Um olhar sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros
(38) 3229-9800
 
Conheça-nos
Principal
Mural
Eu te procuro
Clamor & Broncas
Músicas de M. Claros
Hoje na história
 de M. Claros
Montes Claros
 era assim...
História
Chuvas em M. Claros,
  mês a mês,
 de 1905 a 2012
Memorial de
 João Chaves
Memorial de
 Fialho Pacheco
Reportagens
Concursos
Colunistas Convidados
Notícias por e-mail
Notícias no seu site
Fale conosco
 
Anuncie na 98 FM
Ouça e veja a 98 FM
Conheça a 98 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 98
Previsão do tempo
 
Anuncie na 93 FM
Ouça a 93 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 93
Publicidade
 
Alberto Sena
Augusto Vieira
Avay Miranda
Carmen Netto
Dário Cotrim
Dário Teixeira Cotrim
Davidson Caldeira
Edes Barbosa
Efemérides - Nelson Vianna
Enoque Alves
Flavio Pinto
Genival Tourinho
Gustavo Mameluque
Haroldo Lívio
Haroldo Santos
Haroldo Tourinho Filho
Hoje em Dia
Iara Tribuzzi
Isaías
Isaias Caldeira
Ivana Rebello
João Carlos Sobreira
Jorge Silveira
José Ponciano Neto
José Prates
Luiz de Paula
Manoel Hygino
Marcelo Eduardo Freitas
Marden Carvalho
Maria Luiza Silveira Teles
Maria Ribeiro Pires
Mário Genival Tourinho
Oswaldo Antunes
Paulo Braga
Paulo Narciso
Petronio Braz
Raphael Reys
Raquel Chaves
Roberto Elísio
Ruth Tupinambá
Saulo
Ucho Ribeiro
Virginia de Paula
Waldyr Senna
Walter Abreu
Wanderlino Arruda
Web - Chorografia
Web Outros
Yvonne Silveira
 
Atuais
Panorâmicas
Antigas
Pinturas
Catopês
Obtidas por satélite
No Tempo de Lazinho
Estrada Real Sertão
Mapa de M. Claros
 

10/9/2014 -"...teve até o desfile de um mendigo novo, supostamente drogado, que andou pelo centro, o quarteirão fechado da rua Simeão Ribeiro, completamente nu, exibindo-se". A crescente degradação da Praça da Matriz e vizinhança pede:

»1 - Policiamento mais rigoroso
»2 - Redefinição do uso da praça que é o marco zero da cidade
»3 - Outra reforma física
»4 - Maior empenho das autoridades no cumprimento das leis
»5 - Uma recuperação em todos os sentidos

» Ver resultados «




Buscar no Site


Previsão do tempo

Digite uma cidade:

Busca no



 
 



Jornalismo exercido pela própria população



Deixe sua notícia neste Mural, clique aqui para enviar.
(Seja objetivo e escreva no menor espaço possível. Se preferir, coloque seu e-mail; se desejar, coloque também endereço e telefone. As mensagens - preferencialmente de inspiração noticiosa - serão publicadas a critério da redação. Textos que ferem as leis serão sumariamente descartados, assim como mensagens agressivas ou que pretendam apenas criar polêmica e discussão estéril.Pede-se, com empenho, que as mensagens não sejam redigidas em letra de caixa-alta (letras maiúsculas), que em linguagem de internet equivalem a falar gritando. As mensagens aqui postadas não representam a opinião do montesclaros.com; a responsabilidade pertence ao autor da mensagem).



Ir para mensagem N°:
Por data:

Mensagem N° 81796
De: Alberto Sena Data: Seg 29/8/2016 09:11:03
Cidade: Grão Mogol

MONTES CLAROS

Mergulho em memórias da Praça de Esportes

Alberto Sena

Esta foto da Praça de Esportes de Montes Claros é importante. Muito. Para mim e para várias gerações que me antecederam ou vieram depois da minha. Para quem acaba de chegar e não conhece a Praça de Esportes, convém fazer a leitura da foto a fim de, juntos, possamos usufruir do sabor e da cor de nossas lembranças de um tempo rico, tanto quanto é o tempo de hoje. Cada tempo possui as suas próprias riquezas. E há tempo para tudo, segundo o Eclesiastes bíblico.
Vê-se daqui, em primeiro plano, a quadra de futsal. Olha, incontáveis vezes dei bicudos naquela bola pesada. Eu só, não, há um lista de companheiros. De tão enorme, não dá para listar aqui a quantidade de amigos com os quais joguei futsal e enfiei bolas debaixo das pernas de muitos deles.
Claro, eu os estou provocando. Alguns deles estão no Facebook e se não me deixarem mentir sozinho, cairão de pau em riba de mim, mas mesmo assim vou citar os nomes de alguns. Os que não forem citados, por favor, sintam-se como se tivessem sido, porque eu prezo a boa memória, mas haja memória para guardar nomes de pessoas as quais não vejo desde muitos anos do século passado.
Eis uma lista parcial: Adauto, Helton Veloso e todos os irmãos dele. Até Wagner, que ocupou a Fundação Dom Cabral; os Gomes, Wagner, Eduardo (Doinha) – Zé Carlos, não, porque tive o gosto de jogar com ele; Felipe, João Carlos e Ricardo Gabrich; Rubens Sena, “primo velho de guerra”, que já não está mais no meio de nós; Cláudio e Cléber Veloso; Aloísio, João José e Chico Gomes; Ronaldo e Roberto Lima; Cezinha, Reinaldinho... E vai por aí afora. Ou adentro.
Essa quadra me leva a lembrar uma passagem na vida de jovem de 18 anos, quando fazia o Tiro de Guerra. Politicamente falando, o Brasil vivia período de governança militar. E até parecia, na época, que os sargentos do TG 87 estavam fazendo exercer mesmo o poder. Eles eram rigorosos. Pra não dizer que exageravam.
Uma maneira de desforrar deles era jogando futsal nessa quadra da Praça de Esportes. Era bola debaixo da pernas deles ao ponto de apelarem com a gente.
A qualidade da foto não está tão boa assim ao ponto de reconhecer quem está nela retratado. Pode ser que Maria Helena Flávio Almeida, casada com o craque Nicomedes Almeida, que também usufruía das benesses da praça como um todo. Pode até ser que ele a tenha conhecido lá.
Adiante, lá está a piscina olímpica. Muitas e muitas vezes assisti a realização de campeonatos, época do grande Sabu, treinador de natação. O grande Wilson também era de muita competência, simpatia e presteza. Gostava demais de ver nadadores saltarem do trampolim fazendo acrobacias. As pessoas dependuravam no cerco à piscina feito de canos de ferro e dali ficávamos contemplando a paisagem proporcionada pelas moiçolas de então com os seus maiôs e biquínis.
No imóvel do lado ficavam os vestiários masculino e feminino. Nós andávamos sobre estrados de madeira sempre úmidos.
Observem bem, essa área retrata um tico do que era Montes Claros de então. Quem quiser e puder se dar ao trabalho, seria interessante ir lá hoje sacar uma foto do mesmo ponto e fazer as comparações.
Reparem quanto de coqueiros há. São coqueiros macaúbas, originários do nosso sertão. Vejam a quantidade de arbustos, que bem podem ser fícus recortado plantado no interior da praça, mas lá longe se podem ver também árvores com copas de mangueiras.
Há muito estou fora da minha querida Montes Claros. Por isso posso me arriscar dizer que a foto atual mostrando a mesma praça, no mesmo ponto, seria totalmente diferente.
Numa circunstância desta, o importante é pelo menos ter uma foto para pendurar na parede e depois fazer a leitura dela retratando um tempo bem vivido, como bem vividos todos os tempos podem ser, dependendo de como a pessoa é por dentro.
Não podia deixar de lembrar do porteiro da Praça de Esportes, Lourenço, Lourinho chamado. Amigo, muitas das vezes deixava a gente entrar mesmo estando em atraso com a mensalidade. Por pouco ele não nos pegou numa situação embaraçosa, em meio aos fícus da antiga quadra de tênis.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81795
De: Observador Data: Dom 28/8/2016 11:11:41
Cidade: Montes Claros/MG
Ranking inédito revela que só 24% das cidades brasileiras são eficientes. A Folha de São Paulo, de ontem, publicou o Ranking de Eficiência dos Municípios, ou seja, quem entrega mais Saúde, Educação e Saneamento, gastando menos. O lº lugar no Brasil é de Cachoeira da Prata (MG) com nota 0,656 e 3.727 habitantes. Cataguases, também em Minas, é líder no ranking entre as cidades com mais de 50.000 habitantes, com 0,633 e 74.000 habitantes. A escala do ranking varia de 0 a 1. As cidades que ultrapassam 0,50 são consideradas eficientes. O estudo contempla 5.28l municípios brasileiros, 95% do total, que é 5.569. As notas de cada município avaliam Educação, Saúde, Saneamento e Receita. Além de Cachoeira da Prata e Cataguases, verifiquei as notas de alguns municípios mineiros, encontrando o seguinte (classificação no Brasil/Município/nota): 1º - Cachoeira da Prata, 0656; 5º - Cataguases, 0,633; 132º - Montes Claros/MG, 0,576; 439º - Belo Horizonte, 0,542; 595º - Pouso Alegre, 0,532; 686º - Varginha, 0,527; 725º - Juiz de Fora, 0,525; 892º - Uberaba, 0,516; 947º - Contagem, 0514; 1260º - Sete Lagoas, 0,502; 1690º - Betim, 0,486; 1771º - Governador Valadares, 0,484; 1805º - Patos de Minas, 0,483; 2291º - Uberlândia, 0,466; 3022º - Teófilo Otoni, 0,440. (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81794
De: Marcelo Eduardo Freitas Data: Sáb 27/8/2016 10:11:28
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
E-mail: marcelo.mef@dpf.gov.br
A PROPAGANDA NAZISTA E AS ELEIÇÕES NO BRASIL

* Marcelo Eduardo Freitas

Uma das características mais marcantes do Nazismo e do processo de instituição do Terceiro Reich, por Adolf Hitler, sem sombra de dúvidas, foi o discurso antissemita, assim compreendido como o conjunto de perorações elaboradas contra a população judaica européia.
Obviamente, atrelados a esses discursos estavam outros, que se referiam diretamente ao “sequestro” da consciência da população alemã, progressivamente insuflada pela linguagem do nazismo ou mais propriamente a “linguagem do Terceiro Reich”. A função da propaganda e o uso dos meios de comunicação de massa, destarte, foram cruciais naquele processo de alienação coletiva.
A história nos mostra que o grande arquiteto criador da “máquina” que esvaziou a consciência de uma legião de pessoas foi Joseph Goebbels, então ministro da propaganda nazista, que ficou marcado pelo seu ódio a judeus e comunistas, sua admiração pela figura de Hitler e seu fanatismo pelo poder.
A biografia de Goebbels, aqui vista muito rapidamente, é surpreendente. Seu pai era católico. Trabalhava como funcionário em uma fábrica e o sustentou durante os estudos universitários. Na Primeira Grande Guerra, Goebbels foi dispensado do serviço militar por causa do seu pé torto, resultado de uma doença de infância, deficiência esta que mais tarde seria usada pelos seus inimigos para o compararem com "o coxear do Diabo".
Em 1922, doutorou-se em filologia na Universidade de Heidelberg, com reconhecimentos literários, dramáticos e jornalísticos. Em 1928, Hitler deu ao bem-sucedido orador, brilhante propagandista e jornalista editor de "O Assalto" (e de 1940 a 1945, de "O Império"), o posto de diretor de propaganda do Partido, para toda a Alemanha. Foi assim que Goebbels começou, então, a criar o mito do "Führer" (líder, dirigente) ao redor da pessoa de Adolf Hitler e a instituir o ritual das celebrações e demonstrações do Partido, o que teve um papel decisivo para converter as massas ao que se denominou de “Nacional Socialismo”.
Autor de frases célebres como “o ano de 1789 está, a partir daqui, erradicado da história” - numa clara referência à Revolução Francesa, que se lastreou nos pilares da liberdade, igualdade e fraternidade -, e “Uma mentira dita cem vezes se torna verdade”, Goebbels, após o suicídio de Hitler e a derrota alemã na Segunda Guerra, assassinou seus seis filhos e se matou junto com a esposa, Magda Quandt, relegando à posteridade referenciais que não deveriam ser seguidos.
Toda essa construção teórica, acima vista, tem o propósito central de fazer uma reflexão com as eleições no Brasil. Realizadas através do voto direto, secreto e obrigatório, o primeiro escrutínio, do qual existem registros em nossa nação, ocorreu em 1532, por meio do qual foi eleito o então representante do Conselho da Vila de São Vicente.
Na atualidade, as eleições são realizadas a cada dois anos em nosso país. À exceção do cargo de senador, que tem mandato com duração de oito anos, os demais cargos eletivos têm mandatos de quatro anos. Como as votações ocorrem a cada biênio, os cargos eletivos são disputados em dois grupos, da seguinte forma: Eleições federais e estaduais - para os cargos de Presidente da República (e vice), Senador, Deputado Federal, Governador (e vice) e Deputado Estadual. Eleições municipais - para os cargos de Prefeito (e vice) e Vereadores.
Assim, inexoravelmente, até que se venha uma efetiva reforma política, tão temida pelos políticos por profissão - não raras vezes destituídos de vocação -, a cada dois anos nos deparamos com as nada agradáveis propagandas partidárias, seja no rádio, na televisão ou, doravante, na internet, mormente nas mídias sociais. São candidatos segurando criancinhas no colo, tomando o famoso cafezinho, beijando velhinhos, abraçando mendigos, prometendo melhorias na saúde, educação, segurança, transporte, lazer e cultura. Repetem, deste modo, a mesma prática que se tornou comum na década de 30, na Alemanha de Goebbels. O que é pior: sistematicamente, o eleitor brasileiro, destituído da capacidade de autodeterminação, deixa se enganar pelas mesmas bravatas de outrora. Chega doer na alma!
A psiquiatra suíça Elizabeth Kubler-Ross afirmava que “precisamos ensinar à próxima geração de crianças, a partir do primeiro dia, que eles são responsáveis por suas vidas. A maior dádiva da espécie humana, e também sua maior desgraça, é que nós temos livre arbítrio. Podemos fazer nossas escolhas baseadas no amor ou no medo”. Que a nossa luta, assim, possa ser pela autodeterminação dos brasileiros, a fim de que cada eleitor, não obstante as propagandas de massa, possa escolher aquilo que realmente represente algo de bom para sua cidade, seu estado e sua pátria. É tempo de coragem! É momento de libertação! É o exercício do livre arbítrio! A hora da consciência crítica! Se não for agora, que Deus tenha pena de nós!

(*) Delegado de Polícia Federal e Professor da Academia Nacional de Polícia
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81793
De: Engenheiro Eletricista Data: Qua 24/8/2016 10:36:57
Cidade: Montes Claros/MG
Belga quer revolucionar favelas brasileiras com energia solar - Pesquisando sobre o assunto abordado pelo Sr. Evandro na mensagem 81792, de ontem, achei um vídeo da BBC Brasil que é importantíssimo para nossa reflexão e um exemplo de que a iniciativa privada, individual, em grupo ou em cooperativas organizadas, pode se tornar auto-suficiente em suprimento de energia elétrica, a partir da energia solar, independente das Concessionárias tradicionais. Vemos nesta matéria também as excelentes intenções e bom caráter do organizador da cooperativa, promovendo o consumo de energia elétrica de baixo custo, com Qualidade, o desenvolvimento sustentável e a paz social. As frases entre aspas são palavras do próprio belga - O belga Pol Dhuyvetter quer que favelas vendam energia solar, a começar por morro no Rio. "Nossa proposta aqui é tornar a favela da Babilônia independente, através da energia renovável. Nos últimos dois anos, o preço da energia quase dobrou." - Energia no Brasil custa 46% mais do que a média internacional. "Temos o sol, temos painéis solares, para produzir o que precisamos." - A meta é fazer todas as mil residências da Babilônia auto-suficientes em energia até 2021. Dois albergues locais já vendem seus excedentes de energia solar convertida em elétrica à Concessionária Light. "Procurava um apartamento para alugar e, por causa de obstáculos da burocracia, descobri através de um amigo a favela e me apaixonei. É uma comunidade, são todos muito afetuosos e gentis, trabalhamos juntos, moramos juntos. É o ideal para o surgimento de uma cooperativa solar. Estrangeiros que vão morar na favela, pensando em replicar o que já acontece Brasil afora, com as classes média e alta usando trabalho barato, eu condeno isso. Eu não vim para cá para ficar rico, nem para usar e abusar das pessoas. Vim para fazer algo junto com eles. Portanto, estamos fundando agora a primeira cooperativa de energia solar do Brasil. Nela são as pessoas que mandam." - A expectativa é que moradores recuperem o investido em energia solar em seis anos e usem os painéis por 25 anos. - "É comunitário. Eles decidirão o preço e o que fazer com o lucro. Isto é empoderamento, é desenvolvimento sustentável. Desenvolvimento sustentável é uma condição importante para a paz. Justiça econômica e social é um dos pilares para a paz, para uma sociedade pacífica. A violência de que ouvimos falar toda hora na mídia tem sua raiz na exclusão social de grande parte da população, especialmente pessoas de cor. Então, estamos nos organizando de maneira não violenta."
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81792
De: Evandro Data: Ter 23/8/2016 15:48:35
Cidade: Montes Claros-MG
Um belga, que não conseguiu alugar um apartamento em Copacabana, por falta de fiador, foi morar numa favela. Ali, imbuiu-se de uma tarefa: libertar as favelas do Rio das altas contas de luz, instalando cooperativas que produzem energia solar.
Aí, soube-se, mais uma vez, que a tarifa de energia elétrica no Brasil é uma das mais caras do mundo. É 48% superior à média internacional.

