores a cada família defensora dos animais para alimentar e conviver com os bichos em suas respectivas residências.
Ex-modelo, jornalista, palestrante, escritor e apresentador de tevê, Pedro Andrade, nascido no Rio de Janeiro, mora e trabalha nos Estados Unidos e participa do programa semanal Manhattan Connection, transmitido no Brasil pelo GloboNews.
Gosto muito do Manhattan Connection desde o tempo do incomparável Paulo Francis. Não creio que a participação do ex-modelo acrescente algo ao programa semanal com aquelas dicas nova-iorquinas sobre galerias de arte, exposições, restaurantes, praças, estátuas, além de críticas cinematográficas. Acho que discrepa dos demais participantes, mas tenho a certeza de que a minha opinião não vai tirar o emprego do rapaz.
Quando fez uma série de programas viajando pelo mundo para comer esquisitices, Pedro Andrade avisou aos produtores dos programas que comeria tudo, menos cachorros e ratos. Pois muito bem: a carne de ratos voltou com força ao cardápio asiático, sobretudo na China.
Começou com um roedor bonitinho, pequeno, colorido, de pelos compridos, evoluindo para o rato em geral. Notícia que não causa espécie num país grande e bobo em que milhões de pessoas adoram comer grandes roedores como a paca e a capivara.
Uma coisa é comer para não morrer de fome; outra, muito diferente, é curtir esquisitices gastronômicas adquiridas a peso de ouro. Um dos “alimentos” mais raros e mais caros do planeta, degustado há centenas de anos, é o ninho de andorinhas. Compõe uma sopa gelatinosa considerada muito saborosa, chamada “Caviar do Oriente”, consumida na China e noutros lugares. Os EUA figuram na lista dos maiores importadores.
Tive fazenda rica em pacas sempre invadida pelos caçadores em busca da iguaria, que nunca experimentei, como também me recuso a comer carne de capivara.
História e lenda registram inúmeros episódios guerreiros em que os povos cercados recorreram às carnes dos ratos para sobreviver. Naquelas emergências, pacas e capivaras seriam iguarias dos deuses.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82100
De: Ediraldo Data: Ter 17/1/2017 10:30:53
Cidade: BH
Ter 17/01/17 - 8h - Rebelião de presos chega a Minas; 1200 se amotinaram em Neves e líderes serão transferidos
-----

De reportagem do jornal Estado de Minas de hoje, sobre o barril de pólvora nas prisões, e também as mineiras:

"A maior fuga no último ano tinha ocorrido em Montes Claros, em 17 de novembro, envolvendo nove presos do presídio regional. A polícia desconfia que os fugitivos tenham sido ajudados por pessoas que estavam no lado de fora, pois uma das telas da cerca de metal estava cortada e os presos aproveitaram para passar por esse local".

A penitenciária de Neves, que há 50 anos foi modelo em Minas e levou a região de Ribeirão das Neves a ser a pior e mais atrasada área da região metropolitana de BH, e que ontem se rebelou, tem 1200 presos. O presídio de M. Claros, localizado em área urbana populosa, tem 1027 presos. A tela foi cortada - disse a polícia. Se o Norte de Minas não ficar atento, a outra Minas vai transferir os seus presos para cá, transformando a Minas pobre em presídio da Minas rica. Um absurdo. Absurdo iniciado com a permissão de construir o "presídio" em área urbana populosa de M. Claros e absurdo ao aceitar, em Francisco Sá, uma penitenciária como aquela, que vai trazer presos perigosos para o Norte de Minas.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82099
De: Polícia Militar Data: Ter 17/1/2017 09:59:58
Cidade: Montes Claros
Polícia Militar registra esbulho possessório de propriedade rural em Capitão Enéas - Ontem (16), por volta de 04h45, a Polícia Militar foi acionada a comparecer à Fazenda Norte América, estrada acesso de Peri Peri, em Capitão Enéas, onde um grupo organizado, composto por aproximadamente cinquenta pessoas teria, violentamente, invadido o local. Em contato com um dos líderes da ação, a Polícia foi informada que o grupo integra o Movimento dos Sem Terra (MST), e que teria invadido a fazenda a fim de pressionar o governo federal a realizar a desapropriação das terras, para fins de reforma agrária. Segundo um homem que trabalha na referida fazenda, ele se encontrava no interior do local no momento da invasão. Afirmou ainda que o grupo teria invadido, violentamente, o local, portanto armas de fogo, foices e facões, forçando a entrada da residência em que se encontrava mediante arrombamento. Dois indivíduos do grupo, após ameaçá-lo, determinando que fossem repassadas informações acerca dos proprietários da fazenda, bem como acerca da eventual existência de armas de fogo no interior da propriedade, veio a segurá-lo violentamente agredindo-o mediante golpes na cabeça. O funcionário teve que ser encaminhado ao hospital local e medicado. Os membros do movimento foram até a sede da fazenda e arrombaram as portas de acesso. Ainda, conforme o funcionário, participou efetivamente da invasão um indivíduo de alcunha “fumaça”, conhecido por articular ações de esbulho nas propriedades rurais insertas no município de Capitão Enéas, inclusive, noutras oportunidades já perpetradas contra a mesma fazenda. Segundo a proprietária da fazenda invadida, por volta das 04h da manhã, ela ouviu batidos violentos na porta de sua residência e, alguns segundos após, indivíduos armados com foices e facões arrombaram a entrada de sua residência, bradando que estariam tomando a fazenda para si e, a todo o momento, proferindo ameaças em desfavor dos seus familiares, inclusive crianças, que lá permanecem até o desfecho desta ocorrência. Pessoas pertencentes ao movimento teriam subtraído 03 (três) armas de fogo sucateadas, objetos de decoração e sem funcionamento, tipo “garruchas”, que se encontravam sobre uma mesa, na sala de estar. Em outra residência adjacente, na mesma propriedade, onde reside uma funcionária, foram subtraídas 05 (cinco) armas de fogo, sendo 03 (três) espingardas tipo polveira, que foram localizadas e apreendidas por militares nas proximidades da cancela de entrada à propriedade rural, bem como uma espingarda cal.12 e um revólver cal.38, não localizados. A Polícia identificou três líderes do movimento (dois homens: 50 e 40 anos; e uma mulher de 30). Segundo o líder de 50 anos, o grupo estaria invadindo a propriedade rural a fim de chamar a atenção do governo federal quanto à improdutividade da fazenda, bem como sobre a existência de inúmeras dívidas ativas com a união. Após dialogar com o líder do movimento, foi realizada uma varredura na propriedade, a fim de verificar a existência de delitos eventualmente perpetrados, e foi constatado que não havia sinais de bens móveis subtraídos ou danificados, para além das portas de acesso às casas integrantes da propriedade. Durante as diligências policiais, foi observado que a propriedade manteve-se em plena produção, com serviços como transferências de embriões, inseminações artificiais e utilização do sistema reprodução animal fertilização in vitro - five, além do pivô central da propriedade. Todos esses serviços permaneceram em regular funcionamento, operados pelos funcionários da fazenda, que nesta se mantiveram e se mantém, à revelia da ação do movimento.

***

Diário de Pernambuco - 17/01/2017 08:05 - Em Minas, MST invade fazenda ligada ao ex-prefeito Ruy Muniz - O ex-prefeito de Montes Claros foi preso em 18 de abril de 2016 - Integrantes pertencentes ao Movimento dos Sem Terra (MST) ocuparam na madrugada desta segunda-feira, dia 16, uma fazenda ligada ao ex-prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz (PSB), no norte de Minas.
Muniz foi preso em 18 de abril de 2016, um dia depois de sua mulher, a deputada Raquel Muniz (PSD-MG), ter dedicado a ele seu voto pelo impeachment da então presidente Dilma Rousseff.
Na ocasião, a parlamentar dedicou o voto à integridade moral do marido, afirmando que "o Brasil tem jeito e o prefeito de Montes Claros mostra isso para todos nós". Muniz é suspeito de cometer irregularidades na compra de combustível pela prefeitura. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82098
De: Estado de Minas Data: Seg 16/1/2017 10:32:39
Cidade: BH
Prefeituras do Norte de Minas começam ano em situação crítica - 16/01/2017 07:57 - Nem cidades grandes como Montes Claros, no Norte de Minas, ficaram livres de problemas. O prefeito Humberto Souto (PPS) declarou, não só na lei, o estado de calamidade. “Não estou nem dormindo à noite. Tem funcionário fazendo protesto na prefeitura por causa de salário. Recebi a cidade nessa balburdia toda”, afirmou. Segundo Souto, o antecessor não pagou os funcionários em dezembro e a cidade está sendo multada porque não tem portal de transparência. “A informática não funciona, os carros e máquinas estão todos sucateados, tem dívidas com empreiteiras de asfalto que estão rondando a prefeitura.”
Segundo Humberto Souto, só da folha de dezembro são devidos R$ 30 milhões. “Roubaram arquivos da saúde e do patrimônio no final da administração, não tem um cadastro dos servidores. O programa de computação para substituir lâmpadas da cidade sumiu. Estamos quebrando senhas para ver se conseguimos recuperar ou teremos de fazer outro”, relata. O prefeito alega que o início de sua administração ficará prejudicado pelo quadro de “ingovernabilidade” encontrado. “Preciso de pelo menos um ano para regularizar a prefeitura”, afirma.
(...)
OUTRO LADO
O ex-prefeito de Montes Claros José Vicente Medeiros (PMDB) nega o caos denunciado pelo sucessor e diz que deixou a administração em condições de funcionar. “Você acha que uma prefeitura que pagou o 13º dos funcionários está um caos? Respeito muito o Humberto e seu direito de reclamar, mas não acredito que tenha prefeitura no Norte e Minas que esteja em estado tão normal como Montes Claros.” Segundo José Vicente, a dívida é pequena e ele não teria como pagar o salário porque os recursos não haviam chegado. O antecessor disse ainda que abriu as portas da prefeitura para a transição e que o novo prefeito terá recursos da saúde, da educação e da repatrição repassados pelo governo federal para acertar as contas.
“No começo do ano tem muita arrecadação, fico aguardando que ele (Souto) faça uma boa administração.”
(...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:





Mensagem N° 82097
De: O Tempo Data: Seg 16/1/2017 08:12:19
Cidade: Belo Horizonte
(...) No mais grave deles, um carro se partiu ao meio e três pessoas morreram na BR-365, próximo ao trevo de Coração de Jesus, no Norte do Estado.Segundo as informações do Corpo de Bombeiros de Montes Claros, a colisão frontal entre dois veículos de passeio aconteceu na altura do km 39 da rodovia, por volta das 5h30 deste domingo. No Citröen C5 estavam três ocupantes, entre eles uma criança de 4 anos, que sofreram politraumatismos. Os dois adultos foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) enquanto a criança foi conduzida por terceiros e deixada no Hospital da Santa Casa de Montes Claros. No outro veículo envolvido, um Volkswagen Golf que acabou partido ao meio com o impacto, também haviam três ocupantes, que morreram todos no local. Todas as vítimas, dos dois carros, eram moradoras de Montes Claros, ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros. A rodovia precisou ter o trânsito interrompido nos dois sentidos para o atendimento à ocorrência. A corporação disse não haver informações se chovia na hora do acidente, mas que acredita-se que o uso dos cintos de segurança e a existência do airbag tenham salvado a vida das vítimas do Citröen...

