Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 22 - quarta-feira, 8 de dezembro de 2021

Comércio de Minas avalia, e espera: "...a média de desconto praticado pelo comércio do Estado será de até 50% e o gasto médio das famílias ficará em torno de R$ 560"

Quarta 24/11/21 - 13h03

Divulgação do Mart Minas:



Itens de primeira necessidade, como alimentos e produtos de limpeza e higiene pessoal, estão na lista dos consumidores que têm a intenção de aproveitar os descontos praticados na Black Friday de 2021. Em um cenário de recuperação lenta da economia e inflação alta, os supermercados estão otimistas com a tendência de compras de básicos e apostam na mais importante data para o comércio para alavancar as vendas.

Economistas asseguram que os brasileiros estão mais cautelosos em relação ao consumo. A inflação na casa dos 10,25% reduziu o poder de compra da população que tenderá a aproveitar as promoções da Black Friday para priorizar produtos necessários para o dia a dia.

De olho nesse quadro, os supermercados estão planejando promoções para a Black Friday. As ações pretendem incluir itens alimentares, bebidas, produtos de limpeza, cuidado pessoal e higiene com descontos imperdíveis. No Mart Minas, as ofertas para atacado e varejo serão válidas ente os dias 26,27 e 28 deste mês.

“Os supermercados estão se empenhando nas promoções para oportunizar aos clientes bons descontos na Black Friday”, sustentou Filipe Martins, diretor comercial/marketing da Mart Minas, uma das principais cadeias de atacado e varejo do país. Acrescentou que as 48 lojas da rede estão preparadas para receber os clientes que querem aproveitar as ofertas não só de itens básicos mas também já garantir o estoque de produtos para o final de ano.

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais informa que 30% do setor varejista mineiro participa da Black Friday. De acordo com o economista-chefe da Fecomércio-MG, Guilherme Almeida, a média de desconto praticado pelo comércio do Estado será de até 50% e o gasto médio das famílias ficará em torno de R$ 560.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais