Um olhar sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros
(38) 3229-9800
 
Conheça-nos
Principal
Mural
Classificados
Eu te procuro
Clamor & Broncas
Agenda
Músicas de M. Claros
Hoje na história
 de M. Claros
Montes Claros
 era assim...
História
Central de Caronas
Memorial de
 João Chaves
Memorial de
 Fialho Pacheco
Reportagens
Concursos
Colunistas Convidados
Notícias por e-mail
Notícias no seu site
Adicione nos favoritos
Fale conosco
 
Anuncie na 98 FM
Ouça e veja a 98 FM
Conheça a 98 FM
Chat(Bate-Papo)
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 98
Anúncios no ar
Previsão do tempo
 
Anuncie na 93 FM
Ouça a 93 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 93
Publicidade
 
Alberto Sena
Augusto Vieira
Avay Miranda
Carmen Netto
Dário Cotrim
Davidson Caldeira
Efemérides - Nelson Vianna
Enoque Alves
Flavio Pinto
Genival Tourinho
Gustavo Mameluque
Haroldo Lívio
Haroldo Santos
Haroldo Tourinho Filho
Hoje em Dia
Iara Tribuzzi
Isaias Caldeira
João Carlos Sobreira
Jorge Silveira
José Ponciano Neto
José Prates
Luiz de Paula
Luiz Ortiga
Manoel Hygino
Marcelo Eduardo Freitas
Marden Carvalho
Maria Ribeiro Pires
Mário Genival Tourinho
Oswaldo Antunes
Paulo Braga
Paulo Narciso
Petronio Braz
Raphael Reys
Raquel Chaves
Roberto Elísio
Ruth Tupinambá
Ruth Tupinambá Graça
Saulo
Ucho Ribeiro
Virginia de Paula
Waldyr Senna
Wanderlino Arruda
Web - Chorografia
Web Outros
Yvonne Silveira
 
Atuais
Panorâmicas
Antigas
Pinturas
Catopês
Obtidas por satélite
No Tempo de Lazinho
Estrada Real Sertão
Mapa de M. Claros
 
Detran
Lista telefônica
Guia de Mapa
 

7/4/2014 - Os 2 tremores de terra em M. Claros, no domingo 6 de abril, de 3,9 e 3,8 graus, sinalizam que a atividade sísmica no município está:

»Aumentando
»Diminuindo
»Estável
»Tende a regredir
»Tende a progredir

» Ver resultados «




Buscar no Site


Busca no



 
 



Jornalismo exercido pela própria população



Deixe sua notícia neste Mural, clique aqui para enviar.
(Seja objetivo e escreva no menor espaço possível. Se preferir, coloque seu e-mail; se desejar, coloque também endereço e telefone. As mensagens - preferencialmente de inspiração noticiosa - serão publicadas a critério da redação. Textos que ferem as leis serão sumariamente descartados, assim como mensagens agressivas ou que pretendam apenas criar polêmica e discussão estéril.Pede-se, com empenho, que as mensagens não sejam redigidas em letra de caixa-alta (letras maiúsculas), que em linguagem de internet equivalem a falar gritando. As mensagens aqui postadas não representam a opinião do montesclaros.com; a responsabilidade pertence ao autor da mensagem).



Ir para mensagem N°:
Por data:

Mensagem N° 61538
De: ricardo Data: Ter 21/9/2010 13:51:12
Cidade: montesclaros
E-mail: ricardo_da_vila@yahoo.com.br
quiria saber porque qui o povo ta distruino a serra aqui de perto e eles so trabalia dinoite na serra e feriado e esplode bomba tem muito barulio E aqui perto da vila olivera!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61534
De: Mário Lúcio Caldeira de Faria Data: Ter 21/9/2010 12:27:40
Cidade: Montes Claros(MG)
E-mail: mlcfaria@uai.com.br
Não bastassem as inúmeras reclamações da papulação sobre os altos sons produzidos em barzinhos, carrinhos de som nas ruas da cidade, alaridos nas portas do comércio, que infernizam a vida da população, agora qualquer lugar de área residencial serve para as pessoas instalarem seus comércios. Alguns colocam suas barracas no meio do passeio público para vender suas mercadorias, oficinas de carros e motos vem usando a mesma estratégia para atenderem seus clientes, obrigando os pedestres a andarem no meio da rua, colocando em risco suas vidas. Tornou-se comum aqui em Montes Claros, esses "mini-empresários" instalarem suas atividades profissionais em plena área residencial. São serralheirias instalandas juntas à moradias tirando o silêncio sagrado e imperioso das pessoas, pois, esses serralheiros trabalham até altas horas da noite incomodando o sono sagrado daqueles que tem de estar de pé no outro dia cedo, seja para ir trabalharem ou mandarem seus filhos para a escola. Devido ao barulho que pertuba o sono das pessoas, consequentemente, elas produzem menos no trabalho e as crianças se cansam facilmente nas escolas atrapalhando o aprenizado. (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61532
De: Salles Data: Ter 21/9/2010 11:11:56
Cidade: Brasília DF
Os políticos, especialmente os pré-definidos como "ficha-suja, estão com o coração na mão. A menos de duas semanas das eleições, eles não sabem se efetivamente concorrem aos votos. Amanhã, já tarde demais, o Supremo Tribunal Federal, ao julgar recurso extraordinário do ficha-suja Joaquim Roriz, decidirá se a lei vai mesmo valer. Pelas contas disponíveis, o Supremo está rachado ao meio quanto a duas questões fundamentais. A anualidade da lei e sua retroatividade. Pode dar qualquer coisa, dizem os especialistas - alarmados com uma decisão tão importante a poucas horas das eleições. Os políticos então, muitos deles nem dormem. Anualidade, significa que uma lei não pode entrar em vigor no ano em que foi aprovada; retroatividade, outra palavra complicada, significa que lei só retroage para beneficiar. São as questões que tiram o fôlego dos políticos, em especial dos já definidos como "ficha-suja" pelos tribunais abaixo do Supremo.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61530
De: Joaquim Pereira de Souza Data: Ter 21/9/2010 09:31:43
Cidade: Montes Claros
Para Paulo Guimarães:Infelizmente não será o Parque da Lapa Grande que irá conter o avanço da Pedreira que corrói a serra dos Montes Claros. O Parque começa exatamente onde termina os limites da pedreira e a mesma tem Licença ambiental para exploração (Como consegue?). Seria o caso da Secretaria de Meio Ambiente (que nem o som consegue deter...) caçar a licença? Ou também não é de sua competência?
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61529
De: Paulo Guimarães Data: Ter 21/9/2010 09:06:28
Cidade: Montes Claros
Muito se fala de que a criação do Parque da Lapa Grande, do outro lado da serra dos Montes Claros, irá criar muitos ônus para a cidade, inclusive com o aumento dos impostos. São informações ainda imprecisas, mas que preocupam pela oneração de uma população já sacrificada por tantos impostos e taxas. (A última delas veio escondida no trabalho meritório que secularmente prestam os bombeiros, na salvação de vidas. Criaram taxa usando a imagem do serviço.) Pois bem. A criação do Parque Estadual da Lapa Grande - até aqui não foi capaz de deter a destruição da nossa serra. Todo dia, pela manhã, como acontece agora, é possível ver a fumaça e a poeira branca levantadas pela explosão de novas cargas de dinamite. Assim é há cerca de 60 anos. E nada, até aqui, foi capaz de deter a destruição. Será se a criação do Parque, com sua legislação específica, pode prestar este serviço a todos nós, que dia a dia vimos consumir a serra a detonos de dinamite? Será se a área de proteção, de amortecimento, sei lá de que, não vale para deter as explosões que ocorrem a mais de meio século, na frente de toda a cidade, tendo todos nós por testemunhas dia apos dia??
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61528
De: Aquiles Data: Ter 21/9/2010 08:20:07
Cidade: Montes Claros
Bem, o dia veio nublado em M. Claros - mais de ventos do que de chuva. E não existe mais a previsão de chuva para o Dia de S. Miguel, em 29 de setembro. A chuva ficou para o dia seguinte. Vou consultar a Folhinha Mariana.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61522
De: José Martins Diniz Ramalho Data: Seg 20/9/2010 22:14:05
Cidade: Montes Claros /MG
E-mail: josemartinsdiniz@yahoo.com.br
Meus Caros, Montes Claros está engessada como muitas outras cidades cujos governantes só se prestam a administrar o quadro de funcionários de forma a lhes garantir dividendo político.As necessidades vitais para o bem estar da população são relegadas por presunçosos que julgam ter sempre a desculpa que os livre de pena. O certo é que temos que tomar uma atitude séria quanto aos seguintes problemas urgentes: 1- A serra do Sapucaia não suportará mais um incêndio, pois agora no auge da seca vê-se as poucas aroeiras em relação ao aumento de capoeira o que agravaria o incêndio, e nas chuvas prejudicaria com o aumento da velocidade com que as águas chegaria aos pontos críticos. Fizeram um acêro na cerca do parque na subida da serra a enxada, sem nenhuma proteção para as chuvas. 2- A limpeza dos canais, principalmente da Av. José C. Machada está sendo postergada de maneira irresponsável. basta ver no trecho em frente ao shoping ibituruna, onde o muro do canal caiu e obstrui o caminho das águas. Algumas pontes correm o risco de perder a cabeceira. Da firma nova engenharia de BH que veio para apresentar um projeto, e sugeriu um piscinão na praça do Jatobá, não se ouve mais falar. Os mapas pluviométricos das chuvas da última inundação pode ser encontrada no site da unimontes. É intranquilizante a pespectiva de uma chuva de mais 100mm em um dia, o que tem se tornado cada vez mais frequente nos noticiários. A inundação foi resultado de uma chuva de 65mm no dia 31/10 , 57mm 01/11 e 37mm no dia 02. Ninguem quer falar do dimensionamento criminoso das pontes sobre os canais. É ESCANDALOSO A SEÇÃO de 10,75m² sob o heliporto, trevo da praça do Jatobá. Quando mais acima , à montante,em frente a rodoviaria a seção de 17,5m² não comporta as aguas que fazem das avenidas canal de escoamento e inundam inúmeras moradias. Estas seções que resultam em 17,5m² também foram dimensionadas pelo chutômetro, pois apenas as ligações exigiriam uma seção maior. Ninguem quer apurar e querem se esconder das responsabilidades. Isto é perigoso e criminoso, esperamos que o ministério público tome providências. Montes Claros está no hoje no nível máximo de risco de tragédia, pois completa o ciclo de 30 anos da última grande enchente. é preciso atenção e ação urgente.Nossas autoridades administrativas hoje, são petulantes e pirracentas, enquanto uma brecha da lei trazer luz para seus desvairios, se sentem em segurança.Temos que provocar e apoiar o ministério público para o bem de todos, e possa a sociedade saber quem é quem quanto as responsabilidades.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61521
De: Carlos Costa Data: Seg 20/9/2010 20:34:56
Cidade: Montes Claros
E-mail: cabeto.costa@yahoo.com.br
(...) Muitas pessoas têm recorrido a auxilio medico e farmacêutico na intenção de diminuir os efeitos provocados pela poluição sonora em Montes Claros. Com a campanha eleitoral o índice de poluição sonora triplicou. O que vem acontecendo é na realidade um crime contra a saúde publica, embora a lei não considere poluição sonora como crime contra a saúde publica. Pelo que se vê é um caso onde os políticos eleitos após a posse certamente não vão nem tocar no assunto. (...) Carros de propaganda desfilam por toda a cidade com níveis de pressão sonora acima de 80 decibéis e não são incomodados. O mais terrível é saber que apesar de existirem as leis, a Prefeitura de Montes Claros, a Secretaria de Meio Ambiente, a Policia de Meio Ambiente local, bem como o Ministério Publico não tomam nenhuma providencia.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61516
De: Felisberto Data: Seg 20/9/2010 16:15:48
Cidade: Köln  País: Alemanha
Prezado Samuel Figueira A sua qualidade artistica, nas artes plasticas eu já conhecia aí de Moc. Tivemos estreia convivencia, quando morávamos no Bairro Candida Camara, vizinhos dos seu concunhado Idael e da sua cunha Marilda.A sua arte poética, estou sabendo agora, hoje, aqui na Alemanha, bem longe da nossa terra natal.A sua mensagem sobre Andrey Cristoff, mais que uma cronica, é uma posesia. Fiquei extremamente emocionado, nao só eu como a minha esposa e filha. Mostrei para elas a sua mensagem. Todos nos emocionamos, e choramos. Essas coisas me tocam profundamente. Sou apaixonado pela minha terra, pelas pessoas da minha terra.Nao cheguei a conviver mas conhecí essa familia aí, pois, eramos praticamente vizinhos. Creio que, de todas as homenagens prestadas a ele, a sua foi, sem sombra de duvivas, a mais comovente.Um grande abraco para vc e para a sua esposa Mila e filhos.Felisberto
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61514
De: José Prates Data: Seg 20/9/2010 15:05:58
Cidade: Rio de Janeiro - RJ
CIDADE LIDER

JOSÉ PRATES

Montes Claros nasceu com a vocação de liderança. Ainda Arraial das Formigas já apresentava empenho no desenvolvimento, tanto no campo comercial como educacional, visando alavancar a prosperidade do lugar. No ano de 1759 os então administradores organizaram o patrimônio do arraial e fundaram a primeira escola pública, dando inicio à alfabetização dos habitantes que na quase totalidade, eram analfabetos. No decorrer do tempo, o desenvolvimento foi-se aumentando, atraindo pessoas em busca do comercio que prosperava, principalmente a pecuária que assumia a liderança do comércio regional. A seca, um problema que até hoje castiga o norte de Minas e parte do sudoeste baiano, prejudica a lavoura e o desenvolvimento daquela parte do país, desde muito tempo passado. Quando Antonio Gonçalves Figueira ganhou uma sesmaria de uma légua de largura por seis de comprimento, que chamou de Fazenda Montes Claros, a seca já existia porque sempre foi esse o clima da região que até hoje, pouco mudou. Diante do clima seco, o sesmeiro Gonçalves sentiu a dificuldade para o desenvolvimento da agricultura que seria o ideal naquela região inexplorada. Vendo que o mato rasteiro que existia em grandes extensões poderia servir de pastagem natural, optou pela pecuária que na sua visão, seria a única opção de desenvolvimento comercial da sesmaria. Para levar a cabo essa opção começou a abrir estradas para os povoados visinhos e para o rio São Francisco. Era grande o seu interesse de expansão do comércio de gados, e com isto, procurou ligar-se ao Rio das Velhas e também à Pitangui e Serro. A região foi se povoando e a Vila das Formigas, depois cidade de Montes Claros, transformou-se no maior Centro Comercial de Gado, no Norte de Minas Gerais. Ao longo dos anos foi-se firmando até tornar-se a principal atividade comercial da região, exteriorizando as vendas com a exportação do gado para abate nos grandes frigoríficos do sul do país, chegando ao clímax nos anos quarenta e cinqüenta. Como em Montes Claros daquele tempo, não existia frigorifico capaz de abater grande quantidade de reses, essas eram vendidas “em pé” e assim transportadas pela estrada de ferro, em vagões próprios que compunham o “trem de gado” com oito vagões conduzindo vinte reses cada um. No mesmo trem ia o “tratador”, um empregado da fazenda exportadora, que cuidava dos animais até sua entrega ao frigorifico de destino. A pecuária durante muito tempo foi o único investimento seguro da região. O Dr. João Alencar Atayde foi o grande fazendeiro incentivador da pecuária que via nessa atividade a única compatível com Montes Claros de então, porque existia dificuldade para implantação da industria com a deficiência de energia elétrica na região. A cidade crescia, o comercio varejista e atacadista crescia, mas, a energia era pouca. A única indústria existente nessa época era a pequena fábrica do Cedro, uma fabrica de tecidos que vinha se arrastando desde 1882. No inicio dos anos 50, foi instalada a fabrica de óleo comestível, de caroço de algodão. Mesmo assim, a cidade crescia e recebia novos habitantes, a maioria jovens que vinham de outros lugares em busca de estudos, vez que na região, era o único lugar onde existiam ginásios e escola normal. Em 1953 com o dr. Juscelino Kubtscheck no governo do Estado de Minas e já candidato à presidência da República, uma comissão de políticos montesclarenses, chefiados pelo Deputado Antonio Pimenta, foi recebida em palácio e conseguiu duas coisas importantes que contribuíram para o grande desenvolvimento da região: a inclusão do norte de Minas no polígono das secas e a vinda da CEMIG até Montes Claros, fornecendo energia suficiente para instalação de industrias o que se concretizou definitivamente em 1965 com a transmissão para Montes Claros da energia elétrica produzida em Tres Marias. Em dezembro de 1959, é promulgada pelo Senado Federal a lei 3.692 que cria a SUDENE abrangendo 42 municípios do norte de Minas, estabelecendo Montes Claros como sede regional. Essa lei estabeleceu a isenção de impostos na importação de equipamentos para qualquer industria a ser instalada na região abrangida pela SUDENE, como, também, os Estados abrangidos minimizaram a cobrança de impostos às industrias que fossem instaladas. Foi, então, que teve inicio a industrialização de Montes Claros. como resultado do interesses de diversas empresas nos benefícios oferecidos pela SUDENE, trazendo, então, um grande desenvolvimento sócio-econômico para a cidade. A pecuária não desapareceu engolida pela industria. Diminuiu. Hoje está em sessenta por cento do que era antes. Tambem a industria, segundo noticias que nos chegam pelos jornais, diminuiu seu ritimo de crescimento e algumas deixaram de existir, afetando o poder econômico da cidade. Enquanto isto, outros lugares começam a emergir no cenário econômico, como Janauba que agora se destaca, podendo num futuro, talvez não muito distante, emparelhar-se com Montes Claros. Quem sabe?

(José Prates, 84 anos, é jornalista e Oficial da Marinha Mercante. Como tal percorreu os cinco continentes em 20 anos embarcado. Residiu em Montes Claros, de 1945 a 1958, quando foi removido para o Rio de Janeiro, onde reside com a familia. É funcionário ativo da Vale do Rio Doce, estando atualmente cedido ao Sindicato dos Oficiais da Marinha Mercante, onde é um dos diretores)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61506
De: Fátima Data: Seg 20/9/2010 12:11:39
Cidade: Montes Clatos
E-mail: gente_fiissima@yahoo.com.br
A família Christoff, convida a todos, para a missa de sétimo dia, do nosso querido Andrey, no dia 21 (terça-feira), às 19:30, na Capela do Colégio Imadulada Conceição. Ao mesmo tempo, agradece a todos pelas manifestações prestadas à família enlutada.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61505
De: Hoje em Dia Data: Seg 20/9/2010 11:49:40
Cidade: Belo Horizonte /Mg
Prejuízos suspeitos em Montes Claros - Promotor abre inquérito para apurar rombo de R$ 960 mil na Previdência da cidade do Norte de minas – Girleno Alencar - Uma operação desastrada de compras de títulos e ações provocou um prejuízo estimado de R$ 960 mil ao Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Montes Claros (Prevmoc), em ação que está sendo investigada pelo Ministério Público, por meio da Curadoria do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa. É mais um rombo que o Prevmoc sofreu, pois em 2004 fez aplicações de R$ 600 mil no Banco Santos, que depois teve a falência decretada. O promotor Felipe Gustavo Gonçalves Caíres abriu um inquérito civil sobre o mais recente rombo, praticado em junho de 2008, quando o Prevmoc comprou os títulos públicos vendidos pela empresa Atrium CCTVM Ltda, no montante de R$ 5,4 milhões. No mesmo período, foram comprados R$ 60 mil em ações de empresas na Bolsa de Valores, com um prejuízo de R$ 40 mil. O curioso é que ninguém assume a responsabilidade pelo erro. No procedimento instaurado, o promotor Felipe Gustavo Gonçalves Caíres salienta que as representações enviadas pelo Ministério Público junto ao Tribunal de Contas de Minas Gerais e também pelo Banco Central noticiam que, entre junho e novembro de 2008, os recursos do Prevmoc teriam sido usados para aquisição por preço superfaturado, de títulos públicos, negociação que teria causado em valores atualizados, prejuízo de cerca de R$ 1 milhão aos cofres municipais. O promotor salienta que recebeu uma denúncia anônima informando que o desfalque teria servido como fonte de financiamento da campanha do ex-diretor-presidente do Prevmoc, Alfredo Ramos Neto, que foi eleito vereador inclusive com o uso do dinheiro dos aluguéis das lojas e do estacionamento do Shopping Popular de Montes Claros. (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61504
De: Samuel Sousa Figueira Data: Seg 20/9/2010 11:41:43
Cidade: Montes Claros - MG  País: Brasil
A ANDREI CHRISTOFF

Samuel Sousa Figueira

A arte silencia. Alça vôo simples e docemente, como se a ninguém quisesse incomodar.Esvai-se agradecida, sem queixa e sem barulho, do corpo, cuja mão trêmula, outrora instrumento desenvolto, já não respondia, eficazmente, à chama vigorosa do gênio que nela, sobre o papel e a prancheta, se realizava. Como a triste resignação própria dos que alcançaram a sabedoria, a alma desliga-se do alquebrado corpo, que há muito se arrastava trôpego ao sobrepeso progressivo do mal de Parkinson. Apaga-se finalmente, ao sopro de leve brisa,a luzinha tênue do círio, para libertar o fulgor indelével de um dos mais iluminados espíritos com o qual tive a honra de conviver.
A lágrima ainda está suspensa. Não consigo desatar o choro. O inusitado modo em que se deu sua partida impacta os amigos com estranha sensação de choque, deixando presa ao susto e aos olhos a habitual lágrima solidária.
Andrei Christoff foi mais que um excelente arquiteto, um artista magnífico da pena e da argamassa, um amigo singular, na sua capacidade discreta de se relacionar com todos ao seu redor.Foi, sobretudo, um exemplo ímpar de pessoa humana. Admirável, tanto pela dimensão de seu talento, quanto pela humildade de seu espírito.
Discreto no acomodar em si suas dores e penas, particularmente a mim não conseguia dissimular. Pelas janelas do olhar triste e do sorriso opaco, vislumbrava a luta que travava na alma para não as deixarem escapar, pelo simples propósito de não perturbar a alegria profusa da vida à sua volta.
È pouco reconhecer-lhe um homem íntegro. Só os verdadeiramente sábios conseguem tanta disciplina. E por dizer em sabedoria, lembro-me do saudoso amigo Georgino Jorge de Souza quando, em um de nossos colóquios de discípulo e mestre, a mim esclareceu o que meu espírito, tacitamente já sabia: “ A honra, meu amigo, é um bem que jamais pode ser negociado, porque ela não nos pertence. Pertence a nossa família, a nossos filhos e a nossos amigos.
Assim refletindo, caro Andrei, permita ser seu testamenteiro para a entrega simbólica, a seus velhos pais, a seus irmãos, a sua esposa, e, principalmente, a seus filhos, da honra intacta que lhe dignifica a trajetória pela vida.
Os bens materiais são corruptíveis. Os imateriais, ao contrário, ficam a salvo da degradação temporal. Seus netos que certamente virão amanhã, ainda que não tenham o calor presencial do seu colo,haverão de sentir o calor gostoso das histórias do seu avô, quanto à probidade, à generosidade, à genialidade, à sabedoria e à honradez, que, juntas, se condensavam em sua pessoa.
Vá em paz, amigo. Todos que tivemos a graça de conviver com você guardaremos com muito carinho a lembrança de sua presença.Negar-nos a oportunidade de velar-lhe o corpo talvez tenha sido o seu último gesto de originalidade e leveza. A lágrima que teima em não rolar é um símbolo da benevolência da sua pessoa.
Jamais esqueço da espontaneidade de sua auto-definição. Determinado dia, com a urgência que me caracteriza na função de administrador, cobrei-lhe a conclusão de um sem número de projetos arquitetônicos dos quais você humildemente não houvera contestado, embora humana e artisticamente impossíveis de serem cumpridos.” Samuel, eu sou aquele tipo de pessoa incapaz de dizer um não, embora grande parte das vezes não consiga, mesmo que me esforce, cumprir o sim”.
O seu tempo, meu amigo, não é o nosso tempo. Somos passageiros sem importância, exatamente porque concedemos excessiva importância ao tempo, nosso carcereiro. O seu tempo não é do de Cronos. Não se conta pelo ritmo inalterável dos ponteiros do relógio. È o de Kairós, e se mede, em vida, pela arritmia emocional das batidas do coração. Hoje,quando não mais se subordina a Cronos, tampouco a Kairós, o seu tempo passa a ser o tempo de Deus.
Até breve, meu admirável amigo!Feliz retorno à eternidade!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61503
De: O Tempo Data: Seg 20/9/2010 11:09:51
Cidade: Belo Horizonte /Mg
Jovem atira em si mesmo e acaba preso suspeito de tráfico de drogas em Montes Claros - Felipe Rezende - Um jovem de 18 anos acabou sendo preso na tarde desse domingo (19) após ter atirado em si mesmo acidentalmente em Montes Claros, no Norte de Minas. De acordo com informações da Polícia Militar, o jovem alegou que teria sido atingido na porta da sua casa, no bairro Jardim Alvorada, por dois suspeitos em uma motocicleta. Segundo a PM, enquanto o jovem recebia atendimento médico na Santa Casa da cidade, a mãe do rapaz contou que ele se acidentou enquanto manuseava uma arma dentro do próprio quarto. A polícia realizou buscas no local e no quintal da casa da avó do jovem, localizada ao lado do local da ocorrência, foi encontrado, dentro de uma sacola plástica, um revólver calibre 38, dois cartuchos intactos e um deflagrado. Na embalagem ainda foram encontradas 22 pedras de crack prontas para venda e R$ 17 em dinheiro. Após receber o atendimento médico, o jovem foi preso e encaminhado para a Delegacia da cidade, junto com o material apreendido.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61501
De: Alberto Sena Data: Seg 20/9/2010 09:33:12
Cidade: Montes Claros/MG
CRIANÇA CADUCA

ALBERTO SENA

Bom mesmo deve ser criança a vida toda. Morrer cheio de anos, porém, criança. O genial Michael Jackson sabia disso desde cedo, só que ele extrapolou na dose e deu no que deu. Maicon, como acredito que os íntimos o chamavam, queria ser criança como Peter Pan e por isso construiu a ‘Terra do Nunca’, Neverland. Quem é o pobre mortal aqui para aspirar e respirar ares de uma camada telúrica tão elevada. O que se quer é dizer: se as crianças tivessem consciência do quanto é gostoso o ‘ser criança’, crianças elas seriam a vida inteirinha. Acontece que, passada a fase, o cidadão despreza o espírito infantil. E para voltar a ser criança de novo, até morrer velhinho, precisa iniciar novo aprendizado. Ser criança é a coisa mais difícil na face da Terra. Quem quiser precisa entender o significado de ser criança em níveis espirituais, psíquicos, filosóficos, políticos etc. Precisa estudar muito. Primeiro tem de entender e compreender o que Jesus Cristo quer dizer com a expressão: ‘nascer de novo’. Em termos da psiquê, o camarada precisa ter a capacidade de mergulhar no inconsciente – e depois voltar ileso como faziam e fazem os iluminados desde os tempos imemoriais. Antes precisa reaprender a sonhar acordado. Para sonhar acordado, ele deve contemplar nuvens, contar carneirinhos de nuvens. Quando se é criança a vida toda, o viver deve ser mais alegre que o viver dos adultos. A satisfação de estar vivo deve ser maior, porque além de ser criança, o adulto consciente do espírito infantil que carrega na cacunda, valoriza mais o que o circunda, tanto no micro como no universo macro. Quando se era criança em Montes Claros, a criança-adulta compreendia o quão bom era a fase vivida. Havia tempo para tudo.
Havia tempo para jogar bolinha de gude; tempo para empinar papagaio – pipa ou arara. Como também havia tempo para brincar de ioiô e bilboquê, que chamávamos ‘biloquê’. Havia tempo de jogar finca e tempo para brincar de bente altas. Mas tudo era feito correndo, porque correr era preciso contra o tempo e fazer tudo que era preciso fazer o tempo todo, como brincar de esconde-esconde, de salva-bandeira e de acertar um buraco no chão com bola de meia. Se errasse o buraco e acertasse o buraco vizinho era preciso fugir para não levar bolada nas costas. Havia tempo e hora marcada para jogar futebol no campo do ex- União e do Casimiro de Abreu; ou jogar futsal na Praça de Esportes. Assim como também tinha o tempo de jogar pingue-pongue no Sesc, quando era ali na Rua Padre Augusto, ou mesmo na Praça de Esportes ou ainda na União Operária, na Rua Bocaiúva, entre ruas General Carneiro e Januária. Os adultos daquela época nem imaginavam o quanto era trabalhoso ser criança, inda mais numa casa de quintal cheio de magia e de maneiras mil de brincar; isto também cansa. Depois de um dia correndo de um lado para o outro; brinca aqui, brinca acolá; sobe num muro ou numa goiabeira... Ufa! Haja fôlego! Chegava à noite a criança só queria sabe de dormir para acordar cedo e retomar os afazeres, as artes, as criancices, no dia seguinte. Muito antes do filme de Brad Pitt, às vezes dava na telha de pensar como seria se o curso da vida fosse outro. A pessoa nasceria velhinha e com o passar do tempo iria se remoçando a cada ano até chegar a ser criança e depois... Bem, depois a gente ia ver o que fazia. Mas morrer seria proibido. Criança e morte não combinam. Alguém discorda? Então o mundo ficaria abarrotado de crianças e tenho certeza: tudo funcionaria da melhor maneira possível. Criança não tem maldades. Nem ganâncias. Assim como as crianças formam o caráter vendo os exemplos dos adultos – primeiro dos pais e depois dos demais – no caso de um mundo abarrotado de crianças, como não haveria adultos dando maus exemplos, o mundo se transformaria num mar de rosas cheio de parques de diversões, algodão doce e pirulitos. Sei que tudo isto são elucubrações de um adulto a lutar para não deixar ir embora o espírito de criança, mas está convencido das dificuldades. E a principal delas é saber que, em mundo governado por adultos, possa ser mal interpretado. Sempre haverá alguém para dizer: ‘chiiii... Ele está caducando antes do tempo’. Se isso é caducar, necessariamente, não precisa haver um tempo.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61500
De: César Data: Seg 20/9/2010 09:09:00
Cidade: Montes Claros
Restaram 4 imponentes árvores, altivas, naquele bosque em flor onde por último viveu o honrado e competente médico José Estevam Barbosa, saudade nossa. Localizada no Melo, a vivenda também sofreu demoradamente com o "triângulo da impunidade". Vendida, desceu ao chão, há duas semanas. Ficaram as 4 belas árvores, aduladas ali pelo vento, pela brisa, pelos pássaros, que as verão desabar nos próximos dias, quem sabe nas próximas horas. No local, surgirá um novo espigão. José Estevam Barbosa - a cidade não pode esquecer o nome alto que muito a honrou.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61499
De: Laurindo Data: Seg 20/9/2010 08:41:10
Cidade: M. Claros
Alvíssaras. O serviço meteorológico já vê alguma chance de chuva em Montes Claros, no dia 29 de setembro. Nada de mais se não fosse o dia - de quem? - de São Miguel Arcanjo. O sertanejo sabe, historicamente sabe, que dia 29 de setembro é dia de saber se as "águas" serão boas. Se chove nesse dia, taí a indicação! É a chamada "chuva de broto", que entre nós abre o "inverno", que principia em setembro, Primavera, e atravessa o Verão, para finar no dealbar do Outono, depois da Semana Santa. A previsão de hoje, o olho espichado dos meteorologista, já vê algum sinal de chuva no Dia de São Miguel Arcanjo. É ótima notícia. Até lá, a previsão é de "sol com algumas nuvens - Não chove", especialmente a partir de meados desta semana. Daí a fé que os sertanejos depositam em São Miguel.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61498
De: Raphael Reys Data: Seg 20/9/2010 08:20:48
Cidade: Moc - Mg  País: Br
E-mail: raphaelreysmoc@yahoo.com.br
BOBEIRA...

Estimados leitores: Essas histórias a seguir, nos foram relatadas, confidencialmente, pelo boa praça Wilson do Destak. Notório mestre de baterias e carnavalesco. Segundo ele, George, emérito e dorminhoco comerciante, dono de uma bodega na Rua Melo Viana, é conhecido no trecho por vender café requentado, pão de doce, biscoito fofão e outros “gueguéus”. Expediente que mantém há 50 anos, ininterruptamente. Carrega em suas costas um estigma e um enigma. George já ganhou duas vezes o primeiro prêmio da Loteria Federal. Mesmo assim, volta e meia comete uma vacilação e cai do cavalo. A malandragem local sabe do lance do sono e não perdoa. Mais dia, menos dia e estão fazendo (operando) em cima dele, novamente. A bufunfa que ganhou na loteria sumiu! Ele não sabe para onde foi como foi e não sentiu nadinha. Só sabe que a grana sumiu. Escafedeu-se! Alguém aplicou nele tão bem aplicado que George nada notou durante o ato. Só deu conta do presépio, quando zerou o caixa forte. Já entregou tudo para Deus que é nosso Pai, tomar de conta! Dia desses, pescando uma piaba no balcão, na hora da sexta, já bambo de sono e para não dormir, ligou o rádio portátil, sintonizando no programa “Gente da Gente” do radialista Zé Vicente. Chegou um freguês, uma mala do pedaço, caído de bolso, sacou o vacilo, agachou na frente do balcão, não sem antes zerar o volume do papagaio elétrico e, então, imitando a voz de Zé Vicente, falou: “Prezados ouvintes da gente! – Em virtude da falta de energia programada, pedimos apagar o rádio por cinco minutinhos. – Findos os quais, solicitamos novamente a atenção dos amigos da gente!” George caiu no golpe do Malandro Morfeu. Aproveitou a pausa programada e tirou mais um cochilo longo. Não deu outra: o rádio mudou de proprietário e virou grana na receptação de plantão... Doutra feita, no mesmo horário da sexta tropical, chegou um vizinho, também vigarista e aplicador. Deu uma de abrir a boca bocejando. Sentou-se à mesa da birosca e fez um agá que estava morrendo de soneira àquela hora. George comeu a sugesta de “Indução e Empatia por Modorra”. Pescou uma enorme piaba no rio do letargo e quando acordou, havia desaparecido de dentro do balcão um saco de biscoito fofão, que abasteceria a espelunca por uma semana. Já Zeca do Destak, nascido e criado no meio da vadiação do Bairro Morrinhos, cobra mais do que criada no Butantã da rua Melo Viana, carnavalesco e atleticano doente, viajou para Bom Jesus da Lapa (BA). Objetivo: Cumprir promessa, visando com isso, lavar da alma os pecados cometidos no pé do morro. Reciclar o lado espiritual do barato dessa vida doida e globalizada. Caiu na mão dos malandros baianos, filhos de santo e crias do axé. Na hora de subir aquela via crucis que leva ao Morro da Cruz, apareceu um cidadão o incentivando a andar ligeiro. Empurrava-o pelo traseiro o impulsionando rampa acima. O sujeito era um punguista do pedaço e bateu a carteira do Zé, barrufada de dinheiro, deixando-o na maior mão de calango! Olho vivo! A malandragem está monitorando tudo e a todos, em busca de bobeiras. Vacilou, nêgo velho, dançou...
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61497
De: Estado de Minas Data: Seg 20/9/2010 08:11:23
Cidade: Belo Horizonte /Mg
Minério faz preço de terra triplicar no Norte de Minas - Luiz Ribeiro e Marta Vieira - Lugar de terra barata, sempre sujeita à histórica sina do castigo imposto pela seca, o Norte de Minas Gerais está subvertendo a antiga ordem no campo em dezenas de municípios, com uma espantosa valorização de preços. Áreas fechadas de cerrado, pouco atrativas para a agricultura ou pecuária, passaram a valer, este ano, até o triplo do que se ofertava pelo hectare há três anos, com valorização da ordem de 200%. Só nos últimos 12 meses, completados em junho, elas encareceram 50%, segundo o levantamento mais recente da consultoria paulista AgraFNP, especializada em informações em agronegócio. O preço médio do hectare de cerrado está em R$ 1,5 mil no entorno de Montes Claros. Na média do estado, não se vê fôlego parecido: o preço do hectare se valorizou modestos 30,3% desde 2008 e 3,27% comparado o comportamento das cotações em maio e junho com meados do ano passado. A corrida dos preços começou logo depois dos anúncios da descoberta de reservas promissoras de minério de ferro na região e a chegada cada vez mais frequente de homens e máquinas das empresas de prospecção e pesquisa mineral. O mesmo fenômeno de alta surpreendente é observado em cidades que margeiam o Rio São Francisco e no Vale do Jequitinhonha, onde se espalham as notícias sobre o primeiro poço perfurado para análise do potencial de exploração de gás na Bacia do Velho Chico, em Morada Nova de Minas, distante 280 quilômetros de Belo Horizonte. Áreas de pasto encareceram 369,8% nos últimos 36 meses e 33,3% desde o ano passado no Jequitinhonha. A gerente de agroenergia da AgraFNP, Jaqueline Bierhals, confirma que não há nenhum fator ligado ao agronegócio que possa justificar tamanha valorização. “Foram as maiores taxas que verificamos em Minas Gerais, algo que não se observa nem mesmo no Triângulo, onde estão concentradas as terras mais valorizadas do estado”, afirma. As áreas brutas de cerrado que explicam boa parte dessa valorização são justamente aquelas que podem servir à mineração, de acordo com Bierhals. No entorno de Montes Claros, o levantamento de preços se estendeu por 86 municípios, entre eles alguns dos já eleitos pelas pesquisas de grandes mineradoras, a exemplo de Salinas e Rio Pardo de Minas. A AgraFNP faz pesquisas regulares em todo o país, que exibiu preços 28,87%, em média, mais altos para o hectare nos últimos três anos e 4,99% superiores aos do ano passado, também na média. Não há mais dúvidas de que o Norte de Minas se transformou numa nova fronteira da mineração em Minas, segundo José Fernando Coura, presidente do Sindicato da Indústria Extrativa do Ferro no estado (Sindiextra). “A valorização de terrenos se dá em função do desenvolvimento econômico que o grande empreendimento irradia. Isso se aplica à mineração, ao setor siderúrgico, à implantação de uma ferrovia ou a um complexo hoteleiro”, afirma. Potencial Estimativas já divulgadas pelo governo mineiro indicam um potencial de recursos minerais, que podem ou não se transformar em jazidas de minério de ferro, de 20 bilhões de toneladas no Norte do estado. “Antigamente, quando alguém falava em vender terras na região, não achava comprador. Agora, há muita gente interessada em comprar e acho que a tendência é de melhorar mais ainda", diz o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Salinas, Francisco de Assis Pereira. Terras cotadas até R$ 1 mil por hectare passaram a valer R$ 2 mil a R$ 4 mil o hectare. Em Pirapora, o corretor Antônio Vieira diz que há casos em que o hectare tem sido oferecido por R$ 3 mil a R$ 5 mil, ante os R$ 1 mil anteriores. Ele conta que muitas empresas estão adquirindo áreas na região de Buritizeiro e Pirapora para implantar projetos de reflorestamento e lavouras irrigadas aproveitando a água do Rio São Francisco. A proximidade com as cidades em que há pesquisas de ocorrência de gás surgiu como fator que deu impulso aos preços. “O que há é uma especulação. Os proprietários dos terrenos vão querer facilitar a futura exploração mineral e ter algum retorno com isso”, resume o prefeito de Salinas, José Antônio Prates.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61495
De: Paulo Cezar Data: Dom 19/9/2010 23:42:31
Cidade: Montes Claros/MG
E-mail: pcezar440@yahoo.com.br
Trabalho no centro nervoso de nossa cidade e periódicamente por voltas das 12:00 chego ao prédio que abriga o centro administrativo da empresa. Vou e volto do trabalho utilizando o transporte coletivo e como bom montesclarense de criação (já que sou Paulista de nascimento), conheço profundamente a rotina enlouquecedora a que somos submetidos. Do 4º andar do prédio olho pela enorme janela e não acredito no que vejo. Pessoas disputam espaço com carros de som, bicicletas, ônibus, carros, motos, transeuntes portando faixas, bandeiras o que causa além de um enorme desconforto uma carga excessiva de estress. É claro que Montes Claros não é a mesma do início dos anos 90 quando cheguei aqui com minha família. A cidade cresceu, virou referência e hoje é a capital da região norte de Minas Gerais, mas estruturalmente falando regrediu muito.
Só para citar um exemplo: a malha asfáltica de Montes Claros é tão antiga, nas ruas e avenidas que a possuem, que o que as empresas de transporte coletivo gastam com a manutenção dos ônibus reduziria o custo das passagens em torno de 20% do valor atual. Ou seja, como sempre quem paga o preço são os cidadãos que pagam seus impostos e tem que conviver com tamanha desordem e desorganização. Montes Claros está sucateada, jogada as traças. Quem, como eu, frequenta diariamente o centro da cidade sabe do que estou falando. Lixo, barulho, calçadas pequenas e cheia de obstáculos, desrespeito as leis de trânsito e tamanha desordem que se custa acreditar que exista algum órgão municipal que cuide da organização dessa cidade. Será que não existe uma forma de parar com essa desordem em que se encontra o centro da cidade ou as pessoas agem dessa forma por saber que estão protegidos por pessoas e cargos influentes?
Para se pegar um ônibus além de pagar uma passagem de alto custo, relacionado com o serviço de péssima qualidade que oferecem, enfrento demora, ônibus lotados e em péssimas condições de conservação, mais parecendo carroças. Quanto ao lixo... Bem o lixo parece ser um problema que chegou pra ficar. Problema de cidades médias sem planejamento e infra estrutura. Por todos os lugares se encontra lixo aos montes, coletadores mal treinados, bairros que não recebem a visita de varredores há tempos, ruas imundas, povo mal educado. O ano eleitoral só faz piorar a situação. Mais barulho, inclusive com passeatas e carreatas, panfletadores aos quatro cantos distribuindo santinhos que vão parar nos bueiros ou no chão. Um caos. Toda essa desordem precisa ter fim. Será possível que ficamos reféns de uma minoria que não se preocupa com o bem estar da população e muito menos com a palavra "Planejamento"? (...) Tenho filho e quero que ele cresça em uma cidade humanizada, agradável e organizada, não nesse fuzuê. Chega de tanto barulho, lixo, desorganização, transtorno, estress, ruas que mais parecem estradas rurais e calçadas que nos desafiam todos os dias.Nós montesclarenses queremos uma cidade mais humana para se viver!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61491
De: Maria Luiza Silveira Teles Data: Dom 19/9/2010 19:36:28
Cidade: Montes Claros - MG
E-mail: mluizateles@gmail.com
Chego de viagem e recebo, de imediato, a triste notícia: Andrey, o jovem arquiteto, filho dos queridos amigos, Yede e Kontantin, seguiu viagem para outra dimensão. Andrey, o menino inteligente que tive como aluno de Inglês. O rapaz bonito, talentoso e simpático que me parou, em uma tarde qualquer, dando um lance para o meu velho fusca. Envelhecer tem um grande inconveniente: vamos perdendo, aos poucos, aqueles que são o nosso mundo. O meu abraço sincero à Yede, pedindo a Deus que lhe dê forças para, com a mesma elegância e determinação de sempre, possa suportar o tamanho da dor e continuar firme na caminhada terrena. E que o Pai Maior, abrigue, em sua misericórdia o filho amado!Maria Luiza
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61489
De: Luiz Claudio Data: Dom 19/9/2010 12:22:59
Cidade: Montes Claros
Aqui é a última chance para tentar deter a onda de construções irregulares e invasões de terrenos públicos que recrucederam em Moc. Na duplicada Avenida Magalhães pinto, quase na frente do Clube (...), um proprietário de um casa avançou o seu muro na calada da noite, ocupando quase todo o passeio, que lá tem que ser largo, devido a chamada Lei de Acessibilidade. O outro caso é na Rua Barão do Rio Branco, bem próximo ao edifício (...), onde funciona um anexo da Cãmara de Vereadores. Um proprietário também avançou o seu muro, ocupando um terreno público e diminuindo o passeio para pouco mais de 1 metro. Um basurdo. (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61486
De: Petrônio Braz Data: Dom 19/9/2010 09:48:07
Cidade: Montes Claros/MG
E-mail: petroniobraz@hotmail.com
Matriarcado literário

Tenho em curtas linhas acompanhado, ou procurado acompanhar, o desenvolvimento da arte literária na terra dos montes claros, na aldeia de Augusto José Vieira Neto, destacando a presença dos "homens e mulheres de letras", que buscam alçar os privilégios do reconhecimento de sua arte. No compartilhamento histórico desse progresso cultural, nos últimos cinco anos registro o revigoramento da Academia Montesclarense de Letras e o nascimento da Academia de Letras, Ciências e Artes do São Francisco, do Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros e da Academia Feminina de Letras, que a duras penas e objetivos similares vão unindo os amantes das “belas letras” do ilustrado Norte de Minas.
A arte literária constitui-se em uma possibilidade da realização do legítimo desejo humano da imortalidade.
O número de mulheres imortais na Academia Brasileira de Letras é, ainda, relativamente pequeno, mas elas são maioria nas entidades culturais de Montes Claros, além de serem as mais atuantes O patriarcado, que imperou soberano durante anos nas entidades culturais, vai cedendo lugar ao matriarcado.
Oswald de Andrade em sua utopia antropofágica já se rebelava contra a repressão dos instintos e da liberdade sexual da mulher e esclarecia que “o matriarcado desencravaria o tabu patriarcal da História”.
Como integrante do seleto grupo dominante de matriarcas culturais, Carmen Netto Victória é uma intelectual que se faz presente no círculo maior das artes literárias norte-mineiras, candidata em potencial a uma Cadeira na ACLECIA. Ela foi, merecidamente, empossada como sócia honorária da Academia Montesclarense de Letras.
Sou leitor das crônicas da colunista Carmen Netto Victória no www.montesclaros.com (Uma janela para Montes Claros). Viajando de trem, estive com ela em Glasgow, a maior cidade da Escócia, “a terra dos Celtas” onde “desembarquei na Central Station” e visitei sua “filha Junia”. Estive na “Faculdade de Medicina Saint Andrews, imponente em seus trezentos anos de existência” e olhei encantado para o “lago Ness com olhos de magia”, mas não vi o “monstro que vive em suas águas profundas”. Vi, em Inverness nas Terras Altas, “árvores desnudas sem uma folha sequer, parecendo esculturas de cristais e nuvens”. Em passagem outra, retornando da Europa para Montes Claros onde “ainda está viva a alma da cidade”, com ela recordei-me gratificado das crônicas de Yvonne Silveira, “com o pseudônimo de Simone na Gazeta do Norte, que encantavam as pessoas de 8 a 80 anos”.
Tenho com Carmen Netto Victória uma coisa em comum: sempre escrevo ouvindo música. Estou a ouvir “Concerto para Violino nº 3”, de Mozart. Também me deliciei culturalmente, nos tempos idos da mocidade, com o “Tesouro da Juventude”. Não sou montes-clarense de nascimento, mas irmano-me com ela quando afirma: “Com a idade, descubro que estou cada vez mais enraizada na minha terra e tento seguir a velha sabedoria de Tolstoi “Se quer ser universal canta a tua aldeia”. E, é o que tento tentado fazer. Montes Claros não é uma cidade, é um estado de espírito”.
Concordo com Carmen Netto Victória quando ele cita Guimarães Rosa: “O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa , sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem”
Falando em matriarcado, nada melhor do que repetir Carmen Netto Victória: ”Qual o peso que as mulheres podem suportar? Que pecados a mulher tem que expiar num mundo tão hostil? Por que não existe uma Delegacia do Homem? Quantos ofícios de trevas terão que viver para encontrar a justiça da igualdade?” Ele busca uma resposta em Cora Coralina, Adélia Prado, Lia Lufti, Isabel Allende, Léa Maria Aarão Reis e Cecília Meireles, mas talvez a encontraria nela mesma.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61484
De: Jr Data: Dom 19/9/2010 03:36:10
Cidade: Montes Claros
Quase 4 horas da madrugada. A banda no "triângulo da impunidade" levantou o volume, desde o último carnamontes. Aumentam os sinais de que a medida tem mesmo aval no núcleo mais íntimo do gabinete do prefeito. (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61483
De: M. Lourdes Data: Sáb 18/9/2010 22:54:15
Cidade: Montes Claros
(...) Os carros usinas de som estão dando espetáculos na região do "triângulo da impunidade". Passam seguidamente, estrondando tudo. As leis são descumpridas, a secretaria do 1/2 ambiente consome 4 milhões e nada faz, não há sinal da atuação da polícia, nem da mentirosa patrulha do silêncio, nada,.... impunidade total. O barulho não chega aos condomínios de luxo, não incomoda as "autoridades" devidamente protegidas. (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61481
De: DIMAS Data: Sáb 18/9/2010 18:33:02
Cidade: MONTES CLAROS
Ainda há pouco ocorreu um grave acidente automobilistico na Avenida José Correa Machado. Mais uma vez o resultado da imprudencia
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61479
De: Dayana Data: Sáb 18/9/2010 15:53:59
Cidade: Montes Claros/MG  País: Brasil
E-mail: gostodocerrado@gmail.com
As mensagens aqui depositadas sobre o querido Andrey são verdadeiramente emocionantes. O conheci a pouco menos de dois anos, mas tive a imensa oportunidade de conhecer um pouco da pessoa incrível, criativa e sensível que era. Na última segunda, 13/09 conversamos por aproximadamente 03 horas e ele compartilhou comigo coisas surpreendentes. Amigo, educado e gentil, assim podemos descreve-lo...À sua maravilhosa família: Elvira, Fayda e Yanca, e o inseparável Yordan um imenso abraço dos amigos Dayana e Luciano, vocês devem orgulhar sempre desse nome Andrey...
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61472
De: José Ponciano Neto Data: Sáb 18/9/2010 10:01:05
Cidade: Montes Claros-MG  País: Brasil
(...) Vou citar uma atitude excêntrica do Engº Andrey que não sai da minha memória e talvez de muitos Montesclarenses, foi à idéia de fazer um escritório de engenharia dentro de um Vagão de passageiro na subida da Av. Mestra Fininha, aquilo chamava a atenção de todos, principalmente das crianças como meus filhos que perguntavam como o Vagão foi parar ali; no meu caso, diante da inocência deles, sempre respondia: – o trem passava aqui.Os carros, casa, escritório e as obras de artes, tudo deles chama a atenção. Arte não é fácil.Que DEUS ilumine a família enlutada, principalmente Dona Yede que precisa de forças para seguir com a enfermidade do seu amado Konsta.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61471
De: José Prates Data: Sáb 18/9/2010 09:44:25
Cidade: Rio de Janeiro - RJ
A mensagem 61469 assinada por Alves emocionou-me. Creio que não a mim somente, mas, a tantos quantos a leram. Não conheci Andrey quer pessoalmente ou por ouvir dizer. Quando me ausentei de Montes Claros, removido para o Rio, ele era recém-nascido. Conheci seus avós e de um deles, o materno, fui amigo. Conheço seus pais que têm a minha admiração e o meu respeito e a eles me junto agora, como faz todo montesclarense, nesta hora de dor.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61469
De: Saulo Data: Sex 17/9/2010 23:01:54
Cidade: Montes Claros
Centenas de pessoas – sem prévia convocação – foram ao cemitério neste fim de tarde se despedir de Andrey Ribeiro Cristoff, que cedo partiu. Deixou-nos aos 52 anos, jovem. Há dois dias, não era visto. Havia saído de casa para render a mãe na cabeceira do pai, o médico Konstantin Cristoff, internado há semanas na Santa Casa, num quadro de pneumonia. Procurararam-no. O acaso ajudou a achá-lo na porta da Santa Casa, ali diante da igrejinha minúscula. Estava no carro, tombado sobre o banco do passageiro. Provavelmente morreu na noite de terça-feira, quando chegou para substituir a mãe nos cuidados com o pai enfermo. Tinha mal de Parkinson. Tomava medicamentos que lhe davam sono. Extenuado, depois de noites de vigília, talvez tenha adormecido logo que estacionou o veículo. De um sono, passou a outro – supõe-se. Exatamente na porta do hospital que, como arquiteto, ajudou a modernizar e a humanizar. É o resumo.
A notícia que ontem à noite circulou como uma navalha reuniu os amigos, os admiradores, os colegas, familiares, convocou a unanimidade que reconhece nele o arquiteto mais inspirado de sua geração. Tudo afinal coube nas três palavras singelas que iluminam o seu legado: o bom Andrey. As circunstâncias não permitiram a realização do velório, mas o Cemitério – que no grego sugere dormitório - estava cheio dos que o admiram, e que por uma cadeia invisível se movimentaram para não faltar. Padre Henrique fez a prece. A filha falou do pai brincalhão. E o corpo foi depositado na campa do avô legendário, o Sr. Cristo, pai de Konstantin, búlgaro de nascimento, de brancas barbas, e olhar severo, imigrante, patrono do mercado de Montes Claros, e que ensinou a cidade, ensinou a todos nós, a plantar e colher frutas, verduras e também flores, no frescor da manhã que faz o dia começar, e a vida a recomeçar. Padre Henrique, sempre ele, disse alguma coisa que rebuçou o clima de justificada prostração, desolação, substituído pela aragem de esperança, vinda não se sabe de onde, que tudo modificou. O Bom Andrey seguiu debaixo da admiração de todos, lavado de suas dores, alegre, risonho, gentil; como sempre amável, afável. Bom, bom e bom.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61468
De: paulo Data: Sex 17/9/2010 22:44:23
Cidade: Moc
São 22:41. No São Luiz um barulho infernal não sei de onde assola o bairro.Parece show . Cade a patulha do silencio????. Tenho de acordar as 05:30 de sabadp . MP socorroo.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61467
De: Augusto Vieira Data: Sex 17/9/2010 22:19:54
Cidade: Belo Horizonte
Há muito tempo não leio uma análise tão lúcida e bem escrita como a de Waldyr Senna Baptista em sua crônica "Em busca da identidade". Parabéns, meu caro conterrâneo. Você é um dos orgulhos intelectuais de minha aldeia. Sua análise econômica é perfeita, a meu juízo. Só quero registrar que somos conhecidos também por nossa alegria, por nossa facilidade em fazer amigos, por nossa sinceridade e franqueza e por nosso amor à arte musical. Somos violeiros catrumanos. E essas nossas virtudes atravessam os tempos e as conjunturas econômicas. Saiba, Waldyr, que é um prazer imenso te ler, todas as sextas-feiras em nosso Mural. Um grande abraço a você e sua família e que Deus o conserve conosco por mais muitos e muitos anos.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61462
De: Wagner Data: Sex 17/9/2010 17:15:27
Cidade: Montes Claros
E-mail: wam1@bol.com.br
(Entre bombas e carros de som) Sou morador de bairro próximo e hoje vimos que a região da Vila Mauricéia virou um campo de guerra. Ainda não sabemos ao certo os detalhes da operação, mas mais de uma dúzia de veículos cercaram a parte conhecida como "favela da mauriceia" e apreenderam uma grande quantidade de drogas.E a gente pensando que este tipo de coisa só acontece, nestes niveis em grandes centros.Ainda se pode ver muito fogo e fumaça, os alunos da Escola Estadual Secundino Tavares, seus pais e profissionais do estabelecimento temem ainda pela segurança.Enquanto os carros dos políticos cantam: "-mais Segurança, saúde e educação" . . .Parabens aos profissionais das polícias envolvidas.
Aguardamos mais informações.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61458
De: Waldyr Senna Data: Sex 17/9/2010 14:18:23
Cidade: Montes Claros/MG
Em busca da identidade