***

Hoje em Dia - Três pessoas morrem em acidente na BR-365 em Coração de Jesus, no Norte de Minas - Gabriela Sales -Três pessoas morreram e outras três ficaram feridas em um acidente neste domingo (15), na BR-365, próximo a cidade de Coração de Jesus, região Norte de Minas Gerais. Um carro com placa de Itapevi (SP) bateu de frente com outro veículo de passeio com placa de Goiânia (GO). A Polícia Rodoviária Federal (PRF) não soube informar o que pode ter motivado o acidente. Segundo o Corpo de Bombeiros, três pessoas foram socorridas pela equipe de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhadas para o Pronto-Socorro da Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros, na mesma região. Ainda segundo a unidade de saúde, os feridos são da mesma família, estão estáveis e passam bem.Para resgatar as vítimas, a PRF precisou interditar o trânsito no trecho nos dois sentidos da via. A corporação informou que um pequeno congestionamento se formou no local e que no início da tarde deste domingo, o trânsito no local havia sido liberado.

***

Estado de Minas - Impacto violento deixa veículo partido ao meio em acidente na BR-365 em Montes Claros – Luiz Ribeiro - Três pessoas morreram e outras ficaram feridas na colisão entre dois veículos na manhã deste domingo no quilômetro 39 da BR-365, próximo ao trevo para Coração de Jesus, Região Norte de Minas Gerais. O modelo Golf, com placa de Itapevi (SP), seguia no sentido Pirapora/Montes Claros quando bateu de frente com um Citroën C5, que vinha em sentido contrário. O choque foi tão violento que o Golf partiu ao meio e seus três ocupantes morreram na hora. O acidente aconteceu na entrada de uma curva. Conforme testemunhas, o Golf invadiu a pista contrária, mas ainda não se sabe o motivo, se foi tentada uma ultrapassagem, se o motorista cochilou ao volante ou ainda se perdeu o controle da direção, tendo em vista que a pista estava escorregadia por causa de uma chuva fina. As vítimas do Golf são o motorista Thiago Batista da Silva, de 25 anos, Felipe Silva Oliveira, de 18, e Jéssica Stefani, de 20. Já as três pessoas que viajavam no Citroën ficaram feridas: o motorista Stanley de Oliveira Loyola, sua mulher Rosinele Castelo Branco Loyola, e a filha do casal Clarice Castelo Branco, de 4 anos. Eles tiveram múltiplas faturas e foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhadas para a Santa Casa de Montes Claros, onde estão internados em observação. Segundo o Corpo de Bombeiros, o uso dos cintos de segurança e a ação dos airbags favoreceram as vítimas que estavam no Citroën.

***

Corpo de Bombeiros - 16/1/17 - 11h37m - Na madrugada de ontem (15/01) por volta das 05:30hrs, o Sétimo Batalhão de Bombeiros Militar de Montes Claros, atendeu uma ocorrência na BR 365 – KM 39, no Trevo de acesso a Coração de Jesus.
Dois veículos de passeios um Citroen e um Golf colidiram de frente, resultando na morte dos ocupantes do veículo Golf (03 adultos). No veículo Citroen também com três ocupantes (2 adultos e uma criança), os dois adultos ficaram presos nas ferragens e foram resgatados pelos bombeiros e repassados ao SAMU, a criança foi conduzida para a Santa Casa. Devido a violência no impacto, o chassi do Golf foi partido ao meio. O trânsito da via foi interrompido nos dois sentidos até o final dos trabalhos que durou aproximadamente 03 horas.

***

Corpo de Bombeiros - Por volta das 09:00hrs o Corpo de Bombeiros foi acionado para atender uma ocorrência de capotamento de veículo na MGT – 251, próximo ao trevo de São João da Lagoa. Segundo relatos no veículo havia 04 ocupantes, sendo dois adultos de 26 e 65 anos e duas crianças com idades de 07 e 09 anos todos utilizando cinto de segurança. Apenas o motorista de 65 anos ficou preso nas ferragens e teve ferimentos, já os outros passageiros não se feriram. Os bombeiros utilizaram equipamentos e técnicas específicas, e retiraram a vítima das ferragens repassando ao SAMU que conduziu todos para hospitais da região.
Vale ressaltar que nesta segunda ocorrência, o uso do cinto de segurança provavelmente evitou uma tragédia maior devido a gravidade do acidente.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82096
De: Veloso Data: Dom 15/1/2017 19:15:34
Cidade: M. Claros

Registro: não sei se hoje, ou há dias, tombou o sobrado que foi residência da numerosa família do Sr. António Ramos, marido da também portuguesa dona Fernanda Ramos, na Praça do Rosário, hoje Praça Portugal.
A casa em dois pavimentos, com sacada redonda, foi das melhores de M. Claros nos anos 50. "Era com certeza uma casa portuguesa" . Feliz.
Dona Fernanda, que saudade, foi consulesa honorária de Portugal em M. Claros nos anos conclusivos de sua fecunda vida. A família Ramos, vinda de Portugal, toda ela escreveu meritória página na diminuta aldeia além-mar que teve o privilégio de recebê-la, como a tantas.
Nesta página, entre outras coisas, está a fundação do Corpo de Bombeiros, o pioneiro pelotão formado só de voluntários, acordados por uma sirene indormida que sinalizava emergência no burgo, fogo.
A queda deste sobrado diminui e reduz a outrora risonha Avenida Coronel Prates, hoje um corredor de carros, despojada da sua qualificação de Avenida, uma das poucas entre nós que justificava o nome, hoje aviltado.
Era previsível, desde que reduziram seus canteiros, amputaram suas velhas árvores e soltaram os carros em cima dos viventes - exato na avenida onde pousou o Dr. Hermes de Paula, inconsolável com o que sucede à memória da sua cidade.
"Há uma hora terrível para as cidades quando elas querem ser diferentes de si mesmas", ensinou quem?
Itabira responde, e um retrato, mais um, sobe para a parede. Triste.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82095
De: Paulo Narciso Data: Dom 15/1/2017 10:59:49
Cidade: M. Claros

"Se os governadores não construirem escolas, em 20 anos faltará dinheiro para construir presídios".

Esta frase do montes-clarense Darcy Ribeiro, dita em 1982, inunda o Brasil como profecia cumprida, neste início de 2017, 35 anos depois de pronunciada.

No início dos anos 80, Darcy, encerrado o amargo desterro, vinha muito a Montes Claros e seus contatos eram com a família e alguns amigos. Enquanto muitos evitavam demonstrar solidariedade, simpatia e admiração por um conterrâneo reconhecido no mundo e perseguido em seu país, pela última ditadura, uns poucos faziam questão de estar ao seu lado, arrostando os poderosos do momento.

Desse tempo, há muito o que contar.

Mas, o que quero dizer é que o nosso Darcy, encantado em 1997, se hoje voltasse a M. Claros (onde nasceu em 1922, no miolo da cidade, atual Rua Lafetá, entre Simeao Ribeiro e Altino de Freitas), Darcy teria duas grandes, enormes tristezas:

1 - Amputaram, mutilaram o conjunto arquitetônico da escola símbolo da cidade, a histórica Escola Normal, um projeto primoroso, de 1965. Mutilaram, para na sua esquina principal - defronte à casa/museu do mestre Konstantin - fazer funcionar...um posto de policia.

Nada contra a honrada Policia e o seu trabalho em proveito geral, que merece aplausos. Mas, não custa admitir: recomenda-se converter presídios e assemelhados em escolas, e nunca, nunca, o contrário.

Um erro histórico, descuido lamentável por parte de quem autorizou e permitiu, falha que em algum momento precisa ser reparada, para que não seja repetida - e frutifique.

2 - Darcy também ficaria profundamente consternado por não poder ver traço, vestígio de sua escola secundária - e esta escola não é a mutilada Escola Normal Oficial Plínio Ribeiro, nome do seu tio e mestre, e parte arrancada de nós, seus alunos.

Darcy estudou no Ginásio Municipal, antes que as amplas instalações, com jardins, longos corredores, chalés e pátios se convertessem em Seminário Menor e, depois, em sede da Prefeitura.

Sóbria construção na Avenida Coronel Prates. Ao lado da qual o sentimento da cidade, num belo gesto, quis e deliberou homenagear Reginaldo Ribeiro, dando à rua o nome do pai de Darcy, que ele pouco conheceu. Rua Reginaldo Ribeiro.

Pois bem. Num tempo que merece ser esquecido, "se revogado não pode ser", numa manhã sem avisos, veio a tocaia.