O Norte de Minas tem uma das regiões mais ensolaradas do planeta, portanto favorável à produção de energia solar. Tudo, ou muito do tudo, já deveria estar funcionando tocado por energia solar. Contudo, não é fácil livrar-se das amarras das concessionárias públicas, dominadas pelos senhores políticos. Elas não ajudam. Atrapalham.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81791
De: Tribunal de Justiça de Minas Gerais Data: Ter 23/8/2016 11:35:41
Cidade: Belo Horizonte
Juiz cassa mandatos e suspende direitos políticos de vereadores de Guaxupé - Os edis foram condenados por improbidade administrativa e deverão ressarcir ao erário valores recebidos indevidamente
O juiz Milton Biagioni Furquim, da 1ª Vara Cível e da Infância e da Juventude de Guaxupé, sul de Minas, condenou doze vereadores da cidade a ressarcir aos cofres públicos valores recebidos de forma ilícita, que totalizaram R$ 159.662,06. Eles terão ainda que pagar uma multa civil correspondente a três vezes o que cada um recebeu indevidamente.
A decisão, que se deu em ação civil pública movida pelo Ministério Público, determinou também a cassação do mandato de dez dos vereadores e a suspensão de seus direitos políticos por 8 anos. Por fim, foi determinada a nulidade de uma portaria e de duas leis municipais aprovadas por eles.
O Ministério Público moveu a ação após receber representação de integrantes do Movimento Acorda Brasil de Guaxupé.
Consta na denúncia que, em dezembro de 2013, a Câmara Municipal de Guaxupé aprovou alterações na lei que fixava critérios pra cobertura de despesas de viagens dos vereadores e servidores da Câmara. Os atos permitiram a utilização indevida de R$ 159.662,06. Foi apurado que a medida se deu para compensar uma perda salarial dos vereadores ocorrida por conta da assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).
Segundo o juiz, “os réus agiram dolosamente no intento de compensar seus ganhos de maneira ilícita e irregular ao apreciar e votar pela edição de leis e portaria flagrantemente inconstitucionais”.
As condutas dos vereadores “representam grave afronta aos pilares éticos da administração pública”, afirmou.
Fortalecimento das instituições
Na decisão, o juiz Milton Furquim comentou que há 20, 30 anos, era impensável a prisão e devassa na vida de políticos, banqueiros, grandes empresários, fatos que vêm ocorrendo hoje no Brasil. Ele credita essa mudança de rumos ao fortalecimento das instituições e a um moderno corpo de leis, aliada à crescente fiscalização popular.
Para ele, no entanto, “todos esses inegáveis avanços não escondem uma incômoda verdade: corrupção existiu, existe e sempre vai existir.” “De qualquer forma”, continua, “evoluímos bastante e, assim sendo, fica a chamada de despertar para os novos tempos.”
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81789
De: Wanderlino Arruda Data: Ter 23/8/2016 09:31:43
Cidade: Montes Claros
SAUDADE, UM VER-NÃO-VENDO

Wanderlino Arruda

As palavras - independentemente do idioma, da época, ou da cultura - podem suscitar todo tipo de emoções: alegria, tristeza, pasmo, terror, nostalgia, contentamento, pesar... As palavras podem desmoralizar uma pessoa até a apatia ou espicaçá-la até o deleite, podem exaltá-la a extremos de experiência espiritual e estética. As palavras têm realmente um poder assustador. E tudo isso é muita verdade, não acredito haja alguém que duvide. As palavras têm uma força, uma resistência, um poder que suplantam quase tudo que existe no mundo. Passam exércitos, passam impérios, passam repúblicas, mas as palavras não passam. Elas são permanentes, mais firmes do que os granitos dos palácios e dos monumentos. As palavras de Sócrates, escritas por intermédio de Platão, suplantaram todos os governos gregos e todos os seus regimes, tenham sido militares ou civis. Passarão as pirâmides e a esfinge do Egito, mas as palavras do "Livro dos Mortos" não desaparecerão. Passaram todos os séculos dos poderes de Roma, suas forças de guerra, seus princípios de direito, suas artes, sua globalização, mas o seu latim clássico ou vulgar nunca passou, porque suas palavras permanecem. Deve ser por isso que nós dispomos, na Língua Portuguesa, de uma palavra que não tem igual no mundo em sentido, em significado, em força, tanto no aspecto denotativo (se isso é possível!) como no conotativo. É a palavra saudade, de origem tão obscura como o fundo dos mares portugueses, tão misteriosa como a virgindade das selvas brasileiras, ou tão cheia de calor como as terras de Angola ou Moçambique, também de linguajar lusitano. De onde veio realmente o vocábulo saudade? Do latim solitate (soledade, solidão)? Do árabe saudah? Dos arcaísmos soydade, suydade? Até Antenor Nascentes - que foi nosso melhor estudioso da etimologia - não é convincente na explicação da origem. Influência da palavra saúde, como pode parecer uma analogia fonética? Dificilmente. Não sendo possível definir a matriz de onde sai esta filha tão grata a todos nós, resta-nos apenas a satisfação e a honra de tê-la em nosso vocabulário, sem o perigo de competição por parte de qualquer língua de dentro ou de fora de nossa família latina. O francês solitude está longe de ter o mesmo significado. Mesmo do esperanto (re)sopiro e rememoro estão longe de alcançar nossa expressividade. São termos que passam a quilômetros de distância da riqueza semântica do que usamos. E o que é mesmo saudade? Um sentimento que deve existir no coração de toda criatura humana, seja ela de qualquer raça, de qualquer parte do mundo, seja pobre, seja rica. A saudade não escolhe, não discrimina, não se faz de rogada para existir. Ela vem de mansinho ou vem fortemente, chegando quando menos se espera. A saudade é amiga da solidão, companheira inseparável do amor, visita invisível da amizade, às vezes pedaço de paixão, em muitos casos suave perfume de momentos de carinho e ternura. Realmente, não é fácil definir o sentimento da saudade. E é talvez por isso que ela só exista, como palavra, na Língua Portuguesa, na mística do povo de nossa raça, principalmente no brasileiro, uma maravilhosa mistura de sangue tropical, fruto de três origens: a branca, a negra e a tupi. Saudade é dor que sufoca o coração e alegra a alma. Saudade é presença do ausente, é lembrança do bem-querer, um doce convívio com a distância, uma alegre e agradável tristeza do ver-não-vendo, do amar sem o objeto do amor...

Academias Montes-clarense e Maçônica de Letras do Norte de Minas
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:





Mensagem N° 81788
De: Copasa Data: Seg 22/8/2016 15:06:26
Cidade: Montes Claros
Neste dia 23/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 23/08 às 08h do dia 23/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 1: De 08h do dia 23/08 às 00h do dia 24/08.
Bairros: São Jose, Alto São João, Vila Regina, Renascença, Conjuntos Habitacionais Tancredo Neves, Santa Cecília e floresta, Alice Maia, Vila Exposição, Centro, Todos os Santos I e II, Melo, Vila Anália, Novo Delfino, Belvedere Santo Antônio I e II, Jardim Olímpico, Conj. Havaí, Santos Reis, Vila São Francisco de Assis, Vila Antônio Narciso, Vila Nossa Senhora Aparecida, Vila Áurea, Santa Eugenia, Eldorado, Vila Castelo Branco, Delfino Magalhães, Santa Rafaela, Vila Telma, Vila Sion, Alto Da Boa Vista, Conj. Habit. Jose Carlos de Lima, Dr. João Alves, Maria Cândida, Carmelo, Grande Independência e Adjacentes, Jardim São Geraldo II, Mangues, Condomínio Gran Royalle Pirâmide, Residencial Sul Ipês, Amazonas, Jardim Brasil.
REGIÃO 5: De 08h do dia 23/08 às 00h do dia 24/08.
Bairros: Morada do Sol, Santo Expedito, Cândida Câmara, Funcionários, Ibituruna, Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Luiz, Vila Santa Maria.

***

Neste dia 24/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 24/08 às 08h do dia 24/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 2: De 00h do dia 24/08 às 22h do dia 24/08
Bairros: Maracanã, Nossa Senhora das Graças, Conj. Habit. Jose Correia Machado, Ciro dos Anjos Conj. Habit. Joaquim Costa Vila Campos, Jardim Alvorada, Vila Sumaré, Dr. Antônio Pimenta, Nossa Senhora de Fátima, D. Gregória Vila Atlântida, Bela Vista, Jardim Panorama I e II, Vila Oliveira, Barcelona Park, Nova Morada, Melo, Edgar Pereira, Vila João Gordo, Cintra, Roxo Verde, Vila Ipiranga, Bairro de Lurdes, Vera Cruz, Esplanada, Santa Laura, Interlagos Monte Alegre, Alcides Rabelo, Monte Carmelo, Santo Amaro, Conj. Habit. Alterosa II, Jardim Palmeiras, Santa Lucia I e II.
REGIÃO 4: De 00h do dia 24/08 às 22h do dia 24/08.
Bairros: Morrinhos, Morada Do Parque, Morada Da Serra, Jardim Liberdade, Augusta Mota, Parque Jardim Morada do Sol, Parte Alta Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Geraldo, Major Prates, Santa Rita I e II e Parte Alta Do Sumaré, São Judas I e II Vila Greicy, Ciro dos Anjos, Conj. Habitacional Joaquim Costa.

***

Neste dia 25/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:

REGIÃO 3: De 01h do dia 25/08 às 08h do dia 25/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 1: De 00h do dia 25/08 às 22h do dia 25/08.
Bairros: São Jose, Alto São João, Vila Regina, Renascença, Conjuntos Habitacionais Tancredo Neves, Santa Cecília e floresta, Alice Maia, Vila Exposição, Centro, Todos os Santos I e II, Melo, Vila Anália, Novo Delfino, Belvedere Santo Antônio I e II, Jardim Olímpico, Conj. Havaí, Santos Reis, Vila São Francisco de Assis, Vila Antônio Narciso, Vila Nossa Senhora Aparecida, Vila Áurea, Santa Eugenia, Eldorado, Vila Castelo Branco, Delfino Magalhães, Santa Rafaela, Vila Telma, Vila Sion, Alto Da Boa Vista, Conj. Habit. Jose Carlos de Lima, Dr. João Alves, Maria Cândida, Carmelo, Grande Independência e Adjacentes, Jardim São Geraldo II, Mangues, Condomínio Gran Royalle Pirâmide, Residencial Sul Ipês, Amazonas, Jardim Brasil.
REGIÃO 5: De 00h do dia 25/08 às 22h do dia 25/08.
Bairros: Morada do Sol, Santo Expedito, Cândida Câmara, Funcionários, Ibituruna, Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Luiz, Vila Santa Maria.

***

Neste dia 26/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 26/08 às 08h do dia 26/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 2: De 00h do dia 26/08 às 22h do dia 26/08
Bairros: Maracanã, Nossa Senhora das Graças, Conj. Habit. Jose Correia Machado, Ciro dos Anjos Conj. Habit. Joaquim Costa Vila Campos, Jardim Alvorada, Vila Sumaré, Dr. Antônio Pimenta, Nossa Senhora de Fátima, D. Gregória Vila Atlântida, Bela Vista, Jardim Panorama I e II, Vila Oliveira, Barcelona Park, Nova Morada, Melo, Edgar Pereira, Vila João Gordo, Cintra, Roxo Verde, Vila Ipiranga, Bairro de Lurdes, Vera Cruz, Esplanada, Santa Laura, Interlagos Monte Alegre, Alcides Rabelo, Monte Carmelo, Santo Amaro, Conj. Habit. Alterosa II, Jardim Palmeiras, Santa Lucia I e II.
REGIÃO 4: De 00h do dia 26/08 às 22h do dia 26/08.
Bairros: Morrinhos, Morada Do Parque, Morada Da Serra, Jardim Liberdade, Augusta Mota, Parque Jardim Morada do Sol, Parte Alta Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Geraldo, Major Prates, Santa Rita I e II e Parte Alta Do Sumaré, São Judas I e II Vila Greicy, Ciro dos Anjos, Conj. Habitacional Joaquim Costa.

***

Neste dia 27/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 27/08 às 08h do dia 27/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 1: De 00h do dia 27/08 às 22h do dia 27/08.
Bairros: São Jose, Alto São João, Vila Regina, Renascença, Conjuntos Habitacionais Tancredo Neves, Santa Cecília e floresta, Alice Maia, Vila Exposição, Centro, Todos os Santos I e II, Melo, Vila Anália, Novo Delfino, Belvedere Santo Antônio I e II, Jardim Olímpico, Conj. Havaí, Santos Reis, Vila São Francisco de Assis, Vila Antônio Narciso, Vila Nossa Senhora Aparecida, Vila Áurea, Santa Eugenia, Eldorado, Vila Castelo Branco, Delfino Magalhães, Santa Rafaela, Vila Telma, Vila Sion, Alto Da Boa Vista, Conj. Habit. Jose Carlos de Lima, Dr. João Alves, Maria Cândida, Carmelo, Grande Independência e Adjacentes, Jardim São Geraldo II, Mangues, Condomínio Gran Royalle Pirâmide, Residencial Sul Ipês, Amazonas, Jardim Brasil.
REGIÃO 5: De 00h do dia 27/08 às 22h do dia 27/08.
Bairros: Morada do Sol, Santo Expedito, Cândida Câmara, Funcionários, Ibituruna, Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Luiz, Vila Santa Maria.

***

Neste dia 29/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 29/08 às 08h do dia 29/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 1: De 00h do dia 29/08 às 22h do dia 29/08.
Bairros: São Jose, Alto São João, Vila Regina, Renascença, Conjuntos Habitacionais Tancredo Neves, Santa Cecília e floresta, Alice Maia, Vila Exposição, Centro, Todos os Santos I e II, Melo, Vila Anália, Novo Delfino, Belvedere Santo Antônio I e II, Jardim Olímpico, Conj. Havaí, Santos Reis, Vila São Francisco de Assis, Vila Antônio Narciso, Vila Nossa Senhora Aparecida, Vila Áurea, Santa Eugenia, Eldorado, Vila Castelo Branco, Delfino Magalhães, Santa Rafaela, Vila Telma, Vila Sion, Alto Da Boa Vista, Conj. Habit. Jose Carlos de Lima, Dr. João Alves, Maria Cândida, Carmelo, Grande Independência e Adjacentes, Jardim São Geraldo II, Mangues, Condomínio Gran Royalle Pirâmide, Residencial Sul Ipês, Amazonas, Jardim Brasil.
REGIÃO 5: De 00h do dia 29/08 às 22h do dia 29/08.
Bairros: Morada do Sol, Santo Expedito, Cândida Câmara, Funcionários, Ibituruna, Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Luiz, Vila Santa Maria.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81787
De: Alberto Sena Data: Seg 22/8/2016 08:16:22
Cidade: Grão Mogol

MONTES CLAROS

Nem tão antigamente, na Escola Normal

Alberto Sena

Este prédio da antiga Escola Normal Professor Plínio Ribeiro, de Montes Claros, tem enorme importância para uma pá de gente, simplesmente porque guarda parte da história de vida de gerações de estudantes que lá esfregaram seus respectivos fundilhos nas carteiras individuais. Três fileiras, uma carteira atrás da outra. O quadro onde os professores escreviam a giz, chamado negro, era verde.
Por meio do exercício da boa memória, companheira minha de toda hora, posso me ver, a mim e aos colegas, bem nessa sala com janelas para o Beco da Vaca, no andar de cima. Uma espichada no fio de memória, e nele vem nomes de pessoas da turma, como os irmãos Ricardo e Fernando Deusdará, Virgínia Barbosa, Saulo Wanderley, Marco Antônio Rocha, Oselita Barbosa, Antonilda Canela. Lembro-me, inclusive, de Carlos Alberto Prates e Alberto Graça, mas estes foram de passagem como cometas.
Recordo pessoas conhecidas que pela Escola Normal daquela época, década de 60, lá estudaram. Mas a intenção desta vez é debulhar lembranças do sobrado em si. Não vem ao caso mergulhar em sua história porque a essa altura seria chover no molhado. Se bem que em se tratando de Montes Claros, chover seria bom considerando a secura do tempo e a nossa precisão de águas dos céus para nos abençoar.
Olho para o sobrado neste estado denunciado pela foto e fico a imaginar o quão importante – e ponha importância nisso – foi a restauração dele para servir hoje de abrigo ao Museu Regional do Norte de Minas (MRNM), depois de ter sido Fafil.
Como no momento juntos espichamos o fio de memória, imaginemos – eu, tu, nós, vós, eles – que em vez de ter sido restaurado, o sobrado estivesse ruindo como se fora um gigante se exaurindo diante dos olhos indiferentes das autoridades e da população. Um escândalo. Só os escombros.
Percebem o vazio? Do espaço e das lembranças de milhares de pessoas que subiram e desceram aquelas escadas de madeira e assoalho, fazendo ruído semelhante ao do gado transportado em vagões da antiga Estrada de Ferro Central do Brasil (EFCB).
Já nem sei mais o que existe da Montes Claros de ontem em meio à cidade que cresce para cima, como se ganhar o epíteto de “capital” fosse sinal de progresso e desenvolvimento – de fato é, mas pelas metades. Que progresso e desenvolvimento são esses que privilegiam poucos em detrimento de muitos?
Aqui, no meu bestunto, tenho seguinte opinião: as cidades tinham de ser feitas tendo em vista o bem estar das pessoas. Lugar onde os cidadãos indistintamente pudessem usufruir de espaços, jardins, parques. Sem tanta máquina poluidora dos ares. A Organização Mundial de Saúde (OMS) fez recentemente o alerta: os ares das grandes cidades estão envenenados.
Montes Claros construída nesse planalto corre esse risco. As pessoas passam a morrer a partir das narinas – porque pela boca tanto se pode morrer de morte natural como envenenado pelos agrotóxicos utilizados nas lavouras.
Penso, aqui, com as minhas mangas de camisa, que precisava informar a quem interessar possa, o sobrado foi construído em 1886 para ser residência e comércio do coronel José Antônio Versiani (Juca Versiani), o que deve ter pesado na hora de decidir sobre a sua restauração.
Mas me respondam uma coisa: por que outros imóveis antigos não receberam nem recebem o mesmo tratamento dado ao sobrado da Escola Normal? E as casas da Rua Justino Câmara, ali perto, por que não foram restauradas? Além de formarem conjunto bonito, se restaurados fossem, são como testemunhas mudas de um tempo em que se podia enxergar os céus de Montes Claros, agora empanados pelos edifícios, onde o morador do apartamento de cima não conhece o de baixo.
Enfim, a história desse sobrado está umbilicalmente ligada à história de Montes Claros e, por extensão, a história do sertão norte-mineiro. Inda bem que hoje a imagem dele é diferente desta fotografia. Assim, no olhômetro, a impressão é a de que ele correu sério risco de desabar.
Na época de estudante, na referida sala com janelas para o Beco da Vaca, durante a aula de História, dada pelo professor Pedro Santana, de repente uma parte do antigo forro desabou após um estalido denunciador. Foi aquela correria para fora da sala achando que o resto em seguida cairia sobre nossas cabeças.
Se me permitem dizer, a essência da intenção era mesmo mostrar a importância da restauração do que para nós representa a nossa própria memória. Uma pessoa sem memória está acometida pela “Doença do Alemão”, conhecida por Alzheimer. Uma cidade sem memória é uma tristeza. No mínimo.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81786
De: Manoel Hygino Data: Sáb 20/8/2016 08:34:54
Cidade: Belo Horizonte
A defesa improvisada

Hoje em Dia - Manoel Hygino

Há muito, desejava falar sobre Pedro Fernandes Pereira Correa, nascido em Montes Claros de Formigas, como se chamava então o burgo. Era 1837 e o dia 29 de junho. Na terra natal, fez o primário e o latim, depois indo para Diamantina, onde se internou no Ateneu São Vicente de Paulo, sendo condiscípulo de Joaquim Felício e de Couto Magalhães, como registra Nelson Vianna, em suas “Efemérides”.

Mudou-se para São Paulo, matriculando-se na Faculdade de Direito, em 1864. Fez curso brilhante e revelou seus méritos, recebendo elogios de Xavier da Veiga e Nélson de Senna: “Insinuante e simpático, modos francos, mas afáveis, o impunham no conceito dos amigos e do povo como o doutor democrata, eloquente e ilustrado, a todos encantando com a fluência torrencial de sua palavra”.

Advogou em Montes Claros, Diamantina, Vila do Guaicuí e, finalmente, no Serro, tendo exercido a magistratura em cidades do Norte de Minas. Mas encontrou tempo para a poesia, publicada em vários periódicos, no Rio de Janeiro e Belo Horizonte, ainda não capital.

Ficou famoso um caso em que atuou. Viajava pelo interior a caminho da cidade natal, quando – passando por Conceição do Serro – ouviu dizer que se julgava determinado criminoso. Como se encontrava, dirigiu-se à casa em que se reunia o tribunal do júri. Exatamente naquele momento, o juiz perguntava ao réu se tinha defensor. Com resposta negativa, o magistrado consultou, como de praxe, aos presentes se havia alguém para assumir o patrocínio da causa. Diante do silêncio, ouviu-se o recém-chegado: “Eu aceito”.

“Pelo seu trajar impróprio para o local e o ato, recebeu ares e insinuações de deboche, até porque de botas e com chilenas de prata. Admitiu o patrocínio gratuito do réu indefeso, examinou rapidamente os autos do processo, mas conseguiu refutar a acusação, a mais tremenda até então produzida na sessão. O promotor reconstituíra o crime nos seus mais terríveis pormenores, classificando o réu como monstro, sequer conseguindo quem o defendesse. “Foi necessário – acrescentou –, que por ali aparecesse um forasteiro que ninguém sabia quem era, de onde vinha, nem para onde ia, a fim de assumir temerariamente a aventura de patrociná-la”.

O jovem diplomado ergueu a voz: “Quem sou eu? Chamo-me Pedro Fernandes Pereira Correa, recém-laureado pela Faculdade de Direito de São Paulo. De onde venho? Do maior centro cultural do país, de onde partem as benéficas cintilações que se refletem gloriosamente por todo este imenso Brasil. Para onde vou? Sertão a adentro, rasgando as trevas das iniquidades com a luz da Justiça, procurando levar um lenitivo e salvar da ignomínia das perseguições os humildes e desprotegidos”.