Waldyr Senna Batista

Da série “roedores de pequi”, em busca da identidade perdida de Montes Claros. O comércio proclama-se a principal atividade econômica da cidade. A seu favor, registros que remontam aos primórdios da fundação, reforçados por números atuais: é o maior contribuinte de ICMS e o maior empregador. São dados de fácil comprovação junto à Receita estadual e aos sindicatos patronal e de empregados da categoria. Eles se contrapõem a referências remotas da pecuária, ligadas à fundação da “fazenda Montes Claros” dos tempos de Gonçalves Figueira. Há até pouco tempo, tinha-se a pecuária como a principal força econômica do município, consagrada pela implantação do Parque de Exposições. Seu construtor, João Athayde, no início da segunda metade do século passado, chegou a preconizar o reconhecimento do “boi tipo Montes Claros”, espécime que deveria preencher requisitos especiais de raça e peso, a serem avaliados quando da realização das exposições. A proposta morreu com o criador dela, coincidindo com o declínio da atividade na região, que de 2,5 milhões de cabeças, tem população atualmente estimada em 1,6 milhão. Os pecuaristas que viveram a época do apogeu argumentam que, apesar dessa queda, houve ganho com o aprimoramento da qualidade do rebanho, o que garantiria à pecuária o lugar mais alto do pódio. Da indústria já se falou aqui. Com os incentivos fiscais da Sudene, nas décadas de 60 e 70, esse setor experimentou forte expansão, restando ainda várias unidades, que desmentem a infeliz alusão ao “cemitério de indústrias”. Fábrica de cimento, tecelagens, vacinas para animais, produção de insulina, produtos derivados do leite, entre outras especialidades, formam conjunto nada desprezível, embora bem longe das previsões e dos sonhos. O comércio atacadista de cereais também teve sua época, abastecendo o extremo norte do Estado e boa parte da Bahia e do Nordeste. Guardadas as proporções, seria o que hoje representa Uberlândia. Mas não resistiu ao advento da Rio-Bahia, que desviou o tráfego. Com o esvaziamento das diversas alternativas, que foram importantes na construção de sua imagem, Montes Claros está mergulhada no que pode ser considerada sua pior crise. Mantém-se no topo apenas ao ser confrontada com as demais integrantes da região, onde despontam algumas promessas: Pirapora, sob intenso bombardeio publicitário, e Janaúba, beneficiada pelos reflexos do projeto de irrigação da Jaíba, onde se consolida centro de produção de frutas. As duas atravessam boa fase, mas estão bem distantes de Montes Claros, mesmo estando esta em declínio econômico, político e administrativo. Aqui, nos últimos vinte anos, duas atividades se apresentam como destaque: uma é a construção civil, com a multiplicação de grandes edifícios, que garante o pleno emprego e até sofre com a falta de cimento(pode vir a correr o risco de saturação, dependendo da profundidade e da duração da má fase da cidade); e a outra é o surgimento do que já pode ser considerado promissor centro de ensino superior. Uma delas poderá vir a se tornar fonte de inspiração para o slogan que está faltando para a identidade da cidade. Montes Claros já foi: a princesinha do Norte; coração robusto do sertão(do famoso discurso de Francisco Sá na inauguração dos trilhos da Central do Brasil); a capital do Norte de Minas; a terra do pequi(cuja produção maior se localiza em Mirabela e Japonvar); e, ultimamente, se diz a cidade da arte e da cultura( o que nada significa em termos econômicos). Mas seria de fato indispensável buscar a mensagem que espelharia a identidade da cidade ?
A partir da chegada da linha férrea, que se deu em 1927, era comum inscrever-se as iniciais “EFCB” nas correspondências destinadas a Montes Claros, para ficar bem clara a localização dela e evitar extravios. Isso, segundo contava Zé Gomes, irritava Juca Carteiro, seu colega nos Correios e hoje nome de rua na cidade. Bairrista empedernido, ele considerava desnecessário o adendo, pois Montes Claros era tão importante e conhecida que todo o mundo sabia onde ela se situava...

(Waldyr Senna é o mais antigo e categorizado analista de política em Montes Claros. Durante décadas, assinou a "Coluna do Secretário", n "O Jornal de M. Claros", publicação antológica que editava na companhia de Oswaldo Antunes. É mestre reverenciado de uma geração de jornalistas mineiros, com vasto conhecimento de política e da história política contemporânea do Brasil)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61457
De: Cleo Data: Sex 17/9/2010 14:10:26
Cidade: Montes Claros/MG  País: Brasil
A passagem do JN por Coração de Jesus já está surtindo efeito, hoje pela manha a primeira pagina do msn.com estampa a matéria que titanossauro encontrado nesta cidade é o mais completo do mundo. Olha a nossa cidade sendo noticia.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61455
De: Flavio Pinto Data: Sex 17/9/2010 13:54:35
Cidade: Belo Horizonte-Mg
Sr.José Prates, quase colega(cheguei depois) e grande jornalista do velho JMC: já que meu irmão começou , aproveite a deixa e acerte o nome de meu querido e saudoso chefe na Gazeta do Norte, Jair de Oliveira. Seu texto vai ficar melhor ainda.Abraço. Flavio Pinto

Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61454
De: Souto Data: Sex 17/9/2010 13:33:55
Cidade: Montes Claros
Faleceu hoje em Curvelo, de AVC, Argentino Francisco dos Santos (Argentino da Loja da Cooperativa),irmão de Dôra e Dolores, costureiras.Será velado e sepultado em Capitão Enéas, sua terra natal.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61445
De: Salles Data: Sex 17/9/2010 11:10:45
Cidade: Montes Claros
No mundo político de Brasília há o sentimento de que virá mais tiroteio neste fim de semana. De grosso calibre. Bala para todos os lados.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61442
De: Polícia Militar Data: Sex 17/9/2010 10:33:51
Cidade: Montes Claros/MG
A Polícia procura autores de roubo, ocorrido na tarde de ontem, no bairro vila Guilhermina. Segundo as vítimas, quatro autores, todos eles armados com armas de fogo, e com os rostos tampados, adentraram na residência, rendendo primeiramente o pedreiro/vítima que estava trabalhando na casa, enquanto os outros autores entraram na casa, e fizeram as demais vítimas de refém, e começaram a revirar toda a casa, apanhando todos os objetos de valores, e colocaram em mochilas que roubaram na própria residência, os objetos levados foram: várias folhas de cheques de clientes, de vários bancos, na quantia aproximada de R$8.000,00 (oito mil reais), em dinheiro, 03 (três) anéis de ouro, um celular, marca Nókia, 04 (quatro) correntes de ouro, 02 (duas) pulseiras de ouro, um par de brinco de ouro, um Notebook, marca Acer, cor azul, uma aliança de ouro e um aparelho celular Samsung, cor preta, um celular da marca Siemens, um óculos da marca Italian, R$200,00 (duzentos reais ) em dinheiro, um Play Station 2 , um relógio da marca Técnicos, um celular Nókia modelo 2630, uma mochila preta marca Challengr, uma mochila azul, um celular Nókia modelo 2760, e um capacete de cor preta da marca Taurus, um celular Nókia, modelo 6111, e outro Motorola, um óculos de sol, marca União Pacific e R$40,00 (quarenta reais) em dinheiro. Segundo as vítimas os autores fugiram em um veículo de cor preta que estava estacionado no lado de fora da residência, aparentando ser da marca Fiat modelo novo. Os autores evadiram tomando rumo ignorado, contudo foi repassado as características dos autores e do veículo para as demais viaturas do turno, sendo realizado rastreamento. O rastreamento continua.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61439
De: Nilo Pinto Data: Sex 17/9/2010 08:53:27
Cidade: Montes Claros  País: BR
Atenção Sr. José Prates(Msg.61421): O nome da composição do saudoso Candido Canela é:´"Saracurinha Três Potes" e não Três Pontes!Desculpe o pitaco, é que o seu texto está tão bom...Parabéns!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61433
De: Jr Data: Sex 17/9/2010 02:56:26
Cidade: Montes Claros
Quase 3 horas da madrugada. No "triângulo da impunidade", a banda protegida pelo poder já toca há quase três horas. Começa sempre depois da meia-noite.(...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61431
De: Soares Data: Sex 17/9/2010 00:06:42
Cidade: Montes Claros
Uma triste notícia para Montes Claros: morreu o arquiteto Andrey Ribeiro Cristoff, um dos mais brilhantes de M. Claros, da última geração. Tinha 52 anos, enfrentava um quadro da doença de Parkison. Era o segundo dos 3 filhos do médico Konstantin Cristoff, benemérito da história recente de Montes Claros. O pai, como todos sabem, está internado na Santa Casa há cerca de um mês, com pneumonia. O sepultamento será nesta manhã de sexta-feira.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61426
De: Vilma Data: Qui 16/9/2010 18:46:18
Cidade: Montes Claros
Aqui na Vila Guilhermina quatro bandidos invadiram a casa de minha vizinha e roubaram joiais, dinheiro e computador. Os moradores da casa foram amarrados. Ainda era dia...
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61422
De: Samu Data: Qui 16/9/2010 16:51:04
Cidade: Montes Claros
E-mail: acs.moc@saude.mg.gov.br
(...) Em atenção ao exposto na mensagem nº 61336 postada neste Mural no dia 14/09/2010 por Daniel da Silva Nobre, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Macronorte-MG) esclarece que não foi registrada nenhuma solicitação de socorro no dia 11/09/10 de populares referente a acidente de trânsito com caminhoneiro, próximo a cidade de Pirapora. Porém, por volta das 01h45 do dia 11/09/2010 a Central de Regulação Médica recebeu solicitação de apoio do Corpo de Bombeiros para atendimento a acidente de trânsito na BR 365, km 260, próximo ao Posto Formoso, a 100km da cidade. A Central de Regulação empenhou equipe de Suporte Avançado de Vida do município de Pirapora, que chegou ao local por volta das 2h40. No local, o médico intervencionista constatou que a vítima do sexo masculino, D.S.N., presa nas ferragens, encontrava-se em óbito. O Samu 192 Macronorte-MG funciona 24 horas por dia, sete dias por semana, com uma Central de Regulação Médica que atende ao chamado de socorro da população em qualquer ponto da região, através do número gratuito 192. Ao acionar o SAMU pelo 192 o solicitante é assistido desde o primeiro atendimento, via telefone, até chegar ao serviço receptor adequado ou até que seja liberado pelo médico intervencionista, caso não necessite de encaminhamento para uma unidade hospitalar. (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61421
De: José Prates Data: Qui 16/9/2010 16:33:02
Cidade: Rio de Janeiro - RJ
VULTOS MONTESCLARENSES