Derrubaram impiedosamente o extenso casarão que era parte do cerne da memória da cidade, um dos seus miradouros; almenara, digamos, pois a luz que dali partiu certamente vaga sem descanso, em perene reclamo de justa reparação. E era a escola de Darcy.

Caiu, sem um lamento. Nenhum ai foi ouvido, enquanto as máquinas batiam contra suas paredes brancas, nuas, que resistiram. Havia acontecido antes com a Igreja do Rosario. Que também não recuou. Foi preciso um trator de esteira. Contra a Igreja dos Catopês - eu estava lá, vi.

Sentiram muito, sentem muito, hão de sentir sempre, os que ali foram aprender.

Ou os que ouviram misereres e ladainhas e responsos e laudamus que de lá partiam em cortejo de prelados nas alvoradas neblinosas de junho de um tempo que evanesceu. E que resiste - além do Bojador, com a noite antiquíssima do poeta.

Um caixote baixou no seu lugar e um silêncio desceu aos alicerces profanados.

Se hoje voltasse, Darcy teria o comportamento que teve ao tornar aos Morrinhos, depois que a ditadura última permitiu que reentrasse no seu país, doente, acreditando que vinha finar e, teimoso, não finou nem morreu.

Nos Morrinhos, com um amigo, Darcy destampou com horrenda suspensa caixa dàgua de concreto afrontando a catita Igrejinha de Dona Germana e sua história, que o ministro Francisco Sá, outro montes-clarense (do Brejo das Almas), chamou de "atalaia avançada dos povoados cristãos ".

Ao se deparar com a ofensa em concreto à Igrejinha indefesa, acuada na colina que é sua, o afável às vezes iracundo Darcy foi enfático:

- Vamos embora. Não quero ver isto.

Fomos embora, debaixo de um mesmo silêncio.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82094
De: Ângelo Data: Dom 15/1/2017 10:15:57
Cidade: M. Claros
Antes mesmo de completar um mês, o que ocorrerá dia 20, a loja do Supermercado BH na Lagoa, entrada do Bairro Planalto, já é a que mais vende em M. Claros. Superou as outras sete lojas da rede.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82093
De: Marcelo Eduardo Freitas Data: Sáb 14/1/2017 13:14:04
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
E-mail: marcelo.mef@dpf.gov.br
POLÍTICA NO BRASIL É COISA PARA MACHO!

* Marcelo Eduardo Freitas

Como de costume e por dever de ofício, no fim do ano que se passou e início de 2017, acompanhamos algumas solenidades alusivas à diplomação e posse de candidatos eleitos no último sufrágio, de outubro próximo, destinado à escolha de prefeitos e vereadores.

Confesso que, não obstante a maciça e mais expressiva renovação da história da nova república, senti um certo desconforto ante à incômoda e óbvia constatação: política, no Brasil, é coisa para macho!

Caro leitor, à guisa de introdução ante à perturbante verificação, na macrorregião norte de Minas, a quantidade de mulheres eleitas foi baixíssima, o que é lamentável. Quase não presenciamos vereadoras eleitas, de tão poucas. A legislação brasileira exige, desde 2009, o mínimo de 30% e o máximo de 70% de candidatos de cada sexo em eleições proporcionais, o que inclui as candidaturas ao cargo de vereador, em uma evidente tentativa de estimular a participação feminina na política.

Ocorre que, em todo o país, de um modo geral, o número de mulheres sem nenhum voto disparou após a citada lei. Foram 14.498 candidatas que não receberam nenhum voto para a câmara municipal, apesar de estarem aptas a disputar as eleições. Elas representam 1 em cada 10 candidatas ao parlamento municipal, o que equivale a 10% do total. Sem essas “mulheres de voto zero”, uma em cada quatro chapas de vereadores poderia ser indeferida pela justiça eleitoral.

Como se não bastasse a fraude acima, o Brasil elegeu apenas uma mulher prefeita no primeiro turno, em capitais, nas eleições municipais. No Congresso Nacional, apesar de a participação das mulheres estar em relativa ascensão, ainda não passa de 10%.

A maior representatividade proporcional, nas últimas eleições municipais, foi no Rio Grande do Norte, em que 28% das prefeituras ficaram com mulheres. Em seguida, estão Roraima (27%), Alagoas (21%), Amapá (20%) e Maranhão (19%).

Em situação oposta, com o menor percentual de mulheres eleitas, está o Espírito Santo, onde somente 5% das administrações serão comandadas por mulheres no próximo quadriênio. Em seguida estão Rio Grande do Sul (6%), Minas Gerais (7,3%), Paraná (7,4%) e Amazonas (8,2%).

Há, ainda, um outro dado que nos parece bem mais grave: em regra, as mulheres eleitas para assumir os mandatos eletivos são filhas e/ou esposa de políticos proeminentes, outrora ocupantes dos cargos em disputa. O nosso país é péssimo para cultivar lideranças. Recepcionamos a lavagem cerebral provocada pela propaganda política como algo natural e, com isso, aceitamos - passivamente - a eleição de parentes e aderentes dos “detentores do poder” como se fosse algo natural, o que pode justificar a situação do nordeste brasileiro, acima vista. Deste modo, podemos concluir que, salvo algumas melhoras extremamente pontuais, o quadro ainda é de extrema desigualdade na assunção dos cargos eletivos.

De acordo com o último Censo do IBGE, as mulheres representam 51% da população do Brasil, número suficiente para que o quadro apresentado sofra sublimações. E por que não se altera? A nosso sentir, fruto de uma cultura extremamente machista, que alija as mulheres da participação na sociedade, da tomada de decisões, enfim, de exercer ativo papel nas mudanças que se espera.

Não sem razão, Millôr Fernandes dizia que a “anatomia é uma coisa que os homens também têm, mas que, nas mulheres, fica muito melhor”. Concordo plenamente! Contudo, diante de um quadro como este, não é demais concluir com Sêneca, um dos mais célebres intelectuais do império romano, quando dizia: “Uma mulher bonita não é aquela de quem se elogiam as pernas ou os braços, mas aquela cuja inteira aparência é de tal beleza que não deixa possibilidades para admirar as partes isoladas”. Que a mulher encontre espaço nos diversos ramos da atividade humana, especialmente na política partidária. Que seja admirada não pela aparência que ostenta, mas pelo modo de pensar, pelo que efetivamente é, pela sua inteireza. É tempo de reconstrução de rumos, de renovação de cenários, outrora devastados pela ignorância e pelo machismo. Se queremos um país melhor, é preciso valorizar as mulheres!

(*) Delegado de Polícia Federal e Professor da Academia Nacional de Polícia

Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82092
De: Luiz Cunha Ortiga Data: Sex 13/1/2017 10:24:55
Cidade: Brasília  País: Brasil
E-mail: ortigaluiz@ig.com.br
Conforme havíamos anunciado neste MURAL, parece que Brasília/DF, acordou. O problema da escassez de água, pela falta de chuvas nesta estação, fez com que o governo local fizesse programação para um consumo mais racional no período, até que as referidas chuvas retornem, para despreocupar a população no uso das torneiras. Na geografia, Montes Claros e Brasília/DF, encontram-se na mesma linha de trópicos, paralela ao trópico de Capricórnio (este passa em cima da cidade de São Paulo).Em Brasília/Df choveu rapidamente ontem e só. O sol voltou a brilhar. Resido há muito tempo por aqui e não havia visto tanta carência de chuva.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82091
De: Observador Data: Sex 13/1/2017 08:14:49
Cidade: Moc/MG
Observatório Sismológico da Universidade de Brasília registrou tremor de terra em Poços de Caldas, sul de Minas, ontem, considerado leve, conforme os seguintes dados:

Poços de Caldas, MG
12/01/2017 às 18:15:46
Latitude
-21.63
Longitude
-46.63
Profundidade
5
Magnitude
3.2 mR

***

Estado de Minas - 10h57 - Poços de Caldas registra tremor de terra de 3.2 na Escala Richter - Cristiane Silva - Um tremor de terra atingiu parte da cidade de Poços de Caldas, no Sul de Minas, no fim da tarde de quinta-feira. Segundo dados do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), o tremor teve magnitude de 3.2 na Escala Richter. O Corpo de Bombeiros da cidade informou que não há ocorrências relacionadas ao fenômeno registrado ontem. Conforme o relatório da universidade, o tremor ocorreu às 17h15 (horário de Brasília), a uma profundidade de 5 quilômetros. O último tremor de terra no município havia sido registrado em fevereiro de 1995, com 2.2 na Escala Richter. O mais forte, ainda segundo o relatório, ocorreu em 27 de fevereiro de 1950, com magnitude de 3.9. “Eu estava aqui na sala e tremeu mesmo. Estava com meu filho e ele disse `nossa, mãe, o que é isso?`. Daí depois a gente ficou sabendo o que tinha acontecido. Foi por volta das 17h”, conta a doméstica Neide Lopes da Silva, moradora do Bairro Caio Junqueira. Segundo ela, eles chegaram a pensar que fosse algum carro estacionando na garagem do prédio. O tremor durou menos de cinco minutos. “Nunca tinha percebido isso. Foi a primeira vez”, diz Neide, que nasceu na cidade. Moradora do Bairro Jardim Quisisana, a guia de turismo Eliete Maria disse que não houve tremor onde mora, mas recebeu diversos relatos de moradores da cidade. “Ontem foi o maior comentário na rede, todo mundo falando que sentiu. O cachorro da amiga da minha filha ficou latindo pela casa. Ela mora no Bairro Centenário”. Nas redes sociais, alguns moradores ainda brincaram com a situação, lembrando que a cidade foi construída sobre uma antiga área vulcânica. “Pessoal fala por causa do vulcão, mas acho que é só boato mesmo”, comenta Eliete.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82090
De: avilmar Data: Sex 13/1/2017 07:22:04
Cidade: Francisco Sa  País: Brasil
E-mail: avilmar62@gmail.com
Chuva abundante em Francisco Sa-MG com muitos raios, trovões e ventos, começou por volta de 19hs e para nossa alegria varou noite adentro no momento ainda chove fraco
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82089
De: Danilo Data: Qui 12/1/2017 13:49:57
Cidade: M.claros
Cena deplorável em M. Claros, pouco antes das 13h de hoje. Local: a movimentada rotatória no chamado Trevo da Cowam, onde o tráfego da Avenida Magalhaes Pinto recebe e despeja tráfego na Avenida Plínio Ribeiro, duas das mais movimentadas artérias de M. Claros.