Foram horas de oratória, que resultaram na unânime absolvição do réu. O jovem advogado, a partir de então, ganhou admiradores e causas. Não se livrou Pedro Fernandes, contudo, da execução, em 9 de novembro de 1879, por um fidagal inimigo. Os defensores também são mortos a tiros.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81785
De: José Ponciano Neto Data: Sáb 20/8/2016 00:19:02
Cidade: Montes Claros/MG

DADOS DA BARRAGEM DA COPASA EM JURAMENTO - MG: - 20 / AGOSTO / 2016
Cota: 634,16
Volume acumulado: 21.519.660 m3 (representa 47,67 % do volume total)
Volume Útil Operacional: 11.67 %
Chuva do dia: 0,0 milímetros.
Total de chuva no mês de Agosto/16 = 02,7 mm : ( região de Juramento)
- O nível está 6,09 metros abaixo da cota de transbordo 640,25 –
Do dia 28/07 a 20/08 reduziu 0,46 cm do N.A.

Obs: Os mananciais Rio Canoas (secou); Rio Juramento mantém 39,0 Litros por segundo - o Rio Saracura com vazão normal para época.

Chuvas 2016 em milímetros: Janeiro 614,3 – Fevereiro 12,8 – Março 53,6 – Abril 17,6 – Maio 24,0 – Junho 0,0. – Julho 01,0 – Agosto 2,7= Total 702,7.

Nota: Os rodízios continuarão até recomendações da Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário – ARSAE.

Obs: volume e vazões com relação ao mesmo período do ano 2015: -A Barragem de Juramento com 13,0 % ACIMA DO NÍVEL de Agosto/15. - Os mananciais do Parque da Lapa Grande (Pai João); Rebentão dos Ferros e Pacuí-Porcos têem suas vazões reduzidas.

CURIOSIDADE: - Há 78 anos, 20 de agosto1938; dá-se por concluído o serviço de captação e adução d’água da Barragem do Rio Pacui (foto), para complemento do fornecimento de água potável à cidade de Montes Claros.
— Neste dia a sociedade montesclarense presta homenagem ao engenheiro José Bawden Teixeira, encarregado dos serviços de captação e adução d’água do rio Pacui, por motivo da conclusão das referidas obras. Constou a homenagem de Banquete e Baile.
- Nesta época o sistema ainda não contava com a Barragem do Córrego dos Porcos, um dos afluentes do rio Vieira, que só veio anos depois para formar o Sistema Pacui - Porcos.
(*) José Ponciano Neto Tec. Meio Ambiente e Recursos Hídricos e do Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81784
De: Marcelo Eduardo Freitas Data: Sex 19/8/2016 22:40:27
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
E-mail: marcelo.mef@dpf.gov.br

MAIS UMA CRIANÇA SÍRIA: ONDE ESTÃO OS DIREITOS “DOS MANOS”?

* Marcelo Eduardo Freitas

Para se compreender os reais motivos que levaram a Síria a sua situação atual é preciso retroceder ao ano de 1962. Naquela data, diversas medidas de proteção aos cidadãos, até então previstas no texto constitucional daquele país, foram suspensas.
A Síria era governada pelo ditador Hafez al-Assad que, durante três longas décadas, manteve-se no comando. Em 2000, como se fosse uma espécie de herança genética, Hafez transfere o poder ao seu filho, Bashar al-Assad, que até hoje, com “mão de ferro”, mantém-se no jugo daquela sofrida nação.
O atual conflito civil na Síria iniciou-se, de fato, após sucessivos protestos da população, a partir do mês de janeiro de 2011. Em fevereiro daquele mesmo ano, o tom das manifestações ficou bem mais agressivo. Diversos grupos de rebeldes armados foram, aos poucos, se formando. Em boa parte, influenciados pelas diversas revoltas que ocorriam, ao mesmo tempo, no Oriente Médio: a chamada Primavera Árabe.
Os grupos de “oposição”, desde então, ao se manifestarem de forma resoluta, evidenciaram o objetivo de derrubar Bashar al-Assad, presidente daquela pátria, a fim de dar início a um processo de renovação política e criar uma nova configuração à democracia da Síria. Porém, a “situação” acredita que as ações do Exército Sírio Oficial, que sabidamente pratica ações violentas contra os manifestantes, são formas de combate a “terroristas” que, em essência, pretendem “desestabilizar a nação”. A verdade, assim, passa a ser algo visto de pontos distintos.
Tenho para mim que a essência da democracia está na alternância de poder. A mudança de governantes e a severa rejeição à perpetuidade de dirigentes políticos no comando das nações são as bases do conceito de democracia, formulação esta herdada da Grécia antiga. Felizmente, a maioria das sociedades contemporâneas adota um regime profundamente inspirado nesta ideia, com vários graus de imperfeição, admito. Contudo, a pior democracia é preferível à melhor das ditaduras, já dizia Ruy Barbosa.
Superadas as digressões históricas sobre a origem da desgraça naquele país, que faz fronteira com o Líbano e o Mar Mediterrâneo a oeste, com a Turquia ao norte, com o Iraque ao leste, com a Jordânia ao sul e Israel ao sudoeste, mantendo, assim, posição estratégica no globo terrestre, é preciso ressaltar uma situação absurdamente dramática: relatório das Nações Unidas classifica a guerra síria como a "grande tragédia do século 21". "A Síria transformou-se na grande tragédia deste século, uma calamidade em termos humanos com um sofrimento e deslocamento de populações sem precedentes nos últimos anos", afirmou António Guterres, do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR). O saldo parcial deste flagelo é assustador: 260 mil mortos e 4,5 milhões de refugiados!
Dentre as vítimas da penúria, mais uma vez, uma criança! As TV’s do mundo inteiro mostraram Omran Daqneesh, um pequeno menino de 5 anos, trajando short e camiseta completamente sujos de sangue e poeira, imagem que causou comoção nas redes sociais de todo o planeta.
Alvo de um bombardeio aéreo em Aleppo, no norte da Síria, juntamente com pelo menos outras 52 pessoas, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), Omran, infelizmente, não é um caso isolado: Há outras 100 mil crianças que estão na linha de frente da guerra civil! Pior: sem absolutamente nenhuma resposta minimamente digna por parte dos Direitos Humanos. Os discursos, assim, venham de onde vier, mais uma vez, falham! A proteção internacional a seres tão indefesos parece surtir efeito somente quando se cuidam dos “manos”, isto é, nacionais das grandes potências ocidentais que, por conta desse detalhe, não devem passar por qualquer forma de tribulação. Afinal, nesta senda, o pau que dá em Chico não deve bater em Francisco! É preciso, portanto, um pouco mais de coerência nos discursos sobre direitos humanos! A preservação à vida deve valer em cada rincão do planeta! Simples assim!
O poeta inglês John Donne, terceiro de uma família de seis filhos, afirmava que “a morte de cada homem diminui-me, porque eu faço parte do gênero humano; eis porque nunca pergunto por quem dobram os sinos: é por mim”. É por cada um de nós! Mormente em tragédias reiteradas como aquelas acima vistas.
O mal tem assolado muitas famílias. É preciso, destarte, exercitar o poder de irresignação. Mas com ações concretas que minimizem os efeitos deletérios da guerra sobre os homens e mulheres de bem, onde quer que ocorra. Pode ser ao seu lado, no lar esfacelado pelas drogas, pela bala perdida, pela violência contra mulheres e crianças, entre tantas outras formas de crueldade e privação. Quem nunca as viu? Não sem razão, Vladimir Herzog afirmava que “quando perdemos a capacidade de nos indignarmos com as atrocidades praticadas contra outros, perdemos também o direito de nos considerarmos seres humanos civilizados”. É preciso olhar para o próximo! “Mano”, eis aí a essência do primeiro mandamento do Decálogo!

(*) Delegado de Polícia Federal e Professor da Academia Nacional de Polícia
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81783
De: Elis Data: Sex 19/8/2016 08:35:38
Cidade: Montes Claros
Estou indignada com um fato ocorrido com meu filho no dia 17/08, ele foi assaltado com arma na cabeça sendo ameaçado de morte se não entregasse o celular, ele agiu corretamente e entregou o telefone para os bandidos. Minha indignação é pela agressão contra meu filho e várias outras pessoas que passam pela mesma situação todos os dias em nossa cidade. Relato ainda que para fazer o boletim de ocorrência tivemos de aguardar exatas 3 horas.Fato que pra mim desmotiva as pessoas a fazer o BO, o que aumenta a impunidade para com esses vagabundos que não trabalham e querem adquirir as coisas facilmente. Autoridades acordem para os fatos que estão acontecendo em nossa cidade, que está sofrendo na mão desses desses malditos bandidos. Exponho aqui minha revolta e indignação como cidadã que trabalha todos os dias para adquirir uma agulha que seja e paga todos seus impostos.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81782
De: Passageiro Data: Qui 18/8/2016 11:29:25
Cidade: Moc/MG
Mesmo com promoção da empresa de transporte, pagando 38,9% do preço normal da passagem de ônibus BH-Moc, havia apenas 6 passageiros no veículo em que viajei ontem, em viagem diurna, sendo superior a 50 passageiros a sua capacidade.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81781
De: Polícia Militar Data: Qui 18/8/2016 10:47:30
Cidade: Montes Claros
Em 17Ago, por volta das 14h, à rua Basílio de Paula, no bairro Vila Brasília, a polícia registrou um roubo à mão armada consumado. Segundo relatos prestados pelas vítimas, um homem de 40 anos, e 04 (quatro) mulheres, uma de 54, outra de 49, uma terceira de 30 e outra de 28 anos, durante horário de atendimento em uma clínica, surgiram no local 02 (dois) infratores sendo que, um deles, de posse de uma arma de fogo, anunciou o roubo, subtraindo pertences dos clientes e aparelhos de telefone celular. Ato contínuo, determinaram que as recepcionistas se deitassem no chão e subtraíram certa quantia em dinheiro do caixa do estabelecimento. No local há monitoramento de câmeras, o que possibilitou a averiguação da ação dos autores do roubo, facilitando a identificação destes, que são procurados.

***

À av. Perimetral II, no bairro Universitário, às 21h34 de, 17Ago, a polícia registrou uma ocorrência de roubo à mão armada consumado a Ônibus Coletivo.
Segundo informações prestadas pela vítima, uma mulher de 27 anos, cobradora no ônibus da linha 2601, (Village/Maracanã), trabalhava no coletivo quando foi abordada por um infrator que, de posse de um revólver, anunciou o roubo e subtraiu certa quantia em dinheiro do caixa. Em ato contínuo, o autor apontou a arma para o motorista, determinando que parasse o coletivo para que ele pudesse descer.
Foi prestado atedimento à vítima solicitante, tendo sido difundidos os dados da ocorrência para a viaturas do turno que iniciaram o rastreamento na busca pela prisão do responsável por este crime.

***

Às 12h40 de ontem, 17Ago, à rua Dr. Veloso, no Centro, a polícia foi acionada a atender uma ocorrência de roubo à mão armada consumado a estabelecimento comercial.
Segundo relatos das vítimas, 05 (cinco) mulheres, com idades entre 25 e 54 anos e dois homens, um de 40 e outro de 47 anos, encontravam-se no local quando foram surpreendidos por dois infratores sendo que, um deles, de posse de uma arma de fogo, anunciou o roubo, subtraindo das vítimas peças em ouro, relógios e aparelhos de telefone celular e do local certa quantia em dinheiro.
Foi prestado o atendimento às vítimas, tendo sido iniciado o rastreamento, que continua na busca pela prisão dos infratores responsáveis por este crime.

***

À rua Ernesto Neves, no bairro Edgar Pereira, a polícia registrou, às 21h30 de ontem, 17Ago, um roubo à mão armada consumado a transeunte.
De acordo com informações prestadas pela vítima, uma mulher de 51 anos, encontrava-se em frente à residência, preparando-se para sair em seu veículo sendo que, no momento em que guardava alguns objetos no porta-malas do carro, foi surpreendida por dois infratores, em uma motocicleta Honda Titan, de cor preta, com a placa encoberta sendo que um deles, armado com uma arma de fogo, ameaçaram a vítima, anunciaram o roubo e subtraíram sua bolsa, contendo 01 (um) aparelho de telefone celular, relógio de pulso, acessórios de ouro e documentos pessoais.
Foi prestado atendimento à vítima e iniciado o rastreamento que continua na busa pela prisão dos infratores.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:





Mensagem N° 81780
De: Edivano Data: Qua 17/8/2016 16:24:51
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
Deveriam criar blog para contabilizar os assaltos, tendo em vista o grande número do crime e a dificuldade de registro do BO, meu filho foi assaltado com arma na cabeça hoje às 11:30 fiquei aguardando uma viatura para ocorrência que não apareceu no endereço e estou aguardando até agora, desta vez no posto policial próximo.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81779
De: Defesa Civil Data: Qua 17/8/2016 12:44:30
Cidade: Montes Claros/MG  País: Brasil
E-mail: defesacivilmoc@yahoo.com.br
Haverá detonações em 18/08/2016 (quinta-feira), na mina Boa Vista (frente Lagoa) às 12:00 horas e na Expansão Boa Vista na banca 780 às 16:00 horas.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81778
De: Manoel Hygino Data: Qua 17/8/2016 11:06:37
Cidade: Belo Horizonte
O prejuízo da Olimpíada

Hoje em Dia - Manoel Hygino

Não demora e terminam os Jogos Olímpicos de 2016, algo realmente fantástico diante das dificuldades que passa o mundo e, particularmente, o país que os sedia. Coubertin, o nobre francês que teve a ideia de recomeçar as disputas da época do apogeu helênico, poderia julgar-se feliz e realizado com o espetáculo de abertura das competições, que a televisão mostrou, em vivo e em cores, como dizem os portugueses.
No entanto, em contraponto à beleza a que se assistiu, não passou ignorada a sucessão de problemas que, à margem, houve. Refiro-me à demonstração de pobreza, de miséria, até de violência, que, no período, estigmatizou a bem elaborada programação. Não foi invenção da Imprensa o registro de que se revelou ao planeta. Há um outro Brasil: o das enormes favelas e dos grupos criminosos e dos oportunistas, organizados para ilicitamente explorar o evento.
Afirmava-se que a Olimpíada não resultaria em prejuízo para o Brasil, consequentemente para os brasileiros. De antemão, conhecia-se que não se tratava rigorosamente de verdade, porque se tinha muito recente e viva a experiência desastrosa da Copa do Mundo. Nela, houve muito mais do que elevados prejuízos para os cofres públicos, apagando a esperança de, em contrapartida, cumprir-se um programa de obras públicas reclamadas há décadas. O dinheiro tomou outra destinação.
Com os olhos grudados nas televisões, nas quais os escândalos da Lava Jato passaram a plano inferior à Olimpíada, não se tomou conhecimento de uma decisão da Justiça Federal do Rio de Janeiro. Ela proibia que a União e o município fizessem qualquer repasse de verba pública para o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos, até que “seja dada ampla publicidade de todas as receitas e despesas”.
E ainda: caso algum repasse tenha sido feito, o Comitê Rio 2016 fica impedido de usar a verba para pagamento a fornecedores. O Comitê está também obrigado a justificar a necessidade de uso dessas verbas para organização e realização dos jogos.
A grave decisão foi de uma juíza – Márcia Maria Nunes de Barros, de plantão no Rio de Janeiro, e decorreu de pedido do Ministério Público Federal, em 2 de julho –, que exigia transparência nas contas das Olimpíadas. O MPF formalizou a solicitação ao Comitê, dando-lhe 20 dias para a abertura da caixa preta. A Comissão Organizadora se negou fazê-lo, todavia, sob alegação de que, sendo ente privado, não havia obrigação legal de atender.
A sua vez, a Procuradoria argumenta que a exposição da contabilidade é imprescindível, até porque estabelecida no contrato da Rio 2016 com o COI. No final da novela, quem terá de assumir o déficit do evento serão a União e os poderes públicos.
A juíza observa que dificilmente o prejuízo dos Jogos será recuperado “por quaisquer dos órgãos públicos, que se encontram em difícil situação financeira, como é de conhecimento geral”.
A belezura da Olimpíada, como se vê, contrasta com a feiura da contabilidade. No final, mais uma vez, o cidadão ficará coagido a quitar o déficit, como se não estivéssemos na crista de uma imensa crise. Este, sim, será um grande golpe contra a bolsa do brasileiro, que por sinal sequer mais bolsa tem.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81777
De: Marly Data: Ter 16/8/2016 10:57:37
Cidade: M. Claros
A Avenida Magalhàes Pinto, que conduz ao aeroporto de M. Claros, é rodovia? Pergunto porque um amigo recebeu multa por dirigir neste trecho urbano sem ligar os faróis, de dia, como é a regra para as rodovias. Em caso positivo, vamos assistir a um festival de multas. Pobres de nós.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81776
De: Armando Data: Ter 16/8/2016 09:49:58
Cidade: Montes Claros
Noticiado: os cemitérios de M. Claros, mais uma vez, estão sem vagas. Esgotados. Há um cemitério particular pronto, a ser inaugurado. Fica na região da Facela, além das rodovias que cercam M. Claros. Assim sendo, os velórios obrigatoriamente deverão ser lá. As leis impedem que o féretro, isto é, o cortejo fúnebre, transponham rodovias.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81775
De: Soares Data: Ter 16/8/2016 09:31:30
Cidade: M. Claros
Ter 16/08/16 - 9h - Morre aos 100 anos João Havelange, ex-presidente da Fifa e da Confederação Brasileira de Desportos

Pouca gente sabe, pouquíssimas: um tio de João Havelange tem o dedo na história de M. Claros. Foi nos primeiros anos do século passado. M. Claros havia recebido padre e freiras belgas, que vieram para o Colégio Imaculada e para a Santa Casa. Houve um atrito com o primeiro bispo da cidade e as freiras retornaram à Bélgica, num cisma local que ainda hoje é famoso na história da igreja brasileira. O tio de João Havelange exercia funções diplomáticas e foi protagonista dos fatos. A dúvida que tenho: era embaixador da Bélgica, ou coisa equivalente, e atuou nos episódios, depois totalmente superados. Tanto que as freiras vieram de volta da Bélgica e dirigem, há mais de 100 anos, o Colégio Imaculada, de tanta história. Entre suas alunas, uma presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, a partir do mês que vem.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81774
De: Copasa Data: Seg 15/8/2016 17:20:00
Cidade: Montes Claros
Neste dia 16/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 16/08 às 08h do dia 16/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 2: De 08h do dia 16/08 às 00h do dia 17/08
Bairros: Maracanã, Nossa Senhora das Graças, Conj. Habit. Jose Correia Machado, Ciro dos Anjos Conj. Habit. Joaquim Costa Vila Campos, D. Gregória Vila Atlântida, Bela Vista, Jardim Panorama I e II, Vila Oliveira, Barcelona Park, Nova Morada, Melo, Edgar Pereira, Vila João Gordo, Cintra, Roxo Verde, Vila Ipiranga, Bairro de Lurdes, Vera Cruz, Esplanada, Santa Laura, Interlagos Monte Alegre, Alcides Rabelo, Monte Carmelo, Santo Amaro, Conj. Habit. Alterosa II, Jardim Palmeiras, Santa Lucia I e II.
REGIÃO 4: De 08h do dia 16/08 às 00h do dia 17/08.
Bairros: Morrinhos, Morada Do Parque, Morada Da Serra, Jardim Liberdade, Augusta Mota, Parque Jardim Morada do Sol, Parte Alta Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Geraldo, Major Prates, Santa Rita I e II e Parte Alta Do Sumaré, São Judas I e II Vila Greicy, Ciro dos Anjos, Conj. Habitacional Joaquim Costa.

***

Neste dia 17/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 17/08 às 08h do dia 17/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 1: De 08h do dia 17/08 às 00h do dia 18/08.
Bairros: São Jose, Alto São João, Vila Regina, Renascença, Conjuntos Habitacionais Tancredo Neves, Santa Cecília e floresta, Alice Maia, Vila Exposição, Centro, Todos os Santos I e II, Vila Anália, Novo Delfino, Belvedere Santo Antônio I e II, Jardim Olímpico, Conj. Havaí, Santos Reis, Vila São Francisco de Assis, Vila Antônio Narciso, Vila Nossa Senhora Aparecida, Vila Áurea, Santa Eugenia, Eldorado, Vila Castelo Branco, Jardim Alvorada, Vila Sumaré, Dr. Antônio Pimenta, Nossa Senhora de Fátima, Delfino Magalhães, Santa Rafaela, Vila Telma, Vila Sion, Alto Da Boa Vista, Conj. Habit. Jose Carlos de Lima, Dr. João Alves, Maria Cândida, Carmelo, Grande Independência e Adjacentes, Jardim São Geraldo II, Mangues, Condomínio Gran Royalle Pirâmide, Residencial Sul Ipês, Amazonas, Jardim Brasil.
REGIÃO 5: De 08h do dia 17/08 às 00h do dia 18/08.
Bairros: Morada do Sol, Santo Expedito, Cândida Câmara, Funcionários, Ibituruna, Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Luiz, Vila Santa Maria.