José Prates

Quem conhece Montes Claros pelo seu lado capitalista, a Montes Claros industrial, financeira, comercial, com vista, apenas, nos negócios, não vê o seu lado poético, romântico, nem sua cultura. Para quem chega de fora, aparentemente, é um lugar estritamente dedicado ao comércio que atrai gente de todos os recantos, pra comprar e vender. A cidade cresce tanto vertical como horizontalmente. Montes Claros, porem, não é só isso. Mas, como em Minas, todo mundo é reservado, não mostra o que está por trás da cidade capitalista nem por trás do comércio que expande. Por trás disso, está a cultura que leva cultura ao país inteiro. Os seus grandes vultos que são páginas de sua história, não ficaram segregados entre os muros da cidade, não. Correram em muito chão, mostrando sua cultura ao país inteiro, em livros publicados ou telas expostas nos festivais de artes plásticas. Alguns desses vultos partiram para o além deixando conosco a sua memória imortalizada na sua vida pública e na sua obra, como Antonio Gonçalves Chaves montesclarense nascido em 1840 e falecido em 1911. Bacharel em Direito pela Faculdade de São Paulo, desenvolveu grande atividade política, ocupando cargos de alta importância como Presidente da Provincia de Santa Catarina, nomeado por carta imperial de 1882; presidente da Provincia de Minas Gerais em 1883; deputado constituinte e senador por Minas Gerais de 1894 a 1902.
Não foi, porém, só o passado distante que nos deixou vultos históricos de quem nos orgulhamos. Não foi, não! Ainda em nossos dias, Montes Claros tem muito que se orgulhar de nomes como Candido Canela, considerado o maior poeta da atualidade Os seus livros “Lirica e humor do sertão” e “Rebenta boi” foram consagrados pelo público, esgotando suas edições. Em 1978, foi vencedor do Primeiro Festival Brasileiro de Música Sertaneja, promovido pela Rádio Record de São Paulo, com a música "Ternos pingos da saudade", em parceria com Téo Azevedo. Sua composição "Saracurinha Três Pontes", foi gravada por Tonico e Tinoco e Pena Branca e Xavantinho.
Quem não conheceu ou nunca ouviu falar em Darcy Ribeiro? Ninguém! Até há pouco estava conosco fazendo-nos orgulhar de nossa cidade. Notabilizou-se fundamentalmente por trabalhos desenvolvidos nas áreas de educação, sociologia e antropologia. tendo sido, ao lado do amigo a quem admirava Anisio Teixeira, um dos responsáveis pela criação da Universidade de Brasilia, ficando também na história desta instituição por ter sido seu primeiro reitor. Também foi o idealizador da Universidade Fluminense. Publicou vários livros, vários deles sobre os povos indígenas. Darcy Ribeiro não é conhecido e admirado, apenas, no Brasil ou Minas. O seu nome está no mundo inteiro como politico e intelectual brasileiro. É um dos grandes vultos da historia do Brasil.
Um dos expoentes da cultura montesclarense ainda se encontra entre nós: Konstantin Kristoff, nascido na Bulgária, naturalizado brasileiro e adotado como filho por Montes Claros. Artista plástico de renome que percorreu importantes espaços chegando ao conhecimento e admiração de artistas famosos e criticos de arte, Sua exposição no Salão Nacional de Artes Plasticas, no Rio de Janeiro, na década de 80, chamou a atenção da critica nacional que o levou a expor em varias capitais brasileiras, tornando-o nacionalmente conhecido e admirado ao ponto de merecer um livro sobre sua arte, de autoria do professor e critico de arte Pierre Santos, editado em São Paulo em 1990. Alem desses, outros expoentes da cultura miniera tivemos em Montes Claros como o Dr. Plinio Ribeiro, Jair Ribeiro da Gazeta do Norte, que já partiram. Outros tão dignos quanto estes continuam entre nós como Luiz de Paula, Paulo Narciso, Oswaldo Antunes, Wldyr Senna, Wanderlino Arruda, Raphael Reys, Alberto Sena que enriquecem a literatura montesclarense. É por isso que nós dizemos com orgulho: sou de Montes Claros, capital do Norte de Minas, referencia comercial e cultural

(José Prates, 84 anos, é jornalista e Oficial da Marinha Mercante. Como tal percorreu os cinco continentes em 20 anos embarcado. Residiu em Montes Claros, de 1945 a 1958, quando foi removido para o Rio de Janeiro, onde reside com a familia. É funcionário ativo da Vale do Rio Doce, estando atualmente cedido ao Sindicato dos Oficiais da Marinha Mercante, onde é um dos diretores)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61419
De: ACESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO 7º BATALHÃO DE BOMBEIROS MILITAR Data: Qui 16/9/2010 16:08:56
Cidade: Montes Claros  País: Brasil
ACESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO 7º BATALHÃO DE BOMBEIROS MILITAR DE MONTES CLAROS - (...) Local da ocorrência: BR 365, Km 260. Trevo de Pirapora/MG: BR 365, Km 160. Distância entre o Pelotão do Corpo de Bombeiros Militar de Pirapora/MG e o local da ocorrência: aproximadamente 105 Km. Respeitando a velocidade média da via, o solicitante possivelmente gastou uma hora para chegar até a base mais próxima de atendimento de urgência e emergência. Entre o acionamento dessa base até a chegada ao local, gasta pouco menos de uma hora. O Corpo de Bombeiros se preocupa com a vitima antes, durante, e após as ocorrências, sendo rotina semanal as visitas pós-sinistro, em sentido da verificação do estado em que esta se encontra o atendido e seus familiares, em casos graves. São prioritários nos atendimentos o tempo de resposta e o deslocamento para a obtenção do sucesso no resgate solicitado, o que fora confirmado no próprio boletim com numero destacado abaixo. Quanto à situação da ventilada manobra da vítima, faz-se natural retirá-la das ferragens (desencarceramento) para local seguro, implicando, às vezes, o seu deslocamento, podendo gerar a interpretação errada por leigos, todavia não gera direito à acusação imperativa.
Conclusão: Do horário do fato até a chegada da primeira unidade de urgência/emergência, nessas condições, gastará no mínimo 1 hora e 45 minutos. Esse horário seria reduzido para aproximadamente 45 minutos, caso o solicitante tivesse acionado uma das bases de serviço de urgência/emergência de Pirapora/MG via telefone.
Salientamos que foram empenhadas para atender essa ocorrência, assim que tomou conhecimento dos fatos, uma Unidade de resgate e uma viatura de Salvamento do Corpo de Bombeiros Militar com desfibrilador, oxigênio, oxímetro e todo o aparado para o suporte básico de vida e desencarceramento, além de uma viatura do SAMU acompanhada de um médico. Até então não sabíamos que a vítima havia entrado em óbito, pois ela estava totalmente encarcerada. Imediatamente foi providenciado o seu desencarceramento com equipamento apropriado e iniciado o suporte básico de vida, quando foi constatado pelo médico do SAMU, que a referida vítima já havia entrado em óbito. Apesar do grande esforço do Estado (por meio dos órgãos vinculados, a exemplo do Corpo de Bombeiros), nem sempre é possível obter pleno êxito na ocorrência, principalmente em decorrência do fator tempo demandado; entretanto tais resultados não abonam atos, em tese, insanos de acusações imperativas infundadas. Obs.: Ocorrência registrada através do REDS Nr 2010-001030431-001 e BO Nr B4771-2010-0002581
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61413
De: Paulo Brandão Data: Qui 16/9/2010 12:40:55
Cidade: Bocaiuva/MG
E-mail: p-brandao@hotmail.com
Mistério: Quatro corpos encontrados em fazenda Dois jovens de Montes Claros e dois adolescentes de Bocaiúva foram mortos cruelmente em fazenda A Polícia Civil está investigando quatro homicídios ocorridos nos últimos meses neste município. Na data de 10 de agosto, um vaqueiro localizou dois corpos dentro de uma barroca. (...). Foram identificados Everton Pires Alves, de 22 anos e Hélio de Souza Aquino Júnior, de 20, foram assassinados a tiros. Na tarde de 14 de setembro, os vaqueiros da Fazenda Lagoa das Pedras, Otávio Roberto Santos e Manoel Hermínio Dias, localizaram em um matagal dois corpos (...). Eles acionaram a polícia que compareceu ao local junto á perícia. Os corpos foram encaminhados ao IML e exames serão realizados para constatar se as ossadas encontradas são dos adolescentes Danilo Leite Moreira, 13 anos, e Edson Júnior Silva Santos, de 17. Ambos estão desaparecidos desde o dia 16 de julho deste ano. A polícia investiga se os crimes têm relação, pois os corpos foram encontrados na mesma fazenda. Em Camilo Prates outro corpo Joaquim Veloso Filho acionou a polícia na Fazenda Jacaré, localizada no Distrito de Camilo Prates no dia 11 de setembro. De acordo com o solicitante, o seu filho Mauro Veloso foi encontrado morto nas imediações da fazenda. (...). Em contato com o vaqueiro, a polícia deslocou-se até a casa de Mauro e no seu quarto foi encontrado uma pequena porção de maconha e uma espingarda calibre 32, que foram apreendidas. (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61411
De: F. Salles Data: Qui 16/9/2010 12:07:53
Cidade: Montes Claros
Brasília trabalha agora - por volta do meio-dia - com a informação de que a ministra-chefe da Casa Civil da Presidência da República pode, ou deve, pedir sua saída, ainda hoje. Entre os nomes cotados para substituí-la, o mais citado é o da coordenadora-geral do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), Miriam Belchior. Estão cotados o chefe de Gabinete de Lula, Gilberto Carvalho, e os ministros do Planejamento, Paulo Bernardo, e o das Relações Institucionais, Alexandre Padilha.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61410
De: Elisa Data: Qui 16/9/2010 11:24:49
Cidade: Montes Claros
(...) Vejo aqui atraz do Centro Ambiental um predio sendo contruido e sua garagem é enterrada. Será que eles esqueceram da chuva que caiu no ano passado e a água passou há mais de um metro de altura? (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 61409
De: Magno Data: Qui 16/9/2010 10:42:43
Cidade: Montes Claros/MG
Essas Unicalouradas que ocorrem na Unimonues deveriam ter o palco direcionado para o bairro onde reside o Senhor Reitor para que pudesse provar um pouco do veneno. O bairro que acolheu e acolhe tão bem a Universidade recebe como recompensa barulhos ensurdecedores de bandas desafinadas.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Página Anterior >>>

Abra aqui as mensagens anteriores:


Voltar à Página Inicial

 






Um olhar de Montes Claros sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros


Últimas Notícias

23/04/14 - 18h
Diária em hotéis durante jogos da Copa cai até 52% desde o início do ano

23/04/14 - 17h
Desenvolvido pela USP aparelho que detecta vírus da dengue em 20 minutos

23/04/14 - 16h
Atlético estréia hoje, nas oitavas de final da Libertadores, contra xará colombiano

23/04/14 - 15h
Cônjuge infiel prefere sexo com amante, mas para dormir não abre mão do parceiro fixo – aponta pesquisa

23/04/14 - 14h
Dançarino do “Esquenta” levou tiro antes de morrer, segundo fontes da polícia

23/04/14 - 13h
Oposição no Vaticano refere-se ao papa Francisco como “pequeno argentino” e indaga - o que ele quer?

23/04/14 - 12h
Meteorologia reforça a chance de chover sexta, sábado e domingo em M.Claros

23/04/14 - 11h
Comissão da Verdade conclui que o presidente JK, do N. de Minas, não foi assassinado - morreu em acidente

23/04/14 - 10h
Manchetes dos jornais: “Estradas mineiras 70% mais fatais” - O Globo (Rio): “Pânico em Copacabana” - “Aumento nos serviços agrava a falta de controle da inflação”

23/04/14 - 9h
Goleiro Fábio, do Cruzeiro, acompanhado de pastor, vai ao goleiro Bruno, “falar de Deus”

23/04/14 - 8h57
"Sua memória é justamente venerada pelos montesclarenses. Pelos dons extraordinários de tribuno, aliados à vasta cultura, foi considerado o primeiro parlamentar brasileiro em sua época"

23/04/14 - 8h
Dançarino do “Esquenta” é encontrado morto em morro do Rio. Moradores trocam tiros com a PM

23/04/14 - 7h
Marco Civil da Internet passa sem mudanças no Senado e vai à sanção da presidente Dilma


22/04/14 - 19h47
"...a filha do ministro Francisco Sá foi amiga e testemunha privilegiada das horas derradeiras e santas da Madre Honorina de Abreu, filha de Capistrano - historiador cujo modelo de Constituição, com um único artigo, nos mandava ter vergonha na cara. Madre Honorina de Abreu, nome mais alto do Carmelo no Brasil, filhas espirituais de Santa Teresa de Ávila e, portanto, de..."