Numa das alças da rotatória, com centenas de carro em movimento em dois níveis, vem - pela contramão - uma caminhonete.

Ao ser advertido - pois poderia ser um lápso - de que estava na contramão e que poderia provocar acidente de graves consequências, o motorista retrucou:

- Eu sei bem que estou na contramão... - e prosseguiu.

O detalhe: era um senhor, de muitos cabelos brancos, que agia intencionalmente, deliberadamente, colocando em risco a vida de inocentes.

A inconsequência no Brasil, no limite da delinquência mais abjeta, demonstra que não tem limites. Triste país. Com p minúsculo.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82088
De: Estado de Minas Data: Qui 12/1/2017 12:18:12
Cidade: Belo Horizonte
Dois detentos fogem de presídio em Montes Claros - Luiz Ribeiro - Dois presos fugiram do Presídio Regional de Montes Claros (Norte de Minas), na tarde desta quarta-feira: Jean Ferreira Pinto, de 25; e Rosalvo Rocha dos Santos, de 35. Eles teriam escapado por um buraco que abriram em uma tela na lateral da unidade prisional, onde um carro já estaria parado esperando pelos detentos. No entanto, as circunstâncias da fuga não foram reveladas pela Secretaria de Estado de Administração Prisional. A Seap apenas confirmou os nomes dos presos fugitivos e informou que "a direção da unidade irá apurar, em procedimento próprio, se houve ilícito administrativo no caso". A fuga ocorreu às 16h30min. Com capacidade para 592 presos, o Presídio Regional de Montes Claros, localizado no Bairro Jaraguá II, está superlotado, com 1.027 detentos, conforme relatório da Pastoral Carcerária da cidade. Até então, a última fuga de presos na unidade tinha sido registrada na madrugada no dia 17 de novembro passado, quando nove detentos escaparam. Conforme revelou um agente penitenciário, eles fizeram um buraco em uma das paredes de um pavilhão. Em sequência, pularam o muro e saíram por uma tela que dá acesso à rua. Dois dos nove fugitivos foram recapturados oito dias depois da fuga, na comunidade de Jacaré, na zona rural de Francisco Sá (Norte do estado), onde estavam nas casas de parentes.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82087
De: Corpo de Bombeiros Data: Qui 12/1/2017 10:35:20
Cidade: M. Claros
Fortes chuvas causam alagamentos e enxurradas em Montes Claros. - O Sétimo Batalhão de Bombeiros Militar atendeu na madrugada de hoje (12/01), chamadas de inundação, enxurrada e queda de árvore devido a forte chuva que caiu durante a madrugada. Em uma das ocorrências, uma residência no bairro Vila Tupã foi invadida pela enxurrada onde a água atingiu altura de aproximadamente 1 metro. Nesta ocorrência foram verificados apenas danos materiais, onde toda a mobília foi atingida, roupas e alimentos foram contaminados pela água, além de duas motocicletas que também foram atingidas pela água. Outras chamadas foram feitas no bairro JK, porém com o fim da chuva as águas rapidamente recuaram. Apenas uma ocorrência de queda de árvore foi registrada. Não houve nenhum ferido nestas ocorrências. (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82086
De: Consultor Juridico Data: Qui 12/1/2017 09:53:28
Cidade: Sao Paulo
10 de janeiro de 2017, 11h29 - Laurita Vaz mantém intervenção judicial em entidades de ensino superior - A presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministra Laurita Vaz, manteve a intervenção judicial determinada pelo juízo da 17ª Vara Federal de Belo Horizonte na Associação Educativa do Brasil (Soebras), a Única Educacional, as Faculdades Unidas do Norte de Minas (Funorte) e o Sistema de Ensino Superior de Ibituruna.
Na decisão, a presidente do STJ salientou que o caso não envolve “defesa do interesse público”, o que não dá às entidades de ensino superior legitimidade para apresentar pedido de suspensão de liminar e de sentença, uma vez que as instituições “visam tão somente a preservação de direito próprio”
No pedido feito ao STJ, as entidades alegaram que a intervenção prejudicará 20.443 alunos matriculados nos 134 cursos oferecidos pelas entidades em diversos estados. Alegaram ainda que a decisão do juízo federal não fixou prazo para a intervenção nem estabeleceu as atribuições e os poderes do interventor. Disseram que o interventor nomeado jamais dirigiu entidades de grande porte, “implicando fator de risco apto a embaraçar e mesmo paralisar” as atividades das instituições.
Ao negar o pedido, a ministra alegou que “o deferimento de pleitos dessa natureza afigura-se excepcional, somente justificado quando a decisão impugnada subsumir-se às condições preconizadas na legislação de referência — grave lesão à ordem, à saúde, à segurança e à economia públicas”, justificou a ministra.
A presidente do STJ destacou ainda que, ao contrário do alegado pelas entidades de ensino superior, a intervenção “busca resguardar o interesse público”, no âmbito da ação civil pública que tramita na 17ª Vara Federal de Belo Horizonte contra as referidas instituições.
Intervenção judicial
A intervenção foi decretada no dia 9 de dezembro, atendendo a um pedido do Ministério Público Federal que afirma que as empresas pertencem, de fato, ao ex-prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz (PSB), e à sua esposa, a deputada federal Raquel Muniz (PSD), que elogiou o marido durante a votação da admissão do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). O pedido foi feito com base nos dispositivos da Lei Anticorrupção Empresarial (Lei 12.846/2013).
A ação foi proposta pelo MPF contra contra Ruy e Raquel Muniz e seus filhos. Também são rés oito das diversas empresas controladas pela família: Associação de Proteção Ambiental, Saúde, Educação, Segurança Alimentar e Assistência Social (Apase), Associação Educativa do Brasil (Soebras), CAP-10 Consultoria e Administração de Cursos de Pós-Graduação, CTB Cia de Telecomunicações do Brasil (Promove Telecom), Faculdades Unidas do Norte de Minas (Funorte), Fundação Educacional Minas Gerais (FEMG), Sistema de Ensino Superior Ibituruna (FASI) e Única Educacional.
De acordo com a ação, baseada em investigação da Receita Federal, o casal Ruy e Raquel Muniz, embora atualmente não figurem como gestores em nenhum contrato social, são os administradores de fato do grupo Soebras, integrado por diversas outras empresas tidas como sociedades beneficentes de assistência social. Segundo as investigações, eles utilizam as receitas dessas instituições — que, por lei, não poderiam distribuir lucros — para benefício próprio e de sua família.
A Soebras, Única Educacional, Apase, Funorte, Promove Telecom e Fundação Educacional de Minas Gerais movimentaram no período de apenas quatro anos, de 2010 a 2014, o total de R$ 2,27 bilhões de reais, com transferências sucessivas entre as contas do grupo, para dificultar o rastreamento dos valores.
De acordo com o MPF, nos contratos sociais, constam parentes, amigos e até pessoas de pouca instrução que são ou foram funcionários do casal em algum momento. Na decisão que determinou a intervenção judicial, o juízo da 17ª Vara Federal de Belo Horizonte também suspendeu as atividades da CAP-10, Apase e CTB (Promove Telecom), "por se tratarem de empresas de fachada".
Para o juízo federal, "a análise feita dos documentos obtidos no inquérito civil pela Receita Federal permite inferir, efetivamente, a existência de fraude em torno do grupo econômico Soebras, administrado pela família de Ruy e Raquel Muniz, sobretudo porque utilizaram-se de interpostas pessoas físicas e jurídicas para ocultar os reais interesses, que consistiram na divisão de lucros de entidade beneficente de assistência social, o que é defeso". O magistrado decretou também a indisponibilidade de bens da família Muniz. Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ e do MPF-MG.

SLS 2.229
ACP 67317-37.2016.4.01.3800
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82085
De: Engenheiro Eletricista Data: Qua 11/1/2017 18:47:53
Cidade: Montes Claros/MG
"11/01/1928 - A "Gazeta do Norte" desta data, anuncia a instalação do primeiro aparelho de rádio na cidade de Montes Claros, na Alfaiataria Santos Dumont, situada na praça Dr. Carlos, esquina com a rua Camilo Prates, pertencente a Jacintho Fernandes." A energia elétrica não era tão abundante como atualmente, embora de qualidade duvidosa (para tanto basta ver 2 mensagens de hoje, de autoria de Afonso e Almeida, sobre a ampliação da potência instalada da CEMIG em Moc), mas já chegavam até a nossa terra e eram captadas as ondas do rádio, às vezes até tendo como fonte de energia as baterias dos automóveis. Meu pai mesmo me disse que ouvia transmissões de jogos de futebol, creio que nos anos 30, desta forma. Na atualidade antevê-se a expansão de sistemas de geração de energia elétrica fotovoltaica, como a alternativa saudável à geração, transmissão e distribuição da energia hidroelétrica, que tem sido motivo de muitas reclamações dos consumidores pelo seu elevado custo (crise hídrica) e elevados índices de interrupções. À medida que o custo de instalação da energia fotovoltaica se tornar mais acessível aos consumidores, com certeza o panorama dos sistemas elétricos será muito diferente, para melhor. É questão de mais algum tempo que nós, consumidores brasileiros, seremos mais adeptos dessa forma de energia, que já é muito explorada na Europa, por exemplo, mesmo sem tanta radiação solar como o Brasil.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82084
De: Corpo de Bombeiros Data: Qua 11/1/2017 10:42:19
Cidade: BH
No último domingo, uma linha de cerol provocou a paralisação parcial do aeroporto da Pampulha. Nesta época do ano, são comuns os acidentes e incidentes provocados pelo aumento do número de pipas em locais não apropriados. Os números: De acordo com dados da Fhemig, em 2016 foram atendidos 33 casos de vítimas do cerol. Em 2015 o número chegou a 41 casos. (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82083
De: Almeida Data: Qua 11/1/2017 10:32:58
Cidade: M. Claros
Sobre o que escreveu Afonso: o terreno para a construção da subestação que pode impedir que M. Claros fique sem energia elétrica já teria sido comprado, há alguns anos. Sem a nova subestação, o risco de M. Claros ficar sem energia elétrica - e até por grande períodos - é real, está logo à nossa frente. O terreno existe, mas o dinheiro para os serviços nunca chega. É bom lembrar que não faz muito tempo um problema numa das duas subestações locais por muito pouco não deixou parte da cidade às escuras por tempo prolongado. O acaso nos salvou - havia, na cidade, uma subestação móvel, pedida para atender indústria, e que garantiu o abastecimento de parte da cidade em regime de urgência/emergência. A indústria, coitada dela, teve que suportar o prejuízo.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82082
De: Corpo de Bombeiros Data: Qua 11/1/2017 09:47:32
Cidade: Montes Claros