***

Neste dia 18/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 18/08 às 08h do dia 18/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 2: De 08h do dia 18/08 às 00h do dia 19/08
Bairros: Maracanã, Nossa Senhora das Graças, Conj. Habit. Jose Correia Machado, Ciro dos Anjos Conj. Habit. Joaquim Costa Vila Campos, Jardim Alvorada, Vila Sumaré, Dr. Antônio Pimenta, Nossa Senhora de Fátima, D. Gregória Vila Atlântida, Bela Vista, Jardim Panorama I e II, Vila Oliveira, Barcelona Park, Nova Morada, Melo, Edgar Pereira, Vila João Gordo, Cintra, Roxo Verde, Vila Ipiranga, Bairro de Lurdes, Vera Cruz, Esplanada, Santa Laura, Interlagos Monte Alegre, Alcides Rabelo, Monte Carmelo, Santo Amaro, Conj. Habit. Alterosa II, Jardim Palmeiras, Santa Lucia I e II.
REGIÃO 4: De 08h do dia 18/08 às 00h do dia 19/08.
Bairros: Morrinhos, Morada Do Parque, Morada Da Serra, Jardim Liberdade, Augusta Mota, Parque Jardim Morada do Sol, Parte Alta Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Geraldo, Major Prates, Santa Rita I e II e Parte Alta Do Sumaré, São Judas I e II Vila Greicy, Ciro dos Anjos, Conj. Habitacional Joaquim Costa.

***

Neste dia 20/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 20/08 às 08h do dia 20/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 2: De 08h do dia 20/08 às 00h do dia 21/08
Bairros: Maracanã, Nossa Senhora das Graças, Conj. Habit. Jose Correia Machado, Ciro dos Anjos Conj. Habit. Joaquim Costa Vila Campos, Jardim Alvorada, Vila Sumaré, Dr. Antônio Pimenta, Nossa Senhora de Fátima, D. Gregória Vila Atlântida, Bela Vista, Jardim Panorama I e II, Vila Oliveira, Barcelona Park, Nova Morada, Melo, Edgar Pereira, Vila João Gordo, Cintra, Roxo Verde, Vila Ipiranga, Bairro de Lurdes, Vera Cruz, Esplanada, Santa Laura, Interlagos Monte Alegre, Alcides Rabelo, Monte Carmelo, Santo Amaro, Conj. Habit. Alterosa II, Jardim Palmeiras, Santa Lucia I e II.
REGIÃO 4: De 08h do dia 20/08 às 00h do dia 21/08.
Bairros: Morrinhos, Morada Do Parque, Morada Da Serra, Jardim Liberdade, Augusta Mota, Parque Jardim Morada do Sol, Parte Alta Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Geraldo, Major Prates, Santa Rita I e II e Parte Alta Do Sumaré, São Judas I e II Vila Greicy, Ciro dos Anjos, Conj. Habitacional Joaquim Costa.

***

Neste dia 21/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 21/08 às 08h do dia 21/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 1: De 08h do dia 21/08 às 00h do dia 22/08.
Bairros: São Jose, Alto São João, Vila Regina, Renascença, Conjuntos Habitacionais Tancredo Neves, Santa Cecília e floresta, Alice Maia, Vila Exposição, Centro, Todos os Santos I e II, Melo, Vila Anália, Novo Delfino, Belvedere Santo Antônio I e II, Jardim Olímpico, Conj. Havaí, Santos Reis, Vila São Francisco de Assis, Vila Antônio Narciso, Vila Nossa Senhora Aparecida, Vila Áurea, Santa Eugenia, Eldorado, Vila Castelo Branco, Delfino Magalhães, Santa Rafaela, Vila Telma, Vila Sion, Alto Da Boa Vista, Conj. Habit. Jose Carlos de Lima, Dr. João Alves, Maria Cândida, Carmelo, Grande Independência e Adjacentes, Jardim São Geraldo II, Mangues, Condomínio Gran Royalle Pirâmide, Residencial Sul Ipês, Amazonas, Jardim Brasil.
REGIÃO 5: De 08h do dia 21/08 às 00h do dia 22/08.
Bairros: Morada do Sol, Santo Expedito, Cândida Câmara, Funcionários, Ibituruna, Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Luiz, Vila Santa Maria.

***

Neste dia 22/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 22/08 às 08h do dia 22/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 2: De 08h do dia 22/08 às 00h do dia 23/08
Bairros: Maracanã, Nossa Senhora das Graças, Conj. Habit. Jose Correia Machado, Ciro dos Anjos Conj. Habit. Joaquim Costa Vila Campos, Jardim Alvorada, Vila Sumaré, Dr. Antônio Pimenta, Nossa Senhora de Fátima, D. Gregória Vila Atlântida, Bela Vista, Jardim Panorama I e II, Vila Oliveira, Barcelona Park, Nova Morada, Melo, Edgar Pereira, Vila João Gordo, Cintra, Roxo Verde, Vila Ipiranga, Bairro de Lurdes, Vera Cruz, Esplanada, Santa Laura, Interlagos Monte Alegre, Alcides Rabelo, Monte Carmelo, Santo Amaro, Conj. Habit. Alterosa II, Jardim Palmeiras, Santa Lucia I e II.
REGIÃO 4: De 08h do dia 22/08 às 00h do dia 23/08.
Bairros: Morrinhos, Morada Do Parque, Morada Da Serra, Jardim Liberdade, Augusta Mota, Parque Jardim Morada do Sol, Parte Alta Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Geraldo, Major Prates, Santa Rita I e II e Parte Alta Do Sumaré, São Judas I e II Vila Greicy, Ciro dos Anjos, Conj. Habitacional Joaquim Costa.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81773
De: Murilo de Oliveira Data: Seg 15/8/2016 08:53:22
Cidade: Montes Claros/MG
A mensagem nº 81765 do Sr. Luiz Ortiga serve também para a Praça de Esportes de BOCAIUVA, que luta bravamente para sobreviver, graças as atitudes de seus diretores e sócios. O problema é depender das prefeituras inchadas de problemas financeiros. Fica mesmo a nossa grande saudade dos tempos áureos destes estabelecimentos esportivos.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:





Mensagem N° 81772
De: Iara Tribuzzi Data: Seg 15/8/2016 08:21:28
Cidade: Belo Horizonte/MG
E-mail: iaratribuzzi@gmail.com
Mensagem: Os nós na língua - Manoel Hygino A montes-clarense Cármen Lúcia Antunes foi eleita presidente do Supremo Tribunal Federal, cargo que ocupará pelos próximos dois anos. A votação seguiu a tradição de escolher presidente o ministro mais antigo e que não tenha ocupado a cadeira. (...)

Oi, Manoel Hygino, Ri muito, com os nós da língua pátria.Não temos tido fatos engraçados, estão mais para tristes ou trágicos. Assim lhe agradeço, e lhe envio um abraço afetuoso pelo dia dos Pais. que seja de muitas alegrias, junto aos seus.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81771
De: Alberto Sena Data: Seg 15/8/2016 08:23:37
Cidade: Grão Mogol

Montes Claros

Com a chave na ignição da memória

Alberto Sena

O acervo de fotos antigas iniciado por Dona Dorzinha – Maria das Dores Gomes Guimarães – e levado adiante pelo filho dela, Wagner Gomes, é sem dúvida de grande importância. Principalmente para mim. Por que? Simples, porque a cada foto exposta me leva a pôr na ignição da memória a respectiva chave pretérita. Cada foto tem uma chave diferente.
Ao me deparar com essa fotografia da Rua Doutor Veloso, fundos do Cine São Luís, logo acionei a chave própria e abri um dos escaninhos da década de 60. Estava tudo lá. Bem guardado. Inclusive lembranças dos filmes vistos e revistos. Era um cine pequeno, menor que o cine Coronel Ribeiro e menor, mais ainda, do que o cine Fátima. Mas passava cada filme!
Perscrutando a foto com o olhar tipo Alain Delon, os olhos grudam nas paredes do Clube Montes Claros onde noites foram passadas e repassadas no escurinho da pista de dança. Naquela época – só os românticos vão entender isso – o gostoso era dançar coladinho. Tenho comigo uma intrigante suspeição, a pedra de toque do esfriamento do calor humano de hoje em dia começou a partir de quando os casais passaram a dançar separados.
Baseado nas experiências do filósofo Anes Otrebla, é possível presumir isso. Porque se antes o contato era corpo a corpo, depois que os casais passaram a dançar separados foi literalmente cortado o cordão umbilical. E deu no que deu. Hoje o contato é virtual. E ponha virtual nisso. Vivemos os tempos glaciais do Poquémon Go. O que tem de gente tropeçando na rua ou caindo em cada buraco, está no “og nomeuqop”.
Quem viveu a época documentada pela foto, se vai recordar de que em frente ao clube, na porta de um prédio, era a trincheira de Gerinha Português, Cici Santamaria, Waltinho Fernandes, Fernando Arrupiado, Saulo Wanderley, Marco Antônio Rocha, Marco Aurélio Rocha e outros mais.
A turma fazia a diferença. Salvo engano, todos eles nascidos no pós-guerra. Ainda baseado nas filosofadas de Otrebla, a geração nascida até 1949 é bem diferente da que veio na década de 50. Aquela sofreu forte influência da Juventude Transviada estimulada pela rebeldia de James Dean e de filmes como “Amor Sublime Amor”. Mas ao mesmo tempo era uma geração romântica.
Gerinha Português, qual galinho garnisé, e a turma dele viviam uma briga nem tão surda contra outro chefe de turma Gerinha, o Malandro, dos Morrinhos, famoso por jogar capoeira. Quando circulava a notícia de que haveria embate entre uma turma e outra, crescia dentro da gente uma expectativa nervosa e ao mesmo tempo um sentimento de torcida para que eles se enfrentassem mesmo a fim de mudar a rotina da cidade. Mas nunca presenciei nem soube se realmente eles chegaram às vias de fato.
No prédio do Clube Montes Claros, onde o carteado era jogado e infelicitou a vida de muitos perdedores, havia do lado da Rua Presidente Vargas um cômodo onde funcionava a sapataria de Sebastião, Tião Boi chamado. O Tião era personagem interessante. Se ele não existisse, seria necessário criá-lo.
Enquanto punha meia sola nos sapatos, às vezes com a boca cheia de pregos e ia cuspindo um após pregar o outro na sola de couro dos sapatos, ele punha para fora a sabedoria intrínseca ao técnico estrategista em futebol de salão, hoje futsal. A sapataria era frequentada pela juventude da época, em meio ao cheiro de chulé de sapatos masculinos e femininos.
Só duma coisa Tião não gostava de falar nem de ouvir. Aliás, duas. Bastava pronunciar a denominação “jia” (anuro leptodactilideo) para ele ficar com o corpo quase todo empolado. Tinha ojeriza só de ouvir falar jia. A outra, bastava a simples menção com os dedos insinuando que ia fazer-lhe cócegas dos lados das costelas. Tião só faltava morrer de cócegas. Virava fera.
Mas o gostoso mesmo era comer filé a cubana no restaurante Mangueirinha, tarde da noite, depois de vividas todas as pelejas noturnas. O Mangueirinha ficava – ou ainda fica? – na Rua Padre Augusto quase com Rua Afonso Pena. Tomando a direção contrária a dos personagens da foto, era só entrar à direita logo depois do Clube Montes Claros para “tirar a barriga da miséria” no Mangueirinha. Como o próprio nome diz, lá havia uma mangueira, manga comum. Uma delícia. As mangas. E a comida, claro.
Como dizia no início deste texto, indubitavelmente uma foto desse tipo é da maior importância. Quem concorda comigo que levante o dedo.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81770
De: ANA CLAUDIA Data: Dom 14/8/2016 11:44:32
Cidade: MONTES CLAROS
socorro! a quem recorrer , essa noite a ete- estação de tratamento de esgoto da copasa , exalou o seu fedor ,fétido a noite inteira aqui no bairro edgar pereira e outros bairros, o engraçado é que durante o dia não fede e a noite a partir das 23h começa o tormento. alguma autoridade, meio ambiente tem que fazer algo não podemos ficar a merce dessa empresa que nos cobra caro para um péssimo serviço desse.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81769
De: Ivana Rebello Data: Dom 14/8/2016 09:29:18
Cidade: Montes Claros
E-mail: ivanaferrante@hotmail.com
O brinquedo

Eram apenas três quadras, mas se abria um caminho infinito entre eles. Quando segurava o braço do velho pai com sua mão, sentia que seu próprio corpo curvava-se mais que o dele. A placa azul, meio desgastada, anunciava: Lar dos idosos. E isso era tudo.
Em outubro, seria o aniversário do pai.
Durante meses serrara, aparara e lixara. Com um canivetinho pequeno fora tirando as pontas e construindo seu segredo. Devagar o pedaço de madeira fora tomando forma e identidade. Nunca fora artista, mas aquela ideia lhe viera repentinamente, depois da última visita ao velho pai. Segurara suas mãos, finas como papel, e sentira que a vida dele se ia apagando devagar.
Nas poucas horas disponíveis da semana, ajeitava-se num cantinho do quarto em que morava e, de posse do canivete e de uma marretinha, ia esculpindo forma em madeira macia e cheirosa. Enquanto moldava o pequeno objeto, imagens de outros tempos entravam pela janela, sem pedir licença.
Via a mãe, sempre magra, debruçada sobre o fogão, com duas panelas, de onde vinha um cheiro confortante de feijão. Ele, menino, cochilava sobre os livros, tentando enganar a fome. Vez ou outra, ela lhe passava um pito: “Estuda, minino!” E, depois, amaciava a voz: “Seu pai deve de tá chegando ...”
Poucas horas após ele entrava, o rosto cansado iluminava-se ao ver o menino; puxava um tamborete e sentava-se à mesinha. Esses gestos eram a senha para que a mãe lhes servisse dois pratos de feijão com arroz: um feijão meio ralo que, às vezes, ela enriquecia com pele de porco. Só depois é que ela, suspirando, sentava-se à mesa com seu prato, sempre mais vazio que os deles.
De quinze em quinze dias, o pai tinha folga no serviço. Ele e a mãe montavam na bicicleta e iam, os três, ao parque municipal. Nesses momentos, sentavam-se sobre o gramado, ela ajeitava o melhor vestido com os dedos magros e o pai, com um gesto largo, enfiava a mão no bolso. Sorrindo, estendia-lhe uma nota amassada: “Pode ir comprar seu sorvete.”
Ele queria ir correndo, mas ia muito devagar; pedia sempre um sorvete de chocolate, que ia lambendo pelas beiradas, de olhos bem abertos, com medo de que, subitamente, o doce se desmanchasse ante seus olhos. A mãe achava graça, dizia que ia tomar o sorvete, ria muito – como ele tinha saudade daquele riso!
Tentava deter o tempo, mas ele, até em sua memória, vinha apagando certos rostos e olhares, silenciando algumas palavras, embaçando seus olhos. Lembrava-se de que a mãe ficara mais magra, tossia muito e seus olhos queimavam. A cada vez que voltavam do médico, ela vinha menor, encolhida em seu corpo débil, o riso cada vez mais raro.
Um dia, se foi. Sua mãe, tão discreta, apenas silenciara de vez, os olhos fechados, vestindo seu vestido de passeio. O pai, abatido, segurara firme sua mão e, num choro sem lágrimas, abraçou-o fortemente. Dois dias depois, comunicou-lhe que, a partir daquele dia, ele teria que morar com a tia. O pai viria visitá-lo, de quinze em quinze dias.
Desde então, não faltou a nenhuma visita. Levava-o ao mesmo parque, sentavam-se num banco, perguntava-lhe da escola, da vida, dava-lhe o dinheiro do sorvete e voltavam lentamente, porque já sabiam que as coisas não duram para sempre.
Os olhos do pai foram ficando cansados, seu corpo envergara-se mais, quase todo o cabelo estava branco. E ele, rapagão, comunicou-lhe que iria parar de estudar, arrumar um emprego e alugar um cantinho para eles.
O tempo, esse tecelão implacável, foi deixando aqui e ali seu traçado. Ele trabalhava como garçom; o pai, aposentado, vivia inventando pequenos consertos. Casou-se, teve filhos e, de repente, a casa ficou demasiado pequena para os gestos lentos do velho. Vez ou outra, o pai perdia seu olhar no nada, esquecendo-se das coisas a seu redor.
Eram apenas três quadras, mas se abria um caminho infinito entre eles. Quando segurava o braço do velho pai com sua mão, sentia que seu próprio corpo curvava-se mais que o dele. A placa azul, meio desgastada, anunciava: Lar dos idosos. E isso era tudo.
Chegara o dia do aniversário dele.
Naquele dia, as horas demoraram a passar. Mas sustentou a ansiedade do tempo, a gravata borboleta e os fregueses indigestos com a esperança da noite que, certamente, viria. Quando o relógio apontou a meia noite, despiu-se do uniforme, da pilha de pratos e do odor de óleo da cozinha. Apanhou a bicicleta e pedalou como menino.
Eram quinze para uma hora, quando desceu da bicicleta. Naquela noite especial não precisaria obedecer ao horário das visitas. Entrou e acenou para a recepcionista. Ajeitou a blusa, os cabelos e o coração.
Foi andando pelo corredor já conhecido e empurrou a porta do terceiro quarto à esquerda. O velho estava cochilando, sentado numa cadeira ao lado da cama. Abriu os olhos sem sobressalto e sorriu um sorriso sem dentes. Ele aproximou-se, afagou seus cabelos ralos e beijou-lhe a testa.
Em silêncio, estendeu-lhe o embrulho que cuidadosamente preparara. Os olhinhos do velho faiscaram. Tirou de dentro do papel verde um caminhãozinho de madeira. Os olhos dos dois encontraram-se, num entendimento sem palavras. Há muitos anos, no dia do seu aniversário, o pai lhe levara um caminhãozinho como aquele. A mão trêmula do velho afagou o brinquedo, num gesto cheio de circunstâncias. O tempo, finalmente, lhes dera uma pausa.
Quando o enfermeiro veio apagar as luzes, encontrou-os ainda mudos, as duas cabeças geminadas, num abraço de pai e de filho.