22/04/14 - 18h38
"Guarda tua terra as cinzas do inesquecível antepassado que deu nome à minha família e de cujo espírito, impregnado de misticismo liberal, recebi a sugestão do amor à liberdade, que foi o sonho radioso da minha geração"

22/04/14 - 18h
Projeto de lei libera máscara em manifestação, mas uso em crime será punido com pena maior

22/04/14 - 17h
A partir de hoje, taça da Copa do Mundo viajará por 27 capitais do País

22/04/14 - 16h
Período chuvoso chega ao fim, com represas baixas. Especialistas alertam para a necessidade de racionamento de energia

22/04/14 - 15h
Manchetes dos jornais: “Polícia recupera arsenal roubado da Central de Escolta” - “Pão francês está mais caro na capital” - “3.000 foram enterrados como indigentes tendo RG”

22/04/14 - 14h
Meteorologia passa a ver chances de chuva em M. Claros nesta sexta e sábado

22/04/14 - 13h
Pela 1ª vez, mercado projeta inflação acima do teto de 6,50% neste ano

22/04/14 - 12h
136 mortes e 1.600 feridos nas estradas federais durante o feriadão da Semana Santa. (Na Av. Dulce Sarmento, acidente fatal)

22/04/14 - 11h
Como aconteceu em M. Claros, polícia suspeita de ação criminosa no fogo que destruiu 23 ônibus, nesta madrugada, em São Paulo

22/04/14 - 10h
Crise no setor de automóveis já levanta hipótese de afastamento remunerado

22/04/14 - 9h
Ainda em coma, Michael Schumacher é processado por atropelamento na Espanha

22/04/14 - 8h
Quatro presos e 39 armas (do estado) recuperadas. Entre os presos, o agente penitenciário

22/04/14 - 7h
Começou nos postos de saúde a vacinação contra a gripe - e até o dia 9 de maio, para crianças, gestantes e quem tem mais de 60 anos


21/04/14 - 12h00
"O trem vinha de Salvador (BA), entrava por Monte Azul e vinha pra Montes Claros e rumava puxado por máquina Maria Fumaça pra Belo Horizonte"

21/04/14 - 8h25
"Desta vez, foram 239 os desaparecidos, os abduzidos no Oriente, em 12 de março. A mídia internacional, no dia seguinte, emitiu a hipótese de o vôo MH-370 ter sido alvo de sequestro por forças cósmicas desconhecidas. É a hipótese que prevalece"

21/04/14 - 8h05
Ministério Público: “incontáveis as ações penais e cíveis propostas em desfavor dos ex-gestores também dos municípios de Mirabela, Olhos D’Água, Ninheiras, Manga, Jaíba, Coração de Jesus, Santa Cruz de Salinas, São Francisco, Januária e Bonito de Minas, Pirapora, Ubaí; a alegada venda de combustível para a Administração Pública tornou-se inesgotável fonte de enriquecimento ilícito de gestores e donos de postos revendedores”


20/04/14 - 12h09
"São muitos os amigos e admiradores que o reverenciam, com o aceno do reconhecimento, e do merecido apreço. Foi colega, discípulo do majestoso e integral repórter Fialho Pacheco, cisne do jornalismo em Minas, cujas relíquias confiadas ao cemitério de M. Claros em 1989 valorizam especialmente o nosso Campo Santo"

20/04/14 - 10h01
PM retoma operação "triângulo de segurança": "....(com utilização de etilômetros e decibelímetros), (...) prevenindo a ocorrência de crimes, principalmente os relacionados à poluição sonora, posse, uso e tráfico de drogas, infrações e crimes de trânsito e ações ilegais de flanelinhas"


19/04/14 - 17h42
TV Bandeirantes confirma a morte do locutor Luciano do Valle, de 66 anos. Ele passou mal em vôo para Uberlândia. Esta seria sua 11ª Copa

19/04/14 - 11h02
"Não esperamos a noite toda. Pegamos os carros e voltamos à capital mineira para estarmos mais perto dos fatos de 31 de março, quando 1º de abril se anunciava. (...) Os faróis na rodovia demonstravam que havia mais do que um júri na velha Vila Rica"

19/04/14 - 10h52
Três homens, encapuzados e armados, em dois assaltos (bem matutinos) no Bairro Jardim São Luiz. A narrativa é da PM, que os perseguiu

19/04/14 - 10h47
Os drones, que fascinam e amedrontam na noite montesclarina: "Eles são guiados por radiofrequência, deslocando de um ponto, percorrendo a distância programada e retornando na mesma via (radiofrequência)"


17/04/14 - 18h
Casal de lésbicas consegue registrar no hospital, em Goiânia, filho em nome das duas

17/04/14 - 17h24
Anunciada no México, onde vivia, a morte do Prêmio Nobel de Literatura, Gabriel Garcia Márquez, de 87 anos

17/04/14 - 17h
CBF derruba liminar que colocava o Icasa na Série A do Brasileirão

17/04/14 - 16h
Manchetes dos jornais: “Aumentos na conta de luz já variam de 11% a 29%” - “Bahia recorre ao Exército após greve de PMs e saques” - “Pivô da crise, ex-diretor rebate crítica de Dilma”

17/04/14 - 15h
(Esperança de chuva, domingo, em M. Claros recua de 7mm para 2)

17/04/14 - 14h
IBGE divulga que desemprego de março foi de 5%

17/04/14 - 13h
A ação dos ladrões - nos bairros Edgar Pereira, Delfino e Vila Telma

17/04/14 - 11h59
Tremores de terra: "A diferença é que lá há exploração regular de gás. Aqui, na região de Montes Claros, houve, ou ainda há, prospecção de possíveis, e até prováveis campos de gás, isto até recentemente, e em áreas muito próximas de Montes Claros. (...) Cabe aos especialistas dizer se uma coisa tem ligação com a outra"

17/04/14 - 12h
Lojistas de Shopping dizem que, com a Copa, perderão quase meio mês de vendas

17/04/14 - 11h
Aposta na Mega-Sena subirá de R$ 2 para R$ 2,50, em maio. Quina e Lotofácil também ficarão mais caras

17/04/14 - 10h
Brasil tem a 10ª energia industrial mais cara entre 28 países pesquisados

17/04/14 - 9h
Pai e madrasta foram a festa, um dia após a morte do filho, que teria sido dopado antes da injeção final

17/04/14 - 8h
Com gol no último minuto, Cruzeiro comemora empate “com gostinho de vitória”

17/04/14 - 7h
A 60 dias da Copa, Salvador tem saques, mortes e suspensão de aulas com a greve da PM. (No meio da tarde da Quinta-feira Santa, a greve foi encerrada)


16/04/14 - 18h
Prévia do PIB tem alta de 0,24% em fevereiro, divulga Banco Central

16/04/14 - 17h
Cruzeiro perde Dagoberto e Goulart para jogo de hoje da Libertadores contra Cerro Porteño

16/04/14 - 16h
Mega-Sena vai sortear às 20h25m de hoje 38 milhões de reais

16/04/14 - 15h
Manchetes dos jornais: “Petrobras, enfim, admite que não fez bom negócio” - “Reajuste da conta de luz em Minas vira disputa política” - “Salário mínimo de R$ 779 em 2015”

16/04/14 - 14h51
Juiz novamente nega a vinda do goleiro Bruno: "O magistrado afirmou, na noite de terça-feira, que seu objetivo é colocar fim à superlotação da unidade prisional, que tem capacidade para 592 internos e abriga atualmente 1.036"

16/04/14 - 14h46
"De uns anos a esta parte, mais e mais se ouve falar de tremores. Anteontem, foi um a 150 km de Belo Horizonte. Outro, bem mais perto da capital, aconteceu em fevereiro. Veja o..."

16/04/14 - 14h30
Prefeitura e Estado decidem e BH não terá feriado nos dias de jogos do Brasil; Governo Federal pode tomar outro rumo

16/04/14 - 14h
Paixão em M. Claros terá temperaturas acima de 30 graus e chance de chuva (7mm), no Domingo da Ressurreição

16/04/14 - 13h
PMs entram em greve na Bahia e governo já chama a Força Nacional e o Exército

16/04/14 - 12h
Presos o pai médico e a madrasta enfermeira do menino de 11 anos, possivelmente morto com injeção

16/04/14 - 11h
Assaltantes - com arma de 2 canos - tentam fechar comércio, atiram para cima e fogem no Gol

16/04/14 - 10h
Tremores de terra (de 5,3 e 4,7 graus) voltam a atingir o Chile. Réplicas passam de 700

16/04/14 - 9h
Atlético desiste do francês Anelka - e agora promete denunciá-lo à Fifa

16/04/14 - 8h
Aprovado, projeto que aumenta pena de "racha" a até 10 anos de cadeia vai à assinatura presidencial

16/04/14 - 7h
Tribunal de Contas aponta superfaturamento de 67 milhões de reais no Maracanã de 1,2 bilhão


15/04/14 - 18h
Borra de café, normalmente jogada fora, é ótimo isolante do calor. Cientistas aprovam seu uso na construção civil e desenvolvem tijolo

15/04/14 - 17h
Site manda repórter ao Brasil e ele confirma: os preços dos produtos da Apple são “inacreditáveis”, os mais caros do mundo

15/04/14 - 16h
Manchetes dos jornais: “Sob pressão do PT, deputado afirma que vai renunciar” – “Polícia Federal indiciará 28, e Vargas vai renunciar a mandato” - “Dilma endurece, e ação da Petrobras despenca”

15/04/14 - 15h
60% de chance de chover 2mm, hoje e sábado, em Montes Claros. É toda a esperança da meteorologia para a Semana Santa

15/04/14 - 18h05
No fim da tarde, jornais de BH noticiam que goleiro Bruno, já com parecer favorável à sua transferência para M. Claros, identificou presidiário com quem vai permutar a vaga

15/04/14 - 14h
Governo prevê salário mínimo de 780 reais em 2015, no último reajuste pela lei atual

15/04/14 - 13h
Tremor de terra, de 1,8 graus, em Martinho Campos - a 151 km de BH e a 323 de M. Claros

15/04/14 - 12h
Pirapora é o exemplo - falta de chuva faz com que vazão nos reservatórios seja a 3ª pior da história

15/04/14 - 11h
Agência de risco agora rebaixa nota de 9 bancos brasileiros

15/04/14 - 10h
Felipão admite surpresas na lista final da seleção e dá esperanças a Miranda e Coutinho

15/04/14 - 9h
Importação brasileira é a 2ª que mais cresce no mundo, segundo a Organização Mundial do Comércio

15/04/14 - 8h
Por causa das eleições de outubro, Educação transfere Enem para os dias 8 e 9 de novembro

15/04/14 - 7h
Fiat, GM e Mercedes dão férias coletivas em Minas e São Paulo


14/04/14 - 18h
Eclipse desta madrugada inaugura a tétrade da Lua - quatro eclipses totais em 2 anos, até setembro de 2015

14/04/14 - 17h
Vírus da Aids já infecta mais heterossexuais adultos no Brasil. Mulheres em sua maioria



OUÇA E VEJA A 98 FM
Todos direitos pertecentes a Rádio Montes Claros 98,9 FM. O material desta página
não pode ser publicado, transmitido por broadcasting, reescrito ou distribuído
sem prévia autorização