Ônibus de turismo com 44 passageiros tomba na BR 365 - Na madrugada de hoje (11/01) por volta das 00:40hrs, o Sétimo Batalhão de Bombeiros Militar de Montes Claros atendeu uma ocorrência de tombamento de ônibus na BR 365 – KM 46 no município de Claro dos Poções. De acordo com o solicitante, um ônibus de turismo com 44 passageiros teria tombado na lateral da pista, e se arrastado por aproximadamente 50 metros. O ônibus seguia de São Paulo com destino a Porteirinha no Norte do estado. A ocorrência foi atendida em conjunto por Corpo de Bombeiros e SAMU, e o resgate de cada vitima foi feito de acordo com a gravidade de seu estado. Após a avaliação das vitimas, 07 pessoas foram conduzidas com ferimentos graves para o Hospital da Santa Casa de Montes Claros. Os demais passageiros todos com ferimentos leves foram conduzidos para os demais Hospitais de cidade. O 7º BBM resgatou 22 vítimas do acidente e as encaminhou para o Hospital da Santa Casa e Hospital Universitário de Montes Claros. As Demais Vítimas foram atendidas e encaminhadas pelo SAMU para Hospitais da região. Não houve nenhum óbito nesta ocorrência, e as causas do acidente ainda são desconhecidas.

***

Estado de Minas - Acidente com ônibus clandestino deixa ao menos 40 feridos no Norte de Minas – Luiz Ribeiro - O acidente com transporte clandestino deixou mais de 40 pessoas feridas no início da madrugada desta quarta-feira na BR-365, em Claros das Porções, na Região Norte de Minas Gerais. O veículo seguia pela rodovia quando o motorista perdeu o controle da direção e o coletivo tombou. Chovia no momento do acidente. A pista ficou fechada por aproximadamente quatro horas para o atendimento às vítimas. O motorista, que sofreu ferimentos graves, será autuado. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo saiu de São Paulo e seguia em direção a Porteirinha, também no Norte de Minas. Quando trafegava pela BR-365, por volta das 0h, o motorista perdeu o controle da direção em uma reta próximo ao km 46. Em seguida, o veículo tombou na rodovia. Chovia na região. Viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros foram para o local fazer o atendimento às vítimas. No veículo estavam 44 passageiros. Uma idosa ficou presa dentro do ônibus e precisou ser retirada pelos bombeiros. Segundo os militares, sete passageiros apresentaram lesões graves, entre eles, o motorista. As outras vítimas sofreram ferimentos leves. As pessoas em estado grave foram levadas para a Santa Casa de Montes Claros. Os outros foram divididos entre a Santa Casa e o Hospital Universitário. Ao verificar a documentação do ônibus e do motorista, os policiais rodoviários federais constataram diversas infrações ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Além disso, o condutor não tinha autorização para viagem, ou seja, o veículo era clandestino. “O tombamento sem a presença de outro veículo pode ser considerado a falta de treinamento do condutor para fazer o transporte de passageiros. Não sabemos a experiência do condutor, apesar que a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) dele, tem autorização para transporte de passageiros”, explica o policial Roberto César Quaresma Lemos. O condutor do veículo, que não teve o nome divulgado, segue internado em estado grave. Ele será autuado por causa das infrações. Com o tombamento do ônibus, combustível vazoue os bombeiros tiveram que jogar serragem na pista para evitar novos acidentes. O trecho ficou fechado de 1h até às 5h para o atendimento à ocorrência.

***

O Tempo - Tombamento de ônibus deixa 44 feridos no Norte de Minas – Fernanda Viegas - O Corpo de Bombeiros socorreu a 44 pessoas que se feriram com o tombamento de um ônibus de passeio, na madrugada desta quarta-feira (11). De acordo com a corporação, o acidente aconteceu no KM 46 da BR-365, próximo a cidade de Claro dos Poções, no Norte de Minas. "O motorista contou que estava vindo e perdeu o controle na reta. O ônibus balançou, tombou e veio arrastando", relatou o tenente Weyber Silva Neves do 7º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Montes Claros. Chovia no momento do acidente e as condições inadequadas do veículo podem ter contribuído para que o condutor não tivesse o controle total da direção. "O veículo estava inadequado. É um ônibus interestadual, que não tinha licença para fazer o transporte, autorização conseguida junto a na ANTT - Agência Nacional de Transportes Terrestres. Também, tinham alguns outros problemas como pneus traseiros desgastados e o tacógrafo - aparelho que se usa para medir a velocidade - que estava sem disco e sem a averiguação do INMETRO. O ônibus foi apreendido, deixado aos cuidados da ANTT", detalhou o policial rodoviário federal Alessandro Nascimento. Das vítimas, sete pessoas tiveram ferimentos graves e foram encaminhados para o Hospital Santa Casa de Montes Claros. Os demais passageiros apresentavam lesões leves e foram levados entre os hospitais Santa Casa e Universitário. O serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também atuou no resgate. O coletivo seguia de São Paulo para Porteirinha, também no Norte de Minas.