Minha modesta homenagem aos pais de Montes Claros.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81768
De: Manoel Hygino Data: Sáb 13/8/2016 09:02:09
Cidade: Belo Horizonte
Os nós na língua pátria

Jornal Hoje em Dia – Manoel Hygino

A montes-clarense Cármen Lúcia Antunes foi eleita presidente do Supremo Tribunal Federal, cargo que ocupará pelos próximos dois anos. A votação seguiu a tradição de escolher presidente o ministro mais antigo e que não tenha ocupado a cadeira.
Antes dela, a ex-ministra Ellen Gracie esteve no posto no biênio 2006/2008. A posse de Carmén Lúcia será em 14 de setembro. Com 62 anos, formada pela PUC de Minas em 1977, chegou ao STF por indicação de Lula e sugestão de Itamar. Foi procuradora de Minas é pós-graduada em direito constitucional, tendo sete livros publicados.
Como em provocação, o ministro Ricardo Lewandowsky, que está terminando seu mandato no STF, perguntou à sucessora se queria ser chamada de “Senhora Presidente” ou “Senhora Presidenta”.
Carmen Lúcia não titubeou, respondendo que seguiria as regras de vernáculo aprendidas nos cursos básicos quando estudante. Portanto, “senhora presidente”.
O assunto entrou para o anedotário. Tanto que Rodolfo Sarmento, em 12 de novembro de 2012, enviou ao seu público de blog a seguinte mensagem: “Aprendam. Acabou a moleza. Quem relutava, se negava ou criticava o pedido meigo de Dilma ser tratada como presidenta, pode preparar-se para não ser pego fora da lei. No dia 3 de abril, a presidentA sancionou a lei 12.605/12. Para quem ainda duvida, está lá no site da presidentA. A lei determina a obrigação da flexão de gênero em profissões. Ou seja, agora é presidenta, gerentA, pilotA etc... Vou aproveitar para exigir que eu seja tratado a partir de agora como flamenguistO, jornalistO, dentistO, motoristO etc. Só no Brasil”.
A mudança gramatical não foi avaliada pelos doutos membros da Academia Brasileira de Letras ou pelos ilustres estudiosos da língua. No entanto, o Diário Oficial da União de 4 de abril de 2012 publicava o texto da lei nº 12.605, do dia anterior, sob responsabilidade da subchefia para Assuntos Jurídicos da Casa Civil da Presidência da República. Determinava o emprego obrigatório da flexão de gênero para nomear profissão ou grau em diplomas. Eis o texto:
“A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
Art. 1º As instituições de ensino públicas e privadas expedirão diplomas e certificados com a flexão de gênero correspondente ao sexo da pessoa diplomada, ao designar a profissão e o grau obtido.
Art.2º As pessoas já diplomadas poderão requerer das instituições referidas no artigo 1º a remissão gratuita dos diplomas, com a devida correção, segundo regulamento do respectivo sistema de ensino.
Art.3º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.
Brasília, 3 de abril de 2012; 191º da Independência e 124º da República. Dilma Rousseff , Aloízio Mercadante, Eleonora Menicucci de Oliveira”.
Após a lei, Geraldo Coelho comentava: “Hoje, eu vou ao oculisto. Depois de passar no dentisto, tinha lá um motoristo e maquinisto, todos flamenguistos... desculpem mas não resisti; sou humoristo”.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81767
De: Marcelo Eduardo Freitas Data: Sex 12/8/2016 23:10:00
Cidade: Montes Claros/MG  País: Brasil
E-mail: marcelo.mef@dpf.gov.br
A GRANDEZA DO RECOMEÇO

* Marcelo Eduardo Freitas

Uma das passagens mais marcantes da Bíblia Cristã pode ser encontrada no diálogo de Jesus com o fariseu Nicodemos, este considerado mestre da lei e membro do Sinédrio, uma espécie de corte suprema da lei judia, com a função de administrar justiça, interpretando e aplicando a Torá (Pentateuco ou Lei de Moisés).
Embora não haja fontes claras de informação sobre Nicodemos fora do Evangelho de João, muitos historiadores identificam-no como Nicodemos Ben Gurion, mencionado no Talmude como “um homem rico, figura respeitada, generosa e popular, com a reputação de ter tido poder milagroso”.
Enquanto está em Jerusalém para a Páscoa, Jesus teria realizado diversos sinais ou milagres. Por conta disso, muitos passaram a crer nele. Nicodemos, que segundo o Evangelho de João mostrou-se favorável ao Messias, teria ficado deslumbrado. Querendo aprender mais, já à noite, provavelmente com receio de que, se visto, sua reputação perante outros líderes judeus ficasse prejudicada, ele visita a Jesus.
“Rabi”, diz Nicodemos, “sabemos que o senhor veio como instrutor da parte de Deus, pois ninguém pode realizar esses sinais que o senhor realiza a menos que Deus esteja com ele”. Em resposta, Jesus diz a Nicodemos que para alguém entrar no Reino de Deus é preciso “nascer de novo” (João 3:2, 3).
Sem saber como alguém pode nascer de novo, Nicodemos pergunta ao Nazareno: “Será que [alguém] pode entrar no ventre da sua mãe e nascer outra vez?” (João 3:4). Jesus, então, explica ao fariseu: “A menos que alguém nasça da água e do espírito, não pode entrar no Reino de Deus” (João 3:5).
Em tempos atuais, sem olvidar da relevante lição de espiritualidade, a expressão nascer de novo significa ter a oportunidade de uma nova chance, reiniciar a vida, aprender com a grandeza do recomeço. Por vezes, chega a dar medo, uma terrível sensação de insegurança. Quem de nós, afinal, nunca ficou apreensivo diante da possibilidade de ter que começar tudo outro vez?
Caro leitor, embora difícil, é necessário aprender o exato momento em que ciclos chegam ao final. É preciso encontrar sentido no efêmero, sob pena de perdermos, por vezes, a alegria e o real sentido da vida. Não sem dor, devemos enfrentar o fato de que filhos crescem, entes queridos morrem, casamentos chegam ao fim, casas – ainda que novas - são vendidas, postos de empregos são fechados, anos letivos se encerram, envelhecemos, ficamos flácidos e, seja pela força da gravidade (para todos) ou da gravidez (para as mulheres), caímos, perecemos. O botox, amigos e amigas, não fará efeito para sempre!
Gabriela Mistral, poetisa chilena e Prêmio Nobel de Literatura de 1945, buscava a perseverança das ondas do mar, que fazem de cada recuo um ponto de partida para um novo avanço. Pode ser início do ano, uma segunda-feira ou mesmo o amanhã. Sempre há razões para se oportunizar uma nova chance. “Não sejamos coletores de lixos que as pessoas jogam sobre nós através de opiniões mesquinhas, sob suas visões sujas e podres a respeito do que realizamos com a consciência tranquila”.
Pode parecer ofensivo, mas há pessoas que precisam do suicídio para o recomeço! Evidentemente, não o literal, mas o moral. Aquele que mata a parte psicológica que nos deixa para baixo, acabado, depressivo, sem forças para seguir adiante. Essa “morte” é bem-vinda! Serve para apagar as feridas e fazer com que sigamos em frente, sem enganações despropositadas, já que todos nós, sem exceção, carregamos estilhaços de nossos erros, frustrações ou decepções. Embora aptos a marcar o corpo, são fragmentos que não podem impedir a libertação da alma.
É nas palavras de Carlos Drummond de Andrade, o mais influente poeta brasileiro do século XX, que encontramos inspiração para concluir essa pregação ao recomeço: “Mesmo que o hoje te dê um não, lembre-se que há um amanhã melhor, a certeza de que os nossos caminhos devemos traçar ao lado de quem nos ama; com amor, paz, confiança e felicidade, é a base para se recomeçar. Um recomeço, pra pensar no que fazer agora, acreditando em si mesmo, na busca do que será prioridade daqui pra frente; planos? Pra que os fizemos, já que o amanhã é mistério? A qualquer momento pode ser tempo, de revisar os conceitos e ações, e concluir, que tudo aquilo que você viveu marcou, porém não foi suficiente pra que continuasse. Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo, é renovar as esperanças na vida e o mais importante, acreditar em você de novo”.


(*) Delegado de Polícia Federal e Professor da Academia Nacional de Polícia
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81766
De: Luiz Ortiga Data: Sex 12/8/2016 18:24:36
Cidade: BRASÍLIA/DF
E-mail: ortigaluiz@ig.com.br
Montes Claros tem umas coisas que só ela sabe fazer: uma delas é dar inveja nos outros. Desta vez, quem mora em Brasília/DF, está morrendo de inveja, pois ninguém aqui aguenta mais esta secura. Umidade relativa do ar mais baixa que no deserto de Saara e de repente a notícia de que chove em Montes claros. Isto demonstra que Deus está de olho na cidade. Abençoada.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81765
De: Luiz Ortiga Data: Sex 12/8/2016 16:45:38
Cidade: BRASÍLIA/DF
E-mail: ortigaluiz@ig.com.br
Sempre nos lembramos, com saudades, é claro, da nossa Praça de Esportes. Mas veio-me à cabeça um desafio à Prefeitura da Cidade, no sentido de fazer reavivar a Praça de Esportes com práticas esportivas, competições, desafios. Para isso, tenho certeza, a prefeitura possui técnicos, professores de Educação Física que só precisam ser testados na suas criatividades respectivas.Caberia à prefeitura solicitar de cada técnico uma sugestão para ser colocada em cotejo com outras, visando a ativar a Praça de Esportes na sua essência, imitando-a como nos velhos tempos. É só tentar e reavivar a Praça que os passarinhos voltarão a arrulhar nos seus bancos, nas suas escadarias, nos seus recantos mais aprazíveis. Se não tiver ideias iniciais, peçam ao povo, façam um concurso, fazer um chamamento popular de fazer renascer um ponto obsoleto, pouco explorado e que outras cidades tem inveja não possuírem nada igual. Poderiam fazer uma tentativa. Fica a sugestão.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81764
De: Lúcio Data: Sex 12/8/2016 16:41:15
Cidade: M. Claros
Aleluia! Choveu em M. Claros, em pleno agosto. Chuva digna, chuva rara, chuva de esperar os Catopês, na semana que vem. Na parte leste da cidade, região do aeroporto, foi chuva grossa e durou cerca de 20 minutos. Chuva de enxurrada. O que está calcinado, esturricado, amanhã já será verde. Alvíssaras, portanto!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81763
De: O Tempo Data: Sex 12/8/2016 11:27:27
Cidade: Belo Horizonte
Idoso é executado ao tentar esconder dinheiro de ladrões durante roubo - Vítima de 79 anos queria esconder R$ 117 dentro de sofá; ninguém foi preso - Carolina Caetano - A Polícia Militar de Porteirinha, no Norte de Minas, está à procura de um ladrão que assassinou um idoso de 79 anos, na noite dessa quinta-feira (11), após a vítima tentar esconder R$ 117 durante um roubo.
De acordo com a corporação, o crime aconteceu em uma fazenda na zona rural da cidade no momento em que quatro pessoas estavam saindo do imóvel. Elas foram rendidas e levadas para dentro da residência novamente. Lá estavam o homem e uma mulher de 68 anos.
Agitada, a dupla anunciou o assalto e começou a pegar vários objetos e dinheiro. Durante a ação, um dos bandidos foi com um refém para outro cômodo da fazenda. O comparsa ficou na sala com as outras vítimas e percebeu que o idoso tentava esconder alguma coisa dentro do sofá.
O ladrão ordenou que ele parasse e fez ameças de morte. O homem, que não teve o nome divulgado, se recusou a parar e levou um tiro na cabeça. Ele morreu na hora e a quantia que tentava guardar foi encontrada em suas mãos.
Após o crime, os bandidos fugiram no carro da vítima e não foram mais vistos. Os outros reféns não ficaram feridos. O caso será investigado pela Polícia Civil e os homens podem responder por latrocínio, que roubo seguido de morte.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81762
De: Manoel Hygino Data: Sex 12/8/2016 11:13:14
Cidade: Belo Horizonte
O jogo dos bandidos

Hoje em Dia - Manoel Hygino

Seguem as disputas na Olimpíada de 2016, realizada no Brasil com muita honra e elevadíssimos custos. A imagem que corre lá fora, pelas televisões de todo o mundo, é de beleza incomum, a despeito de falhas, naturais em empreendimentos de tamanha grandeza.
Agosto, dos Jogos Olímpicos, é também o dos catopês, em Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, minha cidade natal. São espetáculos populares, incluídos entre as mais queridas tradições locais. As reportagens sobre estes eventos não aparecem, por motivos óbvios: há os maiores e mais relevantes, como se comprova.
Muitos milhares de agentes de seguranças se esmeram para garantir a boa ordem dos embates esportivos no Rio de Janeiro e para que o público, internacional, encontre a devida proteção e possa apreciar toda a beleza de uma cidade realmente maravilhosa, do ponto de vista da paisagem, embora delitos se registrem. Não se esperava outra coisa.
Nos pequenos burgos, porém, até em cidades de importância, a bandidagem aproveita a ensancha oportunosa. Caixas bancários são dinamitados, os pequenos comércios são alvo de reiterados assaltos, os crimes contra a vida se multiplicam. Nos grotões, o dispositivo policial, de um cabo e dois soldados, arrisca a vida para defender o patrimônio público e privado.
O tráfico desafia autoridades, o bem comum e a propriedade particular. Mortes que poderiam ser evitadas se sucedem, enquanto se multiplicam os assaltos a carros fortes, sem que sequer se saiba o volume do roubo.
No Rio Grande do Norte, mais de mil homens do Exército reforçam o patrulhamento ostensivo para “tentar” coibir os ataques por facções criminosas em Natal e cidades interioranas.
Em seguida, vieram os fuzileiros da Marinha. Na capital, o transporte coletivo está prejudicado, porque parte da frota foi destruída. Noites e madrugadas de terror causam inquietação e até pânico.
Curiosamente, o tumulto e novos crimes são dirigidos por bandidos da penitenciária de São Luís, por não concordarem com instalação de bloqueadores de celulares em presídios.
Eles seguem tomando conta.
Nordeste em chamas? A sede da Procuradoria da Fazenda nacional, em Recife, foi parcialmente destruída. Criminosos explodiram, pela madrugada, com um aparato poderoso, às instalações do órgão, entrando a Polícia Federal em ação. O terminal de autoatendimento foi aberto com explosivos.
Esta uma síntese da situação no país, enquanto se discute a continuação do processo de impedimento da presidente e se conferem os resultados da Olimpíada. A mídia apelidou a ação dos delinquentes de “a volta do cangaço”. É muito mais.
Os tempos de Virgulino, o Lampião, e seus companheiros de aventura no Nordeste ficaram mortos e sepultados de vez. As quadrilhas estão bem organizadas. Agora, existem mais rápidos e eficientes meios de destruição daquilo que pertence aos cidadãos e à sociedade. E há, também, muito mais estímulo, porque as drogas patrocinam e incentivam o crime. Além do mais, com celulares e outros instrumentos de comunicação, tudo se processa mais rápido e com eficácia.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81761
De: Polícia Militar Data: Sex 12/8/2016 09:42:50
Cidade: Montes Claros
Às 00h30 de hoje, 12Ago, a Polícia Militar prendeu um homem e apreendeu um adolescente por envolvimento em uma tentativa de homicídio ocorrido à rua C, no bairro Clarice Athayde Vieira que deixou ferida uma criança de 08 anos e seu pai, um homem de 39 anos. Conforme relatos de familiares de um menor de 14 anos, que supostamente era o alvo dos disparos, este encontrava-se na porta de sua residência quando foi surpreendido por dois infratores, que chegaram em uma biciclceta, sendo que eles teriam desembarcado do veículo, sacado uma arma de fogo e efetuado vários disparos em direção ao adolescente, que não foi atingido. Em virtude dos disparos, uma criança de 08 anos e seu pai, um homem de 39 anos, que se encontravam nas proximidades do local, foram alvejados. A criança, no abdôme, o pai no ombro. As vítimas foram encaminhadas por familiares ao hospital. Durante rastreamento na busca pela prisão dos responsáveis pelo crime, policiais militares depararam-se com D. M. L., de 19 anos que estava na companhia de um adolescente de 15 anos sendo que, ao perceberem a aproximação dos policiais, ambos tentaram empreender fuga, sendo capturados. Em conversa com os dois, eles apresentaram contradição sobre a sua localização no momento do crime e sobre o motivo da tentativa de fuga. Ambos foram reconhecidos pelo pai da criança como sendo os responsáveis pelo crime e, após isto, informaram onde teriam escondido a arma de fogo utilizada no delito, que foi localizada. Ainda segundo relatos de familiares do menor alvo dos disparos, tal tentativa de homicídio teria se dado em virtude do envolvimento do adolescente com o tráfico de drogas e crimes contra o patrimônio na região do bairro onde se deram os fatos. O adolescente, ao saber da prisão dos supostos autores da tentativa contra sua vida, fugiu, não sendo localizado. Diante dos fatos, o infrator foi preso, o menor em conflito com a lei apreendido, tendo sido ambos entregues à delegacia, junto à arma de fogo utilizada por eles.

***

O Tempo - Pai e filho de 8 anos levam tiros no lugar do vizinho em Montes Claros -
Alvo dos disparos era um adolescente de 14 anos; estado de saúde das vítimas não foi divulgado - CAROLINA CAETANO- Um homem de 39 anos e o filho, uma criança de 8, ficaram feridos depois que foram baleados, na madrugada desta sexta-feira (12), em Montes Claros, no Norte de Minas. Os tiros eram para o vizinho das vítimas, um adolescente de 14 anos, que teria envolvimento com o tráfico de drogas.
De acordo com a Polícia Militar, familiares do jovem contaram que ele estava na porta de casa, localizada na rua C, do bairro Clarice Athayde Vieira, quando os suspeitos chegaram em uma bicicleta e um deles desceu e começou a atirar. O alvo não foi atingido.
Já o homem foi baleado no ombro e o menino recebeu um tiro no abdômen. Eles foram socorridos por parentes e encaminhados a um hospital do município. O estado de saúde deles não foi divulgado. Durante rastreamento, um suspeito de 19 anos foi preso e um menor de 15 apreendido. Ao saber que a dupla havia sido detida, o menino de 14 anos fugiu de casa. O caso será investigado pela Polícia Civil.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81760
De: Manoel Hygino Data: Sex 12/8/2016 10:15:56
Cidade: Belo Horizonte
Em tempo de Olimpíadas

Manoel Hygino - Hoje em Dia

Estamos em plena Olimpíada e a referência nos remete ao verso do grande poeta baiano. Castro Alves dizia: “Estamos em pleno mar...” Na ocasião presente, as competições internacionais retratam a ilusão de antigos governantes deste país de que vivíamos no melhor dos mundos, como pensava Pangloss.
A Copa do Mundo constituiu um outro ato demagógico, demonstrador de que não devíamos alimentar a veleidade de sediar um campeonato daquela dimensão. Não revelaríamos o futebol anterior: de Pelé, Garrincha e outros craques, pondo-nos a nu, em 2016, com o placar negativo de sete gols diante da Alemanha.
O pior é que, desde o começo, os brasileiros tampouco depositaram absoluta confiança no êxito das Olimpíadas. O fracasso da Copa influiu negativamente nas expectativas dos brasileiros e de todos os que acompanham esporte. Em julho, 80% de pessoas aqui ouvidas disseram que os Jogos Olímpicos resultariam em prejuízo para o país, e não apenas esportivamente.
Especialistas em Saúde dos EUA aconselharam aos atletas que competissem nos jogos em que deveriam competir, em águas abertas, com a boca fechada. Isto porque, sete anos após o solene compromisso de limpar a baía de Guanabara, cientistas explicavam que o local estava ainda mais contaminado. O pediatra brasileiro Daniel Becker, ao “The New York Times”, declarou literalmente: “atletas estrangeiros vão nadar na merda humana sob risco de contágio de uma doença causada por todos estes organismos, especialmente um rotavirus que causa diarreia e vômitos. É triste, mas também preocupante”.
Não menos enfática foi a crítica da revista “The Economist”, da Inglaterra: o Rio de Janeiro está em decadência desde os anos 1960. Os jogos não vão mudar sua direção. Em 1960, a violência declinava, a economia nacional passava por um boom motivado em boa parte pela demanda por petróleo, através do pré-sal.
Neste agosto, a revista “New York”. Mostrou em colorida capa de cinco atletas em uma pista de corrida dos jogos, no Rio. Não buscavam o pódio, mas se salvar de um enxame de mosquitos da Zica
“O presidente do COI, Thomas Bach, declarou que o Brasil passa pela pior crise de sua história”: se o modelo resiste a testes de tensão, você vai perceber que é mais do que robusto. Vocês sabem a crise que o país está passando. Talvez seja a pior crise da história do Brasil. É uma crise que tem muitos desafios, como na área de saúde, na área ambiental também. Em todo lugar que olhamos vemos que há coisas faltando.
“A delegação de basquete masculino da China ficou presa em meio a um tiroteio próximo ao Complexo da Maré, ônibus que levava os atletas, a comissão técnica da seleção do país e jornalistas chineses havia acabado de sair do Aeroporto Internacional do Galeão quando passou pela troca de tiros que aconteceu entre as Linhas Vermelha e Amarela.” Não havia disputa de provas do gênero.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81759
De: Luiz Ortiga Data: Sex 12/8/2016 08:18:26
Cidade: Brasília
E-mail: ortigaluiz@ig.com.br
Montes Claros Confesso, na Praça de Esportes Vivi Alberto Sena A foto número 4.175, do acervo de Maria das Dores Gomes Guimarães, Dona Dorzinha apitetada, com Martinha Abreu e Carmen Netto, ambas esperando pelos respectivos namorados, é emblemática. Incontáveis vezes sentei-me naqueles degraus de escada vistos ao fundo, tendo acima uma espécie de portal com bougainvilles. (...)