***

Hoje em Dia - Ônibus com 44 tomba e deixa feridos graves na BR-365 - Um ônibus que transportava 44 passageiros tombou e deixou ao menos sete feridos graves na BR-365, no Norte de Minas. O acidente ocorreu no município de Claros dos Porções, na madrugada desta quarta-feira (11). De acordo com o Corpo de Bombeiros, o veículo seguia de São Paulo com destino a Porteirinha quando, por motivo ainda desconhecido, o motorista perdeu o controle da direção e deixou o coletivo cair na rodovia na altura do km 46. Uma idosa ficou presa e precisou da ajuda dos bombeiros para ser retirada. Além dos militares, equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) auxiliaram no socorro às vítimas. Os sete passageiros com ferimentos grave foram conduzidos para o Hospital Santa Casa de Montes Claros. Os demais com lesões leves foram levados para os hospitais Santa Casa e Universitário.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82081
De: Afonso Data: Qua 11/1/2017 09:22:35
Cidade: M. Claros
Os consumidores da Cemig na região do Pentaurea tiveram um péssimo dia, ontem. Sem qualquer explicação, o dia foi de piques sucessivos, danificando equipamentos de toda natureza. A "melhor energia do Brasil" sequer explica o que acontece. E quem procura informação encontra verdadeiros robôs do outro lado da linha, indiferentes à péssima qualidade dos serviços. Antigamente, o serviço da Cemig piorava diante da ocorrência de chuvas. Hoje, com o céu azul, demonstra uma instabilidade que compromete a imagem da empresa. (Em tempo: o fornecimento de energia elétrica em M. Claros está no limite crítico. Segundo especialistas, se não houver a construção urgente de nova subestação - prevista para a saída de Juramento - os prejuízos serão ainda maiores, com energia de má qualidade, piques e falta prolongada no fornecimento do serviço. A direção da Cemig em BH e os políticos com interesse no Norte de Minas devem ficar atentos para esta advertência, repetida por conceituados técnicos. A Cemig de hoje é uma pálida lembrança do que foi, depois de criada pelo governador JK, num tempo de grandes esperanças).
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82080
De: Elder Data: Qua 11/1/2017 01:00:54
Cidade: BRASILIA DE MINAS  País: Brasil
E-mail: Elder.santos@copasa.com.br
Começa a chover aqui em Brasília de Minas graças ao nosso DEUS maravilhoso.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82079
De: Polícia Militar Data: Ter 10/1/2017 09:19:29
Cidade: Montes Claros
A Polícia Militar prendeu ontem (09), após acionamento da vítima, um foragido de um presídio de Vitória da Conquista (Bahia), de 20 anos. Ele é acusado de roubar e seqüestrar uma mulher (de 41 anos), enquanto ela saia numa Hillux branca do estacionamento de um dos shoppings centers de Montes Claros. Ela chegou ao centro de compras às 14h22, conforme comprovante do estacionamento, para realizar compras e pagamentos. Ao chegar lá, notou a presença de um rapaz ao lado de uma árvore. Ficou no estabelecimento por cerca de uma hora. Quando a vítima estava entrando no veículo para sair do local, por volta de 15h40, foi abordada pelo homem que estava com uma faca e a ameaçou de morte. Após rendê-la, mandou que ela entrasse no carro. Ele assumiu a direção do veículo e transitou por várias ruas da cidade por cerca de duas horas. Em dado momento, ele tentou colocar a mulher no portamalas, mas devido à presença de um transeunte, decidiu abortar a ação. Sendo assim, ela foi obrigada a se deitar, com uma toalha sobre o rosto, no banco de trás. O condutor/autor (R. J. A., de 20 anos), nervoso, chegou a bater a Hillux assim que a vítima afirmou que o veículo possuía rastreamento. Ele roubou o celular e R$ 610,00 (seiscentos e dez reais) da mulher. A mulher e o veículo foram liberados perto de um supermercado, localizado à Avenida João XXIII, no Bairro Santos Reis. Após rastreamento, o autor foi encontrado no Bairro Cidade Industrial onde estaria planejando, junto com dois comparsas, a venda da Hillux na cidade de São Paulo por um valor entre R$ 6.000,00 (seis mil reais) e R$11.000,00 (onze mil reais). A Polícia apreendeu uma arma, recuperou o celular da vítima e parte do dinheiro, além de recolher roupas que ele teria usado durante o roubo. O comparsa L. H. J. G. (19 anos) e o outro conhecido como “Marcos Neguinho” figiram ao notar a chegada da Polícia. A Polícia continua o rastreamento na busca pela prisão dos outros dois infratores. O rapaz de 20 anos foi preso e entregue com os materiais apreendidos na Delegacia de Polícia.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82078
De: Luiz Cunha Ortiga Data: Seg 9/1/2017 21:55:36
Cidade: Brasília  País: Brasil
E-mail: ortigaluiz@ig.com.br
com a escassez de chuvas neste ano, um problemão se anuncia para o Distrito Federal: a falta de água nas toneiras. O problema está latente e o governo deveria antecipar o comunicado ao povo, dizendo da necessidade de se economizar o precioso líquido desde agora. Mas políticos são diferentes, não falam de crise. Vivem num mundo irreal. O DF já deve ter população próxima à casa dos cinco milhões de pessoas. Consideradas todas cidades satélites e adjacentes ao retângulo do DF. Há soluções, mas a longo prazo. Existem mananciais na região centro-oeste, mas demandam tempo para a construção de redes de abastecimento compatíveis. O problema das chuvas escassas e estações que deixam a desejar, tem trazido grandes preocupações para as populações brasileiras. Temos os exemplos das preocupações de Montes Claros e agora Brasília-DF e suas cidades satélites.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82077
De: Pesquisador Data: Seg 9/1/2017 15:37:14
Cidade: Moc/MG
A MAIOR SECA DO SÉCULO - Um vídeo do "Estadão", publicado ontem, com duração de 4m05s, diz que o Nordeste enfrenta a maior seca do século. Os Estados da Bahia, Alagoas, Ceará, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e o Norte de Minas apresentaram, nos últimos 5 anos, volumes de chuvas menores que a média histórica. Dos 533 reservatórios de água da região, 142 estão secos. Os grandes reservatórios do Nordeste operam, em média, com 16,3% de suas capacidades. Há cinco anos operavam com 46,3%.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82076
De: José Ponciano Neto Data: Seg 9/1/2017 11:48:50
Cidade: Montes Claros-MG
Enquanto a construção da Barragem de Congonhas é uma incógnita – inclusive sem os Estudos de Impactos Ambientais (EIA) da transposição, sem o projeto da transposição ou chancela especifica do recurso.
Uma boa noticia foi dada na semana passada pela CODEVASF. Com recursos do PAC 3, as obras iniciadas e paralisadas serão retonadas. Entre elas a da Barragem do Rio Jequitai na cidade homônima.
A barragem possibilitará irrigação, abastecimento e regularização da vazão do Rio Jequitaí, além da geração de energia.
Portanto... A fonte de água mais breve e provável para abastecer Montes Claros no futuro será através das águas do Rio Jequitai e/ou outras fontes como: o médio Pacuí.
(*) José Ponciano Neto – Membro do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rio Jequitaí – Pacuí e Trecho do São Francisco (CBHJP –SF 06)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82075
De: Juvenal Cruz Junot Data: Seg 9/1/2017 10:32:59
Cidade: Belo Horizonte - MG
E-mail: junotbh@gmail.com
INGESTÃO DE CRISE

O governador Pimentel deve estar tomando antiácidos até agora, depois do recente episódio do uso de helicóptero do governo para resgatar filho em balneário de luxo, nas margens do lago de Furnas.
O fato, registrado por câmeras de celulares e postado nas redes sociais, descerrou uma crise entre governo e parte da sociedade.
Jovem é jovem; festa é festa, ainda mais de réveillon, mas estamos falando de um acontecimento envolvendo um governador de Estado, que usou um bem público para um objetivo privado. Em tempos bicudos, um ato desses pode ser entendido como um descalabro, embora a maioria ofendida desconheça o significado da palavra.
Para momentos inesperados, geradores de crises inesperadas, existem estratégias de administração – e especialistas no assunto. E do jeito que o governo tratou o problema, ele será lembrado como um “case” desastroso de gestão de crise.
Tudo que se podia fazer de errado foi feito.
Em vez do governador ser orientado a dizer que se tratou de um caso de urgência familiar – e ponto final —, preferiu a falácia oficial de que fora ao balneário luxuoso para almoçar com um bando de jovens que viraram a noite celebrando o ano novo que, certamente, tinham planos para tudo naquele dia, menos almoçar com um governador de Estado, que aliás, tinha agenda cheia, com participação em posses e em coquetéis em homenagens a prefeitos eleitos.
Em vez do governador dialogar com a sociedade, preferiu a imposição justificada por decretos que autorizam o uso de helicóptero em situações especiais, como se algum decreto explicasse aos mineiros porque eles deveriam pagar a conta.
Em vez de tomar para si o problema “de pai que agiu em momento de extrema preocupação com o filho”, transferiu sua defesa a um deputado que achou mais cristão acusar um ex-governador de ter feito o mesmo, daí a repetição do gesto, como se um erro justificasse o outro, e os mineiros, por favor: paguem logo essa conta!
Em vez de pedir desculpas pelo “gesto desorientado de pai zeloso”, preferiu processar quem o acusa de ter feito mau uso de bem público.
Verdadeiras histórias sem pé nem cabeça.
E dar pés e cabeça a uma história para que ela vire aceitável é o que fazem os estrategistas de crise, quando esta não pode ser escondida da mídia.
Eu, que já acompanhei mineradora assumir culpa, pedir desculpas e pagar pelo erro involuntário (e que hoje ninguém mais se lembra do assunto); eu que já ajudei empresário preso e condenado a não ser devorado pela mídia, entre outros trabalhos, só posso dizer uma coisa: do jeito que o episódio foi tratado, ele levará alguns bons anos para ser esquecido.
E o curioso é que este é um daqueles casos onde a solução mais simples é a melhor, é a mais elegante, é a mais responsável. Bastava mandar o gabinete militar fazer um levantamento das despesas com a viagem e anunciar em primeiríssimo momento que pagaria pelo gesto impensado. Qual o problema? Dinheiro ressarce qualquer prejuízo material. O Estado não pode receber? Então, que deposite o valor na conta do Servas para que o use em causas sociais.
Tenho certeza que o caso seria melhor digerido pela população. O julgamento moral do ato seria atenuado. Todos nós precisamos de uma boa desculpa para nos conformamos com uma situação negativa. Saber dá-la, no momento certo, transforma uma situação ruim em uma oportunidade. Isso é o que a Herestética nos ensina. Pena que o governador não fora orientado a agir assim.

Juvenal Cruz Junot é jornalista e publicitário, especialista em Poder Legislativo e Políticas Públicas, e Marketing Político e Eleitoral.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82074
De: Manoel Hygino Data: Seg 9/1/2017 08:06:13
Cidade: Belo Horizonte
Um olhar de criança

Manoel Hygino - Hoje em Dia (09/01/17)

O papa Francisco exarou mensagem sobre a Cúria que pareceria visando também, e muito especialmente, à sociedade política, inclusive a brasileira. Ele alertou sobre a existência de “resistências malévolas” contrárias à reforma da corte pontifícia. Foi peremptório: “a reforma não tem finalidade estética” e não pode ser entendida como “uma espécie de avivamento, maquiagem ou truque para embelezar o corpo curial, nem mesmo como uma operação de cirurgia plástica para tirar as rugas”.
O papa reconheceu determinadas resistências à reforma: “as resistências abertas, que nascem muitas vezes da boa vontade e do diálogo sincero; as resistências ocultas, que nascem dos corações assustados ou empedernidos que se alimentam das palavras vazias da hipocrisia espiritual e as resistências malévolas, que germinam em mentes doentes e aparecem quando o diabo inspira más intenções (muitas vezes disfarçadas sob pele de cordeiros)”.
“Não são as rugas que se devem temer na Igreja, mas as manchas!”, asseverou. Destacou que, para fazer a reforma, não basta “mudar o pessoal, mas é preciso levar os membros da Cúria a renovar-se espiritual, humana e profissionalmente”.
Assim, pelas palavras do pontífice, constatam-se as dificuldades que também ele enfrenta, não só com o seu rebanho em todos os continentes, pois latente na própria sede da Igreja Romana. Sem embargo, por força de seu dever de líder, de chefe de Estado, por suas firmes convicções, Francisco olha para fora e apela ao bom senso e solidário espírito de todos os de boa vontade, como há mais de dois mil anos se apregoou.

Seu insistente apelo à paz, em todos os recantos da terra (e não só no mundo cristão), de todas as regiões e confissões, deveria ser ouvido (mais ainda, nesta hora de transição no calendário). Sua voz precisaria sobrepor-se aos interesses econômicos, religiosos e territoriais. Será tão difícil sentir o que continua acontecendo?
O jornalista Paulo Narciso, coração aberto ao bem, à grandeza da profissão de fé, diante da foto de uma criança vítima do conflito sírio, estampada pela mídia, escreveu e eu acho útil transcrever: “Olhar ensanguentado de um menino de 5 anos, olhar mudo, imóvel, patético e olhar de cabeça inclinada, percorre o mundo. É intérprete do horror da guerra, ainda mais na Síria, uma das civilizações mais antigas. Omran Daqneesh foi atingido, com a família, por bombardeio aéreo. Sentado na parte traseira de ambulância, coberto de poeira, rosto ferido, a dor contida, o olhar, de cabeça baixa, envia aos homens – de todas as partes e épocas – muita repreensão, comovente e larga. Revendo muitas vezes o rosto hirto, as mãozinhas sobre as pernas, ingressa-se na brutalidade de que é vítima pungente, e não única, entre crianças. A imagem foi exibida pelo Aleppo Media Center (AMC), grupo ativista contrário ao governo de Damasco. Poucas cenas, como esta, conseguiram transmitir à humanidade atemporal a notícia da fúria de que são
capazes os homens e suas ideologias. O olhar de uma criança de 5 anos, alcançada pela guerra, envergonha o mundo.
Mas, não contém os homens, nem a guerra. (Seu irmão, Ali, morreu vítima do mesmo bombardeio)”.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82073
De: Observador Data: Dom 8/1/2017 20:07:14
Cidade: Montes Claros/MG
TREMORES EM MOC - O tremor de terra de maior intensidade já registrado em Montes Claros foi em 19/5/2012, às 10h42m, no valor de 4,2°R, conforme o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília ou 4,0 mR, de acordo com o Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo. A partir deste dado, tomando 2012 como ano de referência, tivemos as seguintes quantidades e intensidades dos tremores de terra registrados em Moc no período de 2012 a 2016:
I - Pelo Observatório Sismológico da UnB:
2012: 12 - 1,7 a 4,2°R; 2013: 1 - 3,7°R; 2014: 9 - 2,1 a 3,9°R; 2015: 10 - 1,2 a 2,1°R; 2016: 0 (até 29/7)
II - Pelo Centro de Sismologia da USP:
2012: 10 - 2,6 mR a 4,0 mR; 2013: 7 - 1,2 MLv a 3,4 mR; 2014: 48 - 1,2 mR a 3,4 mR (para tremores acima de 2,1°R, a quantidade cai para 12); 2015: 12 - 1,2 mR a 2,2 mR; 2016: 0.
Como se vê, os números são muito parecidos, considerando os dados disponíveis nos 2 sites, com exceção nas quantidades de 2013 (1 e 7), sendo bastante clara a TENDÊNCIA DE REDUÇÃO DAS INTENSIDADES DOS TREMORES, principalmente de 2015 em diante, chegando-se à constatação de que em 2016 não há registro de nenhum tremor de terra em Montes Claros no site do Centro de Sismologia da USP. Já no site do Observatório Sismológico da UnB só posso afirmar isto entre 01/01/2016 e 29/07/2016, devido a alteração da disponibilidade de dados. Por quanto tempo permanecerá esta ausência ou diminuição significativa das intensidades dos tremores, é impossível prever. Continuemos nos prevenindo conforme recomendações amplamente divulgadas pelas Universidades, CREA, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, com confiança e esperança em Deus.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82072
De: Armênio Data: Dom 8/1/2017 08:51:36
Cidade: M. Claros
O deslocamento do eixo da cidade de M. Claros dá mais um passo. Quem passa na Avenida Dulce Sarmento, quando ela se encontra com a Avenida Plínio Ribeiro, vê que as instalações da antiga fábrica de óculos da Sion estão desaparecendo. Os galpões construídos pelo arquiteto José Correia Machado cedem lugar a uma extensa clareira terraplenada. Ali, em pouco tempo funcionará a unidade local da Tambasa Atacadistas, uma rede que nasceu em Minas, cresceu em Ponte Nova, agigantou-se em BH nos anos 80 e agora desembarca em M. Claros. Vai se estabelecer entre as duas lojas da Villefort.
E a cidade percebe que caminha para a direção leste. Em 1981, o prefeito Toninho Rebello queria levar para a Avenida Plínio Ribeiro o setor atacadista. Ouviu que aquela artéria de entrada da cidade se converteria, no futuro, no marco divisório urbano, que a cidade se deslocaria para o leste. A Plínio Ribeiro desempenharia mais ou menos o papel que coube à Rua Dr. Santos, por décadas. A Avenida Plínio Ribeiro já agora reitora as partes leste e oeste de M. Claros, complementada pela Avenida Magalhaes Pinto, de 1965. M. Claros caminha em direção às margens do Rio Verde - e isto precisa ser antevisto e planejado minimamente. Aquela é a direção ideal de se recolocar o centro administrativo, ordenando a futura/próxima ocupação. Quem viver, verá.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 82071
De: Prefeitura Data: Sex 6/1/2017 10:52:52
Cidade: Montes Claros
Secretaria será reestruturada para viabilizar novos projetos e obras Paulo Ribeiro é o novo secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Montes Claros. Esta é a segunda vez que assume a pasta, que já ocupou durante o mandato do ex-prefeito Athos Avelino Pereira. Tem função principal de reestruturar a Secretaria e desenvolver diversos projetos e programas, bem como viabilizar obras na área ambiental, atendendo à proposta da nova administração de Montes Claros, em consonância com as expectativas da população, no que diz respeito ao meio ambiente. (...) Principais metas a serem cumpridas pela Secretaria, na gestão do prefeito Humberto Souto: reestruturação da pasta, desocupação de área invadida no Parque Gruimarães Rosa, Parcerias Público Privadas (PPPs) para construção de novo zoológico, que será administrado por uma Organização Não Governamental (ONG), a ser responsável também pelo parques municipais Milton Prates, no Major Prates e do Sapucaia, na Serra do Mel. E, ainda: parcerias para viabilização do “Mercado Modelo”, em área já desmembrada do Parque Guimarães Rosa, próxima ao Shopping Ibituruna, com espaço para lazer e cultura; construção da “Praça da Paz”, com igrejas ecumênicas, para o turismo religioso. Em parceria com a Secretaria de Esportes, será proposta a transformação do Montes Claros Tênis Clube (MCTC) em uma praça olímpica, para revelação de talentos e aulas de educação física para alunos da rede municipal e ampliação e preservação da área verde atual. O fortalecimento do programa Ecocrédito junto aos produtores rurais também está previsto pela Secretaria, que pretende viabilizar projeto já elaborado pelo renomado arquiteto Oscar Niemeyer, de construção de Capela às margens da Lagoa do Interlagos. Paulo Ribeiro também anunciou o retorno da Expedição Caminho dos Gerais e da Revista Verde Grande, digitalizada, e a ampliação do projeto que viabiliza internet gratuita nas principais praças de Montes Claros. Outra meta do secretário é tornar realidade a construção de um novo parque às margens anel rodoviário norte. Ainda no primeiro semestre, a Secretaria também vai iniciar a emissão de licenciamentos urbanos e rurais, que atualmente são liberados pela Superintendência Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Supram) e pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF). O combate aos chacreamentos irregulares será constante. Neste sentido, está prevista a criação de uma área de preservação Ambiental (APA), na região do Pentáurea, bem como a duplicação do Parque da Lapa Grande.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Página Anterior >>>

Abra aqui as mensagens anteriores:


Voltar à Página Inicial

 






Um olhar de Montes Claros sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros


Clique e acesse nosso Twitter
Siga o montesclaros.com


Últimas Notícias

23/01/17 - 13h
“Bola nuclear”, a maleta que nunca sai de perto do presidente dos EUA, mudou de lugar antes e depois do juramento de Trump

23/01/17 - 12h
Desapontada, meteorologia segue vendo alguma chuva em M. Claros (30mm, com 60% de chances) até o dia 2 de fevereiro – mas, ela não cai

23/01/17 - 11h42
"Com 11 anos e natural de Montes Claros, Minas Gerais, Hadassa conquistou uma vaga no Time de Ivete Sangalo ao cantar..."

23/01/17 - 11h27
"Dentro do estabelecimento, nem uniforme, nem armas, nem guardas. Quinhentos homens, trabalhando em ordem absoluta, como nas organizações industriais mais perfeitas"

23/01/17 - 10h
A 665 km de M. Claros, esta filmagem mostrou a decolagem e queda de helicóptero com 4 pessoas

23/01/17 - 9h54
Boeing 737-700, prefixo BR-GEK, que ontem desceu em M. Claros, em seguida sobrevoou Brasília em círculos, por 2 horas, com problemas no trem de pouso

23/01/17 - 9h12
Polícia Militar: "...os suspeitos do crime, estavam em um carro de cor branca, marca BMW"

23/01/17 - 9h
OAB quer que Cármen Lúcia decida logo sobre delações da Odebrecht

23/01/17 - 8h
Ministro alemão das Relações Exteriores adverte que o mundo deve se preparar para "tempos agitados" com Trump

23/01/17 - 7h
Retirado do mar de Paraty, à noite, o King Air que caiu e matou o ministro Teori; destroços seguem para o Galeão


22/01/17 - 9h10
"Os próximos passos serão definidos pela montesclarense Carmen Lúcia, atual presidente da Corte. Que Deus lhe conceda a sabedoria necessária para decidir. Que tenha, assim, a mesma firmeza que nutre a esperança dos norte mineiros nestes sertões das gerais"


21/01/17 - 18h
Abono salarial do PIS ano base 2015 começa a ser pago aos nascidos em janeiro e fevereiro

21/01/17 - 17h
21/01/17 - 17h - Clássico entre Corinthians e São Paulo definirá hoje o campeão do Torneio da Flórida

21/01/17 - 16h
21/01/17 - 16h - Sisu é aberto para consulta de vagas; inscrições começarão terça-feira

21/01/17 - 15h
Atlético vai enfrentar o Guarani em jogo-treino, hoje, na Cidade do Galo

21/01/17 - 14h
“Rumo da Lava-Jato no STF pode ser decidido por sorteio” - “Sob protestos, Trump assume com discurso nacionalista e antipolítico” - “Economia global sob o ‘risco Trump’”

21/01/17 - 13h
Irmã de Teori cobra investigação da morte do ministro: "Tenho medo de que possa ter muita coisa por trás”. Filho, em maio, avisou - " se algo acontecer..."