A crônica acima, muito bem escrita pelo Sr. Alberto Sena, mexeu comigo. A Praça de Esportes de Montes Claros, tem um significado tão grande para aquela geração dos anos cinquenta, da qual fiz parte, tem um lugar reservado em nossos corações. Aqueles puros namoricos, mãos dadas nem pensar...Beijos. estavam muito longe da nossa coragem e respeito. O cenário sempre aquele jardim circular no centro da Praça de Esportes. Havia um caramanchão, formando um pórtico e uma escadaria onde sentavamo-nos e ali eram conversas infinitas e de uma pureza de puberdade. Quantas saudades nos trazem a Praça de Esportes que um prefeito sem coração teve a ideia de lotear. Suicídio político. Lembrar de Montes Claros nos tempos de ouro (vejam as medalhas ganhas nos campeonatos pelos nadadores da época). é incluir no contexto do passado a nossa Praça de Esportes, patrimônio dos nossos corações.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81758
De: Defesa Civil Data: Qui 11/8/2016 15:06:22
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
E-mail: defesacivilmoc@yahoo.com.br
Haverá detonação na Mina Expansão Boa Vista (LafargeHolcim), bancada 800, em 11/08/2016 às 16:00.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81757
De: Alberto Sena Data: Qui 11/8/2016 08:30:24
Cidade: Grão Mogol

Montes Claros

Confesso, na Praça de Esportes Vivi

Alberto Sena

A foto número 4.175, do acervo de Maria das Dores Gomes Guimarães, Dona Dorzinha apitetada, com Martinha Abreu e Carmen Netto, ambas esperando pelos respectivos namorados, é emblemática. Incontáveis vezes sentei-me naqueles degraus de escada vistos ao fundo, tendo acima uma espécie de portal com bougainvilles.
No imóvel visto ao fundo funcionou, na década de 50, uma rinha de galo, onde aves se esfolavam em meio aos gritos dos apostadores. Penas voavam e não raramente dos galináceos escorriam sangue e alguns que levavam a esporada fatal estrebuchavam ali mesmo para decepção do seu dono.
Até que um dia, já na década de 60, o então presidente da República, Jânio Quadros, empunhando a sua vassoura como emblema de campanha, mandou fechar todas as rinhas do País e proibiu, definitivamente, as brigas de galos. Essa proibição acabou sendo o maior feito dele, depois da renúncia malfadada, da qual o Brasil se ressente até hoje.
Aquela árvore imensa lá atrás – dê uma espiada na foto para apreciar – é uma pé de jambo vermelho. Ali na Praça de Esportes havia – não sei se ainda há – vários jambeiros vermelhos. Naquela época em Montes Claros, até parecia que só existia jambo vermelho. Foi muito depois, já longe, é que descobri a existência também de jambo amarelo, por sinal, muito mais saboroso do que o vermelho.
O gramado onde Martinha e Carmen sentadas esbanjam charme, era – não sei se ainda é – o que chamávamos de “pista”. Tinha o formato arredondado e era ali onde travávamos os maiores embates por meio de “peladas” que revelaram muitos craques.
Quase todas as tardes lá estavam jovens como eu disputando par ou ímpar para escolher os seus times. As peladas começavam por volta das 16h e iam até o Sol se pôr. Tinham o sabor de liberdade. Naquele tempo, as rivalidades praticamente não existiam ou pelo menos não se percebia como percebemos hoje em dia.
A “pista” servia para uma pá de atividades além da tradicional “pelada”. De manhã, debaixo do Sol ardente de Montes Claros, se podia arremessar tampas de cera Parquetina em partidas individuais e em duplas. E todo acontecimento cívico tinha ali uma atividade, que tanto podia ser um desfile de escolas ou disputa de corrida.
Naquele época, a Praça de Esportes era o centro do mundo. Não havia Automóvel Clube nem os outros clubes atuais, a não ser o Clube Montes Claros, na esquina das ruas Doutor Veloso e Presidente Vargas.
Então, tudo acontecia na Praça de Esportes. Próximo ao pé de jambo vermelho havia seis pilastras encimadas por um telhado onde se encontravam à disposição dos associados duas mesas oficiais de pingue-pongue. Era uma festa.
Havia quem, como eu, que era viciado em pingue-pongue. Disputas homéricas aconteciam. Cortadas zuniam para alegria dos que em volta das mesas assistiam os craques. Disputavam-se campeonatos de pingue-pongue. Nomes como Bichara, Zé Venâncio, João José, Jáder, entre outros, eram invejados na arte de “pingueponguear”.
Sem falar, claro, que a Praça de Esportes era o lugar mais procurado pelos namorados. Tanto é verdade que essas duas beldades da foto ali estavam à espera dos seus respectivos.
A Praça de Esportes ali está, como sempre esteve, mas perdeu o seu charme. Ao longo do tempo a sua magia desvaneceu-se e embora esteja aberta, funcionando, foi motivo de polêmica quando o então prefeito Luiz Tadeu Leite cismou de vender parte do terreno.
A Praça de Esportes deve continuar ali, integralmente. Precisava ser valorizada, incrementada, não para resgate do charme e da magia, mas como alternativa para muitos praticarem esportes.
Nada mais posso dizer, porque, afinal, saí de Montes Claros faz mais de 40 anos, mas Montes Claros nunca saiu de mim.
Então, esta é uma oportunidade para reafirmar: confesso que vivi intensamente em Montes Claros. E aproveito para fazer aqui a minha declaração de amor por essa cidade, onde está enterrado o meu umbigo. Onde fiz levas e mais levas de amigos.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81756
De: José Ponciano Neto Data: Qua 10/8/2016 23:04:40
Cidade: Montes Claros/MG  País: Brasil
Dona Dica: A literatura reserva coisas!

Às vezes o talento que conduz letras fica no anonimato até que o seu proprietário resolve testá-lo.
Assim está sendo com a Raimunda Silveira Souza, mais conhecida por “Dona Dica”.
- Fiquei sabendo que ela, face de um testemunho, resolveu relatar a sua experiência em um livro que será lançado em breve.
Esta "neófita" escritora Raimunda Silveira (Dica) está se revelando como a nossa poetisa Anna Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, conhecida como CORA CORALINA, que, no alto dos teus 76 anos - há 51 anos - lançou seu primeiro livro (1965), na oportunidade, o talento foi conhecido e admirado.
Dona Dica, pessoa simples, sem vaidades, casada com o ex- ferroviário Senhor “Zé Xila”, mãe de muitos filhos, netos e bisnetos no qual esta família mantém uma amizade de anos, e anos com meus pais – dos seus filhos, saliento o Jorge, meu contemporâneo e companheiro do time do “Ferró”.
Dona Dica passou por varias aprovações impostas por Deus, entre elas, a que mais doeu, foi à perda do seu filho, o engenheiro Hilton Jadir Silveira funcionário da Petrobrás ocorrida no acidente do avião da Air France quando seguia do Rio de janeiro para Paris em 2009 – seu corpo ainda jaz nas águas do Atlântico.
Abalada com o acontecimento, porém, crédula em Cristo, sofreu muito junto à família, mas, sem perder a fé. Hoje aos 80 anos lança seu livro narrando a sua experiência diante da visão que teve com o bondoso São Francisco de Assis nos momentos de enfermidade.
Tenho certeza que é um livro bem feito e, na ocasião do seu lançamento seus amigos; vizinhos e familiares, entre eles, seu famoso irmão serralheiro Ulisses Silveira e o sobrinho Coronel Franklin Silveira, sem dúvida lá estarão prestigiando este trabalho literário.
Com a sabedoria, fé e a perseverança que Dona Dica detém; outros livros virão. - Tenho certeza!

- "O saber a gente aprende com os mestres e os livros, a sabedoria, se aprende é com a vida e com os humildes" (Cora Coralina)


(*) José Ponciano Neto é membro do Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros -IHGMC e da Academia Maçônica de Letras do Norte de Minas -AMALENM
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81755
De: Polícia Militar Data: Ter 9/8/2016 11:01:21
Cidade: Montes Claros
A Polícia Militar foi acionada por volta de 3h30 de hoje (09) para uma ocorrência no Residencial
Monte Sião. Segundo informações preliminares, um policial militar da reserva foi abordado por 4 indivíduos que estavam num veículo Fiat Palio, sendo alvejado por um deles com disparos de arma de fogo. Segundo relatos de testemunha, os próprios autores, sendo um deles, o autor dos disparos, policial civil, teriam socorrido a vítima para o HPS. O militar não resistiu aos ferimentos e faleceu no Hospital.

***

Polícia Militar - 09/08/16 - 17h19 - Policiais Militares nesta data, 9, por volta das 03h20min, durante rastreamento em decorrência de ocorrência de furto consumado à residência deslocaram ao residencial Monte Sião, nesta cidade, na tentativa de localizar algum material, produto do furto.
Em outro veículo, um Fiat Pálio, cor prata, deslocaram um policial civil acompanhado de outros três amigos que, em solidariedade, auxiliavam nas buscas.
Decorrido algum tempo em rastreamento, a guarnição policial militar retornou à residência da vítima para demais providências, quando receberam informações que o policial civil, ao abordar um cidadão na rua nove, no Residencial Monte Sião, o cidadão, conforme o policial civil, teria tentado reagir, utilizando 01 (um) revólver, e teria sido vítima de 02 (dois) disparos, oriundos da arma do próprio policial civil; na sequência constatou tratar-se do policial militar, 2º Sgt PM I. M. B., pertencente ao Quadro de Praças da Reserva da Polícia Militar.
Segundo testemunha, a vítima teria acabado de deixá-la em casa e, ao adentrar, escutou tiros. Ao retornar, viu a vítima caída ao solo e um cidadão dizendo ser Policial, estando este acompanhado de outros 03 (três) cidadãos, presenciando quando estes, ao saberem que se tratava de um policial militar, colocaram-no no
automóvel em que estavam e deslocaram para um HPS, onde a vítima ficou sob cuidados médicos.
Após saírem do hospital deslocaram à Delegacia de Polícia conduzindo as armas, 01 (uma) pistola .40, marca Imbel, da carga da Polícia Civil, com 13 (treze) munições intactas; e 01 (um) revólver .38, marca Taurus, que estava com o policial militar, vítima, e comunicaram o fato ao Delegado de Plantão.
Perícia compareceu ao local, realizou os trabalhos de praxe e recolheu 02 (duas) cápsulas de pistola calibre .40. Posteriormente, foi comunicado pelo HPS que o policial militar não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito.

***

O Tempo - 10/08/16 - 13h11 - Em procura por suspeito, policial civil mata militar em Montes Claros - Militar desconfiado de abordagem, sacou sua arma, mas foi surpreendido pelo civil que atirou primeiro; vítima chegou a ser socorrida - NATHÁLIA LACERDA - O que pode ter sido uma falha na comunicação entre dois policiais à paisana – um civil e um militar – terminou em morte, na madrugada dessa terça-feira (9), em Montes Claros, na região Norte de Minas.
De acordo com a Polícia Militar (PM), o 2º sargento da reserva Ildenísio Meireles, de 49 anos, estava deixando uma mulher em casa, na rua Nove, no Residencial Monte Sião, por volta das 3h20 da madrugada, quando foi abordado por um policial civil – que não teve a identidade revelada. Desconfiado da aproximação, Meireles teria sacado sua arma, mas acabou levando dois tiros do policial civil, que se antecipou ao movimento. Ele foi socorrido pelo próprio autor dos disparos, mas não resistiu.
Ainda conforme a PM, o suspeito estava auxiliando alguns militares nas buscas por um autor de um furto na mesma região. Acompanhado de três amigos, o policial civil usou um carro particular modelo Fiat Palio de cor prata para o rastreamento do criminoso.
Durante o percurso, no entanto, ele teria abordado Meireles, que havia acabado de deixar uma amiga em casa. Aos militares, o policial civil contou que, sem se identificar, a vítima teria sacado um revólver calibre 38 e, antes que ele pudesse atirar, teria o acertado com dois tiros.
Conforme o boletim de ocorrência, a mulher já estava dentro de casa quando o crime aconteceu e apenas ouviu os disparos. Ao retornar ao portão, ela avistou Meireles caído ao chão.
Ao saberem que se tratava de um militar, o policial civil e os colegas dele teriam levado o 2º sargento para um hospital da cidade, onde veio a óbito. Antes de se aposentar, Meireles fazia parte da banda da PM.
Apresentação
Após deixar Meireles no hospital, o policial civil se apresentou na delegacia de plantão da cidade. O revólver da vítima e a arma dele, uma pistola .40, foram entregues à corporação para análise da perícia.
Segundo assessoria de imprensa da Polícia Civil, o suspeito foi ouvido e liberado. Não coube prisão em flagrante, pois o policial prestou socorro e se apresentou espontaneamente.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81754
De: Copasa Data: Seg 8/8/2016 16:59:30
Cidade: Montes Claros
Neste dia 09/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 09/08 às 08h do dia 09/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 1: De 08h do dia 09/08 às 00h do dia 10/08.
Bairros: São Jose, Alto São João, Vila Regina, Renascença, Conjuntos Habitacionais Tancredo Neves, Santa Cecília e floresta, Alice Maia, Vila Exposição, Centro, Todos os Santos I e II, Vila Anália, Novo Delfino, Belvedere Santo Antônio I e II, Jardim Olímpico, Conj. Havaí, Santos Reis, Vila São Francisco de Assis, Vila Antônio Narciso, Vila Nossa Senhora Aparecida, Vila Áurea, Santa Eugenia, Eldorado, Vila Castelo Branco, Jardim Alvorada, Vila Sumaré, Dr. Antônio Pimenta, Nossa Senhora de Fátima, Delfino Magalhães, Santa Rafaela, Vila Telma, Vila Sion, Alto Da Boa Vista, Conj. Habit. Jose Carlos de Lima, Dr. João Alves, Maria Cândida, Carmelo, Grande Independência e Adjacentes, Jardim São Geraldo II, Mangues, Condomínio Gran Royalle Pirâmide, Residencial Sul Ipês, Amazonas, Jardim Brasil.
REGIÃO 5: De 08h do dia 09/08 às 00h do dia 10/08.
Bairros: Morada do Sol, Santo Expedito, Cândida Câmara, Funcionários, Ibituruna, Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Luiz, Vila Santa Maria.

***

Neste dia 10/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 10/08 às 08h do dia 10/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 2: De 08h do dia 10/08 às 00h do dia 11/08
Bairros: Maracanã, Nossa Senhora das Graças, Conj. Habit. Jose Correia Machado, Ciro dos Anjos Conj. Habit. Joaquim Costa Vila Campos, D. Gregória Vila Atlântida, Bela Vista, Jardim Panorama I e II, Vila Oliveira, Barcelona Park, Nova Morada, Melo, Edgar Pereira, Vila João Gordo, Cintra, Roxo Verde, Vila Ipiranga, Bairro de Lurdes, Vera Cruz, Esplanada, Santa Laura, Interlagos Monte Alegre, Alcides Rabelo, Monte Carmelo, Santo Amaro, Conj. Habit. Alterosa II, Jardim Palmeiras, Santa Lucia I e II.
REGIÃO 4: De 08h do dia 10/08 às 00h do dia 11/08.
Bairros: Morrinhos, Morada Do Parque, Morada Da Serra, Jardim Liberdade, Augusta Mota, Parque Jardim Morada do Sol, Parte Alta Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Geraldo, Major Prates, Santa Rita I e II e Parte Alta Do Sumaré, São Judas I e II Vila Greicy, Ciro dos Anjos, Conj. Habitacional Joaquim Costa.

***

Neste dia 11/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 11/08 às 08h do dia 11/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 1: De 08h do dia 11/08 às 00h do dia 12/08.
Bairros: São Jose, Alto São João, Vila Regina, Renascença, Conjuntos Habitacionais Tancredo Neves, Santa Cecília e floresta, Alice Maia, Vila Exposição, Centro, Todos os Santos I e II, Vila Anália, Novo Delfino, Belvedere Santo Antônio I e II, Jardim Olímpico, Conj. Havaí, Santos Reis, Vila São Francisco de Assis, Vila Antônio Narciso, Vila Nossa Senhora Aparecida, Vila Áurea, Santa Eugenia, Eldorado, Vila Castelo Branco, Jardim Alvorada, Vila Sumaré, Dr. Antônio Pimenta, Nossa Senhora de Fátima, Delfino Magalhães, Santa Rafaela, Vila Telma, Vila Sion, Alto Da Boa Vista, Conj. Habit. Jose Carlos de Lima, Dr. João Alves, Maria Cândida, Carmelo, Grande Independência e Adjacentes, Jardim São Geraldo II, Mangues, Condomínio Gran Royalle Pirâmide, Residencial Sul Ipês, Amazonas, Jardim Brasil.
REGIÃO 5: De 08h do dia 11/08 às 00h do dia 12/08.
Bairros: Morada do Sol, Santo Expedito, Cândida Câmara, Funcionários, Ibituruna, Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Luiz, Vila Santa Maria.

***

Neste dia 12/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 12/08 às 08h do dia 12/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 2: De 08h do dia 12/08 às 00h do dia 13/08
Bairros: Maracanã, Nossa Senhora das Graças, Conj. Habit. Jose Correia Machado, Ciro dos Anjos Conj. Habit. Joaquim Costa Vila Campos, D. Gregória Vila Atlântida, Bela Vista, Jardim Panorama I e II, Vila Oliveira, Barcelona Park, Nova Morada, Melo, Edgar Pereira, Vila João Gordo, Cintra, Roxo Verde, Vila Ipiranga, Bairro de Lurdes, Vera Cruz, Esplanada, Santa Laura, Interlagos Monte Alegre, Alcides Rabelo, Monte Carmelo, Santo Amaro, Conj. Habit. Alterosa II, Jardim Palmeiras, Santa Lucia I e II.
REGIÃO 4: De 08h do dia 12/08 às 00h do dia 13/08.
Bairros: Morrinhos, Morada Do Parque, Morada Da Serra, Jardim Liberdade, Augusta Mota, Parque Jardim Morada do Sol, Parte Alta Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Geraldo, Major Prates, Santa Rita I e II e Parte Alta Do Sumaré, São Judas I e II Vila Greicy, Ciro dos Anjos, Conj. Habitacional Joaquim Costa.

***

Neste dia 13/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 13/08 às 08h do dia 13/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 1: De 08h do dia 13/08 às 00h do dia 14/08.
Bairros: São Jose, Alto São João, Vila Regina, Renascença, Conjuntos Habitacionais Tancredo Neves, Santa Cecília e floresta, Alice Maia, Vila Exposição, Centro, Todos os Santos I e II, Vila Anália, Novo Delfino, Belvedere Santo Antônio I e II, Jardim Olímpico, Conj. Havaí, Santos Reis, Vila São Francisco de Assis, Vila Antônio Narciso, Vila Nossa Senhora Aparecida, Vila Áurea, Santa Eugenia, Eldorado, Vila Castelo Branco, Jardim Alvorada, Vila Sumaré, Dr. Antônio Pimenta, Nossa Senhora de Fátima, Delfino Magalhães, Santa Rafaela, Vila Telma, Vila Sion, Alto Da Boa Vista, Conj. Habit. Jose Carlos de Lima, Dr. João Alves, Maria Cândida, Carmelo, Grande Independência e Adjacentes, Jardim São Geraldo II, Mangues, Condomínio Gran Royalle Pirâmide, Residencial Sul Ipês, Amazonas, Jardim Brasil.
REGIÃO 5: De 08h do dia 13/08 às 00h do dia 14/08.
Bairros: Morada do Sol, Santo Expedito, Cândida Câmara, Funcionários, Ibituruna, Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Luiz, Vila Santa Maria.