21/01/17 - 12h
O poder de dois assaltantes, contra dona de casa, na porta da casa, por conta de um celular

21/01/17 - 11h
Até o fim de janeiro, meteorologia só encontra 22mm de chuva para Montes Claros: 5mm segunda, 5 terça, 10 quarta e 2mm, sexta-feira

21/01/17 - 10h
Na pontuação máxima e mínima do PAES da Unimontes, medicina tem as maiores notas

21/01/17 - 9h31
"Antecipa-se um fevereiro extremamente difícil, até porque caberá proceder às investigações sobre o acidente em Paraty, como exigem as circunstâncias e autoridades judiciárias"

21/01/17 - 9h27
Jornal O Tempo: "Januária monta força-tarefa para combater febre amarela".

21/01/17 - 9h09
" - Vamos embora. Não quero ver isto"

21/01/17 - 9h
Mortes suspeitas por febre amarela em Minas já passam de 70; com carimbo de confirmação são 25

21/01/17 - 8h
Brasil perdeu 1,3 milhão de empregos em 2016, principalmente no setor de serviços, construção civil, indústria e comércio

21/01/17 - 7h
Politraumatismo foi a causa da morte do ministro Teori; enterro será, hoje às 18h, em Porto Alegre


20/01/17 - 18h
CBF define Itaquerão como local do jogo entre Brasil e Paraguai pelas eliminatórias

20/01/17 - 17h
FGTS inativo começa a ser liberado em março

20/01/17 - 15h57
Morre repentinamente o autor do clássico sertanejo Fio de Cabelo; Rossi passou mal em Valinhos, interior de S. Paulo

20/01/17 - 16h
Com 23 mortes confirmadas, subsecretário diz que Minas registra o maior surto de febre amarela de sua história

20/01/17 - 15h
Moradora diz que viu moça com vida após queda do avião com o ministro Teori

20/01/17 - 14h
“É preciso investigar se foi acidente ou não”, diz filho do ministro Teori; "...seria muito ruim para o País ter um ministro do Supremo assassinado"

20/01/17 - 13h
Manchetes dos jornais:“Morre Teori Zavascki; rumo da Lava Jato no STF é incerto” - “Morte de relator da Lava-Jato atrasará delação da Odebrecht” - “Relator da Lava Jato morre, e Polícia Federal e juízes cobram investigação”

20/01/17 - 11h37
Morre e será velado em BH Carlos Alberto Silva, de 77 anos, ex-técnico da seleção brasileira, Cruzeiro e Atlético

20/01/17 - 11h29
"Por volta da 09:40 eram muitos. Baseados nas avaliações Sinóticas dos campesinos e, nós técnicos acostumados a conviver com as estiagens, podemos dizer que pode chover em alguns pontos da cidade ainda hoje"

20/01/17 - 11h23
Jornal Estado de Minas: "Morte de mineiro por febre amarela no Distrito Federal assusta Januária. (...) São Joaquim, que começou vacinação em maior escala na quarta-feira, houve corrida de parte dos 3,5 mil habitantes..."

20/01/17 - 11h
Chance de chover em M. Claros, hoje e amanhã, é zero - diz a meteorologia; para domingo, é de 60%, com 5mm

20/01/17 - 10h
Velório do ministro Teori será em Tribunal, em Porto Alegre; filho revela que o ministro disse que 2017 "ia ser pior do que 2016"

20/01/17 - 9h
Ministros do Supremo lamentam a morte de Teori; expectativa é de quem tocará o processo da Lava Jato

20/01/17 - 8h
Dois corpos estão para ser resgatados. (Ainda de manhã, os últimos corpos - de 2 mulheres - foram retirados do mar. Eram mãe e filha, de 55 e 23 anos)

20/01/17 - 7h
Resgatados no mar de Paraty os corpos do ministro Teori, do seu amigo empresário e do piloto do avião


19/01/17 - 18h08
Filho do ministro Teori confirma que o pai morreu no acidente com avião em Paraty. (À noite, número de mortos foi ampliado para 5)

19/01/17 - 18h
Governo limita idade para retirada de remédio do programa Farmácia Popular

19/01/17 - 17h23
Ministro Teori (do STF e relator da Lava-Jato) está entre os 4 passageiros de avião que caiu no Rio. Há 3 mortes e um sobrevivente. King Air saiu de S. Paulo para Paraty. Filho do ministro pede orações por um milagre. "Meu Deus!", teria dito Temer ao receber a notícia. Ministra Cármen Lúcia volta para Brasília

19/01/17 - 17h06
Pedreiro de Januária - que viajou segunda-feira - morre no Distrito Federal e laboratório confirma febre amarela como causa

19/01/17 - 17h
Fone de ouvido, de 300 dólares, já será vendido em maio e vai traduzir automaticamente 5 línguas, entre elas o português

19/01/17 - 16h
Cruzeiro agenda 2 jogos-treino e fará 1º teste, hoje, na Toca

19/01/17 - 15h
Temperatura alta de 2016 bateu o recorde histórico, diz agência dos EUA

19/01/17 - 14h10
Presos de facções rivais se enfrentam no maior presídio do Rio Grande do Norte, já com pelo menos 2 mortos. (Às 15h, governo autorizou emprego do Exército nas ruas do Rio Grande do Norte, capital e interior)

19/01/17 - 14h
Manchetes dos jornais:“Disputa entre facções sai de prisão e atemoriza Rio Grande do Norte” - “Retirada de presos em Natal foi negociada com facção”- “Ministério investiga se vacina causou febre amarela”

19/01/17 - 13h
Cantora da lambada “Chorando se foi”, mundialmente conhecida, é encontrada morta dentro de carro incendiado no Rio

19/01/17 - 12h
Tite convoca 4 que jogam em Minas para amistoso da seleção contra a Colômbia

19/01/17 - 11h
77 estudantes conseguiram nota máxima na redação do Enem; 84.236 foram anuladas

19/01/17 - 10h
Saúde confirma 8 mortes por febre amarela em Minas; 206 casos suspeitos estão espalhados por 29 municípios - veja quais

19/01/17 - 9h
Até 29 de janeiro, estimativa de chuva em M. Claros recua de 64mm para 42mm

19/01/17 - 8h
Avalanche após terremotos destrói hotel e deixa mortos na Itália; há 30 pessoas desaparecidas

19/01/17 - 7h
Rio Grande do Norte registra nova rebelião, com um morto; 17 ônibus foram atacados após transferência de presos


18/01/17 - 18h
Meia Jadson quer contrato de 3 anos no Brasil; Atlético mostra interesse

18/01/17 - 17h
Clássico entre Cruzeiro e Atlético, pela Primeira Liga, será com torcida e renda divididas

18/01/17 - 16h
Mega-Sena pode pagar hoje prêmio de 25 milhões de reais. (Ninguém ganhou com os números 02-03-05-10-15-34)

18/01/17 - 15h
Correios começam em fevereiro a oferecer serviço pré-pago de celular

18/01/17 - 14h
Estudantes já podem conferir na internet resultado do Enem 2016

18/01/17 - 13h
Os assaltos. Casal de namorados é surpreendido por ladrões encapuzados e armados

18/01/17 - 12h
Manchetes dos jornais:“Celular do PCC custa até R$ 30 mil em cadeia mineira”- “Exército a postos para a guerra nos presídios” - Forças Armadas serão usadas em presídios”

18/01/17 - 11h
Apenas 7,3% dos alunos do Brasil atingem aprendizado adequado em matemática - aponta levantamento

18/01/17 - 10h23
"A casa em dois pavimentos, com sacada redonda, foi das melhores de M. Claros nos anos 50. "Era com certeza uma casa portuguesa" . Feliz"

18/01/17 - 10h19
"Os magistrados de lá, recrutados entre advogados mais experientes, são imparciais e incorruptíveis. Valorizam os precedentes dos tribunais. Não inovam aleatoriamente, visando respeitar a jurisprudência e preservar a segurança jurídica"

18/01/17 - 10h
Primo suspeita que o cantor George Michael morreu de overdose acidental de drogas

18/01/17 - 9h52
"...foi convidado a ser ministro de Estado, a ser candidato a governador e também prefeito. Ele não aceitou nenhum dos convites por se achar empresário por vocação sem a necessidade de se envolver com a política"

18/01/17 -9h
Chance de chuva em M. Claros estaciona nos 60% - e ela não cai; estimativa é de 64mm até 28 de janeiro

18/01/17 - 8h
Sobe para 53 o número de mortes por febre amarela em Minas; casos suspeitos saltam de 152 para 184

18/01/17 - 7h59
Três mortos em acidente no trecho Pau D’óleo/Juramento/Itacambira. Pneu de ônibus teria estourado

18/01/17 - 7h
Oito governadores vão a Brasília, hoje, discutir caos nas penitenciárias; Procuradoria admite pedir intervenção em estados


17/01/17 - 18h18
Crise toma "contornos nacionais" e governo oferece Forças Armadas aos governadores para apreensão de "materiais proibidos" nas penitenciárias

17/01/17 - 18h
Primeira Liga divulga tabela completa e confirma clássico entre Cruzeiro e Atlético dia 1º de fevereiro

17/01/17 - 17h
Atlético lucra 6 milhões de reais com venda do meia Wescley e pode negociar zagueiro Tiago

17/01/17 - 16h
Começou o Programa de Desligamento Voluntário dos Correios, com adesão esperada de 8.200 funcionários

17/01/17 - 15h
Governo analisa criar teto para aposentadoria militar, que representa 1/3 dos funcionários com déficit de quase 45%

17/01/17 - 14h
Presos reocupam telhados na penitenciária em Natal onde 26 foram mortos no fim de semana

17/01/17 - 13h53
"Integrantes pertencentes ao Movimento dos Sem Terra (MST) ocuparam na madrugada desta segunda-feira, dia 16, uma fazenda ligada ao ex-prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz (PSB), no norte de Minas"



OUÇA E VEJA A 98 FM
Todos direitos pertecentes a Rádio Montes Claros 98,9 FM. O material desta página
não pode ser publicado, transmitido por broadcasting, reescrito ou distribuído
sem prévia autorização