***

Neste dia 14/08/2016, serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 3: De 01h do dia 14/08 às 08h do dia 14/08.
Bairros: Parte alta Planalto, Universitário, Vilage do Lago II, Nova América, parte do Guarujá, parte alta do Bairro Jardim Primavera, Jardim Alegre.
REGIÃO 2: De 08h do dia 14/08 às 00h do dia 15/08
Bairros: Maracanã, Nossa Senhora das Graças, Conj. Habit. Jose Correia Machado, Ciro dos Anjos Conj. Habit. Joaquim Costa Vila Campos, D. Gregória Vila Atlântida, Bela Vista, Jardim Panorama I e II, Vila Oliveira, Barcelona Park, Nova Morada, Melo, Edgar Pereira, Vila João Gordo, Cintra, Roxo Verde, Vila Ipiranga, Bairro de Lurdes, Vera Cruz, Esplanada, Santa Laura, Interlagos Monte Alegre, Alcides Rabelo, Monte Carmelo, Santo Amaro, Conj. Habit. Alterosa II, Jardim Palmeiras, Santa Lucia I e II.
REGIÃO 4: De 08h do dia 14/08 às 00h do dia 15/08.
Bairros: Morrinhos, Morada Do Parque, Morada Da Serra, Jardim Liberdade, Augusta Mota, Parque Jardim Morada do Sol, Parte Alta Vila Guilhermina, Cidade Nova, Jardim São Geraldo, Major Prates, Santa Rita I e II e Parte Alta Do Sumaré, São Judas I e II Vila Greicy, Ciro dos Anjos, Conj. Habitacional Joaquim Costa.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81753
De: Polícia Militar Data: Seg 8/8/2016 11:32:15
Cidade: M. Claros
PM prende homem por tentativa de roubo a dois adolescentes que jogavam Pokemon Go, em M. Claros - No sábado (06), por volta de 16 horas, militares da Patrulha de Prevenção ao Homicídio, do 10º Batalhão de Polícia Militar, viram um homem tentando roubar os aparelhos de telefone celular de dois adolescentes, de 12 e 13 anos, que jogavam Pokémon GO na Avenida Geraldo Athayde, Bairro Raul José Pereira, em Montes Claros. O autor, de 18 anos, com a mão embaixo da camisa, simulava estar armado. Imediatamente, os policiais desembarcaram da viatura, dando ordem de parada a ele, que empreendeu fuga para o interior do Bairro Vera Cruz, em direção ao Aglomerado "Feijão Semeado". Porém, a Polícia Militar conseguiu alcançá-lo e realizar a prisão. O autor teria ameaçado atirar nos dois menores, caso não entregassem os aparelhos. Ele foi encaminhado à Delegacia de Plantão de Montes Claros. A Polícia Militar orienta os pais e responsáveis que mantenham a atenção redobrada para que os filhos não sofram nenhuma violência durante a brincadeira.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81752
De: Polícia Militar Data: Seg 8/8/2016 07:36:17
Cidade: Montes Claros
A Polícia Militar registrou por volta das 19h de ontem, na Av. Donato Quintino, bairro Cidade Nova em Montes Claros, no estacionamento de um Shopping, um acidente em um parque de diversões instalado no estacionamento.A PM foi acionada e segundo testemunhas, durante passeio no brinquedo conhecido por Minhocão, a estrutura apresentou defeito, vindo a parar bruscamente, vitimando algumas crianças. Uma criança de 3 anos teve quatro dentes quebrados; uma outra de 6 anos sofreu hematoma no nariz; uma menina de 5 anos sofreu hematoma no olho esquerdo e queixo; um menino de 8 anos queixava-se de dor no pescoço e na cabeça e uma mulher de 60 anos, que estava próxima ao brinquedo sofreu escoriações no queixo. As vítimas foram atendidas por um profissional de saúde do Shopping e pelo SAMU, sendo encaminhadas ao HPS Santa Casa. O perito compareceu ao local e realizou os procedimentos de praxe. Equipe do Corpo de Bombeiros Militar também esteve no local e o brinquedo foi interditado. O estabelecimento comercial apresentou alvará de funcionamento do Corpo de Bombeiros e Prefeitura

***

Estado de Minas - 07/08/2016 22:32 - Brinquedo tem falha mecânica e fere cinco crianças em parque de shopping em Montes Claros - Luiz Ribeiro/João Henrique do Vale - Um acidente com um brinquedo de um parque de diversão instalado em um shopping de Montes Claros, na Região Norte de Minas Gerais, deixou cinco crianças feridas na noite deste domingo. As vítimas foram socorridas por médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e foram levadas para um hospital da cidade. O Corpo de Bombeiros está no local para realizar uma vistoria. De acordo com a assessoria de imprensa do shopping, as documentações do parque de diversão estão em dia. A informação passada por funcionários é que o brinquedo descarrilou. Segundo informações do shopping, houve uma falha mecânica no brinquedo. As vítimas receberam os primeiros atendimentos ainda no local e depois foram levadas para uma unidade de saúde. Todas estavam conscientes. Uma das crianças perdeu quatro dentes e outra sofreu ferimentos no queixo.

***

O Tempo - 08/08/16 - 08h43 - Falha em `minhocão` deixa crianças feridas em parque de Montes Claros -
Por motivo desconhecido, brinquedo parou bruscamente e fez cinco vítimas - CAROLINA CAETANO -
Quatro crianças ficaram feridas depois que se acidentaram enquanto brincavam no “minhocão” de um parque de diversões de Montes Claros, no Norte de Minas, na noite desse domingo (7). Uma idosa, que estava próxima do equipamento, também se feriu.
De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o acidente aconteceu no estacionamento de um shopping localizado na avenida Donato Quintino, no bairro Cidade Nova.
Por motivo ainda não esclarecido, o brinquedo apresentou defeito e parou bruscamente. Uma criança de 3 anos teve quatro dentes quebrados, uma de cinco sofreu hematomas no queixo e no olho esquerdo, outra de 6 teve um hematoma no nariz e uma de 8 queixava-se de dores no pescoço. A mulher de 60 anos sofreu escoriações no queixo.

***

Hoje em Dia - 08/08/2016 - 09h19 - Descarrilamento de brinquedo deixa crianças feridas em shopping de Montes Claros - O descarrilamento de um brinquedo conhecido como "minhocão" deixou algumas crianças levemente feridas em Montes Claros, região Norte de Minas. O acidente, conforme o Corpo de Bombeiros, aconteceu por volta das 20h30 de domingo (7) em um parque de diversões instalado em um shopping.
De acordo com a corporação, o responsável pelo parque confirmou que uma peça do brinquedo se soltou, o que fez ele travar e frear bruscamente. As vítimas foram atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pelos próprios pais.
O parque tinha autorização para funcionar e apresentou Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). Mesmo assim, o proprietário foi orientado a fazer contato com o responsável técnico para acompanhar o conserto do brinquedo, que deverá ficará interditado até o fim manutenção.
Por estar com toda documentação em dia, os demais brinquedos foram liberados para funcionamento. A perícia compareceu ao local para investigar as causas do acidente.


***

Corpo de Bombeiros - Na noite deste domingo (7), por volta das 20h30min, uma equipe do Corpo de Bombeiros deslocou até o Shopping Montes Claros, onde segundo informações de testemunhas, algumas crianças se feriram levemente após o descarrilamento de um brinquedo conhecido como "minhocão". No local, não houve necessidade de atendimento as vítimas pelos Bombeiros, parte das crianças já haviam sido atendidas pelo SAMU e outras conduzidas ao hospital pelos próprios pais ou responsáveis. Segundo o responsável pelo parque, uma peça do brinquedo se soltou, vindo a travar e frear bruscamente, causando assim o acidente. Foi apresentado pelo parque o AVCB do local, que está de acordo as normas exigidas pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais. O proprietário foi orientado a realizar contato com o responsável técnico para acompanhar o conserto do brinquedo que deverá ficar interditado até sua manutenção. A perícia compareceu ao local para investigar as causas do acidente. Por estar com toda documentação em dia juntamente com o Corpo de Bombeiros, os demais brinquedos foram liberados para funcionamento.​
Os Parques de Diversões devem obrigatoriamente seguir regras de segurança, seus brinquedos devem passar por manutenções periódicas e inspeções diárias, além de seus funcionários serem devidamente qualificados para operá-los. E os consumidores deste entretenimento devem também ficar atentos a alguns cuidados, para que esse momento de lazer seja seguro, tais como: ficar atentos às informações que devem estar escritas na entrada dos equipamentos sobre condições e restrições de uso; observar as boas condições das instalações elétricas, se as saídas de emergência são desobstruídas, além de cumprir todos os procedimentos de segurança disponibilizados pelo Parque.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81751
De: Marcelo Eduardo Freitas Data: Sex 5/8/2016 21:14:45
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
E-mail: marcelo.mef@dpf.gov.br
*POBRES OU RICOS, O DIFERENCIAL ESTÁ NA EDUCAÇÃO!*

* Marcelo Eduardo Freitas

O padre e escritor Paulo Bazaglia, da arquidiocese de São Paulo, relata-nos que, certa feita, ouviu de alguém que um pessoa era tão pobre, mas tão pobre, que a única coisa que lhe restara em vida era “muito dinheiro”.
De fato, quem nunca se deparou com alguém que, não obstante mantenha um patrimônio material considerável, nutre uma vida de miséria? Sem sono, sem paz, sem amor! São pessoas que apresentam um caráter tão vil e uma alma tão pequena que não ultrapassam um “grão de mostarda”. Não sem razão, assim, o poeta grego Eurípedes afirmava que “há uma espécie de pobreza espiritual na riqueza que a torna semelhante à mais negra miséria”.
Do evangelho canônico de Lucas, 12, 15-17, se extrai que devemos tomar “cuidado contra todo tipo de ganância, por que, mesmo que alguém tenha muitas coisas, a vida de um homem não consiste na abundância de bens”. Percebe-se, destarte, que o cerne da altercação aqui proposta gira em torno dos conceitos de riqueza e pobreza, transcendendo, lado outro, a questão eminentemente tangível.
Não quero aqui travar uma discussão puritana sobre o tema, enfocando aspectos sobremaneira teológicos. Mas parafraseando David S. Landes, professor emérito da Universidade de Harvard, em sua obra A Riqueza e a Pobreza das Nações, aplicável plenamente a nós, seres humanos, por que alguns são tão ricos e outros tão pobres?
Num registo refulgente, David S. Landes nos apresenta explicações persuasivas, dignas de consignação nesse espaço: “O mundo está dividido em três espécies de nações: aquelas em que as pessoas gastam rios de dinheiro para não aumentar de peso, aquelas em que as pessoas comem para viver e aquelas em que as pessoas não sabem de onde virá a próxima refeição”. Se chegou até aqui, certamente você não se enquadra nesta última opção!
Estimado leitor, o Brasil superou, em parte, a extrema pobreza. São raros os casos de pessoas que morrem à mingua de alimentos. Lado outro, estamos extremamente distantes de alcançar a riqueza para o nosso povo, mormente em razão do nosso viciado e pútrido sistema político, agregado a uma corrupção institucionalizada, que retira das pessoas o acesso ao conhecimento, único mecanismo de efetiva “libertação”.
Os brasileiros, em geral, não conseguem participar das decisões políticas relevantes, ao menos de forma consciente. Permitem a perpetuação de práticas absolutamente reprováveis. À guisa de exemplos, citam-se os recorrentes casos de “detentores de poder” que, inobstante os sucessivos envolvimentos em escândalos, retornam ao comando dos “castelos”.
O Senador Cristóvam Buarque, certa feita, afirmou que “a pobreza de visão dos ricos impediu também de verem a riqueza que há na cabeça de um povo educado. Ao longo de toda a nossa história, os nossos ricos abandonaram a educação do povo, desviaram os recursos para criar a riqueza que seria só deles, e ficaram pobres: contratam trabalhadores com baixa produtividade, investem em modernos equipamentos e não encontram quem os saiba manejar, vivem rodeados de compatriotas que não sabem ler o mundo ao redor, não sabem mudar o mundo, não sabem construir um novo país que beneficie a todos. Muito mais ricos seriam os ricos se vivessem em uma sociedade onde todos fossem educados. Mas isso é esperar demais. Os ricos são tão pobres que não percebem a triste pobreza em que usufruem suas malditas riquezas".
Obviamente, não se pode generalizar situações. Mas, em função de seu histórico de colonização, desenvolvimento tardio e dependência financeira, além dos problemas internos, antigos e recentes, as classes dominantes de nosso país - isso nos parece um axioma - sempre se mantiveram no ápice da pirâmide econômica às custas da desgraça e da falta de educação de nosso povo.
É preciso, sob quaisquer aspectos que se busque enfrentar, alterar esse estado de coisas. Precisamos de mais pessoas que, não obstante a ausência transitória de recursos materiais, apresentem um razoável nível de consciência crítica. Em tempos de olimpíadas no Brasil, onde tudo parece festa, não é desarrozoado concluir com as palavras do cantor e compositor jamaicano Bob Marley: “É melhor atirar-se à luta em busca de dias melhores, mesmo correndo o risco de perder tudo, do que permanecer estático, como os pobres de espírito, que não lutam, mas também não vencem, que não conhecem a dor da derrota, nem a glória de ressurgir dos escombros. Esses pobres de espírito, ao final de sua jornada na Terra não agradecem a Deus por terem vivido, mas desculpam-se perante Ele, por terem apenas passado pela vida”. Uma vez mais, está chegando a hora de refazermos nossas lutas. O primeiro domingo de outubro parece ser uma boa data para a batalha. Está com medo de quê?

(*) Delegado de Polícia Federal e Professor da Academia Nacional de Polícia
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81750
De: José Ponciano Neto Data: Sex 5/8/2016 11:49:56
Cidade: Montes Claros-MG
Cristais / Divergências / Prisão O Rio Jequitinhonha maltratado pelas mineradoras que extraem de forma irregular, também é palco de divergências entre os garimpeiros.Ontem 04/08 por volta das 14:30 h eu estava em Itacambira quando várias viaturas da policia e do Corpo de bombeiros seguiram para Pedregulho perto de Caçaratiba, comunidade rural pertencente a Bocaiuva – MG (174 quilômetros da cidade sede) à beira do Jequitinhonha. A princípio uma denúncia de cáceres privado no interior de uma das Catas (tuneis para extração) por garimpeiros armados. Em pedregulho, como em outros garimpos, sempre há divergências entre os mineiros e garimpeiros na extração dos cristais e outras pedras preciosas; e ontem a operação dos policiais a prendeu vários quilos de cristais. Como sempre, o silêncio prevaleceu e somente três garimpeiros foram presos. - O Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), nada sabe. E nossas riquezas indo embora.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81749
De: Estado de Minas Data: Sex 5/8/2016 11:26:57
Cidade: Belo Horizonte
PSB de Montes Claros confirma candidatura à reeleição do prefeito afastado Ruy Muniz - Luiz Ribeiro - O prefeito afastado de Montes Claros, Ruy Muniz (PSB) teve a sua candidatura a um novo mandato oficializada em convenção do seu partido, nesta quinta-feira. Ele tem como candidato a vice o médico Danilo Fernando Narciso, do PMDB, sigla do prefeito em exercício José Vicente Medeiros, eleito vice-prefeito de Muniz. A coligação conta com 10 partidos, incluindo ainda: PSD, PTB, PTC, PRB, PPL , PMN, PHS e PRTB.
Ruy Muniz foi preso preventivamente pela Policia Federal em 18 de abril suspeito de prejudicar hospitais conveniados pelo SUS na cidade para favorecer o Hospital Mário Ribeiro, da entidade educacional da família dele. Em 10 de maio, a Justiça determinou o afastamento dele da chefia do Executivo municipal.
A partir de 16 de maio, Muniz cumpria prisão domiciliar, que foi revogada em plenário (4 votos a 1) pelo Tribunal Regional Federal da Primeira Região, de Brasilia, no último dia 27. Mas foi mantido o afastamento da prefeitura, determinado em outro processo, cujo recurso da defesa ainda não foi julgado. O prefeito afastado – e agora candidato – também cumpre medidas cautelares determinadas pela Justiça de não poder manter contato com servidores municipais nem entrar no prédio da prefeitura.
SURPRESA
Um fator que surpreendeu nos acordos em Montes Claros foi que o ex-deputado e ex-prefeito Jairo Ataíde (DEM), que havia declarado que iria concorrer novamente à prefeitura, recusou e se aproximou do ex-deputado Humberto Souto, que, nesta sexta-feira, oficializa sua candidatura a prefeito pelo PPS. Até então, Ataíde era declaradamente adversário ferrenho de Souto. Outro detalhe é que o PSDB e o DEM, liderados pelo ex-prefeito na cidade, até junho, faziam parte da administração municipal e agora vão apoiar um candidato da oposição, mesmo comportamento do PP e do PDT, siglas chefiadas no município, respectivamente, pelos deputados estaduais Gil Pereira e Carlos Pimenta.
DESISTÊNCIA Ainda em Montes Claros, o também ex-prefeito Athos Avelino (Rede) anunciou que não é mais candidato à prefeitura, alegando “motivos particulares e familiares”. Athos tinha feito um acordo com o PT para que o partido indicasse o seu companheiro de chapa. Com a desistência do ex-prefeito, o PT ficou a ver navios e tem até esta sexta-feira para decidir se consegue coligar com outro partido ou lançar um candidato próprio a prefeito.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81748
De: Harlen Soares Veloso Data: Qua 3/8/2016 14:50:21
Cidade: Montes Claros/MG
E-mail: harlensv@yahoo.com.br

(...) Recordar os antepassados é importante para preservar-lhes a memória e manter viva a força inspiradora de seus exemplos.Nesse 3 de agosto vem à lembrança que, no mesmo dia do ano de 1952, foi registrada uma dedicatória a meus bisavós no Livro dos Benfeitores do então Ginásio São José, dos Irmãos Maristas, atual Colégio Marista São José, de Montes Claros.Gregório Soares Caldeira (30/12/1891 – 26/10/1968), conhecido como ‘Soarinho’ (ou ‘Soarim’) era casado com Emerenciana Rodrigues Soares (? – 1980). São meus bisavós maternos, pais de meu avô Azamor. Durante certo tempo residiram na fazenda Decamão, em Juramento, depois fixando-se em Montes Claros.
A dedicatória em questão partiu da “Associação dos Amigos do Progresso” e deveu-se ao desprendimento do casal, que praticamente doou o terreno onde hoje se encontra o majestoso educandário, celeiro da formação de várias gerações que contribuíram para o engrandecimento de nossa cidade e região. São os seguintes os dizeres apostos na dedicatória:
“Ao venerando montesclarense Gregório Soares Caldeira e Exma. esposa Emerenciana Rodrigues Soares A Associação dos Amigos do Progresso de Montes Claros faltaria ao seu dever de gratidão se omitisse, neste momento festivo em que as obras do ginásio São José, dos Irmãos Maristas, caminha para a sua conclusão, pelo que, recebam esta homenagem singela porém nascida do desejo unânime dos associados para firmar no tempo a colaboração expressiva dos nobres montesclarenses que, efetuando uma venda por preços mínimos de terrenos de alto valor, tornou possível esta grande realização.
Em testemunho do que acima está expresso, juntamos dois exemplares da “gazeta do povo” que publicou a 6ª ata de gratidão, oferecida aos Beneméritos vendedores dos terrenos do patrimônio do ginásio.
Que esta visita histórica de 26-6-952 do nosso Bispo Dom Luiz Vitor Sartori, seja uma bênção de Deus para os estimados amigos e toda família. Montes Claros, 3-8-952.
Pela Associação dos Amigos do Progresso, Gentil Gonzaga, Tesoureiro”.
Soarinho também é reconhecido como benemérito da Sociedade São Vicente de Paulo, cuja sede no bairro São José também se encontra em terreno por ele doado. A referência que tenho do casal, pelo relato de meus familiares, é de que se tratava de pessoas de muita oração e caridade. Eram comuns as suas romarias a Bom Jesus da Lapa/BA e Aparecida do Norte/SP. Consta que eles faziam refeições para pessoas necessitadas, fato que, inclusive, marcou a festa de Bodas de Ouro do casal, em 1961.Que a grandeza de seus exemplos seja inspiradora para nós, seus descendentes, e a tantos outros que tiverem acesso a esse relato, que tenho a honra de publicar.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81746
De: Karla Data: Seg 1/8/2016 11:41:33
Cidade: povoado de Claraval-MG
Acidente deixa um morto e outros feridos,próximo a Comunidade de Claraval,neste dia 31/07. Devido as péssimas condições das nossas estrada,hj perdemos uma vida!e quantas mais serão preciso perder para que as nossas comunidades sejam vistas pelas autoridades! Meus sentimentos a família da vítima que Deus possa conforta-los.#luto.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 81745
De: Corpo de Bombeiros Data: Ter 2/8/2016 09:06:41
Cidade: Montes Claros
vítima de atropelamento – centro de montes claros/mg: uma guarnição de resgate deslocou-se até o centro de montes claros a fim de atender vítima de atropelamento. no local, tratava-se de três vítimas, sendo uma criança de apenas três anos e duas grávidas. a criança, do sexo feminino, consciente e confusa, foi atropelada e arrastada por quase 80 metros quando atravessava a rua próxima à praça de esportes, sofrendo vários ferimentos e um trauma crânio encefálico grave na região frontal, com perda da visão em ambos os olhos e com hemorragia abundante. a grávida que acompanhava a criança sentia muitas dores no abdomen e relatou que não estava sentindo movimentos do feto, além de escoriações pelo corpo. segundo informações de testemunhas o motorista do veículo, tentando evadir do local, atingiu um veículo, resultando em outra vítima, uma grávida que estava no interior do carro atingido, mas que não sofreu ferimentos aparentes, não sendo atendida pelo bombeiro.

***

Polícia Militar - A Polícia Militar registrou, às 18h28 de ontem, 01Ago, um atropelamento, à av. Alfredo Coutinho, no Centro, que deixou pessoas feridas e veículos danificados.
Policiais militares compareceram ao local dos fatos onde, segundo relatos de testemunhas, um veículo PARATI teria atropelado uma mulher grávida, de 29 anos e uma criança de 03 anos, mãe e filha, quando estas transitavam pela faixa de pedestre existente na avenida. Em decorrência do atropelamento, ambas as vítimas caíram no chão, sendo que a criança ficou presa ao carro e foi arrastada por certa distância. Ainda de acordo com testemunhas, o condutor do veículo PARATI, um homem de 64 anos, saiu do local sem prestar socorro às vítimas, que foram atendidas pelo Corpo de Bombeiros e encaminhadas ao hospital, onde ficaram sob cuidados médicos. Durante o percurso feito pelo veículo PARATI, após o atropelamento, este colidiu com outros 03 (três) veículos sendo que, em um deles, havia outra mulher grávida, de 22 anos, que sofreu uma lesão na perna e foi também encaminhada para o hospital. Em contato com o condutor do veículo PARATI, este relatou não se lembrar do ocorrido e, ainda, que não sabia onde estava, se encontrando confuso. O homem não apresentava sinais de embriaguez. No local do sinistro compareceu sua filha, que relatou que o pai sofre de síndrome epilética, o que poderia ter sido a causa do acidente.
Diante dos fatos, condutor do veículo PARATI foi preso e encaminhado à delegacia, para providências de polícia judiciária. O carro por ele conduzido foi autuado e removido ao pátio conveniado.

***

Estado de Minas - 2/08/2016 11:11 - Grávida e criança de 3 anos são atropeladas no centro de Montes Claros
Filha da mulher foi arrastada por 80 metros após ser atingida. Motorista ainda bateu em três veículos, ferindo uma outra grávida - Luiz Ribeiro - Uma criança de 3 anos e a mãe, de 29 - grávida de oito meses – foram atropeladas no Centro de Montes Claros, na noite de segunda-feira, quando atravessavam a faixa de pedestre. A criança foi arrastada por cerca de 80 metros e escapou. As vítimas foram socorridas e levadas para a Santa Casa de Montes Claros, onde permanecem internadas em quadro estável. Elas foram atropeladas por uma Parati, cujo motorista, de 64 anos, fugiu sem prestar socorro às vítimas e na sequência bateu em outros três veículos. Em um deles estava uma mulher de 22 anos, grávida de quatro meses, que também ficou ferida e foi encaminhada ao hospital. O motorista foi preso e, segundo a Policia Militar, ele não apresentava sinais de embriaguês. O homem alegou que não se lembrava de nada do que aconteceu, que “nem sabia onde estava” e se apresentava confuso. Uma filha dele compareceu ao local e relatou que o pai sofre de epilepsia, o que poderia ter sido a causa do acidente.
O atropelamento aconteceu na Avenida Alfredo Coutinho, próximo a um ponto de táxi, no fundo da Praça de Esportes, em um local muito movimentado. A jornalista Tátila Pimenta Brito estava em companhia da filha M. P. F, quando foi atropelada. Conforme testemunhas, a mãe ficou caída no chão e sofreu escoriações. Já a criança ficou presa ao carro e foi arrastada por cerca de 80 metros e teve trauma craniano.
O motorista da Parati se envolveu em outro acidente, batendo em três veículos, na Avenida Oswaldo Cruz, do outro lado da Praça de Esportes, onde foi localizado e preso pela Policia Militar.
Mãe e filha permanecem internadas na Santa Casa de Montes Claros. Na manhã desta terça-feira, a assessoria do hospital informou que a criança passou por cirurgia e o quadro é estável. Ainda conforme a assessoria, a jornalista grávida vitima no acidente também passa bem, assim como o bebê.

***

Estado de Minas - 02/08/2016 16:05 - Câmeras de segurança flagram carro arrastando criança em Montes Claros
A garota de 3 anos estava junto com a mãe quando foi atingida por um carro. O motorista tentou fugir, foi detido e acabou solto depois de prestar depoimento - João Henrique do Vale , Luiz Ribeiro - Imagens de câmeras de segurança de uma loja flagraram o momento em que uma criança de 3 anos e a mãe, dela de 29 - grávida de oito meses – foram atropeladas no Centro de Montes Claros, Região Norte de Minas Gerais, na noite de segunda-feira. As duas atravessavam a faixa de pedestres quando foram atingidas. A criança foi arrastada por cerca de 80 metros embaixo do veículo.
O vídeo mostra o desespero de pessoas que flagraram o acidente. O motorista foi ouvido e liberado na manhã desta terça-feira, depois de prestar depoimento. As vítimas seguem internadas na Santa Casa da cidade. A situação delas é estável, segundo o hospital.
O atropelamento aconteceu na Avenida Alfredo Coutinho, próximo a um ponto de táxi e à Praça de Esportes, local bastante movimentado. A jornalista Tátila Pimenta Brito e a filha filha M. P. F, inciaram a travessia da via. Quando já estavam próximo a calçada, uma Parati preta, na última faixa, atingiu as duas, que estavam na faixa de pedestre. Uma terceira pessoa, que estava ao lado da mãe e filha, conseguiu escapar por pouco.
Depois de ser atingida, a jornalista caiu na rua e tentou se levantar por duas vezes para correr atrás do carro, pois a filha havia ficado presa embaixo do carro sendo arrastada por aproximadamente 80 metros. Algumas pessoas que presenciaram a cena aparecem com as mãos na cabeça, sem acreditar no que viam.
As vítimas foram socorridas e levadas para a Santa Casa de Montes Claros, onde permanecem internadas. Na manhã desta terça-feira, a assessoria do hospital informou que a criança passou por cirurgia e seu quadro é estável. Ainda conforme a assessoria, a jornalista grávida vitima no acidente também passa bem, assim como o bebê.
O motorista, identificado como Julião Dias dos Reis, de 64 anos, fugiu sem prestar socorro às vítimas e na sequência bateu em outros três veículos. Uma testemunha informou que o homem teria sofrido uma tentativa de linchamento por populares que presenciaram o acidente, mas a Polícia Militar (PM) evitou a agressão. Em depoimento, o condutor alegou que sofre de epilepsia e que na hora do acidente perdeu a consciência e não se lembra de nada. Após ser ouvido, foi liberado.
A Policia Civil informou que, tendo em vista o que determina Código Brasileiro de Trânsito (CTB), como não houve morte, o autor não pode ser autuado em flagrante. Neste caso, para ser aberto inquérito contra a ele, a família das vítmas deve representar contra autor, por lesão corporal.
O motorista deverá, ainda, responder processo administrativo que vai determinar se a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) será cassada ou suspensa. O professor Wendell Brito, companheiro da professora, disse que a família estuda a possibilidade de entrar com representação contra o condutor. "Ainda vamos consultar um advogado a fim de certificar qual providencia vamos tomar", disse.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Página Anterior >>>

Abra aqui as mensagens anteriores:


Voltar à Página Inicial

 






Um olhar de Montes Claros sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros


Clique e acesse nosso Twitter
Siga o montesclaros.com


Últimas Notícias

29/08/16 - 14h
Economistas elevam projeção de inflação e vê crescimento maior do PIB em 2017

29/08/16 - 13h
Polícia Civil de Goiás abre concurso com 500 vagas para agente e escrivão com inscrições até quarta-feira

29/08/16 - 12h
No vai e vem da previsão, meteorologia volta a ver chances de chuva em M. Claros dia 1º de setembro; chance é de 60% de chover 5mm

29/08/16 - 11h
Robinho, do Cruzeiro, comemora gol diante do Santa Cruz e já pensa na Copa do Brasil

29/08/16 - 10h49
"Esta foto da Praça de Esportes de Montes Claros é importante. Muito. Para mim e para várias gerações que me antecederam ou vieram depois da minha"

29/08/16 - 10h
Manchetes dos jornais: “Receita aponta desvio e tira isenção do Instituto Lula” - “Último discurso de Dilma será em tom emocional” - “Senadores prometem revide se Dilma falar em ‘golpe’”

29/08/16 - 9h
Chegavam de festa, às 5h30m, e foram obrigados por assaltantes a entregar o carro, na porta de casa

29/08/16 - 8h
Quem passou por perícia de revisão há 2 anos está fora do pente-fino no INSS; número pode chegar a 285 mil

29/08/16 - 7h
Com Lula ouvindo, Dilma apresenta sua defesa no processo de impeachment, daqui a pouco


28/08/16 - 9h50
"...a cada dois anos nos deparamos com as nada agradáveis propagandas partidárias, seja no rádio, na televisão ou, doravante, na internet, mormente nas mídias sociais. São candidatos segurando criancinhas no colo, tomando o famoso..."


27/08/16 - 18h
Cruzeiro confirma goleiro Rafael como titular contra o Santa Cruz, amanhã, no Mineirão

27/08/16 - 17h
Preço do feijão diminui, mas não compensa alta de 150% acumulada de janeiro a julho

27/08/16 - 16h
Técnico do Atlético confirma Douglas Santos e Rafael Carioca contra o Grêmio, amanhã, pelo Brasileirão

27/08/16 - 15h
Pesquisa aponta queda no número de plásticas no Brasil, mas País ainda é 2º em ranking mundial

27/08/16 - 14h
Brasileirão tem jogos hoje, amanhã e segunda-feira pela 22ª rodada

27/08/16 - 13h
Manchetes dos jornais: “Briga entre Renan e petistas agrava a tensão no Senado” - “Lula e Marisa são indiciados por corrupção em caso de triplex” - “Impeachment fecha o tempo no Senado”

27/08/16 - 12h
Temperatura mínima estaciona nos 17/18 graus e máxima atinge os 32 nos últimos dias de agosto

27/08/16 - 11h30
Paulistano que trocar carro ou ônibus por bicicleta vai receber recompensa em créditos

27/08/16 - 11h
Gabigol acerta sua contratação com a Inter de Milão por 101 milhões de reais

27/08/16 - 10h
STJ decide que cobrança de taxa é abusiva e construtora terá de devolver dinheiro cobrado a mais na compra de imóvel

27/08/16 - 9h
INSS agora estipula alta programada para o auxílio-doença e dispensa o 2º exame

27/08/16 - 8h
Todo sangue doado nos Estados Unidos será testado para o vírus zica, recomenda FDA

27/08/16 - 7h
Senado entra no 3º dia do julgamento e ouve hoje últimas testemunhas da defesa


26/08/16 - 18h
Pesquisa aponta redução no uso de camisinha por jovens do 9º ano escolar

26/08/16 - 17h
Mano confirma titulares e escala Rafael no gol do Cruzeiro, domingo, contra o Santa Cruz

26/08/16 - 16h
Segurado do INSS será convocado para nova perícia por carta simples

26/08/16 - 15h
ONS garante que conta de luz não terá tarifa extra em setembro

26/08/16 - 14h
Aumenta no Brasil acesso de jovens a álcool e drogas, revela o IBGE

26/08/16 - 13h
Tarifas bancárias registram aumento acima da inflação; índice foi de 11,5% nos últimos 12 meses

26/08/16 - 12h
Menor temperatura noturna em M. Claros já vai para os 20 graus; chuva do começo de setembro evanesceu, sumiu

26/08/16 - 11h
Os assaltos. Rapaz leva tiro para não entregar celular, perto do Ginásio Poliesportivo. Ainda à tarde, ladrões armados atacaram loja de construção

26/08/16 - 10h
Atlético não divulga resultados de exames e jogadores machucados seguem como dúvida

26/08/16 - 9h
Manchetes dos jornais: “Começo do julgamento de Dilma tem brigas e baixaria” - “Julgamento de Dilma começa com guerra contra testemunhas” - “Supremo libera a participação de nanicos em debate”

26/08/16 - 8h
Propaganda eleitoral no rádio e na TV começa hoje e vai até 29 de setembro

26/08/16 - 7h
Brasil perdeu 94,7 mil empregos em julho; em 12 meses, foram 1,7 milhão de empregos


25/08/16 - 18h
Vírus H1N1 já matou 1.775 pessoas este ano no Brasil, segundo o Ministério da Saúde

25/08/16 - 17h
Juro do cheque bate recorde de 318% em julho; já o do cartão soma 470% ao ano

25/08/16 - 16h
Federação de Canoagem corta prova dos 200 metros e Isaquias não poderá repetir 3 medalhas na Olimpíada de Tóquio

25/08/16 - 15h
Preço do gás de cozinha vai subir 10% a partir de setembro em todo o Brasil

25/08/16 - 14h
Manchetes dos jornais: “Julgamento final começa, e Temer já prepara posse” - “Senado começa a julgar hoje segundo presidente em 24 anos” - “Aprovados reajuste de 7,5% na aposentadoria e mínimo de R$ 946”

25/08/16 - 13h
Temperaturas acima de 30 graus e chance de chuva em M. Claros no começo de setembro – é a previsão da meteorologia, hoje

25/08/16 - 12h
Machucado, Rafael Carioca pode ser desfalque para o Galo e para a seleção brasileira

25/08/16 - 11h27
"A todos, o nosso sincero agradecimento e parabenização, por esse sério trabalho de utilidade pública"

25/08/16 - 11h
Os assaltos. Mais uma clínica médica atacada no centro de Montes Claros. Coronhada no Bairro Monte Carmelo

25/08/16 - 10h
Mercedes promete 100 mil reais a quem aceitar demissão voluntária

25/08/16 - 9h
Aposentadorias, em 2017, ficarão entre o mínimo de 946 reais e o máximo de 5. 579; aumento aprovado foi de 7,5%

25/08/16 - 8h
Julgamento do impeachment começará daqui a pouco; testemunhas estão confinadas em hotel de Brasília

25/08/16 - 7h
Sobe para 247 o número de mortos no terremoto na Itália, com 60 réplicas em 4 horas; 350 pessoas ficaram feridas e milhares passaram a noite nas ruas


24/08/16 - 18h
Oitavas da Copa do Brasil começam hoje para o Galo; adversário é a Ponte Preta

24/08/16 - 17h
58 milhões de reais, hoje, para quem acertar a Mega-Sena acumulada. (Um ganhou com os números 23 - 24 - 32 - 38 - 40 e 41)

24/08/16 - 16h
Cruzeiro quer sequência de vitórias para melhorar posição no Brasileirão

24/08/16 - 15h
INSS pode cancelar na hora aposentadoria por invalidez ou auxílio-doença concedido pela Justiça

24/08/16 - 14h
Autorizada a nomeação de 600 aprovados em concurso do IBGE com vagas em Minas

24/08/16 - 13h
1ª parcela do 13º dos aposentados começa a ser paga amanhã; 2ª parcela, em 24 de novembro

24/08/16 - 12h
Manchetes dos jornais: “Ministro do STF defende freio à Lava Jato; procurador reage” - “Reajuste do STF ameaça dividir aliados de Temer” - “INSS calcula corte de 16 mil benefícios em Minas”

24/08/16 - 11h
Temperatura não cai, como anunciou a meteorologia, que agora antevê chuva de 29mm dia 1º de setembro

24/08/16 - 10h
Atlético disputará hoje 1º jogo contra a Ponte Preta pelas oitavas da Copa do Brasil

24/08/16 - 9h
INSS pode acabar com mais de 16 mil aposentadorias por invalidez e auxílios-doença em Minas

24/08/16 - 8h
Aprovado pelo Congresso texto-base da lei que limita o aumento dos gastos públicos em 2017

24/08/16 - 7h
Terremoto de 6,2 graus atinge a região de São Francisco, na Itália, e deixa pelo menos 159 mortos; tremor foi sentido em Roma e poupou Assis


23/08/16 - 18h
Aeronáutica tem 149 vagas para formar sargentos; inscrição para exame vai até quinta-feira

23/08/16 - 17h
Condenado à morte, por matar e estuprar, escapa por não ter veias úteis ao coquetel mortal; agora, quer evitar nova execução

23/08/16 - 16h
Volante volta a treinar e Cruzeiro inicia preparação para jogo contra o Santa Cruz

23/08/16 - 15h
Caixa deixa de cobrar de mutuário juros em obra atrasada há mais de 6 meses

23/08/16 - 14h
Atlético aguarda resposta da CBF sobre adiamento de jogo contra o Vitória

23/08/16 - 13h
Manchetes dos jornais: “Sob pressão do STF, Janot rompe acordo de delação com OAS” - “Após críticas, Temer recua e adia reajuste de servidor” - “Negociação da dívida pode trazer alívio aos Estados, mas compromete ajuste”

23/08/16 - 12h30
Sentença cassa 10 de 13 vereadores: "...determinou também a cassação do mandato de dez dos vereadores e a suspensão de seus direitos políticos por 8 anos. Por fim, foi determinada a nulidade de uma portaria e de duas leis municipais aprovadas por eles"

23/08/16 - 12h
Chuva anunciada ontem em M. Claros não passou de pingos; hoje, meteorologia vê temperaturas caindo, de 30 graus para 25, amanhã

23/08/16 - 11h
Microcefalia por zika atinge 17 países; Brasil lidera número de casos

23/08/16 - 10h
Ladrões armados atacam clínica perto da Santa Casa, por volta do meio-dia; na Vila Anália, feriram funcionária de supermercado, com faca, e deram tiro

23/08/16 - 9h
Fiat dá licença remunerada, de 10 dias, a 4 mil trabalhadores em Betim; Volks está com produção suspensa

23/08/16 - 8h
Medo de morrer na Etiópia faz maratonista pedir asilo ao Brasil; nadador Ryan perde patrocinadores

23/08/16 - 7h
Congresso diz à Organização dos Estados Americanos que não há ilegalidade no impeachment de Dilma


22/08/16 - 18h
Avaliado em 361 milhões de reais, Neymar é o jogador mais valioso das Olimpíadas do Rio

22/08/16 - 17h
Aberta até quarta-feira inscrição para preencher 120 vagas de oficiais da PM em Minas, com salários de 5.769 reais

22/08/16 - 16h38
"...nele vem nomes de pessoas da turma, como os irmãos Ricardo e Fernando Deusdará, Virgínia Barbosa, Saulo Wanderley, Marco Antônio Rocha, Oselita Barbosa, Antonilda Canela. Lembro-me, inclusive, de..."

22/08/16 - 16h
Em 6º jogo às 11h, técnico do Atlético critica horário da manhã e o acha “sacrificante”

22/08/16 - 15h
Vitória sobre o Figueirense tira o Cruzeiro da zona de rebaixamento; Raposa completa 4 jogos sem derrota

22/08/16 - 14h
Manchetes dos jornais: “Brasil celebra sucessos dos Jogos, mas não bate meta” - “Um Rio que passou na olimpíada” - “Brasil garante 7 ouros e faz melhor campanha da história”

22/08/16 - 13h
Torcedor acusa Murilo Rosa de vender ingressos falsos para jogo do Brasil; ator diz que foi enganado e devolveu o dinheiro



OUÇA E VEJA A 98 FM
Todos direitos pertecentes a Rádio Montes Claros 98,9 FM. O material desta página
não pode ser publicado, transmitido por broadcasting, reescrito ou distribuído
sem prévia autorização